Page 1

SUCA, com Cláudia

DRIKA, com Katia e Maicon

FREDY e VICKY, com Maria Luíza

GUMMER, com Laís

FRIDA, com Gaya e Raul

BENTO e MARLEY, com William

Junho 2017 - Ano 2 - Nº 19 - Distribuição gratuita - Circulação mensal

CHARLOTE, com Daniela e Diogo

RAVEN, com Fábio

FRIDA, com Ana paula

MEG, com Gabriele

LOBINHA, com Aline

GURI, com Carla e Marcos Dullius

LOGAN, com Ismael

BÓRIS, com Flávio

MARQUESA, com Patrícia

MAYA, com Débora

BOMBOM, com Luana

LUCKY, com Rafael Piccoli


Ser voluntário de uma causa PROTETORES

Ajude-nos a ajudá-los!

Ser voluntário é doar seu tempo, trabalho e talento para causas de interesse social e comunitário, e com isso, melhorar a qualidade de vida da comunidade. É necessário saber, que o trabalho voluntário é um compromisso, e não uma atividade casual. Nada alegra mais o coração do que ajudar “alguém”... Passei parte da minha vida deprimido, pensando: então o mundo é isso aqui? Acordar, trabalhar, comer, beber e dormir.... Eu precisava achar um sentido na vida, achar um caminho que me desse força e razão para levantar todo dia e mostrar que não vim ao mundo para passeio e sim ser a diferença. Foi então que conheci o trabalho voluntário, ajudar sem pedir nada em troca. Escolhi um desejo que apertava meu coração desde criança: ajudar os animais.

Nenhuma causa é maior ou melhor que outra, toda forma de ajudar aquele que precisa é uma forma de amar o próximo. Hoje, após dez anos de trabalho voluntário. posso dizer que achei o sentindo da minha vida e que pessoas que ajudam animais, ajudam também crianças, idosos e todos que precisam. Um dia, quando eu olhar para trás e ver que na minha vida eu salvei um único ser vivo, eu direi que a minha vida valeu a pena. Ser voluntário de uma causa e salvar os cães, salvou a minha vida e me salva todos os dias. Leandro Mello

2

Bichos de Estimação | Junho de 2017


ADESTRAMENTO

Você adotou um cão, ou quer adotar?

FRIDA e JOSÉ, com Mariqueli, Glauco, Tina e Anderson

Ciente de suas responsabilidades envolvidas na adoção, eis aqui algumas orientações que irão lhe ajudar a adaptar melhor o cão na sua casa. 1- Considerando o fato do cão adulto possuir um histórico desconhecido em um lar, você precisará ter paciência com o animal até ele entender a rotina da casa nova . Questionamento do subconsciente do cão: Aqui é seguro pra mim? Quem mora aqui também? Onde devo dormir? Onde, quando e o que posso comer? Devo fazer minhas necessidades fisiológicas onde? Com o que posso brincar ou mexer? A quem devo respeitar e obedecer? O cão pode levar de duas a quatro semanas para se adaptar. Lembre-se que você é a nova referência na vida dele. Mantenha a calma. 2- Crie uma rotina com ele e siga-a sempre. Evite mudar, pois isso facilitará em muito a adaptação. 3- Mantenha o cão preso, se possível, por alguns dias (três ou quatro) para ajudá-lo a entender a rotina da casa sem ficar tentando fugir ou ir para rua. 4- Use uma comunicação clara e confiável. Não bata ou grite. Não use o nome dele para repreendê-lo e use uma palavra de ordem que todos da casa já conhecem, para repreender o cão (ex.: NÃO). 5- Não compense o sofrimento que o cão tenha passado. Esqueça isso, vida nova. Crie uma história melhor. Sua responsabilidade com o cão é a partir de agora, o passado dele não é

sua responsabilidade. 6- Use uma guia para caminhar com ele dentro dos limites da casa ou apartamento, para praticar liderança e quando ele (a) estiver acompanhando o condutor, só então poderá ir para a rua passear. 7- Ao sair e chegar em casa, faça carinho nele somente quando ele estiver com as quatro patas no chão, corrija os pulos usando o joelho. 8- Se houver outros cães na casa, eles devem continuar com a rotina normal e é fundamental que o cão que chegou agora, receba carinho e comida somente depois dos outros, ok? Esse guia de dicas serve para qualquer cão de qualquer idade ou raça.

Por favor tenha paciência. Abraço grande, Adestrador Raphael Piccoli, especialista em comportamento há 19 anos.

Junho de 2017 | Bichos de Estimação

3


CURIOSIDADES

Cuidado: plantas tóxicas!

Cycas Revoluta Diversas plantas, muitas vezes consideradas seguras, podem ser perigosas para quem tem animais. Embora muitos desconheçam o potencial tóxico, da Cycas Revoluta (popularmente conhecida como Cica) ela é considerada venenosa para cães, gatos, cavalos, humanos e outros animais. A planta tem três toxinas e embora as sementes sejam especialmente palatáveis aos animais, todas as partes da planta são consideradas tóxicas. Os sinais clínicos da intoxicação ocorrem aproximadamente 12 horas depois da ingestão da planta e os mais comuns são os gastrointestinais: vômito, diarreia, dores abdominais; os hepáticos; os neurológicos e a anorexia. Nossa leitora Lexiane perdeu seu cãozinho LUPY, por comer as sementes da Cica. Segundo ela, o cãozinho era filhote, extremamente curioso e brincalhão: “LUPY tinha oito meses, começou com vômitos de 20 em 20 minutos das 14 às 17 h, identifiquei restos da planta e liguei para o centro toxicológico onde me informaram que não era venenosa. Levei à veterinária e ela também não sabia o quanto venenosa era, fez pesquisas e ficamos por cinco dias fazendo injeção para cessar o vômito, e soro para não desidratar. Infelizmente a quantidade ingerida foi alta (acredito que umas cinco sementes) e no sexto dia os vômitos (mesmo com a injeção diária) iniciaram com sangue e ele partiu. Sofri

4

muito e me culpei por um longo tempo, pois o veneno estava no meu pátio e eu não sabia. Dizem que a semente é adocicada.” Esperamos que este relato possa ajudar a evitar que outros animais passem pelo mesmo problema. Os gatos também correm perigo Segundo o site PetMD, os sintomas são resultado dos danos causados ao fígado do animal pela toxina chamada cicasina. Os sinais de intoxicação em gatos são: • Vômito • Diarreia • Sangue nas fezes • Icterícia – coloração amarela da pele e mucosas • Aumento da sede • Aumento de produção de urina • Hematomas • Sangramentos • Sintomas neurológicos, como depressão, andar em círculos, convulsões e coma • Morte Se houver desconfiança de que o animal tenha ingerido qualquer parte da planta, ou aparente qualquer alteração, deve-se procurar o veterinário imediatamente. Mas, como a prevenção é sempre o melhor remédio, o ideal é não ter a planta em casa. Algumas pessoas acreditam que gatos sabem o que devem ou não comer. Infelizmente, isso não é verdade, e é nossa responsabilidade mantê-los em segurança. Também é aconselhável fazer a nossa própria pesquisa, em múltiplas fontes, para evitar plantas perigosas e para oferecer outras seguras para o gato se divertir com elas.

Bichos de Estimação | Junho de 2017

ALEMÃO, AFONSO e JOÃO, da Elizete Emerich


CÃOminhada de Ivoti

EVENTOS

O domingo amanheceu ensolarado e cedo o pessoal foi se reunindo para o tão esperado encontro. Foram mais de 800 apaixonados por pets e 250 cães, fazendo o percurso e depois circulando na praça Neldo Holler. A Clinivet, organizadora do evento, teve o apoio do projeto Proteger, ligado à Delegacia de Polícia Civil. Além de muitos brindes, os participantes contaram com uma bela demonstração do cão farejador do Corpo de Bombeiros. Foi sucesso total!

ALADIN, com Elizangela, Leandro e Felipe

ZIG, com Andressa, Rudinho e Leandro

Junho de 2017 | Bichos de Estimação

5


Gostou da nossa galeria? Mande a foto de seu amiguinho para nós. Vamos adorar! E-mail: bichosdeestimacao@outlook.com PORQUINHO, com Maria Luíza

ZUO, com Kauana

SOPHIE VALENTINA, com Inês

MORENA, com Jr. Sperandio

GUAPO, com Antônia

SOPHIA, com Fabi

RAIKA, com Adriana

WILLY, com Élida

MADONNA e NALA, com Simone

PEQUENA, com Vanda

THYSSA, com Pedro e Jéssica

FRIDA, com Cláudia, Vanda e Aline

ALFREDO, com Mariane

TURUCA e LALÁ, com Laura Antônia

PIPER, com Vitória

THOR, com Manoela

NENÊ, com César Miguel

PEQUENA, com Vanda

Redação, revisão e fotos: Gilberto Winter Criação, redação e arte-final: Sandra C. Alcantara E-mail: bichosdeestimacao@outlook.com Facebook: Bichos de Estimação Fone: (51) 98456.4614 Fotos: Arquivos pessoais

BICHOS DE ESTIMAÇÃO | Ano 2 | Nº 19  

Aqui temos a continuação da Revista BICHOS DE ESTIMAÇÃO - que circulou no Vale do Sinos/RS­­

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you