Page 66

sistemas necessários para o lançamento, os especialistas procederam à verificação da operacionalidade do sistema de finalização de voo do foguetão lançador. Este sistema permite que p foguetão seja destruído por razões de segurança caso algo corra mal durante a fase inicial do lançamento e que possa colocar em perigo vidas humanas ou instalações no solo. Esta verificação do sistema de finalização de voo terminou pelas 2350UTC. Entre outros testes levados a cabo, os especialistas procederam a um teste de mobilidade do sistema de controlo de força vectorial do motor Star-48BV (4º estágio), procedendo também ao alinhamento do sistema de navegação inercial do lançador e estabeleceram as ligações rádio com o Minotaur-V. Finalizados os testes, a T-3h (0027UTC do dia 7 de Setembro) o Minotaur-V e o equipamento de suporte no solo eram desactivados. Às 0105UTC a equipa de controlo procedia ao processo de armar o veículo para o lançamento. Este processo era finalizado pelas 0138UTC. Nesta altura iniciava-se a evacuação da área nas imediações da plataforma de lançamento. A contagem decrescente entrava na sua fase final a T-1h 10m (0217UTC), com os sistemas do Minotaur-V a serem novamente activados a T-1h 8m (0219UTC). O sistema de navegação inercial do lançador era novamente alinhado para o lançamento a T-50m (0237UTC) com este processo a ser finalizado a T-46m (0241UTC). Por seu lado, o sistema de telemetria do lançador era activado a T-30m (0257UTC) e o sistema de segurança era activado e testado a T-28m (0259UTC). A hora exacta do lançamento era enviada para o computador de voo do Minotaur-V às 0315UTC (T-12m). Nesta altura a área de perigo e as zonas de impacto dos diferentes estágios do foguetão lançador encontravam-se isoladas. A T-9m 30s (0317UTC), o sistema de finalização de voo começou a utilizar as suas baterias internas para o fornecimento de energia, sendo armado para o lançamento a T-8m (0319UTC). A permissão final para o lançamento é dada a T-6m 30s (0320UTC) e a T-5m (0322UTC) o Minotaur-V começava a utilizar as suas fontes internas para o fornecimento de energia. O sistema de orientação do lançador é colocado em modo de navegação a T-4m (0323UTC) com o computador de bordo s ser configurado para o lançamento. A sequência automática de lançamento tem início a T-2m (0325UTC) e o lançamento do primeiro Minotaur-V acaba por ter lugar às 0327UTC. O quadro mostra os principais eventos durante o lançamento.

65 Em Órbita – Vol.13 – N.º 141 / Outubro de 2013

Profile for Rui Barbosa

Em orbita 141 Outubro de 2013  

O lançamento de três novos membros para a tripulação da ISS a bordo da Soyuz TMA-10M e a primeira parte dos artigos relacionados com os lanç...

Em orbita 141 Outubro de 2013  

O lançamento de três novos membros para a tripulação da ISS a bordo da Soyuz TMA-10M e a primeira parte dos artigos relacionados com os lanç...

Advertisement