Issuu on Google+

p. 1


p. 2


“Vire-a sagrada página da salvação”

p. 3


“Vire-a novamente...”

p. 4


“De novo!”

p. 5


CONSTITUIÇÃO DO DOGMA DEI VERBUM SOBRE A REVELAÇÃO NÃO TÃO DIVINA Pelos seus descíclopes, através de tuas ideias filhos da criação, Julio Castaway e Fabricio Soares, servos do senhor dos vales dos pixels, a sagrada comunidade de Dr. Roberto.

INTRODUÇÃO

1 A palavra dos descíclope é sagradamente auscultada e com coragem proclamada pelo concílio, que nunca existiu mas faz de conta que existe. Faz suas palavras, sagrado Dr. Roberto “...” (Dr. R 1,2) Por isto, seguindo tuas palavras do Vale do Pixels com a divindade do Vale dos Cogumelos, onde o homem crê em tua doutrina, faça desta leitura a tua crença, a tua fé, a tua salvação, a tua macumba e levai-te até a tua catacumba.

I. A revelação como tal A tua natureza e o objeto da revelação

2 Através das palavras de teus membros, com tua insígnia, Dr. Roberto e Dom Mafagafo I. Da criação de Orkut Büyükkökten, até a glorificação e construção do império do Vale dos Pixels, a grande comunidade 19995965, nossos fieis membros revelam para que levais e seja conhecido seus ministério e tuas palavras aos seus filhos bastardos e por todos aqueles que um dia veneraram da tua própria vontade, a vontade de fazer parte de nosso universo e de nossa história. II.

A tua palavra deve ser lida com Fé “Leia tutô! atatatatatata...”

3Para tua palavra divina quis Teus fieis membros frutos da vida antissocial manifestar-Se e comunicar-Se a si mesmo e os decretos eternos de tuas vontades, seja assim, após tua leitura irás pagas o teu dízimo para manifestarSe a sua fé com as palavras sagradas dos filhos do vale.

III.

Nem tanto antigo Testamento

4Escrita pelos filhos de Dr. Roberto todo poderoso, palavra sagrada de vossos sobreviventes, filhos da guerra e do inicio de sua criação. Far-te-ás com tua fé e tua vontade interpretara conforme a tua inteligência ou falta dela o segue.

IV

Novíssimo ainda na fralda Testamento

5Escita pelos filhos de Dr. Roberto todo poderoso, palavra sagrada daqueles que não testemunharam a discórdia e homens belicosos. Far-te-ás com tua fé e tua vontade interpretara conforme a tua inteligência ou falta dela o segue.

p. 6


BÍBLIA NEM TÃO SAGRADA DOS DESCÍCLOPES DO VALE DO PIXEL UMA IDEIA DE JULIO CASTAWAY E FABRICIO SOARES Escrita pelo administrador e senhor das profecias, FÁBIO ARAÚJO, proclamado Rothmans não sou muito legal não.

Editora Nicanicanur de Chesus Acre-(?)

p. 7


PRÓLOGO A TRADUÇÃO

Sua santidade, o Papa L I, em 1896 na Encíclica “Divino Mafagaffus Spiritu libera me a ipsum a Rede Tv a rede de TV que mais cresce no Brasil” Assim determinou: “Essa bíblia é uma produção independente e de responsabilidade de seus idealizadores, portanto se você se sentir ofendido, foda-se”..lol, lol, lol o/ XD, piada interna que ninguém entende, amém”.

Devido a intensa procura pelos exemplares bíblicos do Vale do Pixel, é de total ética e respeito aos fieis leitores que nada, absolutamente nada foi alterado ou/e manipulado no livro sagrado do Senhor. Teus apóstolos criadores e escritores da comunidade, desde São Alan Nicanicanur Da Cabeça Grande até Santa Ylana da sobrevivência, onde tuas palavras e tuas ortografias foram preservadas da forma mais natural possível. Os relatos de teus filhos, membros sagrados da comunidade estão separados por ordem alfabética porque o Senhor Mafagafo Misericordioso quis assim. Monges do alto da montanha do Pico de Piracuama das tuas águas sordidez, localizado do extremo Leste de Pindamonhangaba a 20km do Habib's onde a esfiha custa 0,89 centavos cada, deram te a vida as palavras do senhor para conserva-as vossas sábias e originais palavras sem a alteração e/ou manipulação de qualquer homem do sangue frio que possa suja-las com suas blasfêmia condenáveis.

Resumindo: Tá tudo do jeitinho que me enviaram por e-mail. Amém!

p. 8


ÍNDICE

A criação e origem de tudo segundo: 1.Senhor Misericordioso Dr. Roberto ----------- P.09 2.São Rothmans Da Inclemência------------------P.10 Nem tão antigo testamento: 1.Santa Angell Protetora Das Lhamas verdes-- ---I 2.Santa Beatriz Torres Das Piulas Sagradas ------ IV 3.São Drey Da Cabeça descomunal----------------VII 4.São Ferns Da pacificação Fracassada------------VIII 5.São João Hebert Crash------------------------------IX 6.São Jeanderson Micróbio---------------------------IX 7.São Junior Do fundo azul ---------------------------X 8.São Miguel Do Ouriço Verde ----------------------XI 9.São Cortez Do Fundo do Mato--------------------XII 10.São Ricardo Rico Do Anonimato ----------------XIII 11.São Rothmans Da Inclemência-------------------XIV 12.Santa Ylana Da Sobrevivência---------------------XVI Novíssimo ainda na fralda testamento: 1.São Alan Nicanicanur Da Cabeça Grande-------------XVIII 2.Santa Débora Argôlo Da Inocência----------------- ----XVIII 3.São Fabricio Da Deselegância----------------------------XIX 4.São Jordy Do Alonismo-------------------------------------XXI 5.São Júlio Boiadeiro De Porangaba----------------------XXI 6.Santa Leticia Da Retardadisse----------------------------XXIV 7.Santa Lohana Guimarães Da Ausência-----------------XXV 8.São Lucian Donizetti Da Alcunha Desconhecida------XXVI 9.São Luiz Dos Negros e Oprimidos-----------------------XXVI 10.Santa Maiara Do Orkuticidio---------------------------XXVII 11.São Matheus Rodrigues Da Fealdade------------------XXVIII 12.São Public Dos Fakes---------------------------------------XXIX 13.São Renato Morais Da Montagem Tosca--------------XXX 14.Santa Roberta Do Não sinto O Mesmo Por Você-----XXXI 15.Snt. Vick Filha De São Drey Da Cabeça Descomunal-XXXI 16.Santa Laris Do Peso Pesado--------------------------------XXXIII 17.Santa Ananda Do Peito Cabeludo-------------------------XXXIV 18.Evangelho de DEUS(Fernando)----------------------------XXXVI O Apocalipse segundo: 1.Senhor Misericordioso Dr. Roberto -----------XXXVII 2.Santa Laris Do Peso Pesado------------------XXXVIII *Bonus RAP Sagrado da Cmm - XXXIX

p. 9


SENHOR MISERICORDIOSO DR. ROBERTO (1-1) A Criação

“...”

Palavra da Salvação, glória vosso senhor

p. 10


SÃO ROTHMANS DA INCLEMÊNCIA (1-03) A criação

N

o principio Dr. Roberto fez um curso de programação especializado em linguagem Wiki 1. O resto não nos interessa, amém. 2 Em meados daquele tempo mórbido e gelado o teu criador, Santo Divino da Criação, Daniel Polido com seu Fake de nome incógnito deu origem ao reino cuja sua venustidade3 encantava os olhos de seus primeiros habitantes. E o espírito de sua divindade rondava pelos tópicos observando vossos filhos. 4E teu criador do Vale disse: “Crie-te primeiro tópico”. 5 E assim foi um fracasso pois os teus primeiros membros tratavam-no com repudia6 .

2 E um servo do senhor6 veio para o grande Vale proliferar tuas sábias Palavras, teu nome, ó, Sir Mafagafo I, criador dos criadores, homem que com generosidade transformou o Vale do Pixel em um lugar harmonioso, e feliz, onde todos se odiavam e falavam mal do próximo. Deu-se a vida, ao Grande e então conhecido Vale dos Pixels da Desciclopédia7. Teus imensos tópicos de questionamentos eram dos mais belos e nonsenses de todo o Vale e seus arredores. A grama do vizinho

nunca era mais verde que a nossa, que brotava de flores a cogumelos alucinógenos. Com a partida de seu fiel membro o grande Mafagafo I, deixa teu legado ao São Rothmans da Inclemência que deu origem aos seus incríveis tópicos onde pregava tuas palavras para manifestar-se seu amor frio ao Vale. Dos tópicos que deixaram legado, glorioso seja o xingue o fdp acima, onde era possível ver amor e carinho entre seus membros. Glorioso e santificado seja o tópico confessionário dos descíclopes onde vossos filhos desabafavam as suas dores e expressavam seus sinceros sentimentos, glorioso e santificado seja o tópico comente a foto do infeliz acima, onde vossos filhos de palavras convidativos expressavam dos mais profundos e belos sentimentos.

3 Achado em pedras virtuais, nos mais esquecidos dos tópicos, o senhor criador do Vale deixa-nos tua oração para que teus filhos a pregassem quando se sentisse cabisbaixo e //chateados8. E então da montanha para seus fieis, o criador deu um CTRL A em teus filhos e pregou a eles: Dr Roberto nosso que criou teu vale Santificado seja vossos membros Vem a nós o vossos tópicos Seja feita a tua moderação Assim na comunidade como em teus desencontros Perdoais nossos flamewars assim como nós perdoamos as ortografias e não deixais perder essa união

1-Faculdade de Massachusetts .2-Criação do Orkut 3-Procure no dicionário 4-O olho que tudo vê 5-*Plin* e tudo se formou! 6-Ignoravam a existência de uma união 7-Comunidade, dããã 8- Surto psicológico bipolar ou tristeza constante na hora do tédio

nos livrais do ban amém

p. 11


Nem tão antigo testamento

Santa Angell Protetora das Lhamas Verdes (1-4)

S

anta das Lhamas, sagrada e eterna banida por todos os administradores do Chat, irmã de chat de Santo Rothmans Da Inclemência. Tornou-se Pastora e protetora de tuas lhamas onde raramente

frequentava junto com elas os confins da comunidade. Salve a sagrada palavra de Santa Angell Protetora das Lhamas Verdes.

1-Bem, eu fui a ultima pessoa a enviar o relato. Confesso que por uma série de fatores. Eu participei de metade da "vida" da CMM, tendo ficado por aproximadamente 2 anos e meio. Foi um tempo suficiente para adquirir muitas lembranças, momentos bons e momentos não tão bons assim. Minha memória não é tão boa assim, mas há coisas e pessoas que marcaram. O Papa L e o mistérios dos cabos apreendidos; CJ e sua luta diária para atravessar o Amazonas pendurado nos cipós; Glaupe e a aula de sexo que ela copiava da Wikipedia; Flá, flanela, flamengo; Não pise na grama nem alimente os animais a menos que o Drey esteja com fome... Eu passei a maior parte do tempo no chat do que na CMM, e lembro-me da época que semanalmente um membro era escolhido e virava capa do chat por 7 dias, tendo que suportar a "arte" do Roth no paint. E lembro-me que na minha vez, acabou virando "Chat da unha de abacate da Angell ¬¬" O Roth revelou seu lado colorado (não me leve a mal, Luan, mas colorado adoram uma...) certa vez ao mudar a foto do chat (Imagem ao lado) Houve a época dos parentescos, BFF e outras viadagens que você colocava no nick (Fulano: primo de ciclano, bff de beltrano ); Também lembro-me do dia em que o Roth admitiu estar parecido com o Elton John (e seus óculos de besouro [foto a esquerda]) ... e que nos mostrou seu lado anfíbio (foto a esquerda) Por incrivel que pareça eu tenho mais registros das conversas com o Roth (não consigo chamá-lo de Fabio, problem?) que foi com quem eu mais me aproximei na época ativa da dp. Mas nem só de momentos ótimos o chat viveu, posso dizer. A inconveniência de alguns membros provocaram muitas brigas, guerras e sei la mais o que, muuuuuuuitos bans foram dados (NÉ CJ AMAZONENSE?????????????????????????????????) e as duas figuras mais.... patéticas foram o André e sua escudeira Anak (carinhosamente chamada de Anal pela Flá, o que faz mais sentido do que Anak). 2-Mas, sem sombra de dúvidas quem mais marcou o chat foram as Lhamas. As minhas lhamas (sintam a possessão da pessoa). Eu sempre gostei de lhamas e girafas, mas as lhamas acabaram pegando e pouco a pouco todo mundo foi de "lhamatizando" o que rendeu boas histórias e bons momentos (que na minha opinião acabaram quando o Roth teve a ilustre ideia de colocar no subnick que iria fazer "lhamas marrons" e depois voltava pro chat ¬¬) Roth em seu momento paz e amor (e a escada da Flá no fundo)

simbolo do império u.u Lhama u.u

O inicio da regra onde o ping se tornava ban (vocês não estão cegos, o L namorava mesmo -n )

p. I


Natan, o sujeito que ninguém suportava Luan e seu banho anal (WTF?) 3-Foram dois anos e meio de muitas lembranças. Foram memórias inigualáveis e pessoas que fizeram a total diferença em nossas vidas. Foram amizades que se fortaleceram e se romperam e foram momentos que não voltarão. Tudo nessa vida tem um fim, todas as pessoas se encontram e se desencontro ao longo da vida. É uma parte da vida deixar ir, e guardar as lembranças é o que de mais especial nós temos. Toda ação produz uma reação, e eu duvido que alguem que passou pela cmm ou pelo chat, seja o mesmo de antes. E para encerrar, o PAPA L vos abençoa, seus meros mortais. Papa L /\. 4-Vamos às memórias: 12 de agosto de 2010: Eu falei merda ou voce pegou pesado e deturpou o que eu disse? Voce incitou um flame para poder colocar a culpa dos outros, pq querendo ou nao te atrapalhamos. E ainda apagou o topico definitivamente para ngm ver sua covardia Nunca disse que nao gosto da Dp, alias, gosto demais, mas sou usuaria e nao acho nenhuma graça ficar editando artigos la. Eh uma preferencia minha e ponto. Penso que tenho mais coisas para fazer do que ficar inventando piadas. Alias, sou uma pessima piadista. Gosto de ler. Voce eh um excelente piadista, fez otimos artigos, nao nego. Mas como gestor, pessoa que está a frente das Paginas de redes Sociais da DP voce destrata o que o site tem de mais importante: os usuarios. *Se essa comunidade é so para os editores, voce deveria ter colocado na descrição. E penso que eu, como todos que gostam da DP devem ter voz aqui. Voce pegou uma critica a seu modo de gestao e transformou como se fosse uma retaliação ao site. O site é otimo, mas os novos artigos nao estao como antigamente. Foi essa a critica que fiz, e voce colou e apagou a discussão, para que ninguem te contestasse. Agora o que eu acho besta é a gente ter defendido um amigo nosso que foi ofendido gravemente no chat, (no caso o Natan) e voce ter tomado as dores da angell, fazendo tudo isso virar uma briguinha idiota. Voce nao aceitou nenhum momento pessoas que simplesmente QUESTIONAM o seu modo de pensar. Prefere aceitar paga paus que nao influenciam em nada no seu crescimento. Nao me acho melhor que voce, alias que sou eu para falar isso. So vivi mais coisas e sei que é idiotice o que voce faz. Essa foi a primeira vez que apelamos, depois de inumeras vezes suas. *O seu problema que voce nao pode vencer e acaba apelando. O humor sutil das lhamas, assim como o de tantos artigos que voce escreveu nao deveria ser motivo de uma retaliação covarde como foi a de ontem. Voce pegou pesado colocando a imagem da mari tanto aqui como na DP. Voce pegou pesado deturpando o que eu disse. Ana Karolyna - Vulgo AnaK. -x-

Resposta do Roth:

Olá, de certa forma essa briga toda não vem de ontem. Muitos dizem que eu tenho pavio curto, sim eu tenho e vcs perceberam isso. O problema é que algo que não suporto são indiretas, a cmm desciclopédia durante 3 anos foi um lugar de amizades e paz, tanto que teve até amigo oculto rolando lá dentro.

p. II


Depois veio pessoas defendendo outras pessoas e gerou esse ódio mortal que nunca na minha vida presenciei isso, nem no ''cyber espaço e na minha humilde vida social. A respeito da Angell, ela era o tipo de pessoa que no começo eu torcia para que ela dissesse alguma besteira para eu dar um ban definitivo, mas tentei mudar o jogo e conhece-la com outros olhos e vi que apesar dela ter seus problemas pessoais que acabam ofendendo aos outros, ela é uma excelente pessoa, assim como qualquer ser humano que tem seu lado bom e seu lado ruim. É de fato que eu venho a defender pessoas com quem eu tenho um laço de amizade maior que qualquer outro, pois eu considero a amizade a o mais nobre dos sentimentos. E a partir do momento que outras pessoas insultam aquelas que a gente gosta, você começa a defende-la com suas próprias mãos, ou seja, comprando briga. Coincidentemente foi assim que começou o problemas com a Mari. Tentei uma vez deixar as coisas mais pacíficas no chat, mas era impossível. E na comunidade tinha as indiretas como aquela imagem da Lhama, e como disse logo no começo, meu pavio é curto e o fogo já tinha sido acesso. As coisas só pioraram quando o André fez aquilo com a comunidade, entendo o lado dele, mas também nunca ninguém quis entender o meu, o que chega a ser triste. Eu não quero mais causar briga nenhuma, vocês consiguiram o que é mais importante, criar um laço de amizade entre aqueles que me insultavam. Agora, eu também tenho os meus amigos, e não quero ler nada que desrespeito a eles, assim como vcs n gostaram de ver com a Mari. E também lembrando que vcs me desrespeitaram me acusando de algo que sou totalmente contra, que é pedofilia, pois qualquer relacionamento com a Fávia é de puro respeito e com a conscientização de seus pais, sou muito mais amigo dela do que namorado. Pedi ao Jonny para freiar a briga, que eu não quero mais dor de cabeça para nosso lado. Creio que seja impossível qualquer reconciliação por parte de nos todos, afinal, existe o ego que é maior que o próprio coração, portando é melhor cada um tomar o seu rumo, não guardarei rancor algum, eu prefiro esquecer dos inimigos e me procurar com os amigos. Espero que façam o mesmo Obrigado pelo seu esclarecimento -xFazendo o backup de meus lindos 18mil arquivos do pc que eu usava na época, tambem encontrei coisas memoráveis. Angie, the Lhama queen <3333333333333

p. III


Nem tão antigo testamento

Santa Beatriz Torres das Piulas Sagrada (4-14)

S

anta da misericórdia e das fãs, beatificada pelo Papa L em 1900 e guaraná com rolha. Criadora das Piulas, dinheiro dos pobres e oprimidos do Vale do Pixels. Amada por todas devido ao seu

implícito sorriso e jeito de cativar as pessoas. A primeira de todas as Santas e a representante feminina nem tão feminina do sagrado Vale do Pixel. Salve-as tuas palavras misericordiosas.

Meu relaxo relato 4~~Antes de conhecer e quando conheci a Desciclopédia.~~ A comunidade da Desciclopédia foi de grande importância na minha vida social. (Afirmativa verdadeiríssima) Confesso que minha vida pessoal nunca foi muito agitada, nunca tive amigos que viessem me visitar em casa (também nunca fiz questão), que eu sentisse falta ou que eu conversasse por muito tempo sem me entediar. Isso porque a maioria das pessoas não tem os mesmos interesses que eu, então eu também não tenho interesse nenhum por elas e meu passado foi muito forever alone. Tudo mudou quando conheci essa cmm... Antes de mais nada, lembro que eu conheci a Desciclopédia quando tava pesquisando sobre Hunter x Hunter na net e li um artigo onde eles zuavam esse, que é um dos meus animes preferidos de forma tão engraçada que eu não pude deixar de procurar mais e mais. O humor seco, sarcástico e descompromissado dos artigos passou a me cativar, tanto que todos os dias eu lia. (Já que eu não tinha nada pra fazer depois que voltava da escola e do curso). 5~~Entrando na cmm.~~ Meados de 2008: Fazia cursos depois da escola, mas quando voltava pra casa não tinha nada pra fazer, então decidi começar participar de comunidades no orkut. Não sei porque, eu sempre era largada às traças nessas comunidades de merda! ò__ó Deve ser porque os outros membros sempre foram recalcados, folgados e ignorantes, justamente por isso, eu nunca havia feito nenhum amigo em comunidades até aquele momento. Decidi participar porque gostava mesmo era do humor Descíclope, que assim como eu, utilizava de ironias e sarcasmos. Não me importava se alguém iria ou não me notar ali, o importante era eu ler coisa besta e dar risada, assim minhas tardes não seriam tão entediantes. 6~~Primeira impressão que tive dos nativos do local.~~ Na época que entrei, os membros super populares que tinham lá eram: Rothmans, Flá, Floyd, Caio, Lyli, Nune, Ylana, Sousa e Whell. Minha primeira impressão quando comecei ler os tópicos foi: “JESUS! QUE LOUCURA ISSO AQUI!!!! RIARIRAIR TÔ NO LUGAR CEEEEERTO MANOLOOOO!!” Motivos: 1º tópico que li: “100.000 posts até 2010” – Autor: Whell – Quantidade de postagens: Menos de 100, garanto! Tópico FAIL. 1ª enquete que votei:

p. IV


“O que deveríamos fazer com o Whellington se ele continuar fazendo tópicos inúteis”? Opções: - Jogar num ninho de mafagafos; - Tacar fogo e apagar na paulada; - Deixá-lo no Acre; - Agredí-lo em praça pública; - Que merda de enquete, vah tomanocu! E outras opções que eu esqueci! Autor da enquete: Lyli – Enquete foi UM SUCESSO!!! Ninguém aguentava mais os floods de tópicos inúteis do Whellington, então todos votaram. 1º Tópico que falaram comigo: Foi no “OBJECTION!” – Fiquei mow feliz quando a Lyli e o Floyd começaram conversar com minha pessoa, aí comecei me sentir aceita em uma comunidade pela primeira vez. Depois disso passei a conversar com a Flá, geralmente em tópicos estilo: “Falando nisso, você sabia?”, onde o pessoal não postava nada que prestasse. Viramos amigas depois quea vi confessando (no confessionário) algumas coisas sobre como começou gostar de Naruto e eu também gostava então foi amizade na certa! =D Até então eu não conversava com o Roth, motivo: Ele usava uma foto preto e branco e naquela época eu achava que ele já tinha uns 25 anos (cara de velho LOL). Ele estava sempre online, era 24 por 48hrs conectado, falando mal do trabalho, xingava deus e o mundo sem dó e nem piedade, tolerância zero com tudo e todos e isso me fazia imaginar que fosse um marginal. (Sinceridade, sinceridade lol). Minhas suposições se concluíram no dia que ele respondeu pro criador do tópico “Eu vim de 2015 para informar...”, as seguintes palavras: “Ah vai pra puta que o pariu na casa do inferno junto a puta da sua mãe e o corno do seu pai!” 7-Falando em falar mal do chefe: Sousa era expert nisso! Todas as noites, comentava comigo e a Flá que no dia posterior conseguiria ser mandado embora pela chefa maligna. Coisa que levou mais de 6 meses para se concretizar. 8-Curiosidade: Sousa e Carlin são os cachaceiros da cmm, tendo no 1º Amigo Descíclope o Sousa tirado o Carlin, ambos moram próximos e abriram o Amigo Descíclope com chave de ouro, ou seja, muita cerveja!!! Detalhe: Carlin no primeiro BBD (apresentado pela Ylana[que foi a criadora original do programa] e tendo como entrevistadora a Rosane Paula) virou clone meu, sendo chamado de Bia Negão! (Depois disso o Whell virou clone do Carlin, transformando-se em Nia Begão). 9-No primeiro amigo Descíclope, o Nune deu pro Sousa um chaveiro do Saci Pererê!

1ª impressão que tive de alguns membros: O Caio eu achava legal desde o início, pois fazia parte dos Zumbis Hiperativos, junto com o Floyd e Cia e por gostar de animes como CDZ e Naruto! =D Roth eu tinha medo e só comecei conversar com ele após a criação do Group da Cmm por MSN, onde a galera jogava conversa fora. Flá, bem, já falei que gostei dela logo de cara porque ela gosta de animes também, logo, já era algo que tínhamos em comum. Lyli e Ylana sempre as achei muito simpáticas e com humor Descíclope de verdade.

p. V


Curiosidade: Lyli e Floyd (sdds) me indicaram o FDB (Filme do Batima) se não fosse eles, até hoje eu não saberia da Feira da Fruta. LOL 10-Saída da cmm Depois do primeiro apocalipse Descíclope, ajudei o Roth a fazer a limpa na bagunça da cmm e depois fiquei inativa da comunidade uns 6 meses. 11-Volta à cmm Certo dia, recebo um chamado do Jeje (vulgo Jeanderson) no MSN, onde pedia que eu aparecesse na cmm. Reclamei mas cheguei lá e logo me deparo com uma revolução! Gente nova, com energia, enquetes e tópicos polêmicos. Logo de cara vi um tópico intitulado “Campanha: Volta Bia!”, criado por Sonic (Miguel/Mike/Tuamãe), R e Jeanderson, onde pediam que eu voltasse pra comunidade, pois ela estava em estado mórbido e haviam novos membros que a estavam revivendo. Foi um tempo que o Rothmans também já não aparecia por lá tanto como outrora e por esse motivo (e também por não conseguirem contatá-lo) eles vieram ao meu encontro. De primeira eu neguei, mas depois vi que o pessoal tava precisando novamente de um ajudante pro Roth, já que a cmm tava um muquifo. LOL Jan/2011 - Voltei pra moderação e minhas primeiras providências foram, organizar a parada e as desentrevistas. Lembro que o Tharley era quem tava fazendo o trabalho sujo e o desentrevistado da vez era o Julio, mas acabei tirando a vez dele, o que fez com que eu achasse que ele me odiava. LOL Fiquei feliz quando vi que membros antigos ainda apareciam por lá também, como Raimundo Jeová, Jeanderson, R, Cortez (raramente, mas aparecia) e L. 12-Primeiras conversas com os novos membros ativos~~ Conversei com ele (Julio) e o Fabrício pela primeira vez e foi logo falando de Hunter x Hunter, vi que os caras eram legais. Lembro que a Má conversou comigo pela primeira vez na minha Desentrevista, onde ela me parabenizava por ser tão paciente. De primeira eu não gostava do LuiZ! Só fui começar gostar dele quando me adicionou no MSN e começamos conversar, o assunto era a nova versão do BBD. Tharley leu e comentou sobre uma postagem minha no Semanário e fez comparações com escritores famosos, por isso achei ele bem legal também (Tamo aê Tharley!) Alan (meu cumpadre Nica), aquele NICANICANUR foi uma palavra que mudou a vida de muita gente! Renato, caro Rre, não lembro como foi o nosso primeiro contato. LOL Public e Gabriel, gosto bastante deles, mas também não lembro quando falei com eles pela primeira vez, da mesma forma que não lembro como falei de primeira com o Lucas, Ananda, Beta, Rodrigo e a Débora. Enfim, eu gosto de todos vocês e isso é o que importa! =D 13-DESENCONTROS Pela primeira vez algo que parecia impossível aconteceu em nov/2011, o Desencontro! Foi muito interessante encontrar Deus (Fernando) lá no metrô. Tive a oportunidade única de trollar o Julio e o Fabrício 2 vezes com o mesmo truque do: “OLHA ALI!!! O FERNANDO TÁ CHEGANDO!!” Ver a Má (que chegou junto com o Public) me trollar, dizendo que me daria um tamanco caso me tirasse no amigo descíclope e muito mais.

p. VI


Interessante é que nesse dia a comunidade ficou sem moderação e não foi atacada por extra terrestres, bombas atômicas, meteoros ou qualquer coisa do tipo...

14-FINAL A galera certamente superou as minhas expectativas, eu realmente não acreditava que as pessoas pudessem viver em paz, sem conflitos, já que o primeiro incidente do primeiro apocalipse havia deixado todo mundo com muitas dúvidas em mente, mas a verdade é que esse pessoal chegou mesmo para revolucionar a parada e hoje em dia, temos Descíclopes de verdade e que honram essa alcunha. Sou grata por ter conhecido todos vocês (desculpa se esqueci de citar alguém, mas já é meia noite e eu tô morrendo de sono x_x) e espero que continuemos mantendo contato por muito, muito tempo! Graças aos Descíclopes, passei a entender que eu não sou anti-social, mas que não socializava com as pessoas ao meu redor porque elas não tinham nada a ver comigo, por essa falta de afinidade é que eu jamais conseguiria me aproximar delas. Valew ae pessoal! Até longas datas! É isso aê =D

Nem tão antigo testamento

São Drey da Cabeça Descomunal (14-14)

O

primeiro dos servos leal do Santo Rothmans da Inclemência, homem Godzilla da cabeça de Baiacu protetor e guardião fiel do Group Chat do MSN. Defensor fiel do Vale dos Pixels, ajudou a restauras a Paz e a Harmonia no Vale dos Pixels

durante seu primeiro Holocausto, com sua presença fortaleceu a comunidade Desciclopédia em seus piores momentos, e depois sumiu para raramente voltar.

10-Ah, a Comunidade que eu passei/perdi mais tempo na minha vida inteira... Ta certo que eu passava mais tempo no chat dela do que na própria comunidade, mas amava ambos Na minha opinião a comunidade pode ser dividida em 3 partes de uma linha temporal. A primeira dos membros mais antigos, a segunda com a época da panelinha e a terceira, novos membros(maioria dos atuais). Ao terminar essa terceira... Apocalipse. Desde 2009 frequento essa comunidade de amigos que começou com um propósito em comum e "terminou" com ninguém seguindo esse propósito. Conheci ótimos amigos virtuais e horríveis inimigos, sempre fui o único com culhão o suficiente pra zoar o Sr. Rothmans de igual pra igual, ajudei na organização até na época que eu não era ADM, virei ADM, continuei ajudando, sumi e perdi o cargo. Isso na comunidde, no chat eu sempre fui ADM. Não gostaria que acabasse, mas todos nós crescemos, mudamos a forma de pensar e de agir, começamos a gostar de coisas diferentes, creio que continuamos amigos, mas se isso não acontecer(Apocalipse) aquela comunidade que tanto amávamos vai acabar no limbo e isso não é legal. Então aqui está meu relato sobre a comunidade, pequeno mas sincero. E mais uma coisa: Vão se foderem.

p. VII


Nem tão antigo testamento

São Ferns Da pacificação Fracassada (15-16)

C

orajoso e leal defensor da paz, dividido entre o bem e o mal cujo tuas pregações recusavam-se a determinar quem era quem. Esteve ao lado de todos os membros causadores dos holocaustos, isso incluía

aqueles que eram denominados paneleiros. Neutro em suas opiniões tentou sem sucesso unificar a paz na comunidade mas acabou sendo mais uma das vítimas dos belicosos homens que habitavam o Vale.

15-"Minha aparição nessa CMM pelo mesmo motivo da maioria (acredito eu). Eu, mero leitor da DP, entrie na comunidade da mesma, assim como fazia com todas as coisas do meu interesse (Bandas, séries e afins). E sei lá porque raios eu me tornei assíduo naquela bagaça, deve ter sido algum jogo ou assunto polêmico (que não eram mamilos)... E um joguinho aqui, um assunto interessante acolá, e quando fui ver eu estava ali todo santo dia dando F5 minuto após minuto pra ver se tinha alguma novidade. Com o passar do tempo fui conhecendo as pessoas e fazendo amizades, mas foi com o chat a coisa ficou mais dinamica, era mais fácil conversar por lá, e dava pra rolar uns assuntos que abrir um tópico sobre ele seria ridiculo. Ou ainda passar lá só pra dar/receber um bom dia/boa tarde/boa noite já alegrava meu dia. Em meados de 2009, comentei com a Srta. Beatriz sobre fazer um amigo secreto na CMM, ela achou interessante e me falou pra consultar o Rothmans, que abraçou a idéia. E para felicidade (quase) geral da nação, deu (quase) tudo certo! Exceto por um lazarento que entrou na brincadeira só pra estragar (e foi eu quem tirou ele ainda, o presente voltou...), mas fora isso foi tudo maravilindo! (hehehe) Passei e presenciei coisas muito legais (BBD, Amigo Secreto, Desentrevistas, meu bolão do Brasileirão 2010, tardes e noites a dentro no chat), e outras nem tanto (o bendito holocausto), fiz algumas amizades lá e a maioria delas estava do lado, digamos que perdedor no holocausto e saiu da CMM. Isso contribuiu bastante para que eu me afastasse, já que eram pouquíssimos os membros remanescentes que eu tinha afinidade. De qualquer forma, eu só tenho a agradecer aos membros dessa CMM, que durante 1 ano e meio fizeram parte do meu dia a dia e e proporcionaram momentos que guardarei pra sempre. 16-Meus agradecimentos: Luis Felipe Aos refugiados do holocausto: Ao criador, Daniel Polido Mari Dias Ao pessoal da velha guarda: Ana K Beatriz Torres Wallace (Emo) Ylana Silva Paulita Patota Lyliane Ferreira (Lyli Fulana - Feira da fruta é nóis!!!) Rafael (Rafa) Rothmans da Silva Sauro Guilherme (Gui) Drey Isabel (Isa) Floyd (Era o Caio ou o Igor???) André Fabiano. Maggie Cardoso (Má) Raimundo Jeová (Espero não ter esquecido ninguém...) Whellinton Lariane Alaine (Lari) Um forte abraço a todos vocês! E não sumam porra!!!! Angell

p. VIII


Nem tão antigo testamento

São João Hebert Crash (17-17)

A

ntigo membro do Vale dos Pixels, frequentava diariamente a comunidade ocultando sua face com a foto do Crash do vídeo Game. Após o holocausto frequentava

o ambiente de maneira mais discreta, estando presente nos principais tópicos. Desconhecido por natureza, atualmente encontra-se quase presente nos confins do Vale do Pixels na terra do Facebook.

17-É...Uma parte especial da minha vida na internet se vai,um lugar onde conheci pessoas fodas e tambêm onde Arenguei,ownei e fui ownado,Fresquei pra caralho e acima de tudo aprendi coisas importantes(Sim,deu pra aprender coisas produtivas naquela comunidade),fui o primeiro Cearense da comu,o que era meio ruim porque eu era o único e ninguem entendia o meu Cearensês,mas,alguns aprenderam,na marra ou não...Tambêm tenho a dizer que todos os que conheci ali s��o pessoas altamente,altamente,e que me arrenpendi muito de ter saído da comu depois do trágico episódio da discórdia e depois só ter aparecido esporádicamente e não ter feito mais parte dessa grande familia que foi a comunidade Desciclopédia do Orkut...Amo tudo aquilo ali e sempre acharei que tudo foram as melhores coisas que fiz na internet e espero continuar no Face tambêm...Enfim dedico este relato a:L-chan,Mike,Rothmans,Stephanie pudim,Vick,Matto,Ana clara,Bell,Larris,Nanda,Julio,Bia torres,Public,Junior,Isis,Roberta,Ananda Aullic,Jorge e todos os outros que me conhecem ^^ Pra quem não entendeu dois termos nesse texto(Vá se ferrar seu burro)eis um vocaculário: Arenguei=Briguei Fresquei=Zuei Altamente,altamente=muito fodas

Nem tão antigo testamento

São Jeanderson Micróbio (18-18)

V

elho membro do Vale dos Pixels, quase tão antigo quanto o próprio Vale. Usuário de participações importantes na história da comunidade. Influente e conselheiro de Santa Beatriz

das Piulas Sagradas, com quem proliferou tuas sagradas palavras de salvação. Sobrevivente do Holocausto e companheiro da comunidade em dias de feno.

18-Quatro anos é um intervalo de tempo curto na vida de um ser humano que vive em media 70 anos, mas a quantidade de eventos que pode acontecer dentre este breve espaço de tempo é inimaginável, eventos estes talvez regidos aleatoriamente pelo acaso, ou feitos cuidadosamente pelo destino, não sei, também pouco importa, sei que neste breve espaço de tempo vi meu time ser campeão Brasileiro, vi o Brasil perder mais uma copa do mundo, vi canções escrotas virarem hits (ai se eu te pego, rebolation, quero tchu, meteoro da paixão...),vi a Dercy Gonçalves deixar este mundo,algo inimaginável até então, e até o Corinthians ser campeão da Libertadores, “Puta que pariu é o fim do Mundo” vai dizer o mais religioso.

p. IX


Talvez seja mesmo o fim do mundo, sei que pelo menos é o fim de um mundo alternativo chamado Comunidade da Desciclopédia, um lugar onde por estes últimos quatro anos venho freqüentando, durante muito tempo foi o lugar onde mais estive no mundo virtual, o que tinha de tão legal nesse lugar? Jogos inovadores, eventos até então inimagináveis para o Orkut, e o melhor de tudo membros completamente malucos, cada uma com uma característica única e marcante. Não acreditava em amizades virtuais antes da Comu, agora acredito, fiz grandes amigos lá, as madrugadas viradas no Chat do MSN, os janelões no meio da noite , as conversas no Skype, os realitys shows, as paranóias de alguns membros, vai tudo fazer falta. O fim chega para tudo e para todos é algo impossível de ser evitado, o ciclo da comunidade chegou ao fim, a amizade entre os membros não, e não vai chegar tão cedo, talvez daqui a quatro anos tudo mude, talvez não, impossível saber. Hoje só tenho a agradecer a cada membro pelos momentos de diversão proporcionados e por ajudarem a criar a melhor comunidade que o Orkut já teve. É isso, vai ficar na memória de cada um os bons momentos na comunidade. Nicanicanur.

Nem tão antigo testamento

São Junior Do Fundo Azul (19-19)

T

ambém conhecido como São Protetor da Perversidade. Membro frequente do antigo group MSN da comunidade. Nunca escondeu suas origens ninfomaníacas onde proliferava a arte de se exibir na webcam para homens e mulheres do

chatroulette. Pego diversas vezes pregando as palavras assexuadas no group enquanto se divertia com suas orgias pelo mundo dos pixels afora. Primeiro líder do WoPi e conhecido com um dos Santos mais nerds do Vale dos Pixels.

19-Ola, Me chamo Jr,Junior ou Walax(esse ultimo nome não é relevante). Conhecido na Comunidade Desciclopedia inicialmente dês dos tempo do antido Group do MSN como Mafagafologo,Jr Magafo ou Mafan. Eu seja. Não sou muito bom em descrever ou relatar esse tipo de coisa na verdade não sou em descrever nem eu mesmo... Na verdade é que não sou bem em nada O_o’. Porem devo admitir que é inesquecível muito momentos boms e interessantes que passei junto com esse pessoal as converssas apesar de curtas e muitas vezes serem de xingamento a minha pessoa(mas isso também nãorelevante) as pessoas e amigos que conheci e ate hoje são meus companheiros de tédio online. Nada disso é algo a ser descartável eu de um simples leitor da pagina que conheci por acaso no Google, pode parecer estupidez para alguém mas ate que me sentir uma certa importância de vida “social quase nula” quando me tornei membro da comunidade e tinha contatos ate menos com os lideres da mesma. Apesar de ter tipo alguém casos não muito agradáveis que prefiro não relatar, e um apesar de um longo tempo sem entrar em contato fico feliz de poder passar e compartilhar esses últimos momentos com todos vocês.

p. X


Nem tão antigo testamento

São Miguel Do Ouriço Verde (20-33)

O

cultado por um ouriço verde do Sonic do Mega-Driver, São Miguel Do Ouriço Verde é um dos fieis membros do Vale do Pixels, testemunha ocular de uma comunidade vazia a uma comunidade cheia. Esteve sempre presente entre os

grandes nomes da comunidade, tornando-se moderador por alguns dias, porém a falta de confiança dos leais membros levaram o mesmo a perder esse título.

20-Começando com o meu relato... Lembro que entrei na comunidade no final de 2009, pois era um assíduo leitor da Desciclopédia. Fui logo criando um joguinho que foi bem aceito pelo povo, "Jogo do Narrador da Sessão da Tarde" e em seguida a "TV Desciclopédia" (Que depois refiz, na minha volta pra comunidade). E logo depois fui adicionando o group da comunidade no msn, onde fui conhecendo melhor os membros e conheci muita gente legal, e acho que se não fosse a comunidade e esse chat, eu talvez não tivesse amigos de verdade, pois os da escola nem ligam se eu estou vivo ou se estou morto. LOL Mas então, começou uma panelinha na comunidade, no que logo resultou no holocausto, genocídio, chacina, como preferir. Digo que até hoje foi um erro dos membros terem colocado o André na moderação, ele foi escolhido numa enquete, só porque o povo gostava de suas fotos que pareciam photoshop, pois, antes de virar moderador, ele era um bosta na comunidade, não fazia nada. Enfim, aquele boçal retardado mental infeliz fez essa boiolice de genocídio e parecia que a comunidade estava morta e que seria reconstruída aos poucos. Lógico que fui ajudando, e fui um dos membros mais importantes na volta da Bia para a moderação, embora o Jeanderson e o R roubem o crédito só pra eles. Recriei um joguinho, o "Comente sobre a foto do infeliz acima", que era do Rothmans. Parece que os remakes (O Comente A Foto, recriado por mim e o Confessionário, recriado pela Bia, fizeram mais sucesso que os originais). Mas parece que eu fui me afastando aos poucos, não sei o motivo. Mas logo decidi voltar, e parecia que a comunidade estava melhor do que antes, mesmo com membros antigos sumidos, mas com muitos membros novos. Decidi refazer a "TV Desciclopédia", fui logo botando cards no Deck da Comunidade e criei o DP Fighter, coisa que comunidade nenhuma tinha, teve ou terá. E nessa "nova comunidade", os únicos membros antigos que eu tinha visto eram a Bia, o Rothmans, o Jeanderson, a Letícia e o Drey, que não quase não tava aparecendo. E tinha muita gente legal nessa nova era, era até mais legal que a antiga, pois lá tinha muita panelinha e o povo parecia se odiar, já nessa, o povo se odiava, mas no fundo todo mundo se amava, e isso gerou o tal CF dos relacionamentos na cmm, com tocos épicos. E começaram as profecias, e depois delas virei moderador, graças ao Matheus que resolveu entregar o cargo para mim. Devo dizer que foi um dos meus melhores dias na comunidade, pena que durou pouco, pois a comunidade estava morimbunda. Ou você morre como herói ou vive demais para se tornar um vilão. O único ponto ruim desse apocalipse será o fato de não conhecermos mais pessoas novas. Agora, vou dar uma de L e vou mandar um recado pros membros =D 21-Rothmans: Me dá logo a comunidade, caramba! Tô esperando... naum pera 22-Julio: Para de dividir a atenção do RPG com Gabriela, cara... quase não dá pra jogar direito '-'

p. XI


23-Bia: Serei o seu querido e fiel escudeiro para todo o sempre! Te defenderei das pedreiragens por toda a eternidade! o> 24-L: Descanse em paz, manolo. =/ 25-Public: Venda sua água suja engarrafada que ganhará dinheiro! 26-Gabriel/Kallamir: Você não tem cabeça, então não tem argumentos. 27-Fabricio: Deve estar muito ocupado fumando maconha pra ler isso. 28-Luiz: Deve estar muito ocupado com o Negão pra ler isso. 29-Letícia: Quando você está com TPM e fica sem o Jorge, por favor, não desconte nos outros. 30-Drey: Mó viadão você. 31-Matheus: Serei grato por toda a eternidade por ter me dado o cargo de moderador, mesmo que minha administração não tenha durado muito. 32-R, Luan e Junior Peião: Se fodam aew 33-Aos outros membros que não citei nesta dedicatória: ...Boa sorte. Sejá lá o que estejam fazendo, boa sorte. Minhas últimas palavras sobre a comunidade: Acho que não tenho palavras para descrever. Agradeço por tudo que ela me proporcinou.

Nem tão antigo testamento

São Cortez do Fundo do Mato (34-34)

E

terno moderador amado por todos no group msn, vive nas redondezas da floresta amazônica onde prega sabedoria e conhecimento. Enfrentou muitas vezes a escassez de luz em sua região, dificultando assim sua comunicação

e aproximação entre os membros da comunidade. Atualmente pode ser encontrado no que restou do group no MSN, onde o mesmo já tentou se ausentar diversas vezes.

34-Cmm desciclopedia, aquele lugar que vc acha que so tem gente maluca, um bando de trolls e todo tipo de anti-social que se pode imaginar (me incluo nesse bolo), e realmente é o que essa cmm é-era ... meus dias na cmm foram os mais WTF´s que se pode imaginar, acompanhei seus momentos de gloria, vi seus periodos de conflito e também vi seu momento de holocausto e caos, tive otimos momentos com o povo da cmm e do chat à ela relacionado, fiz amizades que levo até hoje e também inimizades na qual não quero falar muito, sinto que a cmm desciclo teve seu papel na vida virtual de muita gente, é isso.

p. XII


Nem tão antigo testamento

São Ricardo Rico Do Anonimato (35-35)

U

m dos mais antigos membros da comunidade, durante o tempo dos Hebreus disfarçava-se com teu avatar de Lobo e era conhecido por falar coisas sem nexo e sem sentido. Voltou para a comunidade em 2011 mas sem obter

muita atenção dos membros. Reapareceu novamente após saber do término da comunidade, onde fez questão de presenciar os últimos dias daquilo que ele presenciou o alavancar do crescimento.

35-Eu conheci a comunidade através do buscador do próprio orkut. Durante anos me diverti la fiz amigos(que me esqueceram mas eu arrumo de novo.),e encontrei algo que jamais havia sentido em qualquer outra comunidade,o sentimento de estar em uma comunidade de verdade em que eramos, somos e seremos ate cruzar os portões dos Erebeus. Bom, sou péssima para escrever, mas fazendo uma breve analise dos membros da comunidade acho que ao menos um relato vai ser pior que o meu (estou contando com que o folha escreva). Eu entrei na cmm em 2009 ou 2010, não sei ao certo, porem, apenas estava lá. Até que um dia (isso já na metade de 2011), resolvi apagar comunidades do Orkut que não usava mais. Eu nem entendia o conceito de tópicos e etc, mas daí eu vi a cmm da desciclopédia, e o “Desciclochat” Li a descrição e achei legal, e perguntei se alguém queria doritos. Naquele dia estavam online o Julio, a Ananda, a Paula e um cara do twitter da desciclopédia. Enfim, foi um dia muito legal, e eu comecei a freqüentar o “local”.

p. XIII


Nem tão antigo testamento

São Rothmans Da Inclemência (36-42)

R

evelou-se diante esse depoimento a tua verdadeira origem, Sir Mafagafo I. O membro que estimulou a grande medrança de sua comunidade. Defensor de tua terra em uma época em que a mesma não tinha frutos. Criador dos tópicos que despertaram atenção entre os membros e conhecido por Dr. Roberto o primeiro grande Santo da

comunidade. Proliferou o apocalipse em tua terra para que ela não se queimasse no lento ígneo que a destruía aos poucos, desde a época em que o Vale do Facebook jorrou o sangue do Orkut com fama esplendorosa. Pregou-te na comunidade durante toda a sua existência deixando aos seus fieis membros as tuas palavras sobre aquilo que sempre defendeu

. 36-Bem, é difícil falar de coisas complexas de mais. A comunidade é meio que um paradoxo e distintamente difícil de decifrar, mas com certeza eu tenho histórias a relatar. Quando entrei na comunidade, usava a conta do Mafagafo. Lá era moderado por um Fake cujo o nome eu esqueci, e os tópicos que existiam eram referentes a perguntas e dúvidas sobre a Desciclopédia mãe (site), duvidas pelas quais eu fazia questão de responder (da maneira mais grosseira e sarcástica possível, claro!). Lembro que o primeiro tópico sociável fui eu mesmo que criei, onde se seguia uma linha de raciocínio bem descíclope, o nome era “Xingue o FDP Acima”. Mas as pessoas pareciam que tinham um coração colorido e caloroso, tanto que até hoje me lembro do cara que me xingou “O mafagafo roubou pão na casa do João”. ‘-‘ É, triste, não? Aquilo era a comunidade da Desciclopédia, mas sem os toques mágicos da mesma, sem movimento, sem animação, uma comunidade qualquer. Comecei a frequentar aquilo diariamente no intuito de trollar qualquer um que aparecia fazendo perguntas idiotas, mudando por completo o clima vazio e de abandono da comunidade. A ajuda principal foi quando eu divulguei a comunidade no próprio site, não deu outra, poucos meses depois tinha me tornado moderador e aquilo tinha ficado movimentado, então chegou a hora de eu mostrar minha verdadeira face, o Rothmans da Desciclopédia. 37-Lembro-me de quando apareci com o Rothmans, não perdoava ninguém, chegava na voadora, como o tópico de um cara que chegou na comunidade dizendo que veio de 2015 para falar dos acontecimentos do futuro:

38-Era até engraçado, as pessoas tinham medo de mim. Não sei se a palavra medo é correta, mas evitavam falar comigo diretamente para não tomar uns chutes desses na cara. Ao longo do tempo me tornei até mais sociável com o crescimento que aquela comunidade estava tomando, crescimento pelo qual acabou prejudicando-a em um futuro não muito distante. Comecei a criar muitos tópicos sociais como, confessionário, HTML Liberado, cante sua música aqui, Control V aqui, escreva desciclopédia sem ser interrompido, o incrível tópico que não afunda(sátira ao, o incrível tópico que afunda), comente a foto do infeliz acima, você soltaria o mafagafo na pessoa acima? (Foi esse tópico em que a Flávia Zardeto entrou em minha vida dizendo que não soltaria o mafagafo em mim porque eu era bonitinho de mais para morrer. Isso porque usava uma foto com um focinho de vaca), entre outros. Nunca deixei meu lado sagaz de lado, afinal, na Desciclopédia sou conhecido por fazer artigos irônicos e sarcásticos, não seria na comunidade que iria mudar minha personalidade. 39-Em 2010, logo após a criação do chat no MSN (Outubro de 2009) as coisas começaram a ficar muito rosa em minha opinião. Se tem algo que não suporto é chegarem na tua casa e dar palpite na decoração (mais ou menos isso que aconteceu). Um certo pessoal achavam-me muito maldoso. Pobrezinhos, acho que eles só liam artigos de animes da Desciclopédia e esqueciam que lá também existia o artigo da “Sua mãe, Seu Pai, Você, Emo... Etc”.

p. XIV


Parecia que estava escrito que alguma merda ia rolar, e como diz um provérbio chinês, “em tempos de paz se prepare para guerra e em tempos de guerra se prepare para paz.” E eu estava preparado quando resolvi dar um chute na bunda de algumas pessoas que estavam enchendo o saco na comunidade, e com isso acabou realmente rolando algumas briguinhas, sabe? Coisa boba, do tipo de banir 3 mil membros e apagarem todos os tópicos da cmm, nada de mais. 40- O melhor ano da comunidade com toda certeza foi 2011, lembro que quando apareceram os primeiros novos membros, como Julio, Fabricio, Luiz etc.. Eu desconfiava de cada uma achando que se tratava dos atormentados que tinham traído a honra da comunidade, mas com o tempo vi que se tratavam do oposto dessa gente. A comunidade ficou muito mais unida, não tinha aquela divisão de grupo, quando aparecia alguém chato, todos o achavam chatos, como o Vini que no começo era até gente boa, mas com o tempo foi enchendo o saco. Era um grupo muito unido e fiel a Desciclopédia, eram zuados, me zuavam, sabiam ser zuados. Um exemplo forte disso é a Letícia, se essa menina tivesse a mesma cabeça infantil das meninas que foram banidas por mim, acho que ela teria se matado logo depois de fazer um discurso depressivo dizendo sobre nosso jeito maquiavélico de ser. Apareceu muita gente boa naquela comunidade, não vou citar nomes porque são muitos e seria injusto caso eu esquecesse alguém (ou não). 41-Sempre tentei cuidar daquela comunidade de um jeito diferente. Na Descilopédia mãe era assim, os descíclopes que se destacavam eram aqueles que inventavam coisas diferentes para o site, e eu sempre estive entre eles, seria injusto demais não passar isso para a comunidade. Lembro que o lance do desencontro fui eu que comecei a planejar, ironicamente eu nunca fui a nenhum deles (ainda, gosto de fazer surpresas), o mesmo vale para o lance do Amigo Oculto e das profecias, coisas incomuns no Orkut que você só achava naquela comunidade. Devido a tudo isso a comunidade foi o que ela é conhecida, claro que não sou responsável por tudo, os membros em são maioria é que fazem aquela comunidade o que ela é. Eu apenas tento determinar em que direção tudo isso tem que seguir. 42-Infelizmente o Facebook apareceu, o Orkut começou a apresentar uma série de problemas e deixou de se tornar algo popular, deixando que a comunidade morresse nos últimos 4 meses com a saída de vários usuários. Não me importo, aproveitei bastante naquela comunidade, fiz amizades que com certeza carregarei por muitos e muitos anos até a minha aguardada entrada no portal do inferno. Nunca me arrependi de absolutamente nada que fiz naquela comunidade, já fui tachado de ditador, egoísta, egocêntrico, maluco e coisas do tipo. Nem me importo, afinal, olhei para trás e vi que junto com vários membros construímos uma comunidade unida. Ruim seria se olhasse para trás e tudo que restasse fosse apenas uma comunidade vazia e sem história.

Salve infelizes! Nicanicanur!

p. XV


Nem tão antigo testamento

Santa Ylana Da Sobrevivência (43-46) Durante os anos dourados do Vale dos Pixels, Santa Ylana Da Sobrevivência esteve presente com seu sorriso cativante para organizar e cuidar dos eventos internos da cmm. Criadora do primeiro BBD onde acompanhou o auge ao

fracasso da segunda edição. Presente na comunidade durante o Holocausta, ajudou a mesma a caminhar-se sozinha até o teu crescimento em meados de 2011 onde se ausentou pela eternidade

43- Ylana, a Maluca Beleza da Comunidade Desciclopédia. Não foi à toa que minha mãe me colocou o nome de “Árvore”. A Desciclopédia foi parte importante da minha história, pois, com ela, além das risadas com os artigos e a própria comunidade, fiz bons amigos. E Toca Raul !!! Sempre estava fazendo um comentário, quando surgiram: “O incrível tópico que não afunda”, “100.000 posts até 2010” (nem lembro os números, o que a Contabilidade fez comigo!! Mas acho q eram esses mesmos) e, principalmente o que fez minha fama: “1000 Toca Raul” . E todo dia, a toda hora, estava eu e os meus amiguinhos postando “Toca Raul”, “Toca Raul”... O próprio Raul deveria estar de saco cheio de tanto toca Raul que postei. Estava prestes a chegar no 1000º Toca Raul, quando um infelice fdp roubou-o, coisa que muitos membros da Comu estavam deixando pra mim!!! Culpa dos 16 minutos de espera para a próxima postagem. Mas eu xinguei tanto, que o coitado deve estar sentindo até agora. Salve, salve. 44-O Big Brother Desciclopédia (BBD) surgiu numa boa fase da comu. Em sua 1ª edição, tivemos como vencedor (na verdade o 2º colocado, já que o 1º lugar sempre será de Chuck Norris) Seu Madruga. Esta edição contou com fortíssimos candidatos, como o Homem Palito, Tua Avó, Bozo, Menina do Bambu, Nhuck Chorris, Capitão Nascimento, Jeremias e Ronaldo! Em sua 2ª Edição, resolvemos inovar, recebendo os membros da comunidade. Um fato curiosos no BBD 2 foi a entrada de Micael que, ninguém sabe até hoje, como este indivíduo conseguiu pontuação máxima, já que para participar eram necessários o 1º e o 2º lugar de cada chave. Bem, não foi a toa ser o 1º eliminado. Rothmans, Bia, Souza, Carlin, Flá, Leandro, Isah e Mari estavam presentes, mas, quem venceu o BBD 2 foi o André Fabiano, o “novato” do Photoshop, que fez questão de criar um tópico de apresentação só pra ele (mas q egoísta!). Numa das eliminatórias, utilizei o seguinte trecho: “Obrigado por passar Mas estou de saída Tem alguma coisa nova pra fazer Vamos lá então Ter um dia diferente Eu só quero curtir Ficar à toa, viver numa boa E você quer respostas Exige provas e músicas novas” E anunciei a saída do Carlin. Não me lembro contra quem foi este paredão, mas foi um dos mais acirrados. O BBD 3 aconteceu. Rosane, que era a desrepórter na 2ª edição, estava presente, junto com Thiago, Paola, Luis Filipe, Mímico, Xuxa Verde, e Mafagaf. Mas os índices de audiência deste não foram os mesmos das duas primeiras edições. Seu vencedor foi o Lee. 45-Outros Eventos Um dos mais emocionantes foi a Descopa. Lembro de fazer campanha para “Bermudas 2010”. Não lembro quantas edições houve, mas uma delas foi em Tangamandápio. Sempre consegui chegar às fases finais, mas nunca ganhei uma Descopa. O Artigo na Desciclopédia referente à comunidade também foi muito comentado. Depois de algum tempo, com a chegada de alguns membros e alguns fatos, lembro-me de pedir (junto com alguns colegas) ao Rothmans, para adicionar os novos fatos, mas outros membros, que não tinham tanta participação queriam grandes mudanças no tal artigo, fazendo com que o Dono, ao invés de acrescentar o que faltava, deletasse-o. Até salvei algumas coisas, mas meu PC não cooperava e os arquivos sumiram.

p. XVI


Fui a 9ª Desentrevistada, escolhida pelo meu amigo Thiago. Mas esta não foi uma das melhores, já que aconteceu na semana entre o Natal e o Ano Novo. FAIL Tentamos também criar a “Liga dos Super-Heróis”, onde eu era a Bial Girl. Muitos membros entraram na Liga, mas a comunidade estava enfrentando alguns probleminhas (típicos daqueles dias, normal!!), e os Super-Heróis não conseguiram combater as forças do mal. Criado pelo Caio, o “Mês do Mafagafo” (fevereiro) consistia na apresentação de nossos massacotes (ops, mascotes). O evento também não teve o sucesso esperado. Mas Raulzito (meu mafagafo) também sentirá saudades da comu. Considerações Finais (parecendo meu TCC, mas tuuuuudo bem) “Vai pro seu trabalho todo dia Sem saber se é bom ou se é ruim quando quer chorar vai ao banheiro Pedro, as coisas não são bem assim Toda vez que eu sinto o paraíso Ou me queimo torto no inferno Eu penso em você meu pobre amigo Que só usa sempre o mesmo terno” 46-Essa turma vai deixar saudades (ou não). Tenho orgulho de ter feito parte dessa família (hã??) que, mesmo em tempos de despedida, consegue me animar (SOCORRO!!!). Ah, é isso turma, valeu por tudo e até a próxima (Pluct, Plact, Zum).

p. XVII


Novíssimo ainda na fralda testamento

São Alan Nicanicanur Da Cabeça Grande (1-1) No Auge do Novíssimo testamento da comunidade ele disse em um tópico “Nicanicanur”

1-Uma única palavra é capaz de mudar vidas. Pelo menos uma palavra que para muitos não tem sentido ou um significado definido, mudou a minha. Nicanicanur passou de post em um tópico sem sentido, para uma chave que abriu a porta de circulo de amizade muito forte. Com esse circulo de amizade eu tive inúmeros momentos de alegria, momentos que irei carregar para o resto da minha vida. Considero a nossa comunidade uma entidade, por isso poderia agradece-la aqui, mas acima de tudo eu agradeço as pessoas que deram vida a ela. Obrigado Desciclopes.

Novíssimo ainda na fralda testamento

Santa Débora Da Inocência (2-3)

A

Santa mais nova da comunidade a escrever um relato a Bíblia nem tão sagrada dos descíclopes. Presente na comunidade graças a infuências

familíares. Uma das primeiras a deixar o Vale dos Pixels para se migrar ao Vale do Facebook.

2-A comunidade Desciclopédia significa muito pra mim, muito mesmo. Ás vezes, quer dizer, na maioria das vezes, eu só entrava no Orkut (que descanse em paz) para poder falar com os manolinhos e manolinhas de lá. E se não fosse meu irmão, eu nunca teria conhecido vocês. 3-Eu lembro de cantadas escrotas que os pedreiros (Julio, Tharley (principalmente o Tharley) e Fabrício (o maconheiro)) davam para todas as garotas de lá. Lembro da foto (gay) da Letícia do Naruto e do romance (ou não) dela com o Lucas. Lembro de como o Rothmans e o Kaio eram insuportáveis. Lembro das cartas fodásticas que o Julio e o Daniel faziam para o Deck da comunidade. Lembro do mascote do Desciclochat e suas evoluções. Lembro das píulas e como todo mundo ficava disputando por elas. Lembro das brigas, confusões e trollações. Lembro do famoso nicanicanur, que ninguém nunca deve esquecer, é claro. Lembro dos “ALIENS”, “LASERS” e “ALIENS WITH LASERS” por mais retardado que tenham sido. Lembro do feno constante do Desciclochat. Lembro dos up’s no tópico 999.999. Lembro do BBD e como aquilo foi totalmente sem sentido. Lembro de como fui muito bem recebida lá. Enfim, passei ótimos momentos na comunidade. Queria muito poder conhecer cada um dos descíclopes (os ativos que eu conversava, é claro) pessoalmente, porque algumas vezes, amigos virtuais são bem melhores que os que mantemos contato físico (tudo bem, podem me chamar de carente e anti-social). Os manolos da Desciclopédia são provavelmente as pessoas mais legais e idiotas que já conheci. Bom, e com toda certeza, devida tamanha importância deles em minha vidinha patética, nunca vou esquecê-los, e ainda quando a comunidade morrer, espero manter contato com todos os dorgados escrotos que conheci e que vivem me fazendo sorrir. Então, para terminar, quero agradecer a todos, por me proporcionar momentos inesquecíveis, e me deixarem com um sorriso estampado no rosto toda vez que nos falamos.

p. XVIII


Novíssimo ainda na fralda testamento

São Fabricio Da Deselegância (3-7)

S

anto criador do [CHAT], uma das pilastras da ressurreição da comunidade, profeta da sabedoria e membro ilustre entre os descíclopes. Idealizador da Bíblia da Desciclopédia e primeiro Santo a desenvolver o próprio evangelho.

Famoso e conhecido membro nacionalmente por cometer atos deselegantes em rede nacional na tentativa de manifestar-se sua repudia a imprensa nacional e ao mesmo tempo o amor a tua comunidade.

3-Sucintamente: o que eu sei – ou imagino que sei Penso que um acontecimento desta magnitude não deixa margem para narcisismo, portanto, abstenho-me de relatar a minha (pequena) historia na comunidade; não obstante, procurarei passar minhas impressões sobre ela tendo em vista o que ocorreu por lá, tanto comigo, quanto com os demais membros com quem tive alguma relação. 4-Conheci a comunidade por indicação de meu amigo - hoje membro notório, mas outrora apenas alguém que, como eu, buscava interação com os veteranos – Julio. No entanto, naquele fim do ano da graça de 2010, a comunidade achava-se num estado de total abandono, aparentemente negligenciada por alguns membros menos fiéis que, simplesmente, decidiram dela afastar-se (mais tarde vim a saber por membros de tempos mais remotos que, na verdade, houvera um grande holocausto que dizimara praticamente todos os antigos membros, e que a comunidade encontrava dificuldades para erigir-se novamente desde então.) Aqueles que ainda estavam por ali, divertiam-se com “jogos”, e assim a comunidade resistia. Ao passo que o próximo ano vinha à luz, novos membros - influenciados talvez pelo suposto sucesso dos “jogos” e o retorno das (então desconhecidas para mim) Desentrevistas, além da criação de um chat (o DescicloChat) – apareciam tão frequentemente, e em tanta abundância quanto as estrelas no céu noturno. Fico satisfeito em poder dizer que grande parte destes membros firmou verdadeira amizade e fidelidade com a comunidade por um longo tempo. Estes membros revitalizaramna e, por conseguinte atraíam ainda mais membros, e com estes novas idéias para os sempre criativos tópicos da comunidade. Em janeiro de 2011 a comunidade fervilhava de vitalidade, um sucesso a olhos vistos. Diariamente dezenas de fiéis membros passavam por ali para proferir suas asneiras características, perdendo seu precioso tempo com conversas sem sentido ou necessidade; nós amávamos isso; era, para muitos (para mim) o happy-hour ideal. Desta forma, tornaram-se inevitáveis certos níveis de cumplicidade, diria mesmo intimidade entre os membros. Em um ambiente, mesmo que digital, repleto de jovens de ambos os sexos, rapidamente ocorreram certas “paqueras”. Nenhuma delas, entretanto, solidificou-se em relacionamento sério, a despeito de uma apenas: o antigo moderador e atual dono da comunidade, Rothmans, obteve sucesso, mas em tempo remoto, antes que eu fosse membro da comunidade, portanto não entrarei neste mérito muito pormenorizadamente. Porém, alguns membros, contra todas as evidencias de insucesso, insistiram em tentar; temo que sempre será assim. 4-Conquanto as desilusões afligissem os sentimentos de parte dos membros, em nada isso abalou a atividade na comunidade; de fato, isso a deixou ainda mais inflamada. O tópico “Relacionamentos na cmm” (ou o que valha) pôs à luz todas as possíveis e impossíveis uniões que a comunidade proporcionara até ali. Ou era esse o seu objetivo. O caso é que ele teve impacto emocional bastante negativo àqueles mais sensíveis. Não creio que alguém reclamasse, no entanto. A comunidade certamente agradeceu. A esta altura os membros mais presentes já gozavam de certa notoriedade e algum “respeito” perante os demais – as Desentrevistas, e as conversas sempre reveladoras (?) no chat lhes conferiam mais meios de se conhecerem. Assim, com a saída do antigo e impalpável dono da comunidade, e a ascensão De Rothmans ao poder, viu-se a necessidade de novos moderadores para mediar as atividades dentro da comunidade; eleitos por Rothmans, vieram a se juntar aos já empregados ao cargo, Julio e Bia, Má e eu. Com este corpo de controle governou-se proletariado por tempo breve, mas memorável. Existe, inclusive, uma bela foto dos quatro moderadores, em pose – enrubesço-me ao admitir – ridícula, como a dos Power Rangers; designaram-se os Modera Rangers.

p. XIX


5-A foto fora tirada no primeiro desencontro da comunidade (pelo menos o primeiro em que estive presente). Um dia bastante agradável para os quatro, então moderadores, Fernando, dito Deus, sua namorada e uma amiga da Má. Meses mais tarde um novo desencontro foi marcado, porém contou com menos membros; mas com a mesma energia. Todavia, a despeito do sucesso da comunidade, e de sua aparente imortalidade, o tempo trabalhou forte em seu declínio, e novos “meios” se mostraram. Em grande debandada, os membros logo migraram para outra rede social (o Facebook) que acabou por obliterar o já velho e bugado Orkut. Com esta última iam-se embora as comunidades, e, por conseguinte, a nossa, a Comunidade Desciclopédia. Lançou-se mão de variadas tentativas infrutíferas de trazer os membros de volta, mas sem sucesso. Naturalmente, como acontece com freqüência, o gosto do novo sobrepujara o velho, e o júbilo que este poderia trazer aconteceria apenas nos devaneios mais nostálgicos. A comunidade definhava. Preocupado com o fim indigno que a comunidade aparentemente teria, o dono e Füher Rothmans, já bem cedo, maquinava um derradeiro sopro de originalidade para findar as atividades na comunidade. Urdiu, então, profecias que deviam ser criptografadas pelos membros, e que ao final revelariam o destino inevitável da comunidade; ela, que já passara por tantos ciclos, teria de acabar. A idéia foi abraçada com afabilidade pelos membros, desejosos que estavam por ver a comunidade acabar com a energia que sempre teve. Marcou-se então uma data. Reunir-se-iam grande parte dos membros que já passaram pela comunidade, de todas as gerações, para um funeral pomposo e digno. Mesmo assim, se não for presunçoso demais afirmar, acho que, com as amizades que ali foram construídas, o melhor ainda está por vir. 6-No limiar de um novo ciclo: reflexões acerca do futuro Enganou-se aquele que pensou que a comunidade duraria para sempre; por fim, ela morreu. Mas a morte, a temível perseguidora que indubitavelmente irá alcançar a todos em algum tempo, é, para muitas culturas, apenas uma passagem, a ascensão para um mundo de luz e júbilo eterno. No caso da comunidade, não proclamo que este lugar seja o Facebook; conquanto ele seja mais moderno, mais interativo, em certos casos mais simples, menos bugado (Deus assim permita!), nunca se comparará aos fóruns repletos de insanidades que inflavam a finada e inesquecível cmm Desciclopédia. Porém, esta assertiva não justifica pena ou dor. Embora a comunidade já não exista mais fisicamente (ou tão fisicamente quanto possa ser o Vale de Pixels), a sua alma permanecerá vivaz entre aqueles que foram tocados pela sua magia – o que é intangível toca as pessoas com magia. Paradoxal, não? 7-As amizades, as lembranças, tudo que foi construído e vivido ali sempre estará latente na memória dos membros, e isso, sem sombra de dúvida, fomentará muitíssimas outras histórias, hilaridades e loucuras imensuráveis no futuro. A comunidade é agora apenas um túmulo, a urna que contém os despojos de um corpo cremado; é objeto de memória, como quando os parentes do morto vão para os cemitérios prestarem-lhe seus respeitos e recordar. Afirmo, a comunidade é o morto, as amizades são a alma, e os membros são os indivíduos que vão ao cemitério. Para garantir que os membros não prestem suas homenagens sozinhos e que não permaneçam assim, recomendo que se estreitem as amizades. O futuro, desta forma, jamais existirá; só será necessário pensar no glorioso presente, dia a dia.

p. XX


Novíssimo ainda na fralda testamento

São Jordy Do Alonismo (7-9)

P

ouco conhecido até um certo tempo quando entrou na cmm como fiel seguidor e amante rejeitado da Santa Bia Das Piulas Sagradas. É

um dos Santos mais Psilocybernéticos da existência, pois aclama por amizade exibindo o teu real foreveralonismo entre teus povos.

7-A cmm Desciclopédia mudou a minha vida. Depois de conhecer o site resolvi pesquisar no Orkut se existia alguma cmm dedicada àquele lindo site... Após adentrar naquele universo cheio de seres complexos bipolares eu tive um ataque epilético, uma convulsão e comecei a espumar e fiquei desacordado na cadeira em frente ao PC. Alguns minutos depois, voltando ao meu estado não tão normal, comecei a navegar e a conhecer as criaturas fascinantes que ali habitavam. 8-Eram mui semelhantes a minha pessoa (ou não), o que eu achei uma grande descoberta, apesar de serem um pouco ariscos. Com um pouco de dificuldade, aproximei-me de uns e outros sorrateiramente. Passei por vários momentos de adrenalina e com o tempo me tornei um desciclope também. 9-Hoje em dia sou diferente e acho que me tornei uma pessoa melhor, sempre disposto a ajudar os necessitados, obrigado Desciclopédia, eu encontrei o meu lugar na sociedade (ou não).

Novíssimo ainda na fralda testamento

São Julio De Porangaba (10-)

F

amoso Santo Descíclope, fiel membro da comunidade, idealizador do [CHAT] da comunidade junto com Santo Fabricio da Deselegância. Viu a comunidade renascer das cinzas graças a sua cotidiana participação. Pedreiro das

pedreiragens implacável, perdendo apenas para o Beato Tharley. Homem que pregava com sua voz engarrafada as sábias palavras de salvação aos teus membros. Esteve presente no Vale dos Pixels até o último dia de sua existência.

10--Capitulo I E do ócio, surgiste o ímpeto de buscar entretenimento, sabias que era bom, pois o Vale provinha de sofisticado e intricado humor da mais alta qualidade. No inicio, vislumbrou o desolamento, e viu tambem, a semente da esperança, perseverando no solo fértil em jogos e imagens chamativas. Aqueles que remanesceram, tentavam da forma que podiam reavivar a chama do Espírito Descíclope, mas careciam de mãos e mentes para interagirem. 11-Capitulo II

p. XXI


Após certo período, decide-me por colaborar no ressurgimento do Vale, contataste o Deselegante, e assim proferi: ''Bem aventurado aquele que convive no Vale, pois nele conhecera a comedia!'' e ele replicaste ''Se és assim tão acolhedor, farei de lá meu segundo lar, e desfrutarei das maravilhas do Vale.'' E assim foi feito. O Deselegante frequentava em minha companhia, muitos outros vales, um dos quais apresentou um povo unido, que conhecia a arte da comunicação por Chats e a de talhar os membros em cartas de rituais mágicos, eternizando suas peculiaridades inerentes a cada indivíduo. 12-Capitulo III Os dias se passaram como o salário de um trabalhador humilde, e trouxeram com eles o que mais carecia no Vale, Seios, digo, convívio feminino. Maravilhados pela beleza singular de uma das habitantes, os Descíclopes a interrogaram, e se viu um fenômeno de movimento, o qual fez o vale parecer diminuto para a quantia de trafego por suas vias. Trazendo de volta membros a muito desaparecidos, e trazendo a tona membros os quais foram acolhidos entre os seios(sem trocadilho po) do Vale. 13-Capitulo IV Já era chegada a hora de implementar as obras observadas nos vales distantes! Arquitetei eu mesmo uma carta, a imagem e semelhança do ser do qual era oriunda, e os membros viram que era bom ser homenageado. Ao mesmo tempo, o Deselegante erigir o Desciclochat, uma forma ainda mais trabalhada e agradável de se estabelecer comunicação verbal, até mesmo elegeu um Mascote para auxilia-lo com sua tarefa, e este Mascote, tornou-se muitos. Vários outros fizeram suas próprias obras, e cada uma atraiu um numero cada vez maior de curiosos, estes ficavam no Vale onde montaram residência. Foste um Janeiro que fez jus ao inicio de um ano, provindo mudanças, surpresas e novidades a todos. Neste tempo, um profeta desconhecido adentraste uma obra demasiadamente ambiciosa, e proferiu a Verdade, revelou o Segredo, demonstrou o Conhecimento! Ele apenas entraste e bradou: ''Nicanicanur'' Tal frase causou a epifania em muitos dos membros, os quais começaram a seguir A Palavra. Capitulo V Mas o Vale não era apenas harmonia! Um grupo de revoltados havia se aglomerado nas proximidades do Vale, proclamando o Ódio à sua origem! Membros do Vale se revoltaram, pegaram armas, e foram travar combate nas linhas inimigas de igual para igual. Após instaurar o Caos nos domínios anti-Vale, os membros foram chamados de volta pelo seu superior, e foram reprimidos por estas palavras: ''Não usais de violência contra os seus similares, independente de quão errônea sejam suas atitudes e opiniões, pois não respeita-los seria se afundar na ignorância!'' E assim as tropas abandonaram os campos, pediram desculpas, fizeram vídeos e aprenderam uma grande lição. 13-Capitulo VI o Movimento crescente atraiu uma quantia grande de seres malévolos, e já extintos, de seres conhecidos como Spams, eles não estavam no controle de suas próprias faculdades, e aquele que com eles entrasse em contato, a eles se juntaria. Nesta época, o Senhor do Vale se ausentou, mas não sem antes substitui-lo por aquele que sabia ser o mais apto para o cargo, o Mafagafo. Agora, como senhor do Vale, o Mafagafo teve liberdade para realizar todos os seus projetos, e eleger aqueles que atendiam por Moderadores, e combatiam os Spams, e membros renegados. Entre suas novidades, a Piula, moeda unica pela qual guerras infindáveis foram travadas,

p. XXII


e noites de sono foram sacrificadas. 14-Capitulo VII O Senhor veio falar comigo, e assim disse: ''Julio! Aceitarias tornaste um dos Moderadores para lutar e administrar em prol de seus iguais? Não necessitaras cuidar do banco ou ser GM, apenas manter a ordem e a paz no Vale.'' Com a qual, após cogitar claramente minhas opções e decidir quais as palavras mais adequadas, retruquei: ''Blz'' E foi assim que me tornaste parte dos gestores do Vale, onde serviria até o fim dos tempos. 15-Capitulo VIII Durante a proximidade das ferias, alguns membros se indagavam se o vale não estava a se estagnar, e propuseram revoluções. Foi criado o Vale dos Cogus, do qual o aroma do chá se espalhava pela totalidade do Vale. Em seguida, teve inicio o BBD, o maior realitty show ja programado! Um grupo seleto de membros do Vale foi destinado a participar, uma vez mais, eu estava entre os escolhidos. Durante muito tempo, ficaste enclausurado na mansão do BBD, onde travei combates, engagei em romances, e foste vencedor do grande premio. 16-Capitulo IX A maior viagem já programada tambem foi no vale! Naqueles dias, o Senhor disse: ''Comprarão as passagens para o Desciclonic com vossas piulas, e velejarão, pelos mares na ultima viagem de suas vidas'' Nem todos membros eram abastados o suficiente para realizar a aquisição de tão cobiçadas passagens, então, Jogos foram realizados. Polemica se espalhou perante o Vale como uma Folha que era carregada pelo vento. O Desciclonic partiu em sua jornada, pela qual membros brigaram, se torturaram, e se aventuraram, até que um dia, ele naufragaste, levando tudo ao silencio das profundezas do oceano. 17-Capitulo X O Vale começara a entrar em decaimento, a Sombra avançara por ele arrebatando seus membros como formigas fugindo do destruidor de seus lares. Antes do movimento reduzir-se a níveis críticos, fora organizada uma grande troca de artefatos. Tal troca causou certa confusão, e alguns não se mostraram muito satisfeitos, mas a maioria recebeu itens que foram elevados ao status de relíquias. Nesta época, foste eu nomeado Cavaleiro, embora não me orgulhes de tal proeza '-' 18-Capitulo XI Profecias apareceram anunciando o fim dos tempos, várias ameaças surgiram sobre o Vale, e vários membros se juntaram para combate-las, obtendo exito, paradoxalmente, o movimento cada vez mais diminuira, a medida que a Sombra crescia exponencialmente. 19-Capitulo XII Novas profecias do fim chegaram, parte do Vale foi destruído durante o cataclisma que se sucedeu, membros salvavam suas casas, até que o próprio Vale poderia ser destruído. Ergui-me contra as ameaças, e salvei o vale novamente de sua destruição, mas apenas estava adiando o que seria eventualmente inevitável... Post Scriptum Ainda que tenhas chegado o desfecho, permaneceis em união pela eternidade, e lembrareis do que és importante: NICANICANUR.

p. XXIII


Novíssimo ainda na fralda testamento

Santa Leticia Da Retardadisse (20-23)

H

HAUHAUAHAUSHAUSHAUSHAUSHAUS HAUSHAUSHAUSHAUSHAU HAUSHAUSHAUSHAU AHUSHAUSHAUSHAUSHAUS HAUSHAUSHAUAHAUSHA HAUSHAUSHAUSHAUS

HAUSHAUSHAUSHSUA HAUSHAUSHAUSHAS HAUSHAUSHAUSHAUSHA AHSHAUSHAUASHAUS HAUSHAUSHAUSHAUS AHSUAHSUAHSUAHSU HAUSHAUSHAUAHHS AMÉM

20-Tá. Começar a bagaça às 23:35 do último dia, mas ok. Acho que já tenho ideia do que escrever. E não, isso não foi pra encher linguiça. .-. Enfim. Eu me lembro que entrei na comunidade em 2010, mais ou menos (só não me pergunte em qual época do ano, acho que foi no meio. Mas não tenho nem 10% de certeza.). Era o começo daquela minha fase mais depressiva do que Naruto num mundo sem ramen, então já naquela época eu me apeguei muito aos membros da comunidade, aos jogos/RPG's que já existiam naquele tempo, e talz. Mas aí eu fiquei um bom tempo sem internet (acho que pouco menos de um ano, ou um ano mesmo), e quando eu voltei (já estava extremamente depressiva nessa época, aliás. Isso pode parecer inútil, mas não é tão inútil assim, espere), descobri que havia sido banida da comunidade num piti de “um certo ex-moderador filho da p#ta” (na época eu não sabia, fui ficar sabendo de toda essa história um bom tempo depois de voltar para a comunidade). Tá, consegui voltar, mas aí descobri que a comunidade estava completamente diferente do que eu estava acostumada, cheia de membros novos que eu não conhecia (e que não me conheciam, o que me deixou meio frustrada e irritada na época ^^'), e isso me fez ter vontade de desistir, de deixar de ser frequente na comunidade e seguir em frente sem ela e talz... Mas movida pelo amor que eu sentia pela comunidade antiga, e pela vontade de me tornar conhecida entre os membros novamente (^^'), eu decidi ficar. E sinceramente, essa foi uma das melhores decisões que eu já tomei em toda a minha vida. Porque foi por causa dessa decisão que eu conheci uma pá de gente maravilhosa, que me colocou pra cima, que me ajudou num momento extremamente difícil pra mim (sobre a autoestima. Viu como a coisa do momento depressivo não era tão inútil? 8D), que me mostrou que nada na vida é tão ruim que possa nos impedir de sorrir (ou até mesmo rir)... Foi por causa da decisão de ficar que eu conheci gente que me proporcionou momentos maravilhosos (alguns nem tanto, mas de qualquer forma, as lembranças que ficam são boas, já que eu rio até das minhas maiores desgraças do passado, HAUHA), gente que simplesmente ajudou a criar a Letícia de hoje em dia (acreditem ou não, eu era bem mais babaca há uns tempos atrás, e o povo dessa comunidade simplesmente me mudou por completo, sério mesmo)... 21-Nesse último ano na comunidade (e da comunidade também =/), eu passei por tanta coisa que nem parece que foi só um ano... Foram muitos momentos bons, alguns ruins, muitos vexames, um toco super-hiper-ultra-mega-master-blasterpower-plus-advanced vergonhoso e inesquecível para todos os sortudos que viram e para a azarada que esteve no olho do furacão aqui (eu disse que ia falar sobre! XD), VÁÁÁRIOS pitis, alguns “Momentos Emo”, várias flamewars por motivos mais idiotas do que eu quando tinha 10 anos... Enfim, passei por uma pá de coisa que ao mesmo tempo que me divertiu muito, me fez amadurecer bastante também (embora eu continue não sendo lá muito madura...), tanto é que no fim de 2011 eu estava me sentindo bem mais madura do que no início, e isso foi graças à comunidade e aos seus membros. 22-Em resumo, essa comunidade foi pra mim como um oásis no deserto, ou até mesmo um paraíso no inferno que era a minha vida na época que eu voltei. E mesmo que tudo isso acabe, mesmo que a comunidade vá pra fita, ela vai ser imortal dentro do meu coração. Porque as memórias vão ficar pra sempre, todas elas, tanto as boas quanto as ruins, até porque no final, eu rio muito de tudo isso mesmo (até do toco! Como eu fui idiota, mano XD)... E sinceramente, eu tô sentindo meus olhos se enchendo de lágrimas agora... Porque só de pensar que algo que mudou a minha vida e que me fez tão feliz vai acabar em pouquíssimo tempo, eu já sinto vontade de enfiar a cara numa almofada e chorar feito louca até meus olhos incharem. Claro que ainda tem o grupo no FB, mas é lógico que não vai ser a mesma coisa. ;-; 23-Eeeeeeeeeenfim. Eu tenho certeza que jamais esquecerei essa comunidade, porque já foi dito anteriormente, eu passei por muita coisa incrível por lá, coisas que definitivamente mudaram a minha vida. E também, porque a gloriosa Comunidade da Desciclopédia, a inesquecível 19995965 foi... ...Um dos maiores amores da minha vida.

p. XXIV


Novíssimo ainda na fralda testamento

Santa Lohana Guimarães Da Ausência (24-)

S

anta das ausências, raras aparições, pastora dos Mico Azuis de Madagascar.É tão desconhecida que são com poucas palavras que os profetas

descrevem-na com êxito.

24-Nas minhas andanças,avistei um reino muito peculiar e resolvi me aproximar,joguei minha mochila no chão e comecei minha observação.Era uma lugar tranquilo e tinha uma taverna chamada “Comente a foto 2.0”,era o ambiente mais frequentado.De todas as figuras,me lembro de umas marcantes:Me deparei com uma raposa verde,que era responsável pela taverna e um jovem cujo nome era uma letra...Havia também uma moça com um laço na cabeça,muito querida pela população descíclope,um rapaz de terno,um mímico,um que parecia repórter do CQC com cara de pegador,um cara que aparentava ser hippie/sagaz homem fumaça (Cosplay de Marcelo D2 quando era do Planet Hemp),um menino do sofá xadrez,um cara com uma touquinha kawaii que depois virou um pato.Depois de ver todas essas figuraças tive duas certezas:É aqui que eu quero ficar e a temporada será muito interessante! 25-Meu espaço favorito era o "999.999 posts",o chat zoado onde flamewars borbulhavam (mwhahaha) e as feras viravam belas,mas um dos momentos mais legais foi o mini flash mob de leitores,onde os membros de repente trocaram suas fotos por outras lendo livros,estávamos em sintonia *-* 26-Cheguei “no sapatinho”,conversei com pessoas marcantes,vi vários assuntos polêmicos e aventuras da moçada das quebradas.Confessei,desabafei e me diverti...É bom ler minhas antigas postagens e observar o quanto eu mudei só nesse espaço de tempo e é melhor ainda ver que a comunidade esteve muito presente na minha vida. Gostaria de agradecer a todos e dizer que foram bons companheiros de batalha! Nicanicanur!

p. XXV


Novíssimo ainda na fralda testamento

São Lucian Donizetti Da Alcunha Desconhecida (26-26)

S

anto confortado pelo Vale dos Pixels, esteve presente nos mais importantes RPG’S, nerd de carteirinha e conhecido também como um dos

grandes dorgados do Vale dos Pixels dizendo coisas que poucos conseguem compreender ou entender.

26-comecei na comuna com foto de cachorro, aparecendo em momentos randoms no chat ou nos tópicos mais populares, principalmente floodando o 999999. O gato preto do vini sempre tentava me trollar de algum jeito, mas ele acabou desistindo. Comecei no Wopi com minha chance de brilhar, enquanto me entrosava cada vez mais com o pessoal de lá. Disputei piulas com Luiz e no fim acabei sendo um dos poucos que utilizava da loja de itens, além de ser o unico a aparecer com mais de 20 mil piulas no ranking. E ainda fui o drogado do Desciclonic, achando que caçava fantasmas e fugindo com golfinhos. A comu me ajudou em muitos dos meus momentos de tédio, ainda mais com o povo maroto que fui conhecendo lá, gente com quem eu gostaria de conhecer muito melhor do uqe eu conhecia na época. Com certeza, foi uma ótima era na minha vidinha de internet. XD

Novíssimo ainda na fralda testamento

São Luiz Dos Negros e Oprimidos (33-38) “Hoje vou pro baile procurar o meu negão” Com essas sagradas palavras, São Luiz Dos Negros e Oprimidos entrou para a história da comunidade Desciclopédia. Famoso por sua sexualidade duvidosa, porém o mesmo nunca quis sair do sagrado santíssimo armário. Casou-se com Santa Beatriz Das Piulas

Sagradas, mas pediu divorcio por incerteza em seu relacionamento. Testemunhou a ressurreição da comunidade e influenciou a mesma com seu tópico 999.999 que nunca deu certo em questões numéricas.

33-Bom,entrei na comunidade em 2009 mas só fui postar em 2010 nas férias de julho. Lembro que postei um vídeo no tópico de HTML,logo depois fiz uma limpa de comunidades e a desciclopédia foi uma das quais eu sai (isso em julho ainda). Logo depois,em agosto aconteceu o Holocausto da cmm e eu nas férias de dezembro estava muito atoa e enquanto procurava o que fazer,lembrei que havia uma comunidade que de vez em quando eu entrava para ler algumas besteiras,então decidi entrar novamente na desciclopédia mas dessa vez eu estava decidido a postar nos tópicos ao invés de só ler. Na minha volta,lembro que meu primeiro post foi no tópico ‘’comente a foto do infeliz’’,comentei a foto do Fabrício(aquela que o cabelo dele parecia um arbusto),dei umas tiradas na Leticia(como sempre) mas foi em janeiro que todos começaram a me notar. 34-Comecei a postar com mais frequência e ganhei o apelido de zumbi porque comecei a vencer durnate a madrugada diversas vezes o jogo criado pelo Rothmans ‘’escreva desciclopédia sem ser interrompido’’. 35-A essa altura eu já havia matado completamente minha vida social e ficava on o dia inteiro,criei o meu tópico mais conhecido,o ‘’999.999 posts até 2012’’,fui desentrevistado,fizeram muitas cartas minhas para o Deck da comunidade e muitas outras coisas que não lembro mais.

p. XXVI


36-Com o inicio das aulas eu ainda era membro ativo mas não ficava on com tanta frequência,diversas coisas ajudaram no meu afastamento da cmm até junho. Em junho eu comecei a conversar com a Bia e voltei a me tornar ativo na cmm,fui moderador por um tempo,administrei o BBD e comecei a jogar o jogo das piulas(o qual não demorou muito para que eu atingisse o 1º lugar). 37-Agora para concluir vou falar um pouco dos membros que mais marcaram(pelo menos os que eu lembro): Bia,pessoa que se bobear foi a que eu mais conversei ano passado,admiro muito e gosto muito dela. Rothmans que se tornou um amigo mais pro fim do ano. Renato,já pedreirei muito e tive muitas conversas. Julio que apesar de todas as trollagens sei que no fundo tem pelo menos simpatia a minha pessoa. Má,já conversei muito com ela pelos tópicos e a interompi nos jogos. Fabricio,também me aproximei mais pro final do ano. Fernando(DEUS ODIN) que me ajudou muito com sua sabedoria. Leticia,pessoa que eu discuti tanto no começo do ano que não tem como me esquecer dela,mas não guardo rancor apenas tenho dó. Vale lembrar também desses: Miguel(Mike),Jeanderson ,Lolly,Ananda,Gabriel Zordon,Debora,Rodrigo,Lucian(lucina),Mac,Tharley e cansei de me lembrar dos outros. 38-Bom,é isso, gastei bastante tempo com essa comunidade,criei tópicos,fui moderador,trollei,fui trollado e conheci muita gente e algumas que devo manter contato por um bom tempo(Bia,Rothmans e Renato). É uma pena que tudo tenha acabado mas nada dura para sempre,assim como a graça que havia lá quando o orkut era movimentado. Adeus Comunidade, você marcou época em minha vida.

Novíssimo ainda na fralda testamento

Santa Maiara Do Orkuticídio(27-32) A primeira das Santas a cometer o Orkuticídio, deixando de vez a tua presença no Vale do Pixel, retornando pela última vez no dia do juízo final. Segunda mulher a ser escolhida para o cargo de

administradora, pelo qual ficou até o seu ato criminoso, o orkuticídio, levando consigo centenas de postagens e participações na comunidade.

27-Janeiro, 2011. Entrei na comunidade com um único objetivo; conseguir escrever a palavra DESCICLOPÉDIA sem ser interrompida. Foi o primeiro tópico que postei, era um dos únicos que não precisa ter dialogo com os outros membros - por sinal, estranhos demaisconfesso que não entrei na comunidade com o intuito de fazer novas amizades, não acreditava que ali conheceria pessoas tão legais e agradáveis. No começo era estranho falar com pessoas que eu nunca tinha visto, mas depois se tornou algo comum, algo necessário. 28-Conheci pessoas de todos os jeitos através da comunidade. Nunca tive tanto contato pela internet como nesse ano. As conversas eram vagas no começo, me sentia como uma estranha no meio daquela gente; mas até que eu gostava, pois finalmente consegui participar de um grupo que tinha gostos completamente diferentes dos meus. Moderação 29-A partir do mês de Janeiro fiquei ativa na comunidade, costumava postar todos os dias; em alguns meses de Descíclope me tornei moderadora junto com os gatinhos Fabricio Soares DO Amaral/Julio (pedreiro nato) e a super gata Beatriz (Beão). Fiquei surpresa e feliz com a escolha do Tio Roth, sou agradecida pela confiança que ele teve em mim, mesmo sem conversar muito comigo.

p. XXVII


30-Em certa época começou a parecer muitas pessoas novas na comunidade, o movimento cresceu muito, já que a maioria das pessoas novas eram meninas (alvos de cantadas ridículas dos machos carentes da comunidade –n). Claro que nem sempre era um mar de rosas conviver com pessoas tão diferentes, confesso que às vezes sentia vontade de excluir alguns membros, mas não valeria a pena, alguns deles davam trabalho (K@io), mas davam motivos pra risadas também. Desencontro 31-No dia 13 de Novembro de 2011 aconteceu o primeiro encontro entre membros da DP; foi algo simples, num domingo frio em um shopping da cidade de Osasco. Lá comemos, visitamos uma livraria e tiramos uma foto épica, fazendo uma pose ridícula- de Power Rangers que deu origem ao apelido “modera rangers”. Presente 32-Hoje, infelizmente não tenho tanto contato como antes com alguns membros da comunidade, por falta de tempo e assunto. Em alguns casos a amizade prevaleceu, continuo mantendo contato via facebook e até mesmo por telefone. Com isso posso perceber o quanto valeu a pena ficar horas na frente do PC jogando conversa fora, agüentando cantadas ridículas, postando no 999 –acreditando fielmente que ia bater a meta- dentre outras coisas. Enfim, é isso :B

Novíssimo ainda na fralda testamento

São Matheus Da Fealdade (39-49)

M

embro desconhecido da Face, testemunhas dizem que o Santo escondia-a com um pano para ninguém olhar diretamente em teus olhos para não cair na desgraça da visão infernal. Leal e fiel Santo

da comunidade, esteve sempre presente diante deus irmãos e foi um dos primeiros a escrever o evangelho para a Bíblia da Desciclopédia.

39-A comunidade da Desciclopédia no orkut sempre estará presente nas minhas memórias, mesmo no fim da minha vida. Quando eu entrei na comunidade, não tinha nenhuma intenção de ser um membro ativo lá. Pra ser sincero, nem sei a razão de entrar lá. 40-Porém, em 2011, eu fiquei sem emprego e tive tempo de ficar a toa na internet. Foi um período complicado para mim. Tinha problemas familiares e também não tinha dinheiro para sair com amigos. me tornei um anti-social. É complicado acreditar que você pode ser alguém se não possui o apoio de ninguém. Pouco a pouco, tornei-me alguém triste, recluso, infeliz. Chega a ser interessante o fato de ter comprado meu computador justamente antes de ser demitido. Não sou de crer em destino ou coisas assim, mas posso dizer que é, pelo menos, curioso. 41-As minhas lembranças mais antigas de acessar a comunidade datam de fevereiro de 2011, no mês de aviso prévio do meu desemprego. Na época, eu estava obcecado por organizações secretas, teoria da conspiração, entre outras coisas, e ficava o tempo que possuía livre procurando por coisas assim. Daí vem minha lembrança mais antiga: um tópico sobre a HAARP, um projeto americano que visava o controle das comunicações e sistemas de vigilância através de ondas de alta frequência, tópico então criado por Larissa Nespolo Peixoto. Esse foi o primeiro passo para entrar em um mundo totalmente diferente do qual eu havia vivido nos últimos anos. 42-Comecei a participar dos jogos, conversar mais com os membros. De repente, percebi que a grande atração da internet era ver como estava a comunidade, se alguém estava online naquele momento.

p. XXVIII


43-No grupo da comunidade, eu conheci pessoas incriveis, algumas as quais eu falo até hoje, praticamente todos os Ana Clara, Andrey, Larissa[lare], Larissa [larris], Rodrigo, Miguel, entre tantas outras pessoas. Foram muitos momentos engraçados, e alguns até interessantes, quando ganhei de uma certa pessoa em um certo jogo de boliche virtual. 44-Na própria comunidade, não cheguei a criar tantos amigos, porém me simpatizava com os “otakus” Lucas Henrique e Letícia. É claro que, naquela época, era meio que impossível conversar direito com eles, já que estavam sempre entretidos um com o outro. dias.

45-Quando eu voltei a trabalhar, as 8, 9 horas online na comunidade foram reduzindo lentamente. Quando percebi, não entrava mais lá. E tudo piorou com a chegada de outras redes sociais na minha vida. 46-Porém, eu nunca esquecerei de momentos clássicos como o quase-fim da comunidade, quando fui pego de supresa ao entrar só para ver como andavam as coisas por lá. 47-É impossível esquecer o modo como a Ananda, a Bia, o Júlio entre outros lendarios membros solucionavam os mistérios que o Rothmans criava. De fato, sinto orgulho de ter ajudado, mesmo que tenha sido bem pouco. 48-Mas tudo que é bom, tem um fim. Todos nós sabíamos que um dia, a comunidade seria excluída do orkut. Esse dia chegou. É o fim. 49-Porém, mesmo que a comunidade se apague, seus membros ainda vão existir. A comunidade era somente um título virtual, algo que não existiria sem os membros. Enquanto os membros continuarem juntos, compartilhando suas vidas, ela ainda existirá, seja no facebook, seja em qualquer outra rede social. Enquanto ainda nos mantivermos ligados ela existirá. É só observar quem são as pessoas com quem você fala ao ligar o computador, seja no facebook, seja por email, no msn, no google+, no skype, em qualquer lugar. Eles são a comunidade. Nós somos a comunidade.

Novíssimo ainda na fralda testamento

São Public Dos Fakes (50-51)

S

anto protetor dos Fakes, um dos poucos que ficou tão conhecido no Vale dos Pixels, salvador da comunidade junto com Santa Ananda Do Peito Cabeludo onde ambos foram as principais

testemunhas das profecias cujo seus enigmas maquiavélicos amedrontavam a comunidade. De face desconhecida, creia-se que se trata de ausência de beleza.

50-No inicio quando entrei na comunidade desciclopédia, eu achei que era só mais uma comu normal, tópicos de joguinhos idiotas, spams, V1D4 L0K4, mas fui notando que era mais do que isso. Devo ter entrado após um fulano ter deletado uma porrada de tópico e banir vários membros, sabe se lá por que. A comu parecia estar lutando para se re-erguer, com os vários tópicos “2.0”. Eu como membro novo, jogava nos jogos e raramente aparecia no chat, mesmo assim tinha vontade de me unir a essa família de loucos, por isso tentei me enturmar de forma que me encaixa-se no padrão de insanidade, primeiro padrão: foto de gato fumando, nome Rodrigo, não recebi muita atenção mimimi, segundo padrão: Fake do Google, pois é, eu fiz o fake do Google, mas não dava para me enturmar muito bem se eu fosse seguir o padrão que eu adotei para esse fake, isso me levou a criar um fake inexistente, com minha própria personalidade, ultimo padrão: Public Opinion, nem sei por que coloquei esse nome, mas me lembro muito bem de quando criei, e em fim consegui meu espaço, criei até um tópico para ressuscitar as desentrevistas, algo que eu curti na cmm. 51-O tempo passou e eu fiz vários amigos, algo que eu sempre curti na cmm é a convivência entre os membros, apesar de serem tão diferentes, se davam muito bem na maioria das vezes, em fim, já esqueci o que ia falar, resumo: comu e foda, bla bla, antigamente era melhor, pau no cu do first, vini gordo granudo, Letícia tomo um toco, mascotes são legais, nicanicanur.

p. XXIX


Novíssimo ainda na fralda testamento

São Renato Morais Das Montagens Toscas (52-56)

S

anto membro das montagens mal feitas no MSpaint, presente no auge da comunidade onde o fogo ainda era alimentado pelos seus membros. Com a saída dos usuários do Vale do Pixel,

se rendeu ao lado emo e resolveu criar um vídeo de despedida da cmm. O mesmo só iria reaparecer no Vale dos Pixels no dia do Apocalipse final.

52-Eu não conheço metade de vocês como gostaria; e gosto de menos da metade de vocês a metade do que vocês merecem!" BILBO BOLSEIRO E é com essa frase genial que eu começo meu depoimento sobre o que a cmm da Desciclopedia significou pra mim. Essa frase não é uma frase avulsa, ela tem um significado. Na verdade, ela sintetiza TUDO que eu vivi na cmm, as pessoas que eu conheci, as que gostei e as que não gostei. Depois explico o porque disso. 53-Antes vou contar minha breve trajetória na cmm. Cheguei lá meio que sem saber o que se passava naquele lugar cheio de gente estranha, nomes estranhos, fotos estranhas. Nos primeiros dias quase não postei, até que eu vi que alguns já me reconheciam por lá, então vi que eu poderia fazer amigos por lá, ou na pior das hipóteses me divertir com os tópicos e conversas estranhas. Comecei a interagir com todos por lá. Conheci todo tipo de gente, do normal ao estranho. Briguei poucas vezes, me diverti MUITO (mais do que eu poderia imaginar de início), e cada minuto que eu "perdi" naquela birosca foi muito bom. 54-Voltando à frase que coloquei logo no início, vou explicar o porque de eu ter associado ela à cmm. A comunidade Desciclopédia é cheia de ambiguidades e de opostos, assim como na frase. Temos os trolladores e os trollados, vilões e mocinhos, lendas e pessoas comuns, pessoas com dupla personalidade (leia-se fakes). É isso que faz essa frase genial: os opostos e as ambiguidades. E são exatamente essas características que transformaram a cmm em algo único. Conheci a grande (ênfase no grande) minoria dos aproximadamente 22.000 membros da cmm, e dos que eu conheço, conheço BEM menos da metade, e desses que eu conheço bem, gosto muito, mas ainda acho que gosto menos do que mereceriam. 55-Foi foda conhecer tanta gente assim tão rápido, entender o que motivava essas pessoas a passar horas por dia postando bobagem atrás de bobagem (quando eu entendi, eu descobri que era divertido, e muito), descobrir que tem muita gente legal por aí e que amizades verdadeiras são eternas, não importa a distância. Vou ser sincero no que digo: A cmm é o que menos importa pra mim agora, porque sem a Bia, o Julio, o Fabricio, o Gabriel, o Luiz, a Roberta, o Rotemãs, a Má, o Lucian, a Larris, a Ananda, a Débora, o Sgto. Scorpion (Alan/Nicanicanur), o Mac, o Jeanderson, o João, o Fernando (vulgo DEUS), a Lolly e etc (esse etc não é porque eu esqueci, é porque citar tanta gente é complicado...) a cmm não seria a mesma. A cmm vai deixar saudades pelas histórias, por ser um lugar onde todos, apesar das brigas, das trolladas e de tudo mais, nos divertiamos. O importante é a amizade que se estabeleceu entre os membros, e é isso que vai ficar. Então que venha o fim, e até daqui a pouco nas terras de Mark Zuckerberg! CMM DESCICLOPEDIA PARA SEMPRE!!! 56-PS.: Foda-se Folha!

p. XXX


Novíssimo ainda na fralda testamento

Santa Roberta Do Não Sinto o Mesmo Por Você (57-60) Amorosa Santa que não sente o mesmo por você. Segue o teu caminho na comunidade Desciclopédia longe dos alvos das mais diversas pedreiras feira

pelos solitários membros do Vale do Pixel já sabem qual resposta esperar da digníssima santíssima Roberta.

57-Confesso que antes da comunidade eu nem acreditava em amizade virtual, mas vi lá, que da pra ser tão amigo pela internet quanto presencialmente. Praticamente todos meus amigos que “conheço” sabem do meu grupo de amigos da internet, acho que teve uma época em que até cansava, eu falava muito da Ananda principalmente. Passei ótimos momentos na cmm, e no bbd, e no desciclonic, sei que eu estou lá a pouco tempo em vista dos outros membros, mas pra mim foi um tempo muito importante, e cada minuto que passei ali significou ago pra mim. Não gosto da idéia de que a comunidade vai chegar ao fim, apesar de saber que nada lá é igual as época de que conheci aquele lugar, da um aperto saber que vai acabar, mas, os momentos que passei lá não vão ser apagados, as pessoas que conheci e tanto gosto, e principalmente meu melhor amigo, que mesmo não conhecendo pessoalmente, e brigando com ele na mesma freqüência que devemos fazer refeições diárias, é uma amizade que prezo muito, mesmo as vezes não sabendo demonstrar. 58-Espero nunca perder contato com o pessoal de lá, sei que é praticamente impossível, mesmo tendo todos os que estavam lá não costumo falar com quase ninguém, mas, quero que estejam sempre por ai, sempre bem, quem sabe fazendo do grupo do Facebook um novo lar. Mas tudo é passageiro, a vida, momentos, comunidades, pessoas... 59-Então, queria agradecer e parabenizar o Roth por ter criado algo tão importante na vida de cada um, e por dar um fim digno pra tal coisa, antes que ela morra aos poucos e seja esquecida. Infelizmente não vou comparecer ao evento, mas, desejo um bom apocalipse a todos! 60-Nossa, planejei algo bem mais longo, mas criatividade, cadê?

Novíssimo ainda na fralda testamento

Santa Vick Filha De São Drey Da Cabeça Descomunal(61-66) Filha de São Drey Da Cabeça Descomunal, pregadora de palavreado WTF da vida. Santa do Heavy Metal da

comunidade e conhecida também como a mulher Vick Vaporub.

61-Os curiosos podem ler u_u "Você quis dizer: cemitério? Google sobre comunidade desciclopédia "Você quis dizer: encontro para jogadores de rpg? Google sobre comunidade desciclopédia "Você quis dizer: melhor comunidade do orkut? Google sobre comunidade desciclopédia 62-A comunidade da desciclopedia é como um lugar com e sem sentido, onde podemos expressar nossas loucuras livremente com humor (ou não).

p. XXXI


Bem, não sei muito que falar dessa comunidade. Mas foi nela que eu passei momentos de tédios, alegrias e ódios quando não tinha nada para fazer (ou seja, quase sempre). Entrei na comunidade por volta do final de 2011, e fiquei ativa, e ainda sou. E ainda serei não sei por quanto tempo, mas serei enquanto ela estiver existindo. Essa foi a 2º comunidade onde fiquei postando desde que entrei. 63-Confesso que eu era meio noob quando cheguei por lá. Às vezes me sentia meia diferente. Boiando entre os membros otakos, nerds bansigas e jogadores de RPG, mas normal isso. Quero agradecer a todos os membros anti-sociais da desciclopédia. A todos que me fizeram rir, brigar, tirar prints inúteis, etc, etc e eu não sei mais o que escrever. Não vou citar nomes, porque sou baiana e tenho preguiça. 64-Caso a comunidade do orkut acabe, ficarei (ou não) no facebook, o que não é tçao bom quanto ficar entre as ruínas do orkut. Mas é assim, Tudo passa, tudo passará ♫ (ouvindo metal contra as nuvens u_u) 65-E como uma grande comunidade, esta deve ganhar muitas, e muitas homenagens. (Sim, minha parte do livro já acabou ‘-‘) Obs: Escrita com muito ódio, preguiça, falta de criatividade, mas com boa intenção u.ú 66-OS: Nunca esqueçam de tomar já de poejo e chá de vick.

Novíssimo ainda na fralda testamento Santa Lari Do Peso Pesado (67-77)

Santa Lari Do Peso pesado, escreveu o evangelho do Apocalipse da comunidade Desciclopédia. Sábia santíssima membro da comunidade e jogadora de BomberMan online. Graças a Comunidade

Desciclopédia engordou alguns quilos porém a mesma está entrando em uma dieta para pagar promessas para ela mesma

.

67-Cá estava relembrando os bons tempos que passei nessa comunidade chamada “Cmm Desciclopédia”, e, não que fosse um fórum mais importante que os outros, ou com alguma importância política, nem sequer tinha grande relevância para o site do qual surgiu, mas era o melhor lugar do mundo; bom, gostaria de contar como foi minha passagem nesse mundo tão incrível do universo descíclope. De fato, caro leitor, você pode até não dar tanta importância para estas memórias logo de início- até porque ninguém quer ouvir histórias sobre como foi à vida de uma pessoa qualquer, já que isso não mudará nada em sua vida e pouco menos lhe desperta o interesse-, mas acho que no final você entenderá- pelo menos isso- as razões pelas quais resolvi pôlas nestas páginas. 68-Certo dia, procurando notícias sobre uma banda que gostava muito na época (FOB), me deparo com um site, como na época não usava óculos para miopia e li de relance o nome, acabei por lendo “Discopédia” ao invés de “Desciclopédia”, o nome real do site. Li a página, ri muito e ao mesmo tempo fiquei um pouco chateada por causa de algumas piadas, mas logo percebi que o site era de humor. O site ficou então esquecido por uns dois anos, para mais ou para menos, e quando voltei já estava de férias de verão da escola, já havia me formado no ens. Fundamental e tinha tempo livre de sobra. Nas férias, acabei apresentando o tal site para minha melhor amiga, então líamos juntas com conferências de áudio à noite e com altas risadas. Tudo era ótimo. Então certo dia fui procurar um fórum/comunidade em uma rede social da época, o Orkut. 69-Nas minhas buscas, achei uma comunidade do site de humor e solicitei a minha entrada nessa comunidade (na época eu não costumava fazer amizades pela internet, então só entrei por entrar mesmo, como fazia com todas as outras comunidades que já havia entrado) e logo após me aceitarem lá, vi que era um lugar bem ativo e muito engraçado, assim como o site, então resolvi interagir com os membros. 70-O primeiro tópico que me chamou atenção nessa comunidade foi o “Continue a história com 3 palavras”, que para mim foi um dos melhores tópicos lá, logo depois, fui para o “HTML Liberado 2.0”, uma nova versão do antigo “HTML Liberado”

p. XXXII


que fora excluído num holocausto anterior à minha chegada, e finalmente fui para o “DescicloChat, o chat livre de sentido” conversar e interagir mais com os membros. 71-Com o passar dos dias fui interagindo cada vez mais com todos lá, apesar de não ser ainda uma grande interação, mas era melhor do que nada. Cheguei a criar um tópico lá, sem muito sucesso, o “Teorias da Conspiração”, mas que ajudou também a expor minhas ideias e aumentar a socialização com os membros. Certo dia eu adicionei o chat do MSN da comunidade, gostei tanto de lá que acabei por deixar a comunidade mais de lado, aos poucos, e cada dia passava mais tempo lá do que em outro lugar da internet. 72-Minha participação com os membros e na comunidade era dividida entre “passar muito tempo no chat” e “ser um membro fantasminha que aparecia na cmm com intervalos de tempos muito longos”- e como quando eu aparecia era quase que uma “ressurreição”, eu ficava muito tempo, mas não pense você que deixei a cmm de lado-, mas conseguia acompanhar, com certa dificuldade, as notícias e acontecimentos da cmm. 73-Lá havia muitos RPGs, dos quais quase cheguei a participar de um, o BBD- uma espécie de Big Brother Descíclope-, mas não me inscrevi a tempo; mesmo assim, acompanhava todos os outros, como o Descíclonic, DescícloSAW, Wopi (digamos que era quase que o sistema político-econômico da cmm, mas eu não me esforçava muito para ganhar píulas- dinheiro- lá, vivi praticamente como uma mendiga), entre outros mais. 74-O tempo foi passando, fiz amigos, vivi amores... Ah, aquela comunidade foi uma casa para todos que viviam lá. Até que o tempo passou de mais e, o que posso dizer? Bom, tudo tem um fim. A cmm começou a entrar em um estado de coma, quase ninguém ia mais lá e tudo estava fenado, até que um dia, Füher Rothmans mostrou as profecias em público, e nos explicou o que estava acontecendo. 75-Nisso, ajudei a salvar alguns membros- Letícia, por exemplo- e a cmm voltou a ser um pouco mais animada, mas nada passou de um último suspiro, como alguém que acaba de sair do coma e acaba voltando ao hospital após ser atropelado na sua saída. A cmm entrou em um estado zumbi, ou quase, sem fim. 76-Dias de trevas estavam por vir, dias que pioravam cada vez mais. Nada poderia salvá-la, até que mais uma parte da profecia foi revelada. Ajudei a salvar alguns tópicos, mas nada que ajudasse muito. No final acabei ganhando meu atual título de moderadora por salvar um tópico sozinha. 77-Os dias se passavam a cmm não saía desse estado horrível, então os membros foram se mudando aos poucos para um novo refúgio numa nova rede social. Alguns se recusavam a ir, mas a mudança era inevitável e no final, todos foram para lá. Hoje em dia, gerações Old School e New School se encontram nesse novo refúgio, conversam, e tentam manter ainda vivo o espírito dessa comunidade, a Cmm Desciclopédia. O Melhor fórum da internet. “Vida longa e próspera ao espírito dessa Cmm” – Spock sobre Cmm Desciclopédia

p. XXXIII


Novíssimo ainda na fralda testamento

Santa Ananda Do Peito Cabeludo(78-89) Última das Santas a escrever seu evangelho. Conhecida pela sua sabedoria e por salvar junto com São Public Dos Fakes. Senhora da correção ortográfica que repudia a dislexia dos membros do Vale do Pixel. .

Santa Ananda do Peito Cabeludo também é conhecida por ser mais macho que muito santo por. Por ser a última Santa a entregar o seu evangelho, a mesma não pertence a ordem alfabética da Bíblia,

78-Procurei “Noruega” no Google, a fim de ver imagens para acabar com o tédio da aula de informática. Não tinha internet em casa, e lá eu tinha de aproveitar. Quando abri a página da Desciclopédia, percebi que havia descoberto um de meus sites favoritos. 79-Meses depois, uma novata na internet, que só após 17 longos anos conseguira tê-la em casa, procurava fóruns no Orkut, na esperança de fazer seus primeiros contatos via web. E foram várias comunidades; Pokémon, Duran Duran, Depeche Mode, Humor Negro; e em nenhuma acontecia nada interessante. Ora pessoas que não entendiam meu senso de humor, ora só se tratava assuntos que eu não dominava, ora as pessoas eram de nível ruim mesmo. 80-Vi que a comunidade da Desciclopédia tinha chat, e fui tentar a sorte mais uma vez. Justamente o assunto tratado pelos três rapazes ali presentes no momento era “nessa comunidade não tem garotas”. Minha resposta foi “oi. Serve eu?”. 81-Eles estavam realmente interessados em mim, queriam saber do que eu gostava. O tema “Pokémon”, para minha alegria, surgiu naturalmente. E assim o assunto se desenvolveu, e senti que estava segura – por alguma razão que ainda não sei explicar, não me senti novata como nas outras comunidades. Não fui tocada de lado como um “brinquedo novo que depois a gente abre e olha”; parecia que lá eu já podia entrar e brincar. Eu não sabia de muitas coisas que aconteciam ali e das relações que se desenvolviam entre os membros, mas era clara a receptividade daquele lugar. 82-Como os tópicos de jogos eram muito divertidos e estimulavam a interação entre os membros, não foi difícil conhecer cada um, e tinha vontade de entrar lá sempre. Nunca tive amigos na vida real – ainda não tenho –, e lá havia pessoas interessantes, e que se interessavam por mim também. 83-Minha desentrevista foi uma das experiências mais incríveis da minha vida; não consigo lembrar de muita coisa mais prazerosa que aquela semana. Eram pessoas interessadas em mim me fazendo perguntas que eu gostava de responder – pois adoro falar de mim. E eu tinha prazer em dar boas respostas para divertir as pessoas, queria que elas lessem, que gostassem talvez não das respostas, mas da forma como eu as escrevia. Aprendi um pouco sobre cada um através das perguntas. 84-Firmamos contatos em outras redes sociais aos poucos, e estabeleci relações mais firmes com alguns membros. Era clara a relação de família que tínhamos lá; ninguém da comunidade era descartável. Mesmo os trolls proporcionavam diversão – e eu diria até união. Os membros sumidos sempre acabavam lembrados ou mencionados por alguma coisa; one does not simply “disappears” from Desciclopédia; uma parte de você sempre fica lá. 85-Creio que não tenha sido influência do Facebook – para mim definitivamente ele não faz diferença alguma –, mas das mudanças na vida dos membros, outras mentes, outras responsabilidades, e a vontade de ficar por lá ia minguando. Cada vez entrávamos menos no chat e jogávamos menos nos tópicos. Nunca encontrei outra rede social que oferecesse o tipo de interação que o Orkut oferecia, com fóruns em comunidades de temas específicos, e não apenas trocas de recados com pessoas que você “conhece”. Porém o lugar foi esvaziando.

p. XXXIV


86-Os amigos que fiz lá me deram confiança, e com essa confiança fiz outros amigos fora da Desciclopédia. Acreditava que era querida pelos membros, com os quais agora me relacionava mais em outros sites, e era uma nova pessoa – feliz – por isso. Mas senti que o tempo daquele lugar se fora; significava muito para mim, mas não como antes. Foi ordenado que encontrássemos outras formas de nos unir, outras maneiras de desfrutarmos de nossas amizades, e assim fizemos, sem que outros pudessem tomar nossos lugares e continuarem com a comunidade, visto que o pó era seu destino. 87-Posso sim olhar para trás e dizer adeus à comunidade Desciclopédia. Não, eu não desejo seu fim; minha vida não requer mais aquele lugar – que nunca deixou de ser divertido – por alguma razão; me alivio em saber que outros sentem o mesmo. Não há 88-mais ninguém para dar continuidade àquele lugar, ainda que eu desejasse que outros pudessem frequentar a comunidade e ter a felicidade que eu tive. Aceito o fim, mesmo que as lembranças doam muito quando se desmancham do físico, quando não sobra nem aquele velho tópico pra reler, aquelas fotos pra olhar. 89-Se o lugar está desaparecendo, minha felicidade não está. Meus amigos ainda estão comigo. Nossa união ainda está conosco. O que passamos ainda está em nós. Me despeço do lugar que deu sentido à minha vida; mas saio dele levando comigo este sentido. E cada um que sai leva também o seu; cada um leva um pedaço da comunidade que fizemos juntos. Ela não está sumindo, só mudando de forma. A Desciclopédia se transformou – nos transformou – em nós.

p. XXXV


EVANGELHO DE DEUS (FERNANDO)

Era uma vez um garoto, ingênuo nesta região da internet, explorando as comunidades no inicio do orkut, pelos idos de 2004, nos seus dias finais, o qual começou a explorar o orkut, suas regras, o aprisionamento dos perfis que escreviam mais de três scraps por dia. Esse periodo sem grandes avanços, conhecendo algumas coisas das comunidades e como não funcionavam, mas nada o preparava para o que iria ocorrer no futuro. Já nos meses do ano do criador de 2006, numa das mudanças de comunidades a procura de locais ativos, vibrantes e revolucionários, este membro adentrou numa comunidade chamada de Desciclopédia, inspirada pela lendas e mitos existentes na internet perante ao site, que nunca parecia funcionar. Mas esse periodo durou pouco, poucos tempo depois esta pessoa se retirou da comunidade. Na esperança de conteúdo até o periodo do ano de 2009 ocorreu algumas entradas e saídas da comunidade, com alguma participação esporádica até 2010… Nesta época o orkut já demonstrava uma certa decadência, as comunidades estavam repletas de joguinhos, poucas tinham algo que era recomendado a pessoas com Q.I. acima de 10, dessa forma iniciava o periodo mais prolongado na comunidade da Desciclopédia, um local ainda salvo desse destempero. Este garoto, já com mais uns aninhos, participava de quase nunca da comunidade, mas sempre sabia o que ocorria, presenciando assim o grande cataclisma do agosto de 2010, o qual milhares de perfis foram ceifados de sua existência, o qual uma grande guerra com grande destruição, eliminando a memória da comunidade, a confiança de muitos e a honra de outras. Por alguma sorte do destino, ou por vontade divina, esse garoto sobreviveu a este evento e notando a necessidade de repovoamento da comunidade, do ressurgimento de uma nova era, começou a se manifestar, ainda timidamente até o periodo de dezembro, o qual reiniciou a primavera. Assim este ser testemunhou novos seres, novos heróis desciclopes, como se isso significasse muito, surgiram, o atencioso guerreiro roqueiro, a elétrica maga emburiana e seu jovem seguidor, a anti-diplomata otaku dentre outros, até mesmo bizarras folhas arianistas que apareceram na comunidade. Era o auge, o ápice do caos conhecido, no qual tudo era discutido e nada era discutido. Mas isso também era o início do fim, no qual a falta de renovação do conhecimento, a repercursão sem renovação começaram a causar o cansaço, o distanciamento dos seguidores. Antes disso teve a época do amor, no qual muitos membros amaram um ao outro e terminaram sem se amar… Os amores perfeitos, pois nunca começaram e assim nunca decepcionam. Momentos lindos como qualquer novela mexicana. A tormenta final chegou pouco depois, com mudanças do universo da comunidade, a forma de escrever, as falhas programacionais que desmotivaram muitos e a falta de conteúdo iniciou o fim de tudo e esse garoto não estava mais feliz, precisava se recolher. Por alguns meses a comunidade resistiu, mas como o restante desse mundo ele ficou árida, sem vida, onde poucos e os mais fortes sobrevivem e este lar, a Desciclopédia, mostrou que era das mais fortes, pois mesmo no fim ainda é mais digna que muitas que existiram no auge. Esse seria o final, mas como o tempo não existe, como tudo existe eternamente assim, a comunidade sempre existirá eternamente, nos momentos que o tempo existiu e que cada um passou e lembrou delas.

p. XXXVI


SENHOR MISERICORDIOSO DR. ROBERTO (1-1) Apocalipse

“...”

Palavra da Salvação, glória vosso senhor p. XXXVII


SANTA LARI DO PESO PESADO (1-1) Apocalipse

Era mais um dia de feno no Vale dos Pixels, mais precisamente naquela pequena comunidade que a cada dia parecia sumir aos poucos. Ninguém aparecia por lá por um bom tempo e quando apareciam, não tinha ninguém lá para conversar. De fato, aquilo era considerado uma cidade fantasma. Certo dia, Queen Rothizinha, mais conhecida como Füher Rothmans, trouxe à tona muitos documentos sobre profecias, as quais já haviam sido mencionadas logo após A Grande Guerra descíclope, e que confirmavam o fim da comunidade para 2012, assim como os ciclos do calendário Maia. Esses documentos falavam sobre todo o fim da cmm e como ela seria exterminada se os bravos guerreiros não fizessem algo sobre. Muitos tentaram resolver as profecias, mas nenhum obteve sucesso total. Quase todas as profecias foram resolvidas, menos a última. Todos pensavam que estava tudo muito bem, já que haviam resolvido praticamente todas elas e que, no máximo, o fim seria adiado, porém não sabiam nem a ponta dos problemas que viriam. Novos enigmas surgiram, os guerreiros precisavam agora, salvar os tópicos que mais estimavam. Alguns saíram perdendo, outros ganhando, mas ainda assim os problemas não haviam sido findados por completo. A cmm tinha voltado à vida outra vez, não como antigamente, mas já estava melhor e antes que você pudesse dizer “Nicanicanur”, a cmm estava ao caminho das trevas. Os dias se esvaiam e pareciam monótonos, exceto pelo fato de que as pessoas pareciam se esquecer daquele lugar mágico. Tudo voltara de forma lenta e dolorosa ao feno. Alguns membros resolveram ir para a nova rede social que estava tomando o lugar do Orkut, antigo lar da cmm, e pensaram em fazer um refúgio para os membros lá. Muitos tiveram aversão à ideia e rejeitaram logo de início, dizendo que ainda eram fiéis à cmm, mas no final foram indo para o refúgio. Quando a cmm estava de fato abandonada, uns membros tentaram resgatá-la, chamando os outros para voltarem para lá, mas não obtiveram sucesso. Então certo dia, Queen Rothizinha anunciou que o apocalipse aconteceria. Queen Rothizinha anunciou a todos que não queria que a cmm morresse de forma tão humilhante, afinal ela sempre gostou de uma festa, então resolveu criar um evento e fechar a cmm com chave de ouro. Todos os membros de mobilizaram para o tal evento, uns chamando os membros antigos, outros ajudando na decoração. Todos pareciam mesmo perceber que a cmm não poderia morrer de uma forma tão banal e sabiam do significado dela para cada um.

p. XXXVIII


SAGRADO RAP DA COMUNIDADE Composição: Pedro César de Carvalho Melo (Terrorista Verbal ) Refrão Puta que pariu Essa é a comunidade mais doida do Brasil! Puta que pariu Loucura assim ninguém nunca viu! Um certo dia neste lugar chamado internet Encontrei algo que nunca pensei que encontraria Então só escuta, ou lê esse rap Encontrei um hospício virtual , uma verdadeira putaria Mais doidos do que se pode contar Pessoas que deixariam Freud embasbacado, se pá Tipo uma cidade no computador Com cerca de 20 mi l habitantes Cidade pequena, tipo de interior? Pode até ser, mas a bagaça prosperou Führer Roth (HEIL ROTH!) impunha sua ditadura Filha da puta, aqui é revolução pura! D: Ok, do assunto me desviei Mas já tô voltando, leitor chato filho d'um gay u.u Seus acessores eram Má, que não era nada Má Bia, Fabrício, Júlio e outros que não vou citar Pelo fato de ter esquecido quem são [/YaoMingFace Então faço aqui uma homenagem, a mani festação Em memória à comunidade mais doida do Brasil Tô rimando mal pra caralho, né? Foda-se, seu imbecil u.u Refrão Puta que pariu Essa é a comunidade mais doida do Brasil! Puta que pariu Loucura assim ninguém nunca viu! Lembro de alguns nomes como Ananda, a escritora Gabriel ou Zordon, o Cabeça Voadora Letícia, a quem chamo de Mademoisel le Watashi pelo msn Cristian Oliveira, Renan, Éder Moura Melhor parar de citar essa porrada de pessoas Por que vou esquecer de todo mundo nessa porra Vai virar uma bagunça no melhor estilo Sodoma e Gomorra Ah, mas quer saber? Foda-se, essa rima já tá uma vergonha E nem venha me perguntar se eu fumei maconha Isso é coisa do Luís e seu negão, do Kaio ou da Vick Do Alan ou do cidadão sem foto de nome Matheus Rodrigues Falei que ia parar de citar nomes? Menti , se fode aí nerdão õ/ Vamo ver de quem mais eu lembro, tem o Reinaldo que finge ser João

p. XXXIX


Miguel Pereira, Public, Jeanderson, Lohanna Guimarães Porra! Como é que eu vou rimar "Guimarães?" Ah, já sei! "Mães"! Jordy, Débora, Rodrigo... Ah caralho, cansei de citar nomes Agora peraí, vou parar de rimar e ir comer por que tô com fome Eu volto na próxima estrofe... Ou não Refrão Puta que pariu Essa é a comunidade mais doida do Brasil! Puta que pariu Loucura assim ninguém nunca viu! Eu falei que ia voltar, não falei? ù.ú Tô aqui de volta, deixando com vergonha todos vocês Com vergonha por que, afinal , este rap da desciclopédia Tá uma merda - [/YaoMingFace - uma verdadeira tragédia E mesmo que fosse uma comédia estaria abaixo da média Mas pelo menos agora tá acabando, ou não Pode ser que eu esteja apenas começando, ou não Mas venha cá, tenho um assunto importante a tratar Você já recebeu a palavra do único verdadeiro deus? Não é o cristão não, seu satânico infiel ateu u.u É o Monstro do Espaguete Voador, morô? Ele e sua santidade macarrônica são a unica verdade e o único temor Os 8 condimentos devem ser respeitados, seu cão sarnento u.u Na boa, mas botá religião nessa porra foi uma péssima escolha, lamento Mas esse rap já está um grande vexame, então Nada perdi ao colocar religião Essa letra logo chegará ao fim Foi uma vergonha terrível , sim Mas enfim estamos aqui , no mic um Mc Que não é índio pra dizer "mim concorda sim" E rima muito melhor que isso, mas como só tô zoando nessa bagaça Então bora no free e na raça Pra ver se essa porra passa E essa joça nesse momento acaba Quero dizer, logo após o refrão O Rap da Desciclopédia termina aqui sua vergonha, ou não Refrão Puta que pariu Essa é a comunidade mais doida do Brasil! Puta que pariu Loucura assim ninguém nunca viu!

p. XL


Bíblia nem tão sagrada dos Descíclopes do Vale do Pixel