Issuu on Google+

Comunidade Saúde Manguinhos/RJ, Março/Abril 2011 n°1 Informativo do Projeto Participação Cidadã na Gestão da Saúde wwww.ensp.fiocruz.br/participacaocidada

Manguinhos forma seu primeiro Conselho

Participação na Saúde em momento decisivo A mobilização dos moradores de Manguinhos na construção do Conselho Gestor Intersetorial (CGI) do Território Integrado de Atenção à Saúde (Teias) de Manguinhos é fundamental para a melhoria das condições de saúde da população. Saiba mais na . página3. Na página 2, você pode conferir o calendário das Conferências de Saúde em Manguinhos, no Rio de Janeiro e em Brasília. Não fique de fora: venha participar! Foto: Rachel Barros

O Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria - CSEGSF da ENSP/Fiocruz deu posse ao seu Conselho Gestor, no dia 28 de abril, em cerimônia realizada no auditório térreo da ENSP. O Fórum do Movimento Social de Manguinhos, foi o espaço coletivo de debate dos moradores escolhido pelo CSEGSF como coorganizador do processo de construção deste Conselho. A escolha dos representantes das comunidades por segmentos ocorreu, no Fórum, no dia 15 de fevereiro, na sala 410 da ENSP (foto ao lado). As comunidades de Manguinhos presentes escolheram os seguintes representantes por segmentos: Negros Valmir dos Santos, conhecido como Baiano (titular) e Marina Lopes (suplente); Mulheres - Darcília Alves (titular) e Simone Pereira (suplente); Doenças crônicas - Guilherme Hadasha (titular) e Nelson Oliveira (suplente); Juventude - André Luiz Deodoro (titular) e Luiz Carlos (suplente). As outras duas vagas, designadas, em reconhecimento, pelo CSEGSF, por sua atuação, são: o PASI Programa de Atenção a Saúde do Idoso e o Espaço Casa Viva/RedeCCAP, uma organização social de Manguinhos que trabalha com crianças, adolescentes e adultos, na área de educação e cultura. Os conselheiros têm como missão representar coletivamente as comunidades de Manguinhos: “moradores, trabalhadores e gestores”, com informações, denúncias e contribuindo com idéias para a elaboração das políticas, processos e práticas de promoção e assistência à saúde. Fórum vai às comunidades!

Integrantes do Fórum votam para a escolha dos conselheiros do centro de saúde da Fiocruz.

Terça, 21 de Junho: Fórum debate Gestão da Saúde no Local A participação direta e deliberativa das comunidades de Manguinhos na gestão do sistema local de saúde em debate. Confira na Página 2.

A partir de março deste ano, o Fórum do Movimento Social de Manguinhos tem se reunido de forma itinerante em diversos espaços para estar mais próximo das comunidades. O Fórum existe desde 2007, e surgiu da luta dos moradores pela efetivação de direitos e exercício da cidadania ativa na construção e gestão participativa das políticas públicas. Os encontros acontecem todas as terças-feiras, das 17h30 às 20h, em diferentes espaços em Manguinhos como a Sala do Meu Bairro da Biblioteca Parque de Manguinhos, Centro de Referência da Juventude (CRJ) de Manguinhos, Igreja Santa Bernadete, entre outros. O Fórum pode acontecer em sua comunidade! Todos os moradores e amigos de Manguinhos devem participar da organização do Fórum. Quem quiser colaborar deve fazer contato através do email forumanguinhos@gmail.com ou pelos telefones 3977-2580/2589. E aí? Você quer participar da organização do Fórum na sua comunidade? Participe! Fique atento(a): a agenda do Fórum também está no blog www.ensp.riocruz.br/participacaocidada


Página 2

Editorial

Círculos de Leitura promovem Espaços Locais de Participação Foto: Patricia Evangelista

periência foi interessante e demonstrou como este tipo de iniciativa pode suscitar o reconhecimento de si como sujeito de direitos e como atores coletivos”, avalia Rachel Barros de Oliveira, socióloga da equipe ACS/ENSP. Para participar dos Círculos de Leitura, assim como ajudar a organizá-los junto a sua denominação religiosa, cultural, esportiva, organização social (formal ou informal), basta entrar em contato com o Comitê de Mobilização aberto a todos os moradores e amigos de Manguinhos. Informações: Assessoria de Cooperação Social da ENSP Tel.: 3977-2589 / 3977-2580 E-mail cooperacaosocial@ensp.fiocruz.br

Fórum debate Gestão Social da Saúde de Manguinhos Leituras compartilhadas do informativo Comunidade na Saúde

Cerca de 200 moradores de Manguinhos participaram dos Círculos de Leitura da primeira edição do informativo Comunidade na Saúde realizados no Fórum do Movimento Social local. A ação foi desenvolvida em quatro turmas de dois grupos escolares, uma creche, organizações públicas e sociais do segmento de mulheres. O interesse gerado pela leitura sobre gestão participativa e a constituição do Conselho Gestor Intersetorial (CGI) do Projeto Teias-Escola Manguinhos, responsável pela política de atenção à saúde no território, sinalizou uma nova forma de promoção da participação de comunidades favelizadas de regiões metropolitanas. A partir desta experiência, o recém-criado Comitê de Mobilização para a constituição do CGI pretende multiplicar esta dinâmica e a formação de Espaços Locais de Participação (ver página 3). Tais espaços podem ser criados em ambientes de convivência comunitária em cada uma das 14 áreas da Saúde da Família em Manguinhos: templos, grupos escolares, culturais, esportivos, creches, entre outros. Os Círculos de Leitura têm um duplo papel: disseminar as informações importantes para a participação da comunidade na saúde e provocar o debate. “As pessoas, ao final do Círculo, saem com vontade de participar. É preciso que desenvolvamos esse processo, para que esta energia não se perca. O reconhecimento desse espaço, com debates periódicos, como um espaço de participação é um avanço no sentido de uma participação direta dos moradores”, ressalta Michelle de Oliveira, coordenadora pedagógica do Programa de Educação de Jovens e Adultos da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio-EPSJV.

Círculo homenageia Mulheres Em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres (8/03), cerca de 70 pessoas, em três grupos, participaram do Círculo de Leitura no último dia 26 de março. O evento é fruto da parceria da ACS/ENSP e organização social Mulheres de Atitude em articulação com a Biblioteca Parque de Manguinhos, a Casa da Mulher, o CRJ e o Colégio Estadual Luiz Carlos da Vila. “Além da leitura e debate coletivo, exibimos um vídeo que colocou em questão as relações entre os gêneros masculino e feminino. A ex-

No dia 21 de junho, a partir das 17h30, na ENSP/Fiocruz, a coordenadora do Programa Teias Escola Manguinhos Elyne Engstrom e os participantes do Fórum do Movimento Social de Manguinhos debatem o processo de constituição do Conselho Gestor Intersetoria (CGI) da Saúde de Manguinhos e a participação de Manguinhos na Conferência de Saúde. O Fórum é aberto a todos os moradores e amigos de Manguinhos e se reúne todas as terçasfeiras.

Reuniões do Comitê de Mobilização do CGI Local: Centro de Referência da Juventude (CRJ), na Avenida Dom Helder Câmara, nº 1.184, Manguinhos (atrás da UPA). Horário: 14h às 16h Dia: Terças-feiras, quinzenalmente Próximas datas: 3ª reunião, 14 de junho; 4ª, 28 de junho; 5ª, 12 de junho; e 6ª, 26 de junho. I Conferência Livre de Saúde de Manguinhos Período Previsto: Julho Local: Manguinhos XI. Conferência Distrital de Saúde da Área Programática 3.1 Período: 18, 19 e 20 de Agosto Local: Manguinhos (ENSP/Fiocruz) XI. Conferência Municipal de Saúde Período: 23, 24 e 25 de Setembro Local: São Cristovão (Colégio Pedro II) V Conferência Estadual de Saúde do Rio de Janeiro Período: de 13 à 17 de Outubro Local: Maracanã (Ginásio Gilberto Cardoso - Maracanazinho) XIV. Conferência Nacional de Saúde Período: Dezembro Local: Brasília Reuniões do Conselho Distrital de Saúde A.P. 3.1 Este Conselho se reúne toda terceira quarta-feira de cada mês. Datas: 15 de Junho; 20 de Julho; 17 de Agosto; 21 de Setembro; 19 de Outubro; 16 de Novembro; 21 de Dezembro. Local: Auditório da Maternidade do Hospital Federal de Bonsucesso, Av Londres, 616, Prédio 2, 6° Andar - Horário: 14h


Página 3

Manguinhos na Gestão da política pública de saúde

Mobilização para constituição do Conselho Gestor Intersetorial - CGI

Foto: ATreVer - TV Comunitária/RedeCCAP

"O CGI será um espaço de gestão participativa, de articulação intersetorial, com o objetivo de melhorar a saúde e as condições de vida de Manguinhos. Sua construção deve ser fruto de grande mobilização social e esperamos que esse espaço democrático de fortalecimento do SUS se torne realidade no ano de 2011”, afirma a coordenadora do Programa Teias Escola Manguinhos, Elyne Engstrom. O CGI será um órgão deliberativo, de acordo com as diretrizes formuladas pelo Grupo de Trabalho - GT de Gestão Participativa que reuniu, por cerca de um ano, moradores, especialistas, profissionais de saúde e gestores. Ele será composto, de forma paritária, por 24 membros, sendo seis representantes da gestão do SUS em Manguinhos, seis dos trabalhadores em saúde e 12 cidadãos-usuários das comunidades de Manguinhos, dos seguintes segmentos: Assistência Social e Direitos Humanos, Criança e Adolescente, Cultura, Educação, Esporte, Grupos Étnicos e Minorizados (Negros, Deficientes, LGBTTs), Idosos, Mulheres, Representações Comunitárias, Saúde e Ambiente, Segmento religioso e Trabalho Cooperativo/Geração de Renda solidária. “Teremos poder de decisão no CGI! Poderemos intervir neste processo garantindo melhor atendimento”, disse Darcília Alves de Souza, moradora histórica do CHP2 e eleita conselheira do Centro de SaúdeCSEGSF da Fiocruz: no 2°Vídeo-Debate sobre Participação dos Moradores na Gestão da Saúde de Manguinhos do Projeto Participação Cidadã realizado pela ACS/ENSP junto ao Fórum Manguinhos e a ATreVer-TV Comunitária/RedeCCAP, no dia 3 de maio, no CRJ. Segundo ela: “o conselho tem que ir aonde o povo está”, parafrasendo a melodia de Nos Bailes da Vida de Milton Nascimento e Fernando Brant. Com este objetivo, a gestão do Teias e ACS/ENSP constituíram o Comitê de Mobilização para a constituição do CGI. O Comitê é aberto à participação de todos os segmentos comunitários, trabalhador e gestor. A primeira reunião deste Comitê aconteceu em 18 de maio no CRJ. Os presentes firmaram o compromisso de multiplicar os espaços locais de participação em todas as áreas de trabalho das equipes de Saúde da Família e de estimular o debate nos 12 segmentos comunitários que serão representados no CGI. “Podemos evidenciar esta necessidade, de ênfase na promoção da participação cidadã, no diagnóstico de território de exceção¹: é estratégico, para o Estado de Direito,promover a cidadania destas comunidades, como processo de emancipação das minorias sociais e

Oficina de Gestão Participativa do Projeto Participação Cidadã

formação para a cidadania como condição de sustentabilidade dos processos de promoção do Direito à Cidade, e à Saúde”, concorda Fernando Soares, morador de Vila Turismo, representante do LabDHM da Cooperação Social da Fiocruz. “Fico feliz que, neste espaço, nós vamos poder falar tudo o que pensamos, seja do que é bom, ou apontando o que é ruim, o que é preciso melhorar, por que temos direito. E não é só na área da saúde, por que a saúde depende do saneamento, da educação e assim por diante. É importante que toda a comunidade saiba que aqui, no Fórum, nos espaços de participação local, no CGI, nós vamos ter liberdade de expressão!”, comemorou Abimael Raimundo Alves, morador do CHP2, no 2° Vídeo-Debate.

(1) A Organização das Nações Unidas-ONU designa a condição de pobreza como situação de violação sistêmica de todos os direitos humanos. Conforme depoimentos de moradores de Manguinhos: é um estado em que já nascemos com o 'direito' e o 'dever' de permanecer calados!

Colaboraram: Fernando Soares, Patrícia Evangelista e Sandra Martins

2° Vídeo-Debate apresentou o vídeo Participa Cidadão, como dinâmica da metodologia de vídeo-processo. Foto: ATrever - TV Comunitária


Página 4

Diagnóstico Sócio-Comunitário

Programa de Controle da Dengue em Manguinhos - PCDM Foto: Mayalu Matos

O PCDM atua em Manguinhos desde a epidemia de dengue em 2007-2008 e trabalha em coordenação colegiada, da qual participam o Fórum do Movimento Social de Manguinhos, as organizações sociais UADEMA (União Defensora do Meio Ambiente) e a Rede CCAP de iniciativas sociais, além de órgãos e unidades da Fiocruz: Cooperação Social da Presidência, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Assessoria de Cooperação Social e Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental), Instituto Oswaldo Cruz (Laboratório de Transmissores de Hematozoários) e Núcleo de Apoio às Pesquisas em Vetores. Esse projeto integra a REDE DENGUE. Celio Pinel - PCDM/NAPVE/UADEMA Com colaboração de Paulo Bruno (DSSA/ENSP)

Equipe PCDM com alunos

De janeiro a abril deste ano, 62 casos de dengue foram registrados em Manguinhos, segundo dados epidemiológicos da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro (atualizado em 30 de abril). Se compararmos com outros bairros vizinhos como Bonsucesso (429), e Higienópolis (75), o número de casos confirmados em Manguinhos é um dos menores na região. A mobilização, no entanto, continua. Para acompanhar esta situação, o Programa de Controle da Dengue em Manguinhos (PCDM) está desenvolvendo um projeto inovador no território de Manguinhos, que inclui o monitoramento do vetor primário do dengue, o Ae. aegypti e atividades de educação em saúde. Segundo a coordenação do programa: “a importância do PCDM decorre, principalmente, do contexto social e histórico em que esse programa se originou, onde prevalecia uma forte mobilização comunitária em defesa da saúde e da qualidade de vida. Por outro lado, a sua forma de organização e o seu funcionamento, abertos à participação comunitária, possibilitaram a construção de propostas de ação nas quais conhecimentos científicos e outros saberes dialogam de forma não-hierárquica." A idéia do projeto atual é fortalecer o monitoramento continuo do Ae. aegypti em locais estratégicos: nas escolas e unidades de saúde. Inicialmente, o projeto estará no Centro de Saúde da Fiocruz, Clínica da Família Victor Valla, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e nas escolas municipais Maria de Cerqueira, CIEP Juscelino Kubistchek, Ema Negrão de Lima e Albino Souza Cruz. O monitoramento das formas imaturas é feito com o uso de armadilhas de oviposição, as ovitrampas (pequenos vasos pretos, com paletas de Eucatex, água e infusão de feno), enquanto que os adultos são capturados com aspiradores movidos à bateria. A estratégia de monitoramento, através de ovitrampas, pode fornecer tanto dados sobre a distribuição espacial quanto sobre a presença do Ae. aegypti, bem como a existência de áreas com maior infestação do vetor primário do dengue em cada unidade monitorada. As ovitrampas foram implantadas em janeiro de 2011 e o monitoramento semanal vem sendo feito por cinco bolsistas, moradoras da própria comunidade de Manguinhos, que foram treinadas pelo Núcleo de Apoio as Pesquisas em Vetores (NAPVE), sendo capacitadas para fazer todo o trabalho com as armadilhas e os aspiradores. O monitoramento é feito às quartas-feiras no Centro de Saúde e nas escolas Maria de Cerqueira e CIEP JK e às quintas feiras na Clínica Victor Valla, na UPA e nas escolas Ema Negrão de Lima e Albino Souza Cruz. As informações produzidas a partir da identificação e contagem dos ovos e mosquitos coletados vem sendo trabalhadas de modo que possam retornar aos locais monitorados e, assim, contribuir para o desenvolvimento de ações que visem reduzir a propagação do dengue em Manguinhos.

Dicas da Gê. Manchou sua roupa branca na hora da lavagem? Não se preocupe. È muito simples! Pegue a peça manchada, coloque em um balde com água natural e deixe de molho durante dois dias. Não precisa esfregar, nem colocar sabão. Lembrando de tomar cuidado com o mosquito da dengue mantendo o balde coberto. Geralda garante que a mancha some!

Informativo do Projeto Participação Cidadã na Gestão da Saúde Conselho Editorial: Antônio Ivo de Carvalho, Carla Moura, Elyne Engstrom, Geralda da Paz, Leonídio Madureira, Marcelo Rasga, Dora Freire, Patrícia Evangelista, Paulo Bruno e Paulo Raimundo. Equipe de Produção: Fernando Soares (editor-executivo/MTB: JP26005RJ); Sandra Martins (jornalista) e Mario Bands (diagramador). Equipe Assessoria de Cooperação Social/ENSP: Mayalu Matos (coordenação geral), Rosane Souza (coordenação de projeto), Vanessa Patrocínio, Joana Freire e Rachel Barros (apoio técnico). Projeto Tecnologias Sociais para a Promoção da Participação Cidadã na Gestão Democrática do Território Saudável (Edital Coordenadoria Cooperação Social Fiocruz - 2009) CONTATOS: Cooperação Social/ENSP: todas as quartas, 10h às 12h e 14h às 16h, Av. Leopoldo Bulhões 1480, sala 1, planta piloto de Farmanguinhos, Manguinhos. Telefones 3977-2589 e 3977-2580 e-mail: cooperacaosocial@ensp.fiocruz.br. Fórum do Movimento Social de Manguinhos: reuniões itinerantes todas as terças, exceto feriados, 17h30 às 20h, em diferentes espaços de Manguinhos. E-mail: forumanguinhos@gmail.com Tiragem: 9500 exemplares. Impressão: WalPrint Gráfica e Editora

FÓRUM do Movimento Social de MANGUINHOS


Comunidade na Saúde