Page 6

O Kepler já finalizou a sua missão principal que teve uma duração de três anos e meio, tendo entrado numa fase de missão prolongada em Novembro de 2012.

Pentágono renova aluguer de satélite chinês O Pentágono renovou o controverso contrato de aluguer de banda larga no satélite chinês Apstar-7 pertencente a uma companhia de Hong Kong detida maioritariamente pelo governo da China. Operado pela APT Satellite Holdings, empresa da qual 40% é detida pela China Aerospace Corp que por sua vez pertence ao governo chinês, o Apstar-7 tem vindo ser utilizado pelo Pentágono para o envio de dados e comunicações militares com as suas forças na região da Ásia e Pacífico. Este contrato despertou os receios de que a China possa ter acesso a dados confidenciais extremamente sensíveis e é visto pelas alas mais conservadores como algo de muito preocupante para a segurança nacional norte-americana. Por seu lado, o Pentágono assegurou que todas as comunicações são feitas com encriptação altamente sofisticada. O contrato para o alugar de banda larga no Apstar-7 foi assinado em Maio de 2012.

Estação espacial modular da China Por volta de 2020 a China deverá já estar a operar a sua estação espacial modular. Esta estação espacial é aqui apresentada em duas configurações: uma configuração base e uma configuração alargada. A configuração base terá um comprimento de cerca de 90 metros e é composta por um módulo principal, dois módulos experimentais e por dois sistemas de manipulação remota de diferentes comprimentos. A configuração alargada terá um comprimento de cerca de 180 metros e é composta por dois módulos principais, quatro módulos experimentais, dois sistemas de manipulação remota de diferentes comprimentos, e quatro instalações de exposição de amostras ao ambiente espacial. A estação será servida por um veículo de carga não tripulado baseado no módulo TG-1 Tiangong-1. Este veículo terá uma massa de cerca de 13.500 kg, podendo transportar até 6.500 kg. É composta por uma secção pressurizada, uma secção semi-pressurizada e uma outra secção despressurizada. Está equipado com p ainéis solares e poderá transportar vários tipos de cargas, além de propolentes. O veículo pode ser utilizado como uma plataforma de exposição de materiais ao ambiente espacial e pode servir como um pequeno módulo para a estação espacial modular.

Em Órbita – Vol.13 – N.º 137 / Junho de 2013

5

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 137 - Junho de 2013  

Edição 137 para o Boletim Em Órbita onde encontraremos vários artigos sobre o voo espacial tripulado, sobre os lançamentos orbitais realizad...

Em Órbita n.º 137 - Junho de 2013  

Edição 137 para o Boletim Em Órbita onde encontraremos vários artigos sobre o voo espacial tripulado, sobre os lançamentos orbitais realizad...

Advertisement