Page 34

Em Órbita

Lançamento

Data

Veículo

Local Lançamento

2003-017

28-Abr-03

P015/M38

Cabo Canaveral

2003-030

26-Jun-03

M34

Vandenberg AFB

2003-036

13-Ago-03

M35

Vandenberg AFB

2005-014

15-Abr-05

F36

Vandenberg AFB

2006-008

26-Mar-06

F37

Vandenberg AFB

2007-015

25-Abr-07

F38

Vandenberg AFB

2008-017

16-Abr-08

F39

2008-051

19-Out-08

F40

2012-036

16-Jun-12

M48

2013-033

28-Jun-13

Reagan Test Site Atol Kwajalein Reagan Test Site Atol Kwajalein Reagan Test Site Atol Kwajalein Vandenberg AFB

Satélite GALEX ‘SMEX-7’ (27782/2003-017A) OrbView-3 (27838/2003-030A) SciSat-1 (27858/2003-036A) DART (28642 2005-014A) SPACETECH-5A (28980 2006-008A); SPACETECH-5A (28981 2006-008B) SPACETECH-5A (28982 2006-008C) AIM ‘SMEX-9’ (31304 2007-015A) C/NOFS 'P00-3/CINDI' (32765 2008-017A) IBEX ‘SMEX-10’ (33401 2008-051A) NuSTAR ‘SMEX-11’ (38358 2012-036A) IRIS ‘SMEX-12’ (39197 2013-033A)

Esta tabela mostra os últimos dez lançamentos orbitais levados a cabo pelo foguetão Pegasus-XL. Tabela: Rui C. Barbosa.

Lançamento do IRIS O observatório IRIS chegou à Base Aérea de Vandenberg a 16 de Abril de 2013, começando a ser preparado para o lançamento ao mesmo tempo que prosseguiam os preparativos com o seu foguetão lançador. O satélite seria acoplado com o terceiro estágio do foguetão Pegasus-XL a 29 de Maio ao que se seguiria uma simulação final do lançamento realizada a 31 de Maio. O processo de colocação do satélite no interior da carenagem de protecção iria decorrer entre 10 e 12 de Junho, com o foguetão a ser acoplado à fuselagem inferior do avião de transporte L-1011 Stargazer a 19 de Junho.

Após se deslocar para o topo da Pista RW12/30 da Base Aérea de Vandenberg, o Stargazer levantaria voo para mais uma missão às 0127UTC do dia 28 de Junho. Viajando até à zona de largada, o foguetão Pegasus-XL com o observatório IRIS seria largado do seu avião de transporte às 0227:41UTC, com o seu primeiro estágio a entrar em ignição pelas 0227:46,000UTC. Na altura da largada o avião de transporte encontrava-se a uma altitude de 11,89 km e estava localizado a 36,0º N – 123,0º O. A queima do primeiro estágio teria uma duração de 72,9 segundos, seguindo-se um intervalo de 15,5 segundos antes da sua separação. O segundo estágio entraria em ignição um segundo mais tarde e durante 73,2 segundos. A meio da queima do segundo estágio dar-se-ia a separação da carenagem de protecção, agora desnecessária. Em Órbita – Vol.13 – N.º 139 / Agosto de 2013

33

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 139 Agosto de 2013  

Edição n.º 139 do Boletim Em Órbita para o mês de Agosto de 2013.

Em Órbita 139 Agosto de 2013  

Edição n.º 139 do Boletim Em Órbita para o mês de Agosto de 2013.

Advertisement