Page 48

A segunda queima do Briz-M é executava no primeiro nodo de ascensão da órbita de parqueamento e após esta queima a Unidade de Ascensão atinge uma órbita intermédia. Esta segunda queima do Briz-M ocorreu entre as T+1h 50m 30,277 e T+2h 9m 40,598s. Após a realização da segunda queima do estágio Briz-M, o conjunto ficou colocado numa órbita intermédia com um perigeu a 294,36 km, apogeu a 5.997,07 km e uma inclinação orbital de 51,0º. A terceira e quarta queima irão ter lugar após a Unidade de Ascensão executar uma órbita em torno do planeta e têm lugar no perigeu, formando uma órbita de transferência com um apogeu próximo do que será conseguido na órbita final. A terceira queima teve lugar entre T+4h 23m 49,204s e T+4h 33m 7,300s, seguindo-se a separação do tanque auxiliar de combustível a T+4h 33m 57,500s e a quarta queima decorreu entre T+4h 35m 32,000 e T+4h 43m 45,400s. O conjunto encontra-se agora numa órbita de transferência com o perigeu a 473,31 km de altitude, apogeu a 64.996,96 km de altitude e inclinação orbital de 50,53º. A quinta e última queima do estágio Briz-M entre T+15h 15m 5,242s e T+15h 18m 34,465s. A separação do satélite SES-6 teria lugar às 0049:31,331UTC (dados Khrunichev) a T+15h 31m 00,000 (equivalente a 0049:30,969UTC), ficando colocado numa órbita com um perigeu a 4.452,83 km de altitude, apogeu a 64.953,26 km de altitude, inclinação orbital de 26,4º e período orbital de 1381,10 minutos. Posteriormente, o estágio Briz-M executaria ainda mais duas manobras para se afastar do satélite que utilizaria os seus próprios meios para elevar o seu perigeu até uma altitude geossíncrona e baixar a tanto o seu apogeu como a sua inclinação orbital.

Em Órbita – Vol.13 – N.º 138 / Julho de 2013

47

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 138 - Julho de 2013  

Edição do Boletim Em Órbita para o mês de Julho de 2013

Em Órbita 138 - Julho de 2013  

Edição do Boletim Em Órbita para o mês de Julho de 2013

Advertisement