Page 1

Março de 2013 - Ano VII - 58a Edição


Que a Paz do Senhor esteja sempre com você e sua família. Com muita alegria estamos nos preparando para celebrar a centralidade da nossa fé que é a Páscoa da Ressurreição, e isto exige de cada um de nós um maior empenho na escuta da Palavra de Deus, na Oração, no Jejum e em nossas obras de Caridade. Como é bom perceber que as pessoas estão participando mais na vida da Igreja e com ela reza para o Espírito Santo continuar assistindo nossas decisões. Quem acolher com generosidade a mensagem de Cristo com certeza ficará firme sem desistir, sabemos que não é fácil ser fiel ao projeto de Deus, mas, quando assumimos com Fé, nunca desistiremos de nossas opções. Nossa Igreja vive um momento único neste mês quando será escolhido pelos nossos Cardeais em Roma o nosso novo Papa. Que se faça a vontade de Deus e que a Igreja de Jesus Cristo seja sempre conduzida por bons Pastores. É o grande momento de todos nós estarmos unidos em oração pela Igreja, pois a amamos e a agradecemos a Deus pelo ministério do nosso querido papa Bento XVI que atuou sempre com muita sabedoria sendo um fiel obediente ao projeto de Deus e nos deu um grande exemplo de Fé e coragem, que, nos impulsiona muito para seguir em frente e revermos também nossas posições na Igreja. Lembremos sempre que estamos aqui para servir a Jesus Cristo com alegria não se apegando a cargos ou posições, quando assim fazemos nosso ministério se esvazia e não se frutifica e tampouco damos espaço para outros exercerem também a sua missão. O apego exagerado estraga a nossa vida. Exorto a todos para que continuemos nos preparando para a recepção dos nossos jovens peregrinos que virão. Teremos várias atividades e nossa equipe paroquial está se empenhando para que tudo saia bem, participe das reuniões especialmente aquelas pessoas que vão receber em sua casa os peregrinos. Agradeço as pessoas que foram nomeadas para ajudar e compor o novo CAEP de nossa paróquia, este conselho vai nos ajudar na boa administração de nossas atividades nestes próximos anos. Além da generosidade do dízimo que nunca pode faltar na comunidade paroquial, a qual agradeço de coração, nós estamos lançando neste mês a rifa do carro da paróquia para ajudar nas diversas despesas extras que temos especialmente com construções e reforma paroquial, conto com a colaboração de todos, pois, quando todos se ajudam o resultado sempre será melhor. A páscoa este ano será mais cedo, no fim de março, queremos fazer uma bonita semana santa sendo minha primeira com esta comunidade, portanto, vamos todos caprichar para que Cristo Jesus de verdade possa ressuscitar na vida de cada um. Nossas vias-sacras e missas, cerco de Jericó, missas nas famílias, confissões e tantas outras atividade nos preparam para celebrar esta semana maior da Igreja. Com nossos sacrifícios e partilhas vamos nos santificando para que nossa vida seja transformada num homem novo. Confira o horário da semana santa e participe com entusiasmo. Um abraço a todos e vivamos intensamente nossa fé naquele que nos fortalece. Que São Martinho de Lima, nosso padroeiro, interceda por nós. Tel.: 9911-9070


07 12 16 05 04 24 12 13 28 11 06 21 01 04 21 21 16 30 31 21 26 30 17 21 16 20 28 15

Alvanária Carneiro de Almeida Anastácia Moro Anderson Lemos de Brito Andrew Moro Cassimira R. dos Santos Clóvis Pereira da Fonseca Debora Mara Lançoni Neves Deise de Almeida Rosa Delenir Costa de Oliveira Denise Paula Lançoni Neves Durvalina Santos da Silva Eder de Siqueira Alves Erotildes Andréia Santana Fausta Gabriel Rocha Floripes M. Requi Floriza de Souza Lima Gentil Fernandes de Moura Gilmara P. Luz Helena Pires de Morais Eurimideo Isabel A. Duarte Jeane dos Reis Henrique João Amadel Barbosa Jocelia Partala José Marcelino dos Santos Jovita G. de Azevedo Nunes Julia de Oliveira Jussara do Rocio de Oliveira Kiyoe Onuma

10 21 26 29 23 18 07 15 17 21 10 26 02 28 07 02 11 05 23

Lafaethe Rodrigues dos Reis Leandro Luis Kura Marco Duques da Rocha Maria Aparecida Alves Maria Aparecida Bento Bocardi Maria Aparecida Novaes de Lima Maria de Lourdes Souza Paula Maria Leonor Pezzotti Neves Maria Orli Maria regina Lopes Milka Partala Nair dos Santos Neusa Marcelina do Amaral Nilce G. de Freitas Niodalda Cicote Ferreira Oswaldo José da Silva Pascoalina R. Biazin Luz Patricia da Silva Santos Perciliana Rodrigues Teleginski

22 26 24 15 18 19 14 02 09

Remi Clovis Libioda Rosa da Silva Lemes Fernandes Rosangela da Silva Castro Rosangela Ribeiro Ruth P. Machado F. Sanchez Silvia do Rocio Andreata Simone de Paula Suami F. L. Leal Ketlen Marcondes Vieira

Calendário - Março - 2013 Sex Sex Sáb Dom Ter Qua Sáb Sáb Dom Ter Qua Sáb Sáb Dom Ter Qua Sáb Dom

01 01 02 03 05 06 09 09 10 12 13 16 16 17 19 20 23 24

15h 19h30 19h 7h30, 10h30 e 19h 19h30 10h, 15h e 19h30 19h 20h 7h30, 10h30 e 19h 19h30 10h, 15h e 19h30 18h30 19h

Dom Dom

24 9h 24 19h

7h30, 10h30 e 19h 19h30 10h, 15h e19h30 19h 9h

Missa Sagrado Coração de Jesus Reunião CPP Missa (Lc. 13, 1-9) Missa (Lc. 13, 1-9) 5º Dia - Cerco de Jericó Novena Missa c/ batizado (Lc. 18,9-14) Formação COMIPA Missa (Lc. 18,9-14) 6º Dia - Cerco de Jericó Novena Curso de Batismo Missa (Jo. 8,1-11) Missa (Jo. 8,1-11) 7º Dia - Cerco de Jericó Novena Missa (Lc. 22, 14-23,56) Missa e benção de Ramos Missa (Lc. 22, 14-23,56) Missa (Lc. 9, 28b-36)

* Semana Santa - Ver programação na Página 5 O dízimo é prova de nossa confiança em Deus. Não se sinta obrigado a contribuir com o seu dízimo: sinta-se convidado. Dízimo é a prática da partilha iluminada pela fé de cada um de nós Dízimo é a contribuição de todos na caminhada da igreja.

Catequese Infantil Aos sábados pela manhã e tarde (ver com o coordenador os horários); Catequese de Adultos Aos sábados às 17h. Quartas-feiras às 19h30. Documentos necessários: P Uma cópia do batistério P Uma cópia da certidão de nascimento P Uma cópia do comprovante de residência P Uma foto 3x4 P Idade mínima: 9 anos OBSERVAÇÃO: para as crianças transferidas de outras paróquias, trazer a Ficha de Transferência da Catequese. † INÍCIO DA CATEQUESE: 02 de março; † FÉRIAS DA CATEQUESE: A partir da 1º semana do mês de julho; † RETORNO DA CATEQUESE: A partir do 1º sábado do mês de agosto; † ENCERRAMENTO: Na 1º semana do mês de novembro. § CATEQUISTAS DA PARÓQUIA: 23 catequistas para 1º Eucaristia e Crisma § CATEQUISTAS DAS CAPELAS: 09 catequistas para 1º Eucaristia e Crisma


pastorais - movimentos - capelas

A ESPERANÇA BRILHA ENTRE NÓS Juventude pra cá... Jovens pra lá... e Jovens peregrinos que estão vindo... Nos últimos tempos é o que mais temos ouvido falar, seja nas missas em meio as homilias, programas de rádio e tv e Jornada Mundial. E agora neste tempo da Quaresma refletimos também com a Campanha da Fraternidade. Mas afinal porque tanto enfoque assim sobre os Jovens? Todos nós, jovens, adultos, idosos, somos responsáveis pela construção de um mundo melhor, pela construção de um novo tempo. Porém a Juventude exerce uma influencia forte e determinante no estilo de vida que marcará esta nova época. É na fase da juventude que acontece grandes transformações

na vida do ser humano. Princípios, crenças e valores são descobertos e fortalecidos. É o momento no qual a pessoa se prepara para deixar de viver apenas em seu núcleo familiar, passando a conviver em outros grupos sociais. Segundo Censo de 2010, cerca de 51 milhões de brasileiros tem entre 15 a 29 anos. E que marca na história vamos deixar por aqui? Rezemos para que seja não apenas um tempo "melhorzinho", mas seja SIM “A vivência real do Céu aqui na Terra”, onde Deus se faça presente em todos os lugares, sobre tudo nos corações. Jovens para fazer acontecer essa marca de paz na história tem de monte como podemos ver, São aproximadamente 51 milhões, é mole! E só brasileiros. A Jornada Mundial no Rio de Janeiro vai proporcionar o encontro de milhões de jovens do planeta. Este encontro vai muito além de estar lá e sacudir a bandeira do seu país e fazer festa como muitos ainda pensam. O principal objetivo das Jornadas é fazer a pessoa de Jesus o centro da fé e da vida de cada jovem, para que Ele possa ser seu ponto de referência constante e também a inspiração para cada iniciativa e compromisso para a educação das novas gerações. Ter Jesus como ponto de referência para construir o Céu, criando uma cultura missionária. É neste tempo de grandes desafios e oportunidades que o Senhor chama a cada um de nós para anunciar a sua Palavra!

Assembléia (Conselho Pastoral Paroquial) Por Regiane Alves (Coordenadora) CPP No mês de dezembro de 2012, as lideranças de todas as pastorais e movimentos da Paróquia São Martinho de Lima se reuniram para uma avaliação das ações realizadas no ano de 2012 e expor qual o plano de ação e diversas atividades a serem realizadas em 2013, conforme os pilares direcionados pela Arquidiocese de Curitiba: Missão, Família e Juventude, na busca de uma Ação Evangelizadora ampla e que atinja a todos. A assembléia se concentrou em quatro pontos a serem analisados pelas 25 pastorais e movimentos, as quais fizeram as seguintes colocações:

Luzes em 2012 Ÿ Visitas aos doentes e idosos Ÿ Despertar à oração e sua importância Ÿ Aumento da vivência espiritual Ÿ Comunidade Orante Ÿ Formação e conhecimento bíblico Ÿ Partilha de vida e testemunhos Ÿ Muitas bênçãos alcançadas Ÿ União dos jovens entre si e com outras pastorais Ÿ Encontro pessoal com Deus Ÿ Valor da vida em comunidade Ÿ Criação do Grupo de Teatro Kerusso

Avanços em 2012 Ÿ Jovens entusiasmados e atuantes na comunidade Ÿ Maior tolerância e compreensão com os Jovens Ÿ Novos coroinhas aceitando o chamado ao serviço Ÿ Perseverança e dedicação dos Acólitos Ÿ Famílias mais compreensivas com seus filhos Ÿ Famílias unidas participantes na Santa Missa Ÿ Resgate de pessoas que estavam em outras igrejas Ÿ Jovens na acolhida das Missas Ÿ Missão em asilos e hospitais

Sombras em 2012 Ÿ Poucos integrantes servos Ÿ Vulnerabilidade da fé emocional Ÿ Necessidade de mais Ÿ Formação da Palavra Ÿ Falta de Grupo de Jovens na Capela Ÿ Sta Catarina de Sena Ÿ Pouca participação dos Coordenadores Ÿ Dificuldades para passar a liderança da Pastoral Ÿ Falta de perseverança no serviço Ÿ Pouca interação entre as pastorais

Ações em 2013 Ÿ Missas nas casas da comunidade Ÿ Visita aos doentes, missão pelas ruas Ÿ Evangelização nas famílias, novena nas casas Ÿ Catequese com integração familiar Ÿ Diálogo entre Juventude e Família Ÿ União das ações dos Grupos de Jovens Ÿ Gincana entre os grupos Ÿ Criação de Pastorais faltantes nas Capelas Ÿ Continuidade das Formações Ÿ Valorização da Eucaristia

“Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19). Somos devedores do passado, no qual homens e mulheres ouviram este mandato e saíram ao encontro das pessoas. Chegou agora nossa vez! Uma multidão se prepara para vir até nós, ouvir e ver o que vimos e ouvimos aqui. Que neste tempo da Quaresma possomos estreitar ainda mais nossa intimidade com Cristo. Talvez ainda você não conseguiu ou não queria fazer estar experiência de Deus. Mas não se preocupe, porque Ele se importa e fala contigo mesmo assim. Ele não esta distante pelo contrario está muito perto e anseia por nos ouvir. Antes de sair mundo a fora e falar a todas as nações, primeiro somos chamados a esta intimidade com Deus e falar com Ele em qualquer situação da nossa vida. Respondendo como Isaias: "Eis me aqui" e depois "Envia-me" Moises teve seu encontro com Deus e isso com certeza mudou toda sua historia. Permita-se viver isso agora também. Abra seu coração e viva esta experiência, porque somente quando vivemos este encontro é que a vida ganha um verdadeiro sentido. Isto nos dá coragem para encarar as dificuldades e alivia o medo de errar..o medo de perder. Viva este tempo de encontro que faz a esperança brilhar entre nós! Fraterno abraço, Patrícia Santos Todas as pastorais e movimentos tem o objetivo central Cristo, buscar-me-ei e me achareis, disse Jesus, este é o convite a cada um de nós: buscar a Jesus e encontrando-o apresentá-lo a outros irmãos para que todos conheçam a verdadeira felicidade e vivam na luz e na paz do Senhor! Você já participa de alguma pastoral? É muito simples, todos podemos participar, convidamos você que ainda não participa, a conhecer e se integrar à pastoral que mais lhe desperta o chamado, o Espírito Santo sopra onde quer e enche de dons aquele que se coloca à disposição de Cristo Jesus, venha descobrir o seu dom e saborear o amor do Senhor servindo os irmãos em comunidade. Conheça melhor as Pastorais e Movimentos através do site ou na secretaria da Paróquia. Ajude-nos na concretização das ações para 2013 e no aperfeiçoamento do serviço e doação ao próximo. Eu vou anunciar o Teu amor, eu vou anunciar o Teu perdão, Eis me aqui, enviame Senhor!


A Paróquia A importância da atuação do Conselho Econômico Paroquial Na Paróquia há dois importantes Conselhos, cuja função é decidir, juntamente com o pároco, tudo o que vai ser feito na mesma. Ao contrário do que muita gente pensa, não é o pároco, sozinho, que decide tudo. Por se tratar de uma comunidade, e, sobretudo, de uma Instituição Jurídica, as decisões têm que ser submetidas a estes dois Conselhos. Um que trata dos assuntos pastorais (CPP) e o outro que responde pela parte administrativa e financeira (CAEP). A sigla CAEP significa Conselho para Assuntos Econômicos da Paróquia. Esse Conselho deve ser constituído de membros participantes da comunidade paroquial que podem ser indicados pela comunidade, porém, têm que ser aprovado pelo pároco e pelo Bispo. Esse Conselho tem por finalidade colaborar com o pároco na administração dos bens da paróquia, como pede o Código de Direito Canônico (Cân. 537). Alguns podem perguntar o por quê da existência do mesmo. A constituição na paróquia do Conselho para Assuntos Econômicos é obrigatória por determinação canônica e o mesmo deve ser distinto do CPP. Há um documento que rege esse Conselho, o Regimento do CAEP, e tudo o que é feito na paróquia deve estar em consonância com esse Regimento. A função do CAEP é cuidar do patrimônio da paróquia, inclusive do patrimônio das capelas, e administrá-los de acordo com as orientações da Diocese contidas no Regimento do mesmo. Além disso, o CAEP é responsável também pelo quadro de funcionários da paróquia. Constitui patrimônio da paróquia os bens móveis e imóveis adquiridos com recursos da diocese ou da paróquia ou a ela doados (cân. 1257). O patrimônio paroquial é administrado pelo pároco, em nome da Autoridade diocesana, com a colaboração do CAEP. O CAEP deve ser composto por três membros, no mínimo, e cinco no máximo, contando com o pároco que é o seu presidente. Todos devem ter formação e prática religiosa e serem competentes em assuntos de administração e merecedores da confiança do pároco e da comunidade. Dentre esses membros é escolhido um coordenador, o qual pertencerá de direito ao Conselho de Pastoral Paroquial (CPP). O mandato dos membros do CAEP é de três anos, podendo ser reconduzidos no todo ou em parte e, ao término dos três anos podem ser renovados por mais três, não mais que isso. Esse tempo pode variar de acordo com cada Diocese. Vale lembrar que, com a mudança de pároco cessam os mandatos. O novo pároco poderá readmiti-los na função ou formar uma nova equipe. Gostaríamos de agradecer todo trabalho da equipe anterior pelo esforço e dedicação de todos e parabenizar esse novo grupo de pessoas que aceitaram fazer parte do CAEP da Paróquia São Martinho de Lima. Que Jesus ilumine o caminho de vocês para essa nova jornada.

Convite

Retiro das Familias Início às 7h30, término às 17h com missa. Esperamos vocês!

dia 10/03

3221-7012 / 3365-9642


notícias Monsenhor José Mário Scalon Angonese, atualmente pároco da Paróquia da Ressurreição e reitor do Seminário Maior de Santa Maria (RS), foi nomeado nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, pelo Papa Bento XVI como novo bispo auxiliar de Curitiba (PR). A Nunciatura Apostólica comunicou a nomeação, lembrando que o Santo Padre atendeu ao pedido do arcebispo de Curitiba, Dom Moacyr José Vitti, de poder contar com um colaborador, e acrescentou que a notícia foi publicada no jornal “L'Osservatore Romano” desta quarta-feira, ao meio dia, no horário de Roma.

com a notícia. "O convite pelo núncio apostólico, que ocorreu no final de janeiro deste ano, foi uma grande surpresa para mim, pois num país que possui mais de 20 mil sacerdotes, você ser convidado à missão de bispo traz uma grande satisfação". O novo bispo é gaúcho de Unistalda. Monsenhor José Mário recebeu formação institucional em Filosofia e Teologia em Viamão (RS) e se especializou em Psicopedagogia. Foi incardinado na Diocese de Santa Maria em 1988 e ordenado sacerdote por Dom Ivo Lorscheiter, em 1989, na também cidade gaúcha de Nova Esperança do Sul. Atualmente a Arquidiocese conta com dois bispos que desempenham seu ministério episcopal como auxiliares: Dom João Carlos Seneme, responsável pela Região Episcopal Sul, e Dom Rafael Biernaski, responsável pela Região Episcopal Centro Oeste. Pela Região Episcopal Norte é responsável o vigário episcopal, Pe. Jair Jacon.

Monsenhor José deve ser ordenado bispo auxiliar de Curitiba na cidade de Santa Maria - RS no Arquidiocese de Curitiba terá final de abril, e apresentado oficialmente à mais um bispo auxiliar, Monsenhor José Mário Angonese, Arquidiocese de Curitiba, por Dom Moacyr Vitti, no início de maio. vindo do Rio Grande do Sul

Foi ordenação no dia 28/04 em Santa Maria - RS

Em entrevista à Assessoria de Comunicação da Arquidiocese, o monsenhor disse estar muito feliz

O programa do Bote Fé Curitiba foi pensado com bastante cuidado, a fim de contemplar três objetivos principais: celebração, formação e solidariedade. O Setor Juventude da Arquidiocese, que reponde pelas ações de evangelização juvenil em nossa Igreja Particular, sugeriu um grande encontro de multidão, para marcar a festa e a celebração de todo o Povo de Deus na chegada dos símbolos; solicitou a presença da Cruz nos ambientes universitário e escolar, aproveitando a oportunidade para oferecer reflexão sobre a realidade juvenil neste meios; e, além disso, requisitou que os símbolos fossem levados nas periferias, junto aos dependentes químicos, presídios, parques da cidade e demais ambientes nos quais a juventude se faz presente. No sábado dia 23/02/2013 as 10hs e 30min foram buscados os Símbolos na Diocese de Paranaguá – Campina Grande Do Sul. Os Símbolos chegaram as 13 horas na Catedral Basílica N. Sra da Luz dos Pinhais de Curitiba e as 14horas iniciou-se com os Símbolos a caminhada à pé pela calçada do lado direito da rua Barão do Cerro Azul até a Praça 19 de Dezembro. Da Praça 19 de Dezembro, foi feito o acompanhamento pela Setran, cerca de 100 pessoas conduziram os símbolos até a rotatória em frente à Prefeitura Municipal de Curitiba. Na rotatória organizou-se a procissão de entrada da Eucaristia. À frente, os jovens representantes das diversas expressões juvenis Papa Bento XVI Um exemplo de humildade e desapego Caros irmãos de Fé no momento em que vocês leem essa matéria, provavelmente esta se realizando ou já realizou, o Conclave, que pela ação do Espírito Santo, escolhe se o próximo sucessor de São Pedro, na condução da Igreja Católica Apostólica Romana instituída por Jesus Cristo. “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” Mateus 16:18. Mas para além dos preparativos e realização do Conclave, e em meio a todos os rumores e especulações infundadas que correm pelos meios de comunicação, ainda relacionados com a renuncia do Papa, no dia 12 de fevereiro, precisamos voltar nossos olhos de forma especial, para alguém, que tão logo seja eleito o próximo Papa e os meios de

de Curitiba conduziram os Símbolos até o Palco. À traz seguiu a procissão do Clero. Seguiu-se a celebração da Eucaristia que teve a presença de milhares de jovens. Os Símbolos permaneceram até às 20 horas no Palco onde passaram algumas bandas católicas provendo momento de evangelização através da música. Os símbolos seguiram em

Bote

a 23 á 26 Fé Curitib

o

de fevereir

procissão até a Catedral Basílica, levados pelos jovens que desejaram (espontaneamente), passando pelo Largo da Ordem, local de grande concentração de jovens. Isso acompanhados pela Setran.Tudo correu muito bem. comunicação achem outros assunto para explorar, se tornará um exemplo de humildade e capacidade de desapego das coisas do mundo e de renuncia de si mesmo, para Bem o Maior, digno de um verdadeiro apostolo de Cristo. Essa pessoa é o agora o Cardeal Joseph Ratzinger, que com toda certeza buscando todas suas forças em DEUS, conseguiu realizar esse grande gesto de desapego, ao renunciar ao cargo Supremo da Igreja Católica tornando se já um grande símbolo de humildade de espiritual, não só para o catolicismo mas para o mundo todo. Não à toa, Joseph Ratzinger, perturbou nosso mundo no ultimo dia 12 de fevereiro, mundo esse, que esta afogado em vaidades dos mais variados tipos, como vemos a exemplo do meio político, onde pessoas para manterem-se no poder levam seus países praticamente auto destruição, ou para literalmente morrerem no “poder”, passam por cima das leis de seus países por pura vaidade.

Das 21hs até o dia seguinte houve a Vigília na Catedral Basílica organizada pelos jovens das Novas Comunidades e Movimentos Juvenis. No domingo dia 24. As 8 horas, Os Símbolos seguiram em CARREATA da Catedral Basílica até a Praça N. Sra de Sallete, para o momento especial da Eparquia Ucraniana São João Batista. As 14 horas os Símbolos chegaram na Paróquia Santa Luzia, Barigui, para a Missão Jovem no Parque Barigui. A partir das 17 horas Os Símbolos saíram do parque Barigui rumo a Colombo, Vila Zumbi, de Caminhão. As 18horas iniciou se a Vigília que durou a noite toda, organizada pelos jovens da Pastoral da Juventude e Jovens ligados às congregações religiosas. Paróquia Imaculada Conceição do Atuba. Capela N. Sra. Aparecida, da Vila Zumbi. No 26, após vários eventos nós dia 25 e 26 que movimentaram que também movimentaram a região metropolitana de Curitiba, foi realizada as 13hs e 30min a Missa de despedida dos Símbolos da JMJ no Santuário Nossa Senhora do Equilíbrio e Cerimônia de Entrega dos mesmos à Eparquia Ucraniana. *A cobertura na íntegra dos eventos do Bote Fé Curitiba, dos dias 23 a 26 de fevereiro estão disponíveis no site: http://www.jmjcuritiba.com.br Joseph Ratzinger, mexeu com um mundo que prega em horário nobre de televisão, através de programas de reality show egoísmo, falsidade e individualismo, em busca de riqueza material sem nem um tipo ética ou moral de comportamento, o mundo da superficialidade, incomodou-se com a profundidade do gesto de Joseph Ratzinger. Em sua renuncia ao Trono de São Pedro, Bento XVI mostrou ao mundo uma grande força espiritual para assumir perante o planeta suas fragilidades e limitações. Mas acima de tudo para mostrou-se humano ao renunciar a um cargo que lhe foi instituído pela Graça do Espírito Santo, calçando assim as sandálias da humildade Joseph Ratzinger, demonstrou a Força Fé perante as coisas passageiras dos mundo. Que o exemplo de Humildade de nosso eterno Papa Bento XVI seja plenamente acolhido em nossos corações. E que o tenhamos sempre em nossas orações especiais. Por Adrian Espindula


outras matérias

O Tríduo Pascal não é preparação do Domingo da Ressurreição, mas é, segundo as palavras de Santo Agostinho, o sacratíssimo Tríduo do Crucificado, Sepultado e Ressuscitado. O Tríduo pascal da Paixão e Ressurreição do Senhor começa com a Missa vespertina da Ceia do Senhor, possui o seu centro na Vigília Pascal e encerra-se com as vésperas do Domingo da Ressurreição. É o ápice do ano litúrgico porque celebra a Morte e a Ressurreição do Senhor, “quando Cristo realizou a obra da redenção humana e da perfeita glorificação de Deus pelo seu mistério pascal, quando morrendo destruiu a nossa morte e ressuscitado renovou a vida”.

d'Aquele que o pode livrar “do poder do inimigo e do opressor” (Sl 30,16) e aguarda com ânimo forte e resistente a sua salvação. Abandonado-nos com Cristo nas mãos do Pai, cantamos a esperança da vitória de seus fiéis seguidores, os “crucificados” de nossos dias. Na noite de sábado, cantamos o esplendor de uma luz que jamais se apagará. Proclamamos as maravilhas de Deus que nos libertou das trevas da morte e nos devolveu a vida. Revigoramos nosso compromisso batismal. E, enquanto alimentamo-nos da ceia eucarística cantamos: “Celebramos nossa páscoa, na pureza, na verdade. Aleluia!.”

O órgão ou harmônio toca-se neste dia Anotações para a Sexta-feira Santa na Missa vespertina até o fim do canto do Glória. Depois não se toca, até o Glória da missa da 1. Hora: a solene Ação Litúrgica celebra-se pelas 15 horas; porém, para conveniência dos fiéis, Vigília noturna da Ressurreição. pode ser celebrada desde o meio-dia; e também Santa comunhão no Tríduo Sacro mais tarde, mas não depois das 21 horas. 2.O altar, no inicio, está completamente 1. Aos fiéis em geral pode-se dar a santa desnudado. Uma só toalha se estende sobre o comunhão: a)na 5feira santa somente dentro da mesmo para a Comunhão. missa; não fora da missa, nem de manhã nem de 3. A Cruz, coberta com véu vermelho, é levada tarde. b) na sexta-feira santa somente dentro da profissionalmente da sacristia pelo diácono, solene Ação litúrgica vespertina. c) no Sábado ladeado por dois acólitos, com velas acesas, para Santo somente dentro da missa da Vigília Pascal. o altar; terminada a adoração da Cruz, esta é 2. Aos doentes que não podem participar da colocada no meio do altar, entre dois candelabros celebração litúrgica: a) na quinta feira santa e na acesos. sexta feira santa, pode-se administrar de manhã 4. Para a leitura da historia da Paixão, observe-se ou de tarde. b) no sábado santo não pode ser o mesmo que foi dito para o Domingo de Ramos. 5.Hoje por determinação da Santa Sé: Coleta para administrada. 3. Aos gravemente doentes pode-se dar o Santo os lugares Santos (com 10% para a Catholica Viático a qualquer hora do dia ou da noite. Unio). 6. A Igreja concede uma Indulgência plenária aos Cantar o Tríduo Pascal que hoje participam piedosamente da veneração da Santa Cruz e beijam devotamente o Santo Nestes três dias, vivenciamos, de forma Lenho. condensada, o mistério pascal de Cristo que se desdobra nas celebrações do TRIDUO SACRO de VIGÍLIA PASCAL sua morte, sepultura e ressurreição. O canto de abertura da missa na Ceia do A VIGÍLIA PASCAL É O CUME DO ANO Senhor- “quando a nós devemos gloriar-nos na LITÚRGICO. SUA CELEBRAÇÃO SE REALIZA cruz de nosso Senhor Jesus Cristo que é nossa DE NOITE; MAS DE MANEIRA A NÃO salvação, nossa vida, nossa esperança de COMEÇAR ANTES DO INICIO DA NOITE E A ressurreição...” – nos dá o tom do que será TERMINAR ANTES DA AURORA DO DOMINGO. explicitado ao longo da celebração: é na glória Vigília solene, cuja ação forma uma dessa cruz que brilha o mandamento do amor (lava-pés); é no brilho dessa cruz que resplandece unidade iniciando com a liturgia da Palavra e da o sacramento do amor (eucaristia); é no Água, e terminado com a Liturgia eucarística. Para a Vigília pascal, propõem-se nove resplendor dessa cruz que podemos cumprir o pedido do Mestre: “fazei isto em memória de mim”. leituras: sete do Antigo Testamento e duas do Na celebração da Paixão do Senhor Novo. Se as circunstancia o exigirem por razões cantamos a confiança do SERVO SOFREDOR, particulares, o número das leituras pode ser que se entregou, sem reservas, nas mãos reduzido. Mas devem-se ler ao menos três do AT

Informações:

ou, em casos mais urgentes, duas antes da Epístola e do Evangelho. Nunca se omita a leitura do Êxodo sobre a passagem do Mar Vermelho (III Leitura). TEMPO PASCAL Os cinqüenta dias entre o Domingo da Ressurreição e o Domingo de Pentecostes sejam celebrados com alegria e exultação, como se fossem um só dia de festa, ou melhor, “como um grande domingo”. Os domingos deste tempo sejam tidos como Domingos da Páscoa e depois do Domingo da Ressurreição, sejam chamados 2, 3, 4, 5, 6, 2 e sétimo domingo da Páscoa. “os oito primeiros dias do tempo pascal formam a oitava da Páscoa e são celebrados como solenidades do Senhor”. O domingo de pentecostes encerra este tempo sagrado de cinqüenta dias. No Brasil, celebra-se no sétimo domingo da Páscoa a solenidade da Ascensão do Senhor. A semana seguinte, até Pentecostes, caracteriza-se pela preparação a celebração da vinda do Espírito santo. Em sintonia com outras Igrejas cristãs do Brasil, realizamos nesta semana a “semana de Oração pela unidade dos Cristãos”. Recomenda-se para esta ocasião orações durante a missa, sobretudo na oração dos fiéis, e oportunamente a celebração da missa votiva pela unidade da Igreja. Cantar a Páscoa do Senhor Ao contrario da sobriedade quaresmal, o tempo pascal é de exultação e de alegria. Ressuscitados com Cristo, cantamos sua glória, sua vitória sobre a morte. O “aleluia”, volta a ressoar em nossos lábios, invadindo todo o nosso ser com ardor sempre crescente, pois “as coisas antigas já se passaram, somos nascidos de novo”!. “Não tenhais medo. Buscais Jesus de Nazaré, que foi crucificado. Ele ressuscitou, já não está aqui. Eis o lugar onde o depositaram. Mas ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele vos precede na Galileia.” (Mc 16,6-7) Feliz Páscoa a todos, com Jesus Ressuscitado no coração! Pe. José Airton de Oliveira PÁROCO

Paróquia São Martinho de Lima Rua Natal, 1650 - Cajuru -Curitiba Arquidiocese de Curitiba/PR


Fotos do Bazar no salão da Paróquia

PALAVRAS CRUZADAS DE PÁSCOA

Foi realizado no último dia 23 de fevereiro mais um bazar beneficente de usados, e como sempre foi um grande sucesso. Nosso bazar conta com a ajuda especial da D. Nilce e Sr. Antonio, que com muita dedicação tem o trabalho de selecionar, lavar e arrumar tudo o que os nossos paroquianos nos doam. Agradecemos toda a equipe que ajudou no bazar. Muito obrigado a todos. Deus os abençoe. Pe. José Airton

1 - MORTE DE CRISTO. 2 - DIA EM QUE JESUS RESSUSCITOU. 3 - JESUS MORREU PARA NOS... 4 - DEPOIS QUE RESSUSCITOU, JESUS APARECEU PARA SEUS... 5 - NOME DO DISCÍPULO QUE SÓ ACREDITOU QUE JESUS HAVIA RESSUSCITADO DEPOIS QUE VIU AS MARCAS DOS PREGOS EM SUAS MÃOS. 6 - JESUS ESTÁ VIVO E PRESENTE NA ...

1

P Á

2 3

S C O A

Palácio

Noivas

Locaçãode Trajes 15 anos Formaturas Eventos em geral. (Masculino, feminino e Infantil)

Tel.: 41 3365-2334 (Em frente ao Terminal)

Rua Eng. Costa Barros, 526 - Vila Oficinas

AQUARELA LOCAÇÕES E DECORAÇÃO COM BALÕES

Adinaldo e Valéria

Tel.: 3266-7813 / 9697-7744

Rua Genésio de Souza Nunes, 154 - Cajuru

Informações:

Informações:

4 5 6

Jornal O Martinho Edição Março  

Jornal da Paróquia São Martinho de Lima

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you