Page 1

www.maiorde60.com.br

Setembro de 2018 Ano 12- Nº 131

CADERNO BICHOS DE ESTIMAÇÃO

INFORMATIVO

Dia do Médico Veterinário

ATAPNH - Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas de Novo Hamburgo

A profissão não só é importante para nossos animais, mas também é para nós, humanos, pois ajudam a diminuir a propagação de doenças transmitidas por animais, conhecidas por zoonoses.

Página 11

Páginas 8 e 9

FEIRA EM GRAMADO ABORDA LONGEVIDADE E SAÚDE DOS 60+ A primeira edição da Geronto Fair aconteceu nos pavilhões do Serra Park, em Gramado (RS), entre os dias 3 e 5 de setembro. O evento reuniu cientistas, médicos, profissionais liberais, profissionais de residenciais geriátricos e hospitalares e empreendedores que vieram em busca de novidades para parcerias ou para construir novas empresas para este segmento, estiveram presentes em três dias de intensas atividades. A grade de palestras, construída com parceiros, foi fundamental para o sucesso do evento, auxiliando nos conteúdos e na divulgação deste primeiro evento. No ciclo de palestras, também foi abordado o Case de Veranópolis, cidade de reconhecimento em longevidade no Brasil e que tem o título de Cidade Amiga do Idoso, dado concedido pela OMS – Organização Mundial da Saúde, em 2016 A edição 2019 já está definida para 12 a 14 de setembro, com uma mudança nos dias da semana, sendo mantido o período de três dias, de quinta-feira a sábado, o que irá aumentar o número de visitantes que poderão “esticar” sua estada na cidade para o fim de semana.


2 | SETEMBRO DE 2018 | MAIOR DE 60

OPINIÃO

Por que precisamos de ídolos idolatria substantivo feminino 1. culto que se presta a ídolos. 2. fig. amor excessivo, admiração exagerada

Vômo ri gue tói menos! Cumôia! Bêlo guê a chênde dên bêla frênt, gon as eleizôn, o verôn, os muchquita, o horário te verôn... melhôa nen gomentira. Tois amícos ze engondran: - Ô amicôn, a guãndo dêmbo a chênde nôn zê via! E o nózo amíco Franz, núnga máiz vi? - E nên vai vê tinôvo. Imachina a tescráza gue agondezêu gon êl! - O gue ôve? - Êl foi bégo ropãndo ôvo. E o tôno to calinhêro enforcô o Franz - Main Cott, bêlos ôvo? - Non, bêlo cníc! Era uma vêiz um púro gue morêu. O picho era to badre Amstadt (gue foi o hôm gue griô as Gácha Rural, as goberatív. Bôis endôn o badre vinha antândo guãndo o purinho zê zendiu mal, teitô e morêu. Um golôno luderãno gue vinha bazândo viu a zêna e resolveu provoquira e bergundô bro badre, zê êl dinha tádo a ezdrêma unzôn bro púro. “Net, non foi brezisso, o purinho era brodestãnt.” Tinovo eu fui no pãngo ondônt e aguéls bórta fican drancãndo dôto múnto. Eu nôn, borgue chá vô guásse beládo brá nôn me incomodira, máiz na minha frênt dinha uma quêtsia gue nôn gonzeguia bazá. Era o zelular, era as jáve, era gorentinha.... A chênde benzô gue o quárda í betí brá ela dirá a rôpa! Eu tis brá ela gue tevia zê o birzin gue ela dinha en alcún lucár, maiz brá pácho. E ela figô rôt... ájo gue eu dínha rassôn!

A idolatria é condenada no primeiro mandamento da bíblia cristã: “Não amarás outro Deus além de mim”. Isso quer dizer que somente Deus deve ser considerado digno de nossa adoração, correto? É para ser, mas a realidade se apresenta diferente. O ser humano, em sua grande maioria, necessita e cultua de ídolos. Seja nos esportes, nas artes, no cinema, na tv, na política.... Um dia amamos o objeto de nosso amor, no outro, decepcionados, o desprezamos. E nós, pobres mortais, logo o substituimos por outro. Nos frustramos, mas nunca aprendemos a lição. Mas por que precisamos de ídolos? Segundo alguns entendidos a idolatria serve como fuga da realidade. Uma tentativa de amenizar a nossa frustração, diante de algo que não gostamos, ou não nos satisfaz. Assim, procuramos algo que, apesar de ilusório, nos agrada. Nos depararando com a velha batalha entre o princípio da realidade e o princípio do prazer. Psicanalistas afirmam que tanto os sonhos quanto as fantasias são processos visando aliviar a angústia da realidade em que vivemos. Angústia é o que não nos falta no cenário político que se apresenta nestas eleições. Alguns jogam todas suas fichas em determinada pessoa ou candidato, passam a endeusá-lo, vestem sua camisa, brigam por ele, apoiam tudo o que ele propõe… e quase sempre acabam frus-

trados, desiludidos e irados. Quem já passou dos 50, com certeza não esqueceu da grande promessa chamada Fernando Collor. Um ídolo que surgiu do nada, falando bonito, caçador de marajás (aquele pessoal que recebia altos salários em cargos públicos) e que virou presidente da República, com a mesma rapidez com que foi deposto. Pouco tempo depois, novo nome surge no cenário e tudo se repete: frustração, desilusão... Agora, com as redes sociais ficou mais fácil erguer pedestais para os novos deuses, que tudo fazem e tudo podem. E, como na antiga e na contemporânea história, sabemos que um ídolo não consegue fazer nada sozinho. Nem no futebol e nem na política. A mudança nunca foi feita com uma só pessoa, seja ela humana ou divina. Qualquer afirmação ao contrário é fantasiosa. Precisamos nos despir de paixões, avaliar cada candidato com a razão, projetando um cenário realista para o futuro. Analisar se as propostas apresentadas são viáveis ou somente estratégias de marketing. Estratégias essas que já ganharam várias eleições, mas não ajudaram em nada o país, pelo contrário, serviram como cortinas de fumaça, para a realidade em que nos encontramos. Serviu para encobrir a verdadeira personalidade de muitos. "A história se repete". Quando jovem, ouvia isso do meu pai e achava que era papo de velho, mas não. Acontecimentos se repetem em ciclos, como nas novelas da tv. Novelas antigas são refilmadas com novos atores, mas o final acaba sendo o mesmo. Para alguns pode ser novidade, mas para quem tem mais de algumas décadas, fica a frase que meu pai também adorava dizer: "Já vi este filme". Então, leia, pesquise, não vá no embalo. Não esqueça, um bom marketing faz com que a gente compre coisas que não sabemos nem para que servem, imagine o que pode fazer com um mau político.

CLOSSÁRIO Alcún - algum Beládo - pelado Betí - pedir Birzin - piercing Bórta - porta Brodestãnt protestante Cníc - pescoço Cumôia - bom dia Dêmbo - tempo Eleizôn - eleição Ezdrêma unzôn extrema unção Figô - ficou Frênt - frente Gácha - Caixa

Goberatív cooperativa Gomentira comentar Griô - criou Hôm - homem Incomodira incomodar Jáve - chaves Lucár - lugar Luderãno - luterano Main Cott Meu Deus Melhôa - melhor Muchquita mosquitos

Sandra C. Alcantara - Redatora

Net - não Ondônt anteontem Pácho - baixo Pãngo - banco Provoquira provocou Purinho - burrinho Púro - burro Quárda - guarda Quêtsia - gatinha Rassôn - razão Rôt - vermelha Teitô - deitou Tescráza desgraça Zêna - cena

Retire gratuitamente o nosso Jornal junto aos nossos anunciantes ou em: São Leopoldo

CNPJ: 12.322.553/0001-40 Inscrição Municipal: 6882 Rua Júlio de Castilhos, 600 CEP 93900-000 - Ivoti - RS Fone: 51.98456.4614

Novo Hamburgo

jornalmaiorde60@gmail.com Diretor geral: Gilberto R. Winter Jornalista Responsável Rafael Geyger - MTb/RS: 12397 Criação e redação:

Sandra Carvalho de Alcantara Circulação | Ivoti e Vale do Sinos www.maiorde60.com.br

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores

maiorde60


MAIOR DE 60 | SETEMBRO DE 2018 | 3

GERAL

Home Care e suas comodidades Home care, é o atendimento no domicílio do paciente, ganha espaço importante na agenda dos profissionais da área da saúde. Pois chega um momento na vida, que precisamos nos conscientizar de que ir ao consultório de um profissional de saúde já não é mais uma tarefa tão simples. No Home care, você não terá de se preocupar com tarefas como: • Organizar transporte, • Buscar um acompanhante, • Encontrar estacionamento, • Alterações climáticas, • Entre tantos outros obstáculos que esta tarefa exige. O home care proporciona ao paciente: • Comodidade, • Segurança, • Diminuição dos riscos de queda... No atendimento home care, além do paciente usufruir do conforto de seu lar, ele também terá a qualidade do serviço e do atendimento realizado no consultório. Como nutricionista e chef de cozinha, atendo a quase uma década meus pacientes em suas casas. Assim, pude observar uma adesão cada vez maior deste modelo de

atendimento. Isto, principalmente por longevos (pessoas com mais de 80 anos) e também por pacientes com maiores dificuldades de locomoção. Consequentemente os resultados são mais eficientes. Porque fica mais fácil realizar modificações de hábitos e pequenas alterações de imediato, como é possível observar a rotina doméstica da família. Assim consegue-se orientar melhor o responsável pela elaboração do cardápio. Desta forma, posso programar adaptações que proporcionarão o sucesso do tratamento e da melhoria da qualidade de vida do paciente. Vanessa Binotto – CRN2 10494 Nutricionista e chefe de cozinha Mestre em Gerontologia Biomédica e Especialista em Nutrição Clínica e Doenças Crônicas

Todo dinheiro é revertido para nossos afilhados de quatro patas Acompanhe-nos pelo facebook/aneadote


4 | SETEMBRO DE 2018 | MAIOR DE 60

www.cumoiaivoti.com.br

Lançamento do Livro da Crônicas da Pronila Pronila Krug, em sua noite de autógrafos, recebeu amigos, parentes e patrocinadores para um coquetel. O lançamento seu do livro Crônicas da Pronila, aconteceu no Santa Avenida Resto & Bar, no dia 13 de setembro. Com um livro recheado de crônicas escritas no dialeto Hunsrik, com a tradução para o português, Pronila apresenta crônicas do seu cotidiano e reflexões sobre acontecimentos na região e no País.

O livro também é uma forma de praticar o dialeto e se divertir com suas observações. Professora primária aposentada, Pronila, é cidadã atuante na comunidade de Ivoti. Além de integrar o Rotary, também faz parte de conselhos municipais e de aposentados. Filha de Adelina Júlio Scheffler e Alma Scheffler, foi Rainha do Kerb em 1996. Há 10 anos escreve crônicas no dialeto alemão Hunsrik, para diferentes veículos de comunicação. A obra conta com prefácio da cidadã honorária de Ivoti, Erica Lecke, ex- secretária da Educação e Cultura,

Sandra e Larissa Kohl, Regina Fuhr e Rejane de Rejane Royer Moura

Instagram

283

seguidores

apresenta comentários do jornalista Moacir Fritzen, da professora de alemão Fernanda von Mühlen e da filha, Sandra Krug Kohl. A obra foi viabilizada graças ao patrocínio cultural da Casa da Amizade, entre outros apoiadores. Autora: Pronila Krug Editora: Z Multi Editora Apresentação: 116 pág. 15×21 cm ISBN: 9788569698234 CDU: 821.134.3(81)-34

Sheila, Roger e Arthur Kohl e Arnildo Krug

SIGA-NOS NO INSTAGRAM #cumoiaivoti

Facebook

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK @cumoiaivoti

seguidores

2.116

Desde 01/2018

24.289 visitas no BLOG

Milton Schalemberger, José Carlos e Liris Zimmermman, Priscila Oliveira e Vicente Fleck

Moacir Fritzen

Martin Kalkmann, Maria Bauermann e Satoshi Suzuki


MAIOR DE 60 | SETEMBRO DE 2018 | 5

Sandra Hess e Cleber Zamovello Dariva

Claudio Borja

www.cumoiaivoti.com.br

Sandra e Arnaldo Kohl

Fernanda von Mühlen e Sabrina Hillesheim

Erica Lecke e Maria de Lourdes Bauermann

Martin Kalkmann, Vasco Ribeiro e Satoshi Suzuki

Média de

123

visitas/dia no BLOG

Adir, Edicléia e Heloisa Bahr

Cristel e Rayana Wecker

João Vitório Johann e Natália Fuhr

Liziane von Hohendorffer

Larissa Kohl e Igo Servo

A melhor relação CUSTO-BENEFÍCIO em publicidade para sua empresa


SAÚDE

6 | SETEMBRO DE 2018 | MAIOR DE 60

REALIDADE VIRTUAL A SERVIÇO DA PSICOTERAPIA

Hoje estou ansioso! Esta ansiedade me consome! Estou ansioso para que chegue o dia/ para que o dia acabe.... Tenho medo. O que faço para minha ansiedade passar? Poderia citar inúmeras frases como estas para descrever sensações referentes a ansiedade. A maioria das pessoas passa por isto e sofre diariamente. Como responder à pergunta acima? Para aliviar a ansiedade temos várias receitas, dicas e informações variadas, mas qual seria mais efetiva, que funciona? Várias dicas e técnicas podem ajudar, mas acredito que a psicoterapia pode auxiliar e muito no manejo da ansiedade. Digo manejo, porque a ansiedade faz parte de todos nós como um motor que nos move em direção a desejos, projetos, movimentos de vida. Por vezes, também nos avisa que algo não está bem, quando vem de forma dolorosa e impeditiva. Como por exemplo, a ansiedade é tanta que nos impede de entrar num elevador, não permite que falemos em público, não nos deixa entrar em lugares com muitas pessoas ou avião, não suportamos olhar de um lugar alto, etc. Quando a ansiedade nos limita é o sinal que temos que procurar ajuda. Um psicólogo poderá lhe ouvir e junto com você descobrir formas adequadas de lidar com sua limitação do momento. Uma maneira inovadora para trabalhar a ansiedade e fobias é a utilização da tecnologia de Realidade Virtual durante a psicoterapia. Em muitos países, a Realidade Virtual está se tornando uma das mais importantes técnicas utilizadas pelos psicólogos para o tratamento de ansiedade e de fobias ou medos. Graças a esse sistema, o paciente é exposto a situação muito próximo da verdadeira que ele tem medo (dirigir, andar de avião, altura, elevador, injeção, etc.) fazendo-o se mover e interagir com este ambiente, mas de uma maneira segura, personalizada e monitorada por biofeedback (sensores que medem o nível de ansiedade) junto com seu terapeuta.

No momento da imersão, o paciente consegue identificar o nível de ansiedade e o que realmente o deixa ansioso, pois quando está no ambiente pode descrever com mais detalhes seus sentimentos do que simplesmente contando ao psicólogo e este estando presente pode também diagnosticar com mais eficácia o que o paciente está percebendo. Assim, o psicólogo pode auxiliar o paciente a se acalmar no ambiente estressor através de relaxamentos treinados anteriormente. É sabido, que os transtornos de ansiedade, como por exemplo a agorafobia (medo excessivo de espaços abertos, desconhecidos, multidões) ou a ansiedade generalizada, afetam um número expressivo de pessoas de nossa sociedade e são uma das principais causas de afastamentos do trabalho. Estes transtornos afetam negativamente a qualidade de vida das pessoas que sofrem muito e tendem a piorar se não se tratam adequadamente. As clínicas de psicologia que utilizam Realidade Virtual nos mais variados países, demonstram de forma categórica que os pacientes se beneficiam muito desta tecnologia, pois permite aproveitar melhor o tempo de consulta e mede o seu progresso de maneira objetiva. Este tratamento é indicado para todas as idades e casos de fobias. Na terceira idade é possível, por exemplo, permitir que o idoso perceba e reviva sensações do passado, ajudando inclusive no resgate de memórias e assim retomando sensações positivas, por vezes esquecidas ou guardadas. Em função dos ótimos resultados, tem-se percebido um aumento de pessoas interessadas em superar seus medos ou fobias, através da Realidade Virtual nos consultórios que já dispõem desse diferencial.

Andréia Reis. Mestre em Psicologia e palestrante CRP 07/07484


MAIOR DE 60 | SETEMBRO DE 2018 | 7

SAÚDE

Doença de Alzheimer Lidiane Andreza Klein Psicóloga - CRP07/22872

Dia 21 de setembro é instituído o Dia Nacional da Conscientização da Doença de Alzheimer. Não poderia deixar passar em branco a oportunidade de melhor informar sobre esta doença tão assustadora, e que a cada ano tem aumentado o número de diagnósticos. O formato será de perguntas e respostas, assumindo uma proposta mais didática. O que é a Doença de Alzheimer? A doença de Alzheimer é a mais frequente forma de demência entre idosos. É caracterizada por um progressivo e irreversível declínio das funções cognitivas: memória, atenção, orientação temporal e espacial, linguagem, planejamento, abstração, etc, assim como da capacidade de realizar tarefas cotidianas. Além do comprometimento das habilidades cognitivas e funcionais, podem ocorrer alterações do comportamento e sintomas psiquiátricos. Qual é a idade da maioria das pessoas com Doença de Alzheimer? Na maioria das pessoas os sintomas iniciam depois dos 60 anos. A proporção de pessoas com a doença dobra a cada 5 anos a partir dos Como a doença de Alzheimer é diagnósticada? 65 anos de idade. Normalmente o diagnóstico é feito pelo menos um ano Não existe um marcador biológico que confirme a doença. depois dos primeiros sintomas que costumam ser leves e confundidos O diagnóstico é clínico, e feito por exclusão de outras enfermidades como “normais” no envelhecimento. que apresentam sintomatologia parecida. O que causa a doença de Alzheimer? Não se conhece exatamente qual é a causa da doença de Alzheimer. O que se sabe é que a doença se desenvolve como resultado de uma série de Alguns sinais importantes que podem ajudar eventos complexos que ocorrem no interior do cérebro. A idade é o maior na identificação precoce da doença incluem: fator de risco para a doença. Quanto mais idade maior o risco. • Perda de memória, especialmente de acontecimentos mais reO que é Doença de Alzheimer familiar e esporádica? centes; Existem dois tipos de doença de Alzheimer: a doença de Alzheimer • Dificuldade em executar tarefas do cotidiano, como usar o tefamiliar que ocorre em adultos jovens e parece ter um caráter hereditário lefone ou cozinhar; importante e a forma esporádica na qual o fator hereditário não é óbvio. • Desorientação, não identificando a data, a estação do ano, o Aproximadamente apenas 5 % da doença de Alzheimer é familiar e 95% local onde se encontra; esporádica. • Problemas de discernimento, como dificuldade em se vestir de São os homens ou as mulheres os mais afetados? acordo com a estação do ano, por exemplo; Mais mulheres do que homens têm a doença de Alzheimer. Porém, • Problemas de linguagem, como esquecimento de palavras simcomo a expectativa de vida das mulheres é pelo menos 5 anos superior a ples associado à dificuldade de compreensão da fala e da escrita; dos homens não se sabe se o risco está no gênero ou no fato das mulheres • Repetir conversas ou tarefas, devido ao esquecimento consviverem mais do que os homens. tante; Quais são os fatores de risco para a Doença de Alzheimer? • Trocar o lugar das coisas, como colocar o ferro de passar rouA idade (envelhecimento) é o fator de risco mais conhecido e imporpa na geladeira, por exemplo; tante para a forma esporádica da doença de Alzheimer. Outros possíveis • Alteração brusca do humor sem razão aparente; fatores de risco têm sido estudados, como: medicamentos diversos, trau• Alteração na personalidade de modo a se identificar na pessoa ma craniano, estilo de vida, estresse, sedentarismo, infecções, doenças apatia, confusão, agressividade ou desconfiança; imunológicas, altos níveis de colesterol, a obesidade, diabetes, baixo ní• Perda de iniciativa, com características de desinteresse pelas vel de escolaridade etc. atividades habituais, apresentado apatia. O nível educacional está relacionado com o risco de ter Doença de Alzheimer? Acredita-se que quanto mais estimulada intelectualmente a pessoa for, desde a infância, maior será a rede de conexões interneuronais promovendo um tipo de “poupança” que irá retardar, no futuro, o aparecimento da sintomatologia (neuroplasticidade). Pesquisas sugerem que quanto maior o número de anos de educação formal que uma pessoa tem, menor é a chance dela ou dele desenvolver a doença quando for idoso. Por que o diagnóstico precoce é tão importante? Quanto mais cedo o diagnóstico for feito, maiores serão as chances de tratar os sintomas corretamente, retardando a evolução da doença.


Parecer da Fetapergs

Assembleia de agosto

Nunca seu voto foi tão importante. Continuamos assistindo aos escândalos de corrupção e falta de honestidade dos nossos representantes, mas gora, temos novamente a chance de mudar o destino, se não o nosso, mas dos nossos filhos e netos. Através do processo democrático do voto dos nossos aposentados, pensionistas e idosos, devemos escolher bem os nosA assembleia do dia 30 de agosto teve uma grande afluênsos representantes. Isto quer dizer que devemos participar da cia de associados, como há muito não havia. construção de um Brasil melhor. Esperamos que sempre tenhamos um grupo maior para Como o voto não é obrigatório para cidadãos acima de 70 apreciar as matérias discutidas. anos, muitos acabam optando por não ir às urnas, principalmente após o crescimento da falta de esperança na classe política. Porém, este é o momento para levantarmos a cabeça e exercer nosso dever de cidadãos e lutar por uma saúde pública de qualidade, uma Previdência justa e igualitária para todos e bem-estar social para os brasileiros. Escolha bem o seu candidato e vote! Nos dias de 10 a 12 de setembro, ocorreu em Novo Hamburgo, o 1º Fórum de Debates da Fetapergs, que reuniu lideranças dos aposentados, pensionistas e idosos de todo o Brasil. Recebemos o Prêmio Destaque Fetapergs Desconto em Folha 2017, por ser a associação com maior número de inclusões do Estado, no sitema de desconto. Presidente Idailton Alexandre Velho

Cecília Veríssimo | Germano Kley | Iolanda Correa | Ivony da Costa | João Pedro Tomacheski | Luiza Odete da Silva | Maria Nilda de Souza | Nelson Pereira | Raul de Oliveira Nossos sentimentos aos familiares e amigos!

ESTAMOS ENGAJADOS

Vílson Moraes, de pé na foto, nasceu em 13.08.1935 e é sócio da ATAPNH desde 2003. Participou do Conselho Consultivo e em 2005 foi eleito presidente, reeleito em 2008 e 2011. Durante suas gestões, foram implantados o atendimento médico e a clínica de fisioterapia em nossa sede. Hoje, passados 15 anos, o sr. Vílson foi nomeado Sócio Honorário pela atual diretoria.

ANOTE:

Não deix e de compar ecer à Assemb leia do dia 27 d e setem bro

Rui Mathias e grupo: Antônio de Souza, Volmir da Rosa, Paulinho e Antônio Ferreira da Silva


MAIOR DE 60 | SETEMBRO DE 2018 | 9

Setembro/2018 Geraldo Dieter nasceu em

26 de novembro de 1945, no Wallachai. Veio para Novo Hamburgo com os pais, onde já moravam seus irmãos, quando tinha apenas um ano. Seu primeiro emprego foi na Malas Weber, depois na Carburgo e finalmente na Bequinha, onde se aposentou como mecânico de automóveis em 1990. É casado com Maria de Lourdes, pai de Davi e avô do Bruno. Nas horas de folga presta alguns serviços ao Lar São Vicente de Paula e assiste bastante televisão.

4200

Associados

GALERIA DE FOTOS

ATAPNH na 7º edição do Encontro FreeLife de Câmbio ASSEMBLEIAS De março a novembro

Participamos, com o nosso time, de mais um campeonato de câmbio promovido pela FreeLife. A 7ª edição do Encontro FreeLife de Câmbio ocorreu na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo, no dia 18 de agosto.

Nossos associados em Bento Gonçalves

No dia 10 de agosto, mais um grupo de associados partiu em direção à serra gaúcha, para um passeio. Desta vez o destino foi Bento Gonçalves, onde o ponto alto foi a visitação à famosa Casa da Ovelha.

Sempre na última quinta-feira do mês às 14h30min


10 | SETEMBRO DE 2018 | MAIOR DE 60

GERAL

OPÇÃO DE DOAÇÃO COM RESERVA DE USUFRUTO Uma das grandes preocupações dos pais em relação aos filhos refere-se à manutenção, a eles, de condições patrimoniais que garantam o seu sustento, moradia e tranquilidade, principalmente na falta dos pais. Na grande maioria dos casos, o patrimônio do casal foi construído conjuntamente pelos dois, numa parceria de anos de casamento, lutas e conquistas. Nada mais justo que, quando do envelhecimento, o casal possa desfrutar dessa colheita, tornando essa fase uma época de vida mais mansa e tranquila, eis que os filhos, regra geral, já tem suas famílias constituídas e a vida profissional encaminhada. Percebe-se, porém, que o desejo dos pais é o de deixar tudo previamente organizado entre os filhos já em vida, no tocante ao patrimônio por eles construído e que será deixado como herança. Para essa construção, tem-se a opção da doação com reserva de usufruto, notadamente em relação ao patrimônio imobiliário. Nessa modalidade de transmissão de imóveis, os proprietários doam apenas a nua propriedade dos bens, reservando-se o usufruto vitalício sobre os mesmos, podendo ser previsto que em caso de morte de um dos membros do casal, a parte do usufruto do falecido toque ao sobrevivente, que, assim, ficará com a totalidade do usufruto, enquanto for vivo. A doação de todos os bens somente poderá ser feita se houver a reserva de usufruto aos doadores, de forma a

garantir a sua subsistência, podendo também ser instituída cláusula que impeça a venda pelos filhos, do bem recebido em doação, enquanto viger o usufruto em favor dos pais. O usufruto é um direito que concede ao seu titular o proveito do imóvel, que poderá usá-lo ou usufruir de suas rendas, enquanto ao proprietário remanesce apenas a substância da coisa (ao que se denomina nua propriedade). Justamente porque a propriedade do bem é de pessoa distinta, define-se o usufruto como o direito de desfrutar de um bem alheio com a obrigação de conservar-lhe a substância. Embora a reserva de usufruto conserve essas prerrogativas aos doadores, a propriedade do imóvel passa a ser dos donatários. Assim, após feita a doação com reserva de usufruto, havendo a necessidade de venda do imóvel, esta dependerá da concordância e assinatura de todos: pais, filhos e cônjuges destes, se casados forem. Por outro lado, a opção pela doação com reserva de usufruto de todos os imóveis em vida evita a necessidade de realização de partilha e inventário entre os herdeiros, quando da morte de um dos membros do casal. Nesse aspecto, pode representar uma redução de gastos e desconfortos que às vezes podem acontecer numa partilha. A doação hoje, no Estado do Rio Grande do Sul, implica na incidência do Imposto de Transmissão à alíquota de 3% sobre o valor atribuído ao imóvel pela Fazenda Estadual. Na partilha “causa mortis”, por sua vez, que equivale ao inventário, o Imposto de Transmissão incidente em nosso Estado é de 4% sobre a avaliação atribuída à herança. Portanto, esta modalidade de doação trata-se de alternativa de prévia distribuição dos bens em vida, entre os herdeiros, mas que depende, para sua efetivação, da vontade dos titulares do patrimônio. Dra. Simone Bonalume, Tabeliã Substituta do TABELIONATO FISCHER Novo Hamburgo – RS

DICA DE LIVRO "A CASA DO APOSENTADO"

Sede Social : Rua Carlos Scherer, 40 Sede Administrativa: Rua Azambuja Fortuna, 88 Fone: 3591.9088 | Facebook: Atapen-sl Email: atapensl@terra.com.br

Venha conhecer e usar os benefícios que a Associação oferece a seus associados Orientação Jurídica e Previdenciária - Clínico Geral Carteira para viagens intermunicipais (desconto de 40%) Aulas de Tapeçaria, Crochê, Tricô e Bordado Psicóloga Convênios: 1 - Sociedade Ginástica 2 - Óticas (desconto de 20%) 3 - Oftalmoclin - ClÍnica dos Olhos (desconto de 50%) 4 - Clínica DocctorMed (várias especialidades médicas) 5 - Clínica Qualivita (várias especialidades médicas) 6 - Farmácias (Panvel - Matriz) 7 - Pilates 8 - Fisioterapias Namaste (desconto de 15% à 35%) 9 - Odontologia (desconto de 20%) 10 - Plano Funeral (apenas R$ 12,50 mensais) ATENÇÃO ! VENHA NOS Qualquer pessoa pode associar-se, mas aposentados e pensionistas pagam mensalidades de apenas 1% do benefício

VISITAR E CONHEÇA AS VANTAGENS DE SER ASSOCIADO DA ATAPEN

MUDANDO DE ENDEREÇO A dra. Michelle Bertoglio Clos nos apresenta seu trabalho através das páginas de seu recente livro, que é um misto de verdade e sensibilidade, pois aborda questões difíceis e ao mesmo tempo necessárias para idosos e familiares que buscam orientações sobre o processo de ingresso em residenciais geriátricos. Contém a apresentação da autora sobre as motivações para a escrita, histórias de idosos, profissionais e familiares que lhe ajudarão a entender e aceitar que ir para um residencial geriátrico pode ser apenas uma troca de endereço. Editora: Buqui Apresentação: 112 páginas | 14×21 cm ISBN: 978-85-8338-421-2 CDU: 616-053.9 | CDD: 618.97


BRIGITE, com Aparecida

CHIQUINHA, com Graciele e Giovani

Setembro 2018 - Ano 3 - Nº 34 - Distribuição gratuita - Circulação mensal

CINDY, com Helena e Paula

FRIDA, com Adriana e Mauro

HUNTER, com Éverton

BRUCE, com André

LILIT, com Edson

LION, com Guilherme

LOLA, com Rosane e Fábio Mosmann

MAYA, com Marcelo e Vivi

MEG, com Louise

NINA, com Lilian e Iury

SOPHIA, com Isaura

ROXY, com Greice

SKYE, com Cleusa

BOLINHA, com Solange

BÓRIS, com Ricardo

TECO, com Luliana e Gabriel


ADESTRAMENTO

Por que amamos tanto os animais ? “Se um tempo houvesse, onde ninguém falasse só sentisse, nele talvez não existisse saudade nem dúvida, na razão de ser, estar e escolher ficar ou não, em paz. “

Os animais estão para nos lembrar quem realmente somos. Desde os tempos da pré-história, nossos amigos caninos, já protegiam as cavernas de nossos ancestrais, em troca de sobras da caça dos homens das cavernas. Com o passar dos tempos, fomos ficando cada vez mais próximos deles e hoje, eles vivem dentro das nossas “cavernas”. De um jeito muito particular, dividimos nossas preocupações, frustrações, conquistas e alegrias com eles. Nosso tempo, nossa rotina, nossas despesas são questionáveis para muitos que não conhecem o sentimento que temos por eles. Eles não são materialistas, não mentem, não omitem ou humilham, (ao contrário do que muitos pensam) não traem, nem oprimem. Cavalos, gatos e cães. Com eles podemos relaxar, tirar a máscara. Descarregar frustrações e desilusões. Eles são ótimos ouvintes e sabem ficar em silêncio, só nos sentindo como poucos. Recebem-nos sempre com alegria quando chegamos em casa, mesmo que tenhamos saído só por alguns minutos. E carinho é com eles mesmos, sabem receber e adoram. Para eles não faz diferença nenhuma a marca de sua roupa, o carro que você tem, se o computador é moderno, se a gasolina está cara, se você está de TPM, se o filme é bom ou se os juros estão altos. Possuir um cão, gera muitas responsabilidades que no meu ponto de vista, é nosso dever

12

assumi-las. Informação é a solução para quase tudo em nossa vida. Vou tentar frisar os pontos mais importantes para uma posse irresponsável: - quando for de raça definida - origem da raça, temperamento, comportamento . Lembre, antes de ter uma raça, ele é um cão (canino) e não um ser humano; - gastos em alimentação, higiene, perda de pelo e saúde (vacinas, tosas, banhos); - local onde o cão deverá dormir (ficar), casinha, caminha ou canil. Eles precisam de um espaço que combine com seu tamanho, porte e temperamento; - local onde deverá comer e fazer suas necessidades fisiológicas (são dois lugares diferentes, ok?); - onde deixá-lo (a) em caso de viagem; - tempo necessário para se dedicar aos cuidados acima indicados e ainda, um tempo para educá-lo; - faça uma conta, considere tudo e multiplique pelo tempo de vida estimado do cão que você será responsável. Listadas as observações que devem ser consideradas, pense bem, pondere, considere e reconsidere. Decida-se com calma, evite usar “somente” as emoções. Boa escolha! Raphael Piccoli Adestrador desde 1997 - especialista em comportamento e obediência

Bichos de Estimação | Setembro de 2018

Redação, revisão e fotos: Gilberto Winter Criação, redação e arte-final: Sandra C. Alcantara E-mail: bichosdeestimacao@outlook.com Facebook: Bichos de Estimação


Ajude-nos a ajudá-los

PROTETORES

Adote um Pet com necessidades especiais

A maioria das pessoas geralmente prefere um filhote, na hora de adotar um cachorro, ou até mesmo um gato. No entanto, é sempre importante lembrar dos animais com mais idade ou com necessidades especiais – que também precisam de um lar. Eles são tão carinhosos e companheiros quanto os filhotes, mas acabam esperando até quatro vezes mais na fila de adoção. Então por que não aproveitar todo o carinho e conforto que você pode oferecer e abrigar esse novo amigo no seu lar? É comum que animais resgatados acabam com alguma sequela, sem um membro, cego ou surdo, devido a atropelamento, agressão ou maus tratos. De qualquer forma, o cão com deficiência pode amar seu dono, viver uma vida tranquila, ser feliz e aproveitar sua vida com uma família. Um cachorro cego por exemplo. A cegueira do animalzinho não o impossibilita de amar seus do-nos e de viver uma vida saudável. O cão com necessidades especiais se adapta às suas condições – e espera ser amado incondicionalmente, assim como os outros cães. Geralmente, esses ani-mais esperam anos na fila de adoção para encontrar novas famílias e viverem uma vida cheia de amor, afeto e prazer. Por isso, o retorno de carinho e felicidade, quando finalmente encontram um dono, é muito grande. A conscientização da adoção de animais idosos e deficientes tem possibilitado a felicida-de de milhares de animais. Com o suporte para cachorro deficiente necessário e responsabilidade, é possível viver uma vida tranquila e cheia de amor com seu pet, além de praticar o gesto lindo da adoção. Adote!

Leandro Mello Protetor Setembro de 2018 | Bichos de Estimação

13


DICAS DE SAÚDE

Ela vai ser mãe?

FRIDA, com Maria Zelaine

A prenhez de uma cadela, é sem dúvidas uma incógnita. Tempo de gestação, número de filhotes, tamanho de filhotes, tamanho do macho na cruza e principalmente a hora exata de encaminhar para uma cesariana. O cio é a primeira parte da empreitada. Este ocorre, geralmente, a partir dos 6 meses de idade, e isso pode se estender até 1 ano ou 1 ano e meio. Se for cruzar, o ideal é que isso ocorra somente depois do segundo cio, quando a cadela está em completo desenvolvimento corporal. Pró-cio: Entumecimento vulvar (aumento de tamanho da vulva) e seu sangramento (pin-gos de sangue), fase que dura mais ou menos uns 10 dias, e a cadela ainda não aceita o macho. Cio: Cessa o sangramento vulvar. A cadela está pronta para receber o macho. Esta fase tem duração de 4 a 7 dias. A cadela ovula todos os dias do cio, então o tamanho da ninhada vai depender de quantos óvulos a cadela liberou durante cada cópula A gestação dura mais ou menos 60 dias, podendo se estender até 72 dias se a cadela estiver saudável e não apresentando contrações. No momento em que estourar a primeira bolsa, um líquido esverdeado fluirá pela vagina e saberemos se dentro em breve um dos filhotes virá de cabeça ao mundo. As dificuldades no parto incluem, filhote

14

em estática incorreta (posição pélvica), morte fetal (líquido amarronzado com cheiro insuportável), filhotes grandes, idade da cadela em gestação (fraqueza muscular nas contrações) e via fetal (da mãe) estreita. Um parto pode durar mais ou menos 24h, mas isso se a ninhada for numerosa, e o intervalo de um filhote para o outro na hora do parto, pode ser de 1 a 2h. Não esperar para procurar um médico veterinário se sua futura mãezinha apresentar líquido fétido e escuro saindo da vagina, falta de força de contração, dificuldade de saída do feto, ou qualquer fenômeno estranho que não esteja de acordo com os passos ditos anteriormente na hora do parto. A cesariana é procedimento comum em algumas raças. Geralmente em raças distróficas (com deformações ósseas), tais como Buldogs, Pugs, Pequineses, Shih Tzus, Lhasa apsos, Daschunds entre outras menos comuns. Importante salientar que a presença de um Médico Veterinário no acompanhamento tanto no pré-natal como no momento do nascimento é de extrema necessidade para a mãe e principalmente para a saúde perfeita dos filhotes. Dr. Flavio Fernandes Médico Veterinário CRMVRS 7398

Bichos de Estimação | Setembro de 2018


Dia do Médico Veterinário CURIOSIDADES

OTÁVIO, com Helena

VICK, com Ana Clélia

O Dia do Médico Veterinário ou Dia do Veterinário é comemorado anualmente no dia 9 de setembro. Foi nessa data, em 1933, que o presidente do Brasil, Getúlio Vargas, assinou o Decreto Lei nº 23.133, que regularizou a profissão e o ensino da medicina veterinária no país. Apesar de ser regularizada só em 1933, os cursos de formação em veterinária já existiam no Brasil desde 1910. A profissão não só é importante para nossos animais, mas também é para nós, humanos, pois ajudam a diminuir a propagação de doenças transmitidas por animais, conhecidas por zoonoses. Em outras palavras, além da saúde dos animais, o médico veterinário também auxilia na preservação da saúde da população humana. Por isso, neste dia, devemos homenagear a ação desses profissionais responsáveis por cuidar da saúde dos nossos queridos animais, sejam os de estimação (gatos e cães, por exemplo) ou os selvagens (como leões e onças) e da nossa. Ser veterinário é cuidar da saúde dos animais. É ir além das técnicas e do estudo. Para ser um bom veterinário, também é preciso amar os animais! Talvez, este seja um dos principais ingredientes para formar um excelente profissional!

Por estas e outras, que não podemos deixar de homenagear os “heróis” que socorrem nossos bichinhos de estimação quando mais precisamos! O carinho, a dedicação e empenho dos veterinários é essencial para garantir um bom trabalho. Obrigado, querido veterinário, por ser um exemplo de profissional!

Setembro de 2018 | Bichos de Estimação

15


É INFORMAÇÃO SOBRE

IVOTI

QUE VOCÊ PROCURA?

Ivoti,

na palma da mão, dentro do coração!

NOSSA MISSÃO: Divulgar Ivoti como uma opção de turismo sustentável, para quem busca por finais-desemana tranquilos, junto à natureza, sem abrir mão da infraestrutura.

NOSSOS VALORES: Trazer sempre informações atuais e relevantes sobre Ivoti. O que acontece, onde ir e o que usufruir em nossa cidade, de forma acessível a quem visita nosso blog.

NOSSA VISÃO: Ser referência para quem busca informação,

TUDO

SOBRE

IVOTI

SUAS HISTÓRIAS, SUAS LENDAS, SEU POVO, SUAS TRADIÇÕES, SEUS PONTOS TURÍSTICOS, SUAS EMPRESAS, SEUS SERVIÇOS, ACONTECIMENTOS SOCIAIS, A CACHORRINHA FRIDA E SEUS AMIGOS, AGENDA DE EVENTOS, AVISOS IMPORTANTES, LUGARES E MUITAS IMAGENS INESQUECÍVEIS.

a fim de conhecer, visitar, residir ou investir na cidade.

NOSSA ESTRATÉGIA: Estar sempre atento às necessidades de moradores e visitantes, estabelecendo um canal para troca de experiências, mostrando o que a cidade tem de melhor e o que ainda falta conquistar, para se tornar um polo de turismo sustentável próximo à capital gaúcha.

MAIOR DE 60 SETEMBRO 2018  

jornal dirigido à Terceira Idade na Grande Porto Alegre

MAIOR DE 60 SETEMBRO 2018  

jornal dirigido à Terceira Idade na Grande Porto Alegre

Advertisement