Page 1

NA TERCEIRA IDADE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA | CIRCULAÇÃO MENSAL

Outubro 2014 | Ano 8 ‐ Nº 86

www.sabervivernaterceiraidade.com.br

PERFIL

SAÚDE

Norma Lux recorda a vida de costureira

Riscos e benefícios de remédios na 3ª idade

Aos 88 anos, a costureira e professora Norma Lux mantém velhos hábitos da profissão no mesmo local onde nasceu, em Hamburgo Velho.

Dr. Leandro Minozzo explica por que o uso de remédios por pessoas acima de 60 anos deve ser avaliado com muito critério por médicos e pacientes.

Página 7

Página 4

Idosos representam 16,4% do número de eleitores da região iStock, Getty Images

Pleito de 5 de outubro terá 85.604 eleitores acima dos 60 anos em Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapiranga, Campo Bom, Estância Velha, Dois Irmãos e Ivoti. Com essa representação, que é semelhante em todo o Brasil, idosos se candidatam a escolher deputados e serem voto decisivo na definição de senadores, governadores e do próximo presidente da República. Terceira idade também ocupa destaque no país entre os candidatos: 14,2% dos 22.791 postulantes da eleição têm mais de seis décadas de vida.

Liga prepara ações para Outubro Rosa Mês é dedicado pela Liga Feminina de Combate ao Câncer à divulgação de informações sobre prevenção e diagnóstico precoce do tumor nas mamas.

Página 6

Retire gratuitamente seu exemplar do Jornal em: Campo Bom BANCA REVISTA

CENTRAL Av. Brasil, 2991

Novo Hamburgo

Tabacaria do

JUN A

Galeria Central

Tabacaria Bourbon Hipermercado

São Leopoldo

Tabacaria Central Página 3

Rua Independência, 324


2 | OUTUBRO 2014 |SABER VIVER NA TERCEIRA IDADE

OPINIÃO

Truff Catuch

A escolha certa Domingo, 5 de outubro, dia de votar mais uma vez. Para quem passou dos 60, esse é um programa que já foi feito tantas vezes ao longo da vida que parece faltar motivação para mais um pleito. Já para quem tem mais de 70, cujo voto é facultativo e não obrigatório, aí sim fica difícil encontrar razões para ir às urnas. Mas os motivos existem. Se a pretensão de deixar um país melhor para as futuras gerações não parece lhe animar, que tal comparecer na sua seção eleitoral para trocar maus por bons políticos? Pare e pense: o que não falta no Brasil, em todas as estâncias de poder, é político desqualificado para o cargo, fazendo descaso dos idosos e lembrando deles só a cada quatro anos, quando chega a hora de mendigar votos. E aí chovem promessas que irão entrar para a lista de não cumpridas. São esses mesmos ditos representantes do povo que por vez e outra até criam leis teoricamente pensadas em favor dos mais velhos, mas que na prática não passam de medidas paliativas. Afinal, pouco ou nada é feito para fazer valer os direitos já conquistados pelos idosos. Basta ver o Estatuto do Idoso, que completou 10 anos com muitos de seus artigos ainda presos ao papel. Ainda que as pessoas acima dos 60 anos tenham direitos supostamente garantidos na legislação, não raro se veem obrigadas a recorrer à Justiça para ter acesso a medicamentos, por exemplo. Entre os candidatos, há aqueles que nem sequer disfarçam que a terceira idade passa longe do alegado caráter prioritário. Fala-se muito nas minorias, nos pobres, nas mulheres, nos negros e nos homossexuais - todos com muita justiça - mas você não vê com frequência postulantes a cargo público se mostrarem preocupados com a qualidade de vida de uma população que envelhece a passos largos. Creches são construídas para o bem de nossas crianças e outras tantas são projetadas, mas não há uma só instituição pública de longa permanência para idosos que ocupe espaço, seja nos discursos dos candidatos, seja na realização dos eleitos. E o que resta, então, é arcar com despesas não menores do que dois salários mínimos para que o idoso receba os cuidados que precisa e que sua família já não mais pode dar. Já para quem ganha apenas um salário, como é o caso de muitos, a atenção integral torna-se utopia. É hora de mudar isso. O voto é seu. Faça a escolha certa. Leve às urnas a energia que você ainda possui para tornar sua cidade, estado e país lugares melhores de se viver e conviver.

EXPEDIENTE Jornal Saber Viver na Terceira Idade CNPJ: 12.322.553/0001-40 Inscrição Municipal: 6882 Rua Júlio de Castilhos, 600 CEP 93900-000 - Ivoti - RS

Fone: 51.8456.4614 E-mail: saberviver3@gmail.com

Diretor | Gilberto R. Winter Jornalista Responsável Rafael Geyger - MTB/RS: 12397 Diagramação | Direção de Arte Sandra Carvalho de Alcantara Tiragem | 10.000 exemplares Circulação | Ivoti e Vale do Sinos

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores

www.sabervivernaterceiraidade.com.br saber viver na terceiraidade

TELENTREGA

0800 703 7036 3563.1999

IVOTI

Atendimento Segunda a Sábado: 8h às 20h Domingos: 8h às 12h

www.jacorudiplitzlamp.com.br

Os zên môpas, zên cáts e zên carnissé! Cumôia! Eu vissidêi uns lar te itôso em Novo Hampúrgo, brá gonhezê e fuduramênt a Hulda e eu í mora nún. Dên te dúto: crãnde, beguêno, ponído, feio, gôn zúber lodazôn e ôts gôn máiz esbázo bros vôvo. Na vertáde, zó uns pôcs zôn iteál... Máiz o gue eu guéro falá é tá fisgalizassôn: dên e nôn dên... Eu non zêi gômo ísdo funziôna, borgue eu dênho zerdêssa gue uns nôn tôn têndro tás essichênzia to Gonzêlho to Itôso e nen tá Vichilãns Zanidária. E dên ôts guê tôn zêndo medralháto gôn essichênzia gue non brezissáva zê azín. Nen vô falá te dúto, máiz vô jamá a adenzôn brá um fádo zó: pícho te esdimazôn. Nôn bóde! Êls non bermít os vovossínho der um môpsia, ô um cátsia. Ísdo é um apzúrto, borgue nôn é uma glíniga, nen hosbitál, é uma gássa. E em gássa a chênde dên pícho e non fíga toênde bor gáussa têls. Adé a Fevál dá fassêndo um drapálho nêsde zendído, inzendivãnto a gonvivêns. Zê o píchia dên vazína e doma pãnho, guál é o broplêm? E nun pên ponído gue eu fui, no guindál dinha um calinhêro beguêno, gôn uns drêis ô guádro carnissé, gue um vovô alimênda e báza o tía ali. O gue a vichilãns tíz? Dêngue dirá! Um pôc te pôn zênzo e informazôn nôn ía fassê mal brás audoritádes...

CLOSSÁRIO Adé -até Adenzôn - atenção Alimênda - alimenta Apzúrto - absurdo Báza - passa Beguêno - pequeno Bermít - permitem Bóde - pode Brá - para Brezissáva precisava Broplêm - problema Calinhêro galinheiro Carnissé - garnizé Cáts - gato Cátsia - gatinho Chênde - gente Crãnde - grande Cumôia - bom dia Dêngue - tem que

Der - ter Dinha - tinha Dirá - tirar Drapálho - trabalho Drêis - três Dúto - tudo Êls - eles Esdimazôn estimação Essichênzia exigências Fádo - fato Fassê - fazer Fassêndo - fazendo Fevál - Feevale Fíga - fica Fisgalizassôn fiscalização Fuduramênt futuramente Gássa - casa

Gáussa - causa Glíniga - clínica Gonhezê - conhecer Gonvivêns convivência Guádro - quatro Guál - qual Guéro - quero Guindál - quintal Inzendivãnto incentivando Iteál - ideal Itôso - idoso Jamá - chamar Lodazôn - lotação Medralháto metralhados Môpas - cachorro Mopsia cachorrinho Nêsde - neste

Ôts - outros Pãnho - banho Píchia - bichinho Pícho - bicho Pôc - pouco Pôcs - poucos Pôn - bom Ponído - bonito Têls - deles Têndro - dentro Tía - dia Toênde - doente Tôn - estão Vazína - vacina Vichilãns - vigilância Vissidêi - visitei Zendído - sentido Zêndo - sendo Zênzo - senso Zerdêssa - certeza Zúber - super


SABER VIVER NA TERCEIRA IDADE | OUTUBRO 2014 |3

GERAL

Voto experiente Pessoas acima dos 60 anos somam 16,4% do total de eleitores na região Divulgação/TSE

Delio de Barros Velloso, que concorre a deputado federal em São Paulo e que em dezembro completará 92 anos. Entre os 11 candidatos à Presidência da República, quatro são idosos - mesmo número registrado entre os postulantes ao cargo de vicepresidente. Há ainda 33 candidatos a governador com mais de 60 anos (entre 166 no total), 44 a senador (entre 170), 1.016 a deputado federal (entre 6.147) e 1.893 a deputado estadual (entre 14.788). Ao considerar dados apenas do Rio Grande do Sul, são 1.013 candidatos aptos no total, 154 são Com 85.604 pessoas acima dos 60 anos de ida- considerados idosos, o que representa 15,20% do de aptas a votar no próximo dia 5 de outubro, os can- total. O mais velho é o candidato a senador Pedro didatos têm no público idoso uma importante par- Jorge Simon, de 84 anos. cela e que pode dar sua contribuição decisiva para eleger - ou rejeitar - os novos representantes nos Por dentro da urna poderes Executivo e Legislativo. A eleição ocorre no dia 5, das 8h às 17h. Será preCom esse total de eleitores idosos, 16,40% dos ciso dar 5 votos no total. A ordem de votação é a votos de Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapiran- seguinte: deputado estadual (5 algarismos), depuga, Campo Bom, Estância Velha, Dois Irmãos e Ivo- tado federal (4 algarismos), senador (4 algaristi sairão de um público bastante experiente no voto. mos), governador (2 algarismos) e presidente (2 Há mais de 50 mil eleitores até 69 anos, outros 24 algarismos). mil até 79 e quase 12 mil acima dessa idade. O voto é obrigatório para brasileiros entre 18 e Em termos percentuais, Novo Hamburgo é a 70 anos. Para quem tem 16, 17 ou mais de 70 anos, cidade da região com o maior número de eleitores o voto é opcional, da mesma forma que ocorre com com mais de 60 anos: 17,7% - acima da média naci- os analfabetos. onal, inclusive. O menor percentual está em Dois Para votar, o eleitor deve se dirigir até a sua resIrmãos, com 13,4% de eleitores idosos. pectiva seção eleitoral, levando consigo um docu-

Perto dos 25 milhões No Brasil, há 24.297.096 eleitores acima dos 60 anos e que estão aptos a votar no pleito. O número representa 17.01% do total de eleitores no Brasil, que somam 142.822.046, conforme dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). As estatísticas das eleições confirmam um fenômeno observado nos levantamentos sobre a expectativa de vida dos brasileiros: somos uma população em processo de envelhecimento. Mais um fato que contribui com esse entendimento está no grupo majoritário das eleições deste ano: o de eleitores que têm entre 45 e 59 anos de idade. No total, são 33.790.849 votantes nessa faixa etária, ou 23,65% de todos os eleitores.

Candidatos maduros As eleições de 5 de outubro terão em todo o Brasil 22.791 candidatos. Destes, 3.247 (14,24%) têm mais de 60 anos. A lista tem, inclusive, três candidatos com mais de 90 anos. O mais velho deles é

mento oficial com foto. Não é obrigatório apresentar o título eleitoral. O TSE estima que o tempo médio de votação do eleitor em 2014 será de 1 minuto e 14 segundos. Caso não possa comparecer, o eleitor tem até 60 dias para apresentar sua justificativa. Do contrário, terá que pagar multa ou obterá a certidão de quitação eleitoral, lembrando que perde o direito de votar em caso de ausência não justificada em três turnos seguidos. O segundo turno, se necessário para os cargos de presidente e governador, está marcado para 26 de outubro.

DADOS DA REGIÃO Faixa etária 60 a 69 anos: 70 a 79 anos: Superior a 79 anos: Total de idosos: Total de eleitores:

Eleitores 50.341 23.675 11.588 85.604 521.861

% 9,646 4,536 2,271 16,403 100

Especializado em

! ! ! E

Peixes e Frutos do Mar

D A D

I V O

N

51.3592.3242 51.3099.4023

Agora, além de Peixe e Frutos do Mar, também com Grelhados de Carne e Frango

Aceitamos reservas para Festas

Rua João Neves da Fontoura, 330 esquina José Bonifácio - São Leopoldo


4| OUTUBRO 2014 |SABER VIVER NA TERCEIRA IDADE

SAÚDE

Medicamentos e idosos: fique de olhos abertos!

INFORMATIVO

Dr. Leandro Minozzo CRM 32053

A importância de se cuidar O nosso corpo, como tudo na vida, depende de cuidados. Para podermos usufruir de nossa saúde por muito tempo, devemos nos preocupar com algumas tarefas diárias. A primeira delas é a nossa respiração: nosso piloto automático está cada vez pior e muito disso devido ao estresse da vida moderna. Para respirarmos melhor, é muito simples: basta inspirar pelo menos quatro segundos e expirar o dobro. Assim, nosso corpo irá aproveitar melhor nossa energia que é o oxigênio. Outro muito importante é ingerir muita água. Nosso corpo é composto de pelo menos 70% de água. O ideal é beber um pouco por várias vezes durante o dia. A água é o elemento da natureza responsável por limpar e hidratar o nosso corpo. Às vezes, uma dor de cabeça pode estar associada à falta de água. Em terceiro lugar, a alimentação: comer pouco várias vezes ao dia e aumentar o consumo de frutas e verduras que são excelentes fontes de vitaminas e minerais. Através da alimentação, abastecemos nosso corpo e por isso precisamos nos preocupar com a qualidade de nossos alimentos. Quarto: exercitar-se! O nosso corpo precisa de movimento, pois sem ele envelhecemos muito rápido e entramos em decadência. Através do exercício físico, conseguimos obter vários benefícios, como fortalecimento de ossos e articulações, enrijecimento dos músculos, maior flexibilidade, ajuda a perder as gorduras do corpo, diminuição do colesterol e aumenta o colesterol bom, melhora o diabetes, auxilia na prevenção de inúmeras doenças, regula as substâncias do sistema nervoso, diminui o estresse, melhora o fluxo de sangue ao cérebro e reduz a ansiedade. Enfim, além de prevenir todos esses problemas, o exercício também ajuda na recuperação de depressão e autoestima. Por isso, precisamos cuidar do nosso corpo, pois se o deixarmos estragar não temos peças de reposição. E para vivermos muitos anos com saúde, precisamos nos cuidar. Existem coisas que o dinheiro não compra e uma delas é a nossa saúde. Precisamos mudar e melhorar nossos hábitos a nossa rotina depende só de nós. Trocar um mau hábito por um bom hábito é uma atitude inteligente. Fabiano Giacomolli Crefito 57237 Fisioterapeuta da Clínica de Fisioterapia do IPASEM‐NH Diretora – Presidente: Eneida Genehr Diretor de Administração: Geraldo de Araújo Jornalista: Adriana Seibert de Oliveira www.ipasemnh.com.br

Uso de remédios por pessoas acima de 60 anos deve ser avaliado com muito critério por médicos e pacientes Sabemos que, com o passar da idade, ocorrem modificações importantes no corpo. A quantidade de líquido extracelular diminui, enquanto a de gordura aumenta consideravelmente. As funções de diversos órgãos também se alteram. A acidez do estômago torna-se menor. O fígado fica mais lento na realização de suas funções, além disso, o uso de diversas medicações ao mesmo tempo dificulta seu correto funcionamento. No caso dos rins, por exemplo, há uma perda anual de 1% em suas capacidades após os 50 anos. Essas alterações, que começam na absorção, passam pela metabolização e distribuição, terminando na eliminação, influenciam na forma como os mais velhos respondem a um determinado medicamento. Como a maioria foi testada predominantemente em adultos, alguns cuidados devem ser tomados quando se decide começar o tratamento em pacientes idosos. E quais as consequências de negligenciarmos essa diferença própria dos mais velhos? Quedas, esquecimento, hemorragias digestivas e visitas desnecessárias à emergência.

Dr. Leandro Minozzo CREMERS 32053

Diazepam Começamos com um exemplo de medicamento comumente prescrito para idosos, em especial aqueles que dependem do SUS, o diazepam. Ele possui a característica de se acumular na gordura e, como vimos, um idoso apresenta muito mais gordura corporal do que um adulto. Com isso, o tempo que uma dose de diazepam leva para ser totalmente eliminada pode chegar a longas 200 horas (mais de oito dias). Essa característica lipofílica também faz que seu uso frequente cause um efeito acumulativo, ocasionando diversas reações adversas, como tontura, piora na memória e fraqueza muscular, que pode resultar em catastróficas quedas. O mesmo acontece com diversos outros medicamentos antibióticos, anti-inflamatórios, antidiabéticos e aqueles que atuam no sistema nervosos: podem causar sérios problemas de saúde. Preocupadas com isso, sociedades de geriatria

Novo Hamburgo- RS Nações Unidas, 2475 / 202 Bairro Rio Branco

Acupuntura Arte

Clínica Geral Envelhecimento Saudável Nutrólogo

milenar de

Tel. (51) 3595.3815

www.leandrominozzo.com.br

harmonizar as energias, trazendo saúde para o corpo e para o espírito

araujopuntura@hotmail.com

Araújo Atendimento a domicílio

Fone: 9322.0332


SABER VIVER NA TERCEIRA IDADE | OUTUBRO 2014 |5

SAÚDE

Receitas médicas Outro problema frequente no uso de medicações por pacientes idosos é a quantidade de receitas de médicos diferentes, muitas vezes de datas bem distantes. Recomenda-se que seja feita uma lista atualizada das medicações e que ela sempre esteja com o paciente quando de consultas ou idas ao hospital. Eu costumo também deixar uma cópia com algum dos filhos. Fique esperto e converse com seu médico sobre uma possível troca! Sabemos que, às vezes, não se tem à disposição medicamentos menos prejudiciais e o médico necessita tomar alguma conduta - ou seja, não condene quem quer te ajudar, apenas pergunte! Tenho a opinião de que o Ministério da Saúde e secretarias estaduais e municipais deveriam ficar atentos a essa questão, pois diversas medicações que devem ser evitadas ao máximo nos idosos estão disponíveis na Farmácia Popular. Um desses absurdos é o fato de haver aproximadamente 3 milhões de idosos com depressão no Brasil e a principal medicação que o SUS disponibiliza, sem encaminhamentos burocráticos cansativos e desarticulados na maioria das vezes, é a amitriptilina - que, nos idosos, pode ocasionar sérios efeitos adversos (piora cognitiva, alteração no ritmo cardíaco, retenção urinária e aumento no risco de quedas). Viu só como é complicado prescrever adequadamente uma medicação para um idoso? Se com médico já é uma questão delicada e que pode ocasionar problemas, imagine sem ele. Pense nas atrocidades que a automedicação pode causar na terceira idade. Confera a lista completa dos Critérios de Beer's, acesse www.leandrominozzo.com.br\blog.

pelo mundo periodicamente publicam listas de medicamentos cuja prescrição deve ser evitada em idosos. A relação mais conhecida é a da Sociedade Americana de Geriatria, chamada de Critérios de Beer's - sua última atualização foi em 2012. Os medicamentos que estão nessa lista devem ser evitados ao máximo, pois há na maioria das vezes opções mais seguras. No entanto, cabe ressaltar que, em alguns casos, o médico pode acabar tendo que optar pelo uso temporário de um deles. Seguir bem essas listas ajuda tanto o médico quanto o paciente a evitar um fenômeno comum, que é usar um medicamento para “curar” os efeitos adversos que estão sendo causados por outro. O problema é que, muitas vezes, o paciente faz uso de alguma dessas medicações há vários anos e acha que não vale mais a pena tentar retirá-la ou fazer uma mudança. Porém, devem-se levar em consideração as modificações que ocorrem com o passar da idade e os riscos que aquela medicação possa trazer. Entenda que não é à toa que o médico tenta fazer essa troca. Reduzir o risco de quedas, diminuir a sonolência, melhorar a memória e o raciocínio, evitar quedas bruscas na pressão arterial são razões importantes que justificam pelo menos que (*) Mestre em Educação | Clínico Geral - Especialização em se tentem essas mudanças! Geriatria PUCRS | Pós-graduado em Nutrologia pela ABRAN

Consultas, Cirurgias, Dermatologia Eletrocardiograma Vacinas Importadas Anestesia Inalatória Profilaxia Dentária Colocação de Microship

Atendimento a domicílio em:

O Pilates emagrece?

O Pilates contribui com o emagrecimento de três maneiras: 1º - Aumenta a massa muscular, corrige a respiração, acelerando a taxa de Metabolismo, ou seja, aumenta a quantidade de calorias gasta, mesmo quando não está fazendo qualquer atividade. 2º - Como trabalha corpo e mente de maneira integral, controla a ansiedade, a principal vilã das dietas, responsável por boa parte das calorias indesejáveis consumidas durante o dia. 3º - Ao contrário do que muitos imaginam, uma aula de Pilates pode ter um gasto calórico bastante razoável: mais de 500 calorias por aula. O Pilates corrige a postura, deixando o corpo mais elegante e alongado, aquela barriguinha saliente, é resultado muito mais da má postura do que de alguns quilinhos a mais. Além de nos tornar mais ativos, bem-humorados e satisfeitos com nosso corpo. Na prática, o método de maneira integral ajuda a emagrecer porque substitui a gordura por massa corporal magra, modela o corpo, acelera o metabolismo, tonifica a musculatura, corrige a postura, alinha sua coluna, alonga a silhueta e ainda eleva a autoestima, diminuindo a ansiedade. E é o balanço de todos esses fatores que vai implicar um uma mudança global no praticante do método. Concluindo: o Pilates emagrece sim, e muito!

Dois Irmãos, Estância Velha, Ivoti

60

MAIOR DE SESSENTA Fone: 51.8456.4614 E-mail: saberviver3@gmail.com

V

Aqui

TEM

privilégio

JORNAL

NA TERCEIRA IDADE

O jornal Saber Viver na Terceira Idade, que circula desde 2007 e é voltado à comunidade que mais cresce no Brasil: MAIOR DE SESSENTA. Se você oferece alguma vantagem a este público, deixe-o saber.

Agrícola do Vale ‐ Rua 25 de Julho, 541/549 Rio Branco | Novo Hamburgo Fone/Fax: (051) 3595.4237 3% a 8% de desconto

Hören ‐ Soluções em Aparelhos Audi vos Pedro Adams Fº, 5573/1103, N. Hamburgo Fones: 3595 5641 e 3525 0716 ‐ 20% à vista em apar. audi vos e 10% nos demais ítens

Floricultura Rio Branco ‐ Rua Joaquim Nabu‐ co, 87 ‐ Rio Branco ‐ Novo Hamburgo Tele‐Entrega: 3595.1509 / 3581.2008 www.floriculturariobranco.com.br ‐ 10% de desc.

Pontocasa Acabamentos Av. Presidente Lucena, 2365 ‐ Ivo Fone: 3563.2008 www.pontocasa.net ‐ 5% de desconto

Fones: 9536.0950 / 3594.8118 Rua Albino Kern, 930 - Boa Vista Ivoti - RS


6| OUTUBRO 2014 |SABER VIVER NA TERCEIRA IDADE

COMUNIDADE

Outubro Rosa em destaque A Liga Feminina de Combate ao Câncer de Novo Hamburgo prepara uma série de ações para o chamado Outubro Rosa. A campanha ocorre em várias partes do mundo e todos os povos se juntam para que seja um mês de conscientização e prevenção. A iniciativa objetiva conscientizar e incentivar as mulheres para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, resultando na redução da mortalidade. “Se dermos o devido valor para este movimento, conscientizando as pessoas para a valorização de uma vida saudável, teremos um mundo mais feliz”, afirma Teonisia Reichert, presidente da Liga. Se o Outubro Rosa remete à cor do laço que simboliza a ação contra o câncer de mama, no Novembro Azul o bigode entra em cena, pois o mês será dedicado à prevenção do câncer de próstata.

Idosos na TV Grupos de idosos de Sapiranga participaram, em 24 de setembro, da gravação de um programa da TV Unisinos. A emissora de São Leopoldo terá em outubro uma programação com o tema “Memória”. “É um resgate de memória sobre fatos importantes e marcantes. Alguns trouxeram fotos para ilustração”, afirma a a coordenadora dos Grupos Municipais de Convivência, Vera Lúcia Gonçalves Fontoura. Participaram idosos dos grupos União, Primavera e Esperança.

Epopeia Alemã O espetáculo Epopeia Alemã, que conta a história das primeiras famílias vindas da Alemanha, foi apresentado em 9 de setembro em palco junto ao Largo Felippe Seger Sobrinho, em Dois Irmãos. A encenação contou passagens dos 190 anos da imigração na região, seus usos e costumes. O roteiro foi escrito a partir de diálogos e trechos de cartas dos acervos de historiadores e museus da região do Vale do Sinos. A Epopeia tem a direção de Carlos Alberto Klein, o Betinho, da companhia de teatro Curto Arte. Ao todo, são 64 participantes em uma apresentação de 45 minutos.

Almoço‐baile em Ivo

CONSTRUA ESSA NOVA IDEIA

A PEDIDO

R$ 500,00

A Prefeitura Municipal de Ivoti, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos e Cidadania do Idoso, promoveu no dia 25 de setembro um almoço-baile para comemorar o Dia do Idoso. O evento ocorreu no ginásio QueroQuero e teve animação da Banda Aliança, contando ainda com sorteio de brindes. Diversas autoridades marcaram presença no encontro, a exemplo do prefeito Arnaldo Kney.

TRABALHANDO PELO VALE ’’Quando o justo governa, o povo se alegra’’ PV. 29:2

A FORÇA DO RIO GRANDE - PDT


SABER VIVER NA TERCEIRA IDADE | OUTUBRO 2014 |7

VARIEDADES PERFIL

Norma Lux

Norma Rosalina Lux, 88 anos, ainda mora na mesma casa em que nasceu, no histórico bairro de Hamburgo Velho, em Novo Hamburgo. Costureira e professora de jardim de infância, atuou na Comunidade Evangélica, no Ginásio Pindorama de Hamburgo Velho. Solteira, se aposentou com 60 anos. Sobre a vida profissional, Norma lembra que executava trabalhos para uma costureira de roupas de gala e de noivas até por volta das 4 horas da madrugada - mal descansava e às 8 horas saía para fazer a entrega. Confira mais sobre ela a seguir. O que faço: hoje, além dos trabalhos da casa, o cuidado com meus 13 gatos, passo o tempo fazendo crochê, o que me dá alegria e paz. Um orgulho: ser honesta e correta, manter a tradição de se comportar e vestir decentemente. Também cuidei da minha mãe, sozinha, até o final - quando durante seis anos esteve acamada. Um desejo: gosto de passear nos fins de semana para almoçar fora e isso eu espero continuar. Gostaria de viajar, mas não sozinha. Se tivesse alguém com as mesmas ideias - mas também não para muito longe - poderia pensar no assunto. Uma lição que aprendeu: ser honesto, direito, essas coisas os pais nos ensinaram. Eles diziam que não se podia fazer algo e acabou: a gente obedecia. Eram outros tempos. Uma lição que ensinou: durante minha profissão de professora do jardim de infância a gente passava também os valores de educação que se aprendeu em casa e na escola, além de canto e desenho. O que não sai da memória: tenho boas lembranças do trem que passava aqui ao lado. Era nosso passatempo ir à estação ver quem chegava, quem partia, inclusive à noite. Gostava muito das festas de Hamburgo Velho, mas estas aconteceram poucos anos e lamento que não tenha mais. Uma imagem que não sai da memória é a antiga escadaria da Igreja Evangélica, que não era tão acentuada, era mais fácil de subir e tinha um lindo portão. Foi uma pena terem tirado. Algo assustador e inesquecível, também, foi o incêndio da Sociedade Ginástica, no início da década de 60. O que mais gosto em minha cidade é: daqui de Hamburgo Velho, da minha casa. A vizinhança é boa. O que falta em minha cidade é: as ruas estão muito esburacadas, só fazem remendos. Precisa melhorar o asfalto.


PRONTO

Oferecemos

Acupuntura Quiropraxia Dra. Lisiane Chaves Vieira Crefito 5/15463F

*Aparelhos *Implante *Clareamento *Restauração estética *Prótese fixa e móvel *Tratamento de canal Convênio

*Cirurgia

Dr. Jeferson U. M. Vieira

Reabilitação Músculo-Esquelética

Crefito 5/15464F

Palmilhas

almílis

Rua Pinto Bandeira, 54 Centro - Novo Hamburgo/RS Telefones: (51) 3595.4550 | 9988.9661 prontofisio@fisioterapianh.com www.fisioterapianh.com

SABER VIVER OUTUBRO  

Jornal dirigido à Terceira idade na Grande Porto Alegre

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you