Page 1

Uma mulher forte Hoje fazemos memória No peito transborda a saudade Do tempo que traz à história A discípula da Caridade Amor, doação e serviço, Uniu o Evangelho com a vida Para a Igreja foi serva prudente Para os pobres, mãe providente. Pra Vida Religiosa um exemplo CASTA, POBRE e OBEDIENTE, Peregrina, missionária zelosa, Consumindo-se como chama ardente. Teu nome Fernanda reluz Um rosto sereno de paz Ousada, sem medo da Cruz Plantou a semente da Paz Em solo carente e pobre Veio trazer esperança Sertão Cajazeiras te acolhe E hoje recorda a lembrança Daquela humilde mulher Tão forte tão cheia de vida Nunca transpassou tristeza Sua vida, perene alegria.

Dedicação especial aos pequenos ela tinha No rosto do pobre, do mendigo se via O próprio rosto de Cristo Cansado das lidas do dia Propagar o carisma era fácil Pois trabalho suas mãos exercia Reparar os rostos sofridos Até com arte, Fernanda fazia Fiel a sua mãe fundadora Mastena, um espelho de motivação À Congregação que fundara Fernanda difunde a missão. No chão sertanejo, causticante Cajazeiras da terra Rolim Santidade feita de humildade Que o povo aclama assim Viva a mãe dos pobres Viva Inácio, o Padre Rolim Ir. Fernanda Marabello Apóstola da Sagrada Face Ensina-nos teu exemplo Que possamos contemplar o Cristo No rosto da humanidade. Alfredo Leonardo Fernandes

Cajazeiras, 02 de setembro de 2015

Profile for Religiosos da Sagrada Face

Uma mulher forte  

Poesia sobre Irmã Fernanda

Uma mulher forte  

Poesia sobre Irmã Fernanda

Advertisement