Page 1

Ano 1. Ed. 02. Jun/jul/ago/set 2010

TEATRO Boa Vista

A casa de espetáculos abre as portas para o grande público e entra no circuito teatral da cidade Destaques educando:

Pág. 04

Dom Bosco

Gincana da família culmina na missa em homenagem ao patrono do Salesiano.

pastoral: Pág. 08

Sempre Juntos, Sempre Salesiano

Festa do Ex-Aluno reúne gerações numa grande confraternização.

profissão:

Pág. 10

Qual será sua Profissão?

Redação: Os Jovens e uma escolha Correta - Profissão: Contador.

esportes:

Pág. 18

Nordestão

Nesta edição, confira todas as classificações dos alunos salesianos.

Revista Mundo Salé 01


Registros dos eventos da Família Salesiana.

Sumário Sessão

Pe. João Carlos

BIBLIOTECA Aconteceu na Biblioteca do Colégio o lançamento da primeira edição da Revista Mundo Salé.

Diretor Geral

Surpresa para todos os alunos que viram suas fotos publicadas na revista.

LEITURA INFANTIL O Salesiano tem várias formas de trabalhar a leitura na idade infantil.

EXPOVERDE As crianças deram um show na apresentação de seus trabalhos. E também mostraram consciência ambiental.

Jogar capoeira também fez parte do Folclore.

EX-ALUNOS Para relembrar os velhos tempos, ex-alunos bateram uma pelada.

02 Revista Mundo Salé

Flash ......................................................... 02 Registros dos eventos da Família Salesiana.

Educando .................................................. 04 Conheça alguns projetos desenvolvidos pelos professores da RSE.

Ex-salé ....................................................... 07

1ª EDIÇÃO MUNDO SALÉ

ESPAÇO CIÊNCIA

Pág.

O sonho que deu certo

A época escolar passa, mas todos os alunos salesianos continuam sendo sempre da família salesiana.

A família salesiana começou com Dom Bosco. Ele, menino pobre do norte da Itália, enfrentando toda sorte de dificuldades para estudar, sonhou em ser padre para ajudar os meninos a crescerem sadios e viverem mais perto de Deus. E foi partilhando o seu sonho com outros educadores que surgiu a família salesiana, um grupo comprometido com a educação e a evangelização dos jovens.

Pastoral ..................................................... 08

Sua primeira casa de educação, modelo para todas as outras, foi a de Valdocco, que todos chamavam “Oratório”. No Oratório de Valdocco (periferia de Turim, na Itália), floresceu uma comunidade educativa muito dinâmica. Nela, meninos, educadores, pais e colaboradores sentiam-se em casa, formando uma grande família animada por Dom Bosco.

Super acontece .......................................... 12

A educação no Oratório era mais do que se podia esperar de uma escola da época. A Obra era, antes de mais nada, uma casa, lugar de muita amizade e convivência, em clima de festa. Nesta grande família, os educandos frequentavam salas de aula, oficinas, teatro, igreja, refeitório, banda musical. Praticavam muito esporte e recreação coletiva. O clima era intensamente religioso, com oração diária, missas e as festas religiosas. Não faltavam passeios, nem mesmo campanhas de apoio a pessoas em situações difíceis. No Oratório, se aprendia a enfrentar a vida com entusiasmo, responsabilidade e espírito de iniciativa. Havia formação de grupos, as famosas “companhias” lideradas pelos jovens. Dom Bosco e os educadores de Valdocco (padres, seminaristas, professores leigos, equipe de mães, colaboradores) conheciam o segredo da educação salesiana. Dom Bosco resumia sua pedagogia em três pontos: diálogo e participação dos jovens (razão), amor a Deus e integração na vida da Igreja (religião), amizade verdadeira entre educandos e educadores (amorevolezza). O Oratório de Valdocco espalhou-se pelo mundo. Implantou-se aqui no Recife, no final do século XIX, no Casarão do Mondego, com o nome de Salesiano Sagrado Coração. Para aqui ser transplantada também a semente do Oratório de Valdocco. O sonho que deu certo.

Momento para parar e pensar um pouco nos ensinamentos religiosos.

Pintando o S .............................................. 09 Fique por dentro de propostas e dinâmicas que o Salesiano desenvolve para a educação infantil.

Profissão .................................................... 10 Conheça uma profissão e escolha sua carreira.

Médio ........................................................ 11 Todo momento é um momento de grandes escolhas para os jovens que estão no ensino médio. Em fase de descobertas, agora a “atitude” é uma palavra constante no vocabulário dos estudantes do Ensino Fundamental.

Especial ..................................................... 14 Matéria de capa - Teatro Boa Vista

Geral ......................................................... 16 Divirta-se com as dicas dos livros, sites, blogs e portais interessantes para os jovens em geral.

Esporte ...................................................... 18 Fatos, curiosidades e conquistas. Tudo que acontece nos esportes do Salesiano.

Flash ......................................................... 15 Registros dos eventos da Família Salesiana.

Expediente Tiragem: 2.000 Periodicidade: Quadrimestral Impressão: Fac Form Impressos Ltda Projeto Gráfico, Redação e Diagramação: CQueiroz Comunicação - (81) 3429.5846 Colégio Salesiano Recife Direção Geral: Pe. João Carlos Ribeiro Vice-Diretor e Diretor da Pastoral: Pe. Francisco Demontier de Araújo Távora Diretor Financeiro: Pe. Valdemar Pereira dos Santos Diretor Administrativo: Ir. Nivaldo Buarque de Moraes Serviço de Orientação Pedagógica (SOP) Supervisora Geral: Profa. Zélia Pires Supervisora Pedagógica (Ensino Fund. II): Profª. Rita Batista Coordenação de Setor: 3º ano do Ensino Médio: Profª. Marisa Andrade Ensino Médio (1ºs e 2ºs anos): Prof. Cícero Santos Ensino Fundamental II (8ºs e 9ºs anos): Profº. Fernando Almeida Ensino Fundamental II (7ºs e 8ºs anos): Profª. Edna Garagnani Ensino Fundamental I: Profª. Elizabete Gonçalves Educação Infantil: Profª. Carla Calazans Departamento de Educação Física e Esportes Coordenador: Profº: Bruno Moreira Serviço de Orientação Educacional e de Psicologia (SOE) Orientadores educacionais: Ensino Médio: Profa. Jovina Araújo, Profª Maria Cléa Guimarães e Profa. Roselis Alves da Silva Ensino Fundamental II: Psic. Sandra Cristina N. Pereira e Psic. Maria Vitória Quintas Ensino Fundamental I: Psic. Isabel Pena Educação Infantil: Psic. Renata Cristina César de Melo Santos Serviço de Orientação Religiosa (SOR) Coordenadora: Cícera Maria da Silva Feliciano Bibliotecária: Rosineide Mesquita Serviço Médico: Dr. Ereiudo Freire

Revista Mundo Salé 03


Conheça alguns projetos desenvolvidos pelos professores da RSE.

Dom Bosco Colégio Salesiano prestou homenagem ao homem que deu início à família Salesiana. No dia 28 de agosto, o Colégio Salesiano Sagrado Coração reuniu pais, alunos, ex-alunos e toda família salesiana para homenagear o patrono e fundador da Congregação Salesiana, Dom Bosco. O dia foi de festa e celebração. O Pe. João Carlos, em comunhão com outros padres salesianos, celebrou uma calorosa missa, realizada na Quadra Dom Bosco do colégio (que tem o mesmo nome do patrono) e contou com uma procissão organizada pelos alunos do 9º ano. Junto com a festa, foram realizadas as últimas provas e a maratona dos pais da Gincana da Família.

Celebrando a Família Durante o mês de agosto, aconteceu a Gincana da família, que teve como objetivo a aproximação das famílias com o Colégio, a ampliação do conhecimento da pedagogia salesiana e a promoção da integração dos estudantes. Essa dinâmica envolveu todos os alunos e familiares, da segunda semana de agosto até o dia 28 do mês, em tarefas pedagógicas diferenciadas que geravam pontuações. Entre as provas estavam: arrecadação de alimentos não perecíveis para as vítimas das enchentes de Pernambuco; doação de livros para bibliotecas de crianças carentes; e um questionário sobre Dom Bosco que deveria ser respondido pelos pais. Ao final, as equipes campeãs foram contempladas com troféus e medalhas, para cada categoria. 04 04 Revista Mundo Salé

RSE,

uma rede plugada em você

Rede, teia, conectividade. O mundo pósmoderno respira novos ares a cada dia. Informação, informação, informação. Onde fica a escola neste contexto? Qual o papel social da educação neste mundo plural onde as possibilidades tendem ao infinito e onde há uma tendência da informação de hoje tornar-se obsoleta amanhã?

Por Rita Batista, Supervisora Pedagógica – Fundamental II

“Neste berço de alta com-

complexo e constantemente agitado e, ao mesmo tempo, a bússola que permita navegar através dele”.

plexidade, emerge a Rede

Muito mais que a produção de livros didáticos, a RSE contempla um projeto didático-pedagógico inovador e arrojado ideia sonhadora de que é que se encontra em consonância com possível formar um cidadão a Lei de Diretrizes e Bases da Educação no novo milênio capaz de Com o advento da tecnologia, em espeNacional- LDBEN, com as Diretrizes cial com a socialização da informática e Curriculares Nacionais, bem como com “filtrar” informações”. dos meios de comunicação, observou-se os Parâmetros Curriculares Nacionais – que a modelagem adotada para educação PCNs. É a maior rede de escolas católinas escolas estava se tornando ultrapassacas do país, contemplando mais de 110 escolas em todo da para formar o cidadão deste novo mundo. A escola não o território nacional, 4 mil educadores e cerca de 90 mil era mais o local onde se veiculava a informação. Informar alunos. apenas não era suficiente para as novas gerações, uma vez Assentada no binômio tradição-inovação, a RSE traz conque qualquer informação estaria a um clique do mouse. sigo a experiência de mais de um século dos salesianos e Pensou-se outro tipo de aprendizagem e, desta forma, a salesianas que acompanham as mudanças de cada época Unesco estabeleceu os pilares da educação para o século e as vê como oportunidade para criação de propostas inoXXI: aprender a aprender, aprender a ser, aprender a fazer vadoras que respondam aos desafios e anseios de cada e aprender a conviver. tempo, que se moderniza a cada instante sem perder o Num salto gigante, a Rede Salesiana de Escolas abraça os foco de sua proposta educativo-pedagógica enraizada na pilares defendidos pela Unesco e amplia-os para promointencionalidade e desejo de Dom Bosco de “formar o ver e oportunizar aos nossos destinatários a relação com bom cristão e o honesto cidadão”. a transcendência, incluindo em sua proposta o aprender a crer.

Salesiana de Escolas de uma

Neste berço de alta complexidade, emerge a Rede Salesiana de Escolas de uma ideia sonhadora de que é possível formar um cidadão no novo milênio capaz de “filtrar” informações, de reaprender a cada instante e de ter habilidade para protagonizar sua vida de forma consciente em função da coletividade através de uma rede de conhecimentos de naturezas científica, social e ética. Assim, comunga com Jaques Delors que afirma que “à educação cabe fornecer, de algum modo, os mapas de um mundo

Referências DELORS, J. Educação: um tesouro a descobrir. 2ed. São Paulo: Cortez. Brasília, DF: MEC/UNESCO, 2003. RSE. Documentos da RSE – 01: Projeto Pedagógico. Marco Referencial. Brasília: CIB/CISBRASIL, 2005. SMOLE, Kátia Cristina Stocco. Língua Portuguesa: Livro do Professor. Brasília: CIB/CISBRASIL, 2009. Revista Mundo Salé 05


A época escolar passa, mas todos os alunos salesianos continuam sendo sempre da família salesiana.

educando

Você está preparado? Meio Ambiente em Alta na

Festa dos Ex-Alunos Um resgate das memórias salesianas no Recife

Gincana Pedagógica Salesiana, uma maneira de ativar o espírito competitivo em prol do desenvolvimento da solidariedade.

EXPOVERDE Com o objetivo de conscientizar a comunidade escolar para o desenvolvimento de posturas ambientalistas de preservação e conservação da natureza, o Colégio Salesiano realizou, no dia 04 de junho, na Quadra Dom Bosco, a Expoverde, em comemoração ao Ano Internacional da Biodiversidade. O evento contou com a participação do Ensino Infantil, Fundamentais I e II e Ensino Médio. Sensibilizados pelo apelo silencioso de nosso planeta, a equipe de professores e coordenadores do Salesiano achou oportuno envolver os alunos da casa em uma proposta colaborativa de pesquisa, estudo, ação e conscientização através de um projeto de exploração da biodiversidade do Brasil, em especial do Reino Plantae e das relações com os demais seres vivos.

Durante todo o ano, vem acontecendo no Colégio Salesiano do Recife, a Gincana Salesiana. Esta é uma competição realizada com os 8ºs e 9ºs anos, que visa dinamizar as atividades pedagógicas com a participação efetiva dos estudantes, de uma forma descontraída e colaborativa, além de desenvolver o espírito solidário. Idealizada pela professora de História, Karina Santiago, a Gincana propõe diversas atividades às turmas com a participação em massa dos alunos visando perfazer uma pontuação máxima ao longo do ano. Em meio às tarefas competitivas, há provas pedagógicas, esportivas, desafios e campanhas solidárias. Nesse jogo, as turmas de uma mesma série competem entre si. Também há o engajamento de todos os professores do setor, que propõem empreitadas para a pontuação do grupo. O dia a dia da Gincana Salesiana é registrada por um perfil de usuário do site de relacionamento Orkut chamado GINCANA SALESIANA. Lá, é possível acessar as fotos, acompanhar os comentários e depoimentos que são mediados pela professora Karina.

Domingo 22 de agosto, o Colégio Salesiano do Recife e a Associação de Ex-alunos e Ex-alunas de Dom Bosco celebraram a festa dos ex-alunos, com o tema “Sempre juntos, sempre Salesianos”, que contou com a presença dos ex-alunos de várias gerações, salesianos, coordenadores, supervisoras e professores. A manhã de eventos iniciou com a exposição “Naquela Época”, recordando imagens e momentos marcantes dos alunos salesianos, que já somam 116 anos na história da Cidade do Recife. Logo em seguida, foi realizada a Santa Missa pelo Pe. João Carlos, com a participação de outros

salesianos, tais como: Pe. Humberto, Pe. Valdemar, Pe. José Rolin, Pe. Benevides, Pe. Brenno, Pe. José Sianko e Pe. Antenor, a Santa Missa. Após o louvor, aconteceram diversas atividades esportivas, seguidas de churrasco e show musical com o Quarteto Band Show. O evento teve como objetivo a promoção do resgate da história do Sagrado Coração no Recife e festejar os laços afetivos com toda família salesiana.

Láurea de medicina para ex-aluna

São propostas de atividades: • Melhor resultado nas diversas olimpíadas; • Maior participação nas olimpíadas e concursos promovidos pela escola; • Melhor resultado pedagógico trimestral em cada disciplina; • Jogos internos – resultados; • Campanha para o Abrigo de Idosos Pe. Venâncio; • Campanha para a Escola da Colônia e Oratório Dom Bosco; • Desafios coletivos: dia das cores (vermelho, branco, preto, verde), dia da gravata listrada, dia do ridículo, dia do boné etc.

06 Revista Mundo Mundo Salé Salé 06 Revista

Priscila Regina Candido Espinola é o nome da ex-aluna salesiana que recebeu láurea de medicina no primeiro semestre de 2010, concluindo o curso com média global 9,23. Priscila entrou no colégio Salesiano em 1992, para cursar a antiga 1ª Série (atual 2º ano) e concluiu os estudos em 2002, entrando na Universidade Federal de Pernambuco - UFPE em 2004. Na época de escola, a médica destaca que foi atleta de basquete, sob a supervisão do professor Agenor. Conta também que foi laureada no Colégio. Priscila Espinola Revista Mundo Salé 07


Momento para parar e pensar um pouco nos ensinamentos religiosos.

Congresso de Educação Católica

O evento promovido pela ANEC contou com a presença de autoridades e profissionais do ensino superior e religiosos da educação católica do País. O Colégio Salesiano do Recife marcou presença no 1º Congresso Nacional de Educação Católica, Inovação e Empreendedorismo Global – promovido pela ANEC (Associação Nacional de Educação Católica), nos dias 21, 22 e 23 de julho de 2010 no Centro de Convenções Ulysses Guimarães – Brasília-DF. O evento contou com a presença de professores, coordenadores, gestores, autoridades, diretores, profissionais do ensino superior e religiosos ligados à educação católica de todo país. Os professores Vicente Santos, Soraya Ribeiro e Cazé Júnior, representando o corpo docente do Colégio Salesiano, bem como o diretor Padre João Carlos, participaram de maneira ativa de todo congresso, registrando as ideias dos palestrantes. O primeiro dia do Congresso foi aberto por uma Celebração Eucarística (Dom João Braz de Aviz – Arcebispo Metropolitano de Brasília), contando ainda com solenidade de abertura; palestra sobre educação católica e inovações para uma sociedade plural; peça de teatro e coquetel de abertura. O segundo dia, as palestras versaram sobre inovações tecnológicas e a relação entre escola e empresa; inovação e empreendedorismo; novas tecnologias da comunicação no processo educativo; o Brasil e os novos perfis profissionais; show musical. No terceiro dia, houve palestras que levantaram aspectos da convivência social – redes sociais - dos alunos; desafios da educação para uma sociedade sustentável; ética como referência comportamental num mundo de transformações; a função das escolas no desenvolvimento do empreendedorismo. Este dia foi marcado também pelo Show do nosso diretor, Padre João Carlos, que abriu o período da tarde neste dia do evento. O Congresso foi uma oportunidade ímpar de trocar ideias e conhecimentos sobre a educação católica no país. Ao final, a satisfação era notória por parte dos congressistas com o sucesso do encontro. “Consideramos de muito valor a participação do Colégio Salesiano, deixando a lição do entusiasmo pelo nosso trabalho, bem como o fortalecimento do espírito de Salesianidade”, acrescenta Pe. João Carlos. 08 Revista Mundo Salé

Fique por dentro de propostas e dinâmicas que o Salesiano desenvolve para a educação infantil.

Pastoral, uma

educação em valores Numa sociedade em mudanças contínuas e extremamente rápidas, nada é permanente. Tudo parece provisório: o descartável, o relativo, o eterno enquanto dure, toma o lugar, do que antes era referência para as famílias e as sociedades. O progresso tecnológico, científico e cultural expõe o homem moderno e o coloca em crise consigo, com os outros e com os valores, que eram imutáveis para ele. O fim do século XX e início do século XXI caracterizam-se pela plena consciência dessa crise. Tudo se tornou questionável. O que é o certo? O errado existe? Qual é a verdade? Em que e “no que” acreditar? As teorias políticas, o conhecimento, as crenças religiosas, tudo entra em conflito e torna-se superficial e relativo. Experimentar essa relatividade do conhecimento das culturas e da religião acaba por fragilizar o conjunto de normas e valores que antes orientavam a prática e a vida das pessoas. Nesse contexto, a educação focada nos valores se faz necessária e urgente. Uma escola Pastoral precisa estar em sintonia com essa realidade. O mundo que queremos se caracteriza na escola que construímos. Como realizar essa tarefa? Lógico que a resposta é definitiva. Escola e família devem formar parceria investindo esforços para realizar uma pedagogia que eduque aos valores. Sabemos que, apesar das características “desorientadas” da sociedade moderna, existem valores que permanecem e permeiam essa sociedade, dentre eles o amor, o respeito, a amizade, a solidariedade, a justiça, a verdade e a religiosidade. Em uma casa salesiana há um valor em destaque: a alegria. A alegria de quem constrói relações com raízes nos valores citados. Tudo isso precisa acontecer com diálogo. É assim a educação salesiana. Baseia-se no amor. E este implica em respeito e diálogo. Se a casa toda tem essa consciência, todos desempenham o papel de animador e facilitador de uma vivência solidária e fraterna, desta forma, poderemos garantir uma escola em pastoral. Essa experiência de solidariedade e fraternidade deve se realizar a partir do encontro diário com cada “pessoa”, só assim poderá impulsionar nossas crianças e jovens a estender a prática solidária através das diversas ações dentro e fora da realidade escolar. Somos corresponsáveis em fazer valer o ideal do nosso fundador: Educar com clareza para razão, religião e a bondade, valores incondicionais para a construção da felicidade. Ao proporcionarmos pequenas ações solidárias, estaremos certamente favorecendo uma reflexão sobre a cidadania, uma vez que, para Dom Bosco, o cristão e cidadão são construídos com a prática, não só com a teoria. Portanto, é indispensável a interação entre fé e vida na prática pastoral da escola salesiana.

Por Carla Calazans - Coordenadora Pedagógica da Educação Infantil

Formando Leitores Como a repetição, a conversa e as perguntas podem ajudar a construir a leitura nas crianças

O processo de formação de leitores se inicia muito antes da criança frequentar a escola.

escrita da criança se torna legível para o adulto, embora não haja ainda o domínio das regras silábicas.

Você pode estar se perguntando: mas como as crianças que ainda não são leitoras convencionais leem? O fato é que existem muitas formas de ler um livro, mesmo sem compreender integralmente o texto escrito.

É importante ressaltar as diferenças individuais no processo de aquisição de leitura e escrita. Cada criança apresenta um ritmo diferente. Elas não aprendem de forma igual, mesmo diante do mesmo objeto. O que devemos fazer é sempre buscar um caminho prazeroso para que a criança construa sua aprendizagem.

A leitura das imagens, identificação de letras no título, identificar palavras realizando leitura de memória de uma imagem, são exemplos de formas de ler. Para a aprendizagem da escrita, a criança também passa por várias fases, todas baseadas na experiência de leitura que já faz desde os primeiros contatos com o mundo. A escrita formal é elaborada a partir do contato com materiais escritos no seu processo de aquisição cultural. As hipóteses silábicas vão aparecer no momento da análise sonora da palavra que se deseja escrever. A

No Colégio Salesiano Sagrado Coração, buscamos contribuir para o processo de formação de leitores críticos, competentes e antenados com o mundo. Vivenciamos vários projetos de iniciação alfabética, buscando, dessa forma, motivar com entusiasmo e alegria o envolvimento da criança no mundo letrado. No nosso dia-a-dia sentimos como é prazeroso ver em suas produções a conquista e descobertas de um potencial até então desconhecido pelas crianças.

o diferente. m it r m u ta o ça apresen igual, mesm a “Cada crian m r fo e d prendem Elas não a ” esmo objeto diante do m rativa; o ler m o lvente, inte c o v e n e d r s se a deve Dic . A leitura

ras; rguntar; versando s, as palav r, falar, pe • Leia con sa n e p a ç aos pouco n , la a e E ri s . c n la e a e g d e a • Deix o jeito r as im a observa páginas d s -a a r le a u ir v im e st •E char; livro r, abrir e fe bata palmas, s pegar no egar, solta • Deixe-a p le, u ra a im p st E re liv spostas. re s a ; deve ficar a ç u d o ações ela ela disser rguntas e para as re ” Se m . • Faça pe e o b lg a o it a”; a “mu crescente a e iz la vermelh d sorria, dig b a crianç a” ou “ o a a it e n in u o n q b e o m la a o lo, “b tas: “A • Repit por exemp vas pergun , o a n ig o d d , n e la z bo ões fa a indagaç As • Respond os livros. nde?”; o ra a .P ler os mesm ram repetição; re e r foi embora le ra pa e ado reparado aprender • Esteja p mpo para te hos; n m a ra v st e le crianças barulhos o d os; n e z p fa sons os pim olh uardar e cuidar • Imite os alcance d g o r, a a s sc u ro v b li os er, pegar, lh o • Guarde sc e a criança • Ensine a s. ro v dos li

Fonte: Cartilha Pri meira Infância, pri meiras leituras. Instituto Alfa e Be to (IAB) Revista Mundo Salé 09


Todo momento é um momento de grandes escolhas para os jovens que estão no ensino médio.

pintando o S

Ensinando Alimentação Saudável

SEMANA DO ESTUDANTE

Incentivar e ampliar hábitos saudáveis são objetivos do ensino infantil do Colégio Salesiano. Pensando nisso, as professoras Diana e Isabel promoveram, nas turmas “A e B” do infantil, uma degustação de um lanche à base de frutas, objetivando despertar o interesse das crianças por uma alimentação saudável. As professoras entendem que a ingestão adequada de nutrientes na infância é requisito básico para a saúde.

Inspirados no lema “Juventude, muitas caras, muitas cores, em marcha contra a violência” para a Semana do estudante da Pastoral do Brasil, o Salesiano Recife se vestiu de alegria, inspiração, ousadia e jovialidade no desenvolvimento de atividades para homenagear àquele que se traduz no objetivo central de nossa ação educativa: o estudante.

Conheça uma profissão e escolha sua carreira.

Durante todo período de 9 a 13 de agosto aconteceram diversas atividades, como recreio e show musical, videokê, apresentação de capoeira com o mestre Azeitona, produção de painéis nos corredores, caricaturas, grafitagem, homenagem de professores e equipe do SOR, criação de poemas e poesias etc. O evento também contou com a participação dos estudantes do Fundamental II.

O namoro dos números com Quem na infância já pensou em ser contador? Poucos, porém, se essas crianças soubessem o quão promissora é esta carreira, elas escolheriam logo cedo. Para ser um profissional da contabilidade não é tão fácil, é preciso ter facilidade com números e aliar a capacidade técnica a uma permanente renovação. Além, claro(!), de estar ciente de que, após a conclusão do curso de Ciências Contábeis, deverá ser aprovado no exame de suficiência. Este teste é necessário para que os profissionais possam dar entrada no registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC). De acordo com o presidente do CRC-PE, Almir Dias de Souza, a exigência do exame é necessária para garantir a qualidade dos profissionais que estão entrando no mercado de trabalho. “O objetivo é, sobretudo, proteger a sociedade de profissionais não qualificados”, afirma o presidente. Em todas as áreas que os contadores podem atuar, estão na lista: setores financeiros, de comércio ou indústria; trabalhar com contabilidade financeira, auditoria, perícia, contabilidade de custos ou controladoria de empresas go10 Revista Mundo Salé

vernamentais ou instituições privadas. A profissão está em alta no Estado. Porém, o candidato ao curso deverá se preparar para uma concorrência crescente. De acordo com dados divulgados pela Covest, no ano passado, a concorrência do curso de Ciências Contábeis na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi de 6 alunos por vaga, superando os números de 2008 (5,6) e 2007 (5,5). Depois de entrar na faculdade, o universitário tem que estar preparado para uma maratona de matérias que exigirão muito cálculo e esperteza administrativa, tais como: gestão financeira, economia, custos, direito tributário, ética e normas da profissão contábil, finanças e planejamento público, análise de demonstrações contábeis, matemática financeira, legislação social, entre outras.

De acordo com dados divulgados pela Covest, no ano passado, a concorrência do curso de Ciências Contábeis na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi de 6 alunos por vaga Revista Mundo Salé 11


Veja o que se pode fazer com livros guardados e sala fechada:

Leitura e mais leitura No Fundamental II, a leitura é atividade cotidiana, pois como é uma das habilidades comuns a todos os componentes curriculares da RSE, encontra-se impregnada em todo o material didático. Em Língua Portuguesa, as seções “Leitura temática” e “Caminhos da leitura” permitem a apropriação e aprofundamento dos mais variados gêneros textuais. Os alunos também são agraciados com a leitura de diversos livros paradidáticos ou de literatura infanto-juvenil, seja nacional ou estrangeira. O 6º ano fez um bonito trabalho de leitura, discussão e apresentação de atividades com diversas linguagens artísticas como: teatro, música e artes plásticas. O livro “O Empinador de estrelas” de Lourenço Diáféria serviu como pano de fundo para o desenvolvimento das atividades conduzidas pela professora Anésia Melo.

No dia 4 de agosto foi inaugurada a Sala de Leitura do Ensino Fundamental I. Um sonho acalentado durante tanto tempo, tornou-se realidade, graças à iniciativa e apoio da equipe diretiva do Colégio.

A obra “Vida rima com cordel” de César Obeid proporcionou um rico trabalho desenvolvido pela professora Luciana Santos para os alunos do 7º ano. A partir dele, os estudantes estão produzindo vídeo, xilogravura (em parceria com Arte), fazendo repente e criando cordel nas versões impressa e virtual. Este último com o apoio de Joselma.

Para concretização da proposta, a bibliotecária Neide Luz e equipe

Com o objetivo de exercitar a oralidade e expressão corporal através da leitura nas rodas de poesias, ampliando o conhecimento do gênero textual, as professoras Danilma Soares e Anésia Melo do 8º ano exploraram junto aos alunos a diversidade e criatividade encarnadas nos textos do livro “Prosa Morena” de Jessier Quirino.

repleto de obras literárias destinadas a sua faixa etária. Assim, podem

empenharam-se na montagem e organização do espaço. O apoio e o trabalho colaborativo da coordenadora Elisabete Gonçalves e de todo o grupo do Fundamental I foi imprescindível para consolidação do projeto da Sala de Leitura. As crianças têm hoje, no setor, um espaço educativo-cultural privilegiado, desenvolver as habilidades de leitura e, consequentemente de escrita,

Em fase de descobertas, agora a “atitude” é uma palavra constante no vocabulário dos estudantes do Ensino Fundamental.

Cuidando do nosso planeta Na manhã do dia 04 de junho, aconteceu no fundamental I a Expozoo (uma parte extra da Expoverde). Na ocasião, os alunos levaram ao Colégio os bichos de estimação e demonstraram todo o carinho e cuidado que têm com os animais. Para evidenciar a consciência ecológica, os estudantes plantaram semente de girassol no pátio e, através de cartazes, mostraram a importância de se preservar os mangues e florestas.

ampliando as competências para viver e interagir num mundo plural impregnado de informação e comunicação.

E o 9º ano se debruçou sobre a obra “Fernando e Isaura” de Ariano Suassuna, sob a orientação da professora Danilma Soares. Os alunos transformaram a narrativa em um texto teatral, produziram e dramatizaram o roteiro criado.

Pequenos cientistas No laboratório de ciências, os alunos dos 4ºs anos observaram diferentes tipos de folhas e coletaram dados científicos de cada uma para produzir um herbário a ser exposto na mostra literária que acontecerá em outubro. As turmas estão sendo ministradas pela professora de ciências Darlyx.

Preservando nossa cultura Os alunos do Fundamental I comemoraram o Dia do Folclore com muita animação. Na nossa festa tivemos apresentações de capoeira, maracatu, brincadeira de roda e do frevo. Contamos ainda com a presença dos pais que dançaram ao som de frevo canção.

Matemática Divertida Na proposta pedagógica da Rede Salesiana de Escolas, aprender Matemática se traduz em pensar e investi-

gar a

realidade buscando informações, testando hipóteses, tomando decisões e construindo argumentações através de atividades dinamizadoras, divertidas e prazerosas. Assim, orientados pela professora Marly Lagedo, os alunos do 6º ano produziram poliedros diversos com o uso de palitos de churrasco e massa de modelar. O trabalho serviu como ponto de partida para os estudantes se apropriarem de alguns elementos geométricos importantes nas figuras tridimensionais como vértices, arestas e faces. Além desta atividade, a turma planificou sólidos (poliedros e corpos redondos), fez dobraduras, montou pirâmides de base quadrada, hexagonal, pentagonal e retangular, relacionou o “octaedro truncado” aos favos de mel, que a natureza tão belamente geometriza. Revista Mundo Revista Mundo SaléSalé 12 12

Revista Mundo Salé 13


especial

O renascimento de um gigante Com 23 anos de idade o Teatro Boa Vista estreia para o grande público

Localizado na Rua Dom Bosco, bairro da Boa Vista, em meio a uma rua completamente arborizada, o Teatro Boa Vista estreou no dia 12 de setembro, para o circuito teatral do Recife, sendo considerado uma das maiores casas de espetáculos do centro da cidade, estando abaixo apenas do Santa Isabel, na praça da República e o Parque, na Rua do Hospício. A reabertura se deu por meio de uma demanda de Ulisses Dornelas (o famoso Palhaço Chocolate), que precisava de um espaço, haja vista que a antiga casa, o Teatro do Parque, entrou em reformas. Em paralelo a essa questão, o gestor do Grupo Salesiano do Recife, Padre João Carlos Ribeiro, estava à procura de uma equipe que propusesse um projeto para a abertura do teatro para o grande circuito cultural. “O Salesiano já tinha esse desejo de abrir as portas do teatro para receber peças populares e abrigar o grande público. Nesta minha gestão, conversamos com alguns interessados no projeto até fechar parceria com a Chocolate Produções Artísticas (produtora do Palhaço)”, completa o Padre.

Começando com o pé direito Para dar início à vida do Teatro Boa Vista no circuito, a Chocolate Produções Artísticas leva aos palcos o musical Sonho de Primavera, que já completa 6 anos de sucesso no circuito teatral infanto-juvenil. A montagem traz tema ecológico e divertido em uma linguagem simples e conta a história de duas amigas, Ariana e Ágata, onde uma é apaixonada pela natureza e a segunda prefere shopping e diversões eletrônicas. “O motivo da peça é passar para o público a consciência ambiental e a importância de manter hábitos saudáveis”, afirma a atriz Geysa Barlavento, responsável pela personagem Ariana. Depois de tantos anos de sucesso, a atriz Sandra Rino (a Ágata) afirma que a resposta do público à mensagem da montagem acontece com o retorno cinco ou seis vezes para assistir à peça. “Os pais vêm falar conosco e contam que percebem que os filhos passam a beber água, a lavar as mãos imitando a personagem. Esse é um trabalho que transforma o público, mas também o ator que está envolvido nesse processo de conscientização”, completa. O musical tem texto de Moisés Neto e Rosália Calsavara. E músicas de Paulo Smith, Tovinho e Ulisses Dornelas. Além de contar com 12 artistas no elenco, entre atores e bailarinos.

Segundo João Carlos, somando todas as necessidades do teatro, tais como: climatização, troca da rede elétrica, estofamento das 801 poltronas e modernização da iluminação do palco, foram dedicados 2 meses de trabalho para a revitalização da casa. Inaugurado em meados do ano de 1987, o espaço onde hoje existe o teatro tinha como objetivo abrigar um auditório para o Colégio Salesiano Sagrado Coração. Porém, a partir de uma ideia inusitada do Pe. Agnaldo Lima Viana (diretor da instituição, na época), junto com o ator José Pimentel, os planos mudaram e, no terreno, foi levantado a casa de espetáculos nomeada Teatro Boa Vista, pois viria para o benefício e o crescimento artístico da comunidade do bairro homônimo. O teatro foi respeitado pelo seu tamanho e estrutura. A inauguração, que aconteceu numa festa interna do Colégio, ganhou os jornais da época, que anunciavam o crescimento da cultura do Recife com a construção de mais uma casa de espetáculos no centro. Durante as duas décadas, a casa abrigou várias peças, até mesmo algumas de fora do Estado. Contudo, em seus 23 anos, o ambiente nunca fez parte efetiva do circuito cultural da cidade, porém abria as portas para pautas especiais. Sendo o forte da casa, reuniões de empresas e eventos, além de suprir as atividades colegiais. De acordo com José Ferreira de Castro, irmão salesiano atuante de 1987 a 2004 no Colégio, o Teatro Boa Vista sempre foi bem quisto pelas companhias de teatros e empresas, uma vez que o tamanho e a capacidade, em pleno centro da cidade e num bairro antigo impressionam. “O centro da cidade cresce com a abertura do teatro para o circuito cultural”, acrescenta. 14 Mundo Salé Revista Mundo Salé 14Revista

“A partir de uma ideia inusitada do Pe. Agnaldo Lima Viana (diretor da instituição, na época), junto com o ator José Pimentel, os planos mudaram e, no terreno, foi levantado o teatro nomeado Teatro Boa Vista”.

Revista Mundo Salé Salé 15 15 Revista Mundo


Divirta-se com as dicas dos livros, sites, blogs e portais interessantes para os jovens em geral.

Bibliolink

Webmonster A MENOR FAZEDORA DE MÁGICAS DO MUNDO Neste livro o relacionamento com a neta traz de volta ao avô o entusiasmo pela vida. Camila foi ao circo e então desistiu de ser astronauta, agora queria ser ‘fazedora de mágica’. Pegou a sua boneca Genoveva para ser sua assistente e uma cartola do vovô. Ela falou a palavra mágica e sua assistente sumiu! Ela logo pediu ajuda para o vovô trazê-la de volta. A PANELA DO MENINO MALUQUINHO Esta panela cabe de tudo. Nela você vai saber como foi que o Maluquinho e o Bocão conheceram seus amigos Junim, Lúcio e Sugiro, vai conhecer Panelântida, a ilha perdida criada na imaginação do Maluco, vai ter acesso ao Código Secreto da Panela, ao Livro dos Recordes da Turma e vai dar boas risadas com as Respostas Maluquinhas para as perguntas do Bocão.

GOOSEBUMPS, ACAMPAMENTO FANTASMA Harry e seu irmão Alex querem muito fazer amizade com o pessoal no Acampamento do Espírito da Lua. Mas o lugar tem algumas tradições estranhas: a saudação boba, o cumprimento esquisito e o jeito como os campistas mais atingidos gostam de pregar peças nos recém-chegados. Pouco a pouco, as brincadeiras começam a ficar estranhas, perigosas e bem assustadoras! Primeiro, uma menina põe o braço na fogueira. Depois, um garoto enfia uma estaca no pé... Mas é tudo brincadeira! Ou será que não?

Redação – Por Mariana Nunes e Tiago PC – 3º ano do ensino médio

Ao sair do Ensino Médio, os jovens estudantes se veem desesperados quanto à escolha da carreira profissional

que desejam seguir, daí nos lembramos daquela pergunta sempre tão frequente que tínhamos que responder quando crianças: “O que você quer ser quando crescer ?”. Sem ter muito conhecimento sobre a pergunta, dávamos respostas Conhecimento para quem é ligado ao vestibular é no Universia

http://www.universia. com.br/

diretas como: jogador de futebol, astronauta, bombeiro, porém a cada ano que passava a pergunta parecia cada vez mais difícil de responder, dada a proporção. As antigas crianças crescem, viram adolescentes e a gravidade da pergunta parece cada vez mais séria e consequente, precisando ser respondida da maneira mais responsável possível. Em contrapartida há vários fatores que levam os jovens a escolher a sua profissão, como por exemplo: status, remuneração, influência, concorrência e mercado de trabalho. Nessa perspectiva, a opinião dos jovens alunos se integra a esses fatores, evidenciando seus diferentes gostos e escolhas, como o da aluna Maria Clara Müller, que pretender prestar vestibular para Engenharia Química, curso que escolheu desde o 1°Ano do Ensino Médio: “Escolhi Engenharia Quí-

Ative sua criatividade conhecendo a história do mundo no HistóriaViva

http://www2.uol.com. br/historiaviva/

mica pois sempre gostei muito de Química, meus pais me apoiam bastante. O curso está crescendo no mercado e sempre fui muito preocupada com a sustentabilidade do nosso planeta e o meio ambiente”, diz a estudante do 3°ano “B”. Outras vezes a escolha parte das atividades realizadas no próprio colégio, como no caso do aluno também do 3° Ano “B”, Marcelo Barros, que pretende entrar no curso de História: ”Decidi prestar História a partir deste ano, além de ter tido influência do professor Diogo Barreto, informando sobre o curso”. Além disso, a família também exerce papel fundamental para a escolha da profissão, como no caso do aluno Yuri Zaidan, do 3°Ano “A”: ”Escolhi cursar o curso Ciências da Computação, numa tentativa de conciliar um forte interesse por desenho e computadores. Recebi total apoio por parte da minha família no momento da minha escolha, exceto por minha avó, que não acha ser uma profissão

Apender brincando é a dica! Acesse SmartKids

http://www.smartkids. com.br/

Este ano é um ano decisivo para os terceiranistas salesianos. É ano do tão aguardado vestibular. É a hora de

com a qual eu possa me sustentar”. Em uma pesquisa sobre a influência que os estudantes receberam para a escolha da profissão, realizada entre trinta alunos dos terceiros anos “A” e “B”, observou-se que 27% dos entrevistados dizem terem sido influenciados pelos familiares; bem abaixo, com 6,5%, aparecem os que se dizem influenciados pelo colégio ou pelos amigos, na frente, com 60% das opiniões, estão os que dizem ter tomado a decisão por conta própria. Já no campo da indecisão, o equilíbrio tomou conta da pesquisa, exatamente 50% dos entrevistados dizem ter escolhido o curso somente este ano, acompanhados dos 50% restantes, que dizem ter escolhido o curso antes de entrarem no 3° ano.

colocar em teste todo o estudo dos anos anteriores, para passar na (tão sonhada) faculdade e dar o primeiro passo para

No vestibular da COVEST 2010, dados apontaram que os cinco cursos mais concorridos foram respectivamente: Me-

ser um profissional de sucesso na área em que mais se identifica. E o Colégio Salesiano está fazendo parte desse grande

dicina, Direito, Fisioterapia, Jornalismo e Publicidade/Propaganda, porém a concorrência não parece ter influenciado

desafio para os futuros universitários.

tanto na escolha do curso: 80% dos entrevistados disseram que a concorrência pouco influencia na escolha, os outros

20% afirmaram que a concorrência pesou bastante na hora de optar pelo curso universitário.

Como vocês todos já devem ter conhecimento, o Colégio promoveu dois ‘aulões’ no semestre passado, com uma

ótima repercussão tanto dentro como fora do ambiente escolar, e esse semestre promete muito mais.

É importante lembrar, ainda, que o famoso teste vocacional hoje em dia já é algo ultrapassado, dando lugar à orientação

Durante as férias escolares, a UFPE realizou o vestibular para o Centro de Tecnologias e Geociências (CTG).

profissional que é feita em escolas, escritórios especializados, clínicas profissionais de universidades. Nas escolas, esse

Tivemos a enorme satisfação em saber que muitos dos colegas do terceiro ano, que decidiram fazer por experiência,

trabalho costuma ser feito o ano inteiro, já nos escritórios e clínicas o trabalho é feito de maneira mais rápida, levando

passaram. “Realmente, fiquei muito feliz por ter passado, mas sei que isso é fruto de muito esforço e, com certeza, o

no mínimo dez dias. Segundo a orientadora profissional do Colégio Salesiano Maria Cléa Guimarães: ”O teste voca-

Salesiano faz parte dessa conquista”, diz a aluna Alice Dias do 3º B, que passou em Engenharia. Bem, como se pode

cional é mais voltado para um teste psicológico, já a orientação profissional é mais voltada para o autoconhecimento,

perceber, as duas turmas do terceiro ano de 2010 prometem muitas cabeças e sobrancelhas raspadas no final deste ano,

informações sobre os cursos e uma avaliação dos interesses, o que auxilia para uma escolha com mais segurança”.

como disse Jovina, orientadora educacional dos terceiros anos: “As expectativas são as melhores possíveis, esperamos um bom retorno no vestibular’”. Estamos em contagem regressiva e como consequência, ficamos muito tensos, algo natural, porém é perceptível a dedicação de todos.

16 Revista Mundo Salé

Os jovens e uma escolha correta

Terceiro, último e inesquecível ano

Redação – Por Frederico Guimarães – 3º ano do ensino médio

Desta forma a escolha deve ser feita da maneira mais responsável possível, ou seja, todos os cursos em conjunto com a decisão pessoal, o que resulta para uma escolha mais certa.

13 Revista Mundo Salé 17


Registros dos eventos da Família Salesiana.

Fatos, curiosidades e conquistas. Tudo que acontece nos esportes do Salesiano.

Nordestão

Salvador sedia o 26º Nordestão, um encontro esportivo e cultural dos colégios salesianos do Nordeste No período de 29 de junho a 03 de julho, a delegação de 120 atletas, professores e acompanhantes do Colégio Salesiano Sagrado Coração viajou para a cidade de Salvador, Bahia, a fim de participar do 26º Nordestão – que foi promovido, este ano, pelos colégios Salesiano do Salvador (BA) e Dom Bosco Paralelas (BA) e contou com a participação das escolas salesianas do nordeste. A competição esportiva envolveu jovens entre 7 a 17 anos de idade de ambos os sexos nas modalidades de Basquete, Futsal, Handebol, Voleibol, Vôlei de praia, Pólo aquático, Ginástica Rítmica, Ginástica Aeróbica, Judô, Karatê, Natação, Xadrez e Tênis de mesa. E envolveu todos numa grande confraternização das famílias salesianas. O Colégio Salesiano Sagrado Coração sediará a 27ª edição do evento, que acontecerá no mês de julho do próximo ano. Com uma competição acirrada e composta de grandes talentos, a delegação do Sagrado Coração obteve os seguintes destaques:

1º Lugar (Medalha de Ouro)

2º Lugar (Medalha de Prata)

Judô Mirim – Ligeiro GUILHERME RAMOS DAS CHAGAS GR Pré-Infantil Feminino BEATRIZ MARIA FERREIRA REIS HELENA MARIA FARIAS C. DOS SANTOS MARIA CLARA CUNHA CORDEIRO MARIA ESTER SANTOS ROSAL MARIA FERNANDA UCHOA BANDEIRA MARIA LUIZA FERREIRA SILVA DE ARAUJO Natação Mirim Masculino LUCAS GOMES COELHO DE OLIVEIRA Natação Petiz Feminino CAROLLINE CRISTINE GOMES BARBOSA ISA MARIA GALINDO DE CARVALHO CINDY OLIVEIRA LINS JADY MERILEYD ARLEGO B. DOS SANTOS MALÚ DE OLIVEIRA VIANA Natação Masculino Júnior VINICIUS CHRISOSTOMO DA SILVA

Natação Mirim Feminino ALINE OLIVEIRA LINS ANA CAROLINA GUERRA B. DE A. RODRIGUES MARIA ESTER SANTOS ROSAL RAYANE ROSAS VIEIRA Natação Mirim Masculino MATHEUS FARIAS COSTA Natação Petiz Masculino JOÃO CARLOS G. B. DE A. RODRIGUES Handebol Juvenil Feminino (Medalhas para a equipe)

3º Lugar (Medalha de Bronze) Basquete Juvenil Feminino (Medalhas para a equipe)

Pentatlo Moderno

Agenda do Pentatlo Moderno • No dia 29 de agosto, Yane Marques viajou para a China para participar do campeonato mundial de Pentatlo Moderno. • No dia 30 de agosto, outra parte da equipe viajou para a cidade de Quito, no Equador, onde disputou o Sul-americano de Pentatlo Moderno. • De 22 a 23 de outubro, toda delegação viaja ao Rio de Janeiro para participar das Seletivas do Pan-americano de Pentatlo. • A Seletiva do Pan acontecerá em novembro, no período de 19 a 21. • Uma semana depois acontecerá o Campeonato Brasileiro, que será realizado nos dias 26 e 27 de novembro, também no RJ - este servirá como uma das seletivas dos Jogos Pan-americanos de Guadarajara (México-2011).

SEMPRE UNIDOS Último ano de ensino médio torna estudantes mais unidos.

Jogos Internos No período de 5 a 22 de junho aconteceram os Jogos Internos do Colégio Salesiano. No total, 914 alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio participaram. E as três primeiras classificadas foram 7ª B, 7ª A e 9ª A. Abaixo segue o ranking completo das turmas.

Equipes 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 18 Revista Mundo Salé

7ºB 7ºA 9ºA 8ºC 9ºB 2ºB 1ºB 8ºA 2ºA 2ºC 6ºA 6ºB 1ºC

FESTA E ALEGRIA Jovens salesianos dão um show de solidariedade levando luz e mais alegria aos moradores do Abrigo. Revista Mundo Salé 19


20 Revista Mundo SalĂŠ

Revista Mundo Salé No2  

Periódico que traz em suas páginas as atividades e os projetos pedagógicos desenvolvidos pelo Colégio Salesiano Sagrado Coração.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you