Page 80

Em Órbita

US ICE 1 - ignição US SE 1 - ignição US ICE 1 - final da queima US SE 1 - final da queima US ICE 2 - ignição US SE 2 - ignição US ICE 2 - final da queima US SE 2 - final da queima US ICE 3 - ignição US SE 3 - ignição US ICE 3 - final da queima US SE 3 - final da queima US ICE 4 - ignição Separação Tanque auxiliar US ICE 4 - final da queima US ICE 5 - ignição US SE 4 - ignição US ICE 5 - final da queima US SE 4 - final da queima US ICE 6 - ignição US SE 5 - ignição US ICE 6 - final da queima US SE 5 - final da queima Separação do Sirius FM-6 US ICE 7 - ignição US ICE 7 - final da queima US ICE 8 - ignição US ICE 8 - final da queima

Hora (UTC) 20:26,2 20:40,2 20:42,1 25:07,0 16:07,0 16:27,0 16:28,9 34:12,9 36:49,0 37:13,0 37:14,9 48:41,6 49:25,8 49:31,6 49:33,8 50:50,6 50:58,6 51:00,5 56:53,6 00:48,0 00:58,0 00:59,9 07:10,8 20:14,0 25:34,0 25:46,0 33:34,0 35:14,0

Previsto 692,22 706,22 708,12 972,95 4033 4053 4054,9 5118,85 12475 12499 12500,9 13187,6 13231,8 13237,6 13239,8 13316,6 13324,6 13326,5 13679,6 31914 31924 31925,9 32296,8 33080 40600 40612 44680 44780

Nominal 692,03 705,92 707,76 965,18 4033,18 4053,24 4055,33 5092,11 12475,1 12499,2 12501,1 13176,4 13220,7 13226,5 13228,5

Desvio 0,19 0,3 0,36 7,77 0,18 0,24 0,43 26,74 0,14 0,19 0,19 11,27 11,16 11,1 11,3

13324,9 13326,8 13670,3 31914,2 31924,4 31926,2 32289,8 33065,3 40600,1 40612,4 44680,3 44780,5

0,24 0,3 9,34 0,16 0,39 0,32 7 14,7 0,11 0,36 0,32 0,45

A segunda queima do Briz-M é executava no primeiro nodo de ascensão da órbita de parqueamento e após esta queima a Unidade de Ascensão atinge uma órbita intermédia. A tabela mostra os tempos nos quais ocorreram as diferentes queimas do estágio Briz-M (ICE – motor de correcção de impulso; SE – motor de sustentação). Após a realização da segunda queima do estágio Briz-M, o conjunto ficou colocado numa órbita intermédia com um perigeu a 269,86 km, apogeu a 4.999,86 km e uma inclinação orbital de 50,30º. A terceira e quarta queima irão ter lugar após a Unidade de Ascensão executar uma órbita em torno do planeta e têm lugar no perigeu, formando uma órbita de transferência com um apogeu próximo do que será conseguido na órbita final. O conjunto encontra-se agora numa órbita de transferência com o perigeu a 429,86 km de altitude, apogeu a 35.803,83 km de altitude e inclinação orbital de 49,01º. A quinta e última queima do estágio Briz-M coloca o satélite na órbita final de transferência. A separação do satélite Sirius FM-6 teria lugar às 0319:59,304UTC (dados Khrunichev) a T+9h 11m 05,30s (equivalente a 0319:59,26UTC) do dia 26 de Outubro, ficando colocado numa órbita com um perigeu a 4.126,59 km de altitude, apogeu a 35.785,86 km de altitude, inclinação orbital de 22,5º e período orbital de 708,30 minutos.

Posteriormente, o estágio Briz-M executaria ainda mais duas manobras para se afastar do satélite que utilizaria os seus próprios meios para elevar o seu perigeu até uma altitude geossíncrona e baixar a tanto o seu apogeu como a sua inclinação orbital. O Sirius FM-6 utilizaria o seu próprio sistema de propulsão para atingir a órbita geossíncrona operacional.

Em Órbita – Vol.13 – N.º 142 / Novembro de 2013

79

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 142 Novembro de 2013  

Edição de Novembro de 2013 com a segunda parte dos artigos sobre os lançamentos orbitais de Setembro de 2013 e os lançamentos de Outubro de...

Em Órbita 142 Novembro de 2013  

Edição de Novembro de 2013 com a segunda parte dos artigos sobre os lançamentos orbitais de Setembro de 2013 e os lançamentos de Outubro de...

Advertisement