Page 1

OUTUBRO DE 2010

O domínio do Jangadeiros San Chico 2 busca o BrasileiroPág. 4 Equipe Olímpica em LondresPág. 5 Hobie Cat 16 no Mundial Pág. 6 Classe Optimist na disputa do tetra Pág. 7

Kamikaze XI vence o Conesul Pág. 7Pág. Central Revista A Jangada n04.indd 1

06/10/2010 11:26:32


Palavra do Comodoro A Revista A Jangada é uma publicação do Clube dos Jangadeiros, de Porto Alegre, com circulação dirigida aos seus sócios, clubes náuticos, entidades esportivas e imprensa.

DIRETORIA DO CLUBE DOS JANGADEIROS – 2010/2012 Renê dos Santos Garrafielo Comodoro Luiz Francisco Gerbase Vice-Comodoro Administrativo Francisco de Paula B. de Freitas Vice-Comodoro Esportivo Jorge Decken Debiagi Vice-Comodoro de Obras e Patrimônio Cristiano Roberto Tatsch Vice-Comodoro de Desenvolvimento e Marketing André Jobim de Azevedo Diretor Jurídico Luiz Fernando Schramm Pereira Diretor da Escola de Vela Mario Roberto Dubeux Diretor Técnico de Vela Olímpica Airton Schneider Diretor de Vela de Oceano Renato da Costa Brito Diretor de Vela de Monotipos

Caro associado Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer a todos que apoiaram esta nova Comodoria eleita para o biênio 2010 / 2012. Tenho a certeza de que nossa equipe trabalhará para termos um Clube dos Jangadeiros ainda melhor para todos os sócios. Realizaremos uma gestão planejada e comprometida com nosso orçamento, modernizando os métodos e processos de forma contínua, através de investimentos e treinamentos de nossos colaboradores, pois atender aos sócios com excelência é nosso objetivo. Nossa infra-estrutura também requer investimentos permanentes em manutenção, bem como em melhorias e novas obras para atender as demandas dos sócios e de seus familiares. Neste sentido estamos finalizando a reforma da piscina e preparando todo o ambiente para a temporada de verão. Estão previstas também reformas das nossas churrasqueiras e dos banheiros da ilha, por exemplo. A colaboração de todos associados é fundamental para fazermos um Clube dos Jangadeiros que nos encha de orgulho, por nossas conquistas Sociais e Esportivas.

Atila Pellin de Lima Diretor de Vela Infanto Juvenil

Renê Garrafielo Comodoro

Pedro Luiz Gomes Boletto Diretor de Cruzeiro CONSELHO DELIBERATIVO Manuel A Ruttkay Pereira Presidente Pedro Cesar de Oliveira Fº Vice-Presidente Paulo Tupinambá Secretário CONSELHO FISCAL Tuffy Calil Jose Michael Weinschenck Mario Fernandes Teixeira Gilberto de Carvalho Paulo Tupinamba B. Fernandes Caio Mario F. N. da Costa Membros Suplentes Paulo Tupinambá Gilberto de Carvalho Mario Fernandes Teixeira Revista A Jangada Produção e Edição: Agência Office Press Comercialização: Alexandre Dallapicola Tel.: 3233.7334 – alx@dft.com.br Jornalista Responsável: Guto Moisés – Fenaj 6543/RS Reportagens: Márcio Azambuja Fotos: Banco de Imagens/Jangadeiros Projeto Gráfico e Diagramação: Imagine Design Tiragem: 1.500 exemplares Distribuição Dirigida

20 anos de Troféu Cayrú O Troféu Cayrú completa 20 anos de realização. Para comemorar estas duas décadas da tradicional regata de vela de oceano, o Clube dos Jangadeiros, anfitrião do evento, está ultimando os preparativos para as regatas que acontecem dia 16 e 17 de outubro. A competição é uma referência entre as principais competições de vela de oceano no Estado, com a participação de barcos do Clube dos Jangadeiros e dos clubes co-irmãos Veleiros do Sul e Iate Clube Guaíba. De acordo com a Federação Gaúcha de Vela, são esperados mais de 60 embarcações e 200 velejadores nos dois dias de regatas. As inscrições para o XX Troféu Cayru abrem no sábado, dia 16, pela manhã e, no domingo, dia 17, pela manhã, para o Velejaço. A competição faz parte da história da vela gaúcha e, em especial, do Clube dos Jangadeiros através de seu patrono Leopoldo Geyer, que navegou com o

barco Cayru nas águas do Guaíba para comemorar o centenário da Revolução Farroupilha. O barco foi um dos primeiros a cruzar a temida Lagoa dos Patos, velejando entre Porto Alegre e Rio Grande.

2

Revista A Jangada n04.indd 2

06/10/2010 11:26:37


Inf orme Jangadeir os

Renê é o novo Comodoro Em uma noite especial, com a presença de sócios, de convidados especiais e de autoridades, foi realizada a posse da nova Comodoria para a gestão 2010-2012. Renê Garrafielo assumiu o cargo após duas gestões exercidas por César Augusto Rostirolla. Com cerca de 150 pessoas presentes na cerimônia de posse, houve a manifestação do Secretário do Conselho Deliberativo, Paulo Tupinambá, que prestou uma homenagem ao César Rostirolla, que se despedia de uma gestão pautada

Renê falou dos planos e metas para sua gestão

pela introdução de um Orçamento Anual e do equilíbrio financeiro do clube. Já Christiano Tatsch, que foi empossado como Vice-Comodoro de Desenvolvimento e Marketing, falou em nome dos associados e agradeceu à Comodoria liderada por Rostirolla pelo empenho em criar processos de aperfeiçoamento da administração, conduzindo o clube para investimentos e na realização de inúmeras aquisições para o clube, além de melhorias em todo seu patrimônio. A nova Comodoria ficou as-

sim composta: Renê Garrafielo, comodoro; Luiz Francisco Gerbase, vice-comodoro administrativo; Francisco de Paula Freitas, vice-comodoro esportivo; Jorge Decken Debiagi, vice-comodoro de obras e patrimônio e Christiano Roberto Tatsch, vice-comodoro de desenvolvimento e marketing. A solenidade encerrou com uma queima de fogos de artifício, oferecida pelo Bazar Bahia, que levou todos ao deck do restaurante da ilha para um brinde com champanhe, patrocinado pela SP Eventos.

Paulo Tupinambá presentiou o casal Marisa e César Rostirolla

Dia da Criança é no Jangadeiros A tradicional festa do Dia da Criança do Clube dos Jangadeiros terá dose dupla neste ano: será realizada dia 12 e 17 de outubro. Nos dois dias haverá muito divertimento para a criançada com inúmeras atividades nos ambientes da Ilha. Vai ter esporte, brincadeiras infantis e as guloseimas mais gostosas para saborear neste dia tão especial. No dia 12, a brincadeira começa às 10h e vai até às 18h; já no dia 17, o horário

é das 14h às 19h, quando os pais velejadores irão competir na 20ª edição do

Troféu Cayrú. Os eventos são patrocinados pela Clínica Segir. 3

Revista A Jangada n04.indd 3

06/10/2010 11:26:38


CLASSE ORC

San Chico lidera na ORC Internacional

Tripulação vencedora: depois de Ilhabela o San Chico 2 busca o troféu brasileiro

Na liderança do Campeonato Brasileiro na classe ORC Internacional 600, o barco San Chico 2, timoneado por Francisco Freitas, está preparado para seu próximo desafio, que será a última etapa do campeonato brasileiro da categoria, que ocorre entre os dias 30 de outubro a 2 de novembro, no Rio de Janeiro. Até lá a equipe está treinando com um barco J/24 em Porto Alegre. “Para nós, é muito bom saber que estamos liderando o brasileiro e que vamos lutar para trazer este título para o o clube”, disse Xico Freitas. O San Chico está cinco pontos na frente do barco 40.7 Zeus, do comandante Inácio Vandressen, do Iate Clube Santa Catarina; e terá que fazer um bom campeonato para manter a liderança e confirmar o título.

Ilhabela Sailing Week

Olímpicos

O barco San Chico 2 esteve em São Paulo, onde ficou em segundo lugar na classe ORC Internacional 600, no Ilhabela Sailing Week, principal evento náutico da América Latina. Ao final da oitava e última regata da competição, três embarcações terminaram empatadas e, no critério de desempate, o barco Ventaneiro, timoneado por Renato Cunha, foi o grande vencedor. Com a mesma pontuação, mas perdendo nos critérios, Zeus terminou em terceiro lugar. Com um dia de antecipação, o barco Gol/Touche Super, que teve o atleta olímpico Gustavo Thiessen como tripulante, venceu na ORC Internacional 500, depois de dois vicecampeonatos seguidos.

Comandados por Fernanda Oliveira e Ana Barbachan (equipe Olímpica), por pouco o barco Diferencial não venceu na classe ORC Club 700 nas regatas disputadas no litoral paulista. O barco ficou apenas a dois pontos de diferença do barco Ângela VI, timoneado por Renato Plass, foi o ganhador e o barco Diferencial ficou na segunda posição. Já na S40, nova classe de oceano, o barco Mitsubishi, da dupla olímpica do Jangadeiros da classe 49er, André Fonseca e Marco Grael, que foram comandados pelo medalhista olímpico Torben Grael, terminou em segundo lugar. O vencedor foi Eduardo de Souza Ramos, com o barco Pajero.

4

Revista A Jangada n04.indd 4

06/10/2010 11:26:42


OLÍMPICOS

Equipe olímpica competiu em Londres

Equipe Olímpica encerrou a temporada na Europa, competindo em Weymouth, onde serão realizados os Jogos Olímpicos de 2012

A dupla gaúcha da classe 470 feminina e representantes do Clube dos Jangadeiros, Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan, ficou em oitavo lugar na medal race, a regata da medalha, da semana pré-olímpica de Weymouth, realizada na raia onde irão acontecer as regatas dos Jogos Olímpicos de Londres. Mesmo com o resultado, Fernanda e Ana não conseguiram melhorar em relação ao dia anterior e acabaram em 10º lugar na classificação final do Skandia Sail For Gold Regatta. A dupla comemorou o resultado, já que a medalhista olímpica Fernanda Oliveira competiu machucada, o que atrapalhou o desempenho na competição. Mesmo assim, conseguiram ficar entre as dez melhores. Quarenta e seis barcos competiram na categoria. Na mesma classe, só que masculina, Fábio Pillar e Gustavo Thiessen ficaram em 37º lugar, entre 60 competidores. Já na classe 49er, a dupla André Fonseca e Marco Grael finalizaram na 26ª coloca-

ção na classificação geral, que tinha 58 barcos velejando. Mais de 800 velejadores de 57 países participaram do evento. A viagem e participação da equipe brasileira estão sendo patrocinadas pela Confederação Brasileira de Vela e Motor e Comitê Olímpico Brasileiro (COB), com recursos da Lei Agnelo Piva.

Temporada Europeia Com esta competição, a equipe olímpica de vela do Clube dos Jangadeiros encerrou sua participação no circuito internacional na temporada de 2010. Após competir na Espanha, França, Alemanha, Holanda e Inglaterra, os velejadores estão de volta a Porto Alegre e neste segundo semestre vão aprimorar os treinamentos para os desafios da próxima temporada. A melhor colocação da equipe foi o quarto lugar conseguido por Fernanda e Ana em Palma de Mallorca, na Espanha. De acordo com Paulo Ribeiro, treinador da classe 470,

além de treinar mais dentro d’água, será trabalhada também a questão do desenvolvimento de equipamento, telemetria e a tecnologia aplicada para o barco estar mais adaptado com as condições dos locais das regatas internacionais. “Nos ventos fracos fomos bem no circuito internacional, mas temos que melhorar bastante em ventos fortes, que é a tendência no circuito europeu”, destaca o treinador.

Campeonato Brasileiro Agora, os principais objetivos dos velejadores são o Campeonato Brasileiro em janeiro no Rio de Janeiro e a pré-olimpica em Florianópolis, marcada para fevereiro. “Devemos ir com mais antecedência a estes campeonatos para ficar bem aclimatados com os locais das regatas e manter o resultado deste ano”, conclui Paulo Ribeiro. Estes dois campeonatos definem a equipe olímpica de vela do Brasil para o ano de 2011. 5

Revista A Jangada n04.indd 5

06/10/2010 11:26:45


HOBIE CAT 16

Mario Dubeux e Karolina Bauermann no Mundial O velejador do Clube dos Jangadeiros Mario Dubeux e sua proeira Karolina da Silva Bauermann terminaram em 21º lugar no Campeonato Mundial de Hobie Cat 16, realizado em setembro na cidade chinesa de Weihai. Pela primeira vez na história, uma dupla da flotilha gaúcha conseguiu passar para a fase final de um mundial na categoria Open. A outra dupla brasileira na fase final, Felipe Meneses e Gilberto Félix, terminou na 41º posição, entre 56 duplas. Os vencedores foram os franceses Jerome Le Gal e Enrick Obert. Dubeux também competiu na categoria master, junto com o proeiro chinês Fushan Zhu e terminou na nona colocação na categoria para velejadores acima de 45 anos. Disputado pela primeira vez em 1976, nos Estados

Resultado inédito: dupla gaúcha conseguiu passar para a fase final de um mundial no Open

Unidos, está é a primeira vez que o Mundial foi disputado na Ásia. Mais de

400 velejadores de 30 países participaram do evento.

Flotilha de Laser ganha novos velejadores Depois de passar pela Escola de Vela Barra Limpa e pela flotilha de Optimist, ambas no Clube do Jangadeiros, as crianças e adolescentes que competem na vela precisam trocar de classe, já que muitos tem que sair da Optimist por causa da idade, peso, altura e pela

busca de uma classe que oferece acesso para outras competições em todos os níveis. Agora, em 2010, depois de um bom tempo sem se desenvolver de uma forma tão numerosa, quase todos que saíram do Optimist acabaram se transferindo para a classe Laser, crian-

Júlia, com incentivo de seus pais, será a nova integrante da classe Laser

do um grupo grande de velejadores. Os atletas que hoje estão na nova flotilha de Laser fizeram o caminho tradicional e estão prontos para uma nova etapa de competições. Com toda esta bagagem e experiência ao longo destes anos, agora eles buscam um novo desafio, que será na Laser 4.7 ou na Radial. Neste primeiro momento, todos estão treinando bastante para uma adaptação rápida e para conseguir uma evolução dentro da classe. Os treinos supervisionados pelo técnico Atila Pellin acontecem duas vezes por semana, nas segundas e quintas-feiras a tarde. Conforme o treinador, a classe laser está em crescimento dentro do clube. “A meta daqui para frente é a preparação para os campeonatos do final do ano. Vamos participar do Campeonato Gaúcho e da semana de Buenos Aires em outubro, do Sul-Brasileiro em novembro e assim estaremos preparados para o brasileiro da classe em janeiro do ano que vem, em Jurerê”, finaliza Pellin.

6

Revista A Jangada n04.indd 6

06/10/2010 11:26:47


CONESUL

Kamikaze XI vence o Conesul O barco Kamikaze XI, do Comandante Hilton Piccolo, representando o Clube dos Jangadeiros, foi o grande vencedor do 19º Circuito Conesul/Troféu Seival de Vela de Oceano, disputado em seis regatas entre os dias 10 e 20 de setembro. Além do título na classe ORC Internacional para Piccolo, o barco Delirium, comandado por Darci Rebelo, conquistou o terceiro lugar na principal classe de vela de oceano. O segundo lugar ficou com C´est La Vie VI, de Henrique Silva Dias, do Veleiros do Sul, anfitrião do 40º Troféu Seival. E na classe RGS, o vencedor foi o Mandinga, de Gustavo Erle Liz, seguido dos barcos Taz, de Airton Schneider, e do Magia, de Rodrigo Castro, ambos do Clube dos Jangadeiros. O comandante João Daniel Nunes, também do Jangadeiros, ficou em quinto lugar e Marcelo Bernd, do Buccaneer, ficou na oitava posição. A classe J/24, que encerrou a competição no sábado, teve como campeão o barco Iucca, de Ronaldo Ruschel. Nesta classe, o Clube dos Jangadeiros foi muito bem representado com a participação inédita do barco Equinautic, de Marcio Silva de Lima, que ficou em terceiro lugar na classificação final. Já na

E o barco Delirium, de Darci Rebelo, conquistou o terceiro lugar. Marcelo Bernd, com Buccaneer, fica com o título da Regata Farroupilha

21ª Regata Farroupilha, destinada para a classe RGS, o vencedor também foi do Clube dos Jangadeiros com o barco Buccaneer, de Marcelo Bernd, ao chegar às 19h53min48s da noite de domingo. O Mandinga, de Gustavo Liz, ficou na quinta colocação, mas a boa média de resultados durante o Circuito lhe deu a vitória na classe. Na Lagoa dos Patos as tripulações enfrentaram vento forte,

que alcançou 32 nós de intensidade de direção leste, ondas altas e baixa temperatura que castigaram os velejadores. Na opinião de alguns competidores, a perna entre os faroletes da Barba Negra e Desertas foi a mais difícil de navegar, em razão de um duro contravento. No final da madrugada, a calmaria prolongou ainda mais o tempo da regata, maltratando as já cansadas tripulações.

Classe Optimist em busca do tetra gaúcho No segundo semestre deste ano, a classe Optimist passou por uma readaptação devido a saída de vários velejadores. Hoje, a classe conta com 12 velejadores mesclando experiência e juventude, todos com formação na escola de vela Barra Limpa. Para o treinador da classe, Atila Pellin, o principal objetivo é conquistar o tetracampeonato gaúcho, que ocorre no mês de outubro. “Também entre as metas para o final do semestre é realizar algumas clínicas no Rio de Janeiro e treinar no local onde será realizado o campeonato brasileiro da classe, em janeiro de 2011”, comenta Atila. Além destas duas competições, vale ressaltar

a boa participação de Guto Mergel, Tiago Brito e Lucas Aydos no Campeonato Norte-Nordeste, realizado em julho na praia de Maria Farinha em Recife. Brito e Aydos também participaram do Brasil Centro de Optimist, entre os dias 3 a 7 de setembro, em Ilhabela, São Paulo. Nesta competição, decidida nos momentos finais da última regata, Tiago Brito, mesmo vencendo quatro regatas, acabou em segundo lugar e o vencedor final foi o velejador Gabriel Elstrodt, do Yacht Club Santo Amaro. Já Lucas Aydos, outro representante do Jangadeiros, também conseguiu um belo resultado e terminou em 11º lugar entre 77 participantes.

Tiago Brito é destaque na classe Optimist

Agora, a flotilha de Optimist se prepara para o estadual da categoria, que acontece em outubro. 7

Revista A Jangada n04.indd 7

06/10/2010 11:26:49


Revista A Jangada n04.indd 8

06/10/2010 11:26:51

A Jangada: Outubro de 2010  

Revista do Clube Jangadeiros