Page 17

Após terminar o ensino secundário em 1943, Carpenter ingressou no programa de treino V-5 da Marinha dos Estados Unidos, que tinha como objectivo fornecer aos potenciais pilotos treino académico avançado ao mesmo tempo que lhes era foenecida experiência básica de pilotagem. A Segunda Guerra Mundial terminou antes de Carpenter finalizar o programa e após várias permanências no Iowa e na Califórnia, terminou como estudante na Universidade do Colorado, formando-se em Engenharia Aeroespacial. Recebeu o seu bacharelato em ciências em 1962. Regressou à Marinha em 1949 e finalmente obteve as suas asas, seguindo o treino na Florida e no Texas. Nomeado para o Esquadrão de Patrulhamento n.º 6, tripulou missões anti-submarinas, vigilância naval e colocação de minas no Mar Amarelo, no Mar do Sul da China e no Estreito da Formosa durante a Guerra da Coreia. Regressando aos Estados Unidos em 1954, frequentou a Escola Naval de Pilotos de Teste em Patuxent River, Maryland, e permaneceu no seu Centro Naval de Testes até 1957. Depois, frequentou a Escola Geral da Marinha e a Escola de Inteligência Aérea da Marinha em 1957 e 1958, e foi nomeado como oficial de inteligência a bordo do porta-aviões USS Hornet quando foi seleccionado para a NASA em Abril de 1959. Como astronauta, Carpenter serviu como suplente de John Glenn para a missão Mercury-Atlas 6, e foi nomeado para a missão MA-7 quando o seu piloto original, Donald Slayton, foi removido do voo. Como piloto Carpenter acumulou mais de 3.500 horas de experiência de voo, incluindo 700 horas em aviões a jacto. Após deixar a NASA serviu como assistente para as Operações de Aquanautas para o Sealab-III até se reformar da Marinha dos Estados Unidos com a patente de comandante a 1 de Julho de 1969. Desde então foi Engenheiro Aeronáutico e Consultor Ambiental para lá de estar envolvido na criação de abelhas. Em 1989 serviu com o seu filho Marc como porta-voz comercial para os automóveis Buick. A sua novela “The Steel Albatross” foi publicada em Janeiro de 1991, obtendo baos críticas. M. Scott Carpenter foi o 4º ser humano e 2º astronauta norte-americano a realizar um voo espacial orbital quando tripulou a cápsula espacial Aurora-7 a 24 de Maio de 1962 (Scott Carpenter foi o 6º ser humano a viajar no espaço). Recentemente Carpenter havia sofrido um acidente vascular cerebral que o havia deixado bastante incapacitado. No entanto, não foi adiantada a causa do seu falecimento.

Dmitri Alexeievich Zaikin (N. 29 / Abril / 1932 – F. 20 / Outubro / 2013) Dmitri Alexeievich Zaikin nasceu a 29 de Abril de 1932, em Yekaterinovka (Salsk) – região de Rostov. Frequentou a escola espacial da Força Aérea de Rostov e depois a Escola Superior da Força Aérea de Armavir. Foi transferido para a Escola Superior da Força Aérea de Frunze, Chernigiv, formando-se em 1954 juntamente com o também futuro cosmonauta Andrian Nikolayev. Nos cinco anos seguintes serviu como piloto de caça na Bielorrússia. Zaikin foi um dos primeiros cosmonautas seleccionados em Março de 1960. Serviu como Comandante Suplente de Pavel Belyayev na missão Voskhod-2 em 1965, substituindo Viktor Gorbatko, devido a razões médicas. Em Abril de 1968 encontrava-se a treinar para comandar uma missão espacial militar Almaz quando um exame médico veio a revelar que tinha uma úlcera, desqualificando-o assim por razões médicas. Deixou a equipa de cosmonautas em Outubro de 1969. Enquanto permaneceu na equipa de cosmonautas, Zaikin formou-se em 1968 na Academia de Engenharia da Força Aérea em Zhukovsky. Após a sua desqualificação serviu como adjunto do grupo de candidatos a cosmonautas, supervisionando o treino dos 9 pilotos e engenheiros seleccionados em Maio de 1970. Entre 1972 e 1987 foi Engenheiro Sénior no Centro de Treino de Cosmonautas ‘Yuri Gagarin’, trabalhando nos simuladores de voo e equipamento de bordo. Trabalhou no Centro de Treino de Cosmonautas até 1996. O cosmonauta Dmitri Zaikin faleceu no dia 20 de Outubro de 2013.

Em Órbita – Vol.13 – N.º 142 / Novembro de 2013

16

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 142 Novembro de 2013  

Edição de Novembro de 2013 com a segunda parte dos artigos sobre os lançamentos orbitais de Setembro de 2013 e os lançamentos de Outubro de...

Em Órbita 142 Novembro de 2013  

Edição de Novembro de 2013 com a segunda parte dos artigos sobre os lançamentos orbitais de Setembro de 2013 e os lançamentos de Outubro de...

Advertisement