Page 88

Nesta altura a Coreia do Norte estava já a desenrolar um plano perfeito para enganar os serviços de informação e de inteligência Ocidentais, plano esse que culminaria com o lançamento do seu primeiro satélite artificial. Certamente tendo já por base as anteriores informações divulgadas pela Coreia do Norte relacionadas com os supostos problemas técnicos encontrados no lançador, a 11 de Dezembro os media da Coreia do Sul e vários analistas davam a informação de que o foguetão Unha-3 havia sido removido da plataforma de lançamento e transportado de volta para o edifício de integração. Se assim fosse, o lançamento seria adiado por vários dias o que de certa forma era coincidente com as informações provenientes das fontes oficiais da Coreia do Norte que anunciaram um prolongamento da janela de lançamento do seu foguetão. Vários analistas basearam-se em imagens da Estação de Lançamento de Satélites de Sohae coberta de neve para confirmar este revés nos preparativos para o lançamento. Com as atenções temporariamente afastadas da Coreia do Norte, o lançamento do foguetão Unha-3 com o satélite Kwangmyongsong-3 (2) (광명성-3 호 2호기) teria lugar às 0049:51UTC do dia 12 de Dezembro de 2012. As reacções internacionais ao lançamento não se fizeram demorar e quase todas apontavam na condenação deste acto «provocatório» por parte do regime de Pyongyang.

Em Órbita – Vol.13 – .º 132 / Janeiro de 2013

87

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 132 - Janeiro de 2013  

Primeira edição do Boletim Em Órbita para o ano de 2013. Neste número: a missão espacial Soyuz TMA-07M, os lançamentos orbitais realizados e...

Em Órbita 132 - Janeiro de 2013  

Primeira edição do Boletim Em Órbita para o ano de 2013. Neste número: a missão espacial Soyuz TMA-07M, os lançamentos orbitais realizados e...

Advertisement