Page 6

Em Órbita nova visão sobre como a turbulência provoca gases no meio interestelar, dando origem a uma estrutura tipo rede filamentosa dentro de nuvens moleculares frias. Se as condições forem adequadas, a gravidade então fragmenta os filamentos em núcleos compactos. Profundamente enraizado dentro desses núcleos estão proto-estrelas, as sementes de novas estrelas que aqueceram suavemente a poeira à sua volta apenas alguns graus acima do zero absoluto, revelando as suas posições aos olhos sensíveis ao calor do Herschel. Notícia e imagem: ESA

Sarah Brightman deverá visitar a ISS em 2015 A agência espacial russa Roscosmos e a empresa Space Adventures, Ltd., chegaram a um acordo básico sobre o voo da cantora britânica Sarah Brightman até à ISS. A missão está prevista para Outubro de 2015. Futuramente ainda serão discutidas várias questões relacionadas com a implementação do programa de voo, incluindo o desenvolvimento e aprovação dos planos de formação, bem como a permanência da britânica na ISS. A missão Soyuz TMA-18M, na qual Sarah Brightman irá participar, será comandada pelo cosmonauta russo Sergei Volkov e contará ainda com a participação do dinamarquês Andreas Mogensen. O lançamento está previsto para 30 de Setembro de 2015. Mogensen e Brightman deverão regressar à Terra a 9 de Outubro a bordo da Soyuz TMA-16M comandada por Yuri Lonchakov. Imagem: Dan Hallman/Invision/AP

Notícias espaciais da China A actividade espacial na China mantém-se intensa quando provavelmente nos encontramos a menos de um mês do lançamento da sua próxima missão espacial tripulada, a SZ-10 Shenzhou-10. Assim, em Fevereiro passado o primeiro tanque principal do novo foguetão lançador CZ-7 Chang Zheng-7, saiu da linha de produção. Tendo um diâmetro de 3,35 metros, este foi o tanque mais comprido alguma vez produzido na China. No mês de Março foi entregue o primeiro tanque de oxidante dos propulsores laterais de combustível líquido. Enquanto que a China prepara o lançamento da sua estação espacial modular que deverá estar operacional em 2020, surgem rumores acerca do seu programa lunar tripulado. Não havendo ainda dados oficiais sobre o mesmo ou mesmo o estabelecimento de um calendário oficial (ou mesmo um programa oficial!), vários departamentos governamentais chegaram a um consenso e apontam o ano de 2025 como o ano em que terá lugar a primeira alunagem tripulada da China. O longo caminho para o lançamento do foguetão CZ-5 Chang Zheng5, cuja primeira missão foi adiada, passou por vários sucessos em 2012 com a realização bem sucedida de 27 testes principais nos sistemas deste lançador modular. O teste mais recente foi a realização de um teste pirotécnico realizado em princípios de Janeiro de 2013. Por outro lado, uma revisão chave do sistema de controlo do lançador foi levada a cabo com sucesso, marcando assim o final da fase de protótipo e o início da fase de desenvolvimento do modelo de engenharia. A revisão levada a cabo focou-se nos desenhos redundantes e na tolerância às falhas. Em princípios de Março foi completado com sucesso o teste hidráulico do tanque de hidrogénio líquido do CZ-5, sendo utilizada uma tecnologia de emissão acústica. Entretanto, a Academia China de Tecnologia de Lançadores está a preparar o primeiro teste completo dos motores criogénicos YF-77 e que terá lugar no segundo semestre de 2013.

Em Órbita – Vol.13 – .º 136 / Maio de 2013

5

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 136 - Maio de 2013  

Edição de Maio de 2013 para o Boletim Em Órbita. Para além da habituais secções, nesta edição temos um artigo sobre a 32ª actividade extrave...

Em Órbita n.º 136 - Maio de 2013  

Edição de Maio de 2013 para o Boletim Em Órbita. Para além da habituais secções, nesta edição temos um artigo sobre a 32ª actividade extrave...

Advertisement