Issuu on Google+

Pesca letras

O Jogo “Pesca Letras” pertence a um site do Brasil e apresenta-se como uma forma “divertida de fixar a escrita e de reforçar a ortografia”, embora o público-alvo não nos seja indicado. No respeita às potencialidades educativas do jogo no sentido de facilitar a aprendizagem da leitura, como a construção do jogo não permite uma utilização intuitiva, a criança vai precisar que um adulto lhe explique qual o objetivo do jogo. Outro aspeto prende-se ao vocabulário utilizado que não se adequada ao vocabulário que a criança conhece. Por exemplo, à imagem de um pneu a criança pode associar a palavra roda, ao à imagem de uma canoa esta pode associar a palavra barco, dificultando assim a conclusão do jogo. Este jogo não permite a resolução de problemas nem estimula o raciocínio a criatividade da criança. Embora a interface do jogo seja apelativo, pois apresenta cores vivas, imagens, movimento e som, nada disto contribui para a aprendizagem nem para a criação de um ambiente desafiador e lúdico no jogo. Por fim, o reforço positivo é apenas concedido no final quando a criança consegue completar uma palavra e não sempre que acerta numa letra. Pelo contrário, o reforço negativo é atribuído sempre que a criança erra uma, letra aparecendo uma cruz vermelha em cima da letra selecionada acompanhada de uma buzina que associamos a uma reprovação. Deste modo o tipo de reforço atribuído não é adequado a um jogo educativo na medida em que não estimula a criança a continuar. A meu ver este não é um jogo educativo na medida em que não promove a aprendizagem lúdica da criança, não concede um reforço adequado, não permite a resolução de problemas nem apresenta uma utilização intuitiva do software. Sandra Cordeiro


Pesca Letras