Page 1

2013 Ano 1 | #1

scalon Guide

Toques para aproveitar o melhor da temporada

magazine

SwarovskI A marca mais brilhante de todos os tempos

Stefani Medeiros Os bastidores com a top

Tendência usada é tendência ditada

Equestrian

Conheça a história, os ícones e a influência na moda de um lifestyle que conquista


Para uma temporada

O

s clássicos, na moda, renovam-se e apresentam-se com um toque contemporâneo, que os torna simplesmente irresistíveis! Esse é o caso do estilo que tem, como inspiração central, um dos mais refinados esportes dos últimos tempos: o hipismo. Ao charme que envolve o cenário dos grandes torneios renderam-se as mais elegantes mulheres que ainda estão no imaginário dos fiéis admiradores da moda. Audrey Hepburn e Jackie O. estão sempre no topo da lista das mais bem vestidas, influentes e admiradas. Na cena contemporânea, impossível não mencionar Charlotte Casiraghi, membro do clã do Principado de Mônaco, e Athina Onassis, herdeira do milionário armador grego Aristóteles Onassis. Cada uma dessas mulheres, com suas características pessoais e modo de ver a vida, tem contribuído para que hoje o hipismo não seja somente uma prática esportiva, mas, principalmente, um estilo de vida. E esse é o objetivo desta edição de lançamento da Revista Scalon, que chega para trazer às leitoras e consumidoras da marca a proposta de moda que tem tudo a ver com feminilidade, qualidade, atualidade e, por que não, romantismo. Você perceberá tudo isso – e muito mais – em cada uma das páginas deste número, que fala sobre as propostas do Inverno 2013, com os destaques da temporada, tais como as refinadas misturas de materiais que im-

4

peram nos looks da estação; a influência do Barroco, com marcantes combinações de cores, e a influência do dourado nessas harmonias. As listras são outros elementoschave do inverno e da coleção Scalon, mostrando a força dos grafismos no momento. A Scalon dá, igualmente, especial atenção às lavagens, ao uso do laser, do ozônio e da resina, que vão mudar a cara do seu jeans, tornando-o muito macio e atual. Mostramos também uma matéria especial sobre o shape da estação – do clássico à modelagem flare, passando pela jodhpur, que adere às formas e pela supercontemporânea boot leg –, para trazer até você a silhueta que está nas passarelas e ruas da moda. A revista traz ainda informações sobre a influência de todo o universo hípico em relação à moda, seja no guarda-roupa da executiva, seja nos acessórios que a acompanharão para fazer bonito no seu dia a dia. A maquiagem do inverno é outro tema em pauta, para que você complemente seus looks com produtos que vão fazer toda a diferença. Dicas sobre cuidados com a pele e os cabelos complementam o ritual de beleza para a temporada. E como o hipismo é sinônimo de estilo de vida, mostramos com exclusividade detalhes que podem se incorporar ao decor de sua casa ou do ambiente de trabalho. Queremos também que você descanse com bons livros e bons filmes, ao lado, é claro, de uma boa companhia. Desfrute dessa proposta para o inverno. Boa leitura!

Anadir Scalon


Que nada nos impe莽a de encontrarmos a n贸s mesmos. Jackie O.


40

Obra Urbana

10

Elegance: Let it born

08 28 19 Fashion Trends 34 Biografia 36 Swarovski Making of

Os bastidores da coleção F/W 13

Equestrian: Way of Life

Conquistando mais que uma temporada

50 55

Misturas que dão certo

58 Viagem

Jacqueline Kennedy Onassis

Estrelados de baixa temperatura

59 Gourmet

Brilho austríaco que encanta o mundo

Secos e molhados requintados

24 Stripe mania

60 Decor

Não saia da linha

Amor declarado ao bom gosto

26 Laundry Service

61 Cult

A receita do jeans perfeito

27 Scalon Shape Personalidade marcante e modelagem forte

O caminho até o melhor

Exteriorize sua beleza

O encontro bem marcado

22 Big Blend Theory

Scalon Guide

56 Beauté

As tendências quentes do inverno

20 Black & Gold

Fashions do Ofício

Companhia da lareira à cabeceira

62

Last look

Diretor de marketing: Valdir Antonio Scalon | Diretora de Estilo: Anadir Scalon | Gestão da marca: Céu Branding | Projeto Gráfico e Design: Guilherme Watanabe (Céu Branding) | Jornalista Responsável: Eleni Kronka – MTB 12.882 | Colaboraram nesta edição: Débora Ortolani, Guilherme Benites, Henriete Mirrione, Jonatas Itiyama, Lu Catoira, Marcelo Testoni, Mariana Bergamasco, Nina Wicks de Almeida, Thais Martinez, Titita Motta, Vanessa Israel e Wellington Gonçalves. Scalon Magazine é uma publicação da Indústria e Comércio de Confecções Scalon Ltda. (Tel.: [44] 3218-8686), realizada pela Céu Branding. A Scalon e a Céu Branding não se responsabilizam pelas opiniões emitidas nos artigos de seus colaboradores. É terminantemente proibida qualquer forma de reprodução do conteúdo – textos, fotos, ilustrações – desta publicação sem a prévia e devida autorização dos editores. Nenhuma pessoa está autorizada a retirar qualquer tipo de material em nome da Scalon Magazine. Em caso de necessidade, o portador deverá ter em mãos carta assinada pelo diretor ou publisher.

6


Fotos: Arquivo pessoal /Divulgação

“Caí no mundo fashionista por acaso...” Aos 17 anos, funcionário de uma joalheria, Krisna Carvalho teve a incumbência de levar algumas peças para um editorial de moda. De lá para cá, não parou mais de se envolver com o meio. Amante declarado da arte e da maquiagem, coordenou o make up and hair da top Stefani Medeiros para o catálogo da campanha.

Foi durante a Faculdade de Publicidade que Piero D’Avila, responsável pelo fashion photoshoot da campanha Elegance: let it born, pegou gosto pelo universo que as lentes fotográficas podem proporcionar. “O que mais me atrai na fotografia é a possibilidade de criar um mundo imaginário e produzir imagens que tenho na mente.”

Os dois editoriais desta edição receberam o talento do produtor de moda Miguel Luiz Cuenca. “Viajando, conhecendo lugares diferentes e paisagens extremas, renovo energias e amadureço o olhar clínico que a profissão exige.”

Guilherme Benites é aquele que podemos chamar de um verdadeiro artista visual multifuncional. Puxou as rédeas dos clicks do lookbook, dos editoriais desta edição e ainda deu conta de registrar takes incríveis para o fashion film Scalon.

Quem está por trás de todo o conteúdo da Mag#01 Scalon é Eleni Kronka e sua equipe editorial, escolhida a dedo. Nome de peso, que está entre as mais respeitadas profissionais de comunicação no mercado de moda, Eleni também edita a publicação World Fashion + Varejo.

O desenvolvimento de produtos da marca recebe o talendo das irmãs Adriana e Cláudia Scalon. Uma bacharel em publicidade e a outra em design de moda, formam com a artista visual e estilista Nice Silva a equipe coordenada por Anadir Scalon. Colaborando com a equipe interna da marca, Marina Stuginski é a “correspondente oficial” Scalon. Paulistana por opção, graduada e especialista em moda pela Santa Marcelina, tem no currículo: A Mulher do Padre, Íodice, André Lima e Triton.

7


8


Fotos: Gui Benites

Backstage On the

Por Wellington Gonçalves

O

planejamento de uma campanha de moda passa por várias etapas e envolve muitas pessoas. Da temática ao catálogo pronto são necessárias muitas pesquisas, sessões de brainstorming e reuniões de aprovação. Entretanto, o ponto crítico com certeza é a execução. Tirar tudo do imaginário e fazer acontecer é a grande magia, que somente se realiza com sinergia entre os colaboradores. Foi o caso. A diretriz conceitual exigia fotos de cavalo em estúdio. No entanto, como transportar Black – um quarto de milha, com seus quase dois metros de altura e pesando mais de meia tonelada? Na verdade, esse não seria o problema, mas sim mantê-lo calmo, em um lugar fechado, com muitos flashes, vários espectadores e ainda posando durante um dia inteiro com a modelo. Já que Black não poderia ir ao estúdio, levaram o estúdio até Black. A estrutura foi

preparada no Clube Hípico de Maringá. Todos a postos, os trabalhos começaram ainda com a aurora gelada, mas logo chegou um forte sol irradiando muita energia positiva. Tudo perfeitamente coordenado: enquanto o estúdio era “levantado”, a top Stefani Medeiros recebia os preparos com base, batom, spray e várias escovadas. Cenário montado, tripé posicionado, luzes acesas, camarim abastecido: ok, hora do show! Durante os cliques, foram necessárias várias pausas para alimentar, passear e acalmar o “bichano”, além de, repentinamente, parar tudo para limpar a “inesperada” sujeira esperada. Depois de várias trocas de roupas e muitos torrões de açúcar, para acalmar Black, já era possível ver, no Macbook, imagens capturadas incríveis, indicando que o resultado não poderia ser diferente do que você confere no editorial principal desta primeira edição da Revista Scalon. Elegance: let it born.

Baixe leitor QR Code no seu celular e assista ao Fashion Film Scalon.

9


Simbolizando a força e a imponência da mulher contemporânea, a coleção resgata o ícone equestre que há 27 anos posicionou os primeiros anos do nascimento da marca Fotos: Piero Dávila


Modelo: Stefani Medeiros Produtora: Audrey Carrera Make up & hair: Krisna Carvalho

Baixe leitor QR Code no seu celular e confira o editorial completo


Fotos desta seção: Gui Benites

bl a c k & g old | b i g bl e n dt h e or y | str i p e m a n i a | l a u n dr y s e rv i c e | sc a lo n s h a p e

A Scalon apresenta as últimas tendências de sua nova coleção Por Nina Wicks de Almeida

pgs. 20 a 27

19


Brinco Maria Dolores

Óculos Dolce E Gabanna

Anel Maria Dolores

O encontro bem marcado

P

ense em luxo, correntes, bordados, brocados e riqueza. Tudo o que faz os olhos brilharem de pura admiração. Assim é caracterizado o estilo barroco, movimento artístico, iniciado na Itália entre o final do século XVII e o início do século XVIII, que invade as tendências de moda para este inverno 2013. Esse período intenso, vivido pela Europa Ocidental, atribuído às influências da reforma protestante do século XVI, foi além da religiosidade e atingiu a produção artística da época. Os artistas passaram a acreditar que o emocional imperava sobre a razão, buscando explorar o sensorial daqueles que observavam a arte por meio de pinturas e esculturas realistas, carregadas de sentimento. Dessa época, destacaram-se nomes como o do espanhol Velásquez, do italiano Caravaggio, dos belgas Van Dyck e Frans Hals, dos holandeses Rembrandt e Vermeer e do flamengo Rubens. Na moda, esse estilo aparece nas formas definidas e dramáticas, com aplicações de bordados e pedrarias, e desafia o próprio barroco a dialogar com a leveza de tecidos mais delicados, como a renda, enquanto o veludo estruturado sustenta a criação. Os motivos de arabescos e flores estampam as criações e o resultado é uma mulher poderosa, nobre, que chama atenção por onde passa. A busca pelo constraste entre luz e sombra, outra característica do movimento, chega às passarelas atuais sintetizada na mistura entre o preto e o dourado, isto é, mais das mais nobres e elegantes combinações de todos os tempos. A Scalon, superantenada com o contexto, aposta nessa combinação em sua coleção e dá a dica: por seu caráter carregado, a influência barroca pede peças sóbrias e seu uso é indicado para produções noturnas. Mas também é possível combinar a tendência em looks do dia a dia, basta saber balancear as escolhas com complementos mais neutros e básicos. Afinal, essa é a grande questão no atual mundo globalizado e conectado. Diante de tanta informação, a ordem é saber dosar e escolher as referências. Assim como na vida, a moda mais uma vez nos desafia a refletir sobre o entorno e a expressar, por meio das escolhas, soluções e, claro, muito estilo.

20

Relógio Michael Kors

Casaqueto manga 3/4 Scalon - Ref: 218121 Camisete Manga Longa Scalon- Ref: 220519

Bolsa Capodarte

Bota Capodarte

Sapatilha Schutz


AGRADECIMENTOS: Monalisa Jóias (Shopping Catuaí) – (43) 3356-3091.Onna (Rua Belo Horizonte, no 900) - (43) 3325-1177. Sueko Joias (Shopping Catuaí) - (43) 3329-2525. Madre Cortes ( Rua Fernando de Noronha no 1440) - (43) 3328-1155. Schutz (Shopping Catuaí) – (43) 3337 1414, Capodarte (Shopping Catuaí) – (43) 3024 4882. Maria Dolores (Shopping Catuaí) - (43) 3032 5131.

Óculos Prada

Colar Maria Dolores

Sapato Margot

Camisete Manga Longa Scalon - Ref: 220578

Clutch Schutz

Relógio Michael Kors

Anel Maria Dolores

Cinto Schutz

Sandália Schutz

21


Misturas que d達o certo

22


O

exercício de fazer moda é também de constante reinvenção. A cada temporada, acompanhamos novas tendências e propostas nas passarelas que vão dominar as araras de lojas de todo o mundo. Não existe receita de bolo para criar uma nova coleção, mas alguns conceitos são indispensáveis para a mente engenhosa de um designer. Entre eles, divertir-se, e muito, com as mil e uma possibilidades que a indústria tecnológica fashion oferece. É com essa pegada criativa que a moda atual pede um carrossel de misturas inusitadas e o grande protagonista dessa brincadeira é o mix de tecidos. É de olho no mercado cada vez mais exigente e em busca de formas sustentáveis

de produção que as fibras mistas e sintéticas estão invadindo os croquis. A escassez de produtos naturais, na atualidade, resultou em diversas pesquisas por inovações têxteis, capazes de dar continuidade à acelerada produção do mundo da moda. O resultado é uma surpreendente mistura entre a renda e a malha, a musseline e o cetim, a seda e o tule, o paetê e a Lycra. Esta última, inclusive, deixou de frequentar somente as academias esportivas e agora conquista também as ruas, em produções despojadas e confortáveis para enfrentar o cotidiano corrido das grandes metrópoles. Outra forma de brincar com as opções variadas de padronagens é juntar peças lisas e estampadas, tecidos leves e pesados, em combinações de saias, calças, blazers e ves-

tidos. Sem falar no jeans e na sarja, que agora recebem acabamento em couro. A renda é outra matéria-prima presente e bem combinada em várias peças na coleção Scalon. Muito casual? Aposte nas camisas de alfaiataria, de corte e caimento perfeitos. O algodão de excelência, elaborado para o clima brasileiro, ganha detalhes em cores e texturas nos punhos, golas, lapelas e bolsos, fazendo toda a diferença no look  final da mulher executiva, que busca se diferenciar sempre com a máxima elegância e praticidade. Escolher uma roupa todo dia de manhã não precisa ser uma tarefa difícil. A ordem é brincar, misturar, inventar e abusar da criatividade. Com imaginação, aproveite todas as possibilidades que a moda oferece a seu favor. Misturar é tudo!

23


Não saia da linha

Bracelete Maria Dolores Óculos Dolce E Gabanna

C

oloque um álbum do duo de rock norte -americano White Stripes para tocar, porque as listras estão invadindo o guarda-roupa de fashionistas around the world. A febre do momento é urbana, voraz e, ao mesmo tempo, tão clássica e antiga quanto a própria moda. Isso porque a padronagem listrada tem suas raízes na antiguidade e, durante os séculos, ganhou diferentes usos e interpretações. As listras conquistaram popularidade na Idade Média, quando a maior parte da população criou brasões para representar sua família ou clã. Mas os religiosos de Jerusalém já as adotavam em suas vestes, simbolizando uma armadura dos que conseguiram passar pelas chamas. Os costumes da sociedade medieval ditavam que duas cores em um mesmo tecido significavam transgressão. O conceito acabou atingindo os artistas mais rebeldes, responsáveis por disseminar a padronagem pelo mundo. Em certos períodos, as listras verticais representavam a aristocracia, enquanto as horizontais caracterizavam os serviçais. Já vimos listras estamparem roupas de presidiários, pijamas e roupas íntimas, mas essa curiosa repetição de faixas bicolores ganhou o mundo do design, da arte e da moda e hoje circula sem fronteiras entre os produtos do mercado. Como não pensar também no estilo navy, utilizado pelos marinheiros que encantaram Coco Chanel em uma visita à Riviera Francesa? A estilista, que transformava tudo o que tocava em desejo da sociedade, apaixonou-se pelo minimalismo e pela sensibilidade gráfica do uniforme e passou a comercializar roupas listradas em sua loja em Deuaville, em 1917. Foi a partir daí que a moda náutica virou febre, com as listras influenciando, inclusive, coleções de outono inverno. Além de superversáteis, as listras ainda podem funcionar a favor do corpo, alongando, quando verticais, e alargando, quando horizontais. Do guarda-roupa clássico de uma executiva ao criativo de quem opta por mistura de estampas, uma boa roupa listrada é essencial para todos. E você, já encontrou sua camisa Scalon para adotar as listras nesta estação?

24

Camisa Manga Longa Scalon - Ref : 220649

Bolsa Madre Cortes

Mocassim Margot


AGRADECIMENTOS: Monalisa Jóias (Shopping Catuaí) – (43) 3356-3091.Onna (Rua Belo Horizonte, no 900) - (43) 3325-1177. Sueko Joias (Shopping Catuaí) - (43) 3329-2525. Madre Cortes ( Rua Fernando de Noronha no 1440) - (43) 3328-1155. Schutz (Shopping Catuaí) – (43) 3337 1414, Capodarte (Shopping Catuaí) – (43) 3024 4882. Maria Dolores (Shopping Catuaí) - (43) 3032 5131.

Anel Maria Dolores Óculos Guess

Camisete Manga Scalon Ref: 220542

Camisete Manga Scalon - Ref: 220536 Brinco Maria Dolores

Sapato Oxford Capodarte

Bota Onna

Bolsa Tufi Duek

25


Laundry A Service a receita do jeans perfeito

Baixe Leitor QR Code em seu aparelho celular e veja os processos que tornam o jeans Scalon único.

26

h, nada como ter um bom par de jeans no guarda-roupa. Uma das peças mais básicas e versáteis, de toda a história da moda, acompanha produções básicas para o dia a dia e também compõe looks mais elaborados. Com um belo salto alto, encara jantares, festas e baladas, funcionando de forma democrática para todas as ocasiões. Sem falar nas jaquetas, camisas e macacões. Uma vez escolhido o modelo perfeito, outro item entra em questão na hora da compra: a lavagem que o tecido recebe. Uma boa lavagem faz toda a diferença no resultado final da peça, tornando-a única e destacando-a entre as demais. Na Scalon, o serviço de laundry é feito de maneira tecnológica e responsável em relação ao meio ambiente.

Sabe aquele aspecto desgastado com cara de vintage? O responsável por esse efeito é o laser, que cria padrões de desenhos com precisão, garantindo uma reprodução sem falhas. Ele também cria estampas que dão o toque final no visual do jeans. A utilização do laser substitui a lixa manual, processo antiquado que coloca em risco o bem-estar dos funcionários envolvidos, que podem desenvolver lesões por esforços repetitivos. Outra técnica, que diminui os impactos ambientais causados no processo de lavagem, é a utilização do ozônio, que reduz a necessidade de uso da água com resultados surpreendentes e duração prolongada do resultado. Além de retirar produtos químicos do tecido, o ozônio é também o maior aliado na criação de uma paleta de azuis vivos. Para alcançar efeitos 3D, a resina é o produto eleito para dar mais naturalidade ao jeans desbotado. As resinas coloridas criam um visual contemporâneo, moderno, principalmente quando usado em degradê de cores. Na Scalon, o laser, a resina e o ozônio são responsáveis pelos jeans que viram objeto de desejo do seu público, que busca sempre produtos diferenciados com leituras modernas dos clássicos do vestuário. Isso tudo feito de forma ecológica e responsável, com as mais modernas tecnologias de tratamento e reutilização da água.


Montaria

Tendência forte da estação, a montaria é certeza de elegância. Com referências ao mundo do hipismo, a calça foi desenvolvida para dar movimento e agilidade ao cavaleiro ou amazona. Na versão casual, assemelha-se à legging, mas vem em tecidos mais grossos e com recortes nas laterais ou joelhos, valorizando o formato das pernas.

Personalidade marcante e modelagem forte

C

om as temperaturas começando a baixar, chegou a hora de escolher as peças que vão deixar o corpo mais aquecido no inverno, sem perder o estilo. Nossa aposta são as calças, que, nesta estação, chegam com mais personalidade do que nunca. Aliando a praticidade da peça aos novos shapes, alguns modelos prometem ser o must have da temporada. Afinal, no armário de toda mulher, não há coisa melhor do que contar com aquela calça preferida, que funciona como curinga. Escolha o modelo ideal para o seu tipo de corpo e monte suas produções com segurança.

Quem pode: Por ser bem justo, esse modelo é indicado para as mais magrinhas. Mas, graças aos recortes que ajudam a modelar o corpo, as curvilíneas também podem aderir ao estilo.

Flare

Modelagem superdemocrática, promete ganhar o coração de muitas mulheres. Justa na parte de cima, ganha volume do joelho para baixo, em uma clássica interpretação da boca de sino, febre nos anos 70.

Como usar: Versátil, acompanha tanto camisas por dentro ou batas mais larguinhas. Sapatos fechados são ideais, como a bota de montaria. Para sair do lugar comum, opte por ankle boots, oxfords e sapatilhas.

Quem pode: Ideal para quem tem ombros mais largos que os quadris, já que harmoniza as proporções. Como usar: O grande aliado da flare é o salto alto, que vai alongar ainda mais a silhueta, mesmo das baixinhas.

Boot Leg Ilustrações: William Santiago

Ganhou esse nome por também ter volume na parte inferior e poder “abrigar” uma bota dentro dela. Quem pode: Ideal para quem tem o corpo tipo pera, com o quadril mais largo que os ombros. Como usar: Para disfarçar as imperfeições, escolha lavagens mais escuras. Combine com camisas claras ou estampadas e arremate com um cinto fininho.

27


Fotos: Shutterstock, Divulgação

28


of

Conquistando mais que uma temporada Por Eleni Kronka

Thierry Hermès

E

sporte sempre associado à elite, à aristocracia e, claro, à elegância, o hipismo é também constante tema e fonte de inspiração para os grandes criadores e marcas de moda ao longo de décadas. As passarelas rendem-se ao requinte que essa prática esportiva é capaz de oferecer, fazendo com que cada elemento e cada detalhe possam compor um padrão de elegância para os que se apropriam desse modelo, visando criar um novo e refinado lifestyle. Ao longo da história, o hipismo surge como uma das referências mais eficazes na concepção do que mais tarde passou a se chamar sportswear. E as origens desse gênero têm mais a ver com comportamento social do que com tendência de moda propriamente. Isso porque suas raízes remontam ao século XVIII, quando cavaleiros, equipados com armaduras, foram deixando de lado a incômoda proteção em nome da praticidade nos momentos de negociação. No duelo entre a armadura e o traje civil, venceram a liberdade de movimentos e a estética clássica, também usada como “arma” para intimidar e dominar o opositor. A aristocracia tornou-se, então, a grande difusora do novo modo de vestir e de se apresentar em público. Já no século XIX, Thierry Hermès abriu uma oficina de selas e arreios em Paris, passando a atender, em seus domínios, nobres de toda a Europa, Norte da África, Rússia, Ásia e Américas. Apesar de o traje de equitação ser destinado à elite do século XVIII até início do século XIX, os mais atentos – porém, separados desse requintado mundo do hipismo – foram introduzindo, no guarda-roupa, elementos que se incorporaram ao dia a dia na era vitoriana. Já no século XX, dos anos 1930 à década de 1950, a roupa equestre passou a marcar presença no vestuário feminino, representada por casaquetos bem ajustados, acinturados, com primorosa alfaiataria, combinados com notáveis saias rodadas. Saias que continuaram mais do que presentes nos looks das jovens dos anos 1960, ao mesmo tempo em que a alfaiataria, tanto para o masculino como para o feminino, com elementos próprios do hipismo, tornou-se item fundamental de moda. Desde então, impossível não se deixar cativar pela alfaiataria de corte perfeito, por jodhpurs com muito estilo e uma silhueta curvilínea, elementos que, associados, expressam a feminilidade contemporânea. Marcas como Gucci, Hermès e Ralph Lauren continuam a agregar valor a suas cobiçadas criações, recorrendo ao imaginário e à elegância exalada por esse refinado estilo, que atravessou a história e faz história na cena contemporânea.

29


Fotos: Shutterstock, Divulgação

Ícones de moda e de estilo O imaginário de todos guarda cenas de Grandes Prêmios na área do hipismo, sempre associadas ao charme e requinte que cercam os convidados da ocasião. A cena se repete em todos os lugares, nos quais o esporte faz parte de uma tradição histórica e cultural e se tornou um verdadeiro evento social… E de moda! Claro que a Inglaterra é um dos pontos do planeta onde as competições atraem a imprensa, os fotógrafos e os olhares de quem busca a moda que foge do dia a dia. Kate Middleton é, sem dúvida, a mais charmosa celebridade fashion nesses torneios. Embora os looks que adote, para frequentar as competições, sejam clássicos no gênero passeio, sem dúvida a Duquesa de Cambridge contribui para dar o toque de feminilidade que os admiradores esperam da mais conhecida princesa contemporânea. Ao lado dela, outras mulheres, não menos famosas, surgem como as que imortalizaram o estilo e encontraram, nas telas de cinema, a melhor forma de fazê-lo.

Kate Middleton

30

A atriz January Jones


Foto: Domínio Público dos Estados Unidos/ Bud Fraker

Charlotte Casiraghi

Da série norte-americana Mad Men, a atriz January Jones vive Betty Draper, a esposa de Don Draper e mãe de seus três filhos. Betty é fiel referência de dona de casa e, como já foi modelo no passado, encarna também de forma perfeita a elegância e a feminilidade. O elogiado figurino da série brinda os telespectadores com os looks da personagem, compostos pela calça típica de ginete, botas de cano alto, o suéter de malha muito leve e aconchegante e o cabelo preso em coque baixo, à altura da nuca. Ícone inesquecível do cinema, Audrey Hepburn mostra sua habilidade na interpretação desse estilo dentro e fora das telas. São conhecidas as suas imagens cavalgando, vestindo tricô leve de gola alta e calça ajustada e flexível, para dar liberdade aos movimentos. Outra personagem que atrai os olhares é Athina Onassis, herdeira do famoso armador grego Aristóteles Onassis. Nascida na França, ela é, sem dúvida, um talento entre os nomes do hipismo, seja no Brasil, seja na Europa. Casada, desde 2005, com o brasileiro Álvaro de Miranda Neto (Doda Miranda), Athina e o marido vivenciam juntos o êxito em várias competições. Elegante e jovial, a esportista exibe, nas mais diferentes ocasiões em que é vista publicamente, o gosto clássico pela alfaiataria na composição de seus looks, herança que vem da convivência bem sucedida com o esporte ao qual seu nome está associado de forma tão consolidada. Na cena contemporânea europeia, Charlotte Casiraghi, membro do aristocrático clã dos Grimaldi, é talento e beleza sempre lembrados. Frequentemente presente na lista de destaques em moda, a filha da Princesa Caroline de Mônaco não dispensa os modelos Chanel e Alberta Ferretti nos bailes e apresentações formais. Nos campos de treino, Charlotte mostra habilidade também para escolher as calças do tipo jodhpur ultra slim, camisas de modelo social, lenços e casacos de alfaiataria, sempre como uma princesa, para quem o talento pode ser conhecido e expresso pelo estilo.

Audrey Hepburn mostra sua habilidade na interpretação do estilo equestre dentro e fora das telas Audrey Hepburn

31


Com um toque de classe Se os acessórios, na moda, são itens requisitados para valorizar e dar o toque final na composição dos looks, quando a referência é o hipismo esses elementos têm de estar obrigatoriamente presentes. A modelagem das roupas, o conforto e o fit perfeito, que devem proporcionar, fazem ligação direta com o tema, lembrando os trajes dos aficionados do esporte. Mas são os acessórios que complementarão esse diálogo tão contemporâneo da moda com o gênero que atravessa épocas, tornando-se um clássico sempre atual. E não há dúvida de que a bota – de cano longo, médio ou curto –, ora ampla, ora acompanhando perfeitamente o traçado da perna, é a grande representante dessa proposta. Em geral, a ideia é o resgate do vintage, reeditando versões que fizeram história quando se trata da influência hípica na moda. Produzidas em couro legítimo, em variações de marrom (camelo, uísque e café) ou em preto,

as botas levam fivelas características do estilo, ou podem apresentar amarração frontal. Na idealização desses modelos, design e estilo são componentes inseparáveis em marcas como Gucci, Ralph Lauren, Calvin Klein, Go Vintage e até Stella McCartney. A mesma linguagem está presente nos demais acessórios. Basta lançar o olhar e observar… Bolsas e carteiras de mão são cuidadosamente desenvolvidas em couro legítimo, liso ou com estampas que imitam couro de répteis. O design faz um resgate das propostas dos anos 1930 e 1940. Assim, surgem modelos com volume, que são quase um baú, de alças curtas; e outros, mais estilizados, que resgatam na forma o desenho das selas. As carteiras têm linhas sóbrias e, como os demais acessórios dessa proposta, trazem detalhes de fivelas e apliques com aspecto de estribo e bridões, bem como outros elementos de selaria. Chapéus pequenos e caps são outros ele-

Antonio Marras

Hermès

Acervo pessoal

Paul Smith

Fotos: Divulgação

Paul Smith

32

mentos típicos desse clássico gênero de moda, que fazem lembrar muito a elegância feminina de Jackie O. Feitos de veludo e bem estruturados, são a mais perfeita tradução do estilo equestre, além de darem um charme todo especial às produções de quem circula fora dos circuitos esportivos, mas faz bonito nas ruas e passarelas da moda. O look, inspirado no hipismo, traz também o toque todo especial dos lenços de seda com estampas alusivas ao tema. Porém, nada é literal: nas coleções de Hermès, Gucci e Polo Ralph Lauren, por exemplo, os elementos são estilizados e aparecem em ricas harmonias de cores – reunindo vários tons –, que fazem um link muito equilibrado com a proposta. Estampas de cordas, correntes, selas e arreios, bem como cenas de caça e cavalgadas realizam o resgate desse universo, que é reeditado na coleção Inverno 2013 Scalon para uma mulher extremamente feminina e consciente na hora de compor o seu estilo.


Inverno com toque especial de refinamento Há uma elegância muito própria no estilo que tem como raiz o hipismo. Tanto é que grifes do segmento premium e suas passarelas gloriosas, bem como as revistas formadoras de opinião, não se cansam de revisitar a proposta, que sempre tem um público muito cativo, adepto do gosto apurado em moda. De Gucci e Ralph Lauren a Paul Smith, Jean-Paul Gaultier, Stella McCartney e até mesmo Dior, passando necessariamente por Hermès, é fácil se envolver com o charme que esse estilo é capaz de oferecer. E é justamente essa sintonia, de feminilidade e elegância, a apresentada pela Scalon em seu posicionamento. E, na moda, como tudo se recicla e se atualiza, a proposta do hipismo está sempre presente e renovada em interessantes detalhes. Com essa ideia, a Scalon trabalha com especial esmero a camisaria, sempre muito requisitada no segmento premium. A marca sugere linhas com modelagens extremamente bem elaboradas, presentes em peças estruturadas e calças de corte perfeito, especialmente pensadas para valorizar a silhueta da mulher adepta do clássico renovado. Golas e lapelas são muito estimadas, assim como os abotoamentos, que permitem o fit ideal da peça ao corpo. Item essencial no guarda-roupa da atualidade, a camisaria vem com tudo na coleção, propondo variações elegantes em torno da clássica versão de puro algodão, produzida em tecidos de toque extremamente suave e de aspecto refinado. Do liso ao estampado, em padrões com forte referência vintage, sem contar a série de bordados delicados, a linha de camisas joga também com a geometria das listras de diferentes dimensões e com os composês para efeitos especiais. O índigo e os lisos coloridos são igualmente requisitados para dar ainda mais versatilidade

Dior

Ralph Lauren

Scalon

à coleção nesta temporada. Ponto positivo também para detalhes de punhos e colarinhos dublados, com a presença delicada de botões contrastantes. Se a atual cena da moda pede elegância, associada a detalhes inovadores, a mulher idealizada pela Scalon pode ter certeza de que ingressará com estilo e muito confiante neste cenário de inverno.

33


Sofisticação a toda prova

J

ackeline Lee Bouvier Kennedy Onassis foi definida como uma mulher “chique despojada” a partir de 1961, quando apareceu para o mundo, aos 31 anos de idade, como primeira-dama dos Estados Unidos. A Casa Branca, acostumada a receber discretas senhoras, surpreendeu e encheu de orgulho os americanos com a presença jovial da elegância de Jackie, como carinhosamente passou a ser conhecida. O pequeno chapéu que usou, na posse de seu marido como presidente, ficou famoso pela simplicidade com que completava seu estilo de vestir. De família abastada, Jackie, desde menina, foi apaixonada por cavalos. Tanto que, aos 11 anos de idade, tornou-se campeã nacional de equitação. Já era reconhecida como uma amazona elegante. Essa paixão  pelos cavalos e hipismo foi retratada no livro The Private Passion of Jackie Kennedy Onassis: Portrait of a Rider (A paixão secreta de Jackie Kennedy Onassis: retrato de uma amazona). Além de estudar nas melhores escolas dos Estados Unidos, Jackie passou pela Sorbonne, em Paris, de onde trouxe sua preferência pela moda francesa. Seu guarda-roupa, como primeira-dama americana, no entanto, era basicamente composto por roupas do designer de Hollywood, Oleg Cassini. Também usava, entre outros, modelos da venezuelana Carolina Herrera. Mas seus sapatos invariavelmente eram comprados em Florença, Itália. Graças ao seu jeito, passou a ser referência de elegância universal. Diversas vezes

34

capa de Vogue, toda a geração dos anos 1960 tentava imitar Jackie. A vetusta Casa Branca assumiu também o estilo de Jackie, que reformou o palácio, valorizando as obras de arte, e passou a receber descontraidamente os convidados, misturando artistas, escritores, cientistas, poetas e músicos com políticos, diplomatas e estadistas. Em 1963, quando seu marido John Kennedy foi assassinado em Dallas, no Texas, ela usava um modelo Chanel rosa. Durante os funerais do marido, também chamou a atenção: toda de negro, sempre elegante e sóbria, acompanhou todo o cerimonial com uma veleta preta cobrindo o rosto. Em 1968, mais uma vez o olhar do mundo focava Jackie, quando ela se casou com o poderoso armador grego Aristóteles Onassis, homem que gostava de aparecer, mas nunca foi elegante. Sua aparência ficava mais reduzida quando estava ao lado de Jackie, mais alta do que ele e com suas inconfundíveis sofisticação e simplicidade. Novamente viúva, em 1975, Jackie voltou aos Estados Unidos e passou a trabalhar como editora de livros. Continuou sendo vista como uma mulher charmosa até morrer, em 1994. Ela deixou como legado vários símbolos de moda, entre os quais, os vestidos tubos com casacos curtos de Givenchy, a bolsa Gucci, que ficou conhecida como “bolsa Jackie O.” e os grandes óculos Ray Ban, que costumava usar. A imagem de Jacqueline vai além da memória de uma grande dama: é, sem dúvida, um ícone de moda.

Foto: Domínio Público dos Estados Unidos

Por Lu Catoira


35


Swarovski cristais muito além da moda Com pouco mais de cem anos de história, a gigante austríaca está presenteem diversos segmentos ligados ao design como: joalheria, moda, acessórios, arquitetura, decoração e embalagens Por Henriete Mirrione

36


a

Ao lado, os cristais Swarovski Elements – a marca premium do cristal manufaturado pela empresa, e acima o cristal Xilion Chaton

Swarovski encanta o mundo com cristais voltados para a moda, fashion jewelry e acessórios, seguindo as principais tendências globais. Aliás, quem nunca namorou um jogo de colar e brincos, uma roupa com delicado detalhe em cristal ou mesmo um bibelô da marca? Entretanto, a poderosa empresa austríaca oferece muito mais itens do que podemos imaginar. Vanguardista e inovadora, possui peças que vão do segmento de iluminação a soluções em arquitetura, as quais têm o cristal como componente principal, expandindo seu mix de atuação em áreas como Aura by Swarovski – sua primeira linha de beleza, passando por linhas de gemas preciosas, relógios, óculos e até mesmo uma nova divisão, a Swarovski Entertainment, voltada para investimentos na área de coprodução de filmes. Nada mal para uma empresa que nasceu em 1895, por meio das mãos de um inventor idealista e boêmio, Daniel Swarovski, que havia se mudado para a aldeia de Wattens, no Tirol austríaco, levando a tiracolo sua recém-inventada máquina para lapidar e polir cristais para a fabricação de joias. Hoje a Swarovski é líder mundial de cristal lapidado para vestuário, joias de iluminação, arquitetura e decoração de interiores e é gerida pela quinta geração de descendentes de Daniel, contando com mais de 25 mil funcionários, distribuídos em 2.200 lojas próprias, sem contar os colaboradores das mil franquias. Apenas em 2012, a empresa teve uma receita de 2,38 bilhões de euros. Números que impressionam, principalmente se levarmos em conta que a marca está presente em 120 países. De todas as divisões da Swarovski, podemos destacar a SWAROVSKI ELEMENTS, que produz e vende componentes de cristal para a indústria, e a Swarovski, que desenvolve produtos de moda, joalheria e decoração para o varejo. O portfólio da Swarovski conta ainda com o Atelier Swarovski; a Swarovski GEMS™, com gemas lapidadas; o Swarovski Kristallwelten, um laboratório criativo, fundado em 1995, que já foi visitado por mais de dez milhões de pessoas; e Swarovski Crystallized™, um conceito do varejo aplicado a uma plataforma desenvolvida exclusivamente para a venda de fashion jewelry e acessórios confeccionados com SWAROVSKI ELEMENTS, assinados por consagrados e novos designers de todo o mundo.

37


Fotos: Divulgação

Uma história feita de parcerias com grandes nomes Criatividade, investimentos e tecnologia gerados pela grande fabricante austríaca transcendem os limites de produtos para gerar novos conceitos em cristais finos A Swarovski aposta e investe na parceria criativa. Reconhecida mundialmente por suas muitas associações com designers, a marca sempre buscou a inovação do produto em suas relações com nomes renomados. Na parceria com Christian Dior, em 1956, por exemplo, a SWAROVSKI ELEMENTS elaborou o efeito Aurora Borealis, que acentua o brilho do cristal lapidado. Já em 1975 a marca desenvolveu a tecnologia Hot Fix, que permite que os cristais sejam aplicados a uma imensa variedade de superfícies com muita facilidade e agilidade. Marcas como Ungaro e Givenchy seguem usando o sistema ainda hoje. Em 1993, a empresa lançou o Crystal Mesh, uma malha composta de cristais brilhantes que, desde então, tem sido utilizada por diversas marcas, como D&G, Chanel e Louis Vuitton. Vale destacar que nomes emblemáticos da alta-costura, tais como Coco Chanel, Christian Dior e Elsa Schiaparelli, e talentos de vanguarda contemporâneos, como Christopher Kane e Viktor & Rolf, sempre privilegiaram a SWAROVSKI ELEMENTS – a marca premium do cristal manufaturado pela empresa. Hoje, os designers líderes de bijuteria e acessórios, assim como os de alta-costura, criam peças trabalhadas com esses materiais de vanguarda e tecnologia. A marca premium também é destaque entre as colaborações de prestígio com arquitetos ou designers de interiores e iluminação, como a restauração do opulento Luís XIV, em

38

Versalhes, de notável importância histórica. Outros projetos realizados incluem parcerias inventivas com artistas e designers internacionais proeminentes, por exemplo, Yves Béhar e os nossos Irmãos Campana. Curiosidades A marca conta com a Swarovski Crystal Society, uma associação que reúne colecionadores apaixonados pelos bichinhos icônicos da grife, fundada em 1987, que atualmente tem cerca de 325 mil membros em 120 países. A Swarovski mantém em Wattens, na Áustria, o Crystal Worlds, um museu multimídia de cristal inaugurado em 1995, em comemoração ao universo de inovação e inspiração da empresa, que já recebeu mais de dez milhões de pessoas. Os magníficos cristais Swarovski para chandeliers e iluminação foram lançados em 1977, registrados sob a marca Strass® Swarovski® Crystal. Atualmente, eles adornam clássicas peças como as do Palácio de Versailles, na Franca, e as do Metropolitan Opera de New

York, nos Estados Unidos, entre outras. Em 2012, a Swarovski Entertainment, a nova divisão de negócios da Swarovski, voltada para a produção e o financiamento de filmes que combinem roteiros inteligentes a elementos emocionais, coproduziu seu primeiro filme, uma nova adaptação do clássico Romeu e Julieta, de Shakespeare. No elenco Hailey Steinfield (do filme Bravura Indômita), Douglas Booth (do filme Lola) e Paul Giamatti, sob direção de Carlo Carlei. Baixe leitor QR Code em seu aparelho celular e assista ao trailer oficial de Romeu e Julieta coproduzido pela Swarovski

Distribuidor Autorizado Swarovski ELEMENTS Tel. (11)3258-5466 | jsvenson@uol.com.br www.gswenson.com.br


Quando honramos o detalhe o tornamos extraordinรกrio

Punho bordado e cravejado em cristais Swarovski.


A equipe Scalon mostra que transforma tecidos e aviamentos em obras-primas para a verdadeira passarela: a rua Fotos: Gui Benites


Camisete ML Scalon Ref: 220628 Calรงa Flare Scalon Ref: 232818 Sapatos Margot Anel Maria Dolores Colar Acervo Bolsa Madre Cortes


Camisa ML Scalon Ref: 220535 Calรงa Reta Scalon Ref : 232974 Relรณgio: Fossil Sandรกlias e bolsa Schutz


Camisete ML Scalon Ref : 220649 Cigarrete Scalon Ref: 234052 Cinto Schutz Anel Maria Dolores


Camisete ML Scalon Ref: 220653 Calテァa Flare Scalon Ref: 232825 Botas Onna Anel e colar Maria Dolores Relテウgio Sueko Bolsa Zeferino テ田ulos Dolce e Gabanna


Camisete ML Scalon - Ref : 220629 Anel e brincos Maria Dolores


Camisete ML Scalon - Ref : 220576 Cigarrete Scalon - Ref : 232822 Colar e anel Maria Dolores Sandรกlias Schutz | Clutch Talienk


Camisete ML Scalon Ref : 220541 Cigarrete Scalon Ref : 232995 テ田ulos Dolce e Gabanna Brincos e anel Maria Dolores Bolsa Schutz


AGRADECIMENTOS: Hotel Boulevard (Av. Higienópolis, 199) - (43) 3305 9000. Monalisa Jóias (Shopping Catuaí) – (43) 3356-3091.Onna (Rua Belo Horizonte, no 900) - (43) 3325-1177. Sueko Joias (Shopping Catuaí) - (43) 3329-2525. Madre Cortes ( Rua Fernando de Noronha no 1440) - (43) 3328-1155. Schutz (Shopping Catuaí) – (43) 3337 1414, Capodarte (Shopping Catuaí) – (43) 3024 4882. Maria Dolores (Shopping Catuaí) - (43) 3032 5131.

Camisa ML Scalon Ref : 220603 Cigarrete Scalon Ref : 234072 Óculos Dolce e Gabbana Bolsa Madre Cortes Anel e colar Maria Dolores

Modelo: Eliza Joenck Produtor: Miguel Cuenca Make up & hair: Sílvio Reis


Camisete ML Scalon Ref : 220525 Calรงa Flare Scalon Ref: 232815 Anel e colar Maria Dolores Bolsa Madre Cortes


Foi nos anos 1930 p贸s-guerra que Coco Chanel tornou o uso de camisas vestimenta de divas, principalmente com Audrey Hepburn, Greta Garbo e Ingrid Bergman. A Scalon, por sua vez, apresenta seu olhar sobre a pe莽a Fotos: Gui Benites


Camisete ML Scalon - Ref : 220645 Brincos Maria Dolores テ田ulos Dolce E Gabanna

Camisete Manga ツセ Scalon - Ref : 220586 Cigarrete Reta Scalon - Ref: 232777 Bracelete Maria Dolores Clutch Tufi Duek | テ田ulos Prada


Camisete ML Scalon - Ref: 220567 Cigarrete - Ref: 234043 Sapatos Margot | Clutch Tufi Duek Aneis e colar Maria Dolores


Camisete ML Scalon - Ref:220577 Anel e colar Maria Dolores

Modelo: Juliana Besso Produtor: Miguel Cuenca Make up & hair: SĂ­lvio Reis


b e a ut é | v i a g e m | g our m e t | d e cor | cult Beauté Saiba quais cosméticos devem fazer sua cabeça rosto e corpo pág. 56 Gourmet Restaurantes de duas capitais colocam seu sabor a toda prova pág. 59 Decor A influência do polo e do hipismo nas escolhas para casa e escritórios pág. 60 Cult Leia, assista e reflita pág. 61

Viagem Os hotéis mais quentes das cidades frias Foto: Divulgação

O hotel President Wilson (foto) é um dos destaques pág. 58

55


Esfoliante Doux Polissant Crème à Micrograinse, da Clarins: indicado para todos os tipos de pele e para um visual iluminado.

C

uidados com o rosto, corpo e cabelos durante ao ano são indispensáveis e, mais ainda, quando chega o inverno. Para não descuidar da beleza e do aspecto saudável em qualquer temporada, tenha em mente que é preciso ficar atenta na hora de escolher os produtos que vão compor seu beauty kit da estação. Dicas práticas são sempre bem-vindas: pele hidratada e nada de banhos muito quentes é regra de ouro para todos. O mercado de cosmético tem se especializado em produtos para cada tipo de pele. E, a cada dia, ganhamos novos aliados para auxiliar a manter o visual impecável e saudável. As semanas de moda nacionais, como SPFW e Fashion Rio, levaram às passarelas as melhores harmonias de cores para a temporada, que podem muito bem fazer parte do nosso dia a dia. Melhor ainda é ter boas marcas e produtos ao alcance para atingir, com o uso regular, os melhores efeitos. Desfrute do melhor da estação!

56

Moroccanoil Hydrating Mask: tratamento com óleo de Argan para cabelos secos e danificados.

Hidratante de Karité Creme Ultra Riche Corps, da L’Occitane: creme rico em extratos de amêndoas doces e mel, extrato de linho e óleo de damasco.

Cabelos sedosos: O principal inimigo dos fios é a água quente. A melhor opção é a temperatura morna, além de produtos específicos para cada tipo de cabelo. O Moroccanoil desembarcou há pouco tempo no Brasil e já conquistou fãs que não vivem sem os efeitos restauradores desse “óleo dos deuses”. O produto, de efeito imediato, é ideal para cabelos ressecados, quimicamente tratados e enfraquecidos, que necessitam de restauração. Para potencializar o efeito, use touca térmica e aplique o produto a cada 15 dias, ou quando os fios precisarem de hidratação. Outro produto que vale a pena conhecer é o Leave-in da NPEE Hair Care – Nutra Therapy Protein Cream, de uso diário. Ele protege os fios contra os efeitos nocivos causados pelos raios UV. Sua poderosa fórmula, à base de extrato de alecrim, D-Pantenol e proteínas da seda,

Fotos: Divulgação

Por Débora Ortolani

Very High Sun Protection Cream, da Shiseido: creme de proteção solar nutritivo para o rosto, que é absorvido rapidamente e não deixa aspecto oleoso.

Água Thermal Avène: hidrata e refresca a pele, preparando-a para receber a maquiagem e facilitando sua fixação durante o dia.

promove maciez e reparação termoativada, que protege os fios dos efeitos da chapinha e do secador, e ainda restaura e recria a camada natural externa dos fios. O resultado são pontas duplas seladas e cabelos brilhantes. Rosto hidratado: Excesso de maquiagem pode obstruir os poros. Antes de se deitar, utilize demaquilante para remover produtos usados durante o dia e finalize jogando água termal da Avene, que refresca a pele e hidrata. Nunca esqueça de usar protetor solar. Uma boa pedida é o Very High Sun Protection Cream, da Shiseido, que possui textura leve, de rápida absorção e também é ótimo para manter o rosto hidratado por mais tempo. Os lábios também sofrem bastante com o tempo seco, por isso, invista em Lip Mender Hydrating Complex,

da H2O+, que protege a pele fina e delicada da boca. Relax para o corpo: Depois do banho relaxante, aproveite o vapor do chuveiro para aplicar o hidratante. Reproduzir um ambiente SPA em casa é fácil: tenha um bom esfoliante, como o Doux Polissant Crème à Micrograinse, da Clarins, e o hidratante de Karité Creme Ultra Riche Corps, da L’Occitane, com ótimo aroma e que é facilmente absorvido pela pele. Passar pelo inverno com uma pele incrível, digna de estrela de Hollywood, não é impossível, mas requer dedicação e rituais no cotidiano. Para uma maquiagem “acordei assim”, de cara limpa, a pele precisa estar adequadamente hidratada e luminosa, sem resquícios de oleosidade. Procure produtos ideais para seu tipo de pele e mergulhe nesse universo de cosméticos que podem inovar seu momento diário de beleza.


impecável Q Foto: Anthony Citrano

Por uma pele

Fotos: Agência Fotosite/Divulgação

Anne Hathaway

Mineralize Rich Lipstick: lançamento da MAC com seis cores vibrantes e intensas.

Para manter o rosto com ar saudável, aposte em batons cor de boca, como nesta maquiagem da marca Têca por Helô Rocha, para o SPFW.

Ter uma pele fresca e naturalmente luminosa requer dedicação e bons produtos, como a deste look da Colcci para o desfile da marca no SPFW.

uando a estação mais fria do ano começa a despontar, com nuances de sol durante o dia, o universo de cosméticos mostra-se mais convidativo. É hora, então, de abusar da maquiagem e das cores densas sem medo. As temperaturas baixas contribuem para a fixação de bases, corretivos e batons por mais tempo sobre a pele. Contudo, o frio acelera o ressecamento da cútis, que passa a merecer mais atenção. A escritora norte-americana Jennifer L. Scott, autora de “Madame Charme – Como viver ‘à française’ ”, obra que desembarcou recentemente no Brasil, traduzida para o português, conta uma experiência que vivenciou na Cidade Luz, com uma tradicional família francesa. Na obra, ela ensina didaticamente como se maquiar e sair sem parecer que está usando maquiagem. As dicas são ideais para quem está ingressando no universo dos cosméticos, pois são de fácil compreensão e ajudam a tornar o ritual da maquiagem e da preparação da pele um hábito incorporado. Neste inverno, a dica é apostar em produtos que hidratam e também iluminam. Alguns deles ajudam a conquistar a pele dos sonhos, como produtos oil free, esfoliantes, hidratantes específicos para cada tipo de pele e bases “8 em 1”, como a inovação alemã BB Cream (Blemish Balm Cream – inicialmente utilizado para proteção e regeneração de pacientes submetidos a procedimentos a laser), que, entre as funções, hidrata, tem fator de proteção solar e uma leve cor. O blush também é indispensável, principalmente para dar uma aparência saudável e um ar de leveza jovial ao rosto. Os tons escuros estão em alta, com uma pegada gótica. Batons de cores mais sofisticadas, como o vermelho, vinho e burgundy, são os preferidos do momento. São perfeitos para criar um visual sóbrio e impactante, ideal para mulheres que não deixam a feminilidade de lado. Contribuem para o equilíbrio entre boca marcante e sombras em tons terrosos e suaves, criando rostos harmônicos, que deixam em dúvida se a pele está realmente maquiada ou se a imagem é mesmo natural. A dose de vaidade pode ser dobrada com os tons vibrantes, aquecendo os lábios com batom rosa pink e fúcsia. A M.A.C. acaba de lançar a coleção Mineralize Rich Lipstick, com cores que lembram desde o calor do verão mais quente até o vinho mais frio e gótico. Para olhos delicados e expressivos, vale investir em cílios à la Twiggy, conquistados com muitas camadas de máscara, sem esquecer de passar também nos cílios inferiores. Outra febre são os delineadores, que podem variar do preto básico ao verde-esmeralda, em linhas grossas ou finas, dependendo da ocasião. O ponto forte da estação são rostos “acordei assim”, com o uso de produtos leves, como os do tipo BB Cream, que deixarão sua pele impecável. Marcas nacionais e importadas investem cada vez mais em pesquisa e tecnologia, resultando em produtos realmente eficazes, que tratam a sua pele e, em matéria de cor, textura e brilho, mantêm um ótimo diálogo com a moda!

57


Moscou, Genebra ou Patagônia? Selecionamos hotéis com instalações, serviços e charme indiscutíveis, em destinos que farão você desfrutar o melhor de suas viagens de turismo ou negócios The Ritz Carlton, Moscou Com o luxo e a tradição da marca Ritz, o hotel reúne serviços Premium, aliados à memória da Rússia dos czares. Com 11 andares, localiza-se junto à Praça Vermelha e ao Kremlin. São 334 quartos e suítes finamente decorados no estilo imperial russo, com móveis de madeira escura, estofados clássicos e banheiros de mármore português. No Lobby Lounge, o visitante desfruta de cenário imponente, que oferece menu de saladas, sopas, sashimis, sushis e caviar, música ao vivo e chá da tarde. O lounge da cobertura do edifício liderou o ranking dos melhores terraços do mundo pela Forbes (Rússia), em 2010. Já o Café Russo apresenta cardápio com receitas originais do país para uma rica experiência gastronômica. Tverskaia Street 3, Moscou 125009 Russia Tel: + 7 495 225 8888 | www.ritzcarlton.com A partir de 17.700 USD por noite Válido até 31 de dezembro de 2013

Fotos: Divulgação

Por Titita Motta

Correntoso Lake & River Hotel, patagônia A cabana de pescadores, construída em 1917 por Primo Capraro, tornouse, com o tempo, hotel inédito no mundo, erguido na foz do rio Correntoso, junto ao Lago Nahuel Huapi. Dali, tem-se a vista dos Andes e do Parque Nacional. Recomendado pela Condé Nast Johansens, é hoje um dos melhores destinos na Patagônia argentina. O restaurante Gourmet oferece gastronomia saudável, com ingredientes naturais e frescos. O Herbal Hamman & SPA desperta os sentidos do usuário com água, vapor e ervas utilizadas desde a Antiguidade. Ali, o turista experimenta a Patagônia com programas que incluem pesca, trekking, mountain bike, cavalgadas e caiaque. Tudo isso em cenário que propicia viver uma experiência memorável. Ruta de los 7 lagos y Río Correntoso - Parque Nacional Nahuel Huapi | Villa La Angostura - Patagonia - Argentina Informações e reservas: 0054 9 294 154619727 / 28 /29

President Wilson , Genebra Situado em paradisíaco cenário composto pelo lago de Genebra e o Mont Blanc, o hotel dispõe de 180 quartos e 48 suítes luxuosamente decorados com conforto, tecnologia digital e Wi-Fi. O Spa intimista do hotel tem, em seu interior totalmente branco, uma linha de práticas e tratamentos exclusivos. Contemporâneo, o Art Bar possibilita a mágica vista do lago. O restaurante Bayview, por sua vez, oferece a cozinha do premiado chef Michel Roth (MOF e Bocuse d’Or 1991). Como experiência gastronômica sofisticada, o So Caviar Bar disponibiliza inigualável seleção de caviares. No restaurante Arabesque, os hóspedes apreciam a cozinha do chef libanês Elias Azar em ambiente elegante e luxuoso. 47, Quai Wilson Genebra 41. Reservas: Tel (0)229066745 glow@hotelpwilson.com | www.hotelpwilson.com Exclusivo Spa Presidente Wilson com produtos Mar Tel 41 (0) 22 9066132 ou SPA@hotelpwilson.com

58


Bom gosto paulistano Por Titita Motta

O Brasil reúne em suas capitais o melhor da gastronomia mundial, com chefes premiados e seus cardápios conhecidos e aprovados. Trazemos aqui uma amostra do que há de bom de A Figueira Rubayat para você saborear Foto: Tadeu Brunelli

A Figueira Rubaiyat Inaugurado em junho de 2001, o restaurante A Figueira Rubaiyat possui um dos mais exuberantes ambientes da cidade, com o amplo salão principal localizado debaixo da frondosa árvore (de 130 anos de idade, 50 metros de altura e 8 metros de diâmetro) que dá nome à casa. A Figueira inspira-se nos Incas para resgatar a cozinha primitiva dos fornos de barros e das panelas de ferro. É uma cozinha de contrastes, que utiliza fornos a 600 graus, choques térmicos e pesos de ferros para aplanar as carnes. Rua Haddock Lobo, 1738 Jardim Paulista São Paulo SP. Tel: (11) 3087-1399

Sugestão do chef Picanha Summus: exclusiva do Rubaiyat, com cogollos de Tudela e batata ao murro. Preço: R$ 107,00.

Tinto Catena Alta Cabernet Sauvignon (Catena Zapata): Seu equilíbrio entre fruta e carvalho, concentração, fineza e complexidade combina potência e elegância em um conjunto harmonioso. Um vinho de cor rubi intenso. Apresenta aromas de cassis e couro, na boca é encorpado. Preço: R$ 187.

Polvo aplastado com batata ao murro, tapenade e agrião selvagem. Preço: R$ 116,00.

Vinho rosé Santa Cristina Cipresseto Rosato 2011 - Toscana, Itália (Famiglia Antinori): Um Rosé de estilo moderno, porém, muito fresco e agradável. As uvas Sangiovese, Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah emprestam a esse vinho aromas de cerejas e frutas frescas; na boca, tem bom corpo, é harmonioso e tem boa persistência. Ótimo parceiro para acompanhar frutos do mar, grelhados, queijos frescos e aves brancas. Preço: R$ 86,00.

59


contemporâneo E O clássico no cenário Fotos: Divulgação

Por Thais Martinez

60

les representam a liberdade e fazem parte de esportes conhecidos em todo o mundo: o polo e o hipismo. Os cavalos são o tema recorrente no universo da decoração, angariando cada vez mais seguidores, que adotam o estilo hípico para ornamentar salas, escritórios e casas de campo. As esculturas, celas, quadros, almofadas e estatuetas, com detalhes do belo animal, são facilmente encontrados por todos os cantos da casa dos aficionados do estilo equestre. O arquiteto e decorador Lisandro Pilloni, da Pilloni Arquitetura, é fã da tendência e sempre escolhe embelezar os ambientes com as cores propostas pelo estilo country e também com móveis e papéis de parede que acompanhem o projeto. “Prefiro utilizar as cores terrosas, que dão destaque ao estilo, e decorar os ambientes com as tonalidades claras como caramelo, camelo, verde-oliva, variantes de cru e xadrez. Depois, pesquiso peças-chave, que contenham revestimento de couro, detalhes com fivelas, cordas, selas de cavalos produzidas artesanalmente e, claro, esculturas de pedras que remetam à figura do animal”, conta Lisandro. Segundo o arquiteto, esse estilo de projeto decorativo é um dos mais procurados entre jovens de 20 a 30 anos, que gostam de ousar e combinar as texturas do papel de parede, harmonizando o ambiente com objetos que decoram e remetem ao universo da natureza. As plantas ornamentais também são itens primordiais para deixar o ambiente ainda mais requintado, reportando-se ao ambiente em que o animal vive. O público masculino faz parte da massa que mais consome esse tipo de decoração, afirma Lisandro. “Os homens buscam vasos, porta-retratos, mesas e outro objetos revestidos de couro, que remetam à sensação e ao aconchego de uma casa no campo. E, para deixar tudo mais requintado, as fivelas e tachas douradas estampam os móveis produzidos em palha natural, dando o toque especial”, ressalta Pilloni. Já para as mulheres, que também desejam se aventurar no universo da decoração, o ideal é investir em peças luxuosas, que permitam deixar o ambiente extremamente chique. Móveis pequenos, como puffs e banquetas, revestidos de couro natural com pelos, são uma ótima opção para dar um toque mais feminino ao ambiente. Outra dica é fugir dos tons sóbrios e arriscar nas esculturas coloridas, representando a força e beleza do cavalo, que podem ser utilizadas como aparadores de livros e suporte de papéis. Dessa forma, o escritório pode receber uma decoração mais ousada, que foge dos itens convencionais e clássicos.


Para ler e ver

filmes

O universo da cultura é, sem a menor dúvida, a chave para a reflexão e para as melhores escolhas também dentro do dinâmico campo da moda Por Marcelo Testoni

Fotos: Divulgação

LIVROS

ADEUS CHINA – O ÚLTIMO BAILARINO DE MAO Autor: Li Cunxin Editora: Fundamento Apesar da dura realidade imposta pela ditadura Mao, a família de Li Cunxin nunca desistiu de sonhar. Assim, confiante, Cunxin enfrentou com determinação as barreiras que se puseram em seu caminho para se tornar o melhor bailarino da China e presentear seus familiares com uma vida digna no Ocidente.

O SÁRI VERMELHO Autor: Javier Moro Editora: Planeta do Brasil Em 1991, a Índia perdeu seu maior defensor, o primeiro ministro Rajiv Gandhi, vítima de terrorismo. Mas sua morte não cessou o amor sobrevivente no coração de Sonia Maino, uma jovem que abandonou a Itália para lutar, com devoção, por seus ideais políticos, a favor de mais de um bilhão de pessoas.

JOVEM GUARDA - MODA, MÚSICA E JUVENTUDE Autora: Maíra Zimmermann Editora: Estação das Letras e Cores O livro investiga a influência dos artistas e cantores associados ao programa de TV ‘‘Jovem Guarda’’, dos anos 1960, na construção da identidade da moda jovem e rebelde característica desse período. Como observado mundo afora, os brasileiros também propunham ousadas referências comportamentais.

A MOCIDADE É ASSIM MESMO (1944) - National Velvet (título original) Diretor: Clarence Brown Distribuidora: Continental Amazon Digital Descrente da vida, após um grave acidente, o larápio Mike (Mickey Rooney) é acolhido pela família de Velvet (Elizabeth Taylor). A jovem ganha um cavalo em um sorteio e o inscreve em uma acirrada competição. Para ajudá-la a vencer, Mike terá de bolar um plano infalível e até mesmo rever suas atitudes.

BELEZA NEGRA (1994) Black Beauty (título original) Diretora: Caroline Thompson Distribuidora: Warner Home Vídeo Adaptada do romance homônimo de Anna Sewell, a história é narrada do ponto de vista de seu protagonista, um alazão negro com um sinal branco na testa, cujo caminho, ora livre, ora marcado por ciladas, leva-o de uma pacata vida no campo até as frias avenidas de uma Londres em constante ascensão.

Diretor: Robert Redford Distribuidora: Buena Vista Sonopres

O ENCANTADOR DE CAVALOS (1998) - The Horse Whisperer (título original) Uma adolescente (Scarlett Johansson) e seu cavalo sofrem um grave atropelamento. Feridos, os dois são resgatados por Annie (Kristin S. Thomas), mãe da jovem, que os leva até Montana para serem tratados por Tom, o ‘‘encantador de cavalos’’ (Robert Redford). Paralelamente, Annie e Tom se apaixonam.

61


Baixe leitor QR Code no seu celular e confira o lookbook completo

62


scalon digital


Revista Scalon