Page 1

Suzy Turner and the “Raven” Series Related to the letters by a professional link for a long ago, Suzy Turner made her debut as a writer with the “Raven”saga. Currently, two books of this series are already published and the third one is due come out in March 2012. Here’s your chance to know a little bit more about this English author, who lives in the Algarve (in the southern area of Portugal) for over 25 years. Did you ever think you would become a writer? I always loved to read and write but it wasn't until I was in my 20s when I realised it was what I wanted to do. I soon developed big dreams and ambitions to be a bestseller! Did you write any books before “Raven”? I wrote a book in my 20s but never got it published. I wrote it in a matter of weeks, sent it off to a number of agents but no takers so I put it away and forgot about writing for a while. And then, quite a few years later I started writing another book (also chick lit) called Forever Fredless. I still haven't finished it because Raven took over for a while but I'm hoping to get it written and published next year! And that book is the same genre as "Raven"? Forever Fredless isn't a supernatural book... just romance and a bit of comedy. Chick Lit is my other favourite genre. Do have a publisher or are you an "indie" writer? I am a self-published indie author. It's very, very difficult to find an agent and a publisher in the writing world so, in the end I decided to go it alone and publish the books myself. I am incredibly grateful to book sites like Amazon and Smashwords who make it possible for authors to easily self publish. Where did you get your inspiration to write "Raven"? It was during a holiday in Western Canada in 2009. Particularly during a picnic we had on a small bay in Powell River... it was so beautiful yet eerie at the same time. I could so easily imagine spooky characters hiding out in the forests that surrounded us. In this book I noticed a reference to Fado, a musical genre typical of Portugal. Why did you add this mention and how are you related to Portugal? The song I chose to feature in Raven is Cancao do Mar... a song I absolutely love. It's so hauntingly beautiful and fitted in remarkably well with the feel of the book. I decided to use the song because I have lived in Portugal (Algarve) for the past 25 years. I moved here with my family when I was ten years old. "December Moon" is the 2nd book of the Raven Series. What can we expect from it? December Moon is about the friendship between Lilly and December... it's a little more fun than Raven and has a lot more action too! Is there another volume in this series? There will be a third book in the series, called The Lost Soul, which will be out in March 2012. That will be the last book of The Raven Saga. After that I will be starting a new series of books based in England. 1


What are your plans for the future? I plan to continue writing for as long as I can! However, I do have plans to leave Portugal and move to another country. My husband and I came here with our families when we were children and now we have decided to have our own little adventure... we haven't decided where to go just yet but we are considering Britain and Canada! (We like the cold weather!) Where can readers find you? My website: http://suzyturner.com/ My blog: http://suzyturner.blogspot.com/ Twitter: http://twitter.com/@suzy_turner Facebook page: http://facebook.com/suzyturnerbooks Facebook: http://facebook.com/authorsuzyturner Goodreads: http://www.goodreads.com/author/show/4847001.Suzy_Turner

2


Suzy Turner e a série “Raven” Ligada às letras por via profissional desde há muito, Suzy Turner estreou-se como escritora com a saga Raven. Desta série, dois livros já se encontram editados e o terceiro sairá em Março de 2012. Conheça um pouco melhor esta autora inglesa, que vive no Algarve (sul de Portugal) há mais de 25 anos. Alguma vez pensou que iria tornar-se escritora? Eu sempre gostei de ler e escrever, mas só quando completei 20 anos percebi que era o que queria fazer. Logo desenvolvi grandes sonhos e ambições de ter um best-seller! Escreveu outros livros antes de “Raven”? Escrevi um livro aos 20 anos, mas nunca consegui publicá-lo. Escrevi-o numa questão de semanas, enviei-o para alguns agentes, mas não houve interessados, por isso coloquei-o de parte e esqueci a escrita por uns tempos. Então, alguns anos mais tarde, comecei a escrever outro livro (também literatura feminina), chamado “Forever Fredless”. Ainda não o terminei, porque “Raven” manteve-me ocupada durante algum tempo, mas espero acabá-lo e publicá-lo no próximo ano! E esse livro é do mesmo género que “Raven”? “Forever Fredless” não é um livro sobrenatural, é apenas romance com um pouco de comédia. Literatura feminina é o meu outro género favorito. Tem editora ou auto-publica os seus livros? Sou uma autora auto-publicada. É muito, muito difícil encontrar um agente e uma editora no mundo literário, por isso decidi ir em frente e publicar os meus livros por mim mesma. Estou incrivelmente grata a sites como Amazon e Smashwords, que proporcionam a oportunidade aos autores de auto-publicarem facilmente. Onde foi buscar a sua inspiração para escrever "Raven" (“Corvo” em Português)? Surgiu-me durante umas férias na zona oeste do Canadá, em 2009, particularmente durante um piquenique que fizemos numa pequena baía em Powell River... Era tão bonita e misteriosa ao mesmo tempo! Podia facilmente imaginar personagens assustadoras escondendo-se nas florestas que nos rodeavam. Notei nesta história uma referência ao Fado. Porque fez essa menção e como está relacionada com Portugal? A música que escolhi para figurar em “Raven” é a “Canção do Mar”. É uma música que absolutamente adoro. É assombrosamente bela e coaduna-se muito bem com a sensação transmitida pelo livro. Decidi usar a música, porque tenho vivido em Portugal (no Algarve) durante os últimos 25 anos. Mudei-me para cá com a minha família quando tinha dez anos de idade. "December Moon" é o segundo livro da série. O que podemos esperar dele? “December Moon” é sobre a amizade entre Lilly e a amiga December... É um pouco mais divertido do que “Raven” e tem muito mais acção também!

3


Existe um outro volume desta série? Haverá um terceiro livro chamado “The Lost Soul”, que será lançado em Março de 2012 este será o último da Saga Raven. Depois disso começarei uma nova série de livros baseados em Inglaterra. Quais são seus planos para o futuro? Pretendo continuar a escrever enquanto puder! No entanto, tenho planos para deixar Portugal e mudar-me para outro país. O meu marido e eu viemos para aqui com as nossas famílias quando éramos crianças e agora decidimos ter a nossa própria pequena aventura... Por enquanto ainda não decidimos para onde iremos, mas estamos a ponderar como hipóteses a Grã-Bretanha e o Canadá (gostamos do tempo frio)! Onde a podemos encontrar? O meu website: http://suzyturner.com/ O meu blogue: http://suzyturner.blogspot.com/ Twitter: http://twitter.com/@suzy_turner Facebook page: http://facebook.com/suzyturnerbooks Facebook: http://facebook.com/authorsuzyturner Goodreads: http://www.goodreads.com/author/show/4847001.Suzy_Turner

4


Synopsis | Sinopse

After the inexplicable disappearance of Lilly Taylor's parents, she has no choice but to move to Canada where she unravels some frightening yet intriguing family secrets... “Raven” is a fantasy novel for children and young adults set in the beautiful province of British Columbia.

Depois do desaparecimento inexplicável dos pais de Lilly Taylor, ela não tem outra escolha senão mudar-se para o Canadá, onde descobre alguns segredos de família assustadores, porém intrigantes. “Raven” é uma história de fantasia para crianças e jovens adultos, que decorre na bela província da Colômbia Britânica.

5


Review | Crítica Link: http://www.goodreads.com/review/show/205767140

Concluí a leitura de “Raven” a 1 de Dezembro de 2011 e dou-lhe 4 estrelas. Esta é uma história que combina diversos elementos do paranormal, como transmorfos, vampiros, lobisomens, bruxas e muitos outros. Para quem é fã do sobrenatural, é um livro em que certamente encontrará algo que lhe agrada. Lilly é a personagem principal e tudo irá mudar radicalmente para ela. Agradou-me o dramatismo em torno da vida dela em Londres. A descrição das emoções está muito bem conseguida e quase senti uma “nuvem negra” a pairar sobre mim tal como sobre ela. Nesta primeira parte Lilly relacionou-se principalmente com a sua suposta mãe, pelo que me surpreendeu mais à frente a menção ao amor que ela sentia pelo pai, que esteve praticamente ausente. Tudo bem, é uma jovem de 13 anos, é normal que goste dos pais apesar de não lhe darem muito carinho, mas esta foi uma figura que praticamente não integrou a história, pelo que achei um pouco esquisita a afeição/ preocupação súbitas da Lilly em relação ao pai. O desaparecimento dos pais é deveras um mistério intrigante e o quarto vazio leva-nos a especular sobre o que lhes terá acontecido. Confesso que concebi imensas teorias, mas não acertei, lol! Na segunda parte da história, a personagem principal vai viver para a casa do avô, no Canadá. É giro vê-la a descobrir coisas novas e a conhecer o mundo, algo que lhe estava vetado antes. A boa recepção da família é positiva, no entanto a paixão por Oliver foi demasiado repentina (se bem que a família tem um grande historial de amores à primeira vista, pelo que ela não fugiu à regra). Se me perguntarem, ela é demasiado nova para romances. Mas a autora não se demorou em cenas românticas e o ponto fulcral reside antes na descoberta do sobrenatural e história da família, o que é óptimo. Analisando as coisas agora com mais algum distanciamento, acho que a história é muito “cor-de-rosa” e precisava de mais “negro”. O avô é excessivamente bondoso, a família é muito complacente e depois há a coincidência maravilhosa de descobrirem uma prima há muito perdida. Quanto à última parte, creio que se podia ter adensado o mistério em torno de Tabitha em vez de se revelar logo tudo. Para terminar, gostei da surpresa da autora em relação ao título. Não vou ser “spoiler” e explicar; digo apenas que o compreendo e que foi engraçado descobrir a relação entre o mesmo e a Lilly. I finished reading "Raven" on December 1st 2011 and I rate it 4 stars. This is a story that combines various elements of the paranormal, such as shape-shifters, vampires, werewolves, witches and many others. For anyone who’s a fan of the supernatural, you’ll find something you like in this book for sure. Lilly is the main character and everything will change radically for her. I liked the drama surrounding her life in London. The description of the emotions is very successful and I almost felt a "black cloud" hanging over me as over her. In this first part Lilly dealt mainly with her supposed mother, so I was surprised later by the mention to the love she felt for her father, who was absent. Okay, she's a 13 year old girl, it’s normal for her to love her parents despite they don’t give her much affection, but dad was a figure that was hardly part of the story, so I thought it was a little weird the sudden affection / concern of Lilly toward her father. The disappearance of her parents was a very intriguing mystery, and the empty room leads us to speculate about what had happened to them. I confess that I conceived a lot of theories, but I didn’t picture the right one, lol!

6


In the second part of the story, the main character lives in her grandfather's house, in Canada. It's nice to see her discovering new things and getting to know the world, something that was vetoed to her before. The girl was well received by her family, which was positive. As for her passion for Oliver, it was too sudden (though the family has a long history of love at first sight, so she was no exception). If you ask me, she’s too young for romance. But the author didn’t linger in romantic scenes and the main point lies in the discovery of the supernatural and the family history instead, which is great. Looking at things now over some distance, I think the story is too "pink" and needed more "black". The grandfather is too kind, the family is very helpful, and then there’s the wonderful coincidence of discovering a long lost cousin. As for the last part, I think that the mystery around Tabitha could have thickened rather than just reveal everything at once. To finish, I liked the surprise of the author about the title. I won’t be "spoiler" and explain it; I’ll just say that I got it and it was funny to discover how it was related to Lilly.

7

Interview to Suzy Turner  

Entrevista a Suzy Turner

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you