Page 91

Estatísticas9 622º Lançamento de um Atlas desde 1957 332º Lançamento de um Atlas desde Cabo Canaveral 211ª Missão de um estágio Centaur 188ª Utilização de um Centaur por um foguetão Atlas 40º Lançamento de um Atlas-V desde 2002 64ª Missão de um Evolved Expendable Launch Vehicle 34ª Lançamento de um Atlas-V desde Cabo Canaveral 32º Lançamento de um Atlas 5 da United Launch Alliance 14º Voo da série 500 do Atlas-V 3º Atlas-V a voar na configuração 531 6º Atlas-V de 2013

lançamento. No seu interior está situado um guindaste de 60 t com uma capacidade de levantar os diferentes segmentos do Atlas-V e colocá-los na plataforma móvel de lançamento. Após a verificação dos diferentes estágios no ASOC, estes são transportados na horizontal para o VIF. O CCB segue em primeiro lugar, seguido pela secção cilíndrica que compõe o inter-estágio e do estágio Centaur. A última peça deste lego é a secção “boat-tail”. As missões futuras serão também aqui colocados os propulsores laterais de combustível sólido.

Após a montagem, o lançador passa por mais uma série de testes antes da carga a transportar ser entregue no VIF para montagem. O satélite é processado e abastecido do seu combustível de manobra num local separado do VIF e que tanto pode ser as instalações comerciais da Astrotech localizadas em Titusville, a 35 km de distância, ou então num edifício governamental caso se tratem de cargas militares ou da NASA. Após o processamento o satélite é colocado no interior de um contentor de segurança e protecção antes de deixar o e edifício de processamento e de iniciar a sua viagem até ao SLC-41. No SLC-41 é levantado até ao nível superior do estágio Centaur e colocado no seu topo. Segue-se um teste IST (Integration Systems Test) entre o foguetão lançador e a sua carga para confirmar uma boa ligação entre os dois e que ambos estão prontos para o lançamento. Segue-se o transporte até à plataforma de lançamento. O VIF foi construído de forma a suportar ventos de furacão até uma velocidade de 225 km/h. Possui várias plataformas móveis que possibilitam o acesso às diferentes zonas do foguetão e está equipado com uma porta reforçada com uma largura de 12,5 metros e uma altura de 84 metros que se recolhe na vertical, permitindo o transporte dos vários estágios do Atlas-V para o interior do edifício e a posterior saída do lançador para a plataforma de lançamento. Na construção do VIF foram utilizados 200 camiões de cimento (que equivaleram a 1.376 m3 de cimento) para a construção das suas fundações e 3.250 t de aço para a construção das suas paredes.

Lançamento A montagem do foguetão Atlas-V no interior do edifício VAF foi iniciada a 2 de Agosto de 2013 com a colocação do estágio Atlas na plataforma de lançamento móvel. De seguida procedeu-se à colocação dos três propulsores laterais de combustível sólido antes da colocação do estágio Centaur no dia 13 de Agosto. O foguetão seria transportado para o Complexo de Lançamento SLC-41 no dia 16 de Setembro, emergindo do interior do edifício de integração às 1400UTC. A plataforma de lançamento móvel é puxada por duas locomotivas diesel que a deslocam numa distância de cerca de 550 metros até ao local onde esta é assente no complexo de lançamento onde chegaria às 1449UTC. A contagem decrescente final teria início às 0004UTC do dia 18 de Setembro, ponde em marcha uma sequência de eventos que passaria pelos preparativos dos sistemas de oxigénio e hidrogénio líquido do estágio Centaur, testes do sistema de orientação do lançador, preparativos do sistema de propulsão e do sistema hidráulico do primeiro estágio, verificação das baterias para o fornecimento de energia e testes do sistema de transmissão de banda C que serviria para seguir a trajectória do lançador, além de um teste do sistema de transmissão de banda S. 9

Tendo por base dados da Spaceflightnow.com em http://www.spaceflightnow.com/atlas/av040/status.html.

90 Em Órbita – Vol.13 – N.º 141 / Outubro de 2013

Profile for Rui Barbosa

Em orbita 141 Outubro de 2013  

O lançamento de três novos membros para a tripulação da ISS a bordo da Soyuz TMA-10M e a primeira parte dos artigos relacionados com os lanç...

Em orbita 141 Outubro de 2013  

O lançamento de três novos membros para a tripulação da ISS a bordo da Soyuz TMA-10M e a primeira parte dos artigos relacionados com os lanç...

Advertisement