Page 17

A plataforma Odyssey iniciou a sua viagem a 15 de Janeiro, enquanto que o Sea Launch Commander ACS zarpava a 19 de Janeiro.

A 24 de Janeiro era anunciado que o lançamento seria adiado por 24 horas, estando inicialmente previsto para ter lugar às 0656UTC do dia 31 de Janeiro e sendo adiado para as 0655:59UTC do dia 1 de Fevereiro. O adiamento ficou a dever-se ao facto de que como este lançamento utilizaria o sistema TDRSS para a transmissão de dados e como o lançamento do satélite TDRS-K (utilizaria o sistema TDRSS para a transmissão de dados) que estava inicialmente previsto para o dia 30 de Janeiro foi adiado para o dia 31 de Janeiro, o lançamento da Sea Launch sofreu com este adiamento pois havia a necessidade de haver uma separação de um dia para a reconfiguração do sistema. Porém, tudo estava pronto para o lançamento do Intelsat-27 na data inicial. As duas embarcações chegavam ao local de lançamento a 26 de Janeiro e o início da contagem decrescente de 72 horas teve lugar às 0140UTC do dia 27 de Janeiro. Nesta fase dos preparativos para o lançamento, o Sea Launch Commander encontra-se lado a lado com a plataforma Odyssey, sendo as duas embarcações periodicamente ligadas por uma pronto que facilita a passagem a pé. Após a chegada ao local de lançamento dá-se a inundação de parte dos suportes da plataforma de lançamento fazendo assim com que se torne mais estável em preparação para a missão. Com o foguetão removido do hangar de protecção e colocado na posição vertical, os especialistas procederam a testes do sistema de lançamento e do satélite, iniciando posteriormente a contagem decrescente final. Durante os preparativos finais para o lançamento procedeu-se à evacuação da plataforma de lançamento e o Sea Launch Commander foi colocado a cerca de 5 km de distância. Os preparativos para o lançamento decorreram sem problemas e o braço erector do foguetão lançador foi removido para o hangar às 0648UTC cujas portas foram encerradas às 0652UTC, proporcionando assim uma protecção ao sistema. Pelas 0654UTC a unidade de carga começava a utilizar as suas fontes internas para o fornecimento de energia. O lançamento do foguetão Zenit-3SL/DM-SL (SL36/35L) com o satélite de comunicações teria lugar às 0655:59UTC do dia 1 de Fevereiro. Nos primeiros segundos do voo ninguém se apercebeu de que alguma coisa de errado efectivamente se passava, porém o lançador Zenit-3 havia seguido uma direcção errada devido a uma falha no primeiro estágio. O foguetão acabaria por se despenhar no Oceano Pacífico. Poucas horas depois do lançamento a Sea Launch emitia um comunicado onde anunciava a ocorrência de uma falha na missão, “…a aproximadamente 40 segundos após a ignição do lançamento do satélite Intelsat-27, toda a telemetria foi perdida Em Órbita – Vol.13 – .º 134 / Março de 2013

16

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 134 - Março de 2013  

Edição de Março de 2013 do Boletim Em Órbita com vários artigos sobre os lançamentos orbitais levados a cabo em Fevereiro de 2013.

Em Órbita n.º 134 - Março de 2013  

Edição de Março de 2013 do Boletim Em Órbita com vários artigos sobre os lançamentos orbitais levados a cabo em Fevereiro de 2013.

Advertisement