Page 47

Em Órbita duplex com quatro conjuntos de filtros pré-amplificados para reduzir as interferências causadas pela carga SAR. Os dados GPS do IGOR e os dados de ocultação podem ser utilizados para variados propósitos científicos incluindo determinação orbital e ciência atmosférica (temperatura, pressão, distribuição da água, medição da densidade de electrões, etc.). O LRRA foi fabricado na Alemanha e é composto por quatro prismas que são utilizados para determinação de distância por laser – utilizando estações no solo para reflectir raios laser para assim determinar com precisão a órbita do satélite para validar as medições GPS. A missão do KOMPsat-5 deverá ter uma duração de cinco anos e irá levar a cabo observações da península coreana para a gestão dos mares e do solo, para contribuir para a avaliação dos recursos naturais e para realizar a monitorização de desastres e do ambiente. Os dados do KOMPSat-5 podem também ser adquiridos por outros países e estarão disponíveis para os clientes. O reflector laser será utilizado pelo International Laser Ranging Service.

Preparativos e lançamento do KOMPSat-5 A 10 de Junho de 2013 a empresa ISC Kosmotras anunciava que havia dado início aos preparativos para o lançamento do satélite KOMPSat-5, iniciando a sua campanha de lançamento. Nesta altura, o denominado Space Head Module (SHM) já se encontrava na base de lançamento, enquanto que o foguetão 15A18 Dnepr-1 (5107681112) iria chegar a Yasny alguns dias mais tarde. Da mesma forma, o satélite e o seu equipamento de apoio chegariam ao local de lançamento a 12 de Julho a bordo de um avião de carga Antonov-124-100 Ruslan fretado à companhia aérea Polet. O avião executou uma viagem desde o Aeroporto de Incheon, Coreia do Sul, para Orsk, Rússia, a partir de onde foi transportado por terra para o edifício de integração e teste na base de lançamento. Após a chegada, o satélite começou a ser preparado para o lançamento. Da mesma forma, o foguetão lançador era preparado para a sua missão sendo colocado no interior do silo de lançamento no complexo LC13 tendo sido submetido a testes para verificar o seu estado após o transporte para Dombarovskiy. A 31 de Julho o KOMPSat-5 havia sido submetido a todos os testes funcionais e eléctricos e havia sido preparado para os procedimentos de abastecimento com os propolentes e gases de pressurização necessários para as suas manobras orbitais. O abastecimento do satélite decorreria sem problemas a 8 de Agosto. No dia 13 de Agosto o satélite era colocado no SHM e no dia 16 era transportado para o complexo de lançamento, sendo posteriormente integrado no foguetão lançador.

O lançamento do satélite KOMPSat-5 teria lugar às 1439:20UTC do dia 22 de Agosto (a plataforma de estabilização inércia estava pronta para o lançamento às 1439:13UTC). O foguetão 15A18 Dnepr-1 (5107681112) seria ejectado do silo do Complexo de Lançamento LC13 a T=0s, com a ignição do primeiro estágio a ter lugar a T+9,2s (1439:29UTC). A separação do primeiro estágio ocorreria a T+1m 52s (1441:12UTC) com o segundo estágio a entrar em ignição logo de seguida. A separação da carenagem de protecção ocorria a T+4m 39s (1443:59UTC), enquanto que o final da queima e separação do segundo estágio teriam lugar a T+4m 44s (1444:04UTC). A ignição do terceiro estágio ocorria 5,8 segundos mais tarde (1411:09UTC). O satélite KOMPSat-5 separava-se o terceiro estágio a T+15m 14,2s (1454:34UTC). Em Órbita – Vol.13 – N.º 140 / Setembro de 2013

46

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 140 Setembro de 2013  

Edição n.º 140 do Boletim Em Órbita. Nesta edição pode-se encontrar vários artigos sobre os lançamentos orbitais realizados em Agosto de 201...

Em Órbita 140 Setembro de 2013  

Edição n.º 140 do Boletim Em Órbita. Nesta edição pode-se encontrar vários artigos sobre os lançamentos orbitais realizados em Agosto de 201...

Advertisement