Page 77

Em Órbita

Amos-4 Construído pela Israel Aerospace Industries (IAI), o satélite Amos-4 baseado na plataforma AMOS-HP. O novo satélite irá estabelecer uma nova posição orbital a 65º de longitude Este, fornecendo um leque variado de serviços para a Índia, Sudeste Asiático, Rússia, Médio Oriente e outras áreas de serviço adicionais.

O lançamento acabaria por ter lugar às 2004:59,753UTC do dia 31 de Agosto, com a giro-plataforma de estabilização a ser libertada às 2004:55UTC. A separação do primeiro estágio ocorreu às 2007:20,93UTC (T+2m 29,18s) enquanto que a separação da carenagem de protecção ocorria às 2010:13,42UTC (T+5m 19,67s).

O satélite tinha uma massa de 4.250 kg no lançamento e está equipado com repetidores em banda Ku e Ka.

O final da queima do segundo estágio, a sua separação ocorriam a T+8m 38,53s (2013:38,28UTC). O primeiro estágio do lançador iria cair da Área de Impacto n.º 226 situada na região de Karaganda, Cazaquistão. Por seu lado, as duas metades da carenagem de protecção caiam na Área de Impacto n.º 326 situada na República de Altai, Federação Russa. Finalmente, o segundo estágio impactava nas águas do Mar do Japão. Após a separação do segundo estágio, o conjunto formado pelo estágio superior Blok DM-SLB e o satélite Amos-4 encontram-se numa trajectória suborbital com um perigeu a -2.424,0 km, apogeu a 296,6 km e inclinação orbital de 51,03º. A primeira ignição do estágio superior ocorre a T+8m 48,17s (2013:47,92UTC), terminando a T+12m 42,39s (2017:42,14UTC). Após a primeira queima do Blok DM-SLB, o conjunto ficaria colocado numa órbita inicial com um perigeu a 175,0km, apogeu a 346,2 km e inclinação orbital de 51,03º. Iniciava-se então uma fase não propulsiva que teria uma duração de cerca de uma hora e que terminaria às 2119:59,72UTC (T+1h 24m 59,97s). Esta segunda queima terminaria às 2125:42,42UTC (T+1h 20m 42,67s), com o conjunto a ficar colocado numa órbita com um perigeu a 212,2 km apogeu a 35.945,5 km e inclinação orbital de 48,4º. Finalmente, a terceira queima do último estágio ocorreria a T+6h 33m 35,61s (0438:35,26:23UTC) e terminaria a T+6h 34m 36,62s (0439:36,37UTC), atingindo uma órbita com um perigeu a 3.090km, apogeu a 35.786 km e inclinação orbital de 26,85º. A separação entre o estágio Blok DM-SLB (6L) e o satélite Amos-4 ocorria às 0450:26,37UTC (T+6h 45m 26,62s). A partir desta órbita, o satélite manobraria para chagar à órbita geossíncrona e diminuir a inclinação orbital. Em Órbita – Vol.13 – N.º 140 / Setembro de 2013

76

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 140 Setembro de 2013  

Edição n.º 140 do Boletim Em Órbita. Nesta edição pode-se encontrar vários artigos sobre os lançamentos orbitais realizados em Agosto de 201...

Em Órbita 140 Setembro de 2013  

Edição n.º 140 do Boletim Em Órbita. Nesta edição pode-se encontrar vários artigos sobre os lançamentos orbitais realizados em Agosto de 201...

Advertisement