Page 1

Informativo Unidos com Maria | Ano V | nº 49 | Novembro 2015

Programação do mês

>> Missa com Novena: todos os Domingos às 16h e todo dia 27 do mês às 19 h. >>Missa ou Culto: Toda e segunda ou terça-feira, às 19h. >> Novena: toda quarta-feira e todo dia 27, às 7h. >> Reza do Santo Terço no Caminho João Paulo II: Todo dia 27 do mês, 7h30, 15h, 19h e 20h (com velas). >> Adoração ao Santíssimo Sacramento: Quintas-feiras, às 17h. >> Confissões e Direção Espiritual: Todo dia 27 e toda segunda-feira, das 9h às 11h30 e das 14h às 18h. >> Projeto “Cenáculo” – Visita ao Santuário: Dia 29 de novembro – Ressaca e Campo do Cerrado >> Almoço Comunitário: 15 de novembro >> Festa de Nossa Senhora das Brotas: 27 de dezembro

Oração Nossa Senhora das Brotas, olha com bondade para nossas famílias e ajudanos a viver o evangelho do teu filho, Jesus. Ilumina o caminho das crianças e dos jovens: que suas energias e fé sejam canalizadas para a construção de um mundo melhor! Participa, querida Mãe, da luta constante dos trabalhadores: que seus esforços sejam recompensados com salários justos e digna condição de vida. Conforta os doentes e as pessoas idosas. Alivia seus sofrimentos, e que nós possamos ajudálos a vencer a solidão. Dá esperança aos aflitos e atribulados. Abranda os poderosos: que eles aprendam o grande valor da bondade humana. Ó Senhora das Brotas, vem favorecer nosso profundo anseio de que toda pessoa seja tratada com dignidade e Deus seja glorificado para sempre. E que um dia nos encontremos no Céu com todos os que amamos na terra. Amém! Adaptação da oração de Pe. Luiz Miguel Duarte (www.paulinos.org.br).

Primeiras Palavras

“O que Deus pede a nós?” Esta pergunta do Papa Francisco, escrita por Dom Leonardo U. Steiner, na apresentação das Diretrizes Gerais da ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, é dirigida também aos devotos de Nossa Senhora das Brotas. Lendo as diretrizes e os documentos atuais, podemos dizer que Deus está nos pedindo algumas atitudes muito concretas: 1. Alegria. É o momento da Evangelii Gaudium (Alegria do Evangelho) do Papa Francisco. Esta alegria é fruto do encontro com o Senhor e da beleza do seu anúncio no meio do mundo. Será que não somos tristes demais? A alegria nos faz entusiasmados servidores. Que seja a alegria a nossa marca mais característica! 2. Saída. O Papa nos fala de uma Igreja “em saída”. O seguimento de Jesus nos convida à coragem e à ousadia do deixar o nosso mundo e as nossas coisas para encontrar o outro, a fim de convidá-lo para viver uma experiência profunda do amor que o caminho com Jesus nos possibilita. Será que não somos muito acomodados? É tempo de ouvir Jesus falar: “Ide... anunciar!” 3. Alteridade. Se refere ao outro, ao próximo, àquele que, em Jesus Cristo, é meu irmão ou minha irmã. Este “outro” é diferente e, por isso, sou chamado a respeitá-lo, a ir ao seu encontro, a conversar e partilhar a vida com ele. Não somos muito apegados ao nosso “eu”? Não

somos muito egoístas? O desafio é sair de nós mesmos para amar o outro. Isso é alteridade. 4. Gratuidade. Pe. Evandro Luis Quer dizer a doação, Braun, Reitor entrega de si, como fez Jesus. Gratuidade significa amar a ponto de fazer o bem sem esperar nada em troca. Será que não somos muito preocupados em receber recompensas? No serviço cristão o amor é total e não espera retribuição. 5. Misericórdia. É a atitude própria de um coração bondoso. É a atitude daquele que ama sempre, apesar de toda a limitação e pecado. É a certeza de que o amor é mais forte do que tudo. Será que não somos muito medíocres, acusadores, pouco misericordiosos? Talvez Deus esteja nos pedindo um tipo de agir mais parecido com o d’Ele. Nossa Senhora das Brotas nos ajuda, com seu exemplo e intercessão, a viver a alegria, a missionariedade, a alteridade, a gratuidade e a misericórdia. Ela está presente e acompanha nossos passos. Visitando o Santuário, ou acompanhando suas atividades através deste meio e de tantos outros, sintamos no coração o convite para sermos mais de Deus, mais próximos de quem precisa e menos interessados em nós mesmos e nossas coisas. Que todo amor próprio seja somente para ser mais inteiro para os irmãos!


02

| Informativo Unidos com Maria | Ano V | nº 49 | Novembro 2015

Eu canto louvando a Maria, minha mãe. A ela o eterno “obrigado” eu direi. Foi ela quem me ensinou a viver, foi ela quem me ensinou a sofrer... São muitas as canções, já tradicionais na vida da Igreja, que se referem a Maria. Algumas delas, nem sabemos quando nem onde foram compostas, mas por as escutarmos da boca do povo fiel, temos a plena certeza de que suas letras e melodias nasceram de um coração devoPe. Hélio Guimarães, to e em plena sintonia com o Senhor. Vigário Paroquial Ouvimos, então, em cada uma dessas canções, iluminadas pelo Divino Espírito Santo, a voz do próprio Deus, cantando a santidade daquela sobre quem a sua infinita misericórdia pousou o olhar. Compreendemos, na docilidade de cada melodia, as suaves palavras de seu Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, numa conversa agradável sobre sua mãe, de quem só se sabe falar bem. Como, então, não bendizer a Maria? Como então, não cantar o seu nome? Quando o fazemos, estamos dando continuidade à mesma canção entoada, não só pela Trin-

dade Santa, mas também pelos apóstolos, pelas primeiras comunidades cristãs, pelos santos e santas de todos os tempos e pelo povo devoto e fiel. Está na essência da Igreja, está na raiz de nossa fé... E eis o grande motivo porque tantas pessoas, por vezes, podem até abandonar a fé católica, podem até deixar de praticar a doutrina, mas lá no fundo de seu coração, permanece sempre um amor devotado a Maria. E isso porque ela sempre nos conduz a Deus. Cantando a santidade de Maria, nós louvamos o Criador, que fez nela grandes coisas; bendizemos ao seu filho Jesus Cristo, de quem, antes de ser mãe, ela já foi a primeira discípula; e reconhecemos a ação do Espírito Santo, que a cobriu com sua sombra e a fez cheia de graça. Que neste mês de novembro, em que celebramos duas datas importantes para nossa vida de fé – o dia de todos os santos e o dia de finados – saibamos, não só cantar a Maria, mas também seguir os seus passos de santidade, fazendo de nossa vida uma bela canção ao Senhor, na certeza de um dia nos encontrarmos no Céu e entoar para sempre, com ela, o Magnificat das maravilhas de Deus em nossa história.

Experiências de Fé “Estava grávida há dois meses e, ao sair de casa para as aulas do curso de Pós-graduação, começou a hemorragia e, com a ajuda de um vizinho, fui levada ao hospital. Fui atendida rapidamente. O médico e os enfermeiros me falaram que tudo indicava aborto espontâneo. Estava profundamente triste porque desejava ser mãe. Pensava em “como vou falar isso ao meu esposo?” Ele também esperava muito o filho. Fiz o ultrassom e o médico disse-me que não se via nada e que, provavelmente, havia acontecido mesmo o aborto. Continuamente pedia a Nossa Senhora das Brotas que me ajudasse. Num momento em que fiquei sozinha, senti a presença de Nossa Senhora das Brotas e disse a ela que queria muito minha criança. Meu esposo ligou para nossa médica em Ponta Grossa e, no dia seguinte, fomos atendidos. A médica afirmou, pelas declarações que havida dado, que tratava-se de aborto. Seria um milagre o contrário, pois ainda continuava a hemorragia. Em todo caso, ela indicou um exame mais específico em que foi constatado que não havia perdido o bebê e que ele estava bem. Havia acontecido apenas um descolamento de placenta, o que provocou a hemorragia. A gravidez exigiu muitos cuidados e minha filha nasceu no dia 17 de fevereiro. A data prevista era 10 de março. Nasceu muito pequena e, nos primeiros dias, não queria mamar e as enfermeiras diziam que deveria fazer de tudo para que ela se alimentasse, pois era muito pequena e poderia perder peso. Minha filha também não chorava e não abria os olhos. Era diferente das outras crianças que estavam lá. Profundamente angustiada, e também confiante em Nossa Senhora das Brotas, caminhando pelos corredores do hospital com minha filha nos braços, a entreguei a Nossa Senhora e pedi que ajudasse minha filha a reagir. Imediatamente abriu os olhinhos e começou a mamar. Hoje minha filha Bárbara tem 7 meses e está em perfeita saúde. Não participávamos das missas e atividades da comunidade, hoje não perdemos mais as celebrações nos finais de semana. É um jeito de retribuir pelo tanto que fomos agraciados por Deus.” Daniele de Fátima Polopes e Alex Pereira Bueno Envie-nos seu testemunho, pergunta ou sugestão! Escreva para: Unidos com Maria - Informativo Mensal do Santuário de Nossa Senhora das Brotas, Rua Alfredo Ribeiro de Souza, 75, Centro, Piraí do Sul, Paraná, CEP: 84.240-000. Envie e-mail para: marketing@santuariodasbrotas.com.br. Site: www. santuariodasbrotas.com.br. Fanpage: www.facebook.com.br/santuariodasbrotas. Tiragem: 1.000 exemplares. Arte e diagramação: Felipe Martins de Oliveira. Fotos desta edição: Toninho Anhaia, Vânia B. Reis, Luiz C. Pithan, Marcos C. Dolato, Pe. Evandro Luis Braun, Altair Bueno.


Informativo Unidos com Maria | Ano V | nº 49 | Novembro 2015 |

03

Encontro dos Reitores de Santuários do Paraná

Nos dias 26 a 28 de outubro, em Maringá, aconteceu o Encontro Regional dos Reitores de Santuários do Paraná. Entre os assessores encontramos lideranças da CNBB e da Paraná Turismo, SENAC, SESC e o Reitor do Santuário Nacional de Aparecida, Pe João Batista de Almeida. Os temas tratados foram Missionariedade

e Misericórdia nos Santuários, Turismo Religioso e Recepção Turística, Organização Administrativa e Jurídica dos Santuários. Os temas apresentados foram de grande enriquecimento, o que contou muito também foi a troca de experiências e a indicação de pistas concretas para a vivência do Ano da

Misericórdia nos Santuários. Também se verificou a necessidade de planejamento e organização de toda a atividade, já tão bem desenvolvida, nos centros de visitação popular. Participaram, do Santuário de Nossa Senhora das Brotas: o Reitor Pe. Evandro, Diác. Paulo Henrique, Josiane e Valdirene.

Nossa Senhora das Barracas De Portugal a Piraí do Sul

A história nos ajuda a compreender que a devoção a Nossa Senhora das Barracas, em Portugal, esteve bem presente pelo menos em dois lugares: Azevedo, mais ao norte daquele país, onde ainda hoje se encontra uma capela a ela dedicada, e Lisboa, onde encontramos, na Igreja de São Bartolomeu, a imagem que provavelmente deu origem à efigie venerada em Piraí do Sul. Não se pode dizer com certeza onde a devoção teve início, mas sabemos que, de alguma forma, Maria, através da devoção a Nossa Senhora das Barracas, acompanhou e continua a acompanhar a vida de muitas pes-

soas. Se hoje, em Portugal, a devoção a Nossa Senhora com este título é pequena, nós a acolhemos em Piraí do Sul, embora aqui ela seja chamada de Nossa Senhora das Brotas. Maria é a mulher Missionária, que vai

levando seu filho Jesus a tantos lugares. Um dia ela foi à casa de Izabel, depois chegou em Portugal e, mais tarde, veio a Piraí do Sul, ainda nos inícios da sua história. Quanto amor desta que foi e é a mãe companheira de todos!


04

| Informativo Unidos com Maria | Ano V | nº 49 | Novembro 2015

Aconteceu no Santuário...

No dia 12 de Outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, aconteceu no santuário a Festa do Motorista, com a tradicional bênção de veículos, santa missa, almoço e confraternização, com atividades o dia todo.

Devido ao tempo chuvoso do dia 12, a Corrida Maluca - série de competições realizadas durante a Festa do Motorista - foi transferida para a tarde de domingo do dia 18, levando muitas pessoas ao Bosque das Brotas.

Dia 27, terça feira, houve mais um dia de oração no santuário. Todos os dias 27 do mês há diversos momentos de oração durante o dia. Nas fotos acima, a Missa da Família com Maria e o Terço Luminoso com Velas.

De 29/10 a 02/11 o santuário recebeu o I Acampamento Sênior "Eu fui tocado pela Misericórdia!".

Santuário em obras

No dia 18 o santuário acolheu uma romaria da Legião de Maria, de Telêmaco Borba, PR. Passaram o dia no Santuário, onde participaram de uma visita guiada, almoço, missa e outras atividades. Agende sua romaria pelo fone (42) 3237-4474.

Todas as quintas-feiras do mês há adoração ao Santíssimo Sacramento, às 17 horas, no Santuário de Nossa Senhora das Brotas. Participe você também deste momento de contemplação, agradecimento e entrega.

No mês de outubro foi dado ínício à pintura externa do telhado da Igreja, no bosque central. Também foi dado início à reforma e pintura do piso interno. Todas as obras são possíveis graças à doação de ínumeros devotos. Graças à sua doação. Que N. Sra. das Brotas cubra de bênçãos a você e toda sua família!

Profile for Santuário de Nossa Senhora das Brotas

Informativo Unidos com Maria n. 49 - Novembro 2015  

Informativo Unidos com Maria n. 49 - Novembro 2015  

Advertisement