Page 1

5

CONHECENDO A PASTORAL

ABRIL/2012

6

PRÓXIMOS EVENTOS

ABRIL/2012

Entrevista com Pastoral da Liturgia

O Lucano ANO III | Nº 03 | ABRIL/2012

A missão da Pastoral da Liturgia é de fundamental importância nas celebrações eucarísticas, desde o acolhimento até as leituras. Os agentes da pastoral recebem formação para desenvolverem os trabalhos na igreja, assim fazem desta missão o momento de evangelização a comunidade e de levar a palavra de Deus aos corações das pessoas através das atividades desenvolvidas pela pastoral.

Formação Arquidiocesana do Dízimo Dia 15 de Abril de 08h às 12h (A Nível de 12ºZonal)

INFOR­MA­TI­VO DA PARÓ­QUIA DE SÃO LUCAS

Páscoa, ressurreição e vida de jesus cristo

O que é pastoral da liturgia e como funciona na igreja ? Pastoral litúrgica é o serviço para animar a litúrgica de cada celebração, tendo em vista a participação ativa, consciente e plena de todos na celebração, para dela colherem frutos espirituais é o serviço prestado por leigos e consagrados, A pastoral litúrgica numa comunidade, paróquia ou diocese funciona com o auxílio de uma organização própria, provida de um plano de trabalho e um cronograma de atividades. E preciso a equipe de liturgia esta em todos os movimentos de uma paróquia? Ao contrario os membros de outros movimentos e que procuram participar da equipe de liturgia, quando agente fala nos encontros das pastorais se alguém deseja participar sempre tem alguém que já leu ou participou direta ou indiretamente do grupo. Quais os requisitos para participar da Pastoral da Liturgia ? Não precisa ter nenhuma formação especial, basta ter entusiasmo e dando-lhes conhecimentos básicos de liturgia, para depois engajá-las, pouco a pouco, na prática. Mas há também situações em que tudo começa de maneira mais simples, dando a certas pessoas alguma responsabilidade (o acolhimento na celebração, uma leitura.) e, assim, elas vão se entrosando com a equipe, vencendo a própria inibição e recebendo formação na prática.

Festival de Prêmios Dia do Trabalhador Agentes da Pastoral da Liturgia da Paróquia de São Lucas

E Preciso um aprofundamento do ministério da liturgia para um membro sentir se preparado para executar o serviço na pastoral ? Sim, há toda uma preparação, quando chegamos a coordenação tentamos resgatar membros afastados iniciamos formações, se temos por objetivo acompanhar, incentivar e promover iniciativas para animar todo um rito litúrgico, temos que ter uma equipe preparada para cada evento, o resultado é um punhado de recompensas, compartilhando a emoção da das celebrações e aprendizado e do desenvolvimento do grupo.

“A Pastoral da liturgia é o serviço para animar a vida litúrgica um serviço de amor”.

Festa de Santo Expedito

Dia 1º de Maio ás 10h No Espaço de Eventos da Matriz de São lucas

Na Comunidade do Golandim

De 14 a 19 de Março

(Feijoada Dançante)

(Celebração às 19:30h)

FESTA DE SANTO EXPEDITO PROGRAMAÇÃO SOCIAL

Sábado: 14/04 20:30 min – Jantar de confraternização e show com a cantora Fátima Santos. Domingo: 15/04 15 h. Sorvetada com crianças. 20:30 min – Cristoteca. Segunda-feira: 16/04 20:30 min – Show com os ministérios de músicas das comunidades. Terça-feira: 17/04 20:30 min – apresentação de grupos folclóricos. Quarta-feira: 18/04 20:30 min – apresentação do auto de Santo Expedito pelo grupo teatral Coração de Jesus. Quinta-feira: 19/04 19 h. procissão seguida de Missa da festa de Santo Expedito OBS: O êxito da festa depende da participação de toda comunidade.

+ Informações: www.paroquiasaolucas.com

Blog: www.liturgiasaolucas.webnode.com.br

Todos nós cristãos devemos, hoje, nos comprometer em nos mantermos fiéis às nossas origens e celebrarmos o sentido original, belo e profundo da nossa maravilhosa festa, que é a celebração da Ressurreição do Senhor. Que nossas boas obras e nossas vozes, em cada canto das nossas cidades, possam levar a alegria do Ressuscitado; sobretudo aos pobres, doentes, distanciados e a todas as pessoas, pois são amadas pelo Pai. Celebrar a Páscoa é renascer com Cristo ressuscitado, é passar da morte para a vida, é vencer o pecado e a morte.


2

A PALAVRA

ABRIL/2012

Editorial

a palavra

Qual o verdadeiro significado para a páscoa? Páscoa (do hebraico Pessach) significa passagem. É uma grande festa cristã para nós, é a maior e a mais importante festa. Reunimonos como povo de Deus para celebrarmos a Ressurreição de Jesus Cristo, Sua vitória sobre a morte e Sua passagem transformadora em nossa vida.

A primeira coisa que se passa na cabeça de muitos, inclusive na de crianças, é ovos de chocolate. O que é um pensamento capitalista, nessa época movimenta-se e muito a economia gerando renda para muitas pessoas, o que não é errado, trabalho é sagrado, o que não pode é esquecer o real significado desta data. A páscoa para os cristãos é um momento celebrativo em que vivemos a ressurreição de Jesus Cristo. Fomos libertos de todo pecado através desse ato de misericórdia. Portanto não confundamos mais, a festa é de Cristo e não do coelho.

.

Pe. Gilmar Pereira Pároco Jesus ressuscitou. (cf. Lc 24,1335). Após três dias Jesus reviveu para os discípulos, que passam a compreender a lógica da cruz como caminho para a glória. Além do mas, o gesto do partir o pão, que é o sinal mais eloqüente de Jesus na última ceia, como sinal do seu amor parti lhado em prol da humanidade. O memorial de Jesus na Palavra e na Eucaristia ensinanos que Ele vive conosco. Ele é o centro da vida e da história humanas. A fé no Cristo ressuscitado nos ajuda a enxergar as realidades e nos comprometem no anúncio de que a vida venceu a morte, a graça é mais forte do que a desgraça e o pecado. O convite é procurar vivenciar esta realidade, olhando para o alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus. (cf. Cl 3,1-4). Cabe a cada um de nós transformarmos nossos objetivos pessoais e sermos mais sinais de vida, nos comportar como pessoas vivas, animadas e

esperançosas.

expediente PÁROCO

COORDENADOR

DIÁCONOS

DIAGRAMAÇÃO

Pe. Gilmar Pereira

ascom

Elsou e Sampaio

Idalécio Rêgo e Sandra Oliveira

Matheus Borges

ABRIL/2012

MATERIA DE CAPA

Páscoa, ressurreição e vida de jesus cristo

PÁSCOA, RESSURREIÇÃO E VIDA

A partir do Domingo da ressurreição do Senhor, a Igreja vivencia o período pascal. A páscoa é a vida nova que brota da ressurreição. Cristo não permaneceu na sepultura, Deus O respaldou com o título de Senhor dos vivos e dos mortos. A morte não tem a sua última palavra, porque a vida pertence a Deus definitivamente. A morte é uma realidade passageira. Jesus ressuscitado é a esperança cristã para o nosso futuro, pois nossa fé não é vã, vazia e ilusória. As escrituras nos apresentam as razões de nossa fé. Temos também dificuldades de acreditar como os apóstolos. Temos mais facilidade em acreditar na morte, como por exemplo, na sociedade atual, com tantos sinais de morte, a dominação, as injustiças, ódio, vingança, divisões econômicas e sociais e muitos outros que imperam pelo consumismo exacerbado, até parecem ser sinais que estão vencendo. Mas, Jesus ressuscitou, o mal e o pecado foram vencidos, (Jô 20,1-9), pois a pedra do túmulo foi retirada, não é um sinal negativo, porém é acontecimento histórico e real que preenche nossos corações. O ressuscitado está presente na caminhada dos homens. A experiência dos discípulos de Emaús nos ajuda a entender que no terceiro dia após a cruz,

3

IMAGENS

REVISÃO FINAL

Sérgio Luiz e Targino Filho

Fernanda oliveira

EDIÇÃO

IMPRESSÃO

Maxwendell Bezerra e Alexsandra lopes

Edu Gráfica e Editora

Tiragem:1000 Exemplares

Av.Maranhão,40 - Conj. Amarante - São Gonçalo do Amarante - Natal/RN |Tel:3615.2884 Site: www.paroquiasaolucas.com | E-mail: pascom@paroquiasaolucas.com

O Tempo Pascal compreende cinquenta dias a partir do domingo da Ressurreição até o domingo de Pentecostes, vividos e celebrados com grande júbilo, como se fosse um só e único dia festivo, como um grande domingo. A Páscoa é o centro do Ano Litúrgico e de toda a vida da Igreja. Celebrá-la é celebrar a obra da redenção humana e da glorificação de Deus que Cristo realizou quando, morrendo, destruiu a morte; e ressuscitando, renovou a nossa vida. Todos nós cristãos devemos, hoje, nos comprometer em nos mantermos fiéis às nossas origens e celebrarmos o sentido original, belo e profundo da nossa maravilhosa festa, que é a celebração da Ressurreição do Senhor. Que nossas boas obras e nossas vozes, em cada canto das nossas cidades, possam levar a alegria do Ressuscitado; sobretudo aos pobres, doentes, distanciados e a todas as pessoas, pois são amadas pelo Pai. Celebrar a Páscoa é renascer com Cristo ressuscitado, é passar da morte para a vida, é vencer o pecado e a morte. É também celebrar a vida com o sabor de um ovo de chocolate e mostrar ao mundo que o cristão precisa ser como o coelho: fecundo em virtudes, amor e santidade. É arrumar uma ceia e acender uma vela para convidar

Jesus reunido com os doze discipulos para celebrar a ultima ceia

os amigos e parentes para se iluminarem com a luz de nossa fé. Uma fé que nasce e renasce constantemente no seio de nossas famílias. É ser criativo e pedir ao Espírito Santo que grave em nossos corações a Graça e o verdadeiro sentido dos símbolos pascais: O Círio Pascal: Representa o Cristo Ressuscitado, que deixou o túmulo, radioso e vitorioso. Na vela pascal ficam gravadas as letras Alfa e Ômega, significando que Deus é o princípio e o fim. Os algarismos do ano também ficam gravados no Círio Pascal. Nas casas cristãs é comum o uso da vela no centro da mesa no almoço de Páscoa. O ovo, aparentemente morto, é o símbolo da Vida que surge repentinamente, destruindo as paredes externas e irrompendo com a vida. Simboliza a Ressurreição. O Cordeiro: Na Páscoa da antiga Aliança, era sacrificado um cordeiro. No Novo Testamento, a vítima pascal é Jesus Cristo, chamado Cordeiro Pascal. O Coelho: Símbolo da rápida e múltipla fecundidade da Igreja, que está espalhada por toda a parte, reproduzindo fiéis:

há um número incalculável de filhos de Deus, frutos da Graça da Ressurreição. O Trigo e a Uva: Simbolizam o pão e o vinho da Santa Missa e, por seu grande significado com a Trindade Santa, traduzem, por excelência, o símbolo Pascal. Para a ornamentação da mesa de Páscoa, nada mais indicado que um centro feito com uvas e trigo, entre cestas de pães e jarras de vinho. O peixe é o mais antigo dos símbolos de Cristo. Se Cristo é o Grande Peixe, somos os peixinhos de Cristo. Isso quer dizer que devemos sempre viver mergulhados na Graça de Cristo e na Vida Divina, trazidas a nós pela água do batismo, momento em que nascemos espiritualmente, como os peixinhos nascem dentro d’água. Irradiemos ao nosso redor a esperança e a certeza da presença de Cristo Ressuscitado. Que se encha nosso olhar de luz, como os das mulheres que viram o sepulcro vazio e o Filho de Deus ressuscitado (Mt 28). Que possamos também nós, numa só fé, exclamar como elas “o Senhor Ressuscitou, aleluia”.

4

EVENTOS NA PARÓQUIA

ABRIL/2012

Terço Luminoso

No dia 31 de março aconteceu pela primeira vez o Terço Luminoso na paróquia de São Lucas, o evento reunião os movimentos mariano e o terço dos homens de todas as capelas da paróquia, com participação da comunidade que ao sair de suas casas e ver algum tão maravilhoso acontecendo, o percurso teve início as 19:30h e saiu da igreja matriz de São Lucas percorrendo todo o anel viário do conjunto Amarante com encerramento na igreja, participação dos homens foi bastante positiva e serviu de exemplo para evangelização, com o isso o movimento tende a ter novos participantes em todas as capelas, para juntos rezarem o terço.

Formação Litúrgica A Pastoral Litúrgica da Matriz de São Lucas realizou no domingo dia 1º de abril uma formação com o Tema: A Missa Parte por Parte. Momento no qual os paroquianos e membros de pastorais, movimentos e serviços das Capelas, puderam compreender melhor o Mistério da Celebração da Santa Missa. E ainda, após tirar suas dúvidas, a Equipe de Liturgia se preparou melhor para vivenciar a Semana Santa (momento de relembrarmos da morte à ressurreição do Senhor). Foi ainda, uma oportunidade de integração das Pastorais a nível paroquial.

padroeiro de sÃo josÉ Com direito a musica ao vivo, leilão, barraca com artigos relligiosos e diversos, os paroquianos da comunidade de Aldeia Velha festejaram São José, seu padroeiro, de 16 a 19 de março. Esposo da Virgem Maria, e pai adotivo de Cristo, ele foi em vida um ótimo pai, esposo, protetor e amigo. São José é um dos santos mais populares da Igreja, tendo sido proclamado "protetor da Igreja Católica Romana"; por seu ofício, "padroeiro dos trabalhadores" e, pela fidelidade a sua esposa, como "padroeiro das famílias", sendo também padroeiro de muitas igrejas e lugares do mundo. Assim como Nossa Senhora, São José também teve papel fundamental na vida de Jesus, o ensinou sua profissão e o educou. Não nos esqueçamos portanto de seus feitos e sigamos seu exemplo.

O LUCANO DE ABRIL  

O LUCANO DE ABRIL

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you