Page 1

Interview to Jayde Scott Jayde Scott is a psychology graduate and a writer most notable for creating the Ancient Legends series. “Dead and Beyond” is the fourth book of this saga, and Jayde is already working on the fifth volume. Here’s a little more about this British author, who ‘lived all over the world’. Hi, Jayde. When did you begin writing? As soon as I could spell. I used to read a lot of romance novels (think Barbara Cartland and Sandra Brown) and rewrite the ending. I think it’s always been there. I loved books as a child, particularly their smell, and begged my mother to teach me to read before I started school. Whenever I loved a book, I would reread it countless times to remember the passages that fascinated me. And then I would try to write something similar.

writer would you consider a mentor? Tough one, but I’d have to go with Tolkien, with his talent for world building and fantastic characters. He can fill page after page with the most beautiful description and prose. What book are you reading now? I’m currently reading and editing my new sci-fi novel, which is the first book in a new series, which shall be out by September. Editing takes so much time that I don’t have the time or energy to read anything else. What inspired you to write your first book? It was a novel called The Queen of the Damned by Anne Rice. I loved that book so much, I couldn’t wait to start working on my own vampire novel. That one’s still gathering dust in some drawer.

Do you see writing as a career? Definitely. I see it as a job and try to treat it as such. However, most of the time it doesn’t really work because life and other commitments come in between. When did you first consider yourself a writer? Because I used to spend most of my spare time writing, I’ve always considered myself a writer at heart. When I became published, I just changed my status from querying/unpublished to published. What books have most influenced your life most? Definitely The Lord of the Rings trilogy. Tolkien has taught me so much about description and character development, he’s basically shaped my writing. Also Anne Rice. Without her inspiring books, it might have taken me a while to realize that writing about vampires, fallen angels and demons is what I want to do in life. If

you

had

to

choose,

which

“Don’t wait for inspiration to find you. Write even when you don’t feel like it.” Do you have a specific writing style? Like most writers, I do. I prefer first person past tense and have a tendency toward description and


sarcasm. My first draft tends to be rather verbose, but I have an editor who’s not afraid to cut. Is there anything you find particularly challenging in your writing? Not editing while I write. It takes me forever to finish a chapter because I’m a compulsive perfectionist who keeps rewriting and tweaking until I feel everything’s the way I want it to be. I know you shouldn’t edit while you write but I just can’t help myself. What was the hardest part of writing your book? Writing the last chapter. I always get emotional and have a hard time finishing the last chapter. Is there a message in your novel that you want readers to grasp? Ghosts exist and they’re not always good…or so I believe. How much of the book is realistic? The haunting poltergeist parts are based on research, so I’d say that’s pretty realistic. Are experiences based on someone you know, or events in your own life? My romantic chick-lit novel, The Divorce Club, is pretty much based on my own experiences with dating and cheating. But I tend to stay away from heavy topics in my paranormal romance series, Ancient Legends. So, Dead And Beyond is pretty much fantasy, but I wouldn’t mind meeting a handsome, blueeyed vampire like Aidan though. Did you learn anything from writing your book? Don’t wait for inspiration to find you. Write even when you don’t feel like it. Tell us your latest news.

I’m currently in the process of migrating and learning a new language, which is tough but also a very interesting experience. What are your current projects? The fifth book in the Ancient Legends series, Forever And Beyond, which follows Amber and introduces a few new paranormal elements and lots of dark magic and betrayal. Can you share a little of your current work with us? My most recent book is Dead And Beyond, which is a paranormal romance slash mystery. Having just been turned by her vampire boyfriend, eighteen-year-old Amber Reed is bestowed with the ability to see ghosts. Between trying to figure out how to control her bloodlust and solving the mysterious disappearance of a friend, Amber realizes someone wants to step into her shoes so badly, they'll do anything to take her place. When one secret after another pops up, the only person who believes her is her enemy, Devon. Amber can't figure out if he's here to help or save his own immortal race from losing the ancient war against the vampires. What she does know, however, is that she can't resist his good looks just as much as she can't help becoming someone else... In a world of dark magic and ancient enemies, three powerful courts fight for supremacy, and Amber might just be the pawn in winning this war forever. But how's a girl to survive when everyone wants her dead? Do you have any advice for other writers? See above. Also, continue to work on improving your style and prose. Do you have anything specific that you want to say to your readers? Thank you so much for reading my books ☺


Entrevista a Jayde Scott Jayde Scott é licenciada em psicologia e uma escritora reconhecida por criar a série “Ancient Legends”. “Dead and Beyond” é o quarto livro desta saga e Jayde está já a trabalhar no quinto volume. Aqui fica mais sobre esta autora britânica, que ‘viveu por todo o mundo’. Olá, Jayde. Quando começou a escrever? Assim que consegui soletrar. Costumava ler um monte de romances (penso que de Barbara Cartland e Sandra Brown) e reescrever o final. Acho que o “bichinho” esteve sempre lá. Eu adorava livros em criança, particularmente o seu cheiro, e implorei à minha mãe que me ensinasse a ler antes de entrar para a escola. Sempre que adorava um livro, relia-o inúmeras vezes para recordar as passagens que me fascinavam, e depois tentava escrever algo semelhante.

escrever sobre vampiros, anjos caídos e demónios é o que quero fazer na vida. Se tivesse que escolher, que escritor consideraria um mentor? Esta é difícil, mas diria Tolkien, com o seu talento para a construção de um mundo e personagens fantásticos. Ele pode preencher páginas e páginas com a descrição mais bonita e prosa. Que livro está a ler agora? Atualmente estou a ler e a editar o meu novo romance de ficção científica, que é o primeiro livro de uma nova série que deve sair em setembro. Editar demora tanto que não tenho tempo nem energia para ler qualquer outra coisa.

Vê a escrita como uma carreira? Definitivamente, sim. Vejo-a como um trabalho e tento tratá-la como tal. No entanto, na maioria das vezes isso não funciona, porque os compromissos da vida e outros se intrometem. Quando se começou a considerar uma escritora? Tendo em conta que costumava passar a maior parte do meu tempo livre a escrever, sempre me considerei uma escritora no coração. Quando me tornei numa autora publicada só mudei o meu estado de submetendo/ não publicada para publicada. Que livros que influenciaram principalmente a sua vida? Definitivamente “O Senhor dos Anéis”. Tolkien ensinou-me bastante sobre descrição e desenvolvimento de personagens; basicamente, moldou a minha escrita. Também Anne Rice. Sem os seus livros inspiradores, poderia ter levado algum tempo a perceber que

“Não espere que a inspiração o encontre. Escreva mesmo quando não se sentir com vontade.” O que a inspirou a escrever o seu primeiro livro? Foi uma novela chamada “A Rainha dos Condenados”, de Anne Rice. Adorei esse livro e mal podia esperar por começar a trabalhar no meu


próprio romance de vampiros. Eis um que ainda está ganhar poeira nalguma gaveta.

Não espere que a inspiração o encontre. Escreva mesmo quando não se sentir com vontade.

Tem um estilo de escrita específico? Como a maioria dos escritores, tenho. Prefiro o uso da primeira pessoa do singular, e tenho tendência para a descrição e para o sarcasmo. O meu primeiro esboço tende a ser bastante detalhado, mas tenho um editor que não tem medo de cortar.

Conte-nos as suas últimas novidades. Estou atualmente em processo de migração e a aprender uma nova língua, o que é difícil, mas também é uma experiência muito interessante.

Existe algo que ache particularmente desafiador na sua escrita? Não editar enquanto escrevo. Levo uma eternidade a terminar um capítulo, porque sou uma perfecionista compulsiva que continua a reescrever e a ajustar até que sinto que está tudo do modo que quero que esteja. Sei que não devo editar enquanto escrevo, mas simplesmente não consigo evitar. Qual foi a parte mais difícil de escrever no seu livro? O último capítulo. Emociono-me e tenho sempre dificuldade em terminar o último capítulo. Há alguma mensagem no seu romance que quer passar aos leitores? Fantasmas existem e nem sempre são bons... ou assim o creio. Quanto do livro é realista? As partes das assombrações por poltergeist são baseadas em pesquisas, portanto diria que é bastante realista. São experiências testemunhadas por alguém que conhece ou eventos vividos por si? O meu romance para mulheres “The Divorce Club” baseia-se bastante nas minhas próprias experiências com o namoro e traições. Contudo, tendo a ficar longe de temas pesados na minha série de romance paranormal, “Ancient Legends”. “Dead And Beyond” é basicamente uma fantasia, embora não me importasse de encontrar um belo vampiro de olhos azuis como o Aidan. Aprendeu alguma escrever o seu livro?

coisa

ao

Quais são seus projetos atuais? O quinto livro da série “Ancient Legends”, “Forever And Beyond”, que segue Amber e introduz alguns novos elementos paranormais e muita magia negra e traição. Pode partilhar um pouco mais sobre o seu atual trabalho connosco? O meu livro mais recente é “Dead And Beyond”, um mistério/ romance paranormal. Tendo sido transformada pelo seu namorado vampiro, Amber Reed (de 18 anos) é agraciada com a habilidade de ver fantasmas. Entre tentar descobrir como controlar a sua sede de sangue e resolver o misterioso desaparecimento de um amigo, Amber percebe que alguém quer a muito custo - e tudo fará para isso tomar o seu lugar. Quando um segredo surge após outro, a única pessoa que acredita nela é o seu inimigo, Devon. Amber não consegue perceber se ele está aqui para a ajudar ou para salvar a sua própria raça imortal de perder uma antiga guerra contra os vampiros. O que ela sabe, porém, é que não pode resistir à sua boa aparência tanto quanto não consegue evitar tornar-se em alguém diferente... Num mundo de magia negra e antigos inimigos, três cortes poderosas lutam pela supremacia, e Amber pode ser o peão certo para ganhar esta guerra de uma vez por todas. Mas como poderá uma rapariga sobreviver quando todos querem vê-la morta? Tem algum conselho para outros escritores? Vejam mais acima. Além disso, continuem a trabalhar para melhorar o vosso estilo e prosa. Tem algo que queira dizer aos seus leitores? Muito obrigado por lerem os meus livros ☺


“Dead and Beyond” BLURB Everyone keeps a dark secret. That's what Amber Reed realizes when her boyfriend Aidan turns her into a vampire against her will. When something goes terribly wrong and her friend disappears, the clock is ticking, the walls are closing in on Amber, and the stakes are getting higher as she finds herself the pawn in an ancient war between three powerful races fighting for supremacy. Amber is about to find out who Aidan really is... and the secret is nothing she ever imagined. SINOPSE Toda a gente tem um segredo sombrio - é o que Amber Reed percebe quando o seu namorado Aidan a transforma em vampira contra a sua vontade. Quando algo de errado acontece e a sua amiga desaparece, todos os minutos contam. O cerco parece apertar-se em torno de Amber, e há cada vez mais coisas em risco quando se torna num peão numa antiga guerra entre três raças poderosas que lutam pela supremacia. Amber está prestes a descobrir quem realmente é Aidan... e o segredo não é nada que tenha imaginado. REVIEW I finished reading "Dead and Beyond" on May 3, 2012. I rate it four stars on a scale of one to five. This is the fourth book in the series Ancient Legends, by Jayde Scott, and this was the one I read in first place. Lol! I never seem to start at number one, I'm a disaster! Nevertheless, I felt that I didn’t lack the background data, because the author keeps giving tips along the story, which is a point in her favor. I have also to stress out that it made me want to read the previous books, because the narratives - although they follow a timeline – tell us stories that exist by themselves and not solely dependent on the previous. Yes, one is the consequence of another, but if we fail to read a volume, we’ll still get

the point. I hope to read the rest soon. Another thing I liked was that the narrative doesn’t have big time jumps. I like ‘straight’ stories. I think Jayde and I are alike in what comes to that; I follow the same style when writing, which helped me to identify more with the author and this book. As for the story itself, is a typical YA, romantic and with a lot of adventures and dramas. To break the "routine" there are the poltergeist phenomena, which is great to prevent the reader from saying "I've read this before." The news are always welcome. I just wish I had known better what’s happening with Amber, as this was referred to the next volume. How about a clue?

CRÍTICA Acabei de ler “Dead and Beyond” a 3 de maio de 2012. Dou-lhe quatro estrelas numa escala de um a cinco. Este é o quarto livro da série Ancient Legends de Jayde Scott, e foi logo o primeiro que li. Lol! Parece que nunca começo pelo número um; sou um desastre! Apesar disso, não senti que me faltava de dados de background, pois a autora vai dando


dicas ao longo da estória, o que é um ponto a seu favor. Tenho inclusive a salientar que fiquei com bastante vontade de ler os livros anteriores, pois as narrativas, embora sigam uma linha temporal, abordam estórias que existem por si e não dependem exclusivamente da anterior. Sim, uma é a consequência de outra, mas não é por falharmos um volume que vamos perder o fio à meada. Espero conseguir ler o resto em breve. Outro ponto que me agradou foi o facto da narrativa não ter grandes saltos temporais. Gosto de estórias corridas. Acho que nisso eu e Jayde somos parecidas; sigo o mesmo estilo quando escrevo, o que ajudou a identificar-me ainda mais com a autora e este livro. Quanto à estória em si, é uma típica YA, com um par romântico e muitas aventuras e dramas. A quebrar a “rotina” estão os fenómenos relacionados com poltergeist, o que é ótimo para não dizermos “já li isto antes”. As novidades são sempre bem vindas.

Apenas gostaria de ter percebido melhor o que se passa com a Amber, dado que tal foi remetido para o próximo volume. Que tal uma dica? Link: http://www.goodreads.com/review/s how/323262215 *Disclosure of Material Connection: I am a member of Reading Addiction Blog Tours and a copy of this book was provided to me by the author. Although payment may have been received by Reading Addiction Blog Tours, no payment was received by me in exchange for this review. There was no obligation to write a positive review. All opinions expressed are entirely my own and may not necessarily agree with those of the author, publisher, publicist, or readers of this review. This disclosure is in accordance with the Federal Trade Commision’s 16 CFR, Part 255, Guides Concerning Use of Endorcements and Testimonials in Advertising*

Links para mais informação| Links for more info: Website – http://jayde-scott.blogspot.com Facebook https://www.facebook.com/pages/Official-Jayde-ScottFanpage/184687468220935 Twitter - https://twitter.com/#!/jaydescottbooks You Tube - http://www.youtube.com/jaydescottbooks Links para comprar| Links to purchase: Amazon http://www.amazon.com/Dead-Beyond-Ancient-Legendsebook/dp/B007KMX1RK/ref=pd_sim_kstore_5?ie=UTF8&m=AG56TWVU5XWC2 Barnes and Noble http://www.barnesandnoble.com/c/jayde-scott (Monthly Host Incentive - $15 Amazon/B&N Gift Card to host with most comments on their Tour Post for the month!)

Interview Jayde Scott  

Interview Jayde Scott

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you