Page 73

Em Órbita

Oferta de serviços Uma vez operacional o sistema Galileu, um portfolio de serviços de navegação será oferecido pelo Galileu e pelo EGNOS, tendo por base as diferentes necessidades do utilizador: •

Serviço Aberto – o sinal de navegação galileu estará acessível ao público em geral de forma gratuita, fornecendo um posicionamento global melhorado;

Serviço Público Regulado – dois sinais encriptados com acesso controlado para utilizadores específicos tais como corpos governamentais;

Serviço de Busca e Salvamento – o serviço galileu irá contribuir para o sistema internacional COSPAS-SARSAT de busca e salvamento. Um sinal de socorro será transmitido para o Centro de Coordenação de Salvamento e o sistema Galileu irá informar o utilizador de que a sua situação foi detectada;

Serviço Segurança-de-Vida – já disponível para a aviação tendo por base os standards ICAO graças ao EGNOS. O sistema Galileu irá melhorar a performance do serviço.

Serviço Comercial – o sistema galileu irá proporcionar um sinal de produção de alto volume de dados e dados de alta precisão autenticados que é de interesse particularmente para os utilizadores profissionais. Uma parte crucial do dia-a-dia

A navegação por satélite tornou-se rapidamente uma parte crucial do quotidiano. Com sinais a serem enviados por satélites em órbita, qualquer um com um receptor pode determinar a sua localização tridimensional, abrindo um variado leque de aplicações. Os registos temporais dos sinais também servem para sincronizar as transacções electrónicas globais, tais como trocas inter-bancárias, telecomunicações e redes energéticas.

Os primeiros passos O enorme potencial dos benefícios da navegação por satélite juntou a Comissão Europeia e a ESA numa estreita colaboração. Nos anos 90 as duas organizações concordaram no desenvolvimento de um equivalente civil do sistema GPS para que a Europa pudesse ser autónoma nos cruciais sectores estratégico e comercial. A ESA iniciou as pesquisas e desenvolvimento em cooperação com a Comissão Europeia e a comunidade da aviação civil. A estratégia de desenvolvimento foi concebida com dois pilares principais: •

EGOS (European Geostationary avigation Overlay Service) – um sistema de ampliação pan-europeu, complementando o sistema GPS para oferecer uma maior fiabilidade e integridade de informação aos utilizadores.

Galileu – um sistema de navegação por satélite inteiramente autónomo e interoperacional, transmitindo sinais globais de navegação para serviços de alta performance, possuindo o serviço garantias de integridade que faltam ao serviço GPS para serviços comerciais e de segurança críticos. EGOS, uma realidade

Actualmente o EGNOS já está operacional: o seu Serviço Aberto, para aplicações onde a vida humana não está em risco – tais como navegação pessoal, transacção de bens e agricultura de precisão – está disponível desde Outubro de 2009. O EG"OS’ Safety-of-Life Service, onde a segurança do transporte aéreo depende da precisão e integridade dos sinais, ficou disponível para o seu propósito primário de navegação aérea (iniciando com a orientação vertical para as aproximações em aterragem) em Março de 2011. Em Órbita – Vol.12 – .º 130 / ovembro de 2012

72

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita 130 - Novembro de 2012  

Edição do Boletim Em Órbita para o mês de Novembro de 2012.

Em Órbita 130 - Novembro de 2012  

Edição do Boletim Em Órbita para o mês de Novembro de 2012.

Advertisement