__MAIN_TEXT__

Page 42

ECONOMIA

Observatório das matérias primas POR MARGARIDA CARVALHO E RUMINANTES

Evolução dos preços das matérias primas entre 2011 e 2017 Ao fim de 7 anos de recolha sistemática dos preços semanais do milho, cevada, trigo, bagaço de soja e bagaço de colza, apresentamos uma análise da sua evolução nesse período. O mercado das matérias primas é influenciado por diversos fatores como a oferta e procura, o volume dos stocks, novos hábitos alimentares, condições climatéricas, alterações no preço do petróleo, da energia de produção agrícola e dos transportes, especulação financeira e variações na cotação das moedas e acordos e restrições comerciais entre países.

Os resultados apresentados ao longo deste artigo foram calculados a preços correntes.

1

Como consequência, alterações nos preços das matérias primas têm um impacto económico significativo na produção animal. Analisámos os dados relativos aos preços semanais das matérias primas (milho, cevada, trigo, bagaço de soja e bagaço de colza), no porto de Lisboa, entre abril de 2011 e outubro de 2017 (figura 1). Posteriormente realizámos uma análise descritiva das variações de preços ao longo do período em estudo, numa tentativa de compreender melhor este mercado. Não se pretende, no entanto, que este artigo seja um “guia” de compras. O preço mínimo do milho durante o período em estudo foi 157€/ton registado na semana de 15 de setembro de 2015. Já o valor máximo para o mesmo cereal foi de 285€/ton registado na semana de 6 de agosto de 2012. Os preços mínimos da cevada e do trigo foram respetivamente 155€/ton a 11 de julho de 2016 e 161€/ton a 26 de setembro de 2016. Estes cereais registaram o mesmo valor máximo de 300€/ton nas semanas de

42 JANEIRO . FEVEREIRO . MARÇO 2018 RUMINANTES

€/ton na semana de 28 de agosto de 2017 e o máximo de 400 €/ton na semana de 16 de julho de 2017. Estes valores bem como o preço médio de cada matéria prima durante o período em estudo estão sumarizados na tabela 1 e na figura 2.

9 e 16 de julho de 2012 para a cevada e 16 de julho de 2012 para o trigo. O bagaço de soja registou um mínimo de 225€/ton na semana de 19 de outubro de 2015 e um máximo de 570 €/ton na semana de 6 de agosto de 2012. O bagaço de colza registou o seu mínimo 160

TABELA 1 Sumário dos valores para cada matéria prima. MILHO

CEVADA

TRIGO

B.SOJA

B.COLZA

MIN

157

155

161

225

160

1º QU

174

170

180

310

220

180,5

190

198

370

250

230

218

225

420

290

MEDIANA 3º QU MAX MÉDIA

285

300

300

570

400

199,2

198,5

206,2

370,2

256,3

Profile for RUMINANTES

Ruminantes 28  

Edição nº28/2018 A revista da Agropecuária

Ruminantes 28  

Edição nº28/2018 A revista da Agropecuária

Advertisement