Page 4

4 DATA

A Tradição e o simbolismo da representação do nascimento de Jesus Cristo através do presépio Com a chegada do Natal, as ruas, casas, comércios já foram contagiados pelo clima natalino. São pisca-piscas, luzes, enfeites que contribuem para que o Natal invada o coração de todos. Entre os símbolos natalinos, um dos que mais emocionam, é a representação do presépio. O presépio é uma das principais referências cristã que remete ao nascimento de Jesus Cristo em uma gruta da cidade de Belém na Galiléia. Nas representações, o menino Jesus é sempre acompanhado se seus pais, Maria e José. Segundo a Bíblia, após muito procurar um lugar para se instalarem, o casal, que estavam em viagem devido ao recenseamento de toda a Galiléia, tiveram de pernoitar em uma gruta, onde Jesus nasceu em uma manjedoura destina a animais. A presença do menino Jesus naquele estábulo, ao lado de seus pais, mostra a grandeza e a onipotência de Deus representada na fragilidade de uma criança. A representação do nascimento de Cristo da forma que vemos hoje foi criada por São Francisco de Assis em 1223 que, em companhia de Frei Leão e com a ajuda do senhor Giovanni Vellina, montou em uma gruta da floresta na região de Greccio, Itália, a encenação do nascimento de Jesus. Na época já havia 16 anos

COMEMORAÇÃO

Parabéns Caieiras pelos seus 57 anos de emancipação! “Aqui, todas as denominações cristãs convivem respeitosamente e em harmonia, e isso também é digno de parabéns”

que a Igreja tinha proibido a realização de dramas litúrgicos nas Igrejas, mas São Francisco pediu a dispensa da proibição, pois tinha o desejo de que o povo daquela região mantivesse viva a natividade e o amor a Jesus Cristo. Todos foram convidados para a missa e ao chegarem à gruta encontraram a cena do nascimento vivenciada por pastores e animais.São Francisco morreu dois após, mas os Frades Franciscanos continuaram a representação do presépio utilizando

imagens. Além das figuras de Jesus, Maria e José, os presépios também contam com imagens de pastores, animais de pasto, do Anjo Gabriel, além dos Três Reis Magos, que seguiram, segundo a Bíblia, uma estrela cadente à qual os guiou até o Menino Jesus. Em nossa Paróquia, a tradição do presépio se faz presente. A montagem do mesmo fica a cargo do Sr. Sebastião Francisco dos Santos, que já há muito tempo cuida da manutenção e da montagem do presépio.

No último dia 14 de Dezembro, nossa cidade, Caieiras completa 57 anos de Emancipação politica. A data é muito importante para todos nós, pois comemoramos não só o aniversário da cidade, mas também um contínuo desenvolvimento que percebemos ao andar pelas ruas de Caieiras. O aniversário de uma cidade é muito mais do que um marco na vida de cada cidadão, é sim, uma página que viramos para conquistar novos sonhos, novas realizações e continuar reescrevendo a história; ani-

versários são anos que refletem a permanência de algo que dura. Por isso com orgulho devemos comemorar o aniversário do nosso município e, sinceramente, quem também merece ser parabenizado é o povo caieirense. Caieiras, que em seu ponto mais alto, no Bairro do Serpa, construiu uma imagem de Jesus Cristo de braços abertos, o qual pode ser visto praticamente de todos os cantos. A imagem, que se assemelha ao Cristo Redentor do Rio de Janeiro, é uma mostra de que a cidade é guiada por Deus e re-

cebe todos de braços abertos. Aqui, todas as denominações cristãs convivem respeitosamente e em harmonia, e isso também é digno de parabéns. O Jornal A Paróquia e a Pastoral da Comunicação parabeniza cada munícipe que trabalha por uma sociedade com menos desigualdade, pois sabemos que se semearmos boas ações iremos colher conquistas e só assim estaremos preparando nossos jovens e nossas crianças para esse processo continuo de transformação de nossa cidade Parabéns Caieiras!

Santa Rita de Cássia 100/2015  
Santa Rita de Cássia 100/2015  
Advertisement