Page 8

Em Órbita

Encerramento da Missão X 2013, na qual participaram mais de 500 jovens portugueses otícia ESA Conduzir na Lua, andar numa nave em microgravidade ou treinar o controlo de uma nave são algumas das actividades que os cerca de 550 alunos, de 13 escolas portuguesas, exercitaram, participando na Missão X: Treinar como um astronauta - um projecto de educação da Agência Espacial Europeia (ESA) e da Agência Espacial Americana (NASA). O evento de encerramento da Missão reuniu, na terça-feira, 16 de Abril, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, cinco escolas, da região de Lisboa, do Porto e de Viseu. Além de praticarem actividade física, fazendo exercícios equivalentes aos que estão incluídos no treino de um astronauta, os alunos também aprenderam como é a alimentação no espaço - um assunto que desperta sempre muita curiosidade - ou qual a importância de fazer uma alimentação saudável para se ser um bom desportista. Num debate organizado pela Agência Ciência Viva, no qual participaram a campeã nacional de surf, Maria Abecassis, Ricardo Constantino, mergulhador e representante da Sociedade Portuguesa de Espeleologia, Margarida Gaspar Matos, professora da Faculdade de Motricidade Humana e Hermínio Barreto, ex-treinador de Basquetebol e André Mendes, em representação da ESA, realçou-se a importância de de uma alimentação saudável e da prática da educação física. «As escolas portuguesas são das que mais participam, e com muita qualidade, nas actividades educativas relacionadas com o espaço, promovidas pela ESA», afirmou André Mendes. «E o espaço é um veículo óptimo para cativar os estudantes para a Ciência e Tecnologia, para a protecção do Meio Ambiente e a Saúde,» acrescentou. Os alunos presentes no auditório do Pavilhão do Conhecimento quiseram saber como é que atletas, astronautas e mergulhadores se alimentam ou qual o segredo de Maria Abecassis para conseguir conciliar estudos e surf. Também houve quem quisesse saber como se chega a astronauta. No final do debate, foi anunciada a escola vencedora da Missão X: a equipa Champnautas, do Externato Champagnat.

Final da competição CanSat: equipa portuguesa distinguida com o primeiro lugar otícia ESA Estudantes de oito estados membro da ESA terminaram a terceira campanha europeia de lançamento, Cansat, que decorreu na Holanda no fim-de-semana passado. Quinze equipas de estudantes de toda a Europa participaram no evento de quatro dias, do qual saiu vencedora, na Categoria Avançada, a equipa da Escola Básica Secundária de Santa Maria, Açores. Os preparativos para a campanha de lançamento começaram logo após a chegada das equipas à Universidade de Tecnologia de Delft, a 10 de Abril, quando foram feitas as inspecções técnicas de forma a garantir que cada uma das CanSats poderia ser integrada nos foguetes. Tal como estava previsto, foram necessárias algumas modificações de última hora, mas os peritos da empresa T-Minus Engineering - os parceiros da ESA para a competição - estavam a postos para prestar a assistência necessária. No dia seguinte, cada um dos estudantes fez uma apresentação de 10 minutos sobre o seu projecto, antes de voltarem ao laboratório para apurar os últimos detalhes nas suas CanSats. Era grande o entusiasmo na altura em que as equipas chegaram ao ASK´t Harde Shooting Range, a 12 de Abril. Foram usados quatro foguetes, fornecidos pela T-Minus Engineering, para levar as CanSats até a uma altitude de 1 km. As cargas em miniatura separaram-se então

Em Órbita – Vol.13 – .º 135 / Abril de 2013

7

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 135 - Abril de 2013  

Edição de Abril de 2013 do Boletim Em Órbita: o voo da Soyuz TMA-08M, O olho humano no espaço, Lançadores: custos versus confiabilidade, Lan...

Em Órbita n.º 135 - Abril de 2013  

Edição de Abril de 2013 do Boletim Em Órbita: o voo da Soyuz TMA-08M, O olho humano no espaço, Lançadores: custos versus confiabilidade, Lan...

Advertisement