Page 1

Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/2012 – LAVRAS(MG), 26 DE SETEMBRO DE 2011 – PARA CIRCULAÇÃO NA 2752ª REUNIÃO

Nº 10

Detalhes da ‘foto da capa’ na última página

2011/2012

Reuniões às segundas-feiras 19h30

Av. Dra. Dâmina, nº 28 – 37200-000 – Lavras – MG – Brasil E-mail: rotaryclubdelavras@gmail.com - Tel. (35)9844-9636 Clube Registrado no RI sob o nº 8223


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

2

ROTARY INTERNATIONAL – ANO ROTÁRIO 2011/2012 PRESIDENTE DE RI: KALYAN BANERJEE GOVERNADOR DO DISTRITO 4560: FABIANO ANTÔNIO DE SOUZA GOVERNADOR ASSISTENTE – ÁREA 4: EMERSON NONATO SILVA

ROTARY CLUB DE LAVRAS

CONSELHO DIRETOR

PRESIDENTE: Antônio Adolfo Corsini Gattini Sbampato VICE-PRESIDENTE: Wagner Nogueira 1° SECRETÁRIO: Renato Paiva 2° SECRETÁRIO: João Márcio de Carvalho Rios 3º SECRETÁRIO: José Altair Rosa Botelho 1° TESOUREIRO: Adejar Alvarenga 2º TESOUREIRO: Hebe Oliveira Dinalli DIRETORES DE PROTOCOLO: Vanda Amâncio Bezerra Mendes, Valdir Curi e Ana Tereza de Mendonça Viveiros

COMISSÕES PERMANENTES COMISSÃO DE ADMINISTRAÇÃO DO CLUBE: Sebastião Mello de Oliveira COMISSÃO DE IMAGEM PÚBLICA DO ROTARY: Geraldo Bertolucci Júnior COMISSÃO DE ADMISSÃO: Lauro Antônio Fernandes de Souza COMISSÃO DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA: Ricardo Augusto Barbosa COMISSÃO DE PROJETOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Wagner Nogueira e Emerson Nonato Silva

AVENIDAS DE SERVIÇOS AVENIDA DE SERVIÇOS INTERNOS

PRESIDENTE: João Márcio de Carvalho Rios COMISSÃO DE PROGRAMAS: Valdir Curi e Geraldo Bertolucci Júnior COMISSÃO DE REVISTA: João Márcio de Carvalho Rios COMISSÃO DE CLASSIFICAÇÕES: João Márcio de Carvalho Rios COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO DO QUADRO SOCIAL: Geraldo Bertolucci Júnior e Walter de Assis Toledo Júnior COMISSÃO DE FREQUÊNCIA: Acir Pimenta e Marcelo de Castro Leal COMISSÃO DE COMPANHEIRISMO: Walter de Assis Toledo Júnior e Neisson de Oliveira Costa COMISSÃO DE BOLETIM: Geraldo Bertolucci Júnior COMISSÃO DE PATRIMÔNIO: Lauro Antônio Fernandes de Souza e EGD Gabriel de Siqueira Lopes COMISSÃO DE RETENÇÃO E DE RECRUTAMENTO DE COMPANHEIROS: Sérgio Augusto Pedroso e Carlos Alberto de Carvalho COMISSÃO DE RELAÇÕES PÚBLICAS DO ROTARY: Emerson Nonato Silva e Valdir Curi

AVENIDA DE SERVIÇOS À COMUNIDADE

PRESIDENTE: Sérgio Augusto Pedroso COMISSÃO DE PARCERIA NO SERVIR: Emerson Nonato Silva COMISSÃO DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE: Wagner Nogueira COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO: Sílvio Tadeu da Silva COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO: Evaldo Lucas

AVENIDA DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS

PRESIDENTE: Alysson Massote Carvalho COMISSÃO DE RECONHECIMENTO PROFISSIONAL: Walter de Assis Toledo Júnior COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL: Vanda Amâncio Bezerra Mendes COMISSÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO PROFISSIONAL: Sebastião de Assis Vilela COMISSÃO DA PROVA QUÁDRUPLA: Renato Paiva

AVENIDA DE SERVIÇOS INTERNACIONAIS

PRESIDENTE: Ana Tereza de Mendonça Viveiros COMISSÃO DE INTERCÂMBIO DE JOVENS: Ricardo Augusto Barbosa COMISSÃO DE SERVIÇOS À COMUNIDADE MUNDIAL: Marcelo de Castro Leal

AVENIDA DE SERVIÇOS ÀS NOVAS GERAÇÕES

PRESIDENTE: Marcelo de Castro Leal COMISSÃO DE SUPORTE AO ROTARACT: Emerson Nonato Silva e Geraldo Bertolucci Júnior COMISSÃO DE SUPORTE AO ROTARY KIDS: Walter de Assis Toledo Júnior COMISSÃO DE CRIAÇÃO DO INTERACT: Emerson Nonato Silva COMISSÃO DE COMUNICAÇÃO ÀS NOVAS GERAÇÕES: Geraldo Bertolucci Júnior

COMISSÕES ESPECIAIS ASSESSOR ESPECIAL DA PRESIDÊNCIA: EGD Oswaldo Louzada Serra ASSESSOR ESPECIAL DA PRESIDÊNCIA PARA O IGE: Ricardo Augusto Barbosa BANCO DE CADEIRAS DE RODAS: Sérgio Augusto Pedroso e Geraldo Bertolucci Júnior COMISSÃO DE LEGALIZAÇÃO DA NOVA SEDE: Walter de Assis Toledo Júnior, Adejar Alvarenga, Lauro Antônio Fernandes de Souza e João Godinho Sampaio COMISSÃO DE EVENTOS PARA A NOVA SEDE: João Batista de Oliveira e Walter de Assis Toledo Júnior CERIMONIAL DA ALIMENTAÇÃO E BEM ESTAR: Todos os companheiros em sistema de rodízio OUT DOOR: Sérgio Augusto Pedroso COMISSÃO DO RECONHECIMENTO ACADÊMICO: Emerson Nonato Silva, EGD João Márcio de Carvalho Rios e Valdir Curi COMISSÃO DO FESTIVAL DO SORVETE: Sebastião de Assis Vilela, Ricardo Augusto Barbosa, Wagner Nogueira e Sílvio Tadeu da Silva COMISSÃO DO BANCO DE LEITE HUMANO: Ricardo Augusto Barbosa, Lauro Antônio Fernandes de Souza e Evaldo Lucas COMISSÃO ESPECIAL DE EXPANSÃO: Wagner Nogueira, Emerson Nonato Silva e Renato Paiva

COMISSÕES DE SUPORTE CONSELHO DE GOVERNADORES: Oswaldo Louzada Serra, Gabriel de Siqueira Lopes e João Márcio de Carvalho Rios PAST PRESIDENT: Walter de Assis Toledo Júnior PRESIDENTE INDICADO: 2011/2012: ?????????

RODA DA AMIZADE PRESIDENTE DA RODA DA AMIZADE DO ROTARY CLUB DE LAVRAS: ANA LUÍZA DE CARVALHO TOLEDO

ADDRESSES & PHONES - ENDEREÇOS E TELEFONES PARA CORRESPONDÊNCIAS E BOLETINS: ROTARY CLUB DE LAVRAS/COMISSÃO DE BOLETIM: GERALDO BERTOLUCCI JÚNIOR - RUA SÍLVIO MODESTO DE SOUZA, Nº 209 – BAIRRO NOVA LAVRAS - TEL: (035)3822-3594 (035)8855-9436 - 37200-000 - LAVRAS - MINAS GERAIS - BRAZIL - E-mail: bertolucci@superig.com.br


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

C

3

(*) José Antonio Figueiredo Antiório

omo diretor do Rotary International para o Brasil e a América do Sul, gostaria de ter a visão do Rotary como uma organização em ascensão em relação ao seu quadro associativo e à idealização e implantação de projetos que favoreçam as nossas comunidades, assim como gostaria que a Fundação Rotária pudesse ter recursos advindos de rotarianos, empresas e doadores comprometidos com o ideal de servir. Quando menino, sempre sonhei em estudar e ter uma formação profissional digna, conseguir um trabalho que me permitisse sonhar com um mundo melhor para mim, minha família, meus filhos, meus pais e, principalmente, para as pessoas que não tiveram a oportunidade de nascer em um berço tão acolhedor como eu tive.

O autor José Antonio Figueiredo Antiório, entremeado pelo instrutor distrital Carlos Alberto de Araújo Peçanha e o governador Fabiano Antônio de Souza, durante o Instituto Rotary.

Imaginava um mundo diferente, onde homens e mulheres teriam a oportunidade de aprender a ler, escrever, fazer contas e interpretar a vida por meio dos ensinamentos adquiridos na escola. Um mundo onde eles teriam trabalho e boa remuneração, e que seria melhor para eles e seus familiares. Pensava num mundo onde não haveria bandeiras diferentes e onde os homens não se agrediriam. Um mundo sem guerras, onde brancos, negros, índios, amarelos, pobres e ricos poderiam sonhar com o fim das diferenças sociais. Sonhei com um mundo sem desastres, tempestades, furacões, inundações e soterramentos. Cresci, já não sou menino, mas me fiz homem, pai, marido, companheiro, avô, sogro, irmão, cunhado, tio, amigo e colega de trabalho. E comecei a sentir que a busca da felicidade tem um caminho: nos reunirmos em torno de um mesmo ideal, para que todos os desastres possam ser absorvidos em uma grande fogueira, queimando tudo de ruim. E das cinzas dessa fogueira nasce um novo mundo, onde uma organização é capaz de dar nova perspectiva para a humanidade. Este novo mundo pode ser encontrado perto de você, e eu o convido para vir a ele por meio do Rotary International.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

4

Desafios para crescer Muitos de nós vivemos o Rotary intensamente. Outros o vivem sem perceber tudo aquilo que podemos fazer. E outros nem sabem onde estão. Na América do Sul, 52% ou mais dos nossos clubes estão com menos de 20 associados. São clubes tão pequenos que nem sempre conseguem fazer um planejamento estratégico e, muito menos, formar suas equipes de trabalho (o Conselho Diretor). Realizar projetos, então, nem pensar – e a juventude (que se apresenta sempre vibrante, sonhadora, moderna e ligada às inovações tecnológicas) não existe, pois não sabemos nos aproximar dela, e quando o fazemos é de forma desordenada, num sentido paternalista, que apenas desagrega e não nos permite obter resultados. Quanto à mulher no Rotary, até hoje vemos clubes que têm “alergia” à presença delas, esquecendo-se de que a não integração de homens e mulheres em nossos quadros nos faz ver um futuro negro. Esquecendo-se de que esses clubes não sobreviverão, pois a mulher ocupa um grande espaço no meio político e social deste mundo globalizado. Por tudo isso, enfatizamos o desenvolvimento do nosso quadro associativo, estimulando que em cada clube esse assunto seja refletido e debatido com o objetivo de encontrarmos um modus facient para adquirirmos mais braços no afã de diminuirmos as diferenças sociais em todo o mundo. Nossos coordenadores regionais do Rotary, de Imagem Pública e da Fundação Rotária foram treinados em Chicago para estar ao lado de todos nós, realizando seminários conjuntos para evitar desperdício de tempo para os rotarianos e rotarianas muito ocupados com suas atividades profissionais. Será nesses seminários que nos conscientizaremos sobre o que é o Rotary, onde nós estamos, o que podemos fazer, como podemos arrecadar e aplicar nossos recursos, oriundos de nossas contribuições à Fundação Rotária, para realizarmos projetos junto às nossas comunidades. Hoje, a imagem pública é a nossa arma para divulgarmos nossas ações humanitárias, e o Rotary International está disponibilizando recursos aos distritos para mostrar o Rotary e seus projetos ao mundo – um mundo que, sonhamos, ainda será livre da pólio, pois falta apenas um pouquinho para a concretização desse nosso objetivo e de nossos antecessores.

Vamos juntos Neste ano, o presidente Kalyan Banerjee nos impulsiona para nos empenharmos em três ênfases: a família, a continuidade e as mudanças, sempre sob o lema Conheça a Si Mesmo para Envolver a Humanidade. Concentrando nossos esforços nessas três ênfases, nós – que fomos meninos, crescemos, galgamos posições, formamos família, ajudamos a desenvolver nossas comunidades, escolhemos o ideal de servir por meio da verdade, da justiça, da compreensão e da criação de amizades, na busca da paz mundial – poderemos ver nossos sonhos tornarem-se realidade. Vamos juntos eliminar do Brasil e da América do Sul o fantasma do redistritamento, engrossando as nossas fileiras rotárias com homens, mulheres, jovens, familiares, amigos, vizinhos, colegas de trabalho e tantos outros que possam multiplicar nossas forças para compartilhar com a humanidade a eliminação das diferenças entre os homens, mostrando para os nossos sucessores um mundo cada vez melhor. Que as bênçãos de Deus nos iluminem nesta caminhada que, com certeza, será vitoriosa. (*) O Comp. José Antonio Figueiredo Antiório é diretor do Rotary International no biênio 2011-13.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

5

DÉCIMA-SEGUNDA DO ANO ROTÁRIO 2011/2012 NONA DA GESTÃO DO COMP. ANTÔNIO ADOLFO SBAMPATO N° 2.751 DESDE A FUNDAÇÃO – DIA 19 DE SETEMBRO DE 2011 os dezenove dias do mês de setembro de 2011, às 19h45, a Diretora de Protocolo Ana Tereza Mendonça Viveiros-Leal, anunciou a mesa diretora assim constituída: Presidente Antônio Adolfo Sbampato, a companheira Hebe e sua convidada companheira Sandra Lúcia da Cruz, do Rotary Club de São Gonçalo do Pará. A mensagem inicial foi apresentada pelo companheiro Marcelo Leal, a que se seguiu a saudação à Bandeira Nacional. Neste momento foi observado um minuto de silêncio em homenagem ao companheiro EGD Guaracy de Castro Nogueira, falecido no último dia 17. A Diretora de Protocolo saudou os membros da mesa, os companheiros presentes e os visitantes. A Secretaria informou o recebimento de convite da Prefeitura Municipal para a exposição “Pojeto Vozes do Tempo”, a ser aberta esta noite e que se estenderá pelos próximos dias na Igreja do Rosário, na Praça Dr. Augusto Silva e no prédio Martha Roberts, bem como três recuperações da companheira Ana Viveiros. O companheiro Tesoureiro Adejar apresentou uma demonstração contábil dos resultados da gestão do companheiro Junior Toledo e também o balancete dos dois primeiros meses da gestão do companheiro Antônio Adolfo, que deixaram bem clara a situação financeira do Clube, especialmente a questão das dívidas de curto e de longo prazo. Pelo companheirismo, o companheiro Junior Toledo informou os aniversariantes e as datas festivas do período, destacando os aniversários de fundação dos Rotary Clubs de Boa Esperança e de Alfenas-Norte; apresentou informações detalhadas do companheirismo na casa do companheiro Wagner/Clara, no último dia 16; também convidou para um companheirismo informal no próximo sábado, às 9H00 no Edifício dos Comerciários e, finalmente, falou do andamento do projeto do plantio das palmeiras no campus do Instituto Presbiteriano Gammon, lembrando que algumas delas ainda carecem de “apadrinhamento”, que é uma forma de colaboração que os companheiros podem prestar. Assumindo a tribuna, a companheira da Roda da Amizade, Ceila, falou de uma viagem de companheirismo a Tiradentes, planejada para o próximo domingo, convidando mais companheiros a se juntarem ao grupo inicial; também informou dos planos da Roda da Amizade para a realização de uma noite de massas no próximo dia 19 de novembro. Em seguida, o companheiro Bertolucci apresentou, com o apoio de um telão, o Boletim desta semana destacando algumas matérias, entre elas o mês das Novas Gerações, a festiva da Roda da Amizade em comemoração ao seu 54º aniversário de fundação e uma matéria especial como homenagem póstuma ao companheiro EGD Guaracy de Castro Nogueira. Neste ponto, o companheiro Pablo Teobaldo, representante do Rotaract Club de Lavras, apresentou uma palestra em alusão às Novas Gerações. Dentro do mesmo tema, Pedro Henrique Silveira Costa, Presidente do Rotary Kids de Lavras, falou-nos sobre essa nova unidade rotária e suas funções e atividades. Em seus minutos finais, o Presidente Antônio Adolfo destacou as homenagens do Rotary Club de Lavras ao Rotaract e ao Rotary Kids de Lavras, neste mês dedicado às novas gerações e solicitou ao companheiro Emerson, ex-rotaractiano, que entregasse um diploma de honra ao mérito ao companheiro Vilmar Diogo dos Reis, Presidente do Rotaract Club de Lavras; de forma semelhante, convidou o companheiro Neisson para fazer a entrega de diploma semelhante ao Presidente do Rotary Kids de Lavras, Pedro Henrique, seu filho; convocou uma reunião do Conselho Diretor para após a reunião ordinária; agradeceu a presença dos visitantes e convidados, dos companheiros e companheiras e, em especial do companheiro Renato, devidamente representado pela Patrícia, pela responsabilidade da preparação do jantar desta noite; em seguida encerrou, às 20h45, esta reunião, que teve a freqüência provisória de 81,5% com a tradicional saudação á Bandeira Nacional. E para constar eu, João Márcio de Carvalho Rios, 2º Secretário, lavrei a presente ata que vai por mim assinada. João Márcio de Carvalho Rios

A


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

6

Mesa diretora. Da esquerda para a direita: a convidada Sandra Lúcia da Cruz, do Rotary Club de São Gonçalo do Pará, o presidente Antônio Adolfo Sbampato e a Compª. Hebe Oliveira Dinalli.

Os momentos marcantes da noite: a Compª. Ana Tereza Viveiros, pelo protocolo; a mensagem inicial foi proferida pelo Comp. Marcelo Leal; pelo expediente da secretaria atuou o 2º secretário, Comp. EGD João Márcio; pela tesouraria usou a tribuna o Comp. Adejar Alvarenga para explicar os balancetes apresentados; o Comp. Júnior Toledo pelo companheirismo; em nome da Roda da Amizade a Compª. Ceila fez sua intervenção; por fim, na homenagem às Novas Gerações, falaram Pablo Teobaldo pelo Rotaract e Pedro Henrique Costa pelo Rotary Kids.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

7

Outros momentos dos mais importantes. Os Certificados de Honra ao Mérito concedidos ao Rotaract e ao Rotary Kids, celebrando o Mês das Novas Gerações e reconhecendo a excelência e o trabalho de ambas as entidades na comunidade lavrense. Em primeiro plano o presidente do RCT Lavras recebe das mãos do Comp. GA Emerson Nonato a comenda; prosseguindo, Pedro Henrique, presidente do Rotary Kids, recebe de seu pai, o Comp. Neisson a mesma distinção; o presidente Antônio Adolfo postase com os representantes presentes do Rotary Kids; na sequência o presidente posta-se com os rotaractianos presentes, os companheiros Bertolucci, Neisson e esposa Ceila e seus filhos rotakidianos juntamente com o Comp. Lauro; em seguida um registro dos rotaractianos e, por fim, uma panorâmica do salão de reuniões.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

8

Falta Só Isto

O gesto da campanha “Falta Só Isto” que já se tornou mundialmente conhecido, foi repetido pelos rotaractianos, juntamente com o Comp. GA Emerson Nonato. Aproveitando para divulgar a sua campanha pessoal, o “Gás contra a Pólio”, o Comp. Emerson e os rotaractianos Arthur, Pablo, Nilmar e Guilherme não hesitaram em „dar a cara a tapa‟. A foto ganhou a mídia local e as páginas do facebook, sendo a „sensação rotária‟ do fim de semana. Parabéns aos companheiros.

DIA 26 DE SETEMBRO DE 2011 10ª DO ANO ROTÁRIO 2011/2012 Reunião n° 2.752 desde a fundação do RCLavras 1) COMISSÃO DE PROTOCOLO: Compª. Vanda Amâncio Bezerra Mendes/Comp.Valdir Curi/Compª. Ana Tereza de Mendonça Viveiros 2) SAUDAÇÃO À BANDEIRA NACIONAL 3) SECRETARIA: Comp. Renato Paiva/Comp. EGD João Márcio de Carvalho Rios/Comp. José Altair Rosa Botelho 4) TESOURARIA: Comp. Adejar Alvarenga/Compª. Hebe Oliveira Dinalli 5) COMPANHEIRISMO: Comp. Walter de Assis Toledo Júnior/Comp. Neisson de Oliveira Costa 6) EXIBIÇÃO DO BOLETIM EM MULTIMÍDIA 7) HOMENAGEM A PROFISSIONAIS DA COMUNIDADE 8) PALAVRAS FINAIS 9) SAUDAÇÃO À BANDEIRA NACIONAL 10) JANTAR e COMPANHEIRISMO


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

9

LÍDER: VOCÊ SABE DELEGAR ATIVIDADES AOS SEUS LIDERADOS?

Ser

o gestor de uma equipe envolve talento e jogo de cintura para manter os profissionais que integram um grupo motivados e engajados. A pergunta que fica, no entanto, é: será que todos os executivos em cargos de liderança estão preparados para delegar atividades aos seus comandados? A resposta, de acordo com o headhunter da Michael Page, Marcelo Cuellar, é não. “Os comandos devem ser obrigatoriamente informados, mas isso não garante que os funcionários de uma corporação tenham compreendido a mensagem”, informa.

Hoje, por exemplo, não é raro se deparar com líderes que tenham o hábito de enviar solicitações por e-mail à sua equipe, mas que se esquecem de checar se os mesmos compreenderam o que deve ser realizado. “Os gestores precisam lembrar que delegar é diferente de 'largar' os contratados. É preciso saber como uma mensagem chega aos ouvidos da equipe e ser profissional o suficiente para reconhecer que, às vezes, o erro na comunicação vem de cima”, diz Cuellar.

Na opinião dele, muitos problemas seriam evitados se os líderes conversassem mais com seus comandados.

Proximidade e bom-senso E se mais importante de que falar o que cada um deve fazer consiste em verificar se a pessoa que recebeu uma ordem a entendeu corretamente, imagine só quando o assunto inclui a entrega de trabalhos dentro de um prazo pré-determinado. Aí sim, a comunicação se faz essencial. Pense bem, qualquer falha pode comprometer todo o resultado de um projeto e a única maneira de evitar isso é mantendo uma relação de proximidade com os funcionários. Como? Ouvindo a equipe e questionando o volume de trabalho de cada um. “Os funcionários costumam dar indícios de que estão sobrecarregados. Por isso, é importante sempre ter um feedback da equipe por meio de reuniões semanais. A chefia também deve observar a forma como realiza certos questionamentos para não desestimular o profissional”, diz Cuellar.

Olho vivo Para evitar resultados negativos ao fim do mês sejam apresentados, os gestores devem acompanhar passo-a-passo as tarefas executadas por sua equipe – isto certamente evitará surpresas desagradáveis e inesperadas. “Um resultado ruim é um atestado de que as coisas não vão bem e é importante não


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

deixar o trabalho chegar a esse nível”, informa Cuellar. Para ele, o equilíbrio pode ser alcançado se um líder conseguir atuar de forma justa e imparcial – uma tarefa para lá de difícil, diga-se de passagem. “Ser justo torna o traba-

10

lho mais fácil e deixa as pessoas mais felizes com a empresa em que atuam. Não é à toa, por exemplo, que as 150 melhores empresas para se trabalhar, sejam também as mais rentáveis”, completa. InfoMoney

DATA

ADMISSÃO DE COMPANHEIROS - MÊS DE SETEMBRO

20/09/85 26/09/94

COMP. GERALDO BERTOLUCCI JÚNIOR – 26 ANOS COMP. WALTER DE ASSIS TOLEDO JÚNIOR – 17 ANOS

DATA

ADMISSÃO DE COMPANHEIROS - MÊS DE OUTUBRO

05/10/75

COMP. ADEJAR ALVARENGA - 36 ANOS

DATA

ANIVERSÁRIOS E CASAMENTOS – 26/09/11 A 02/10/11

30/09

COMPª. DA RODA ALCIONE DE CARVALHO MOURA

Como participante do Intercâmbio de Jovens do Rotary, o intercambista passará um período morando com famílias anfitriãs e frequentando escola em um país estrangeiro. Através de programas de curta (algumas semanas) ou longa duração (um ano letivo), o jovem aprenderá um novo modo de vida, talvez até uma nova língua, e descobrirá muito sobre si mesmo. Atuará também como um jovem embaixador, ensinando as pessoas como se vive em seu país, suas tradições culturais e suas ideias, contribuindo para um mundo mais unido e, além disso, fazendo a-


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

11

migos. Há mais de 75 anos, o Rotary ajuda estudantes e famílias a expandir seus horizontes através do Intercâmbio de Jovens. Todos os anos, 80 países e cerca de 8.000 estudantes participam do programa, que é administrado pelos distritos e clubes rotários.

Clubes com visão global Os Rotary Clubs são constituídos por voluntários que prestam serviços comunitários, seguem altos valores éticos e trabalham pela paz e compreensão mundiais. Para apoiar o programa, o Rotary conta com cerca de 1,2 milhão de rotarianos em mais de 32.000 clubes em todo o globo.

Compromisso com os jovens O Rotary mantém um forte vínculo com a juventude. Além do Intercâmbio de Jovens, a organização patrocina programas como Interact, Rotaract e RYLA, assim como programas de desenvolvimento e orientação profissional. Acima de tudo, o Rotary International está comprometido com o desenvolvimento e cultivo de um ambiente o mais seguro possível para todos os participantes de atividades rotárias, inclusive o Intercâmbio de Jovens.

Baixos custos O programa é administrado por voluntários dos clubes, o que ajuda a reduzir os custos para os estudantes e suas famílias. Esses voluntários têm muita experiência e lidam há anos com estudantes, famílias anfitriãs e demais rotarianos engajados em intercâmbios.

Participação do Rotary Club de Lavras O Rotary Club de Lavras, esporadicamente tem mandado ou recebido jovens ao intercâmbio. Nossa última participação foi com o jovem Fernando Salgado de Abreu, que fez seu intercâmbio na Indonésia. Há algum tempo não temos participado e seria bom que novamente pudéssemos proporcionar a algum jovem da cidade esta experiência enriquecedora. O distrito 4560 mantém um site permanente sobre o intercâmbio, coordenador atualmente pela Compª. Kelly Christina Macedo, do Rotary Club de Três Pontas. O endereço do site é:......................... http://www.intercambio4560.com.br/.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

12

Acompanhe mais um artigo do professor Diego Nascimento, do Instituto Presbiteriano Gammon, colaborador do boletim Rotary Lavtras.

A ESCRITA E O MERCADO DE TRABALHO

A

comunicação digital ganha mais espaço a cada dia. Os correios eletrônicos, tradicionalmente chamados de e-mails, são ferramentas necessárias nas empresas, seja para diálogo entre departamentos ou com seus clientes. Todo esse processo envolve um personagem muito importante: VOCÊ! Sua prática de leitura e habilidades com a REDAÇÃO pode ser responsável por um texto "suave", que siga as regras gramaticais ou por um conjunto de palavras que podem denegrir a imagem da instituição em que trabalha, mesmo que indiretamente. O ATENDIMENTO ao cliente externo e interno é um assunto sério e que precisa ser ALVO DE INVESTIMENTOS. Esse conjunto de ações envolve sua comunicação com as pessoas, seja ela nas formas verbal ou textual. Ao redigir uma resposta via e-mail, ou até mesmo em um simples pedaço de papel, pense: 1) A mensagem está clara, de fácil compreensão? 2) As regras gramaticais (pontuação, acentuação, verbos...) estão corretas? 3) Sua imagem profissional/empresarial estará bem representada através de seu diálogo via e-mail?


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

13

Sua carreira é composta por uma série de características básicas no mercado de trabalho. Uma delas é a ESCRITA. Se você tem realizado sua comunicação digital de maneira exemplar, PARABÉNS! Se ainda está em fase de treinamento, é hora de concentrar esforços. Quer uma dica inicial? Leitura! Busque artigos, bons livros e revistas para sua sintonia com as palavras e formas de argumentação. INVISTA seu tempo! Comece agora! Reflita: Redação. Atendimento. Profissional. Investimento. * Diego Nascimento é Jornalista, pós-graduado em Comunicação Empresarial - Marketing e Gestão de Empresas. Atua como Gerente de Apoio Educacional do Instituto Presbiteriano Gammon, Consultor e Professor Universitário da Fagammon em Lavras (MG). Trabalhou de 2001 a 2010 na Faepe/Ufla

DIA 26/09

27/09

28/09

29/09

PERÍODO - DE 26/09/2011 A 02/10/2011 DIA INTERAMERICANO DAS RELAÇÕES PÚBLICAS DIA DE SÃO COSME E SÃO DAMIÃO DIA MUNDIAL DA CONTRACEPÇÃO DIA MUNDIAL DO MAR DIA NACIONAL DOS SURDOS DIA DO ROTARY CLUB DE CAXAMBU – FUNDAÇÃO 27/09/1945 DIA DO ROTARY CLUB DE TRÊS PONTAS – FUNDAÇÃO 27/09/1968 DIA NACIONAL DA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS DIA DO ENCANADOR DIA DE SÃO VICENTE DE PAULO DIA DA CARIDADE CATÓLICA DIA NACIONAL DO TURISMÓLOGO E DIA MUNDIAL DO TURISMO DIA DO CANTOR DIA DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA DIA DA MÃE PRETA DIA DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO DIA DA LEI DO SEXAGENÁRIO DIA DA LEI DO VENTRE LIVRE (1871) DIA DO HIDRÓGRAFO DIA MUNDIAL CONTRA A RAIVA DIA MUNDIAL DO PETRÓLEO


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

30/09

01/10

02/10

DIA DE SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL E SÃO RAFAEL DIA DO ANUNCIANTE DIA NACIONAL DO JORNALEIRO DIA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA DIA INTERNACIONAL DA NAVEGAÇÃO DIA MUNDIAL DO TRADUTOR DIA DO CHURRASQUEIRO DIA DA SECRETÁRIA DIA DO METROVIÁRIO DIA DA BÍBLIA PARA OS CATÓLICOS EM ROTARY, OUTUBRO É O MÊS DOS SERVIÇOS PROFISSIONAIS DIA MUNDIAL DA ÁGUA DIA MUNDIAL DA MÚSICA DIA NACIONAL DO IDOSO DIA NACIONAL DA DOAÇÃO DE LEITE DIA DO DIÁRIO OFICIAL BRASILEIRO DIA DO REPRESENTANTE COMERCIAL DIA DE SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS DIA DO MUNDIAL DO VENDEDOR DIA NACIONAL DOS MUNICÍPIOS DIA DO PREFEITO DIA DO VEREADOR DIA DO VIAJANTE DIA DA ESQUADRA BRASILEIRA DIA DO SANTO ANJO DA GUARDA DIA NACIONAL DO HABITAT DIA MUNDIAL DO HABITAT DIA INTERNACIONAL DA NÃO-VIOLÊNCIA

14


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

15

NESTA SEXTA-FEIRA tivemos mais um estreante no Café da Manhã Rotário. Foi a vez do Comp. Celso Furtado, do Rotary Club de Lavras-Sul compartilhar de momentos de muita descontração e autêntico companheirismo. É, para os ‘Veteranos do Café,’ motivo de muita alegria quando um novo companheiro comparece às manhãs de sexta-feira. Queremos aproveitar para convidar outros companheiros que, caso ainda não tenham experimentado esta interessante confraternização, que apareçam para dividir muita alegria e rotarismo conosco. Os presentes desta última sexta-feira foram: Luiz Carlos Gonçalves Costa, Lourenço Ricardo, EGD Juventino Júlio de Souza, Adejar Alvarenga, o estreante Celso Furtado, Valdir Curi, Wilson Raimundo Costa, Marcos Antônio Cherezi, Geraldo Bertolucci Júnior, Sérgio Augusto Pedroso e Emerson Nonato. Acompanhem o registro fotográfico:


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

T

16

A DESTINAÇÃO DO FEDUC

endo em vista o SEMINÁRIO DISTRITAL DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA, a ser realizado no dia 27 de novembro de 2011, na cidade de LAVRAS, quando encaminharemos para votação o destino do Fundo Distrital de Utilização Controlada do Distrito 4560, para ser utilizado nos programas da Fundação Rotária, o presidente da Comissão Distrital da Fundação Rotária, Comp. EGD Juventino Júlio de Souza, está solicitando aos presidentes dos clubes que procedam em seus respectivos clubes à escolha dos 5 (cinco) programas mais importantes para o nosso distrito, na visão de cada clube rotário. São US$71.000.00 (setenta e um mil dólares) a serem alocados entre os programas da Fundação Rotária. Aqueles 5 (cinco) programas mais votados no distrito, serão encaminhados para o Seminário Distrital, dia 27 de novembro, sendo que os companheiros presentes ao evento procederão a uma nova votação e os 4 (quatro) programas mais votados serão encaminhados para a Fundação Rotária. Os resultados deverão ser enviados até o dia 22 de NOVEMBRO de 2011, às 16h00.

Qualquer dúvida, o Comp. EGD Juventino informa que está à disposição dos rotarianos. O endereço para envio dos resultados é: EGD Juventino Júlio de Souza, Escritório Central do distrito 4560 do Rotary International, Pça. Leonardo Venerando Pereira, nº 284 - Salas 301/302, Caixa Postal, nº 200 - 37200-000 - LAVRAS – MG. E-mail do Escritório: rotary4560escritóriocentral@gmail.com E-mail principal: juventinosouza@uol.com.br Fones : 55 (35) 3013-2677; 55 (35) 8843 3760

Veja os programas a serem votados: 01. 02. 03. 04. 05. 06.

IGE – 4 membros IGE – 4 membros – País vizinho Bolsa de Estudos – 1 ano Pólio Plus (Desafio 200 milhões de dólares) Subsídios Equivalentes Subsídio Distrital Simplificado

US$ US$ US$ US$ US$ US$

13.000.00 6.000.00 27.000.00 US$ a ser votado Saldo remanescente Saldo remanescente


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

C

17

CHAMADA PARA O COL - 2013

ada distrito deve escolher neste ano rotário de 2010-11, um representante e um suplente ao Conselho de Legislação de 2013. Estes são selecionados a critério do distrito, seja por Comissão de Indicação, Conferência Distrital ou votação postal. Como já é do conhecimento de muitos, o representante eleito do distrito 4560 é o atuante EGD Juventino Júlio de Souza, do Rotary Club de Lavras-Sul. A cada 3 anos, o Conselho de Legislação (COL) do Rotary International se reúne para analisar e deliberar sobre todos os itens de legislação recebidos de clubes, distritos e do Conselho Diretor do RI, tendo o poder de alterar os documentos estatutários do RI e de adotar resoluções. Assim, o Comp. EGD Juventino Júlio de Souza está nos convocando a todos a apresentarmos propostas de emendas e/ou resoluções a serem apreciadas na próxima reunião do Conselho de Legislação (COL), que se reunirá em abril de 2013. As proposições podem ser enviadas por clubes e distritos, contudo, a data fatal para envio das mesmas é 31 de dezembro deste ano de 2011. Assim, a fim de que eventuais proposituras sejam pré-selecionadas, formatadas em conformidade com as prescrições rotárias, todos os clubes do distrito tem o prazo para envio ao próprio EGD Juventino, até o dia 15 de dezembro. As propostas de emenda visam alterar Estatutos do RI, Regimento Interno do RI e Estatutos Prescritos para o Rotary Club. Já as propostas de resolução não tem o intuito de alterar documentos estatutários da organização. (Por não fazer parte dos documentos estatutários, o Regimento Interno Recomendado para os Rotary Clubs é alterado somente por deliberação do Conselho Diretor do RI.). Nos próximos dias todos os presidentes e secretários do distrito receberão um ofício, motivando e prescrevendo os caminhos a serem trilhados para aqueles que queiram apresentar proposições. Informações adicionais sobre o Conselho de Legislação de 2013 podem ser encontradas na seção Conselho de Legislação do site do RI....................................... (http://www.rotary.org/pt/col).


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

18

Aqueles que queiram apresentar propostas, deverão se inteirar, principalmente, dos seguintes tópicos: - Artigo 10 dos Estatutos do RI - Artigos 7º e 8º do Regimento Interno do RI - Capítulo 13 do Manual de Procedimento de 2010 - Artigo 59 do Código Normativo do Rotary - No site do RI - www.rotary.org (clique em "associados” e “Normas e procedimentos”) As propostas deverão ser encaminhadas para: EGD Juventino Júlio de Souza - Escritório Central do Distrito 4560 do Rotary International - Pça. Leonardo Venerando Pereira, nº 284 – salas 301/302 - Caixa Postal nº 200 - 37200-000 - Lavras - MG. Ou para o seguinte e-mail: juventinosouza@uol.com.br - Dúvidas podem ser sanadas pelos: Fone/Fax: (35) 3821-2715 – Cel.: (35) 9103-9415


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

19

A seção ‘Natureba’ traz hoje para os companheiros mais um trabalho da companheira Alessandra Teixeira da Silva, do Rotary Club de Lavras-Sul. Ela que é engenheira florestal e especialista em paisiagismo, nos brinda com um trabalho bem interessante e ‘atual’ para nós, rotarianos. Veremos abaixo algumas particularidades sobre a PALMEIRA IMPERIAL, a mesma espécie que terá nada menos que 142 mudas plantadas no entorno do Instituto Presbiteriano Gammon, uma iniciativa em parceira com o Rotary Club de Lavras. Vamos, portanto, à leitura de seu trabalho:

Botânica: De acordo com a classificação botânica (ordenação das plantas em categorias hierárquicas), as palmeiras pertencem ao Reino Plantae: Divisão Magnoliophyta; Classe Liliopsida; Ordem Arecales e Família Arecaceae. Essa família, Arecaceae, anteriormente conhecida como Palmae ou Palmaceae, é a única família da ordem Arecales, abrangendo cerca de 205 gêneros e 2.500 espécies. Dentre os gêneros (gênero é uma categoria formada pelo agrupamento de espécies semelhantes, baseando-se não somente em caracteres morfológicos, mas também em particularidades de outra natureza, tais como as ligadas à origem, às migrações, ao comportamento genético, fisiológico e ecológico) dessa família, relacionam-se algumas plantas muito conhecidas como o Coqueiro-da Bahia (Cocus sp); Tamareira (Phoenix sp); Buriti (Mauritia sp), Açaí (Euterpe sp), Dendê (Elaeis sp), Palmeira Rafis ( Raphis sp), Macaúba (Acrocomia sp), Pupunha(Bactris sp); Sabal( Sabal sp), Babaçu (Orbignya sp) e a imponente Palmeira Imperial( Roystonea sp). As palmeiras são plantas perenes, arborescentes, tipicamente com um caule cilíndrico do tipo “estipe”, atingindo grandes alturas, mas por vezes se apresentando também como acaule (caule subterrâneo).


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

20

Origem: A Palmeira Imperial é nativa do norte da Venezuela; Guiana e Cuba (Ilhas Caribenhas). Distribuídas pelo mundo todo, estão centralizadas nas regiões tropicais e subtropicais, por isso apresentou fácil adaptação no Brasil.

História das Palmeiras Imperiais: As majestosas palmeiras imperiais, de nome científico Roystonea oleracea(Jack.)Cook, viraram símbolo de poder político, econômico e social no Brasil. O plantio das palmeiras imperiais se tornou comum no Rio de Janeiro em meados do século XIX, diante da necessidade do fortalecimento simbólico do II Império. Essa palmeira foi aclimatada pelos franceses no jardim botânico La Gabrielle, instalado na Guiana Francesa, e depois transferida para o Jardim de Pamplemousse. Por um erro histórico, dizia-se que tinha sido trazida do Jardim Gabrielle de onde vieram muitas plantas, principalmente durante as guerras napoleônicas. Porém as primeiras palmeiras que chegaram ao Brasil, na verdade vieram das Ilhas Mauricios, do Jardim de Pamplemouse, obtidas clandestinamente por Luiz de Abreu Vieira e Silva que as ofereceu a D. João VI que plantou a primeira palmeira imperial no Brasil, conquistando assim status em 1809. Os troncos altos, atingindo até 50 m metros de altura, transformaram-se em sinônimo de pujança. Em 1829, a palmeira floresceu pela primeira vez. Para que o Jardim Botânico tivesse o monopólio dessa espécie, o diretor Serpa Brandão mandava tirar e queimar todos os seus frutos. Entretanto, à noite, os escravos subiam no estipe, colhiam os frutos e vendiam na clandestinidade. Foi assim que a espécie se dispersou por todo o país, tornando-se mais conhecida até do que palmeiras da flora nativa. O espécime plantado por D. João recebeu o nome de “Palma Mater”. Em 1972, a “Palma Mater” foi fulminada por um raio. Apresentava naquela época, 38,70 metros de altura. O tronco foi preservado e encontra-se em exposição no Museu Botânico. Em seu lugar, foi plantado outro exemplar, simbolicamente chamado de “Palma Filia”.

Utilização em Paisagismo: As palmeiras imperiais são utilizadas principalmente em ambientes tropicais. O elegante estipe colunar, também denominado de “estípite”, permite formar uma bela composição. Em projetos paisagísticos, são utilizadas em números ímpares em forma de desenhos geométricos e também se destacam em renques (aléias) ou isoladamente. Podem interferir em conjuntos e grupos paisagísticos, devido principalmente à sua forma longilínea, assim não se recomenda utilizar muito próximo à vegetação densa, motivo pelo qual podem desfigurar na paisagem. O transplante de exemplares adultos exige técnica. A sangria (desmame) para palmeiras acima de 4 metros de estipe, deve ser no mínimo 60 dias antes da retirada efetiva da palmeira. É necessário a utilização de máquinas e equipamentos adequados para o manuseio e movimentação das palmeiras. Fonte: Carvalho, D. A. Sistemática vegetal, Textos Acadêmicos -UFLA, 2000. Home Page do Jardim Botânico do Rio de Janeiro/2008.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

Extraído do Rotary Leader Setembro/2011

21


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

22

Trazemos mais uma das interessantes crônicas ex-companheiro Paulo Rodarte:

S

abia que o vento levava. Sei o que a jardineira traz. Fui informado sobre o murmúrio do silêncio. Desconheço até onde a saudade alcança. E como doem certas saudades..., depois de abocanhadas pelos anos. Principalmente saudades daqueles anos doirados, dos tempos em que a jardineira ainda estava triste, sem ao menos saber o porque de tal fato. Saudade – dizem os entendidos - aumenta ao sabor da idade. Ela sufoca, dependendo da intensidade. Saudade nanica passa logo. Saudade grande nos toca de tal forma, nem encontrando onde ela mora, sem ver o objeto da saudade inglória, sem abraçar o corpo da tal saudade, sem o beijo que não sai da boca, beijo gostoso sai do fundo da alma, não um selinho breve, esse não gruda tatuagem.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

23

Quando conheci o Zé Véio, sujeitinho humílimo, pêlo ralo, focinho frio, era um pobre abandonado. Não sei onde ele nasceu. Nem imagino quantos irmãos ele teve. Sua mãe, se era mãe sem pai conhecido, ou filho nascido de muitos pais. O fato é que Zé Véio veio ao mundo sem fazer questão. Era uma noite seca. Setembro ventando forte no vento que deixou agosto nostálgico. Na noite em que Zé Véio nasceu, nasceram com ele outros. O danadinho do menininho, sem pedigree, salvou-o de pior destino uma mão amiga que o encontrou. Tão quanto foi achado, num buraco encapinzado, o moleque de rua, trombadinha, mãozinha leve, ex-egresso da Febem, o garoto, cara lombriguenta, barriga afundada às costas, costeletas à mostra, pelo sujeitinho peludo caiu de amores lisos. Levou-o pra casa, uma casinhola fincada num desbarranco inclinado, onde, verão passado, outros casebres vizinhos tiveram fim semelhante - uma chuvadonha medonha pôs tudo a rolar. No dia seguinte à tragédia só se viam corpos soterrados, lama, pedras, “uis”, dor, gente tratada como lixo, pelos olhos sem pena das autoridades. Acontece, por um golpe do destino, o menino dono do Zé Véio, inda não tão velhinho, safouse apenas ele e seu amiguinho. Quiseram os anos que os dois crescessem, imunes à pobreza em conflito à riqueza que morava na orla rica. O dono amigo do Zé Veinho espichou mais pros lados que impropriamente pra cima. Ficou um rapagão lustroso. Cabelos ruivos – canário – de - fogo. Esse mocinho agora, herdeiro de uma fazenda de gado puro, vacas baldeiras enchedoras de latões de leite branco, vacas pintadas em branco e preto, mochas, lentas, preguiçosas, lisas e dengosas, não teve tempo de colecionar calos nas mãos macias. Cresceu sendo gigolô de vaca. Engordou de tanto leite derramado. Numa coisa todos irão estar concordes. Ele e Zé Véio nunca se separaram. Aonde ia um, o outro deitava perto. Pra onde o um ia, o segundo dormia. Anos mais longos, Zé Véio, em verdade gagá, cegueta de dois olhos, faro ainda afiado, rabo sempre inquieto, os dois, o dono e o tal, nem sei de que raça era, acredito, sem, ficavam bucolicamente assentados a um banco da praça central da cidade. Todos que passarinhavam pela praça - jardim sentiam falta da dupla de dois. Quando juntos desapareciam. Assim caminhavam dias. Lentos, maçantes, incontinentes, sem viço. Os dois amigos constantes não se deixavam nem que a chuva tossisse. E como fazia falta chuva naquele meio de setembro setembrento! Azar pouco é bobagem... Num dia de trânsito pesado, carros loucos zoando loucos à hora de pico, num descuido do dono do bicho animal, adoro animais!, Zé Véio Gagá assustou-se com uma gata fêmea mulher. Que mulher bonita! Que traseiro engatilhado! Atravessou a rua sem ver a faixa, numa velocidade de fórmula um, e, numa fração de segundo, caiu sob um carro furibundo. Do Zé Véio cão só sobrou o nome. E saudades mortas...


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

24

DEPOIS de mais de dois meses parados, aguardando uma estabilização do caixa do clube, um grupo capitaneado pelo „past president‟, Comp. Walter de Assis Toledo Júnior recomeçou alguns serviços de limpeza e conservação de nossa futura sede. O „Mutirão de Limpeza e Companheirismo‟ aconteceu neste sábado, dia 24/09. Faltando alguns reparos para nosso sonho enfim se tornar realidade, logo, bem logo, poderemos tornar real esta nova fase do Rotary Club de Lavras. Muito já foi realizado, graças à gana incrível do ex-presidente Júnior Toledo. Por uma questão de princípios, somente estamos utilizando na nova sede recursos próprios advindos das mensalidades dos companheiros e mesmo assim muito já foi realizado. Nossa sede hoje não sofre mais com as intempéries do tempo: não há goteiras, não há janelas quebradas, o piso foi reparado, lizado e tacos foram recolocados. Temos água e energia elétrica, tanto que realizamos a histórica solenidade de transmissão do Conselho Diretor 2010/11 para 2011/12. Estiveram lá, colocando a „mão na massa‟ os compaheiros Júnior Toledo, Sílvio Tadeu da Silva, Neisson Oliveira Costa e João Batista de Oliveira. Este editor também esteve por lá para dar um „apoio moral‟. Há de se reconhecer o esforço das companheiras da Roda da Amizade Ana Luíza e Ceila, que também lá estiveram levando alguns comes e bebes aos heróicos obreiros. Destaque-se ainda o esforço da companheira Dora, esposa do Comp. Sílvio Tadeu da Silva, que também não hesitou em „carregar o piano‟ juntamente com os rotarianos. Temos absoluta certeza que em muito pouco tempo estaremos em definitivo utilizando a nova sede da Av. Pedro Salles. Na próxima semana traremos mais detalhes do „Mutirão de Limpeza e Companheirismo‟.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

Mais uma vez tivemos nossos releases publicados pela mídia local. Acompanhe:

Portal Lavras24horas – 22/09/2011 http://www.lavras24horas.com.br/portal/lavras-falta-so-isto

Nossos agradecimentos aos órgãos de mídia local pelo sistemático apoio às atividades rotárias.

25


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

Jornal A Gazeta- 23/09/2011

26


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

Jornal Tribuna de Lavras - 24/09/2011

27


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

28

BALANÇO 2010/2011 e BALANCETE BIMESTRAL nosso ‘Ministro da Fazenda’, Comp. Adejar Alvarenga apresentou ao clube a nova realidade contábil do clube, que desde o ano rotário passado não trabalha mais com simples planilhas, mas sim, resultados contábeis iguais aos apresentados em qualquer empresa. Uma surpresa muito positiva foi o superavit havido no ano rotário 2010/2011, que ajudou muito nas reformas executadas na nova sede. Pelos demonstrativos apresentados, podemos divisar que muito brevemente estaremos com nossas contas todas em dia, uma vez que o maior passivo existente, referente aos IPTUs das duas sedes, são frutos de negociação junto à prefeitura para pagamento parcelado até 2016 e que não pesará na contabilidade do clube. Já existem resultados satisfatórios relativos a empréstimos voluntários de companheiros para satisfação do passivo contraído na reforma da nova sede. Ainda neste mês de outubro outros companheiros já assumiram o compromisso de realizar novos aportes, o que aliviará ainda mais a situação do nosso caixa, que a bem da verdade demonstra-se bem tranquila. Realizamos a captura dos levantamentos e, para que conste nos anais do clube, publicamos a seguir. Vamos aos demosntrativos:

O


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

BALANÇO 2010/2011

29


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

BALANCETE – JULHO e AGOSTO/2011

30


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

31

C

onstantemente nos deparamos com histórias da vida real..., elas resultam por nos mostrar certos referenciais que acabam nos ajudando a enxergar o quotidiano com olhos mais humanos e menos técnicos ou materialistas. Lições de solidariedade, boa vontade, amor, altruísmo só nos fazem ver que a filosofia rotária, impregnada dos ideais de COMPANHEIRISMO E SERVIÇO VOLUNTÁRIO, é realmente um norte a ser seguido por todo Rotariano. Reflita sobre a história que transcrevemos a seguir. Ela é verídica e aconteceu nos Estados UniPor um acaso do destino, a coincidência descrita na mesma, somente foi constatada uns dez anos depois. Vamos a ela:


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

Era

uma tarde chuvosa... Ele quase não viu a senhora, com o carro parado no acostamento... Mas percebeu que ela precisava de ajuda. Assim, parou seu carro e se aproximou.

O carro dela cheirava a tinta, de tão novinho. Mesmo com o sorriso que ele estampava na face, ela ficou preocupada. Ninguém tinha parado para ajudar durante a última hora. Ele iria aprontar alguma? Ele não parecia seguro, parecia pobre e faminto. Ele pôde ver que ela estava com muito medo e disse: - Eu estou aqui para ajudar madame. Por que não espera no carro onde está quentinho? A propósito, meu nome é Bryan. Bem, tudo que ela tinha era um pneu furado, mas para uma senhora era ruim o bastante. Bryan abaixou-se, colocou o macaco e levantou o carro. Logo ele já estava trocando o pneu. Mas ele ficou um tanto sujo e ainda feriu uma das mãos. Enquanto ele apertava as porcas da roda ela abriu a janela e começou a conversar com ele. Contou que era de St. Louis e só estava de passagem por ali e que não sabia como agradecer pela preciosa ajuda. Bryan apenas sorriu enquanto se levantava. Ela perguntou quanto devia. Qualquer quantia teria sido muito pouco para ela. Já tinha imaginado todas as terríveis coisas que poderiam ter acontecido se Bryan não tivesse

32

parado. Bryan não pensava em dinheiro. Aquilo não era um trabalho para ele. Gostava de ajudar quando alguém tinha necessidade e Deus já lhe ajudara bastante. Este era seu modo de viver e nunca lhe ocorreu agir de outro modo. Ele respondeu: - Se realmente quiser me reembolsar, da próxima vez que encontrar alguém que precise de ajuda, dê para aquela pessoa a ajuda que precisar. E acrescentou: ...e pense em mim. Ele esperou até que ela saísse com o carro e também se foi... Tinha sido um dia frio e deprimido, mas ele se sentia bem, indo pra casa, desaparecendo no crepúsculo. Algumas milhas abaixo a senhora encontrou um pequeno restaurante... Ela entrou para comer alguma coisa. Era um restaurante simples. A cena inteira era estranha para ela. A garçonete veio até ela e trouxe-lhe uma toalha limpa para que pudesse esfregar e secar o cabelo molhado e lhe dirigiu um doce sorriso, um sorriso que mesmo com os pés doendo por um dia inteiro de trabalho não pôde apagar. A senhora notou que a garçonete estava com quase oito meses de gravidez, mas ela não deixou a tensão e as dores mudarem sua atitude... A senhora ficou curiosa em saber como alguém que tinha tão pouco, podia tratar tão bem a um estranho. Então se lembrou de Bryan... Depois que terminou a refeição, enquanto a garçonete buscava troco para a nota de cem dólares, a senhora se retirou. Já tinha partido quando a garçonete voltou. A garçonete ainda queria saber onde a senhora poderia ter ido quando notou algo escrito no guardanapo, sob o qual tinha mais 4 notas de cem dólares. Havia lágrimas em seus olhos quando leu o que a senhora escreveu. Dizia: - Você não me deve nada, eu já tenho o bastante. Alguém me ajudou uma vez e da mesma forma estou lhe ajudando. Se você realmente quiser me reembolsar não deixe esta


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

chama de amor e boa vontade terminar em você. Bem, havia mesas para limpar, açucareiros para encher, e pessoas para servir. Aquela noite, quando foi para casa e deitou-se na cama, ficou pensando no dinheiro e no que a senhora deixou escrito. Como pôde aquela senhora saber o quanto ela e o

33

marido precisavam disto? Com o bebê para o próximo mês. Como estava difícil! Ela virou-se para o preocupado marido que dormia ao lado, deu-lhe um beijo macio e sussurrou: - Tudo ficará bem; eu te amo, Bryan. (!!!)

Com esta manchete estampada na primeira página do semanário Tribuna de Lavras, no dia 28 de setembro de 1969, portanto, 42 anos atrás aquele jornal noticiava para toda cidade o funcionamento do Rotary Club de Lavras em sua sede, que é a mesma em que pisamos até o dia de hoje. Leiamos atentamente o teor da notícia:

O Rotary Club de Lavras já está se reunindo, desde quinta feira última, na sua sede própria. A sede localizada à Av. Brasília, será oficialmente inaugurada pelo Governador do Distrito 459, Álvaro Barbosa Ragghianti, dia 3 de outubro por ocasião de sua visita a Lavras. Os rotarianos que até então não possuíam sede própria, se reuniam, há 15 anos, em diversos locais, alugados, na cidade. Ultimamente, suas reuniões se procediam no Clube dos Comerciários, depois de haver se mudado umas quatro vezes. Agora estão localizados definitivamente, na sede que foi construída sob as expensas de todos, que se cotizaram para concretizar o sonho de 15 longos anos. O lugar é central e oferece mais uma vantagem: é tranqüilo e sossegado. A loja é confortável, ampla, e lá, além dos rotarianos propriamente ditos, deverão se reunir os Interact e Rotaract Clubs, e a Roda da Amizade, composta de senhoras dos rotarianos que mantém serviços assistenciais, principalmente a hansenianos lavrenses. Nota: A Avenida Brasília, algum tempo depois passou a denominarse Av. Dra. Dâmina, em homenagem à médica e benemérita desta comunidade, Dra. Dâmina Zákhia de Souza, que foi uma das muitas Damas da Roda da Amizade daquela época, esposa de nosso ex-presidente, Comp. Armando Amaral de Souza, que foi presidente do clube justamente naquele ano rotário (foto). Também, àquela época, pertencíamos ao Distrito 459, que logo depois se transformaria no Distrito 456, originando-se, no ano rotário 1991/92, no atual: o 4560.


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

34

Charge Humberto Jornal do Commercio/PE

Época: Anos 30 – Pça. Dr. Augusto Silva, tendo ao fundo a 1ª Igreja Presbiteriana, que em 1942 foi praticamente reconstruída. Até segunda-feira..............................................................................................Comp. Bertolucci


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

35

AGRADECEM AOS ÓRGÃOS DE IMPRENSA LAVRENSES E REGIONAIS A DIVULGAÇÃO GRATUITA DE SEUS VÍDEOS E ÁUDIOS INSTITUCIONAIS, BEM COMO DE SUAS REUNIÕES E EVENTOS COMUNITÁRIOS


INFORMATIVO SEMANAL ‘ROTARY LAVRAS’ – Nº 10 – ANO ROTÁRIO 2011/12

36

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário, marco do nascimento do arraial de Campos de Sant‟Anna das Lavras do Funil, que posteriormente se transformaria na linda e progressista cidade de Lavras. Em 18 de setembro de 1751, portanto, há 260 anos, o bispo de então, Dom Frei Manoel da Cruz, concedeu aos bandeirantes autorização para que fosse edificado o referido arraial em torno da pequena capela à época existente, posteriormente transformada nesta imponente edificação. Assim nascia nossa história.

010#26#09#2011  

Boletim Semanal Rotary Lavras, nº 10-2011/2012 - Distrito 4560 - Rotary International

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you