Page 41

Em Órbita

A Soyuz TMA-M e o foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG Veículo Soyuz TMA-M (11F732A47 - 11Ф732А47) A Soyuz TMA (Союз ТМА-М - Tранспортный Mодифицированный Aнтропометрический Mодернизированный) surge como uma versão melhorada da Soyuz TMA. As modificações introduzidas na nova versão têm como função: 

Substituir os dispositivos de orientação, navegação e sistemas de controlo de bordo, além do sistema de medição, por dispositivos desenvolvidos tendo como base novas tecnologias electrónicas e digitais, e um novo software;



Prolongar as capacidades funcionais do veículo tendo em conta o controlo dos sistemas de bordo a partir dos computadores de bordo e proporcionar uma integração mais profunda com os computadores da ISS quando na utilização de um canal de transmissão multiplex;



Aumentar as capacidades de carga através de uma redução de massa dos sistemas de bordo.

1 – sistema de acoplagem; 2 – módulo de descida; 3 – compartimento de transferência; 4 – módulo de instrumentação; 5 módulo de serviço; 6 – módulo habitacional; 7 – escotilha de aterragem; 8 – periscópio. Imagem: RKK Energia

Modificações Cinco novos dispositivos com uma massa total de cerca de 42 kg (em vez de seis dispositivos com uma massa total de cerca de 101 kg) foram instalados no sistema de controlo, orientação e navegação. Neste caso, o consumo de energia é reduzido até 105 W (em vez de 402W). É utilizado um computador central (TsVM-101 - ЦВМ-101 цифровая вычислительная машина - com uma massa de 8,3 kg em vez do velho Árgon-16 com uma massa de 70 kg) com novo dispositivo de interface com uma massa total de cerca de 26 kg e um consumo energético de 80 W como parte das modificações ao sistema de controlo, orientação e navegação. A capacidade do computador central é de 8 M operações por segundo, a capacidade da memória RAM é de 2.000 kB. A capacidade operacional é consideravelmente aumentada. O sistema de telemetria analógico utilizado anteriormente foi também substituído por um novo sistema de telemetria designado MBITS (МБИТС модернизированная бортоваяинформационно-телеметрическая система). No sistema de medição de bordo (SOTR - СОТР система обеспечения теплового режима) são instalados 14 novos dispositivos com uma massa de cerca de 28 kg (em vez de 30 dispositivos com uma massa de cerca de 70 kg), tendo o mesmo fluxo de dados. É reduzido o consumo de energia do sistema de medição de bordo: no modo de transmissão directa de telemetria até cerca de 85 W (em vez de 115W); no modo de gravação até cerca de 29W (em vez de 84W) e nos modos e reprodução até cerca de 85 W (em vez de 140W). As modificações no sistema de controlo térmico (SOTR) incidiram no controlo termoestático líquido dos dispositivos do sistema de controlo, orientação e navegação, é proporcionado ao se instalar três placas de arrefecimento no módulo de instrumentação do veículo; no circuito de arrefecimento do sistema de controlo térmico foi modificado para ligar as placas de arrefecimento para proporcionar o controlo térmico de novos dispositivos do sistema de controlo, orientação e navegação, localizados no módulo de instrumentação; na instalação uma nova unidade eléctrica de com capacidade aumentada no circuito de arrefecimento do sistema de Em Órbita – Vol.13 – .º 135 / Abril de 2013

40

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 135 - Abril de 2013  

Edição de Abril de 2013 do Boletim Em Órbita: o voo da Soyuz TMA-08M, O olho humano no espaço, Lançadores: custos versus confiabilidade, Lan...

Em Órbita n.º 135 - Abril de 2013  

Edição de Abril de 2013 do Boletim Em Órbita: o voo da Soyuz TMA-08M, O olho humano no espaço, Lançadores: custos versus confiabilidade, Lan...

Advertisement