Page 1

erA umA vez…

Escola Secundária Infanta D. Maria História Maio de 20113

“A últimA fAse dA descolonizAção”

Ana nt e m a r Sac nº1 o Inês da i e Alm 21 nº 9ºA


Índice • Introdução • Capítulo I As primeiras colónias • Capítulo II Fatores que levaram à descolonização • Capítulo III Independência das colónias Africanas dos vários países • Capítulo IV Apartheid • Conclusão • Bibliografia


introdução • Esta apresentação foi-nos proposta pelo professor Pedro Pinto, no âmbito da disciplina de História. • Sendo-nos elegido como tema “A última fase da descolonização”, temos o objetivo de vos dar a conhecer como esta ocorreu nas colónias dos diferentes países europeus. E também, o que foi o Apartheid e o que desencadeou.


i cApĂ?tulo


As primeirAs colóniAs… • Inicialmente os europeus viam os territórios africanos não como terras a dominar, mas sim como fonte de comércio. • Mas no século XIX, ocorrem certas mudanças…


ii cApÍtulo


fAtores que levArAm à descolonizAção


Um dos primeiros fatores foi o enfraquecimento da economia dos pa铆ses europeus que participaram na 2陋 Guerra Mundial. Esses ficaram sem recursos econ贸micos suficientes para manter as suas col贸nias.


Um segundo fator foi o nacionalismo despertado nas colónias. Os colonos argumentavam, com bom motivo, que não tinha lógica as nações aliadas participantes numa guerra contra o totalitarismo e continuarem com a sua soberania sobre outros povos


Um terceiro fator que incentivou a descolonização foi a Carta de São Francisco (Carta das Nações Unidas) – documento criado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Assinada em 26 de junho de 1945, a Carta estimulava a independência das colónias.


iii cApÍtulo


independênciA dAs colóniAs AfricAnAs dos vários pAÍses a s; s e c n a fr s ia n ló o c s • Independência da nas; a li a it s ia n ló o c s a • Independência d esas. u g u rt o p s ia n ló o c s • Independência da


independênciA dAs colóniAs frAncesAs: Depois da 2ª Guerra Mundial, a França travou alguns conflitos na Argélia e na Indochina, pois estes queriam a independência. Nesta altura já tinha perdido Marrocos e a Tunísia. Contudo, tentou em Setembro de 1958, através de uma manobra dar uma “autonomia” às suas colónias, que continuariam a fazer parte da “Comunidade Francesa”. As colónias francesas formaram algumas uniões, mas não duraram muito tempo, e a França acabou, em 1960, por reconhecer a independência à maioria das suas colónias africanas.


independênciA dAs colóniAs itAliAnAs: • A Itália foi o último país europeu a chegar ao continente africano e também o primeiro a retirar-se. • As únicas colónias italianas em África foram a Líbia, Eritreia e parte da Somália. A Líbia tornou-se independente em 1951 e a Somália Italiana em 1960. • Além dessas colónias, a Itália invadiu o atual território da Etiópia em 1936. Cinco anos depois, em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, a Etiópia reconquistaria sua independência.


independênciA dAs colóniAs portuguesAs: • As colónias foram pedindo a independência a Portugal, e além da sua independência ser vista pelo mundo, Portugal não estava disposto a dá-la. • Assim as colónias travaram uma guerra civil com Portugal, que teve final com a Revolução dos Cravos, dando a independência às colónias. • Algumas pessoas, tanto em Portugal, como nas suas excolónias de África, consideram que o processo de descolonização foi mal conduzido.


iv cApĂ?tulo


ApArtheid


• Apartheid (significa "vidas separadas" em africano) era um regime que negava aos negros da África do Sul os direitos sociais, económicos e políticos. • No regime do apartheid o governo era controlado pelos brancos de origem europeia (holandeses e ingleses), que criavam leis e governavam apenas para os interesses dos brancos. Aos negros eram impostas várias leis, regras e sistemas de controles sociais. 


entre As principAis leis do ApArtheid, podemos citAr: - Proibição de casamentos entre brancos e negros 1949. - Obrigação de declaração de registro de cor para todos sul-africanos (branco, negro ou mestiço) - 1950. - Proibição de circulação de negros em determinadas áreas das cidades - 1950 - Determinação e criação dos bantustões (bairros só para negros) - 1951 - Proibição de negros no uso de determinadas instalações públicas (bebedouros, banheiros públicos) - 1953

- Criação de um sistema diferenciado de educação para as crianças dos bantustões - 1953


Este sistema vigorou até o ano de 1990, quando o presidente sul-africano tomou várias medidas e colocou fim ao apartheid. Entre estas medidas estava a libertação de Nelson Mandela, preso desde 1964 por lutar contra o Apartheid. Em 1994, Mandela assumiu a presidência da África do Sul, tornando-se o primeiro presidente negro do país. 


conclusão • Com esta apresentação percebemos o quão difícil foi a descolonização e os problemas derivados dela. • Não imaginávamos que o racismo pudesse ter tido deveras consequências até tão tarde, mas ficamos muito contentes por saber que houve homens que lutaram para que o racismo terminasse.


BiBliogrAfiA • Para fazer este trabalho pesquisamos nas seguintes fontes de informação: –

http://www.infopedia.pt/$descolonizacao-de-africa

http://www.10emtudo.com.br/aula/ensino/descolonizacao/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Descoloniza%C3%A7%C3%A3

http://no.comunidades.net/sites/gru/grupo4/index.php?pag

http://www.brasilescola.com/geografia/apartheid.htm

sacrin  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you