Page 1

informe comercial - Janeiro 2011 - No 05 - Publicação mensal - Proibida a venda avulsa

Curta o verão com saúde. //saúde no esporte

Corridas nas praia. //Sesc triathlon tramandai

Veja os resultados. //tecnologia

Novo Kayano 17.

//especial Ultramaratona: Últimos reparativos de Márcio Villar nos EUA. //PALAVRA DE CORREDORA

Corrida: Uma grande aliada do coração.

1


informe comercial

#05

//Editorial Estimado leitor,

Assessoria Esportiva especializada em grupos de corrida Começe a correr conosco! 51- 9655.0353 / 8221.4455 evenfaster@evenfaster.com.br www.evenfaster.com.br

Cá estamos em pleno exercício de novo ano, focando nossas expectativas na construção de novas possibilidades. Este é o momento de direcionar toda a nossa energia nos projetos que deixamos de “cantinho” e agraciá-los com uma boa dose de criatividade. Quem sabe não seja essa a pitada que faltava para fazê-los tornar-se realidade? Otimismo, planejamento e ação farão a diferença para edificarmos um ano que deverá ser o melhor de todos, pois evoluir é o nosso combustível. Correr em direção a nossas conquistas e comemorar na linha de chegada será o maior e mais fraternal abraço de 2011. Cristina Hermelino

//galeria de fotos

CR

Assessoria Esportiva de Iniciação a Alto-Rendimento Clóvis Rodrigues Cref: 6050 IAAF NIVEL II 51 - 9694.9826 clsrodrigues235@hotmail.com www.corpa.esp.br

Leonardo Rossato Ribas Cref: 003760-G/RS leo@percorrer.com 51 - 9849.9612 www.percorrer.com

1

2

3

4

1) Triathlon em Tramandaí 2) Triathlon em Tramandaí 3) Corrida de São Silvestre 4) Natal sem Fome 5) Natal sem Fome

5 Daniel Berton Cref: 8421-G/RS 51 - 8111.4492 physikos@physikos.com.br www.physikos.com.br

6

6) Natal sem Fome

//prÓximas corridas 05/02/2011 – 7ª TTT ( Travessia Torres - Tramandaí )

Eduardo Olsson Remião Cref: 001855-G/RS 51 - 9994.1822 www.remiao.com.br

19/02/2011 – Win Sports Summer Night Run - Capão da canoa 13/03/2011 – circuito das estações Adidas Outono - Porto alegre 17/03/2011 – Eco Run PORTO ALEGRE 30/04/2011 – Volta À Ilha - FlorianópoLis 22/05/2011 – Maratona Internacional de Porto Alegre Divulgue seu evento: contato@runningsul.com.br

Coloque seu anúncio aqui. Pergunte-nos como: contato@runningsul.com.br

2

Diretor-Presidente: Francisco Guedes | Diretor Comercial: Edison Guedes | Diretor Administrativo: Taylor Pieri Ferreira | Coordenação Técnica: Jonatas Ramos | Jornalista Responsável: Mariela Costa Cardoso - 11645 | Conceito e Projeto Gráfico: PublivarOn Comunicação | Impressão: Midia Gráfica | Tiragem: 130.000 exemplares | Distribuição: jornais, lojas, clubes e academias. Fotografia: Christian Hiller / Arquivo Win Sports | Colaboraram nesta edição: Cesar de Agosto, Dóris Maria Machado de Bittencourt, Darliane Fagundes, Cristina Hermelino, Carlos Henrique Iotti, Antonio Freire, Tânia Caleffi, Stéphanie Perrone| E-mail: contato@runningsul.com.br - Fone: (51) 3072.2143


//Saúde no Esporte

Corri das

na Praia Em épocas de férias é bastante comum vermos pessoas caminhando e correndo nas areias da praia. O clima é agradável, aproveita-se para um bronzeado e manter a forma. Mas quais são os benefícios e riscos que correr na areia pode trazer ao nosso atleta? Primeiro e mais importante é saber em que tipo de areia será realizada a atividade. Se for bem na beira do mar, onde o piso é mais duro, a caminhada ou corrida é muito

parecida com caminhar em calçada ou ruas. Porém, com um diferencial, a inclinação, sendo que este desnível leva a uma necessidade de compensação para as articulações do joelho e, principalmente, quadril e coluna. Se a atividade for na areia fofa, temos um trabalho muscular aumentado, principalmente em panturrilha, pois usamos muito mais a ponta do pé no apoio e impulsão, bem como de toda a cadeia muscular posterior, trabalhando para manter nosso equilíbrio. Esse trabalho pode

gerar dores musculares por fadiga e até mesmo cãibras. Em compensação o ganho proprioceptivo é muito grande. Isso quer dizer que não devemos caminhar na areia? Muito pelo contrário. É um bom momento para realizar um trabalho diferente, beira do mar, na areia fofa e também praticando a sua corrida e caminhada habitual em calçadas e ruas. Para isto, não esqueça de levar seu tênis. Se você tem um profissional que orienta sua atividade física, peça para montar um programa neste

sentido. Lembre-se também que é verão, sol forte e calor. Use protetor solar e hidrate-se muito bem. Boas Férias! César Abs de Agosto Fisioterapeuta e Educador Físico CREFITO 19.608-F

o Que você gostaria de ler na prÓxima edição? envie e-mail: contato@runningsul.com.br

//Nutrição

CURTA O VERÃO COM SAÚDE! Nessa estação, as temperaturas se elevam, os dias ficam mais longos, as noites mais curtas. Não é de se espantar que nós também

- Alimentar-se de pequenas quantidades, várias vezes ao dia; - O almoço e o jantar devem ser leves, de fácil digestão;

passemos por mudanças que

- Evitar alimentos gordurosos e molhos pesados;

nos permitem uma adaptação

- Aumentar a ingestão de sucos naturais e frutas da época;

a essa nova situação. Nesse período, há um aumento da transpiração com o objetivo de manter a temperatura corporal e uma maior exposição ao sol,

- Cuidar com o preparo e a conservação dos alimentos e também os lugares de compras (tais como: quiosques, bares em clubes e beira de praia); - Ingerir água tratada ou fervida;

diarréia entre outros problemas.

- Consumir alimentos ricos em betacaroteno (cenoura, moranga, damasco, laranja, mamão, manga), pois estes ajudam na obtenção e manutenção do bronzeado;

Entretanto, muitas pessoas se

- Escolha sorvetes a base de frutas ou frozen iogurte;

podendo levar à desidratação,

esquecem do cuidado com a alimentação para garantir ótimas férias. Confira algumas dicas:

- Lave bem verduras, legumes e frutas. Eles podem ser mantidos durante 1 hora em uma mistura de água e hipoclorito, com enxágüe adequado após.

Darliane Fagundes Nutricionista CRN 24.093

3


informe comercial

//especial

ULTRAMARATONA:

DESAFIO NOs EUA. Marcio Villar irá participar da Arrowhead Ultramarathon que é uma dessas corridas inacreditáveis. Com 217km a serem percorridos em um tempo limite de 60 horas, com temperaturas que podem ultrapassar os -50ºC, é uma corrida solo (sem apoio), com apenas um Time Station (posto de controle), onde participam, ciclistas, esquiadores e corredores. Neste ano, a Arrowhead acontece de 31 de janeiro a 2 de fevereiro, mas para o Márcio Villar a prova finalizará no dia 5 de fevereiro, pois ele irá dobrar o percurso. Arrowhead é considerada a prova à pé mais difícil do mundo, na neve. Cada competidor precisa levar consigo tudo o que necessitará para sua

sobrevivência nas 60 horas de prova, incluindo água, alimentos, barraca e saco de dormir. Para completar o Desafio 135 Milhas, etapa Arrowhead, já está inscrito e confirmado o atleta brasileiro: Marcio Villar, um dos maiores nomes da corrida de resitência do mundo e campeão do Arrohead conta numa entrevista exclusiva como estão os preparativos para 2011, a rotina de exercícios e as expectativas de vencer mais uma etapa de sua trajetória de superação. 1 - Como estão os preparativos para a Arrowhead 2011? Estão meio atrasados por falta de patrocínio, por enquanto só a Win Sports.

2 - Como é sua rotina de treinos para esta prova? Trabalho o dia todo e depois vou para praia treinar. Estou puxando pneu 6h por dia para o corpo acostumar a puxar o trenó na prova. O grande problema é que no Rio de Janeiro está no verão com 40º positivos e vou correr com 40º negativos. Essa diferença de 80º vai ser minha maior dificuldade. 3 - Como simular o frio intenso que irás encontrar na prova, treinando no Rio de Janeiro? Tento amenizar um pouco com aclimatação no frigorífico, mas é impossível simular o frio de lá, por isso irei 10 dias antes para aclimatar.

4 - Qual a importância do período de aclimatação feito antes da competição? É primordial. Para se ter uma idéia, nos primeiros 3 dias nem consigo sair do hotel. Só no quarto dia que começo a sair e caminhar pela cidade, e isso cheio de roupas. 5 - Na primeira vez que você participou da Arrowhead, foi forçado a desistir pelo frio. No ano seguinte voltou e completou o desafio. O que te faz seguir em frente e agora dobrar os 217km? Na primeira vez meus pés congelaram e a médica falou que se eu continuasse eu teria que amputar os pés,mas se eu parasse

4

ela os recuperaria. Já na segunda vez, teve uma nevasca na noite anterior à prova que tornou tudo muito mais difícil, mas consegui e me tornei o primeiro homem do mundo a finalizar todas as provas da Copa do Mundo de 217 km em ambientes extremos. Depois resolvi que queria dobrar todas as provas da Copa. Já dobrei a Brasil 135 correndo os 434 Km de montanhas e dobrei a Badwater que acontece no deserto do Vale da Morte na Califórnia. Agora só falta a Arrowhead, seus 434 Km com 40 negativos para eu realizar meu sonho de ser o único no mundo a dobrar toda a Copa. 6 - O que faz valer a pena tanto sofrimento? Na verdade o sofrimento acontece nos treinos, o dia da prova é o dia de ser feliz, eu corro rindo, brincando com todo mundo, é o que eu amo fazer então não considero sofrimento. 7 - Qual a sensação de cruzar a linha de chegada de uma prova como a Arrowhead? A linha de chegada nos desafios tem algo mágico, não ganho um centavo, nem premiação, nada. Faço porque amo, é onde me sinto feliz. 8 - E como sua família vê essa paixão pela corrida e por provas longas? Todos são contra porque eu só gosto de desafios em ambientes extremos e isso sempre apresenta riscos.


//Triathlon

SESC Triathlon em

tramandaí gaúcha do Circuito Nacional Sesc Triathlon. A prova, promovida pelo Sesc/RS junto com a Federação Gaúcha

modalidade (1500m de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida). Mauro Cavanha, atual Campeão

“...Os competidores nadaram 1000m, pedalaram 20 km e correram 5 km... ”

O tempo nublado e o forte calor exigiram esforço extra dos mais de 260 atletas entre amadores e profissionais que participaram da etapa

de Triathlon, aconteceu em Tramandaí, no dia 12 de dezembro de 2010. Os competidores nadaram 1000m, pedalaram 20 km e correram 5 km, enquanto os atletas da elite fizeram a distância olímpica da

Brasileiro de Triathlon Olímpico, venceu a categoria elite. Em segundo chegou Guilherme Manocchio, seguido de Luiz Francisco Ferreira, o Chicão, e Paulo Miyashiro. O gaúcho Frank Silvestrin ficou com a quinta

colocação. Na elite feminina, a campeã, Fernanda Garcia, liderou a prova desde a natação. Carolina Furriela foi a segunda colocada, Sueli Baronto a terceira, Rebeca Falconi a quarta e Luca Glaser chegou em quinto. Os resultados completos e a cobertura fotográfica estão no site www.sesc-rs.com.br/ triathlon .

//INOVAÇão

Os produtos mais recomendados para o seu exercício. GEL-KAYANO 17 Estabilidade Indicado para : Corredores neutros e pronados Principais Novidades:

A modelagem do GEL-Kayano 17 apresenta a evolução da linha Guidance Line – inovadora construção que acompanha os movimentos de cada passada distribuindo o impacto uniformemente, proporcionando maior suavidade durante cada transição. Além disso, torna o ainda mais leve que as versões .O novo design superior concentra-se no melhor calce e conforto. A aplicação da tecnologia Biomorphic Fit minimiza a compressão e irritação sofrida pelos pés durante a corrida através da utilização de materiais em stretch. O sistema de amarração assimétrica também foi aperfeiçoado, para aumentar o conforto. Por fim, essa nova versão do modelo Gel-Kayano apresenta um nova palmilha denominada X-40, confeccionada por uma camada de 5,5mm de espuma de memória, oferecendo maior capacidade de recuperação em comparação as versões anteriores. Principais Tecnologias:

Sistema Gel de amortecimento • DuoMax • Impact Guidance System (I.G.S). P.H.F. Guidance Line. Space Trusstic System • ComfortDry Sockliner • Biomorphic Fit• Solyte Disponível nas Lojas: A partir de Fev/2011 Reserve o seu na Win Sports pelo fone: 51 - 3013.3113

5


//Palavra de corredorA

Corrida: uma grande aliada do coração 65 anos, mantém uma rotina Era 4 de janeiro de 1996, a que envolve corrida na esteira arquiteta Dóris Maria Machado de e na rua, exercícios orientados Bittencourt fazia sua caminhada e aulas de alongamento. quando se sentiu mal. Somente Para retornar à prática de 48 horas depois ela procurou exercícios, o cardiopata teve um médico, passou por uma de iniciar um programa de bateria de exames, recebendo o diagnóstico de problema “...Hoje consigo correr cardíaco. Em tranquilamente cinco quilômetros 10 de junho, e para mim é um orgulho, fiz um realizou uma quadro iluminado só para guardar as medalhas que ganho...” cirurgia de

revascularização miocárdica, para colocação de uma ponte de safena e duas pontes mamárias. Dois anos após o ocorrido, incentivada por um amigo, Dóris buscou orientação profissional e retornou à prática constante de atividades físicas. Hoje, aos Dóris Maria Machado de Bittencourt Arquiteta

6

atividades supervisionado. Fundado em 1997, o Centro Integrado de Medicina do Exercício (CIME), desenvolve um trabalho multidisciplinar de reabilitação cardíaca. Felix Drummond, diretor do CIME, explica que o programa dura

em torno de seis meses. “Essa é a ideia de trabalhamos com os cardiologistas no sentido de deixar a pessoa apta para ter uma vida praticamente normal. ”Diversos estudos apontam que o treinamento aeróbico melhora a condição dos cardiopatas. A médica do esporte, Rosemary Petkowicz, afirma que a corrida pode ser uma ótima aliada na prevenção e combate de cardiopatias, desde que haja uma avaliação prévia.“A corrida auxiliará na formação de uma maior rede de vasos para suprir a demanda de sangue para o músculo cardíaco durante o exercício, além de auxiliar no controle do colesterol, triglicerídeos e glicose”.


//corrida pelo mundo

Maratona de Shanghai Correr a Maratona de Shanghai é a forma mais segura de correr em Shanghai. Como tudo na China o evento é grandioso, embora esteja apenas nas suas primeiras edições. Este ano foram, nas diversas distancias da prova (10 km, meia maratona e maratona), mais de 20.000 pessoas. Dizemos que a prova é segura porque em outras condições é quase impossível de se correr aqui. Shanghai é tão cheia de

gente, há tantas bicicletas, motocicletas, carros e outros

veículos não identificados, que correr por suas ruas

é quase um suicídio. A explicação é que até poucos anos atrás, o cidadão comum não tinha o direito de ter o seu próprio carro, andava todo mundo de bicicleta ou motos. Mas ao adquirirem este direito, não perderam o hábito de raciocinar com se estivessem de bicicletas. O corredor, por fim, é o “objeto estranho” cercado de curiosos por todos os lados. Shanghai era uma das cidades mais poluídas do planeta, com a Expo 2010, a mega feira mundial, ao assumir o slogan Better

City, better live (Cidade melhor, vida melhor), em dois anos se transformou numa das metrópoles com o maior controle da poluição ambiental do mundo. Porto Alegre, ou outra cidade brasileira, é um paraíso em comparação a qualquer cidade chinesa no que diz respeito a praticar esportes de rua. Este esporte na China, como tudo, está evoluindo muito rápido. Antonio João Freire e Tânia Caleffi, são empresários, têm uma empresa de consultoria em Shanghai, na China, para auxiliar empresas brasileiras a atuarem naquele país (saibam mais sobre eles pelo site www.braziliangate.net ).

Seja um corredor Running Sul pelo mundo. Envie-nos a sua foto e conte-nos os lugares maravilhosos que você já correu para o e-mail: contato@runningsul.com.br.

7


GAROPABA/SC - Próximo ao mini Golfe | TORRES/RS (em frente ao Hotel Furninha) | CAPÃO DA CANOA/RS - Shopping Lynemar XANGRI-LÁ/RS - Av. Paraguassu (em frente ao Nacional) | TRAMANDAÍ/RS - Av. Emancipação,575/Loja 607 (ao lado do Hotel Beira Mar) | CIDREIRA/RS (ao lado da Concha Acústica) Lojas Móveis: Cidreira: F: (51)9399-3409 | Tramandai: F: (51) 9237-9543 | Xangri-la: F: (51) 9399-3835 | Capão da Canoa: F: (51) 3625-8104 | Torres: F: (51) 9399-3760

//Trabalho x Corrida

Serra gaúcha:

um bom lugar para Comer e correr. uma mesa de comida, então

tranquilo, então, aqui é uma

duas provas: no individual da

a corrida me ajudou nisso,

coisa mais “power”.

TTT, no dia 5 de fevereiro,

a gastar um pouco dessas

Não tenho uma rotina de

que é uma ultramaratona, e a

calorias. E ser maratonista na

treinos por assim dizer, e

Maratona de Roma que será

Serra Gaúcha tem a questão

normalmente procuro correr

no dia 20 de março.

do treinamento ser morro

uma vez por dia, uma hora:

acima e morro abaixo, não é

essa é a minha única rotina de treino. Sem horário

Eu sempre gostei de correr, é bom para oxigenar o cérebro e correr para mim sempre foi uma coisa meio natural, desde criança gostava. Quando voltei a morar em Caxias, logo comecei a engordar porque na serra gaúcha todas as relações humanas se dão em volta de

8

“...Correr para mim sempre foi uma coisa meio natural, desde criança gostava... “

certo, às vezes dá de manhã, às vezes ao meio dia, de tardezinha. Sempre tento correr seis dias

na

semana,

às vezes claro que como eram os meus treinos

não dá, e corro na rua, não

na época que eu estava

gosto de correr na esteira,

na faculdade, na beira do

raramente faço isso.

Guaíba,

Para 2011 já estou inscrito em

um

treino

mais

Carlos Henrique Iotti Cartunista

Revista Running Sul - Edição 5  

Revista Running Sul

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you