Page 22

VIGAS

PAREDES

CHAPAS FURADAS

EXTERIOR

ANCORANTES

JUNÇÃO PRINCIPAL - SECUNDÁRIA A ampla escolha de sistemas de junção permite a satisfação de exigências projectuais diversificadas: as ligações entre elementos de madeira devem assegurar resistência estática e confiabilidade em caso de incêndio garantindo, ao mesmo tempo, um bom resultado estético.

SEGURANÇA ESTÁTICA DEFINIÇÃO

A ligação viga principal-viga secundária nas estruturas de madeira é esquematizável por meio de uma junção em forma de dobradiça que vincula os elementos à translação, mas não à rotação, diferenciando-se, portanto, do vínculo de encaixe (recorrente viceversa nas estruturas de betão). A união está apta, de facto, a transferir o esforço de corte e a tensão axial da viga secundária para a viga principal, mas não um momento de flexão ou torção.

JUNÇÃO DE DOBRADIÇA

JUNÇÃO DE ENCAIXE

ANÁLISE FV

O sistema de ligação não é uma junção pontual, mas é constituído de mais elementos que interagem entre si. A conformação geométrica da ligação gera, contextualmente à transferência do corte, um momento parasita com consequentes tensões adicionais sobre os elementos (tracção sobre as fixações/compressão sobre a viga principal).

RT

RC

SOLUÇÃO Os valores de resistência são certificados (marcação CE), calculáveis (conforme ETA) e elaborados pela rothoblaas em função das exigências do projectista (documentação técnica). FV

FLAT

FAX FUP

22

Conforme a tipologia da ligação, haverá diferentes resistências nas várias direcções: • FV = corte para baixo • FUP = corte para o alto • FLAT = corte lateral • FAX = tracção axial

Profile for Rothoblaas

Chapas e ligadores para madeira - pt  

New catalogue - "Plates and connectors for wood"

Chapas e ligadores para madeira - pt  

New catalogue - "Plates and connectors for wood"