Page 1

ESCOLA SECUNDÁRIA BRAAMCAMP FREIRE Língua Portuguesa 10º2 FICHA DE LEITURA

ASPETOS GERAIS Título do livro: Onde Reside o Amor Nome do autor: Margarida Rebelo Pinto Editora: Oficina do Livro Data: 2008

PERSONAGENS, LOCAL E TEMPO O livro não possui personagens, nem local e tempo certo, porque é composto por cronicas. ENREDO Ideia principal da narrativa: Este conjunto de cronicas foi construído com o intuito de retractar histórias de vida e relações entre homens e mulheres, atravessando o amor e o sexo, o papel da família, e as diferenças entre os dois sexos. Pequeno resumo da história: Este livro abrange os mais diferentes e variados temas acerca do amor na vida de toda a gente, todos os dias. Sendo um conjunto de textos publicados, ao longo de dois anos, na rubrica “Com Muito Prazer” do semanário Sol, o livro não têm propriamente uma história, tem um grupo delas, todas abordadas de maneira variada, mas que no fundo vai tudo dar ao mesmo, Onde Reside o Amor? Margarida escreve sobre as desilusões e perdas de um amor, e o facto de hoje em dia existir pessoas que se matam por esses aspectos. Aborda também o sexo, a forma como os jovens e os adultos o encaram hoje em dia, o que os homens deviam procurar saber para desse modo proporcionar uma maior felicidade ao casal se for esse o caso, fala sobre a “vulgaridade” e a falta de sentimento que é transmitida quando se discute tal assunto. Para além disto, a autora falanos também do amor, do gostar ou não gostar, da magia que pode existir numa relação amorosa, no casamento e em como é visto actualmente, na infidelidade, da forma como homens e mulheres lidam com o amor, do poder que ambos os sexos exercem um sobre o outro. Outros temas como a sedução, a verdade, o silêncio, a amizade para alem da relação amorosa, os laços criados e a forma difícil que é dos “cortar”, os pecados e as luxurias no que toca à vida sexual, o facto de o amor e o sexo não estarem obrigatoriamente ligados apesar de ser esse o ensinamento que foi imposto em gerações anteriores, a pessoa certa, o prazer, a abstinência sexual depois do divórcio, a aparência, a procura do amor e da falta que há dele, a traição, o perdão e a dor, a primeira vez, o amor e a sua delicadeza, a aventura, a honestidade, o príncipe encantado e mais um vasto leque de temas todos dentro deste mesmo tema.

Parte preferida e justificação: A minha parte favorita é uma citação que autora faz que vou referir a seguir: “Um dos sinais inequívocos do amor é exactamente essa terceira entidade, o Nós, a consciência de que o Eu e o Outro formam algo que nos diferencia do resto do mundo. E o tempo que temos na nossa vida é para Nós. “ pag.32 Parte menos apreciada e justificação: A parte que menos apreciei foi a constante repetição do tema “ amor ”, é normal que assim seja pois esse é o tema do livro, e apesar de ser um livro fantástico, chega a um ponto em que de certa forma nos cansa a leitura. COMENTÁRIOS Achaste o título adequado? Porquê? Sim acho o titulo adequado porque a as cronicas baseiam-se em volta desse tema. Inventa outro título: Amor, Sexo & Fidelidade ANÁLISE DO PROCESSO DE ESCRITA Escolhe cinco palavras cujo significado desconheces e procura no dicionário: 1. Empola - Disfarce 2. Insondável – Misterioso / Inexplicável 3. Gregária - Diz-se dos animais que vivem em bandos, das plantas que crescem em grande número no mesmo lugar. 4. Vangloriar – Orgulhar-se 5. Aforismo - Preceito expresso em forma de sentença breve. Procura, transcreve os seguintes recursos estilísticos e explica a sua expressividade: 1. Comparação: “A ideia de infligir a própria morte é tao assustadora como a de roubar a vida a outra pessoas.” É uma comparação porque existem dois aspectos que estão a ser comparados. (Matar e morrer). 2. Metáfora: “ Onde o sexo é servido como prato do dia” É uma metáfora porque usam-se dois termos semelhantes. (sexo e prato do dia). 3. Metonímia ou Sinédoque: “ Sempre sonhamos em dominar o mundo o mar em cima de uma casca de noz” É uma sinédoque porque se esta a designar o singular (pequeno) (casca de noz) pelo plural (grande) (mar).


4. Personificação / Prosopopeia: “ Quando Portugal começou a despertar do marasmo intelectual clandestino.” É uma personificação porque estamos a atribuir propriedades humanas a uma localidade. (Portugal e despertar). 5. Hipérbole: “A que nos jura a paixão mais avassaladora” É uma hipérbole porque é uma frase com um contexto exagerado. 6. Adjetivação expressiva: “O amor é a água do coração, é um mistério insondável.” É uma adjectivação expressiva porque há uso de adjectivos e de expressividade. 7. Sensação visual: “E planeia viagens idílicas a ilhas secretas perdidas no pacifico.” É uma sensação visual porque nos imaginamos o que lemos. 8. Sensação auditiva: “ Não é o que diz amo-te 20 vezes ao dia” É uma sensação auditiva porque nos referimos a um som.

.

Nome: Sara Rodrigues Nº 20 10º2


Ficha de Leitura II  

Uma ficha de leitura sobre o livro " Onde Reside o Amor " de Margarida Rebelo Pinto.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you