Page 1

LINHA DO TEMPO

LETRAS- LÍNGUA PORTUGUESA

NOME: Daniela de Fatima de Oliveira


-Década de 50

⇨Primeiro de Janeiro a Era da Informática. ⇨A informática na educação é algo recente que teve seu inicio na década de 1950, mas era utilizado apenas para armazenarem dados. -Década de 60 ⇨Experiências de engenheiros na área computacional voltadas para a aplicação da informática na educação. -Década de 70  1970: ⇨UFRGS iniciou experiências com a informática na sala de aula. 1971: ⇨O Ministério da Marinha, por intermédio do Grupo de Trabalho Especial - GTE - e o Ministério do Planejamento tomaram a decisão de construir um computador para as necessidades navais no Brasil. 1972: ⇨As questões de importações e exportações da informática foram transferidas para CAPRE (Coordenação de Atividades de Processamento Eletrônico), Ligada ao ministério do planejamento.


1973: ⇨UFRGS desenvolveu o software SISCAI com a finalidade de avaliar os alunos de pós-graduação em Educação. 1975: ⇨1 Jan 1975, UNICAMP inicia cooperação técnica com Media LAB LAB do Massachussets Institute of Technology - MIT, criando grupo interdisciplinar para pesquisar uso de computadores com linguagem LOGO na educação de crianças. 1977: ⇨Primeiro confronto entre Brasil e interesses estrangeiros, pela falta de definição explícita da reserva do mercado em relação aos mini e microcomputadores - IBM e Burroughs. 1979: ⇨As ações da CAPRE foram transferidas para SEI (Secretaria Especial de Informática) ligada ao CSN (Conselho de Segurança Nacional). Esta decisão acarretou inúmeras discussões pelo fato de a CSN estar ligada às opressões da ditadura militar. -Década de 80: ⇨UFRGS iniciou experiências no laboratório para estudos cognitivos, utilizando a linguagem, LOGO como ferramenta de investigação nos processos mentais das crianças. 1980: ⇨A SEI cria uma Comissão Especial de Educação para colher subsídios. Inicia-se o projeto EDUCOM (Educação e Computador), e outros projetos como o FORMAR, PRONINFE (Programa Nacional de Informática Educativa). 1981: ⇨Aprovação do documento: Subisidios para implantação do Programa Nacional de Informática na Educação. MEC/SEI/CNPq/FINEP


Criados seminários que dão partida à informática da educação no Brasil: 1981, I Seminário Nacional de Informática na Educação (SEI, MEC, CNPq) - Brasília. 1982: ⇨II Seminário Nacional de Informática Educativa -Salvador. Esses seminários estabeleceram um programa de atuação que deu origem ao projeto EDUCOM, com o objetivo de implantar atividades da informática aplicada à Educação no Brasil. 1983: ⇨1 Jan 1983, O Secretario de informática baixou a portaria no. 01/83, criando a Comissão Especial de Informática na Educação no. 11/83. Essa comissão propunha orientações básicas para utilizacão das termologias de informática no processo ensino. ⇨1 Mar 1983, Foi criado Projeto EDUCOM (pesquisas sobre o uso do computador como instrumento do processo de aprendizagem escolar) - Comissao Especial de Informática na Educação.. O aluno e o construtor de sua própria aprendizagem. ⇨Publicação do Comunicado SEI solicitando a apresentação de projetos para a implantação de Cebtros-piloto junto as universidades. ⇨Oficialização dos centros de estudo do Projeto EDUCOM, o qual era composto pelas seguintes instituições:UFPE, UFRJ, UFMG, UFRGS, UNICAMP.. ⇨Publicação do documento: Diretrizes para o estabelecimento da Politica de Informática no Setor de Educação, Cultura e Desporto, aprovado pela Comissão de Coordenação Geral do Mec, em 25/10/82


1984: ⇨É aprovada a lei da Informática, a qual impôs restrições ao capital estrangeiro, tornou legal a aliança do Estado com o capital privado nacional. Essa lei tinha uma previsão de 8 anos, tempo estimado para que a indústria nacional alcançasse maturidade, visando à competitividade internacional. ⇨Assinatura do Protocolo de Intenções MEC/SEI/CNPq/FINEP/FUNTEVÊ, para a implantação dos centro-piloto e delegação de compet~encia ao CENIFOR. 1985: ⇨Faltam recursos humanos capacitados para o sistema de ciência e tecnologia. A partir daí, o governo passou a intensificar os investimentos na área de educação de 1º e 2º graus. ⇨Aprovaço do Novo regimento Interno do CENIFOR, Por taria FUNTEVÊ - nº246. de 14/08/85 ⇨Aprovação do Plani Setorial: Educação e Informática pelo CONIN/PR. 1986: ⇨Criação do Comitê Assessor de Informática na Educação de 1º e 2º graus. CAIE/SEPS. ⇨Aprovação do Programa de Ação I mediata em Informática na Educação. ⇨Instituição do I Concurso Nacional de "Software" Educacional e da Comissão de Avaliação do Projeto Educom. ⇨Extinção do CAIE/SEPS e criação do CAIE/MEC.


1987: ⇨Criação do Programa Formar Programa (Formação de Recursos Humanos) criado pelo Governo José Sarney mediante o então Ministério da Educação e Cultura, MEC em 1987, como um dos componentes do Plano de Ação Imediata, PAIE (BRASIL, 1996; MORAES, 2003). Contudo, esse programa só conseguiu realizar três cursos de formação de professores: em 1987 e 1989 na Unicamp e em 1991, na Universidade Federal de Goiás, quando já estava em vigência o Programa de Informática na Educação. ⇨Realização da jornada de Trabalho de Informática na educação: Subsídios para poliicas, UFSC, Florianópolis/SC. ⇨Coordenação e Supervisão Técnica do Projeto EDUCOM é transferida para a SEI NF/MEC. ⇨Elaboração do Programa de Ação Imediata em Informática na Educação, o qual teve, como uma das suas principais ações, a criação de dois projetos: Projeto Formar que visava à formação de recursos humanos, e o o Projeto Cied que visava á implantação de centros de informática e Educação.

1988: ⇨Ao final deste ano, a Organização dos Estados Americanos - OEA, através de seu Departamento de Assuntos Educativos, reconhecendo o esforço brasileiro nesta área, convidou o Ministério da Educação a apresentar um projeto de cooperação multinacional envolvendo outros países latino-americanos. Iniciava-se, então, naquela época, a primeira cooperação técnica internacional com o México, financiada pela OEA, para avaliação do projeto de informática educativa na área de educação básica: Projeto COEEBA.


-Década de 90: 1991: ⇨1º plano de ação integrada (PLANINFE) objetivando-se em formar professores. 1990: ⇨Integração de Metas e Objetivos do PRONINFE/MEC no PLANIN/MCT. ⇨Aprovação do Plano Trienal de Ação Intregrada 1990/1993. ⇨1 Nov 1990, Sociedade Brasileira de Computação - SBC, criou um grupo de interesse especifico na areá de Informática e Educação, iniciando um ciclo de encontros anuais. 1992: ⇨Criação de rubrica específic para ações de informática educativa no orçamento da União. 1993: ⇨1 Jan 1993, Cascavel/PR iniciou o Projeto de Informática na Educação com intuito de oportunizar conhecimento aos alunos. 1995: ⇨Criação do Proinfo, projeto que visava à formação dos NTEs (Núcleos de Tecnologias Educacionais) em todos os estados do País.


1996: ⇨Ao assumir a presidência da República, Fernando Henrique Cardoso colocou como seu ministro de Educação Paulo Renato de Souza, economista e ex-reitor da Unicamp, e procedeu a um processo de reavaliação da política de informática na educação no País que culminou com a extinção do modelo do PRONINFE, substituindo-o pelo modelo do PROINFO. 1997: ⇨É criado o PROINFO (Programa Nacional de Informática na Educação) – Equipar as escolas públicas para capacitar os professores na área da informática e informatizar as escolas. ⇨Criação dos NTEs (Núcleos de Tecnologia Educacionais) 1999: ⇨ IV Encontro Nacional de Multiplicadores. -Década de 2000 ⇨ Várias iniciativas começaram a surgir com o incentivo do MEC. ⇨ Regulamentação do EAD no Brasil. ⇨ Foram criados diversos sites Educacionais para facilitar a pesquisa e o estudo.


2002: O ministro da Educação do governo FHC, Paulo Renato de Souza, extinguiu o PRONINFE criando o projeto PROINFO a qual teve maior incentivo financeiro e é o mais abrangente no território nacional entre todos os projetos, através de seus Núcleos de Tecnologia Educacional (NTE). 12 Nov 2002, XIII SIMPOSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCACAO (SBIE) ⇨ 2005/07: Projeto um computador por aluno (UCA). ⇨ 28 Nov 2007, XVIII SIMPOSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCACAO, NA CIDADE DE SAO PAULO ⇨2010/12: Em 2010, o projeto Um computador por aluno continua. Cenário Atual.


Referencial Teórico APRENDENDO Mathema. Linha do Tempo, Histórico da Educação da Informática no Brasil. Disponível em:< http://aprendendomathema.blogspot.com.br/2012/12/linha-do-tempo-historia-da-informatica.html> Acesso em:09 de março de 2013 ARTIGO. Disponível em:< www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/337_852.pdf> Acesso em:09 de março de 2013 BRITO, Glaucia da Silva. Educação e novas tecnologias: um re-pensar, Curitiba: Ibpex, 2006. CANTINHO DA PEDAGOGIA - Linha do tempo na Informática da Educação. Disponível em:<http://cantodapedagogia. blogspot.com.br/2009/11/decada-de-60-experiencias-de.html> Acesso em:09 de março de 2013 INFORMÁTICA EDUCATIVA NO BRASIL - Linha com/timelines/25048> Acesso em:06 de março de 2013

do

Tempo.

Disponível

em:<http://www.timetoast.

RESTIER Carla. Linha do tempo, história da informatica educativa no Brasil. Disponível em:<http://www.slideshare. net/CarlaRestier/linha-do-tempo-da-histria-da-informtica-educativa-no-brasil> Acesso em:09 de março de 2013 TAJRA, Sanmya Feitosa. Informatica na Educação: novas ferramentas pedagógicas para o professor da atualidade. 3? edição, São Paulo: Érica, 2001.   P.S: Trabalho realizado na aula do dia 12/03/13. Aqui ele encontra-se com a linha do tempo completa. com todos os dados que não foram postados na apresentação visual em sala de aula.

Linha do tempo!  

Trabalho de educação Digital!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you