Page 1

A força do bairro na sua casa e no jornaleiro amigo

Distribuição Gratuita

airro

nob o c o f l a /jorn

Diretor Responsável: Ricardo L. Carmo

no bairro

Aclimação - Cambuci - Ipiranga - Vila Mariana

Ano 1 - Número 1 - Junho 2015

Faixa de ônibus já fechou mais de 20 lojas na Lins. Perda de faturamento, diculdades para estacionar e queda do movimento são algumas das queixas de moradores e principalmente de comerciantes da Av. Lins de Vasconcelos e Lacerda Franco. Pg. 3

Hospital Cruz Azul realiza mais de 500 mil consultas Tudo começou em 28 de julho de 1925 quando foi fundada a Associação Cruz Azul com o intuito de prestar assistência médica e promover a educação. Pág. 8

Novas franquias surgem na região Grandes marcas como Casa do Pão de Queijo, Mundo Verde, Burger King e Brasil Cacau se estabelecem na região do Cambuci principalmente pela instalação do centro comercial da avenida Lins de Vasconcelos. Pág.6

FOCO no bairro: um novo conceito de jornal Depois de muito planejamento e dedicação o jornal Foco no Bairro é criado. Pág.4

Maioridade Penal Parque da Aclimação: Está em discussão no Congresso Nacional a lei que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. Pág. 3

Oportunidades de empregos na região. Pág. 09

Previsões Leia na Pág. 11

orgulho do bairro

O Parque da Aclimação é conhecido por quem frequenta suas dependências pela tranquilidade em meio a caó ca ro na da metrópole paulistana, orgulho do bairro. Pág. 10


pg. 2

Editorial

O

lá, amigos e amigas. É com imenso prazer que escrevo meu primeiro editorial para apresentar o Jornal Foco no Bairro. É um sonho de anos que finalmente se concre za. O que desejo com esse novo veículo de comunicação é trazer as no cias que realmente importam para a nossa região. A nossa intenção com o Jornal Foco no Bairro é tratar dos acontecimentos que fazem parte do dia a dia do nosso co diano. Nesta edição trataremos não só do lançamento desse primeiro número, mas de muitos outros temas importantes para a região. O principal tema é o problema que as faixas de ônibus nas avenidas Lins de Vasconcelos e Lacerda Franco vêm causando para toda a população local desde a sua inauguração. A falta de lugar para estacionar e os comércios fechando são alguns dos pontos que você lerá na matéria da página 3. Também vamos tratar dos locais importantes para a região, contando um pouco da história e do que oferecem o Parque da Aclimação e o Hospital Cruz Azul. As festas juninas, as franquias que têm sido inauguradas na região e a história do "Sr. Mansur" serão contadas. Não esquecemos também da cultura com a programação dos Sesc Vila Mariana e Ipiranga. Espero que aprecie a leitura! Aguardamos seus comentários em nossa página do Facebook ou pelo e-mail jornalfoconobairro@gmail.com. .Até a próxima edição Ricardo L. Carmo

EXPEDIENTE

Jornal Foco no Bairro uma empresa do Grupo Banca L. Carmo Ltda. Diretor Executivo: Ricardo L. Carmo Dep. Comercial: Marcos Lucas Jornalista Responsável: Lucas Domiciano Diagramação: Rubens Magalhães Fotos: Lucas Domiciano Dep. Jurídico: Oséas Cerqueira Advogados Associados Impressão: Gráfica LTJ Tiragem: 30.000 Exemplares Distribuição: Aclimação, Cambuci, Ipiranga, Vila Mariana e principais bancas da região; Redação: Avenida Lins de Vasconcelos, 1601 Vila Mariana - São Paulo - SP Tels.: (11) 2274-4743 / 2679-4360 Na Web: facebook.com/jornalfoconobairro e-mail: jornalfoconobairro@gmail.com Os artigos, cartas, e-mail enviados e assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo não expressa necessariamente a opinião do Jornal Foco no Bairro.

Ricardo L. Carmo

Jun. 2015

Opinião

Maioridade Penal

E

stá em discussão no Congresso Nacional a lei que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. É um tema importante, que irá determinar de que maneira poderemos combater a criminalidade e resguardar nossas famílias. Devemos defender os direitos das crianças e dos adolescentes. Ninguém duvida disso. Hoje, um adolescente de 16 anos tem plena consciência de seus atos. Tem os seus direitos – o direito de votar, o direito de dirigir (com a autorização dos pais), o pleno direito à liberdade de expressão e todos os que a Cons tuição garante a esses jovens. Não podemos nos esquecer de um fato: DIREITOS SIGNIFICA DEVERES. Quanto maiores os direitos de uma pessoa, maiores os seus deveres para com os outros e para com a sociedade em geral. Se um rapaz ou uma moça de 16 anos pode escolher os seus representantes, tem o dever absoluto de respeitar as leis da nação. Assim, se um rapaz ou uma moça desrespeitam os direitos do outro, se ofendem as regras que dirigem as boas relações sociais; se cometem um crime como homicídio, assalto, tráfico de drogas, rompem com a confiança que lhes é dada pela sociedade. O resultado é que devem responder criminalmente e tratados já como adultos, pois sabem que desrespeitaram às leis. O Governo Federal afirma que apenas MEIO POR CENTO dos crimes são come dos por adolescentes. O Planalto manipula os dados para defender seus interesses, que é a não redução da maioridade penal. Na verdade, em São Paulo e Minas Gerais, por exemplo, o índice de criminalidade come do por menores é de 10%! Em Brasília a taxa chega a absurdos 30%! Isso ocorre porque os criminosos sabem que um “menor de idade” terá a sua ficha limpa ao completar os 18 anos. O jovem que se envolve nessa vida também sabe disso.

Sim, os adolescentes têm consciência de seus atos. Cerca de 80% da população brasileira é favorável à redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Não é surpreendente esse índice. Nós, brasileiros, estamos cansados da violência, estamos fartos de sermos ví mas de criminosos. Nós, cidadãos honestos, pagamos nossos impostos, trabalhamos arduamente para conseguir sobreviver com decência. E o Estado protege criminosos ao invés de puni-los. Mas como resolver a questão da criminalidade? A resposta é EDUCAÇÃO. Educação de qualidade, infraestrutura das escolas, professores e profissionais da educação bem pagos e bem formados. Um adolescente na escola em período integral, em um ambiente que lhe seja favorável, aprendendo o que lhe será ú l para a vida, lhe oferece oportunidades e segurança. Toda a sociedade sai ganhando. Mas não é isso que os governos fazem. Deixam as crianças à mercê das dificuldades, da miséria, da ignorância. E a sua opção, para fugir dessa situação, é entrar numa vida de crimes. A solução imediata é clara: a redução da maioridade penal para 16 anos é a forma que temos de combater parte da criminalidade. O rapaz, a moça, pensarão muito bem antes de cometer um crime. E a sociedade estará melhor protegida. Para tudo isso, há a necessidade de uma revisão completa do sistema carcerário e das punições previstas em lei. É preciso que o sistema efe vamente recupere e eduque esse jovem. A prisão não serve para uma “vingança” por parte da sociedade em relação aos crimes come dos; pelo contrário, deve servir como um lugar de educação, formação e recuperação, afim de que o jovem possa sair melhor capacitado para o convívio social. A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL é o melhor e mais justo caminho para minimizar e proteger nossas famílias.


Jun. 2015

pg. 3

FOCANDO NO BAIRRO

Faixas de ônibus continuam prejudicando moradores e comerciantes do Cambuci. Mesmo após muita discussão e pedidos por mudanças, CET ainda não tem projeto para alterar as faixas de ônibus na avenida Lins de Vasconcelos e rua Lacerda Franco

P

erda de faturamento, dificuldades para estacionar e queda do movimento são algumas das queixas de moradores e principalmente de comerciantes da avenida Lins de Vasconcelos e Av. Lacerda Franco. Desde que foi instalada a faixa de ônibus nessas vias a população local vêm enfrentando muitos transtornos. Muitos comércios fecharam e outros pensam em mudar. Mesmo com todo apelo popular, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) não prevê alterações para a região. Para a cabeleireira Adalgisa de Sousa Pereira o movimento caiu 40%. "Todo mundo está sendo prejudicado com essa faixa. Estão fechando vários comércios por aqui. Até eu estou pensando nisso", lamenta. A comerciante Lielma Pinheiro da padaria Maria Farinha na Av. Lacerda Franco perdeu os clientes de carro. "Deveria liberar o estacionamento pelo menos fora do horário de pico. Isso já ajudaria bastante", enfa za. Para João Arnaldo, gerente da loja Kaiz Brasil, faltou planejamento na concepção das faixas. "Não foi feito um planejamento correto para a região. Nunca houve conges onamento aqui na Lins quando era duas mãos. O nosso público feminino quando tem dificuldade de estacionar foge. Diminuiu o movimento. Eu acho que poderia voltar ao que era antes ou ao menos liberar o estacionamento fora do horário de pico. Além disso com a via mais livre, aumentou a velocidade dos carros reduzindo a segurança". No final do ano passado foram realizadas diversas reuniões com a presença da CET, audiência pública e vários o cios feitos pela Associação dos Moradores e Comerciantes da Av. Lacerda Franco, mas sem solução. Em janeiro deste ano foi encaminhado por Ricardo L. Carmo, presidente deste jornal e também membro do Conselho Par cipa vo Municipal (CPM) da Subprefeitura da Sé um abaixo assinado com mais de 30 folhas e centenas de assinaturas para a CET e a Secretária de Transportes até o momento também sem resposta de mudanças. Em nota a CET respondeu o seguinte: "A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) esclarece a implantação da faixa exclusiva para ônibus das avenidas Lins e Vasconcelos e Lacerda Franco, faz parte da Operação Dá Licença Para o Ônibus, melhorando a fluidez desses veículos no sistema viário e a qualidade do transporte cole vo na cidade. É importante destacar que diversos fatores

"Tá todo mundo prejudicado com essa faixa. Estão fechando vários comércios por aqui. Até eu estou pensando nisso". Adalgisa de Sousa Pereira, cabelereira são levados em consideração para definir a implantação de uma faixa exclusiva na cidade. Além das caracterís cas estruturais da via, também são l e va d o s e m c o nta o fl u xo d e ve í c u l o s e , principalmente, a quan dade de ônibus e o número de passageiros transportados. Ressaltamos que apenas no trecho inicial da Avenida Lins de Vasconcelos, entre a o terminal de ônibus e a Rua Dr. Neto de Araújo, o funcionamento da faixa exclusiva é das 6 às 20 horas, em razão do grande fluxo do transporte cole vo. Nos outros trechos o funcionamento está ligado ao pico da manhã e ao da tarde. Informamos ainda que não existe estudo para liberação do estacionamento nos trechos de faixa exclusiva". O vereador Ricardo Nunes também está tentando ajudar a mudar essa situação e já enviou vários o cios ao poder público. Segundo sua assessoria, até o momento não houve retorno das autoridades a respeito desse assunto.

"Deveria liberar o estacionamento pelo menos fora do horário de pico. Isso já ajudaria bastante” João Arnaldo, gerente da loja Kaiz Brasil


pg. 4

Jun. 2015

Região ganha novo jornal Nasce um novo jornal focado nas no cias da região e no que realmente importa para a população local

O

Com muito trabalho ele se mudou depois de 10 anos para um ponto mais movimentado. "Depois de alguns anos trabalhando ali ve que transferir a banca para a avenida Lins de Vasconcelos na calçada da Sabesp. A minha clientela aumentou tanto que precisei de mais espaço. Foi quando ve a idéia de transformar a banca tradicional em uma revistaria. Aluguei um imóvel de 100 m2 onde estou à 10 anos. E mesmo sendo uma revistaria, mantenho o nome original: Banca L. Carmo", conta Ricardo. Com o sucesso empresarial veio a consciência de melhorar a vida da população local e de seus colegas jornaleiros. Há 15 anos consecu vos o empresário organiza a Festa das Crianças no bairro do Cambuci. Ali sempre tem presença de brinquedos e shows gratuitos para toda população do bairro. Além disso, Ricardo L. Carmo trabalhou por mais de 5 anos de forma gratuita no Sindicato dos Vendedores de Jornais e Revistas de São Paulo (Sindjorsp) chegando até o cargo de presidente da en dade e ajudando muito na conquista de direitos e melhorias de condições de trabalho para a categoria. Atualmente Ricardo L. Carmo volta suas atenções para a região que o acolheu com a criação do jornal Foco no Bairro. "Acredito no poder da imprensa como ferramenta de mobilização. Tenho certeza que com um veículo de comunicação focado nas principais necessidades da região, conseguiremos atrair atenção para os bairros que iremos no ciar e com isso melhorar a vida "Desejamos que o Foco no Bairro seja um veículo das pessoas aqui", afirma. que venha contribuir para a interação e O jornal será uma ferramenta comunicação com a comunidade. Que seja um aberta de par cipação da jornal duradouro e preste bons serviços aos sociedade e também das munícipes. Sucesso!" - Luis Felipe Miyabara ins tuições que influem Subprefeito interino do Ipiranga diretamente sobre a vida da população local.

sonho de muitos anos do empresário Ricardo L. Carmo que é jornaleiro desde 1990 se concre zou. Depois de muito planejamento e dedicação o jornal Foco no Bairro é criado. O que Ricardo sempre quis com a criação de um jornal é comunicar tudo que é importante para a população com muita informação relevante e focada realmente nos acontecimentos regionais dos bairros Aclimação, Cambuci, Ipiranga e Vila Mariana. Ricardo L. Carmo está no bairro há 30 anos. Nessa época trabalhava como empacotador no an go grupo Barateiro, atual Pão de Açúcar na Ricardo Jafet. A carreira como jornaleiro começou em 1990 quando foi trabalhar como ajudante em uma banca na avenida Paulista. "Gostei tanto daquilo que com 18 anos abri minha primeira banca na rua Basílio da Cunha", recorda L. Carmo.

Veja o que dizem algumas autoridades a respeito do lançamento do jornal:

Ola amigos do Jornal Foco no Bairro, quero desejar a vocês muito sucesso nessa nova caminhada. Que este v e í c u l o s e j a d e f u n d a m e nta l importância para a população desta região e que seu conteúdo seja sempre comprome do com a prestação de serviços para os moradores do Cambuci, Jardim da Glória, Vila Mariana e Aclimação. Contem com a Subprefeitura Sé e saibam que estaremos sempre prontos para atender as solicitações que a nós forem demandadas. Abraços! Alcides Amazonas Subprefeito da Sé


Jun. 2015

pg. 5

A importância dos jornais de bairro na transmissão de informações é essencial. Muitas vezes os moradores chegam tarde em c a s a e n ã o conseguem assis r a um telejornal. O jornal de bairro é que vai levar as informações que esse cidadão precisa saber. Os Consegs (Conselhos Regionais de

Segurança) apesar de sua importância na discussão da segurança dos bairros envolvendo Polícia Militar e Cívil têm pouco espaço nas grandes mídias. Um jornal como esse que começa já dando atenção aos Consegs com certeza colaborará muito para a melhoria da segurança da população. Esse po de jornal é super importante é deve ser muito valorizado - Evaldo R. Cora o, coordenador estadual dos Consegs

Divulgue seu negócio Anuncie no mais novo veículo de comunicação do bairro, com tiragem de 30.000 exemplares atingindo em cheio seu público alvo. Aproveite nossa tabela especial de lançamento. 2679-4360 / 2274-4743 jornalfoconobairro@gmail.com

Os jornais de bairro trazem uma preciosa colaboração na comunicação local, pois amplificam a voz da comunidade e suas q u e stõ e s m a i s i m p o r ta nte s , q u e dificilmente são abordadas na grande mídia, nesse sen do os veículos de cobertura regional podem informar com mais diversidade e pluralidade a população a ngida. É sim importante para a Subprefeitura Vila Mariana poder

contar com mais esse canal para divulgar os serviços públicos disponíveis para a população na Praça de Atendimento e as obras que estamos fazendo para melhorar a qualidade de vida nos três subdistritos: Moema, Vila Mariana e Saúde. Bemvindos, contem conosco Foco no Bairro. João Carlos da S. Mar ns Subprefeito Vila Mariana

Buquês de Noiva Decoraçao de Casamentos Rosas Nacionais e Importadas Eventos em Geral Arranjos Especiais Cestas deCafé da Manhã


pg. 6

Jun. 2015

EMPREENDEDORISMO

Cambuci e região atraem a atenção das franquias Região recebe nos úl mos anos uma série de franquias atraídas pelo público e pela criação de centro comercial

G

perspec vas de crescimento", enfa za randes marcas como Casa do o gerente da lanchonete Black Dog. Pão de Queijo, Mundo Verde, Essa expansão das franquias é Burger King e Brasil Cacau se explicada pelo diretor de inteligência estabelecem na região do Cambuci de mercado da ABF (Associação principalmente pela instalação do centro Brasileira de Franquias) Claudio Tieghi. comercial da avenida Lins de Vasconcelos " O m e rc a d o d e f ra n q u i a s v e m e chegada de muitos empreendimentos crescendo de forma consistente nos residenciais nos úl mos anos. Estes pos úl mos 10 anos. Mesmo no primeiro de pólo comercial atraem não só os trimestre de 2015, o setor obteve uma Claudio Tieghi: consumidores pela comodidade, mas Diretor de inteligência expansão nominal compensando também os comerciantes, já que o local é de Mercado da ABF (Associação Brasileira de Franquias) assim pelo menos a inflação. Neste bem localizado e tem instalações cenário, nosso mercado vem buscando modernas e bonitas. novas oportunidades e a capilarização seja no "Foi paixão à primeira vista. O local nos surpreendeu interior ou para os bairros é uma tendência. A posi vamente e os moradores do bairro são muito revitalização dos pontos comerciais na rua com 'strip acolhedores", explicam os proprietários da Casa do centers', ou seja, grupos de lojas com Pão de Queijo Gerson e Milka que assumiram o estacionamento em locais estratégicos do bairro, ponto recentemente. Há também casos em que certamente, trazem grandes oportunidades. A comerciantes saem do centro comercial, mas região da Aclimação, Cambuci e Vila Mariana se con nuam no bairro em busca de mais espaço. enquadra neste contexto, impulsionado ainda mais "Queremos atender de forma mais aconchegante pelo desenvolvimento imobiliário ocorrido nos nossos clientes então vamos mudar aqui para úl mos anos". crescer. Gostamos muito do bairro e temos boas

O Rei do Lanche

A região da Aclimação, Cambuci e Vila Mariana se enquadra neste contexto, impulsionado ainda mais pelo desenvolvimento imobiliário ocorrido nos últimos anos.

Filé de Frango X Tudo X Salada Churrasco Beirute Porções Açaí na Tigela Milk Shake Hot Dog Calabresa Pratos Diários Filé Mignon Porções Rosbife Sucos Bebidas

DELIVERY SERVICE Rua Ouvidor Portugal, 554 - Cambuci - São Paulo Tel.: 11 2061-7909 / 2063-4367 / Tim: 98244-5330


Jun. 2015

pg. 7

COLUNA DO LUCAS

Falta de segurança preocupa empreendedores

I

n fe l i z m e nte vo u fa l a r d e u m a s s u nto desagradável que é a falta de segurança que afeta as grandes cidades do Brasil inteiro. A violência sempre exis u, mas parece que há um agravamento, por isso escrevo esta coluna como forma de tentar ajudar a melhorar a situação de alguma forma. Em primeiro lugar temos que nos precaver para evitar o pior. Por isso o ditado é verdadeiro. "A oportunidade faz o ladrão" é verdadeiro. Travas extras e grades podem ajudar muito a evitar um assalto. Empresas de segurança também podem ajudar, mas deve-se pesquisar no Reclame Aqui e em outros sites para verificar a idoneidade delas. Em segundo é evitar situações de risco. Não se distrair e fazer expositores e móveis baixos ajudam a ter uma visão total de seu negócio e evitar pontos cegos. Peças pequenas perto da porta chamam a atenção principalmente de "trombadinhas". Mas o principal ponto que eu chamo atenção é o depois do ocorrido. Infelizmente presenciei essa semana policiais orientando uma cliente minha a colocar mais grades porque o efe vo de policiais é pequeno e não dá conta de atender toda região (e não estou falando de periferia onde o cenário é ainda pior). Ela foi assaltada pela segunda vez em menos de um mês. Para melhorar essa situação deve-se fazer o BO para aquela ocorrência ficar registrada e daí gerar a demanda por mais policiais de acordo com o número de ocorrências. Também gostaria de enfa zar a par cipação nos conselhos de segurança regionais (os Consegs). N e s s a s re u n i õ e s p a r c i p a m m e m b ro s d a comunidade e também policiais. Ali é o local ideal para discu r em conjunto soluções para o seu bairro. Essas reuniões também são levadas em consideração na hora de o batalhão da região montar um plano de segurança para o bairro. Vamos lá fazer nossa parte para tentar virar esse jogo! Lucas Domiciano é representante comercial, jornalista e palestrante na área de vendas e atendimento

HISTÓRIA DE SUCESSO

Tradição e qualidade determinam o sucesso da Mansur.

Q

uem entra na tradicional lanchonete Mansur no Cambuci já se sente de casa. O bom atendimento e a limpeza impecável do lugar são garan dos há mais de 30 anos pelo "senhor Mansur", que na verdade é Francisco Chagas Araújo e tem muita história para contar. "Na verdade a lanchonete já chamava assim quando cheguei, mas o nome pegou e todos me chamam assim!" se diverte o empresário de 64 anos. Chagas está no bairro há 35 anos. Começou trabalhando como empregado e depois de 9 anos usou essa experiência para abrir o negócio próprio. Segundo ele, não houve grandes dificuldades em sua trajetória, mas sim muito trabalho. "No começo trabalhava das 5h às 24h. Só vencemos se trabalharmos", enfa za. Para o empresário o segredo é nas épocas ruins trabalhar ainda mais. "Vejo muitos colegas fecharem seus negócios cedo, abrirem tarde. Quer vencer? Abra no horário certo e feche também na hora certa, porque se você não fizer isso vai perder clientes". Para ele uma época di cil foi durante o governo do então presidente Fernando Collor, mas com muito trabalho conseguiu superar. Outra questão chave para Chagas é o controle de despesas. "O mal de muita gente é que se endivida. Pega emprés mo, financia carro e quando vê não

tem dinheiro para pagar os fornecedores. Assim ninguém vai a lugar nenhum. Eu não durmo direito se não estou com minhas contas pagas". Além disso o empreendedor sempre contribuiu para o INSS, mesmo como autônomo e isso lhe garan u uma aposentadoria mais tranquila. Depois de tanto tempo no bairro declara o porquê de seu sucesso e o amor pelo Cambuci. "Aqui é ó mo para se morar e trabalhar. Temos que cuidar do nosso negócio. Lavar bem e quando puder reformar que o retorno vem. Consumidor gosta de um lugar bonito e agradável. O público que garante meu sucesso!". Além de garan r o sucesso da sua lanchonete, o empresário também ajudou a família apoiando e emprestando o nome para o seu irmão que abriu outra Mansur Lanches no bairro da Aclimação.


pg. 8

Jun. 2015

SAÚDE

Hospital Cruz Azul é referência no bairro do Cambuci O hospital localizado na Lins de Vasconcelos possui 477 leitos e realiza mais de 500 mil consultas por ano

Q

uem passa pelo imenso complexo hospitalar Cruz Azul pode imaginar que essa grandeza se reflete em números. Ali foram realizados mais de 500 mil consultas ambulatoriais e 244 mil em pronto socorro somente no ano passado. Além disso, no complexo que tem saídas para a avenida Lins de Vasconcelos e para a Av. Lacerda Franco, mais de 8 mil cirurgias e 3100 partos. Toda essa estrutura se jus fica. Em julho a ins tuição completa 90 anos de história. Tudo começou em 28 de julho de 1925 quando foi fundada a Associação Cruz Azul com o intuito de prestar assistência médica e promover a educação. A Cruz Azul é uma en dade de direito privado, sem fi n s eco n ô m ico s , d e ca ráter b en efi c ente, filantrópico e educa vo. A ins tuição surgiu com o intuito de amparar as viúvas e órfãos de policiais militares. Com essa intenção a Comissão de Damas da Sociedade Paulistana pediu apoio ao então comandante da Força Pública do Estado coronel Dias de Campos. Com a associação já criada, em 1928 deu-se um grande salto com a doação pelo empresário Sampaio Correia de um terreno no Cambuci para a construção do Hospital Cruz Azul que ali permanece até hoje. Segundo a assessoria de imprensa da ins tuição, a associação atende beneficiários dos policiais

militares, pensionistas, associados da Cruz Azul saúde (plano de saúde), APAS (Associação Paulista de Supermercados) e outros convênios par culares.

WaDÔ KAI Artes Marciais Desde 1968

Karate - Aikido - Judô Tae Kwon Do Kung Fu - Boxe Chinês Shorinji Kempô Muay-Thai

Avenida Lins de Vasconcelos, 1571 Cambuci - São Paulo - SP

2215-7365

O hospital tem cer ficação do ISO 9001 e trabalha com sistema de gestão SGQ de melhoria con nua contando com mais de 2 mil colaboradores e atendendo 40 diferentes especialidades médicas. Na área da educação, a associação é responsável pela Faculdade Cruz Azul e mais de 10 mil alunos são atendidos nas escolas militares espalhadas pela capital e interior de São Paulo. U lizando o sistema Anglo de ensino, essas escolas possuem cer ficação ISO 9001 e ISO 14001. Além disso, a ins tuição também oferece cursos de capacitação técnica em enfermagem e auxiliar de enfermagem. "A finalidade da Ins tuição, que permanece resoluta em seu propósito, ficou imortalizada, na época de sua fundação, pela frase do então comandante da Força Pública, Coronel Pedro Dias de Campos: “Neste morro do Cambuci criarei a Cruz Azul de São Paulo, para educar os filhos dos nossos heróis e cuidar da saúde de nossas famílias”, finaliza Julio A. de Freitas Gonçalves, Coronel PM Superintendente


Jun. 2015

pg. 9

CLASSIFICADOS FOCO NO BAIRRO

Oportunidades de Emprego no seu Bairro

Vendedora de Móveis Planejados

Balconista

Aluga-se loja

A Nova Planejados Av. Lins de Vasconcelos, 565 Tel: 96981-7077 - tratar com Noufal

Super lanches Rua Silva Bueno, 1218 Tratar com Nailson

Avenida Lins de Vasconcelos - 150m2 tratar com Wilson - 5575-0516

Anuncie Gratuitamente nos Classicados do Jornal Foco no Bairro. Envie seu anúncio para o e-mail: jornalfoconobairro@gmail.com


pg. 10 Jun. 2015

NO BAIRRO

Parque da Aclimação atrai visitantes em busca de tranquilidade

O

Parque da Aclimação é conhecido por quem frequenta suas dependências pela tranquilidade em meio a caó ca ro na da metrópole paulistana. A história de um dos mais famosos parques de São Paulo que começou como uma inspiração em um jardim francês, hoje atrai visitantes de várias regiões da cidade que buscam ali um refúgio para fugir da correria do dia-a-dia da cidade. O parque além de chamar atenção com um belo lago e uma concha acús ca, também oferece diversas a vidades como escolinha de futebol e até aulas de golfe. O local recebe aproximadamente 4 mil visitantes por dia aos finais de semana. Com seus 112 mil metros quadrados o parque foi criado inicialmente pelo médico Carlos José Botelho que adquiriu as terras onde ele está instalado em 1892. Ele então criou ali um jardim inspirado no Jardim D'Acclimata on de Paris e usava o espaço para a aclimatação e exposição de gado. O local também foi sede da sociedade hípica paulista (que depois foi transferida para o Brooklin Novo) e do primeiro zoológico da cidade. O Jardim da Aclimação deu o nome ao bairro que tomou parte do terreno original do jardim que era de 182 mil metros quadrados. Já na década de 1930 o então prefeito Prestes Maia adquiriu as terras da família Botelho inaugurando

Raylla Cabeleireiros Cabelo Manicure Pedicure Depilação Estética

Rua Basílio da Cunha, 528 - SP Tel.: 11 3271-9300 / 11 9853-5201

então o Parque da Aclimação que ganhou uma concha acús ca em 1950 e posteriormente um campo de futebol. Há 40 surgiu a escola de futebol e é ali que hoje se reúne a maioria das a vidades oferecidas gratuitamente. Além do futebol, qualquer um pode se inscrever para a ginás ca, biodança, Kung Fu, Tai Chi Chuan e até golfe. As amigas Luzia Tomaz, analista de sistemas e Cris ane Nakazato, a s s i ste nte exe c u va aprovaram o passeio. "É a primeira vez que viemos aqui. Está agradável para dar uma volta. É tranquilo. É di cil encontrar parques pela c i d a d e e a p r i m e i ra impressão foi boa". A arquiteta Flavia Prata também aprecia o parque. "Eu prefiro aqui ao parque do Ibirapuera. É mais aconchegante, não é tão cheio. Eu gosto!". A tranquilidade é o que atrai também a administradora de empresas Jeniffer Khlat. "Eu venho aqui porque acho tranquilo. Gosto de caminhar, distrair um pouco a mente. Relaxa. As crianças brincam e eu fico tranquila". Além do lazer, o parque também serve como um local para manter a forma. O contador Rodrigo Silva é um exemplo disso. "Eu venho quando posso aqui para fazer um pouco de exercício. Caminho e corro um pouco. Como moro perto fica fácil", finaliza.

Serviço Rua Muniz de Souza, , 1119 - Aclimação Tel. 11 3208-4042 Horário: todos os dias das 6h às 22h

Estrela da Lins A melhor Pizza da Lins

Para mais informações sobre as atividadesda escola de futebol o telefone é 3271-0932

Promoção 90 RR$$

24,

Frango - Mussarela Catupiry- Baiana II Calabresa Na compra de um Pizza mencione este anúncio e ganhe um Refrigerante!

2063-8366 2061-6668


Jun. 2015

pg. 11

PASSATEMPO

HORÓSCOPO Semana de 22/06/15 a 28/06/15 ÁRIES A Lua deixa você mais dedicada e companheira na vida sentimental. Programas caseiros vão reforçar a paixão com sua cara-metade. Vai surpreender no sexo com sua fogosidade. Fase produtiva no serviço. Procure trabalhar em equipe. Só tenha cuidado com mal-entendidos com colegas.

TOURO Fase carinhosa e romântica no relacionamento amoroso. Apoie o parceiro em tudo que puder. Valorize o diálogo, mas sem discutir. No trabalho, defenda suas ideias e opiniões, mas fale na hora certa. Fuja de fofocas no ambiente de serviço. Use sua criatividade para lucrar,

GÊMEOS A Lua estimula os momentos de privacidade e diversão a dois. Mostre romantismo e carinho e agrade seu bem. Não leve problemas de casa para o trabalho. Use sua simpatia, sua comunicação e seu carisma para conseguir o que deseja.

CÂNCER O diálogo será um ótimo aliado nos primeiros dias desta semana. Abra seu coração e mostre seus sentimentos. Cuide de que ama, mas sem ciúme. No trabalho, mostre atitude e divulgue suas ideias.

LEÃO Reforce a confiança e não dê espaço para ciúme ou insegurança na relação amorosa. Converse abertamente, sem medos ou receios. Na cama, ótima semana para realizar suas fantasias com seu amor. Cumpra as tarefas do trabalho sem distrações.

VIRGEM Você vai se dedicar mais ao parceiro. Reforce o companheirismo e a segurança da relação. Busque o diálogo para resolver o que for preciso com seu par. No trabalho, você estará mais segura para investir no que quer. Mas evite confrontos. Não será bom misturar grana com amizade.

Embalagens Cambuci

LIBRA No romance, afaste dúvidas e medos do seu coração. Demonstre mais o seu carinho e faça planos para o futuro a dois. Pode pintar uma promoção no trabalho. Mas fique alerta com trapaças e inveja. Melhor não contar seus planos.

ESCORPIÃO A Lua deixa você mais amiga e companheira e a vida amorosa vai sair ganhando com seu jeito. Compartilhe seus sonhos, projetos e segredos com quem ama. No trabalho, poderá contar com amigos. Aprenda tudo que puder e mostre que quer progredir.

SAGITÁRIO Releve as diferenças e invista nos projetos em comum com seu bem. A união pede mais parceria e cumplicidade. Lute por suas ambições e conquiste bons aliados no trabalho. Mudanças à vista, mas não se assuste, elas serão positivas.

CAPRICÓRNIO

rtáveis a c s e d pleta em l m o C a h n Li Gera m e s n e g Embala sticas é m o Oii 9 D 9O 5 s 5 0 e 0 7 7 6 6 7 7 9 a 9 z 6 Utilidad e 96 ell..:: 9 C Ce s de limp o o t arro u Clla d o 4C r 84 P 18 41 --4

2 72 67 76 9 97

Segunda a Sábado 8h00 / 18h00

Rua Luiz Gama, 654 - Cambuci - SP

Programas diferentes vão estimular e fazer com que a vida a dois saia da rotina. Aproveite esse astral leve e fale do futuro e das metas em comum. União sólida e apaixonada. Cursos e estudos vão estimular o progresso.

AQUÁRIO O Sol desperta seu lado mais carinhoso e dedicado. Apoie seu amado e lute ao lado dele. Se está de olho em alguém, invista na sedução. Os astros aconselham a mergulhar no trabalho e adaptar-se às mudanças. Agarre as oportunidades de crescimento que vão aparecer.

PEIXES O céu envia ótimas vibrações ao romance. União fortalecida, cheia de carinho e paixão. Divirtam-se juntos. Trabalhe em parceria e anime os colegas. Siga seus instintos, que estarão ainda mais afiados. Fase de sorte com dinheiro, mas mesmo assim, nada de gastar demais.


pg. 12 Jun. 2015

ROTEIRO GASTRONÔMICO

Nesta primeira edição conra 4 opções para comer bem no bairro do Cambuci: A CHAPA: Av. Lins de Vasconcelos, 1353 Tel- 3399-2332 ou 3207-0044 Rua Heitor Peixoto, 478 Tel- 32074652 Horário do café da manhã: das 8h00 às 11h30

Casa da Esfiha - a casa oferece uma grande variedade de pratos da culinária árabe como doces árabes, ka a, abobrinha recheada, entre outros, mas as grandes atrações ficam por conta das esfihas, kibes e charutos. Av. Lins de Vasconcelos, 1364 Tel 3277-7487www.casadaesfiha.com A Chapa - a lanchonete com um ambiente requintado oferece uma grande variedade d e l a n c h e s e a co m p a n h a m e nto s consagrados como a batata canoa. Além disso, a região do Cambuci ganhou um novo espaço na culinária paulistana com a criação de um café da manhã americano pela rede A CHAPA. Pancakes, French Toast, Omeletes e um café Suplicy de coador fazem a diferença no bairro.

Mansur Lanches - uma das mais tradicionais lanchonetes lanchonetes da região. Além de se destacar pela qualidade de seus produtos, atendimento impecável acompanhado de perto pelo proprietário Francisco Chagas, conhecido como "Sr. Mansur", o local é agradável e impecavelmente limpo. A pedida para quem quiser conhecer é o X Maionese feito com hambúrguer produzido artesanalmente com carne de excelente qualidade e maionese saborosa. Av. Lins de Vasconcelos, 1333 - Tel 3209-0664

Black Dog - a mais conhecida franquia de Hot Dog do Brasil também está presente no Cambuci. São várias opções de lanches que podem ser acompanhados de refrigerante e batata frita. A sugestão desta edição é o maior lanche do cardápio chamado Maximus Picante que pode ser acompanhado por um delicioso churros de Nutella. Rua Coronel Diogo, 437 Tel 3938-4403 www.blackdog.com.br

NOTÍCIAS

MARCENARIA CARMO Revestimentos em Fórmica Intalações Comerciais

ARMÁRIOS EMBUTIDOS HOME THEATER COZINHAS PLANEJADAS GABINETES ESPECIAIS Nextel: 9 4793-0676 ID: 35*30*28007 Tel.1: 2215-5393 Cel.2: 9 9865-5896 (vivo)

Av. Lins de Vasconcelos, 2323 - Vila Mariana - SP www.marcenariacarmo.com.br e-mail: marcenariacarmo@ig.com.br


Jun. 2015

pg. 13

CULTURA & LAZER

Festas juninas alegram moradores da região

Igreja Nossa Sra. Aparecida do Ipiranga

c

omeçaram na nossa região as tradicionais festas juninas, ou quermesses como são também conhecidas. Realizadas normalmente em igrejas, garantem um ambiente familiar e atraem muitos visitantes não só pela época fes va, mas também pelos deliciosos comes e bebes. Na região há várias igrejas conhecidas por organizarem festas muito pres giadas. Uma delas é na igreja Nossa Senhora Aparecida do Ipiranga. Esta festa é conhecida não só pelos doces picos, barracas de churrasco, pizza, a vidades para crianças, mas principalmente pela tradição. Há mais de 40 décadas a população local aproveita dos bene cios do evento. Outra festa muito popular é da Paróquia Nossa Senhora do Carmo da Aclimação. Para o padre Sérgio, além das barracas picas e de sorteio de prêmios, o grande destaque é a reunião das pessoas. "Aqui a população se encontra em um ambiente tranquilo e é isso que fará com que voltem o ano que vem". Há também a famosa quermesse da igreja Nossa Senhora da Glória no Cambuci. Ali, segundo a organização da festa, além de poder reunir os frequentadores da paróquia, as comidas picas são um destaque é no úl mo final de semana será realizada uma grande quadrilha.

Na igreja Santa Margarida Maria a atração é a música ao vivo e também o tradicional bingo de prendas no salão paroquial. Além disso também conta com as picas barracas de comidas e bebidas. Para o Prof. Paulo, que não quis divulgar seu nome completo, a festa juninas é uma ó ma opção de lazer. "Costumamos pres giar esses eventos. Gosto do ambiente, a da cultura e das músicas", afirma. O estudante Jorge Luiz concorda. "Eu acho que faz parte da cultura do bairro. Além de ser uma festa cultural, é uma diversão para a população local".

Serviço Igreja Nossa Sra. Aparecida do Ipiranga Dia 27 e 28/06 das 17h às 22h Rua Labatut, 781 - Ipiranga

Igreja Nossa Senhora do Carmo da Aclimação Dia 27 e 28/06 das 18h às 22h30 Rua Brás Cubas, 163 - Aclimação

Igreja Nossa Senhora da Glória Dias 27 e 28/06 Aos sábados das 17h às 23h e aos domingos das 18h às 22h Rua Lacerda Franco, 2 - Cambuci

Eu acho que faz parte da cultura do bairro. Além de ser uma festa cultural, é uma diversão para a população local. Jorge Luiz - Estudante

Igreja Santa Margarida Maria Dias 27/06 (só aos sábados) das 18h às 22h Av. Lins de Vasconcelos, 2129 Jd. da Glória


pg. 14 Jun. 2015

NOTAS & NOTINHAS Lixo no Glicério

Ao lado do imenso número de carros que passam pela ligação Leste-Oeste montanhas de lixo se acumulam no bairro do Glicério. Local é uma via de acesso aos bairros do Cambuci e Aclimação e já sofre há anos com este problema. Mesmo após muitas reclamações, ainda nada foi feito feito para resolver o problema da região.

Falta faixa de pedestres no Largo do Cambuci

A execução das obras de reconstrução da calçada do canteiro central da Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente ao Portão 10 do Parque Ibirapuera está bastante avançada. Todo canteiro que antes era de piso mosaico, sem acessibilidade e com dificuldades de reposição, está sendo subs tuído por concreto e corpo de prova, com maior amplitude, garan ndo acessibilidade e fácil manutenção. A obra só foi possível graças à autorização conquistada junto ao CONPRESP (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo) e CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Ar s co e Turís co). Ao todo serão reconstruídos mais de 4 mil metros de calçamento com recursos próprios da Subprefeitura.

Festa de São Pedro e São Paulo terá apresentação de coral O coral "Madrigal en Canto" abrirá as fes vidades da Festa de São Pedro e São Paulo no dia 28/06 às 11h na igreja Santa Margarida Maria no Jardim da Glória. A companhia executará a missa solene em Si Be Mol de Mozart. O evento será presidido pelo Padre Antonio Fusari.

Programação Cata Bagulho de junho da Subprefeitura Vila Mariana

No Largo do Cambuci, em frente ao supermercado Extra, os pedestres sofrem para atravessar a rua. Falta segurança. Apesar do grande fluxo de pessoas no local, as faixas de pedestres são muito distantes. Ricardo L. Carmo, diretor do jornal FOCO no bairro, já solicitou através de o cio à CET uma faixa de pedestres para o local.

Subprefeitura subs tui piso e amplia calçada no Ibirapuera Serão reconstruídos cerca de 4 mil metros de calçamento no canteiro central da Avenida Pedro Álvares Cabral e Praça Escoteiro Aldo Chiora o

P r o g ra m a ç ã o C a t a B a g u l h o d e j u n h o d a Subprefeitura Vila Mariana A Operação Cata Bagulho tem início às 7h e termina às 16h, aproveitem para descartar os objetos inservíveis e ajudar a manter a cidade limpa! A Subprefeitura Vila Mariana realiza a Operação Cata Bagulho em seus três distritos – Vila Mariana, Moema e Saúde conforme a programação

Dia 27 de junho QUADRILÁTERO PROGRAMADO DE RUAS E AV E N I D A S AV. P R O F º . A S C E N D I N O R E I S / RUA.DOMINGOS DE MORAIS/RUA.LUIS GOIS/ AV.SENA MADUREIRA

As calçadas da em torno da praça Rosa Alves da Silva estão requalificadas As obras foram nas ruas José do Patrocínio e Doutor Rafael Caramuru Lanzello

A Subprefeitura Vila Mariana requalificou os passeios das ruas José do Patrocínio e Doutor Rafael Caramuru Lanzello que circundam a praça Rosa Alves da Silva, as calçadas foram reconstruídas, os exemplares arbóreos podados e os canteiros das árvores refeitos, inclusive o lateral, que fica entre o muro da praça e o novo passeio, com paralelepípedos. Além disso, as esquinas receberam rampas de acessibilidade com piso podo tá l.


Jun. 2015

pg. 15

SESC PROGRAMAÇÃO SESC Ipiranga

15 a 30 de junho Azirilhante Busca-se a comunicação a par r da potência de experiências vividas e a latência do que foi vivido, exposto pela atriz. Direção e texto: Daniela Duarte. Criação: Cia. Simples. Iluminação e cenário: Marisa Ben vegna. Figurino: Claudia Schapira. Auditório (30 lugares). Não recomendado para menores de 16. R$ 20,00. R$ 10,00 meia R$ 6,00 comerciário 09/06 a 29/07. Terças e quartas, às 21h30

Criação de Brinquedos Inteligentes Com Ralph Friedericks (cineasta, fotógrafo e professor; é sócio-diretor na Ma z Filmes e Produções). A par r de um kit de montar metálico, o par cipante criará seus próprios brinquedos. Inscrições no Local, no dia da a vidade (15 vagas). Espaço de Tecnologias e Artes. Não recomendado para menores de 10. Grá s. 31/05 a 28/06. Sáb., dom.e feriados das 13h30 às 16h30

O Narrador O performer compar lha com o público presente vivências próprias, todas elas relacionadas com a morte de parentes e amigos. Dramaturgia e performance: Diogo Liberano. Composição musical: Angel de Rodrigo Marçal. Colaborações ar s cas: Adassa Mar ns, Caroline Helena, Flávia Naves, João Pedro Madureira e Natássia Vello. Registro fotográfico: Anna Clara Carvalho. Registro a u d i ov i s u a l : P h i l i p p e B a p ste . A u d i tó r i o . Não recomendado para menores de 16. R$ 20,00. R$ 10,00 meia R$ 6,00 comerciário 12/06 a 01/08. Sextas, às 21h30 12/06 a 01/08. Sábados, às 19h Música Silvio Giane Quarteto Grupo formado por Silvio Gianne (trombone e voz), Dino Barioni (guitarra e violão), Silvio Mazzuca Jr. (contrabaixo) e Welington Moreira Pimpa (bateria), que interpreta choros e bossa-nova, baseado no disco recém gravado "Sambas e Choros", de Silvio Gianne . Livre. Grá s. 24/06. Quarta, às 20h Rosa Passos canta Djavan Show baseado no repertório do CD “Samba Dobrado – Canções de Djavan”. Livre R$ 20,00. R$ 10,00 meia R$ 6,00 comerciário 26 a 27/06. Sexta e sábado, às 21h 28/06. Domingo, às 18h

Cinema e vídeo COLEÇÃO ORSON WELLES Exibição de filmes em comemoração ao centenário do renomado cineasta Orson Welles. Mr. Arkadin Re rada de ingressos com 1 hora de antecedência n a b i l h e te r i a . Te a t ro ( 2 0 0 l u ga re s ) . N ã o recomendado para menores de 14. Grá s. 23/06. Terça, às 19h30 Falstaff Re rada de ingressos com 1 hora de antecedência na bilheteria. Teatro (200 lugares). Livre. Grá s. 30/06. Terça, às 19h30

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS Os Cabelos de Crisálida e Outros Contos Cabeludos Com Emilie Andrade. A escritora contará três histórias de diferentes categorias, mas que têm em comum personagens femininos e suas relações simbólicas com os cabelos: a menina Crisálida, personagem do livro de sua autoria; a Medusa, do mito grego; e Rapunzel, representante dos contos de fadas. Área de Convivência. Livre. Grá s. 27/06. Sábado, às 16h

Vila Mariana 15 a 30 de junho TRIBUTO A BADEN POWELL - COM MARCEL POWELL, GILSON PERANZZETTA, VICTOR BIGLIONE E HAMILTON DE HOLANDA Em 2015 completam 15 anos de morte do Baden Powell e, em sua homenagem, os instrumen stas Marcel Powell (seu filho), Gilson Peranze a, Victor Biglione e Hamilton de Holanda apresentam show instrumental com composições de Powell e de outros autores influenciados por ele. Limitado a seis ingressos por pessoa. Não recomendado para menores de 12. Dia 25, quinta, às 21h. Teatro R$ 25,00. R$ 12,50 (meia-entrada). R$ 7,50 (Credencial Plena). Pedro Mariano Com várias indicações ao Grammy, Pedro M a r i a n o é u m d o s m a i s i m p o r ta nte s intérpretes do pop contemporâneo no Brasil. Apresenta repertório de seu úl mo CD 8 , além de outras como Chove Chuva , em referência à fama de São Pedro de controlador do tempo. Limitado a quatro ingressos por pessoa. Não recomendado para menores de 12. Dia 26, sexta, às 21h Teatro R$ 30,00. R$ 15,00 (meia-entrada). R$ 9,00 (Credencial Plena). João Donato João Donato, instrumen sta, arranjador, cantor e compositor, com mais de 80 anos de carreira, a p re s e nta re p e r tó r i o e m i n e nte m e nte instrumental, explorando seu piano único, que trafega do samba ao erudito, passando pelo jazz e pela bossa nova. Inclui especialmente nesse show músicas que fazem referência a São João e às festas populares tradicionais. Limitado a quatro ingressos por pessoa. Não recomendado para menores de 12. Dia 27, sábado, às 21h Antônio Nóbrega Pesquisador de música e dança populares, Antônio Nóbrega apresenta-se em formação septeto com peças arranjadas especialmente para o projeto, com referências em Santo Antônio, além do repertório de seu úl mo trabalho. Limitado a seis ingressos por pessoa. Não recomendado para menores de 12. .


pg. 16 Jun. 2015

O JORNALEIRO AMIGO

Retire o seu exemplar do FOCO em qualquer uma das bancas abaixo: Banca A Chapa

Banca Ana Rosa

Rua Heitor Peixoto, 430 Aclimação - SP Tel.: 3341-332

R. Cons. Rodrigues Alves, 20 - Vila Mariana - SP Tel.: 11 5571-4304

Juscelino

Índio

Revistaria Cardoso

Revistaria Chico Rosa

R. Ouvidor Portugal, 732 Vila Monumento Tel.: 2062-2448

Rua Silva Bueno, 870 Ipiranga - SP Tel.: 3596-4688

Raimundo

Banca Lins Av. Lins de Vasconcelos, 3329 - Vila Mariana - SP Próx. ao Metrô

Sergio

Banca do Nito Rua Silva Bueno, 564 Ipiranga - SP Tel: 98030-6826

Nito

Chico Rosa

Banca Bom Pastor Rua Bom Pastor, 822 Ipiranga - SP Cel.: 9 6938-9966

Wilson Romano

Banca Goiás

Banca Cambuci Largo do Cambuci, 210 Cambuci - SP Tel.: 3445-0339

Ariston

Banca do José

R. Domingos de Morais, 1947 - Vila Matriana - SP Tel.: 4324-6915

Av. Lins de Vasconcelos, 1978 - Vila Mariana - SP Tel.: 5081-0773

Sergio

Rosália

Banca L. Carmo

Banca Marshmallow

Banca Maranhão

Av. Lins de Vasconcelos, 1601 - Vila Mariana - SP Tel.: 2679-4360

R. Dr.Neto de Araujo, 33 Vila Mariana - SP Tel.: 2985-3719

R. Almeida Torres, 349 Aclimação - SP TEL. 3207-5464

Elizer

Lourival

Ricardo

Banca Pelotas

Banca Topázio

Banca Vergueiro

Rua Pelotas, 14 Paraíso - SP Tel.: 2365-2562

Rua Topázio, 641 Aclimação - SP Tel.: 3271-4412

Rua Vergueiro, 6320 Ipiranga - SP Tel.: 2768-9782

Ronaldo

Francisco

Marco Antonio

Os melhores lançamentos da semana, você encontra na banca de sua preferência.


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.