Page 1

SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SANEAMENTO Site: www.saemac.com.br

Filiado:

Edição nº 95 - Maio/Junho de 2012 - Distribuição Gratuita

ACT 2012-2013 está assinado! A novela que começou dia 13 de janeiro, chegou ao fim dia 21 de maio. Nesta edição, vamos relembrar os acontecimentos mais marcantes e analisar como foi o último capítulo da trama. Falaremos ainda sobre as ações judiciais, o fantasma da privatização e o PPR.


Edição nº 95 - Maio/Junho 2012

Editorial

DIRETORIA EXECUTIVA Gerti José Nunes Dir. Presidente - Cascavel Joaquim A. dos Santos Dir. Financeiro - Cascavel Anibaldo Klais Dir. Administrativo - Terra Roxa Alvair Santa Rosa Dir. Divulgação e Imprensa - Curitiba Jóse Maria A. Alves Dir. Formação Sindical - Guarapuava Josiane de Oliveira Dir. Saúde e Seg. no Trabalho - Ponta Grossa Vanusa Maria Salvador Secretária Geral - Foz do Iguaçu CONSELHO FISCAL EFETIVO Aloísio Pinto Leal - Guaíra Juvelino Rabelo - Guaraniaçu Lorival Quadros da Silva - Quedas do Iguaçu SUPLENTES Celso Narciso Cosma - Clevelândia Luiz Carlos F. Lima - Cascavel  DIRETORIA REGIONAL Nei Clóvis Marchi de Lima - Cascavel Zilmar Breda - Toledo Vilson Fergs - Foz do Iguaçu Jair Expedito Bozi - Pato Branco Pedro Luis S. de Moraes - Telêmaco Borba Kátia Maria Sant’Ana Medeiros - Rio Negro Eorivaldo Xavier de Oliveira Jr. - Curitiba Ceslau Elias Makovski - Curitiba Álvaro Lima Pinto - Curitiba Enivaldo Soares - Curitiba José Pires - Curitiba Fernando M. dos Santos Neto - Curitiba José Ricardo de Amorim Vasco - Curitiba REPRESENTANTES Osmar Daneluz - Dois Vizinhos José Venâncio - Corbélia Romeu Cruzeta - Campo Largo Mauri Dorigoni - Laranjeiras do Sul Marcelo de Oliveira Gato - Cascavel Valdir Antonio Pavanello - Realeza Valdir Valmórbida - Pato Branco DELEGADO A FEDERAÇÃO E CONFEDERAÇÃO Pedro Henrique da Silva - Curitiba SUPLENTE Gerti José Nunes - Cascavel Nathália Trofino Sartorato Jornalista responsável Rua Mobral, 464 - Jd. Maria Luíza Cascavel-PR - CEP: 85819-505 Fone (45) 3223-5161 / Fax: (45) 3224-5264 0800-600-5161 / Curitiba: (41) 3333-5719 E-mail: saemac@saemac.com.br

2

Sempre pode ser melhor! Companheiros... Chegou ao fim mais uma luta por melhores salários e condições de trabalho mais dignas. Mesmo com o fortalecimento e a união do Coletivo Intersindical em prol dos saneparianos, não conseguimos avanços tão significativos quanto queríamos. Como sempre fizemos questão de expor e salientar em diversas matérias veiculadas em nosso site, somente a recuperação das perdas salariais - acumuladas em 18,38% - proporcionaria um ganho verdadeiramente real à categoria. E, por um momento, acreditamos que isso fosse acontecer. Não aconteceu. O voto dos trabalhadores é soberano e 53,9% deles decidiram pela aceitação da proposta, apesar de a considerarmos insuficiente diante das necessidades que visualizamos em cada Gerti José Nunes sanepariano. Presidente - Saemac Porém, ficou nítido que grande parte da massa de trabalhadores ainda está descontente com a situação em que se encontra seu salário hoje. Isso demonstra uma consciência maior deste grupo, que realiza atividades extremamente essenciais à toda população paranaense e nem sempre se dá conta de sua importância para a sociedade. Com o aumento conquistado, não melhoramos muito nossa posição no ranking de salários das empresas do setor de saneamento do Brasil, mas cada negociação deixa um aprendizado, especialmente para a empresa, que este ano aprendeu que a união dos trabalhadores pode sim fazer a diferença e que nenhum sanepariano é “bobo da corte” para ser enganado pelo rei e seus amigos. Aliás, este ano a empresa não mediu esforços para que sua proposta de 2% de ganho real + 5,47% de INPC fosse aceita. Muitos artifícios foram utilizados, desde práticas antissindicais até promessas de aumentos exorbitantes com o tão sonhado Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR). O Saemac é uma entidade sindical que zela pelos direitos de seus representados e, por esta razão, não podemos ignorar as atitudes da empresa nas negociações deste ACT. É nosso dever relatá-las para que todos tenham conhecimento e, a partir disso, possam se posicionar. Esperamos que as próximas negociações avançem de forma mais significativa. Afinal, temos convicção de que sempre podemos melhorar! Saudações sindicais à todos! Você ainda não é associado ao Saemac? Então venha somar forças! Acesse www.saemac.com.br, imprima e preencha a ficha de filiação que se encontra no menu superior e depois encaminhe ao sindicato!

FOTO: Arquivo SAEMAC

O Informativo SAEMAC é órgão oficial de divulgação do Sindicato dos Trabalhadores na Captação, Purificação, Tratamento e Distribuição de Água e Captação e Tratamento e Serviços em Esgoto e Meio Ambiente de Cascavel e Regiões Oeste e Sudoeste do Paraná.


Site: www.saemac.com.br

A Voz do Sanepariano Na última edição do Informativo Saemac, inauguramos esta editoria, onde ficarão registrados os comentários mais relevantes feitos em nosso site durante o mês de elaboração do informativo. Desta vez, vamos usar este espaço para manifestar nossos sentimentos à família do companheiro Romilton José João, que faleceu no dia 09 de março deste ano, vítima de um afogamento na Estação de Tratamento de Água (ETA) Iguaçu, no bairro Cajuru, em Curitiba. Confira aqui as mensagens que os saneparianos deixaram à ele:

“Boa Vista da Aparecida está em luto pela morte de Romilton, pois além de ser um boavistense, foi um dos primeiros funcionários da Sanepar de Boa Vista da Aparecida, onde construiu um grande círculo de amizade e constituiu uma família. Um ser humano ímpar, um esposo e pai exemplar, um avô amoroso e, com certeza, um colega e amigo inesquecível. Que Deus dê forças para a Isolde, para que ela continue a missão de ter a família unida como ele sempre quis e batalhou para isto. Que a Sanepar reveja a questão de segurança e reconhecimento destes valiosos trabalhadores que cuidam deste líquido tão precioso.”

“Lamentamos muito pela morte do nosso colega. Espero que seja investigado o fato para que isso não volte a acontecer, pois o risco das nossas ETA’s é enorme! Se isso aconteceu numa ETA do porte da Iguaçu, com toda sua estrutura, imagina o que pode acontecer nos sistemas do interior onde muitas ETA’s possuem uma estrutura de segurança precária, sem contar o fato das escalas exaustivas do interior, onde muitos operadores têm que trabalhar em áreas de alto risco com sono, pois na escala, ele não tem muito tempo para regular seu relógio biológico.”

“Profundamente lamentável a morte do colega Romilton... Que Deus dê muita força à toda a sua família e que nós saneparianos possamos sempre buscar melhorias e orientação para que não ocorram mais quaisquer acidentes em nossas atividades.”

“Primeiramente quero aqui deixar meus sentimentos à família. O descaso com que a cia. trata seus funcionários, está provocando seus piores reflexos. Ano passado foram dois companheiros e sequer o caso foi investigado a fundo. Lamentavelmente agora outra morte. A segurança sempre foi deixada em segundo plano pela Sanepar. Trocam-se serviços de qualidade por serviços inferiores (apenas para ter menor custo), colocam operadores à exaustão e à riscos que podem levar a consequências fatais. Enquanto não houver uma ação eficaz, a Sanepar dará, certamente, sequência a casos como o que aconteceu. Mudanças devem ser tomadas!”

Um tema que movimentou bastante o nosso site neste mês foi o aumento de 32,84% no montante conselheiros e administradores da Sanepar. Selecionamos alguns comentários sobre essa matéria:

Chega de levar tapa na cara! Já estou entregando currículo na região! Não quero mais andar de roupas azuis na rua. Sinto vergonha deste uniforme e de ser marionete de administradores covardes. Mês passado meu filho ficou doente porque queria um carrinho de controle e eu não tinha dinheiro pra comprar. Me doeu na alma, mas é verdade! Eu sonhei com 20% de aumento e ganhei 2% e com muita humilhação! Já estava decidido... Se eles me dessem um aumento maior, não sobraria dinheiro para os covardes de gravata 32,84%. É isso aí, pessoal, temos aquilo que merecemos... Comemos o fruto da semente que plantamos! Cabe a cada um analisar a própria vida e rever onde está o erro. Novos acordos, novos governadores e novas oportunidades virão.

32%! Que bom, eles merecem. Afinal, os coitados sofrem muito com escalas, sol, chuva, dias e noites, feriados, perseguições, produtos tóxicos, riscos de acidentes. Nós que só ficamos nas nossas salas com ar-condicionado e nossos supersalários é que merecemos 2% e tá de muito bom tamanho pra nós, não acham?

Só 32%? Deveriam dar mais, afinal nós já ganhamos bem, vamos receber um ótimo aumento também, assim todos saem felizes e viva a hipocrisia!

distribuído aos

Quando a gente pensa que já viu de tudo, sempre aparece algo novo pra nos surpreender, e é sempre algo relativo às finanças da empresa. Depois a diretoria vem dizer que a Sanepar já está comprometida financeiramente e não pode ceder um aumento. É claro, pois o dinheiro já está comprometido com os acionistas, conselheiros, administradores, comissionados...

Se você ainda não é associado ao Saemac, não perca tempo e filie-se! Acesse www.saemac.com.br, imprima e preencha a Ficha de Filiação que se encontra no “menu” superior. Depois é só encaminhá-la ao sindicato via representante ou, se preferir, entregue pessoalmente em alguma de nossas sedes! É permitida a reprodução parcial ou total das matérias, reportagens e fotografias veiculadas no Informativo Saemac, desde que citada a fonte.

3


Edição nº 95 - Maio/Junho 2012

retrospectiva

Acabou! O ACT 2012 O processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 20122013 chegou ao fim. Criamos abaixo uma “linha do tempo” para relembrar todos os passos da nossa luta pela garantia dos direitos dos trabalhadores. Luta que este ano foi fortalecida pela união de todos os sindicatos da categoria. Esperamos que no próximo ano as negociações sejam melhores e mais satisfatórias, com o prevalecimento das necessidades dos saneparianos. Nas páginas seguintes você confere o ACT 2012-2013 assinado.

Em reunião com o Coletivo Intersindical, Saemac e demais sindicatos rejeitam a 1ª proposta, entendendo ser insuficiente diante das reivindicações e necessidades dos trabalhadores.

Sanepar e sindicatos da categoria realizam a primeira reunião, mas a empresa não apresenta nenhuma proposta concreta, apegan23 do-se ao Plano de Gestão por Competência. Janeiro

Diretoria da Sanepar reúne-se novamente com os sindicatos para apresentar a 2ª proposta, que pouco avançou: ganho real de 2%, correção salarial pelo INPC (5,47%) e abono de R$1.500,00 linear + 80% de um salário nominal.

10

Neste dia a empresa divulgou na Intranet uma matéria que mais parecia uma tentativa de ludibriar e enganar os saneparianos, com informações incompletas e por vezes equivocadas a respeito do aumento que receberiam com o ACT e a implantação do PCCR.

22

Março

Fevereiro

23 13 Saemac protocola primeira pauta de reivindicações para renovação do ACT junto à empresa.

4

14 Sanepar apresenta a 1ª proposta para a renovação do ACT, oferecendo, entre os principais benefícios, ganho real de 1%, correção salarial pelo INPC (5,47%) e abono equivalente a 75% de uma remuneração, acrescido do valor fixo de R$ 1.200,00.

Veículos de comunicação noticiam o crescimento de 83% no lucro líquido da Sanepar.

11 Pela manhã, Coletivo Intersindical se reúne para analisar a 2ª proposta, e decide não levá-la para apreciação em assembleia, visto que o avanço não foi significativo. À tarde, sindicatos apresentaram a pauta mínima de reivindicações ao diretor Administrativo da Sanepar, Antonio Hallage, que solicitou dados oficiais que justificassem as reivindicações apresentadas.


Site: www.saemac.com.br

2-2013 está assinado Nova tentativa de negociação é realizada entre empresa e sindicatos, porém sem muito sucesso. A 3ª proposta apresentada pela Sanepar apenas aumentou o valor referente ao abono, que passaria a ser de 85% de uma remuneração, acrescido do valor linear de R$1.500,00.

18

Coincidentemente, um dia após a veiculação no site do Saemac da carta enviada ao governador, a Sanepar disponibilizou no e-mail de cada sanepariano 20 uma simulação de como poderá ficar seu salário com a implantação do PCCR, nitidamente com o intuito de desviar o foco do ACT.

Coletivo Intersindical define em reunião a realização de sessões de assembleia para deliberação sobre 3ª proposta apresentada pela Sanepar.

03

As últimas sessões de assembleia ocorreram em Ponta Grossa, Lapa, Guarapuava, Toledo, Palotina, Assis Chateaubriand, Guaíra, Capitão Leônidas Marques, Cascavel, Guaraniaçu/Catanduvas, Francisco Beltrão, Capanema, Dois Vizinhos, Telêmaco Borba, Piraí do Sul, Castro, Coronel Vivida, Pato Branco e Curitiba. Foram realizadas sessões da assembleia em Rio Negro, União da Vitória, São Mateus do Sul, Palmeira, Imbi09 tuva, Pinhão e Pitanga. Maio

Abril

Coletivo Intersindical protocola a pauta mínima com os devidos 13 esclarecimentos que justificam o pedido de reposição de perdas salariais de 18,38%; abono salarial de 2 salários nominais com um piso mínimo de R$2.500,00; gratificação de férias de 1 salário nominal com piso mínimo de R$2.000,00; garantia de emprego; vale refeição/alimentação com correção de 18,38%.

11

19

Diante da intransigência por parte da diretoria da Sanepar em acatar nossas reivindicações, o Coletivo Intersindical decide, em nova reunião, enviar uma carta solicitando a interferência do governador Beto Richa nas negociações, lembrando que, em sua campanha, Richa pregava com veemência a valorização do funcionário público.

25 Em conversa com o presidente do Saemac, Beto Richa confirma o recebimento da carta com a nossa solicitação, mas diz apenas que analisaria nosso pedido e, posteriormente, nos daria uma resposta.

As sessões da assembleia foram 10 realizadas em Irati, Prudentópolis, Laranjeiras do Sul, Matelândia, Quedas do Iguaçu, Guaratuba, Matinhos, Foz do Iguaçu e Medianeira.

Foi feita a somatória dos votos com outros sete 15 sindicatos: Sintec, Sindael, Sindaen, Staemcp, Stiupar, Siquim e Sintespar e o resultado final foi:

3146 presenças

1696

1380

aprovações

rejeições

53,9%

43,9%

70

abstenções/nulos

2,2%

5


Edição nº 95 - Maio/Junho 2012

act 2012-2013

Sem cair em armadilhas! Está virando hábito entre os diretores da Sanepar a tentativa de incluir cláusulas contraditórias e/ou prejudiciais aos saneparianos na minuta do Acordo Coletivo de Trabalho. Ano passado foi assim e este ano também. Enquanto alguns sindicatos tiveram pressa em assinar o ACT e não se atentaram às armadilhas que ele escondia, o Saemac e os demais sindicatos que optaram pela somatória de votos (Stiupar, Sintec, Siquim, Sintespar, Staemcp, Sindaen e Sindael) agiram com calma e cautela, analisando detalhadamente a minuta e promovendo as adequações necessárias, visando sempre a garantia de que os trabalhadores não serão prejudicados. O que percebemos, infelizmente, é que o sanepariano vai com muita “sede ao pote” e por isso não conquista grandes avanços. O simples fato de receber o valor retroativo, que já estava garantido, gerou enorme pressão para a assinatura do ACT, mas não sucumbimos à essa pressão! Confira ao lado as cláusulas que foram alteradas ou removidas do Acordo Coletivo de Trabalho 2012-2013 assinado pelo Saemac.

Cláusulas Alteradas Banco de horas: Algumas exigências da empresa não faziam sentido, como essa: “o empregado estará obrigado a atender a determinação da empresa, sob pena de sofrer o desconto das referidas horas, ressalvada a ausência justificada.” Entendia-se que o empregado convocado para horas extras estaria obrigado a trabalhar. Isso não é legal, pois o Contrato de Trabalho não prevê. Por ser uma cláusula controversa, ficou definido que será discutida posteriormente e incorporada ao ACT em termo aditivo. PCCR: Na minuta do ACT, a cláusula estava assim: “a Sanepar apresentou aos empregados representados pelo SAEMAC o PCCR, (...) cujos termos foram aceitos pela categoria”. Como em momento algum foi realizada votação para apreciação do PCCR, a cláusula foi modificada, passando a dizer apenas que os termos foram conhecidos pela categoria. Abono: Na minuta, a empresa estabelecia que alguns trabalhadores não receberiam o valor, como os aposentados por invalidez, demitidos, afastados por doença/acidente; afastamento reclusão e inquérito judicial. Isso foi removido da cláusula.

Cláusulas Removidas Qualificação profissional: ”A empresa envidará esforços (...) no sentido de implementar programa de investimento na qualificação profissional dos seus empregados, objetivando a melhoria da produtividade e a ampliação de conhecimentos, (...) que poderá ocorrer mediante a participação do empregado em cursos, seminários, palestras, as quais poderão ocorrer em períodos noturnos ou em finais de semana, tanto nas cidades onde o empregado preste o seu trabalho regular, como noutras, (...) sendo que a participação dos empregados, não será considerada como caráter de tempo extraordinário (...)” Indenização para instrutores de treinamento: ”As verbas pagas aos empregados que atuarem como instrutores (...) em treinamentos realizados pela empresa, tem caráter indenizatório pela transferência e repasse de conhecimentos, não integrando a remuneração dos empregados (...) para quaisquer efeitos salariais.”

FOTOS: Arquivo SAEMAC

O fim do processo de negociação do ACT 2012-2013 se deu no dia 21 de maio, quando os sindicatos se reuniram com o diretor administrativo da Sanepar, Antonio Hallage, para rever a minuta e assinar o acordo!

6


7

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012-2013


Edição nº 95 - Maio/Junho 2012

participação nos lucros

PPR Queremos nossa

parte no lucro

: 25%

da Sanepar do montante distribuído

aos acionistas, conforme anos anteriores 8


Site: www.saemac.com.br

Como foi divulgado na imprensa e é do conhecimento de todos, o lucro líquido da Sanepar cresceu 83% em

2011, atingindo a marca de R$ 249 milhões, graças ao reajuste das tarifas defasadas. Nos anos anteriores (2008, 2009 e 2010), a participação dos empregados nos lucros e resultados da empresa foi de exatamente 25% do montante destinado aos sócios. Porém, este ano, segundo o Relatório Anual de Administração e Demonstrações Contábeis divulgado pela empresa, o percentual destinado aos trabalhadores será de apenas

8,7%!

Mas, espera aí... Se o lucro da empresa cresceu tanto, não seria justo que os trabalhadores também recebessem mais por isso? Claro! E é exatamente por esse motivo que o Saemac não aceitará o valor proposto pela empresa de maneira nenhuma. Vamos lutar para que os trabalhadores recebam o mesmo percentual que foi distribuído nos outros anos. Qualquer proposta diferente desta não deve ser acatada! É INADMISSÍVEL que a empresa desvalorize o trabalhador de forma tão escancarada, deixando de repassar o que eles realmente merecem por elevarem o lucro da empresa.

2010 2008

Para se ter uma ideia da desvalorização que a empresa está querendo praticar, vamos relembrar os valores que foram pagos do PPR relativos ao exercício de 2008, 2009 e 2010.

Montante dos acionistas: R$

39.867 milhões

Montante aprovisionado aos trabalhadores pelo PPR: R$ Percentual repassado aos trabalhadores: Valor linear pago a cada trabalhador:

9.967 milhões

25%

Montante dos acionistas:

R$ 1.660 mil

Montante dos acionistas: R$

37.201 milhões

Montante aprovisionado aos trabalhadores pelo PPR: R$ Percentual repassado aos trabalhadores: Valor linear pago a cada trabalhador:

De acordo com o Relatório de Administração e Demonstrações Contábeis de 2011 da Sanepar, seguindo a lógica da distribuição de 25% aos trabalhadores, nosso PPR deveria ficar assim:

9.300 milhões

25%

R$ 1.463 mil

Montante dos acionistas:

R$ 118.550 milhões Montante que deveria ser aprovisionado aos trabalhadores pelo PPR:

R$ 29.637.500 milhões Percentual que deveria ser repassado aos trabalhadores: 25% Valor linear que seria pago a cada trabalhador: R$

2009

4.465,49 mil

R$ 39.013 milhões Montante aprovisionado aos trabalhadores pelo PPR:

R$ 9.753 milhões Percentual repassado aos trabalhadores:

25% Valor linear pago a cada trabalhador:

R$ 1.597 mil Porém, o que a empresa aprovisionou aos trabalhadores pelo PPR do exercício de 2011 foram 10.264 milhões, perfazendo apenas 8,7% ao invés dos 25% e totalizando um valor linear de R$ 1.546,48 para cada trabalhador.

Não podemos aceitar! Vamos lutar por um PPR justo e que valorize o sanepariano! 9


Edição nº 95 - Maio/Junho 2012

ações judiciais

diminuição no step

multa de 40% do fgts para aposentados

Dois saneparianos obtiveram êxito em suas ações individuais, movidas por intermédio da Assessoria Jurídica do Saemac, que pediam a invalidação da diminuição do percentual dos steps. Os saneparianos reclamaram que, antes de maio de 2010, o Plano de Cargos e Salários (PCS) contemplava nove níveis salariais, correspondentes a 12 steps no valor de 3,7261%. A empresa modificou o referido plano, que passou a ter 23 steps com valor de 1,7981%. Eles foram avaliados em 2010 e receberam o aumento salário com base no step de menor percentual. O Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região entendeu que a alteração na tabela salarial é ilícita e prejudicial ao empregado, pois houve alteração para pior quanto aos intervalos entre cada um dos “steps” e, por isso, condenou a empresa a indenizar os trabalhadores, pagando as diferenças salariais, com reflexos em férias, 13º salário e FGTS (8%). Como explicou o Dr. Roque Sebastião da Cruz, responsável pelas duas ações, não caberia uma ação coletiva neste sentido, visto que cada caso é totalmente individualizado, ou seja, cada um recebeu uma avaliação e, consequentemente, o prejuízo foi diferente para cada trabalhador. Não podemos tomar isso de forma generalizada e ingressar com ação coletiva. Porém, quem tiver interesse em mover ação individual para reaver as diferenças salariais deve procurar a Assessoria Jurídica do Saemac em Cascavel ou Curitiba.

A boa notícia para os aposentados da Sanepar é que a empresa não poderá mais recorrer na ação que requer o pagamento da multa de 40% do FGTS e aviso prévio para quem se aposentou e não foi contemplado com esses direitos. A ministra vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Maria Cristina Irigoyen Peduzzi pôs fim aos intermináveis recursos da Sanepar no dia 11 de abril. A empresa havia entrado com recurso quatro vezes: em agosto, setembro e novembro de 2011 e também em fevereiro de 2012. Todos eles foram negados! No momento, estamos esperando o retorno dos autos para que haja a execução da ação, que deverá abranger todos que se aposentaram anteriormente à data de 26 de outubro de 2006 e pertencem à base do Saemac. Uma curiosidade revelada pelo Dr. Roque Sebastião da Cruz é que o Saemac foi o único sindicato no Brasil a ganhar essa ação judicial.

turno de revezamento - 8h Esta ação abrange os trabalhadores que laboram em turno de revezamento de oito horas e reivindica judicialmente o pagamento de adicional de horas extraordinárias sobre as horas relativas ao descanso noturno e adicional noturno, com adicional de 50% + 20% para as horas noturnas reduzidas e adicional noturno de 20% para o labor após as 05:00 horas. No dia 13 de abril, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) publicou despacho em que o recurso da Sanepar foi negado mediante decisão monocrática na Seção de Dissídios Individuais (SDI). Agora é só esperar a execução desta ação coletiva.

Horário de atendimento da Assessoria Jurídica do Saemac: Dra. Márcia Fernanda Johann - Atende na sede do Saemac em Cascavel toda segunda e terça-feira no período da tarde.

10

Dr. Roque Sebastião da Cruz - Atende na sede do Saemac em Curitiba às terças e quintas-feiras no período da manhã.

funções do sanepariano: apenas as que estão no pcs

O Tribunal do Trabalho da 9ª Região rejeitou o parecer do departamento jurídico da Sanepar em uma ação individual, em que a empresa tentava afirmar que o funcionário tem que fazer qualquer serviço determinado pela empregadora, inclusive cortar grama. O argumento foi considerado equivocado, deixando claro que os saneparianos só devem executar as atribuições discriminadas no Plano de Cargos e Salários (PCS), inclusive não podendo essas funções ser aumentadas com alguma mudança de plano, visto que o primeiro PCS incorporouse ao contrato de trabalho.


Site: www.saemac.com.br

o fantasma

Privatização, Sanepar e Beto Richa:

o que eles têm em comum? Sempre que se houve falar em Beto Richa e Sanepar o assunto é um só: privatização. Quando achamos que o fantasma tinha desaparecido (depois do projeto da Agência Reguladora), boatos o fazem ressurgir. Desta vez, o informativo carioca Relatório Reservado foi quem divulgou, no dia 07 de maio, a “informação” de que “o governador Beto Richa promete tirar da gaveta uma operação que seus antecessores ensaiaram por diversas vezes, mas sempre ficaram no quase: a privatização da Sanepar.” O texto continua dizendo que “o novo projeto prevê a venda de 51% da companhia” e que “o governador pretende lançar o edital de privatização e iniciar o road show até agosto”. Por três dias seguidos, a Assessoria de Imprensa do Saemac tentou entrar em contato com o veículo de comunicação carioca, mas não obteve nenhum retorno. Dois dias após a divulgação da matéria em nosso site, o Governo do Estado publicou nota oficial de repúdio às informações, dizendo tratar-se de “notícia 1) inverídica; 2) descabida; e 3) irresponsável. Inverídica porque não há nenhuma orientação do governador Beto Richa em tratar da privatização de empresas públicas do Paraná. Muito ao contrário. Beto Richa assumiu o compromisso de fortalecer as estatais paranaenses. Portanto, não é verdade que “Richa promete tirar da gaveta” qualquer proposta de venda de ativos estaduais. Descabida porque a Sanepar,

na atual gestão, estabeleceu um plano de investimentos estruturado, que chega a R$ 2 bilhões, com o aval do Governo do Estado, que entende que a empresa é essencial na política de estímulo ao desenvolvimento socioeconômico do Paraná. Irresponsável porque não atende o mínimo da boa prática jornalística, que é tentar confirmar a informação que está sendo publicada.” O Saemac mantém o posicionamento absolutamente contrário ao processo de privatização. Ao nosso ver, a privatização no setor de saneamento somente precariza a mãode-obra e o serviço essencial que é prestado à população paranaense. Porém, não podemos descartar a hipótese de que o Governo pensa em

privatizar a Sanepar, já que informações do gênero são ventiladas nos corredores do Palácio Iguaçu por membros deste próprio Governo. Por outro lado, se o Governador “jura de pé junto” que isso não vai acontecer, vamos acreditar nele. Aliás, outro que prometeu que qualquer projeto relacionado à isso não seria colocado em apreciação de maneira alguma foi o sr. Valdir Rossoni, presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, por ocasião das discussões sobre a Agência Reguladora. Vamos continuar acompanhando de pertinho cada capítulo desta história, que certamente ainda dará muito o que falar mas que, infelizmente, não temos as pistas que nos levarão a descobrir qual será o seu final.

11


galeria de fotos Durante os dias 09, 10 e 11 de maio, o Saemac realizou 35 sessões da Assembleia Geral Extraordinária para apreciação e deliberação da 3ª proposta apresentada pela Sanepar para o ACT 2012-2013. 3146 saneparianos compareceram e deram seu voto. O Saemac agradece a participação de todos e enfatiza que o sindicato são todos os trabalhadores! Confira abaixo fotos de algumas sessões da assembleia: Curitiba

Curitiba

Curitiba

Cascavel

Cascavel

Guaraniaçu

Foz do Iguaçu

Francisco Beltrão

Foz do Iguaçu

Guarapuava

Foz do Iguaçu

Guarapuava

Para fortalecer a comunicação com os nossos representados, agora o Saemac possui uma página no Facebook! Todos os dias atualizamos ela com fotos e notícias do sindicato e também de assuntos relacionados ao mundo trabalhista. Se você possui um perfil na rede social, interaja conosco por lá. Acesse www.facebook.com/saemac e clique em “curtir”. Esse é mais um espaço pra você expressar sua opinião!

Informativo Saemac - Nº 95 - Maio/Junho de 2012  

Informativo oficial do Sindicato dos Trabalhadores no Saneamento (Saemac), que representa os trabalhadores da Sanepar.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you