Page 48

Em Órbita

comprimento de 6,7 metros (podendo atingir os 9,4 metros dependendo da carga a transportar) e um diâmetro de 2,66 metros (com uma envergadura de 2,95 metros), utilizando como propolentes o LOX e o querosene. O motor RD-0110, também designado RD461, foi desenhado por Semyon Ariyevich Kosberg. Tem um peso de 408 kg e possui quatro câmaras de combustão que desenvolvem uma pressão de 68,20 bar. No vácuo desenvolve uma força de 30.380 kgf, tendo um Ies de 326 s e um tempo de queima de 250 s. Tem um diâmetro de 2,2 metros e um comprimento de 1,6 metros. A tabela seguinte indica os últimos dez lançamentos orbitais levados a cabo com o foguetão 11A511U Soyuz-U. Lançamento

Data

Hora UTC

Veículo Lançador Local Lançamento Plat. Lanç.

2011-027

21-Jun-11

14:38:15,013

И15000-128

Baikonur

LC1 PU-5

2011-028

27-Jun-11

15:59:59,907

76012222

GIK-1 Plesetsk

LC16/2

2011-F03

24-Ago-11

13:00:08,041

Л15000-132

Baikonur

LC1 PU-5

2011-062

30-Out-11

10:11:12,006

И15000-129

Baikonur

LC1 PU-5

2012-004

25-Jan-12

23:06:39,934

И15000-127

Baikonur

LC1 PU-5

2012-015

20-Abr-12

15:50:24,124

Л15000-135

Baikonur

LC31 PU-6

2012-024

17-Mai-12

14:05:00,311

78031229

GIK-1 Plesetsk

LC16/2

2012-042

01-Ago-12

19:35:13,170

Л15000-134

Baikonur

LC1 PU-5

2012-060

31-Out-12

07:41:18,116

Л15000-136

Baikonur

LC1 PU-5

2013-007

11-Fev-13

14:41:46,134

Л15000-137

Baikonur

LC1 PU-5

Carga Progress M-11M (37679 2011-027A) Cosmos 2472 (37727 2011-028A) Progress M-12M Progress M-13M (37857 2011-062A) Chibis-M (38051 2011-062C) Progress M-14M (38073 2012-004A) Progress M-15M (38222 2012-015A) Cosmos 2480 (38335 2012-024A) Progress M-16M (38738 2012-042A) Progress M-17M (38975 2012-060A) Progress-M-18M (39082 2013-007A)

Esta tabela mostra os últimos dez lançamentos levados a cabo utilizando o foguetão 11A511U Soyuz-U sem qualquer estágio superior (Fregat ou Ikar). Este lançador continua a ser o vector mais utilizado pela Rússia. Tabela: Rui C. Barbosa. Lançamento do Progress M-18M Os diferentes componentes do foguetão lançador 11A511U Soyuz-U (Л15000-137) terão chegado ao Cosmódromo de Baikonur em Setembro de 2012 enquanto que o veículo de carga 11Ф615А60 n.º 418 destinado à missão ISS-50P (que posteriormente receberia a designação Progress M-18M) chegaria a Baikonur a 10 de Dezembro. Tanto os componentes do foguetão lançador como o veículo de carga, são transportados para o Cosmódromo de Baikonur via caminhos-de-ferro até à estação de Tyura-Tam. Aqui, e por se encontrar em território do Cazaquistão, são executados os devidos procedimentos alfandegários com a respectiva vistoria dos vagões. Depois das necessárias verificações alfandegárias, os comboios são transferidos para a rede de caminho-de-ferro do Cosmódromo de Baikonur e transportado para as instalações do edifício de integração e montagem da Área 112 (para o caso do foguetão lançador quando lançado desde o Complexo de Lançamento LC1 ‘17P32-5’) e para a Área 254 (para o caso dos veículos de carga ou tripulados) onde são preparados para o lançamento. Após a chegada ao cosmódromo do Progress M-18M foram realizados os testes integrados e autónomos do veículo, além de se proceder à inspecção dos sistemas de rádio e à selagem do seu compartimento de carga contendo a maior parte dos itens a transportar para a ISS. O lançamento estava originalmente previsto para ter lugar a 12 de Fevereiro sendo posteriormente antecipado para o dia 11. A 21 de Janeiro terminavam os testes para a verificação de fugas, atestando que a estrutura do veículo estava íntegra. De seguida, o veículo foi preparado para ser abastecido e a 31 de Janeiro teve lugar uma reunião da Comissão Técnica que decidiu proceder com o abastecimento do Progress M-18M que foi transportado para a estação de abastecimento no dia seguinte. Os propolentes e os gases de pressurização abastecidos seriam utilizados para as manobras orbitais e para as manobras de aproximação e acoplagem com a ISS. O abastecimento teria lugar a 2 e 3 de Fevereiro, e no dia 4 era transportado de volta para as instalações de integração e montagem. No dia 5 de Fevereiro o veículo era acoplado ao compartimento de transferência 11S517A2. Este compartimento é um bloco cilíndrico que permite a união entre a carga a ser colocada em órbita e o último estágio do foguetão lançador, neste caso o Blok-I. No dia 6 de Fevereiro era levada a cabo uma inspecção por parte dos especialistas da Corporação RKK Energia ‘Sergei Korolev’, sendo depois colocado no interior da carenagem de protecção, constituindo assim o Módulo Orbital. Posteriormente este conjunto seria transportado para o edifício de integração e montagem do lançador MIK-112 no dia 7 e as operações de integração seriam levadas a cabo nos dias 7 e 8. Em Órbita – Vol.13 – .º 134 / Março de 2013

47

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 134 - Março de 2013  

Edição de Março de 2013 do Boletim Em Órbita com vários artigos sobre os lançamentos orbitais levados a cabo em Fevereiro de 2013.

Em Órbita n.º 134 - Março de 2013  

Edição de Março de 2013 do Boletim Em Órbita com vários artigos sobre os lançamentos orbitais levados a cabo em Fevereiro de 2013.

Advertisement