Page 1

Ano2 - Nº 13 - Novembro 2016

Encerramento do Ano da Misericórdia

“Amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a ti mesmo”. (Lc 10, 27)


De corações abertos recebemos a compaixão do Pai “Senhor Bom Jesus, Deus de Bondade, da Alma pecadora tende piedade!” Este ano vivemos sob o olhar da Misericórdia de Deus, como nos diz o Santo Padre o Papa Francisco ao enfatizar o sentido desse Ano Santo: “É um tempo favorável para contemplar a misericórdia divina que ultrapassa qualquer limite humano”. Esse período só será favorável se as pessoas escolherem o que agrada a Deus, como perdoar seus filhos, usar de compaixão para que os outros também possam ser compassivos. No dia 13 de novembro fecharemos as portas do Ano Jubilar em nosso Santuário. Somos convidados a abrir as portas de nossos corações para nos comprometer a viver plenamente a misericórdia todos os dias de nossas vidas, percebendo no rosto de nossos irmãos a face de Cristo.

Aprendemos na escola de Jesus, por meio deste Ano Santo, a formar uma sociedade mais justa e fraterna, na qual as famílias consigam superar os obstáculos e vivam mais unidas pelo amor e pela caridade. Também nos fez ver no Bom Jesus de Iguape o rosto misericordioso do Pai, guiados pelo Espírito Santo que nos conduz a abrirmos, no Santuário, o Jubileu dos 370 anos da imagem do Nosso Amável Bom Jesus. Conclamo os romeiros(as) do Senhor Bom Jesus e o povo iguapense para vivermos profundamente este Jubileu do achado da imagem do Senhor Bom Jesus de Iguape. Peço que organizem suas romarias ao longo do ano ou, para aproximar-nos, podemos levar uma réplica da imagem até a sua paróquia. Nós, de Iguape, podemos nos or-

Novembro: mês de entregas de amor Chegamos ao mês do dízimo, um ato de devolver a Deus e à Igreja o que recebemos dessa comunhão de fé. É sempre bom lembrar que existe uma grande diferença entre Dízimo e Oferta, embora ambos sejam frutos do nosso amor, da nossa gratidão com Deus e de nossa generosidade. Dízimo é devolver a Deus, com fidelidade, uma parte de tudo aquilo que

Ele nos dá, como primícias da nossa renda. Se a nossa renda é o nosso salário, devolveremos nosso Dízimo como primeiro gesto de gratidão a Ele, logo que o recebermos. É o Dízimo que sustenta o plano pastoral e, por isso, tem um destino certo: a Igreja de Jesus Cristo, para a realização de obras materiais e de Deus como observamos em Malaquias

ganizar em pequenas romarias por comunidades e momentos de vigílias, nas quais cada comunidade possa levar uma pequena réplica e visitar todas as famílias do seu bairro. Devemos abraçar com um só coração. O Senhor Bom Jesus providenciará tudo em nossa caminhada. Querido povo de Deus, oremos que o Senhor Bom Jesus nos ilumine e guie neste Ano Jubilar dos 370 anos do achado da imagem. Que Nossa Senhora das Neves, Mãe do Bom Jesus, interceda por nós! “Senhora das Neves, Mãe eterna companheira, desta terra de Iguape és padroeira”! Padre Jaime Marcelo Maria Gato, SVD

3,10: “Pagai integralmente os dízimos à casa do Senhor”. Esta entrega de gratidão abrange a dimensão religiosa, social e missionária. Este plano tem continuidade, não pode sofrer interrupções. Por isso, deve contar com recursos regulares. A Oferta é livre, não tem momento certo e depende da disponibilidade de quem oferece. As ofertas se destinam geralmente para a realização de obras complementares ou para socorrer alguma emergência pessoal ou comunitária, ou ajudar o plano pastoral da Igreja, mas, como acréscimo ao Dízimo. “‘Dizei ao povo de Israel que me faça uma oferta’ diz o Senhor” (Ex 25,2). Sejamos conscientes de nosso dever cristão. Contribuamos com a Casa do Pai e ajudemos a divulgar essa atitude de gratidão a Ele, através de Sua Igreja. Assim, colaboramos para esta missão não cessar, crescendo a todos e tendo a nossa ajuda como grande suporte.


Advento: época de graça e vigília O tempo do Advento é o momento de forte mergulho na liturgia e na mística cristã para toda a Igreja, vivendo na espera e esperança. Devemos estar atentos e vigilantes, preparando-nos alegremente para a vinda do Senhor, como uma noiva que se enfeita e se prepara para a chegada de seu noivo. O Advento começa exatamente quatro domingos antes do Natal e vai até a véspera do nascimento de Jesus. Possui duas características: nas duas primeiras semanas, a nossa expectativa se volta para a segunda vinda definitiva e gloriosa do Bom Jesus, Nosso Salvador, no final dos tempos; as duas últimas semanas, entre os dias 17 e 24 de dezembro, visam a preparação para a celebração do Natal, a primeira vinda de Jesus. Símbolos próprios deste tempo acompanham essa preparação, entre eles, a coroa do Advento, feita de galhos verdes entrelaçados, formando um círculo, no qual são colocadas quatro

grandes velas representando as quatro semanas do Advento. A coroa pode ser colocada ao lado do altar ou em qualquer outro lugar visível. A cada domingo uma vela é acesa até chegar o 4° domingo. A luz nascente indica a proximidade do Natal, quando o Bom Jesus, Luz do Mundo, brilhará para toda a humanidade, representando também nossa fé e alegria pelo Deus que virá. A cor roxa das velas nos convida a purificar nossos corações para acolher o Cristo. A vela de cor rosa nos chama para a alegria, pois o Senhor está próximo. Os detalhes dourados prefiguram a glória do Reino que virá. O Advento é um tempo de piedosa e alegre expectativa. Uma das expressões desta glória é o canto das chamadas “Antífonas do Ó”, as sete antífonas cantadas durante a segunda parte do Advento. Toda essa preparação ritualística nos ajuda a mergulhar no mistério da encarnação e a melhor vivenciar esse momento.

370 anos do encontro da imagem do Senhor Bom Jesus de Iguape Em 2017, celebraremos 370 anos de história de fé e de esperança em Iguape, no Vale do Ribeira e todo o Brasil, com o achado da Imagem do Senhor Bom Jesus, na Praia do Una, em 1647. Desde lá, a nossa Igreja tem esse lugar especial para se encontrar com o Bom Jesus que nos convida a segui-lo no dia a dia da vida assumindo nosso compromisso com Ele, na pessoa dos mais empobrecidos, doentes, marginalizados de nossa sociedade. Organize sua paróquia, fale com o seu pároco e entre em contato conosco para agendar uma visita da imagem à sua cidade e seu povo. Que o Senhor Bom Jesus esteja com todos nós em nossos dias nos alimentando a fé e a esperança de chegarmos todos ao Reino de Deus, reino de amor, de justiça e de paz para todos!

Finados: período de intensa oração

A Igreja Católica tem uma antiga tradição, vinda de séculos atrás, de oferecer a Santa Missa pelos fiéis falecidos. O chamado “memento” é aquele instante em que se reza pelos que já se juntaram ao Pai, de maneira particular ou comunitária, de acordo com o costume de cada lugar. Esta oração pode ocorrer com a Missa de Exéquias, direito garantido pelo Código de Direito Canônico aos fiéis de comprovada vida de fé, a teor do c. 1177, § 1º: “As Exéquias em favor de qualquer fiel falecido devem ser celebradas, geralmente, na própria Igreja paroquial”. A missa pelos mortos é um direito dos fiéis quando do falecimento do terceiro, sétimo ou trigésimo dia, no primeiro ano, aos quais procura ajuda diante de Deus com sufrágios. Assim, para que sejam associados aos cidadãos do Céu, dentro do contexto da celebração da comunhão dos santos. Essa é a esperança cristã que a Igreja oferece aos seus filhos com a ressurreição dos mortos. O Dia de Finados é uma data de profundo silêncio e sentido de recolhimento espiritual, tendo presente os méritos da paixão, morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, que anima a nossa caminhada rumo à Jerusalém Celeste.


WebTV Senhor Bom Jesus de Iguape Transmissão de missas ao vivo, todos os domingos, às 10h; Missas do dia 6 de cada mês, às 19h e de segunda a sábado, o Angelus, a partir das 17h45. Para assistir, acesse nosso site www. senhorbomjesusdeiguape.com.br

Expediente

Informativo Santuário Senhor Bom Jesus de Iguape

Horários de missas no Santuário Terça-feira: 19h Quinta-feira: 19h Sexta-feira: 7h Sábado: 7h e 19h Domingo: 7h; 10h e 19h Todo dia 6: 19h

Agenda Anual 02/11 – Finados - Missa às 19h 13/11 – Encerramento do Ano da Misericórdia e Abertura do Ano Jubilar dos 370 anos da Imagem do Bom Jesus Dezembro – Festas de Natal

Distribuição gratuita e dirigida Bispo Diocesano de Registro (SP): Dom José Luiz Bertanha Reitor: Pe. Omir Cícero Antônio de Oliveira-svd Pároco: Pe. Jaime Marcelo Maria Gato-svd Diagramação: Daniel Ramos (Amex) Jornalista: Eliane Franco MTB 22842 (Amex) Fotos: Pe. Omir Oliveira Capa: Reprodução Tiragem: 3.000 unidades / Impressão: Gráfica São José Telefone: (13) 3841-4910 / 3841-2216 E-mail: contato@senhorbomjesusdeiguape.com.br Site: www.senhorbomjesusdeiguape.com.br Assessoria de Marketing Executivo: (Amex) - (12) 3133-2890

Novembro/2016  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you