Page 131

Em Órbita

Cronologia Astronáutica (LXXXIX) Por Manuel Montes -18 de Abril de 1953: Voa desde Kapustin Yar o primeiro míssil soviético R-11. É também o primeiro a empregar propergóis armazenáveis (ácido nítrico e querosene). Dotado com um motor S2.253, desenvolvido pelo OKB-2 de Isayev, substitui os já velhos R-1, que precisam de uma manutenção excessiva devido á utilização de oxigénio líquido. O R-11 (denominado no Ocidente de Scud-B) será declarado operacional a 13 de Julho de 1955. -28 de Abril de 1953: O relatório de Allen e Alfred J. Eggers do Ames sobre as características aerodinâmicas que deve ter um corpo durante a reentrada atmosférica é finalmente publicado mas mantido em segredo. Não será desclassificado até dentro de seis anos. -Maio de 1953: Termina a produção dos primeiros 12 mísseis Redstone no Redstone Arsenal, Huntsville, Alabama. Durante o processo, os engenheiros realizaram algumas modificações no desenho original, incluindo alterações nas dimensões de algumas peças da fuselagem. Durante os próximos meses, serão preparados para um intensivo plano de testes, para o qual se programaram 75 missões (apesar de só se realizarem 37, muitas delas marcadas em transferências tecnológicas para outros projectos, como o míssil Jupiter). -Maio de 1953: Os soviéticos começam a considerar a utilização de bombas termonucleares a bordo de mísseis balísticos intercontinentais. -22 de Maio de 1953: O quartel geral da US Air Force ordena ao Air Research and Development Command (ARDC) o início do programa Feed Back em princípios de Junho, de maneira que fique integrado no programa Atlas, o seu proposto foguetão lançador. Também se ordena investigar a possibilidade de começar o desenvolvimento de um sistema de energia nuclear para alimentar um satélite. Em Agosto, pessoal do ARDC visita a RAND Corporation e confirma que deveria iniciar-se o desenvolvimento de um satélite de imediato, ainda não estando disponível a carga útil idealizada para a missão inicial de reconhecimento. -Junho de 1953: Korolev solicita formar parte do Partido Comunista. Desta forma, pretende assegurar-se um apoio político sem o qual poderia ver-se impedido, devido ao seu passado incerto, de prosseguir com o seu trabalho no campo dos mísseis. A sua candidatura é aceite no mês seguinte. -6 de Junho de 1953: O foguetão-sonda Viking-10 sofre um grave percalço durante um teste estático. Produz-se una explosão e um incêndio na zona posterior, o qual destrói o cilindro de combustão e vários outros componentes. O veículo deverá ser retornado ao fabricante, que se encarregará de reconstrui-lo e colocá-lo pronto para outra tentativa um ano mais tarde, além de investigar o que terá acontecido e tomar as medidas necessárias para corrigir o problema. -13 de Junho de 1953: Despega desde White Sands o foguetão-sonda Hermes A-3A número 2. A sua missão é concluída com êxito. -16 de Junho de 1953: Com a intenção de controlar o gasto militar, o Secretario de Defensa norteamericano, Charles E. Wilson, ordena uma revisão do programa de mísseis. É formado o Guided Missiles Study Group, o qual recomendará medidas de corte de despesas. Eisenhower prefere potenciar o armamento nuclear para controlar os soviéticos, poupando ao mesmo tempo dinheiro em outros sectores militares. A revisão do programa de mísseis irá influenciar o arsenal de veículos que depois estará à disposição do país para lançar satélites artificiais. -26 de Junho de 1953: É criado em Moscovo um novo ministério especial. O enigmático "Ministério de Construção de Máquinas de Tamanho Mediano" estará dedicado a fabricar mísseis. Será dirigido por V.A. Malyshev. -27 de Junho de 1953: A revista Collier's publica a sua sétima incursão no âmbito da exploração espacial, e fá-lo dedicando as suas páginas a una pequena estação orbital. O complexo estaria habitado só por macacos rhesus treinados, e serviria para estudar o comportamento destes animais na microgravidade e os efeitos da radiação cósmica y solar. Nota sobre o autor: Nascido em 1965, Manuel Montes Palacio, é um escritor freelancer e divulgador científico desde 1989, especializando-se em temas relacionados com a Astronáutica e Astronomia. Pertence a diversas associações espanholas e internacionais, tais como a Sociedad Astronómica de España y América e a British Interplanetary Society, tendo colaborado com centenas de artigos para um grande número de publicações, entre elas a britânica Spaceflight e as espanholas Muy Interessante, Quo, On-Off, Tecnología Militar, Universo e Historia y Vida. Actualmente elabora semanalmente o boletim gratuito “Noticias del Espacio”, distribuído exclusivamente através da Internet, e os boletins “Noticias de la Ciencia y la Tecnologia” e “NC&T Plus”, participando também na realização dos conteúdos do canal científico da página “Terra”. Em Órbita – Vol.12 – N.º 137 / Junho de 2013

130

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 137 - Junho de 2013  

Edição 137 para o Boletim Em Órbita onde encontraremos vários artigos sobre o voo espacial tripulado, sobre os lançamentos orbitais realizad...

Em Órbita n.º 137 - Junho de 2013  

Edição 137 para o Boletim Em Órbita onde encontraremos vários artigos sobre o voo espacial tripulado, sobre os lançamentos orbitais realizad...

Advertisement