Page 1

Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Jucelino Nery da Conceição Filho Coord. de Apoio Diagn.e Terap. – CIAVE/SESAB


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

HISTÓRICO: D. 1970: Desenvolvimento de ações Æ controle dos acidentes por animais peçonhentos. • MS: inexistência de programa específico. • Produção de soros (IB, IVB, FUNED e SYNTEX): ƒ distribuição ↓ qtd p/ as SES Å CEME ƒ comercialização

1980: SNITF (SINITOX) • Criação do CIAVE ¾ Setor do HGRS ¾ Atribuições intersetoriais

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

HISTÓRICO: 1983: Syntex do Brasil • 300 mil ampolas/ano Æ 65% da produção nacional de soros e vacinas; • Suspensão da produção Æ déficit de soros no Brasil Æ distribuição praticamente restrita aos estados fabricantes Æ ↑ prejuízo para o restante do país. • Desafio do CIAVE: ‰ acidentes por animais peçonhentos: ƒ ↑ nº de ocorrências; ƒ gravidade dos quadros clínicos; ƒ ↑ índices de seqüelas e óbitos

1985: AGRAVAMENTO DO PROBLEMA • Colapso na produção de soros • Mídia: inúmeros óbitos por picadas de serpentes (↑ N e NE do Brasil) Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

HISTÓRICO: Ministério da Saúde: • 1986: ápice da crise Å morte de criança de 8 anos, DF. • Dr. Carlos Santana (baiano, ex-servidor da SESAB, incentivador do CIAVE); • Adoção das primeiras iniciativas na busca de solução p/ o ↑ problema de saúde pública; • Programa Nacional de Ofidismo (PNO): • acidentes ofídicos Æ notificação obrigatória • Sucessão: Prof. Roberto Santos (baiano) Æ criação de 4 GTs: ƒ Distribuição geográfica; ƒ Diagnóstico e tratamento*; ƒ Padronização de produção de venenos e antivenenos; ƒ Educação e comunicação*. * Participação do CIAVE

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

HISTÓRICO: Evolução: • Disponibilidade de informações: • ↑ referentes a SP ; • ↓ referentes ao NE. • Relatos e publicações: ƒ acidentes laquéticos fora da Amazônia (primeira vez) ; ƒ 1ºs casos de latrodectismo no Brasil. • Muitos avanços em todo o país. ƒ Criação dos Centros de Ofiologia; ƒ Obrigatoriedade de notificação dos acidentes ofídicos; ƒ Distribuição gratuita p/ os estados Å informações epidemiológicas.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

HISTÓRICO: • A partir de 1988: • Extensão das atividades para as áreas de: ƒ araneismo ƒ escorpionismo. • Divulgação das informações epidemiológicas e clínicas; • Programa Nacional de Ofidismo Æ Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos: ƒ GTs (coordenados por Dr. João Luis Cardoso) Æ Manual : objetivo de normatizar os tratamentos e padronizar os procedimentos.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

HISTÓRICO: • 1997: Portaria SESAB nº 2867 - Atualização da lista de doenças / agravos de notificação compulsória no Estado da Bahia Æ Acidentes por Anim. Peçonhentos.

• 1998: Centro de Referência Estadual em Toxicologia • Autonomia

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

HISTÓRICO DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO: • 1988: Planilhas manuais Æ envio por fax e correio • 1997: SINAN-DOS Æ envio de disquetes • 2001: SINAN-Windows Æ envio de CDs • 2007: SINAN-NET Æ envio on line (e-mail)

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Objetivos:

• diminuir a letalidade dos acidentes por animais peçonhentos através do uso adequado da soroterapia;

• diminuir o número de casos através da educação em saúde.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Acidentes por Animais Peçonhentos: • não constituem doença transmissível; • têm sido abordados juntamente com as zoonoses Å trata-se de agravo, a exemplo da raiva, no qual ocorre a agressão por um animal Æ quadro clínico é conseqüente à ação de toxinas inoculadas pelas picadas.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Acidentes por Animais Peçonhentos: • Dados do MS revelam que, de 2003 a 2009, o número de acidentes com animais peçonhentos aumentou 32,7%. • As serpentes, os escorpiões e as aranhas são os principais agentes causadores de envenenamentos.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Acidentes por Animais Peçonhentos: • A distribuição dos acidentes ofídicos no país indica incidências mais elevadas nas regiões: CO e N, apesar de o número absoluto de casos ser maior no SE. • Sazonalidade, com predomínio dos casos nos meses quentes e chuvosos.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Acidentes por Animais Peçonhentos: • Conhecimento das características epidemiológicas dos acidentes Æ orientação à distribuição e utilização dos soros antipeçonhentos de acordo com as necessidades regionais; • As ações de vigilância e controle da fauna peçonhenta determinam

abordagens

específicas,

segundo

ecossistemas em que os animais são encontrados.

Jucelino Nery da Conceição Filho

os


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Acidentes por Animais Peçonhentos: • A interferência humana sobre o meio ambiente Æ associação provável ao ↑ casos de escorpionismo e araneísmo ; • Apesar do processo crescente de urbanização, não se verifica ↓ acidentes ofídicos Æ sugere uma possível aproximação e adaptação das serpentes às periferias das cidades Å proliferação de roedores propiciada por precariedade no saneamento básico.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Acidentes por Animais Peçonhentos: • Paralelamente às açþes de prevenção e controle dos animais peçonhentos: - atividades de capacitação dos profissionais de saúde no diagnóstico e tratamento:  ênfase na correta administração dos soros específicos;  redução da freqßência de seqßelas e da letalidade dos acidentes.

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Capacitação: • MS / 2009: - cursos de capacitação técnica nos quatros estados com maior incidência de acidentes com escorpiões: MG, BA, PE e PR. - capacitações no Pará, estado que apresenta espécies diferentes do restante do país.

• MS / 2010: - Área técnica do MS Æ distribuição às SES: 100 mil cartazes com orientações sobre educação ambiental e prevenção de acidentes com escorpiões. Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Capacitação: • CIAVE / 2002-2010: -

64 capacitação > 4.600 profissionais NU ~ 2.900 ACSs / ACEs ~ 31 DIRES

Jucelino Nery da Conceição Filho


PNCAAP Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos

Notificação: • Todo acidente por animal peçonhento atendido na Unidade de Saúde deve ser notificado, independentemente do paciente ter sido ou não submetido à soroterapia; • Ficha específica (SINAN), disponível nas unidades de saúde; • Instrumento fundamental para o conhecimento da abrangência desse tipo de agravo em nível local/regional Æ estabelecimento de normas de atenção adequadas à realidade local.

Jucelino Nery da Conceição Filho


Animais Peçonhentos Foto: Fábio Barbosa

Jucelino Nery da Conceição Filho

Notificação


PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DE ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS

Ministério da Saúde Laboratórios produtores

Secretarias de Saúde

Diretorias Regionais (DIRES)

Hospitais / SMS

Distribuição de Soros

Notificação Jucelino Nery da Conceição Filho


DISTRIBUIÇÃO DE SOROS NA BAHIA

DIRES 256 U.S. (238 municípios – 57,1% dos 417) Dados: CIAVE/2010 Jucelino Nery da Conceição Filho


DISTRIBUIÇÃO DE SOROS NA BAHIA

SUBNOTIFICAÇÃO X REPOSIÇÃO DE SOROS ANTIPEÇONHENTOS

SINITOX - Sistema Nacional de Informações Toxicológicas SINAN - Sistema de Informação de Agravos de Notificação Jucelino Nery da Conceição Filho


DISTRIBUIÇÃO DE SOROS NA BAHIA Histórico de Nº de Ampolas Distribuídas na Bahia, 2000-2009. 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 TOTAL

15606 23029 26158 24196 21889 22239 22709 21459 24544 28487 230316

Distribuição de Ampolas de Soros Antipeçonhentos, Bahia, 2009. Nº amp.

18000 16000 14000 12000 10000 8000 6000 4000 2000 0 SABO

SABL

SABC

SAC

SAEL

SAES

SAAR

SALON Tipo de soro

Fonte: Fonte:SESAB/SUVISA/DIS-SINAN – 30/03/2010

Jucelino Nery da Conceição Filho


Animais Peçonhentos Foto: Fábio Barbosa

Jucelino Nery da Conceição Filho

Epidemiologia


Animais Peçonhentos - Brasil -

Jucelino Nery da Conceição Filho


Animais Peçonhentos - Nordeste -

Jucelino Nery da Conceição Filho


Animais Peçonhentos - Brasil: óbitos -

Jucelino Nery da Conceição Filho


INTOXICAÇÕES NO ESTADO DA BAHIA MAIS FREQÜENTES G R U P O S

21,7

Medicam entos

13,5 11,8

Serpentes Peçonhentas Escorpiões

9,8

Raticidas

9,6

Anim ais Não Peçonhentos

6,8

Produtos Quím icos Industriais

5,3

Dom issanitários

4,4

Ignorado

3,1 2,4 2,3

Outros Anim ais Peçonhentos Agrotóxicos / Uso Agrícola Agrotóxicos / Uso Dom éstico Plantas Aranhas Drogas de Abuso Produtos Veterinários Cosm éticos Outro Alim entos Metais

2,0 1,9 1,6 1,4 0,9 0,9 0,4 0,3


ANIMAIS PEÇONHENTOS

67,8%

24,1%

BAHIA, 2009 – 13.584 casos 2,5%

Fonte: SINAN/CIAVE/SESAB – Ago/2010

Jucelino Nery da Conceição Filho

2,1%


Acidentes OFÍDICOS BAHIA, 2000 – 2009:

Total = 26.059 casos

BAHIA, 2000 – 2006:

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN

Jucelino Nery da Conceição Filho


SERPENTES PEÇONHENTAS

ACIDENTE OFÍDICO GÊNEROS DE SERPENTES PEÇONHENTAS NO BRASIL • Bothrops (90,5%)

-

jararaca

• Crotalus (7,7%)

-

cascavel

• Lachesis (1,4%)

-

surucucu

• Micrurus (0,4%)

-

coral

Fonte: Cardoso, J. L.C. et col.

Jucelino Nery da Conceição Filho


Acidentes OFÍDICOS

BAHIA, 2000 - 2006

SEGUNDO O GÊNERO Total = 17.454 casos

17.454

Ac. Crotálico Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN

Ac. Laquético


Acidentes OFÍDICOS

BAHIA, 2000 – 2006.

SEGUNDO O LOCAL DA PICADA

Mão: 12,1%

Pé: 58,7%

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN Jucelino Nery da Conceição Filho


Acidentes OFÍDICOS

BAHIA, 2000 – 2006.

SEGUNDO O TEMPO DECORRIDO Total = 17.454 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


Acidentes OFÍDICOS

BAHIA, 2000 – 2006.

SEGUNDO A EVOLUÇÃO Total = 17.454 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


ESCORPIONISMO

Escorpião ou lacrau

Jucelino Nery da Conceição Filho


Acidentes ESCORPIテ年ICOS

Jucelino Nery da Conceiテァテ」o Filho


Acidentes ESCORPIÔNICOS Distribuição Espacial do Escorpionismo no Brasil, 2007 – 2008

Fonte: SINAN - Animais Peçonhentos/SVS/MS (até 07/01/2009)

Jucelino Nery da Conceição Filho


Acidentes ESCORPIÔNICOS Óbitos e Letalidade por Acidentes com Animais Peçonhentos. Brasil, 2001 – 2008.

Jucelino Nery da Conceição Filho


Acidentes ESCORPIÔNICOS BAHIA, 2000 – 2009:

Total = 52.404 casos

BAHIA, 2000 – 2006:

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN Jucelino Nery da Conceição Filho


ESCORPIONISMO Espécies mais comuns na Bahia Foto: Fábio Barbosa

Foto: Fábio Barbosa

Tityus serrulatus

Tityus stigmurus

Escorpião-amarelo

Escorpião-listrado (O mais comum em Salvador)

Jucelino Nery da Conceição Filho


ESCORPIONISMO SALVADOR A maioria dos acidentes é causada por

Tityus stigmurus, T. brasilae, T. matogrossensis e outros.

QUASE SEMPRE CASOS LEVES, SEM NECESSIDADE DE SOROTERAPIA.

DEMAIS MUNICÍPIOS A MAIORIA DOS ACIDENTES É CAUSADA POR

Jucelino Nery da Conceição Filho

Tityus serrulatus


Acidentes ESCORPIÔNICOS

BAHIA. 2000 - 2006

SEGUNDO ESPÉCIE

Total = 30.209 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


Acidentes ESCORPIÔNICOS

BAHIA. 2000 - 2006

SEGUNDO ZONA DE OCORRÊNCIA Total = 30.209 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


Acidentes ESCORPIÔNICOS SEGUNDO FAIXA ETÁRIA

Total = 30.209 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN

BAHIA, 2000 - 2006


Acidentes ESCORPIテ年ICOS

BAHIA, 2000 - 2006

SEGUNDO LOCAL DA PICADA

Total = 30.209 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


Acidentes ESCORPIテ年ICOS

BAHIA, 2000 - 2006

SEGUNDO TEMPO DECORRIDO

Total = 30.209 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


Acidentes ESCORPIÔNICOS

BAHIA. .2000 --2006

SEGUNDO EVOLUÇÃO

Total = 30.209 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


ESCORPIONISMO Medidas de Controle para Redução dos Acidentes Princípios: • Controle químico aumenta chance de acidentes, pois desaloja e irrita os escorpiões; • Maioria de óbitos acontece dentro de casa,e em crianças; • Espécie mais tóxica (Tityus serrulatus) avança para novos municípios.

Controle Químico Æ não recomendado Vigilância e Manejo Ambiental Jucelino Nery da Conceição Filho


ESCORPIONISMO Ações de Controle • Vigilância/Investigação de óbitos escorpionismo; • Mapeamento de casos de escorpionismo; • Capacitação de profissionais para busca ativa e manejo ambiental; • Interface com a Rede de Laboratórios de entomologia e SES para troca de informação sobre áreas de risco; • Não apenas soro é necessário, mas profissionais capacitados e localização estratégica de pontos de atendimento; • Disseminação da educação em saúde para prevenção. Jucelino Nery da Conceição Filho


Acidentes ARACNテ好ICOS BAHIA, 2000 - 2006

Total = 812 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN

Jucelino Nery da Conceiテァテ」o Filho


ARANHAS •Existem 3 gêneros, no Brasil, de IMPORTÂNCIA MÉDICA

- Phoneutria - Armadeira ou aranha de bananeira

- Loxosceles - Aranha-marrom

- Latrodectus - Viúva-negra

Jucelino Nery da Conceição Filho


ARANHAS - Phoneutria - Armadeira ou aranha de bananeira

Jucelino Nery da Conceição Filho


ARANHAS - Loxosceles - Aranha-marrom

Jucelino Nery da Conceição Filho


ARANHAS - Latrodectus - Viúva-negra

Foto: Jucelino Nery da Conceição Fo.

Jucelino Nery da Conceição Filho


Acidentes ARACNÍDICOS

BAHIA. .2000 --2006

SEGUNDO A ESPÉCIE Total = 812 casos

?

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


Acidentes ARACNÍDICOS

BAHIA. .2000 --2006

SEGUNDO EVOLUÇÃO Total = 812 casos

Fonte: SESAB / CIAVE - SINAN


Foto: Fábio Barbosa

Jucelino Nery da Conceição Filho

www.saude.ba.gov.br www.ciave-ba.blogspot.com jucelino.nery@saude.ba.gov.br (71) 3387-3414

Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos  
Programa Nacional de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos  

Apresentação realizada no Seminário de Toxicologia promovido pelo CIAVE em 30 de agosto de 2010, em Salvador.

Advertisement