Page 6

Em Órbita O SAST também introduziu um novo estágio superior, o TY-1, que utiliza propolentes armazenáveis e será capaz de ser reactivado em órbita mais do que uma vez para colocar satélite em diferentes órbita e de forma rápida.

Explorando o subsolo marciano Há muito mais em Marte do que aquilo que pode ser visto a olho nu. Usando a tecnologia de radar, a Mars Express pode ‘ver’ vários quilómetros abaixo da superfície. O radar cria imagens de subsuperfície de Marte, enviando ondas de rádio de baixa frequência em direcção ao planeta, ondas estas que são reflectidas por qualquer superfície com que se deparem.

Em Órbita – Vol.13 – N.º 140 / Setembro de 2013

5

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 140 Setembro de 2013  

Edição n.º 140 do Boletim Em Órbita. Nesta edição pode-se encontrar vários artigos sobre os lançamentos orbitais realizados em Agosto de 201...

Em Órbita 140 Setembro de 2013  

Edição n.º 140 do Boletim Em Órbita. Nesta edição pode-se encontrar vários artigos sobre os lançamentos orbitais realizados em Agosto de 201...

Advertisement