TRAUMA BoleTEAM SBAIT - edição 10

Page 1

2ยบ Trimestre/2015

1


2

2º Trimestre/2015

Editorial

SBAIT se firma cada vez mais como referência no Trauma

A

nova Diretoria, gestão 2015-2016, da nossa Sociedade assumiu suas funções no dia 24 de abril de 2015. De olho no futuro da SBAIT, recebemos uma Sociedade muito bem administrada pelas gestões anteriores, com avanços em diversas áreas de atividades, com relacionamentos fortalecidos em vários níveis de governo e com outras sociedades médicas. Até mesmo o que é incomum nestes nossos dias, com um excelente equilíbrio financeiro, o que nos permite acreditar em projetos mais auspiciosos. Dentre estes projetos, acreditamos que a consolidação de novos Capítulos pelo país, além de demonstrar um interesse crescente, tanto pela doença Trauma quanto pela atividade associativa junto a SBAIT, nos permite sonhar com um aumento da nossa capilaridade para todos os cantos do Brasil. Desde 24 de abril, temos 12 capítulos regulares. Estes capítulos, que foram organizados nos estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal, congregam 655 associados. Precisamos fortalecer estes capítulos, pois eles estão em contato direto com nossos associados bem como com futuros participantes da SBAIT. Durante este último ano, a SBAIT apoiou e participou diretamente de diversos eventos científicos nacionais e internacionais e encontros entre gestores, sejam no âmbito federal, estadual ou municipal. Investiu-se muito em divulgação das atividades dos seus associados, trazendo uma visibilidade dificilmente atingida por outra Sociedade Médica no Brasil. Os números são impressionantes: - O acesso ao site em 16 meses chegou a 54.407, perfazendo média mensal de 3.400 acessos e diária, de 112. - O acesso ao blog, em junho de 2015, totalizou 63519 visualizações, com média diária de 168. Até o fechamento desta edição, foram 476 posts publicados. - Os acessos pelo Facebook, em junho, chegaram a 1.360 curtidores. As cidades que mais curtiram nossa Fan Page foram Ribeirão Preto ( 108), Rio de Janeiro (101), São Paulo (96), Teresina (69), Campinas (62), Manaus (57), Fortaleza (47).

Arquivo SBAIT

Sociedade se fortalece e começa a pensar em projetos mais audaciosos

Esta proposta tem surtido resultados e, cada dia mais, a SBAIT é procurada por outras Sociedades e organizações com propostas, sejam para divulgação de eventos no nosso site, sejam para acordos de parcerias institucionais para desenvolvimento de cursos e eventos. O perfil educacional da nossa Sociedade se diversifica e se consolida com um portfólio de cursos voltado ao preparo de médicos, enfermeiros

Expediente

e outros profissionais, tanto para a atenção ao traumatizado, quando para a organização de sistemas, prevenção e prestação de serviços à comunidade. Cursos como o USET (Ultrassom em Emergência e Trauma), em parceria com a Sociedade Panamericana de Trauma, e o DSTC (Definitive Surgical Trauma Care),em parceria com a International Association for Trauma Surgery and Intensive Care, têm, cada vez mais, sido difundidos no nosso meio, Sandro Scarpelini - presidente da SBAIT através dos esforços (gestão 2015/2016) da SBAIT. Outra área de atuação que tem se tornado característica da SBAIT é o investimento em Prevenção, o já conhecido programa P.A.R.T.Y. (Prevenção do Trauma Relacionado ao álcool na Juventude), em parceria com o Canadá, tem se consolidado e sido difundido para várias cidades. Hoje, contamos com núcleos oficiais em Ribeirão Preto (SP), Campinas (SP), Sorocaba (SP), Vitória (ES) e São Luis (MA), chegando a milhares de adolescentes. Neste mês de maio, um grande movimento, o MAIO AMARELO, mobilizou muitos estudantes e associados por todo o Brasil. Uma atuação cívica, de grande envergadura, mais uma vez em parceria com diversas instituições, mostrou como podemos atuar em prol da prevenção de trauma nas nossas cidades e no Brasil. Para o futuro, a nova Diretoria reafirma os compromissos de reforçar a participação de todos os associados nas decisões sobre os rumos desta Sociedade, estimulando a busca de novos associados e a propagação dos nossos ideais por todos os estados do Brasil. Colocamo-nos à disposição para receber sugestões, novas ideias, e todas as propostas que colaborem com o crescimento e a consolidação dos nossos objetivos.

PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ATENDIMENTO INTEGRADO AO TRAUMATIZADO Presidente: Sandro Scarpelini (SP) 1º Vice-Presidente: José Mauro da Silva Rodrigues (SP) 2º Vice-Presidente: Ricardo Breigeiron (RS) Secretário Geral: Tércio De Campos (SP) 1º Secretário: Bruno Vaz de Melo (RJ) 2º Secretário: Amauri Clemente da Rocha (AL) 1º Tesoureiro: Daniel Souza Lima (CE) 2º Tesoureiro: Marco Aurelio Serruya (AP)

Secretária: Nancy Job (secretaria@sbait.org.br) Comunicação Digital: CRM Media (cristiane@crmmedia.com.br) Assessoria de Imprensa: Capovilla Comunicação (imprensa@sbait.org.br) Web Design: Infosafe (michel@insl.com.br) Contabilidade: Consuport

Comitê Pré-Hospitalar: Rodrigo Caselli Belém (DF) Comitê Ligas do Trauma: Marcus Vinícius Gonçalves (BA) Comitê de Educação: Diogo Valério Garcia (SP) Comitê de Desastres: Josiene Germano (SP) Comitê de Qualidade e Registro de Trauma: Paulo Roberto Carreiro (MG) Comitê de Prevenção: Gustavo Pereira Fraga (SP) Conselho Consultivo e Fiscal: George Hamilton Siqueira Alves (RO); Hamilton Petry de Souza (RS); Luiz Carlos von Bahten (PR); Pedro de Almeida Araújo (SC); Rodrigo Andrade Vaz de Melo (RJ).

Redação TRAUMA BoleTEAM: Cristiane Regina da Silva Manzotti e Patrícia Capovilla Jornalista Responsável: Patrícia Capovilla (MTb 31.445) Edição de Arte: Karina Brito – Proteção Publicações Ltda Capa: Arquivo SBAIT

Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado - www.sbait.org.br - Av. Brigadeiro Luís Antônio, 278, 6º andar - Bela Vista - São Paulo - SP CEP 01318-901 - Fone/Fax (11) 3188 4558 - Horário de funcionamento: de segunda a sexta feira, das 12h00 às 18h00. Tiragem: 800 exemplares


3

Mudança

Nova diretoria da SBAIT toma posse para gestão 2015/2016

A

nova diretoria da SBAIT, para a gestão 2015/2016, tomou posse oficialmente em 24 de abril, durante o evento Intergastro & Trauma 2015, em Campinas (SP). Em uma cerimônia que ressaltou a importância do trabalho da entidade e seu crescimento ano a ano, o então presidente Gustavo Pereira Fraga passou o comando para o novo presidente, Sandro Scarpelini. Eleita em setembro, a nova equipe, composta por 19 membros de diversas regiões do país, ficará à frente da SBAIT por dois anos. Durante seu discurso, Fraga falou do futuro do Trauma no Brasil e do trabalho que desenvolveu na entidade, onde ele permanece, mas agora, no comando do Comitê de Prevenção. Scarpelini, que já era vice-presidente da SBAIT, abordou os desafios da nova gestão e destacou a importância de difundir os trabalhos da entidade, que hoje conta com 12 Capítulos distribuídos pelo País.

Dr Sandro Scarpelini assume a presidência da SBAIT no lugar de Dr. Gustavo P. Fraga

Arquivo SBAIT

Cerimônia foi realizada em Campinas, durante o Intergastro & Trauma

Arquivo SBAIT

2º Trimestre/2015

Nova Diretoria SBAIT – gestão 2015/2016

Conheça a nova Diretoria Gestão 2015-2016 Presidente: 1º Vice-Presidente: 2º Vice-Presidente: Secretário Geral: 1º Secretário: 2º Secretário: 1º Tesoureiro: 2º Tesoureiro: Comitê Pre-Hospitalar: Comitê Ligas do Trauma: Comitê de Educação: Comitê de Desastres: Comitê de Qualidade e Registro de Trauma: Comitê de Prevenção: Conselho Consultivo e Fiscal:

E

Sandro Scarpelini (SP) José Mauro da Silva Rodrigues (SP) Ricardo Breigeiron (RS) Tércio De Campos (SP) Bruno Vaz de Melo (RJ) Amauri Clemente da Rocha (AL) Daniel Souza Lima (CE) Marco Aurelio Serruya (AP) Rodrigo Caselli Belém (DF) Marcus Vinícius Gonçalves (BA) Diogo Valério Garcia (SP) Josiene Germano (SP) Paulo Roberto Carreiro (MG) Gustavo Pereira Fraga (SP) George Hamilton Siqueira Alves (RO) Hamilton Petry de Souza (RS) Luiz Carlos von Bahten (PR) Pedro de Almeida Araújo (SC) Rodrigo Andrade Vaz de Melo (RJ)

Capítulos SBAIT também são empossados SBAIT-SP Diretor: Marcelo Augusto Fontenelle Ribeiro Jr SBAIT- RS Diretor: Luciano Silveira Eifler SBAIT-RJ Diretor: Paulo de Oliveira Silveira SBAIT-PR Diretor: Fábio Henrique de Carvalho SBAIT-MG Diretor: Sizenando Vieira Starling SBAIT-GO Diretor: Kennedy Carlos da Costa Silva

SBAIT inaugura galeria de ex-presidentes

Arquivo SBAIT

m uma de suas últimas ações como preMario Mantovani – gestões: 1999 – 2000/2001 sidente da SBAIT, Gustavo Fraga inaugu– 2002 /2007 – 2008, Domingos André Fernanrou, também no dia 24 de abril, durante des Drumond – gestão 2003 – 2004, Izio Kowes o Intergastro & Trauma, a galeria de fotos de -gestão 2005 – 2006, Hamilton Petry de Souza ex-presidentes da entidade. A galeria era um – gestão 2009 – 2010, Sizenando Vieira Starantigo sonho do ex-presiling – gestão 2011 – 2012 dente, professor e médico e Gustavo Pereira Fraga – Mario Mantovani, que cogestão 2013 – 2014. mandou a SBAIT por três A galeria esteve no esgestões: 1999 – 2000, 2001 tande da SBAIT durante to– 2002 e 2007 – 2008. Ao todo o evento e, agora, está do, oito presidentes já estiexposta em sua sede, loveram na liderança da SBAIT calizada à Av. Brigadeiro desde 1982: Dario Birolini – Luiz Antônio, 278, 6º andar, gestão 1982 – 1995 , RenaBela Vista, em São Paulo. to Sérgio Poggetti – gestões: Todos estão convidados a 1995 – 1996 /1997 – 1998, Galeria de ex-presidentes prestigiá-la.

SBAIT-ES Diretor: Carlos Alberto de Castro Fagundes SBAIT-DF Diretor: Rodrigo Caselli Belem SBAIT –BA Diretor: Andre Gusmão Cunha SBAIT-AM Diretor: Cleinaldo de Almeida Costa SBAIT AP Diretor: Vinicius Araujo de Sousa Reis SBAIT-AL Diretor: Alvaro Bulhões da Silva Neto


4

2º Trimestre/2015

Atualização

Arquivo SBAIT

Arquivo SBAIT

Cursos DSTC são realizados simultaneamente em seis cidades

DSTC Campinas (SP)

DSTC Ribeirão Preto (SP) Arquivo SBAIT

Arquivo SBAIT

O Intergastro & Trauma, tradicional evento de atualização em aparelho digestivo e trauma do interior de São Paulo, ocorreu nos dias 24 e 25 de abril, em Campinas, reunindo 600 profissionais das áreas de medicina, nutrição e enfermagem em cinco eventos simultâneos. Um deles, o IX Simpósio Internacional em Cirurgia do Trauma, reuniu convidados nacionais de grande destaque na área e 18 convidados internacionais. O simpósio fez parte da II RIAATCE (Reunião Ibero-Afro-Americana de Trauma e Cirurgia de Emergência), realizada durante o evento. Organizado pela SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas), PUC Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e Hospital Mário Gatti, o Intergastro & Trauma é um programa multidisciplinar de atualização que apresenta e discute, de forma prática e objetiva, os problemas e as soluções que envolvem o tratamento de patologias do aparelho digestivo e traumas. Como seu principal foco são os profissionais do interior, todos os temas discutidos trabalham a realidade dessa região. Durante os dois dias de evento, foram realizados cursos teóricos e práticos, mini-simpósios e reuniões. Muitos nomes mereceram destaque durante o evento, entre eles, Antonio Marttos, dos Estados Unidos, Carlos Mesquita, de Portugal,

Tara Grenier, do Canadá. “Nós somos o maior evento de atualização do aparelho digestivo e trauma do interior de São Paulo”, afirma o médico Marcelo Amade Camargo, coordenador geral do evento. “Temos uma programação muito qualificada e que atende às reais necessidades dos profissionais dessas duas áreas”, completa. Na solenidade de abertura do Intergastro & Trauma, também foi realizado o lançamento nacional Cirurgia do Trauma recebeu 18 convidados internacionais durante o IG&T e internacional do Movimento Carlos Ordoñez, da Colombia, David Costa, Maio Amarelo 2015, uma oportunidade para da Espanha, Fernando Machado, do Uruguai, difundir e ampliar o alcance da divulgação e Gustavo Machain, do Paraguai, Juan Carlos adesão nacional e internacional ao movimenPuyana, dos Estados Unidos, Ming-Terk Chiu, to, que visa alertar a sociedade para a imporde Singapura, Sandro Rizoli, Tarek Razek e tância da redução dos acidentes de trânsito.

Arquivo SBAIT

Eventos aconteceram simultaneamente no Expo Dom Pedro, em Campinas

Arquivo SBAIT

Intergastro & Trauma e II RIAATCE reúnem grande público

DSTC São Paulo (SP) Arquivo SBAIT

Arquivo SBAIT

DSTC Florianópolis (SC)

Arquivo SBAIT

A II RIAATCE reuniu grande público

II RiAATCE reuniu membros da SBAIT de várias regiões do país

DSTC Brasília (DF)

DSTC Socoraba (SP)

Nos dois dias que antecederam o Intergastro & Trauma, 21 e 23 de abril, seis cidades realizaram, simultaneamente, no Brasil, o Curso Cuidados Cirúrgicos Definitivos em Trauma (Definitive Surgical Trauma Care – DSTC): Brasília, Campinas, Florianópolis, Ribeirão Preto, São Paulo e Sorocaba. Os cursos fizeram parte da programação da II RIAACTE, que contou com a presença de

convidados nacionais e internacionais nos cursos e também durante a programação científica no Intergastro & Trauma 2015. Durante a semana, 39 instrutores nacionais e internacionais estiveram nas respectivas cidades, reunindo cerca de 100 alunos. Aproximadamente 400 cirurgiões já foram formados em 21 cursos realizados pela SBAIT no Brasil desde 2010.


2ยบ Trimestre/2015

5


6

2º Trimestre/2015

Em destaque

Entrevista - Dr Juan Carlos Puyana

Médico fala sobre o papel das sociedades e sobre sua experiência no nosso País

N

Arquivo SBAIT

Colombiano aborda vários aspectos do Trauma em sua visita ao Brasil ascido na Colômbia, onde completou a Faculdade de Medicina em 1983, na Javeriana University, Bogota, Juan Carlos Puyana é atualmente Professor Associado de Cirurgia, Medicina de Cuidados Críticos e Ciência Translacional Clínica na Universidade de Pittsburgh, (EUA), onde também atua como diretor de Saúde Global para o Departamento de Cirurgia. Sua formação passou também por Montreal (Canadá), onde completou na McGill University, seu período de residência em Cirurgia e, na Yale University (EUA), onde concluiu o “Trauma and Critical Care Fellowship”. Também é membro da Sociedade Panamericana do Trauma (SPT), onde atuou como presidente na gestão 2011-2012 e vice-presidente na gestão 2010-2011, e Fellow no American College of Surgeons. Em sua carreira, Puyana já conquistou inúmeros prêmios e está envolvido com pesquisas na área de trauma na América Latina. O médico esteve recentemente no Brasil participando de diversas atividades e eventos ligados à área de Cirurgia do Trauma, oportunidade em que concedeu uma entrevista ao TRAUMA BoleTEAM da SBAIT. Confira:

Doutor, conte-nos sobre os programas da Global Health para a América Latina. Nós somos tão afortunados que, ao longo dos últimos anos, temos sido capazes de reunir apoio para criar programas educacionais para as pessoas participarem de intercâmbios , através do esforço e da colaboração da Universidade de Pittsburgh e de várias universidades na América Latina. A maioria desses esforços tem sido financiada pelo Instituto Nacional de Saúde e pelo Centro Internacional Fogarty. Graças ao relacionamento que a Universidade de Pittsburgh havia desenvolvido ao longo de vários anos, através da Sociedade Panamericana de Trauma, o corpo docente da Universidade de Pittsburgh foi envolvido em colaborações anteriores com pessoas na Colômbia, especificamente em Cali, em uma cidade chamada Neiva. Nos últimos dez anos, treinamos um total de dezesseis colombianos que vieram para a Universidade de Pittsburgh, onde concluíram estudos de pós-graduação em Ciência Translacional Clínica. A maioria destes colombianos voltou e agora está envolvida em pesquisas clínicas na Colômbia. Pela primeira vez em muitos anos, a participação da Colômbia em grandes encontros acadêmicos nos EUA tem sido constante e nos sentimos orgulhosos de sua capacidade de participar e mostrar como cuida de seus pacientes de trauma. Como o senhor entende o papel da Sociedade Panamericana do Trauma na difusão do trauma nas Américas? A Sociedade Panamericana de Trauma é a entidade mais importante para todo o continente como um veículo para promover o atendimento ao trauma e programas de trauma em todos os nossos países. A SPT tem que ser uma sociedade única no sentido

de trazer a experiência e o conhecimento das pessoas para países que são muito diferentes dos países dos nossos colegas da América do Norte. É o papel da Panamericana manter um conjunto de atividades e objetivos, de modo que seus membros, em todo o continente, podem sentir que a SPT está ajudando-os em seus esforços profissionais e, principalmente, na sua atividade para ativar a comunidade. Nós, como cirurgiões de trauma, não temos sido muito bem sucedidos em convencer os políticos e em conversar com líderes fora do mundo americano para realmente mudar a maneira como as pessoas se sentem e agem sobre o trauma. Este mês de “Maio Amarelo” no Brasil (ele esteve no lançamento do Maio Amarelo) é um exemplo de coisas que a SPT deve criar e promover, não apenas em nível do país, mas em todo o continente, e é através da Sociedade Panamericana do Trauma, talvez, que nós possamos realizar coisas que outras sociedades não serão capazes de fazer.

Conte-nos sobre sua experiência durante duas semanas no Brasil acompanhando um Serviço de Trauma. Eu tenho que expressar minha mais sincera gratidão para o Dr. Gustavo Fraga, e não só para ele, mas a todas as pessoas para quem ele me apresentou, enquanto eu estive em Campinas. A bondade e a hospitalidade que eu recebi foram incríveis. Fiquei extremamente satisfeito pela multiplicidade de atividades que estão relacionadas com a educação em todos os níveis. Eu não tenho trabalhado tão perto de estudantes de medicina por um longo tempo, nem mesmo nos EUA ou na Colômbia, mas através das atividades que o Dr. Gustavo e seu grupo criaram em Campinas, eu pude participar com vários estudantes, do segundo ano, do quarto ano, do sexto ano e com residentes em Campinas, em muitos níveis e cur-

Dr Juan Carlos Puyana

sos diferentes, apresentando casos. As duas semanas passaram muito, muito rápido. Estou extremamente honrado pelo convite e voltarei para Pittsburgh com novas ideias e muitas coisas que aprendi para realmente trabalhar com jovens estudantes americanos a importância de trauma, algo que nós não fazemos muito bem nos EUA.

Quais suas sugestões para a SBAIT organizar um sistema de trauma? Esta é uma questão muito difícil e acho que, no final, a saúde global, bem como o impacto que o trauma tem em nossas sociedades, só pode ser eficaz se criarmos sistemas de trauma. A dificuldade aqui é que os sistemas de trauma que precisamos criar no Brasil, ou na Argentina ou na Colômbia, não são os mesmos sistemas de trauma que existem hoje na Europa ou nos EUA. Na verdade, estes sistemas de trauma podem ter vários fatores comuns, mas eles serão diferentes e terão de ser adaptados às necessidades locais e às regiões, porque o papel do cirurgião, o papel do político, o papel dos médicos de emergência, o papel das pessoas do pré-hospitalar, são todos um pouco diferentes de país para país.O sistema de trauma, como uma instituição ou como um conceito, tem de crescer. A SBAIT tem o poder de fazê-lo porque a SBAIT tem sido capaz de quebrar as barreiras de distância, e há uma grande conscientização dentro da comunidade e de médicos sobre trauma que é fundamental para começar a construir esses sistemas. Eu penso que o papel mais importante será da comunidade médica jovem. Os sistemas de trauma não podem existir sem o suporte de líderes trabalhistas e políticos.


7

2º Trimestre/2015

Capítulos SBAIT

Curso TEAM é realizado no Rio de Janeiro

Divulgação

SBAIT RS participa do Fórum Hospitalar 2015, em SP

Evento reuniu muitos participantes

Com o tema “Saúde integral – planejar para atender”, foi realizado entre 19 e 22 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), o 38º Congresso Brasileiro de Gestão Hospitalar e Saúde e o VIII Congresso Latino Americano de Administradores de Saúde. Os eventos fizeram parte da programação do Fórum Hospitalar 2015. A SBAIT esteve representada por Luciano Eifler, membro do Capítulo RS e também da equipe do SAMU Porto Alegre (RS) e Hospital Mãe de Deus. Ele ministrou a palestra “Segurança em grandes eventos”, que contou com Antônio Carlos Onofre de Lira, do Hospital Sírio-Libanês , de São Paulo, como moderador.

Simulado

XVIII Congresso Gaúcho de Educação Médica é realizado em Canoas (RS) Foi realizado entre os dias 21 a 23 de maio, na Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), em Canoas, (RS), o XVIII Congresso Gaúcho de Educação Médica, o I Encontro das Ligas Acadêmicas de Medicina do Estado e o I Encontro de Médicos Residentes. O evento foi promovido pela Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM) e teve como destaque o tema ” Novas diretrizes nacionais para os cursos de medicina 2015. Entre as atividades da programação, membros do Capítulo SBAIT-RS realizaram a Oficina de Trauma utilizando Manequins de Simulação realística – SimMan, destinada a acadêmicos de Medicina. Arquivo SBAIT

No dia 24 de maio, foi realizado no Hospital Municipal Salgado Filho, no Rio de Janeiro (RJ), o curso TEAM (Trauma Evaluation and Management). O Curso, que contou com o apoio da SBAIT-RJ, foi dividido em parte teórica e atividades práticas, e reuniu médicos, acadêmicos de medicina, fisioterapeutas, enfermeiros e profissionais de saúde que atuam no atendimento do paciente traumatizado.

Oficina de Trauma utilizando Manequins de Simulaçao realística

Reunião científica reúne cirurgiões Arquivo SBAIT

O

SIATE (Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência) completou 25 anos de existência em Curitiba no mês de maio. O serviço atende atualmente em torno de 1800 ocorrências por mês, sendo 65% acidentes de trânsito e 15%, violência interpessoal. Como parte da semana comemorativa, foi realizado um curso sobre atendimento a acidentes com múltiplas vítimas entre os dias 28 e 30 de maio, que contou com a participação de membros da SBAIT-PR.

Arquivo SBAIT

Curitiba comemora 25 anos do SIATE com evento e simulado

Dr. Sizenando (no centro, de terno) com os colegas do ES

O Hospital Estadual Dr. Jaime Santos Neves (HEJSN), em Serra, na Grande Vitória (ES), realizou uma reunião científica no dia 28 de março. O tema central da reunião foi “Tratamento não operatório do trauma hepatoesplênico” e contou com a presença do Membro Honorário da SBAIT, Dr. Sizenando V. Starling, do Hospital João XXIII, de Belo Horizonte (MG). Muitos cirurgiões e médicos residentes participaram da manhã científica, entre eles, os diretores do Capítulo SBAIT ES, os médicos Carlos Alberto de Castro Fagundes, Carlos Renato Castro Renon, Afonso Carlos Vanzo PimentaTesoureiro e Fernando Antonio Martins Bermudes, além do Coordenador da Cirurgia do HEJSN, Gustavo Peixoto. As reuniões para atualização dos profissionais e discussão de casos clínicos é realizada mensalmente, com o apoio da SBAIT ES.


8

2º Trimestre/2015

conscientização

SIMULADOS ENVOLVEM CENTENAS DE PESSOAS EM SETE CIDADES DO PAÍS

A

Promovidos pela SBAIT, eventos chamaram a atenção para os acidentes de trânsito e treinaram equipes de resgate o coordenador do Comitê de Prevenção da SBAIT, Gustavo Pereira Fraga. “Após a realização dos eventos, foi feito um debriefing para que as pessoas pudessem analisar os resultados. O objetivo não era criticar ninguém, mas verificar possíveis falhas que podem ser evitadas, principalmente no caso de um acidente real”, explica. Participaram do Simulado SBAIT de Atendimento a Múltiplas Vítimas de Trauma as cidades de Campinas (SP), Catanduva, (SP), Manaus (AM). Boa Vista (RR), Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA). O evento contou com a participação de várias Ligas de Trauma. Os alunos desempenharam os mais diversos papéis, passando por vítima, sombra e triagem. Além das Ligas, participaram as equipes

de Resgate das cidades, como SAMU e Corpo de Bombeiros e até helicóptero do GRAU (Grupo de Resgate e Atendimento às Urgências), entre outros. A organização do simulado começou a ser feita meses antes de sua realização. A ideia era padronizar todos os eventos com 40 vítimas, dois carros, um ônibus e uma motocicleta. O coordenador nacional do simulado, Romeo Lages Simões, e o coordenador da Liga do Trauma da Unicamp, Thiago Calderan, elaboraram um projeto que continha o cenário, o ferimento de cada vítima e um checklist com detalhes do que as equipes de resgate deveriam avaliar na hora do atendimento. No entanto, cada cidade adequou esta proposta à sua realidade, com redução ou aumen-

Arquivo SBAIT

Arquivo SBAIT

SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) promoveu sete simulados de acidentes de trânsito com múltiplas vítimas em várias cidades do Brasil, durante o mês de maio, em comemoração ao Movimento Maio Amarelo. No total, foram cerca de 230 vítimas, com seus respectivos sombras, e centenas de pessoas envolvidas na organização e no resgate. Na maioria das cidades, as equipes de resgate não foram avisadas sobre o simulado e só descobriram que não era um acidente de verdade quando chegaram ao local. “O simulado, além de alertar para os altos índices de acidente de trânsito, também é forma de treinar as equipes para uma situação real. Por isso, nós mantivemos sigilo”, explica

Salvador (BA) - Simulado aconteceu embaixo de chuva Arquivo SBAIT

Arquivo SBAIT

Campinas (SP) - Cenário foi montado de forma realista

Manaus (AM) - Dezenas de pessoas participam do simulado

Catanduva (SP) - Simulado foi realizado na Faculdade de Medicina


9

George Amaro

Cena 5

2º Trimestre/2015

Boa Vista (RR) - Simulado aconteceu no centro da cidade

Rio de Janeiro (RJ) - Simulado foi o maior de todos, com 70 vítimas

to do número de vítimas, encaminhamento das vítimas para hospitais ou não, quais equipes de resgate seriam acionadas, etc. O Rio de Janeiro conseguiu atingir 70 vítimas e foi o maior de todos os simulados. “O mais importante disso tudo é a participação das cidades, das Ligas, das equipes de resgate. Mesmo nos locais onde o simulado foi pequeno, o recado foi dado”, diz o presidente da SBAIT, Sandro Scarpelini. Cada vítima do acidente era acompanhada de um sombra. Ele era o responsável por passar as informações vitais às equipes de resgate. Para deixar o cenário mais real, as vítimas foram maquiadas e, em alguns casos, tiveram até a pupila dilatada por colírio. Tanto realismo chegou a confundir pessoas que passavam pelo local.

Arquivo SBAIT

Este simulado é resultado de uma parceria firmada entre a SBAIT e o Observatório Nacional de Segurança Viária, que idealizou o Maio Amarelo. O Movimento começou em 2014, com o objetivo de alertar as pessoas sobre os Vitória (ES) - Simulado tem grande reeercussão na mídia altos índices de acidente de trânsito e sobre o papel de cada na apontam que cerca de 90% dos acidentes de redução desses números, afinal, todos nós trânsito são causados por imprudência e, porestamos envolvidos com o trânsito, seja como tanto, poderiam ser evitados. motorista, passageiro ou pedestre. Estimativas

Ações promovem educação do trânsito em Campinas, Ribeirão Preto e Aquiraz

Pedágio Amarelo campinas (SP)

Arquivo SBAIT

Hospital das Clínicas da USP de Ribeirão Preto. Já em Campinas, o Pedágio contou com alunos da Liga do Trauma da UNICAMP, EMDEC (Empresa de Desenvolvimento de Campinas), Secretaria de Saúde de Campinas, Corpo de Bombeiros e Prefeitura do Campus da UNICAMP. No total, participaram 60 alunos. De acordo com o coordenador da Liga do Trauma da UNICAMP, Thiago Calderan, as pessoas abordadas receberam um folder chamando a atenção para o problema. A ação realizada em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, teve 30 participantes, entre eles, membros da SBAIT-CE, SAMU, Polícia Rodoviária Estadual, COAPH (Cooperativa de Atendimento Pré-Hospitalar), Liga de Trauma da Universidade Federal do Ceará, Liga de Trauma da Universidade de Fortaleza e Núcleo PHTLS Ceará. Durante a blitz, foram realizadas intervenções em mais de 150 veículos.

Arquivo SBAIT

Arquivo SBAIT

Através de uma parceria com a SBAIT, foram realizadas três blitz educativas no trânsito, também em comemoração ao Maio Amarelo. As ações aconteceram em Campinas (SP) e Ribeirão Preto (SP), no dia 21 de maio, e em Aquiraz (CE), em 30 de maio. A iniciativa partiu dos alunos da Liga do Trauma da USP de Ribeirão Preto e foi denominada Pedágio Amarelo. Em Ribeirão, a ação envolveu cerca de 200 voluntários. Além dos alunos da Liga do Trauma da USP, participaram os da UNAERP e do Centro Universitário Barão de Mauá, que também levou estudantes de Fisioterapia. O Corpo de Bombeiros, o SAMU e a Prefeitura de Ribeirão Preto ajudaram na execução do evento. “Esta foi mais uma ação com o apoio da SBAIT para conscientizar sobre o Trauma no trânsito”, explica o presidente da SBAIT, Sandro Scarpelini, que também é coordenador da Divisão de Cirurgia e Urgência e Trauma do

Pedágio amarelo Ribeirão Preto ( SP)

Pedágio Amarelo em Fortaleza ( CE)


10

2º Trimestre/2015

Tragédia

O

médico Santiago Cirilo Nogueira Servin, membro da SBAIT-MA, este­v e presente no resgate às vítimas do terremoto do Nepal e compartilhou conosco sua experiência: “O Nepal é um país espremido entre a China e a Índia, com 30 milhões de pessoas em 145 mil km2 , e que vive exclusivamente do turismo religioso e de aventura, relacionado ao Himalaia (Everest). A maioria dos templos, pelo menos os mais visitados, foram destruídos no primeiro terremoto, o que vai contribuir para a diminuição de visitantes nos próximos anos, e dificultar claramente a recuperação econômica do país. Sendo assim, ajuda humanitária se fará necessária nos próximos anos de forma constante e a longo prazo. Não existe serviço de emergência pré-hospitalar. As emergências intra-hospitalares são realmente muito precárias e, não fossem os países que estão enviando ajuda humanitária, provavelmente haveria um número maior de vítimas (Israel levou um hospital militar com toda a estrutura para atendimentos de emergência, que iniciou atendimento nas primeiras 48 horas após o primeiro terremoto, fazendo mais de 14.000 atendimentos em 15 dias). Apesar de eu ter sido levado por ser cirur-

Arquivo Pessoal

Membro da SBAIT participa de resgate às vítimas do Nepal

Membro da SBAIT-MA, o médico Santiago Servin, no Nepal

gião de emergência, participei de somente um atendimento emergencial, um acidente com motocicleta (estradas precárias e trânsito caótico), e o ponto mais curioso desse evento é que foi casual. Estávamos passando pelo local com uma equipe composta por anestesiologista (alemão), cirurgião de trauma (brasileiro-paraguaio), 2 cirurgiões cardiovasculares (brasileiro e americana) e 03 enfermeiras intensivistas (americanas e

malaia), e nem no melhor serviço de emergência no país mais rico do mundo existe uma equipe pré-hospitalar tão completa. Nossa ambulância não tinha tudo que precisávamos, mas improvisando, foi possível remover a vítima ao hospital mais próximo. Graças à padronização do atendimento com PHTLS e ATLS, que era de conhecimento de todos os presentes, o resgate ocorreu sem nenhuma intercorrência e sem necessidade de falarmos nada durante o atendimento (notem as diferentes nacionalidades dos membros da equipe, onde nem todos dominavam o inglês), provando a importância do conhecimento e treinamento com padronização. CADA UM SABIA O QUE TINHA QUE FAZER E QUAL ERA O PRINCIPAL OBJETIVO: SALVAR A VIDA DO PACIENTE E EVITAR NOVAS LESÕES. Inúmeras são as histórias que poderia relatar, mas esta foi uma das mais relevantes para mim, pois provou que sou capaz e treinado para um atendimento em qualquer situação e com qualquer equipe. Acredito que todos que trabalhamos com emergência devemos, em algum momento das nossas vidas profissionais, passar por testes que avaliem, não somente os nossos conhecimentos, mas também a nossa humanidade.


11

2º Trimestre/2015

Juiz de Fora (MG) Congresso reúne 690 inscritos

Recorde

CoBralt chega a 65 ligas filiadas

Entre os dias 28 e 30 de maio, foi realizado em Juiz de Fora (MG), o IX Congresso do Trauma, Urgência e Emergência da Zona da Mata Mineira, , com o tema “Prevenir: uma decisão atual”. O evento, que contou com o apoio da SBAIT, reuniu 690 congressistas, 35 palestrantes e 100 inscritos no workshop. O Congresso foi organizado pela Liga Acadêmica do Trauma da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Entidade quer ampliar ainda mais este número

O

diogo albino

Comitê Brasileiro das Ligas do Trauma (CoBraLT) completa, em 2015, 12 anos de fundação alcançando um marco inédito desde sua origem. Até o mês de junho, foram filiadas 71 Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência no Brasil. Segundo levantamento interno do CoBraLT, existem no Brasil aproximadamente 120 Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência que desenvolvem atividades práticas e teóricas visando o aperfeiçoamento da formação do aluno da área da saúde em urgência, emergência e trauma. A atual gestão 2014/2015 do CoBraLT, por meio de seu plano de trabalho e metas, busca

ampliar o número de ligas filiadas, apostando nas ações elaboradas e desenvolvidas por meio da experiência adquirida nos 12 anos de fundação do Comitê.

Congresso reuniu grande público

Preparação

Ligas do Trauma realizam Pré-Colt em várias cidades do País zado nos dias 15 e 16 de maio, na Universidade Estadual de Santa Cruz, em Ilhéus . O tema central do evento foi “Trauma na Juventude – Uma Abordagem Multiprofissional”. Em Alagoas, o VII Curso Introdutório da Liga Do Trauma da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL) – LTFMU foi realizado no

Arquivo SBAIT

Arquivo SBAIT

Ligas do Trauma de várias regiões do país estão promovendo os tradicionais Pré-CoLts, uma preparação para o XVII Congresso Nacional das Ligas do Trauma, que será realizado em agosto, em Belo Horizonte 9MG). Na Bahia, o Pré-CoLt , promovido pela Liga Acadêmica do Trauma e Emergência Prof. Irany Salomão (LATE-UESC), foi reali-

Pré-CoLT Maceió (AL)

Arquivo SBAIT

CoBraLt

Pré-CoLT Vitória (ES)

Pré-CoLT Bahia

Pré-CoLT Rio de Janeiro (RJ)

auditório da Casa da Indústria, em Maceió, no dia 30 de março. O I Congresso das Ligas de Trauma e Emergência do Rio de Janeiro foi realizado em 17 de maio, no Centro de Convenções Sulamérica, com a organização da Diretoria RJ do Comitê Brasileiro das Ligas de Trauma (CoBraLT). O evento, considerado o Pré-CoLT das Ligas do Rio de Janeiro, foi um marco na cidade, já que pela primeira vez um Congresso conseguiu reunir todas as faculdades do Rio de Janeiro, com a participação de 900 estudantes de Medicina e Enfermagem. Em Petrópolis (RJ), a Liga Acadêmica de Trauma e Emergência da Faculdade de Medicina de Petrópolis promoveu, de 17 a 20 de março, a quinta edição do Curso de Trauma e Emergência, que reuniu 300 participantes, entre acadêmicos de medicina e enfermagem, médicos, enfermeiros e demais profissionais da área da saúde. Em Vitória (ES), a III Jornada de Trauma e Emergência foi realizada no dia 9 de maio, na UFES Goiabeiras, com convidados de várias regiões do país e 250 participantes. O evento foi uma realização da LAITE (Liga de Atendimento Integrado ao Trauma e a Emergência). O XVII CoLT 2015 será realizado entre os dias 6 a 8 de agosto, no Centro de Convenções da Associação Médica de Minas Gerais, em Belo Horizonte ( MG). Informações em http://www.colt2015.com.br/.


12

2º Trimestre/2015

Cursos

Cerca de 2,4 mil médicos já se formaram no curso de ATLS do Hospital João XXIII

SBAIT MG

Associação Mineira avança na organização de cursos de ensino e prevenção do trauma

A

Membros da SBAIT-MG promovem curso de ensino e prevenção do trauma

SBAIT organiza consenso sobre Abdome Aberto Sala de Telemedicina do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Organizado pela SBAIT, o encontro teve como objetivo discutir controvérsias relacionadas às indicações de peritoniostomia na urgência, o uso da terapia de pressão negativa, o tratamento de fístulas enterocutâneas e as opções para o fechamento da parede abdominal. A reunião foi coordenada pelos professores Gustavo P. Fraga , professor da Unicamp e ex-presidente da SBAIT) e Marcelo Ribeiro, da UNISA. A SBAIT, com o apoio do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, redigirá e publicará as conclusões do consenso.

Arquivo SBAIT

O tema Abdome Aberto foi discutido durante uma reunião, realizada dia 23 de abril, na

Consenso reuniu 46 cirurgiões de vários países

Congresso recebe 1,8 mil pessoas em São Paulo Arquivo SBAIT

Associação Mineira de Ensino e Prevenção do Trauma, formada por membros do capítulo SBAIT-MG, tem possibilitado o avanço dos Cursos de Ensino e Prevenção do trauma, aprimorando cada vez a mais a formação dos profissionais em todo o Estado com os cursos ATLS (Advanced Trauma Life Support) e USET (Ultrassom em Emergência e Trauma). O Serviço de Cirurgia Geral e do Trauma do Hospital João XXIII, de Belo Horizonte, também composto por membros do capítulo SBAIT-MG, é responsável pela gestão dos cursos ATLS desde 1996, contabilizando cerca de 200 cursos realizados e, aproximadamente, 2400 médicos formados. Recentemente, a Associação implantou uma secretaria exclusiva para a organização dos cursos, além do site: http://atlsmg.com.br/

USET - Mais dois cursos são realizados no país Mesa de abertura do Congresso

Arquivo SBAIT

No curso do Hospital Geral do Grajaú estiveram presentes 21 inscritos e os instrutores foram José Cruvinel Neto, Murillo Favaro e Fernanda Mielotti. Já na Faculdade de Medicina de Jundiai foram 18 inscritos e estavam presentes como instrutores José Cruvinel Neto, Gabriel Rigoletto e Ruy França. Estes cursos fazem parte do projeto da SBAIT em parceira com a Sociedade Panamericana de Trauma de difundir a ideia do ultrassom na sala de emergência. Para o segundo semestre estão programados cursos em Brasília, São Paulo, Campinas e Belo Horizonte.

Participantes do USET na Faculdade de Medicina de Jundiai

O Centro Fecomércio de Eventos recebeu, de 28 de abril a 2 de maio, 2º Congresso Paulista e 1º Congresso Brasileiro de Emergências Pediátricas. A SBAIT esteve presente no congresso com Gustavo Pereira Fraga, coordenador do Comitê de Prevenção, falando em sua conferência sobre o tema “Atendimento ao paciente politraumatizado”. O evento reuniu um público de 1800 participantes e contou com o apoio da SBAIT e realização da SPSP (Sociedade de Pediatria de São Paulo) e da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria).

Vem aí... O Projeto Salva-vidas. Aguarde notícias!


13

2º Trimestre/2015

INFORME PUBLICITÁRIO

Uma solenidade que reuniu autoridades, personalidades civis, militares e colaboradores, marcou a inauguração do hangar da Unimed Aeromédica, no mês de março, no aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. O espaço agrega valor ao negócio e a todas as Unimeds parceiras, já que permite ampliar a operação e a percepção de qualidade na prestação de serviço. Durante a cerimônia, o presidente da Unimed Federação Minas, Marcelo Mergh Monteiro destacou o progresso da Aeromédica nestes 18 anos de fundação. “Essa evolução só foi possível porque as Unimeds mineiras acreditaram na potencialidade da Unimed Aeromédica e investiram esforços para transformá-la, junto com a Unimed Federação Minas, nesta empresa que tanto nos orgulha.” Marcelo Mergh ainda reforçou o crescimento da corporação e a parceria cm outros estados, como: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Tocantins.Assinamos contrato com as Federações das Unimeds dos Estados do Ceará e do Rio Grande do Norte. Empresas de outros segmentos e do setor público também têm na Unimed Aeromédica a referência de transporte aeromédico, o que reitera a credibilidade conquistada ao longo dos anos. Hoje, a empresa tornou-se uma empresa lucrativa, com um novo posicionamento e grandes perspectivas de crescimento, vislumbrando um mercado em potencial para se solidificar ainda mais Para a enfermeira de bordo, Adriana Aguiar, a mudança para o novo hangar tem um sabor de vitória. “Retornar a este lugar trouxe-nos um momento nostálgico, é reviver o grande momento do nascimento de uma promissora empresa. A emoção que tive durante a inauguração foi única, uma sensação de bem estar, de alegria e plena felicidade.Hoje, durante os pousos e decolagens, avistar a logomarca no nosso hangar nos dá uma sensação muitogostosa, uma vontade contar pra todo

Déa Tomich

Com um novo posicionamento e grandes perspectivas de crescimento, a empresa vislumbra um mercado em potencial para se solidificar ainda mais

Unimed MG

Novo Hangar Unimed Aeromédica: Desenvolvimento e expansão

mundo que você é da Unimed Aeromédica. Esse sentimento reforça a transmissão de

confiabilidade e credibilidade para todos os nossos clientes.”

Unimed Aeromédica em números Há 18 anos, a Unimed Aeromédica atende prontamente seus pacientes e cresce cada vez mais destacando-se no cenário nacional. Por este trabalho, foi escolhida para ser o serviço oficial de transporte aeromédico do Ministério de Defesa do Exército Brasileiro, do Papa Francisco em sua vinda ao Brasil, em 2013, e além disso, foi responsável pelo transporte do jogador Neymar Júnior, da Seleção Brasileira, na Copa do Mundo 2014. Hoje possui uma carteira de clientes 2,6

milhões atingindo uma marca histórica. Com uma equipe formada por médicos, enfermeiros e farmacêuticos, dedicados 24 horas todos os dias da semana, a Unimed Aeromédica especializou-se em transporte aéreo e terrestre de pacientes em estado crítico. Novos contratos e parcerias reforçam o contínuo trabalho realizado pela diretoria, gestores e colaboradores da entidade para fortalecer sua marca e se estabelecer cada vez mais como referência no transporte aeromédico.


14

2º Trimestre/2015

Trânsito

OMS publica “Informe mundial sobre prevenção dos traumatismos causados pelo trânsito” Documento é considerado o primeiro grande informe sobre este tema

A

Organização Mundial da Saúde publicou, em conjunto com o Banco Mundial, o “Informe mundial sobre prevenção dos traumatismos causados pelo trânsito”. O documento é considerado o primeiro grande informe sobre essa questão, o que reforça a preocupação de ambos os órgãos. Segundo o relatório, o número de lesões no trânsito é inaceitável e, em grande parte, evitáveis. Estima-se que a cada ano, no mun-

do, 1,2 milhões de pessoas morrem de colisões nas vias públicas e 50 milhões ficam feridas. As projeções mostram que, sem um compromisso com ações de prevenção, esses números poderão aumentar em cerca de 65% ao longo dos próximos 20 anos. O documento pode ser acessado na íntegra em: http://www. who.int/violence_injury_prevention/ publications/road_traffic/world_report/es/.

Informe Mundial sobre prevenção dos traumatismos causados pelo trânsito

Professor TerenceO’Keffee (EUA) visita Serviço de Cirurgia do Trauma do Hospital Geral do Grajáú – UNISA Nos dias 08 e 09 de junho o Professor Terence O’Keffee, da Universidade do Arizona (EUA) e Membro Honorário da SBAIT, participou das atividades acadêmicas do Serviço de Cirurgia do Trauma do Hospital Geral do Grajaú – Universidade de Santo Amaro em São Paulo-SP, coordenado pelo Professor Dr. Marcelo Ribeiro, Diretor do Capítulo de São Paulo da SBAIT. Na segunda (08/09) o professor participou da Reunião da Liga do Trauma da UNISA apresentando a palestra: “Ecocardiograma Transesofágico na Sala de Trauma”. Já na terça, participou da Visita Médica aos pacientes in-

ternados no Pronto-socorro do Hospital junto com os residentes e acadêmicos de medicina e posteriormente ministrou a palestra “Trauma Pediátrico”. A visita do Professor O’Keffee foi muito importante pois ele também participou da divul-

Publicação

Revista Médica de MG destaca o Trauma Arquivo SBAIT

Professor Terence O’Keffee, da Universidade do Arizona (EUA) em visita ao Hospital Geral do Grajaú, em São Paulo (SP)

gação do Protocolo Brain Injury Guidelines (BIG PROJECT) que está sendo implantado no Hospital Geral do Grajaú em parceria com a Universidade do Arizona visando melhorar o atendimento dos pacientes vítimas de Traumatismo Craniano.

A Revista Médica de Minas Gerais traz muitos artigos sobre trauma, escritos por cirurgiões do Hospital João XXIII. O volume 24.4, por exemplo, traz o trauma como destaque em sua capa, editorial, vários artigos e relatos de caso e pode ser conferido no link: http:// www.rmmg.org/sumario/139. A revista é virtual e sempre traz artigos atuais e interessantes para os profissionais que atuam no Trauma. Fica a dica!

Capa da Revista Médica de Minas Gerais – vol. 24 N.4


2ยบ Trimestre/2015

15


16

2º Trimestre/2015

Agenda

 TRAUMA Teleconferência SBAIT Última quarta-feira de cada mês, das 17 às 18h (horário de Brasília). Mais informações: secretaria@sbait.org.br.  Pan American Trauma Tele-Grand

Rounds - Todas as sextas-feiras, casos apresentados por diferentes instituições via Telemedicina, com início programado em horários intercalados. Mais informações: fkuchkarian @med.miami.edu.

a 27 de agosto de 2015, em Bangkok, Tailândia. Informações em https://www. wcs2015.org/home.  Curso Teórico-Prático de Atendimento ao Politraumatizado – 29 de agosto de 2015 no Instituto Sírio Libanês, em São Paulo (SP). Informações em http://www.sbait.org.br/images/eventos/ politrauma.jpg.

6 a 8 de agosto de 2015 no Centro de Convenções da Associação Médica de Minas Gerais, em Belo Horizonte (MG). Informações em http://www. colt2015.com.br/.

 74th Annual Meeting of AAST and  3rd World Congress of Emergen-

cy Surgery - 5 a 8 julho de 2015, em Jerusalem, Israel. Informações em http:// www.wses.org.uk/pdf/WSES%20Jerusalem.pdf.  II Simpósio Internacional de Assistência ao Paciente Politraumatizado 1 e 2 de agosto de 2015, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, SP. Informações em www.anestesiologiausp.com.br.

Clinical Congress of Acute Care Surgery – 9 a 12 de setembro de 2015 no Wynn Las Vegas, Las Vegas, NV, EUA . Informações em http://www.aast.org/Meetings/AnnualMeeting/Default.aspx.  5ª JOCET (Jornada de Cirurgia de Emergência e Trauma) - 18 e 19 de setembro de 2015, no Espaço Hotel Premium, em Campinas, SP. Informações em

http://www.jocet.com.br/.  II Congresso Tocantinense de Ci-

rurgia no Trauma - 18 a 20 de setembro de 2015, em Araguaína, TO. Informações em www.sbait.org.br.  American College of Surgeons (ACS) Clinical Congress – 4 a 8 de outubro de 2015 no McCormick Place Convention Center, Chicago, IL, EUA. Informações em https://www.facs.org/clincon2015.

 XXXI Congresso Brasileiro de Ci-

rurgia - 2 a 5 de agosto de 2015 no Expo Unimed - Universidade Positivo, em Curitiba, PR. Informações em http://www.cirurgia2015.com.br/.  IV Congresso Médico Acadêmico

FAMERP - 10 a 12 de agosto de 2015, na FAMERP - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (SP). Informações: http://caez.org.br/cma/.  46th World Congress of Surgery –

International Surgical Week (ISW) - 23

 XXVIII Congreso Panamericano de

Evento

s

Trauma - 10 a 13 de novembro de 2015, em Santa Cruz, Bolívia. Informações em http://www.boliviatrauma2015.com/.  3rd World Trauma Congress – 17 a 20 agosto de 2016 em New Delhi, India.  XXIX Panamerican Trauma Con-

gress / XII Congresso SBAIT / XVIII CoLT – de 08 a 12 de novembro 2016 em Maceió/AL. Informações: secretaria@ sbait.org.br.