Page 52

Em Órbita

Segundo os dados obtidos a partir do ELC Countdown Portal da NASA, o lançamento do foguetão Atlas-V/401 (AV-036) com o satélite TDRS-K teve lugar às 0148:00,000UTC do dia 31 de Janeiro de 2012. Este foi o 1º lançamento orbital de 2013 a partir do Cabo Canaveral AFS, sendo o 1º lançamento orbital dos Estados Unidos em 2013, o 4914º lançamento orbital bem Estatísticas9 sucedido desde 1957, o 616º lançamento orbital bem sucedido 617º Lançamento de um Atlas desde 1957 desde o Cabo Canaveral AFS e o 1422º lançamento orbital bem 328º Lançamento de um Atlas desde Cabo Canaveral sucedido dos Estados Unidos. 206ª Missão de um estágio Centaur Após abandonar a plataforma de lançamento, o foguetão 183ª Utilização de um Centaur por um foguetão Atlas executa um curto voo vertical para superar a altura da torre de 35º Lançamento de um Atlas-V desde 2002 lançamento e dos postes de protecção electromagnética. De 56ª Missão de um Evolved Expendable Launch Vehicle seguida, a T+17,6s (0148:18UTC), segue-se uma manobra que 30º Lançamento de um Atlas-V desde Cabo Canaveral o coloca na trajectória desejada para a sua missão, atingindo o 27º Lançamento de um Atlas 5 da United Launch Alliance ponto de máxima pressão dinâmica sobre a sua estrutura a 23º Voo da série 400 do Atlas-V T+1m 31,4s (0148:31UTC). O foguetão continua o seu voo 15º Atlas-V a voar na configuração 401 propulsionado pelo motor RD-180 do primeiro estágio que 8º Lançamento da NASA a bordo de um Atlas-V termina a sua queima a T+4m 2s (0150:02UTC) e separando-se do estágio Centaur seis segundos mais tarde (0150:08UTC).

A primeira ignição do estágio Centaur tem lugar a T+4m 18s (0152:18UTC) e terminará a T+18m 13,9s (0206:14UTC). Entretanto, a T+4m 26s (0152:26UTC) havia ocorrido a separação das duas metades da carenagem de protecção, agora desnecessárias. Finalizada a primeira queima do estágio Centaur, o conjunto fica colocado numa órbita de espera com um perigeu a 183,46 km de altitude, apogeu a 24.855,64 km de altitude e inclinação orbital de 26,5º. A segunda ignição do Centaur teria lugar a T+1h 40m 17s (0328:17UTC), terminando a T+1h 41m 15,7 (0329:15UTC). Nesta altura, o conjunto encontrava-se já numa órbita de transferência para a órbita geossíncrona e a separação do satélite TDRS-K teria lugar a T+1h 46m 1,7s (0334:02UTC). Estando com o seu apogeu a uma altitude geossíncrona, o satélite utilizaria os seus próprios meios para elevar o perigeu e assim se estabelecer na órbita operacional. 9

Tendo por base dados da Spaceflightnow.com.

Em Órbita – Vol.13 – .º 133 / Fevereiro de 2013

51

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 133 - Fevereiro de 2013  

Edição do Boletim Em Órbita para Fevereiro de 2013 com vários artigos sobre oa lançamentos orbitais em Janeiro de 2013 e as habituais secçõe...

Em Órbita n.º 133 - Fevereiro de 2013  

Edição do Boletim Em Órbita para Fevereiro de 2013 com vários artigos sobre oa lançamentos orbitais em Janeiro de 2013 e as habituais secçõe...

Advertisement