Issuu on Google+

Mãe d’Água Boletim do Rotary Club de Carnaxide


INFORMAÇÃO SOBRE O CLUBE E ESTE BOLETIM Presidente: Manuel Fernandes Barroso Praceta Augusto Ferreira Geirinhas, Lt. 2 - 2ºB—2685-023 Sacavém Secretária: Sandra Isabel de Matos Branco Rua Alegre, 5-r/c, Esqº.—1495-012 ALGÉS Secretária Administrativa: Esmeralda Pires Figueiredo Cenedo Trindade Praceta Gomes Leal, Lote 1—Atibá—2645-292 Alcabideche Reunião Semanal – 5ªs. Feiras | 21:30H na Sede - na 3.ª Semana é de Jantar pelas 20:30H no Amazónia Jamor Hotel, em Queijas Sede: Largo Frederico de Freitas, 16-C, - 2790-077 Carnaxide Hotel: Rua Tomás Ribeiro, 129 – Queijas Contactos: rccarnaxide@gmail.com Telemóveis: 00 351 917 584 563 / 965 086 848 / 917 958 889 Membro de Rotary International nº 28 489 — Distrito 1960 Admitido em Rotary International: 17 de Janeiro de 1992 Constituído em Associação por Escritura Pública de 15 de Março de 2005 Pessoa Colectiva nº. 506 602 672 Editor do Boletim: Esmeralda Pires Figueiredo Canedo Trindade Revisor: José Manuel Trindade

Sumário Editorial

03

Mensagem do Presidente de R.I.

05

Notícias de R.I.

06

Artigo de Fundo

11

Aqui há Saúde

13

Notícias do Clube

17

Curiosidades

23

O Cantinho das letras

24

Espaço dos Gulosos

26

Informações Úteis

27

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

2


EDITORIAL

A fidelidade no Rotary iel é aquele que não trai

alguém

ou

fidere”,

que

quer

dizer mental para o desenvolvi-

um “com fé”, em latim, a cons- mento da fidelidade.

princípio, aquele que é leal à referência. Ser fiel a uma organização envolve questões de sentimento, de respeito e de lealdade, factores essenciais a uma relação duradoura.

tância e a perseverança, A fidelidade no Rotary exque estão relacionadas, pressa-se muito proximasão factores que se ligam à mente à fidelidade familifidelidade de forma biuní- ar, na qual se têm e se provoca, sendo geradas no Ro- fessam o compromisso dutary por um companheiris- radouro e os objectivos como sadio que redunda, muns. com o passar do tempo, em

A fidelidade requer alguma renúncia, e no Rotary a re-

fidelidade.

Desejar ser fiel é uma aspiração nobre e que enobre-

núncia é de tempo, priori- Este companheirismo de ce. que falo é aquele da segudades e recursos, sem cauTer consciência e robusterança de que há sinceridasar por isso arrependimencer o valor da fidelidade é de no relacionamento que, tos futuros. uma necessidade – e nas ao longo do convívio seQuem não entender isto diversas oportunidades em manal, passamos a deposique se apresentem, é predeveria repensar a sua tar nos nossos companheiciso que seja dado o devido condição de rotário. ros. valor à actuação fiel ao ObA fidelidade imprime um O companheirismo é, por- jectivo do Rotary. sentimento de realização. tanto, um factor fundaEste é um íntimo comproJuntas, a confiança “cum

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

3


misso que assumimos: o Assim, a relação de um rode cultivar, proteger e enri- tário com o Rotary e o seu Objectivo – que nunca dequecer o relacionamento ve ser esquecido – está com quem a preserva, por destinada ao fracasso se, respeito à sua dignidade e ao iniciá-la, a pessoa busintegridade. É exactamen- car apenas satisfazer a sua te isto que fazemos ao ho- vaidade, o seu prazer ou, pior ainda, alcançar algum menagear um companheiinteresse económico. ro ou clube que demonsPouco futuro terá este relatram a sua fidelidade ao cionamento e não será fiel Rotary por décadas a fio. se não houver disposição de compartilhar, compreAnterior à relação ender e colaborar com o Por mais estranho que posaperfeiçoamento do grupo sa parecer, a fidelidade é que elegemos para pertenanterior à própria relação. cer e pelo qual fomos aco-

lhidos. A fidelidade também está ligada a um processo de escolha e a um plano de vida. Esta escolha não é nem deve ser uma ligadura, nem uma mordaça. Pelo contrário: ela é a livre expressão das nossas aspirações. Ser fiel deve-nos cumular de alegria e iluminar-nos quotidianamente.

publicidade

A

diferença de um Conselho

Seguro “Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

4


MENSAGEM DO PRESIDENTE DE R.I.

Queridos irmãos e irmãs em Rotary, Na minha mensagem de Julho citei um ditado de Mohandas K. Gandhi que diz: “Seja a mudança que você deseja ver no mundo”. Desde então, tenho tido oportunidades incríveis de viajar pelo mundo rotário e ver como os rotarianos estão pondo estas palavras em prática. Para efetuar uma mudança positiva, utilizamos nosso conhecimento e recursos para resolver problemas. Porém, quando se trata de resolver problemas humanitários de uma maneira definitiva, os conhecimentos, ideias e recursos não são suficientes para garantir um bom resultado. Temos que nos lembrar de outra coisa muito importante: a sustentabilidade. Uma solução sustentável é aquela que seguirá dando bons resultados mesmo depois que os rotarianos que propuseram e facilitaram o projecto não o gerenciem mais. Isso significa que, mesmo que o projecto tenha vindo do Rotary originalmente, a comunidade será responsável por ele. Quando a peça de uma bomba d’água se quebra, há um processo para consertá-la. Se capacitada, a comunidade se encarregará do procedimento para consertar a bomba sem buscar a ajuda do Rotary. O primeiro passo em direcção à sustentabilidade é determinar a necessidade. Um exemplo é o problema do gás de cozinha, comum em grande parte dos países em desenvolvimento. Em muitas regiões, os fornos solares são uma solução maravilhosa, pois são baratos, dependem de uma fonte de energia gratuita que não polui ou se esgota, e são simples de usar e de manter.

Porém, antes de entrarmos em uma comunidade e tentarmos resolver seus problemas de energia por meio de fornos solares, temos que compreender plenamente a situação e olhar além do problema. Talvez os alimentos locais precisem ser cozidos a uma temperatura mais alta do que o forno solar pode proporcionar, ou talvez vente muito na área, o que impedirá o uso de fornos solares. Pode ser que seja tradicional na região começar a cozinhar antes do amanhecer. Se não levarmos em consideração estes problemas, os painéis solares podem acabar sendo usados como material para reparar telhados ou manter seco o alimento de animais em vez de serem usados para cozinhar, que seria o objectivo original do projecto. Se estivermos tentando trazer mudanças, não basta dizer: “Meu método é o melhor”. Temos que ouvir e observar – não apenas falar. Só podemos ajudar os outros se estivermos com a mente aberta e tivermos o conhecimento, empenho e perseverança necessários para cumprir o que prometemos.

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

5


NOTÍCIAS DE R.I. Projecto do RC de Cachoeirinha actua na preservação do rio Gravataí A valorização do uso consciente da água e a preservação dos rios são questões tratadas pelo Rotary como desafios fundamentais para o futuro da humanidade. Pensando nisso, e para contornar o grave processo de degradação do rio Gravataí, o Rotary Club de Cachoeirinha, RS (D.4670), criou o projecto Aguapé, que investiu em acções simples para mudar a realidade do rio que abastece a região. Reflorestamento das margens, limpeza do leito e investimento em consciencialização ambiental, foram algumas das iniciativas adoptadas no processo de revitalização. O Aguapé foi realizado com recursos de um projecto de Subsídios Equivalentes, em parceria com o Rotary Club de Rotary Club Portsmouth & Southsea, Inglaterra, além do apoio dos Rotary Clubs de Cachoeirinha-Industrial, Gravataí, Gravataí-Ulbra e Alvorada, todos do distrito 4670. Um dos frutos do projecto é o documentário “O Rio do Futuro”, que detalha todo o processo de realização do Aguapé,

mostrando o estado do rio antes das acções e os benefícios alcançados com a melhoria das águas do Gravataí.

cípios atendidos pelo projecto também receberam cópias do documentário “O Rio do Futuro”, sobre a transformação que o Aguapé trouxe para o rio, e deixa essa aprendizagem para as próximas gerações.

O projecto, que está perto do seu encerramento e da apresentação dos resultados à Fundação Rotária, comemora as conquistas e a herança deixada à comunidade, como destaca Sílvio José Fonseca Ourique, coordenador geral do projecto:

Outra semente do Aguapé é a criação de um projecto piloto para o tratamento de esgotos, que pode tratar até 95% do esgoto que hoje é jogado “in natura”.

“O Aguapé deixou um legado importante para a região, o projecto doou um barco e coletes salvavidas à Fundação Municipal de Meio Ambiente, que agora pode organizar passeios estudantis no rio Gravataí, assim como todas as escolas dos muni-

O projecto também doou um barco e duas motos para o patrulhamento ambiental da região, contentores aos municípios para a recolha do lixo nas margens do Gravataí, além do fortalecimento aos cursos locais de formação de agentes ambientais”.

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

6


Fornecendo abrigo Rotary International e a ShelterBox, organização que fornece auxílio em casos de desastres, assinaram neste mês um acordo como parceiros de projecto a fim de aumentar a colaboração entre as duas organizações para fornecer assistência e abrigo temporário a sobreviventes de desastres naturais. “Parceiro de projecto" é um status especial que o RI concede a grupos iniciados ou administrados por Rotary Clubs. O acordo utiliza os pontos fortes das duas organizações para levar assistência a locais atingidos por desastres naturais. “Os nossos amigos rotarianos sempre estiveram prontos para ajudar. Seja através de doações generosas ou de suporte operacional directo, o Rotary tem sido parte da nossa organização", diz Tom Henderson, CEO da ShelterBox. "Sinto como se tivéssemos 34.000 escritórios da Shelterbox espalhados por todo o mundo, trabalhando juntos para

ajudar pessoas que perderam tudo no momento em que mais precisam de nós."

Salvando vidas O secretário-geral do RI, John Hewko, disse que o acordo permitirá que rotarianos causem impacto imediato, salvando vidas

em comunidades devastadas por desastres naturais. "A ShelterBox vai assegurar que rotarianos locais tenham a oportunidade de participar na distribuição dos contentores da organização", ele explica.

mentas e outros utensílios necessários para uma família sobreviver durante seis meses ou mais após um desastre natural. Henderson, engenheiro civil e reserva da marinha do Reino Unido, especializado em mergulho para busca e salvamento, fundou a ShelterBox em 2000. As equipes da organização, formadas por voluntários treinados, já forneceram assistência em mais de 175 desastres naturais ocorridos em quase 80 países.

Em geral, cada kit da ShelterBox contém uma barraca resistente a condições climáticas extremas, fogão, purificador de água, cobertores, ferra-

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

7


A chave da alfabetização Melhorar os índices de alfabetização não é tarefa fácil. Questões como escassez de escolas e materiais didácticos, fundos governamentais insuficientes para o sector educacional e aspectos culturais que limitam a educação de mulheres e meninas, afectam diversas partes do mundo. E o problema vai além da inabilidade de decifrar palavras em uma página. Em um mundo cada vez mais complexo, a baixa compreensão de textos e palavras condena adultos analfa-

O trabalho do Rotary na área de alfabetização inclui reconstrução de escolas destruídas por desastres naturais no Sri Lanka e no Haiti, parceria com a Biblioteca da Imaginação da Fundação Dollywood para pro-

Professora corrige tarefa de aluna em uma sala de aula provisória no Sri Lanka, que atendeu a 200 estudantes durante a construção de uma escola em Ambalangoda. A iniciativa fez parte do projeto que ajudou na reconstrução de 22 escolas atingidas pelo tsunami de 2004

betos às camadas mais baixas da sociedade. Os rotários, no entan- Agnes Nandagire, Harriet to, estão comprometi- Nassimba, and Rosette Nmudos a melhorar esta sisi help each other with situação. Há déca- their homework. The Rotary clubs of Kalisizo, Uganda, das, Rotary Clubs do and Rome, Italy, teamed up mundo inteiro realithrough ProjectLINK to pay zam milhares for a caregiver for the side projectos de blings, who were living alone "educação básica e in the countryside of Uganalfabetização", uma da, and to help fund school das seis áreas de en- materials and medical exfoque do Rotary. penses. Rotary

mover a leitura infantil e ensino através da metodologia CLE no Brasil e na Turquia.

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

8


As novas gerações

Todos os anos milhares de jovens vivem experiências incríveis nos programas de Novas Gerações do Rotary. Saiba como transformar estes futuros líderes na próxima geração de rotários.

rotários. Muitas vezes, ex-participantes dos programas de Bolsa Educacional, IGE,

RYLA, Bolsa Rotary pela Paz e Interact Clubs têm interesse em filiarem-se num Rotaract ou Rotary Club, os quais, Os programas rotários costumam for- por sua vez, também têm interesse em mar laços duradouros entre alumni e convidá-los para o clube.

publicidade

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

9


Junt

e-se

a nó

s

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

10


ARTIGO DE FUNDO Planear para crescer Planear é olhar para a frente. Ninguém planeja o passado, só o futuro. O planeamento estratégico, posto em prática pelo Rotary International, destina-se ao crescimento do Rotary, em bases sólidas, contínuas e duradouras. Há uma série de medidas a estudar e implementar, referentes à ideia de quem somos, onde estamos, e o que devemos fazer para melhorar e crescer.

O resultado mais visível de velhas e teimosas tradições é a estagnação do quadro associativo. Estamos estacionados em 1,2 milhão de associados há pelo menos uma década. Todos os dirigentes do RI batem-se pelo que se tornou um tabu na organização: o crescimento. Temos que parar com as palestras, discursos, exortações e dedicar mais tempo para um reexame humilde e maduro do que é imperioso: crescer.

A grande verdade é que uma organização com 106 anos de idade, que já assistiu a guerras mundiais, conflitos localizados, pandemias, grandes desastres naturais, uma evolução tecnológica alem de qualquer sonho (existe alguém sem celular por aí?), ascensão e queda de regimes ditatoriais, só para citar alguns fatos da nossa longa vida, tem que se preocupar necessariamente com a sua existência, e ter a coragem moral de se autoexaminar. No Rotary, cada clube cria e mantém os seus rituais e práticas: ora-

Conta-se que Napoleão Bonaparte, ao se retirar da Rússia, sob uma temperatura de 20 graus negativos, dizia aos seus soldados: "Se parar, esfria; e se esfriar, morre". Este é o ciclo da vida: nascimento, evolução, maturidade, decadência e morte.

ções antes e depois das reuniões, não admissão de mulheres no quadro social, fraca actuação comunitária, boletins mal feitos, informação rotária insuficiente, e assim por diante.

O autor é Eliseu Visconti Neto, jornalista, tradutor da Brasil Rotário e associado ao Rotary Club de Presidente PrudenteLeste, SP (D.4510).

Planeamento não é um simples exercício mental ou motivo para tertúlias, mas significa a própria sobrevivência.

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

11


publicidade

www.gesesapor.pt

Missão A actividade da GESESA é orientada por um sólido conjunto de valores que demonstram os nossos mais sérios compromissos. Oferta das melhores condições aos nossos colaboradores , com a garantia de satisfação dos clientes e com o respeito que cada vez mais devemos ter pelo nosso planeta. Tecnologia e Operações Introdução de métodos inovadores para aumentar a qualidade e a produtividade em Centros Hospitalares e Escolares. Vantagens - Maior capacidade de Limpeza - Menor consumo de água e produtos de limpeza . - Grande poder de absorção - Não deixa rastos. - Grande resistência a lavagens frequentes . Ser parceiro da GESESA proporciona as seguintes vantagens: Serviços de Limpeza Profissional e Especializados em Clínicas, Hospitais, Centros Escolares e Residenciais de idosos. Transparência - Controlo anual de custos e proveitos Poupança do tempo directivo - Participação do Provedor = Confiança.

Av. Heróis da Liberdade, nº 18 B - Loja Esq. 2745-016 Massamá - Lisboa Telf: 214351154 - 214358271 Fax: 214363214 Email's: helder.rpr@gmail.com helder-rpr@gesesa.net “Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

12


AQUI HÁ SAÚDE Pilates para o Cérebro nos ficar como esta tia idosa, que recorda com pequenos detalhes tudo sobre a sua infância, mas não pode lembrar-se do que “Como se chama este filme no qual a artista fez ontem ou mesmo esta manhã. que aparece é belíssima?... ANDA ESQUECIDO/A?

Se isto lhe parece familiar , não se preocupe, tenha esperança.

Sim, homem! Alta, de cabelos negros. A que trabalhou algumas vezes com aquele actor maravilhoso que se chama... que trabalhou numa peça de teatro muito famosa. Já sabes de quem falo, não?” ASSIM COMEÇAMOS!

Existem muitos mitos em que as pessoas, equivocadamente, relacionam a idade com a falta de memória.

A partir dos trinta anos, em geral, começa- Os neurocientistas têm comprovado que: mos a notar que temos pequenos esqueciA perda de memória de curto prazo não se mentos: deve à idade ou à morte dos neurónios, que morrem mas se regeneram, mas à redução •Como se chama este menino? Conheço-o do número de ligações entre si, dos neurótão bem; nios ou dentritas (ramos dos neurónios). •A que horas era o encontro, às 5:00 ou às 5:30? •Isto, como me disseram que funcionava? •As minhas chaves, onde as deixei?

Isto sucede por uma simples razão: falta de uso. É muito simples. Assim como se atrofia um músculo sem uso, as dentritas também se atrofiam se não se ligam com frequência, e a habilidade do cérebro para receber nova informação reduz-se.

•Em que andar estou estacionado? Mas nada como quando exclamamos... Roubaram o meu carro!” Sem darmos conta de que saímos por outra porta do centro comercial. Ainda que estes pequenos esquecimentos não afectem a nossa vida, causam-nos ansiedade.

É certo, o exercício ajuda muito a alertar a mente; também há vitaminas e remédios que aumentam e fortalecem a memória. Entretanto, nada como fazer com que o nosso cérebro fabrique o seu próprio alimento: As neurotrofinas

São moléculas que produzem e segregam as células nervosas e actuam como alimenCom terror, pensamos que o cérebro come- to para se manterem saudáveis. ça a converter-se em gelatina e preocupa-

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

13


Quanto mais activas estiverem as células do cérebro, mais quantidade de neurotrofinas produzem e isto gera mais ligações entre as distintas áreas do cérebro.

Fazem com que e cérebro funcione automaticamente e requeira um mínimo de energia. As experiências passam pelas mesmas estradas neuronais já formadas.

O QUE PODEMOS FAZER?

Não há produção de neurotrofinas

O que necessitamos é fazer pilates com os neurónios:

Alguns exercícios que expandem substancialmente as dentritas e a produção de neurotrofinas:



esticá-los,



surpreendê-los,



sair da sua rotina,



apresentar-lhes novidades inesperadas e divertidas através das emoções, do olfacto, da visão, do tacto, do paladar e da audição.

O RESULTADO? O cérebro torna-se mais flexível, mais ágil, e a sua capacidade de memória aumenta. PROVAVELMENTE PENSA … Eu leio, trabalho, faço exercícios e mil coisas mais durante o dia. Assim, a minha mente deve estar muito estimulada. A verdade é que a vida da maioria de nós se converte numa série de rotinas.. Pense num dia ou semana comum e corrente. Que há de diferente na sua rotina diária? O caminho para o trabalho, a hora que come ou regressa a casa, o tempo que passa no carro, o tempo e os programas que vê na televisão? AS ACTIVIDADES ROTINEIRAS SÃO INCONSCIENTES

1. TENTE, pelo menos uma vez por semana, tomar um duche com os olhos fechados. Só com o tacto, localizar as torneiras, ajustar a temperatura da água, pegar no sabonete, no champô ou creme de barbear. Verá como as suas mãos notarão texturas que nunca tinha percebido. 2. UTILIZE a mão não dominante. Coma, escreva, abra a pasta, escove os dentes, abra a gaveta com a mão que mais trabalho lhe custe a usar. 3. LEIA em voz alta: distintos circuitos serão activados, além dos que usa para ler em silêncio. 4. TROQUE as suas rotas, passe por diferentes caminhos para ir para o trabalho ou para casa 5. MODIFIQUE a sua rotina. Faça coisas diferentes. Saia, conheça e fale com pessoas de diferente idades, trabalhos e ideologias. Experimente o inesperado. Use as escadas em vez do elevador. Saia para o campo, caminhe, ouça-se. 6. TROQUE a localização de algumas coisas. Sabe onde tudo está, o cérebro já construiu um mapa. Mude, por exemplo, o recipiente do lixo de lugar, e vai ver o nú-

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

14


mero de vezes que vai atirá-lo no antigo local.

didade, de modo que o cérebro tenha que confiar e procurar outras rotas. 8 IDENTIFIQUE objectos. Coloque no carro um recipiente com várias moedas diferentes e tacteie com a mão para que, enquanto esteja parado num semáforo, com os dedos trate de identificar cada uma. Porque não abrimos a mente e provamos esses exercícios tão simples que, de acordo com os estudos de Neurobiologia do Duke University Medical Center, am-

7. APRENDA uma habilidade. Qualquer coisa: pode ser fotografia, culinária, yoga, estudar um novo idioma. Se gosta de quebra-cabeças ou figuras, cubra um olho para perder a percepção de profun-

pliam a nossa memória? Com sorte, nunca mais voltaremos a perguntar:

Onde deixei as minhas chaves?

publicidade

Largo Comandante Augusto Madureira 4 B — 1495-012 Algés Telf: 21 412 27 00/07 — Fax: 21 412 27 08/09 geral@sandrabranconotaria.pt — www.sandrabranconotaria.pt

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

15


Tratamento para a Gastrite - Receita A gastrite é uma inflamação do

A sugestão de hoje é um chá de

epitélio estomacal, que pode ser

parietária, também eficiente na

causada por diversos factores. A

redução dos sintomas da gastrite.

inflamação se manifesta de duas

Veja como preparar.

formas: a gastrite aguda ou a gastrite crónica. Na forma aguda, o problema geralmente está relacionado com stress, uso de medica-

Você vai precisar de:  40 g de folhas de parietária

(seca ou natura)

mentos e consumo de alimentos contaminados. Já a forma crónica é causada pela presença da bacté-

 1 litro de água

Modo de Preparação:

ria Helicobacter pylori no estômaFerva a água e depois adicione as

go.

folhas da erva. Tape e deixe em inEm muitos casos, a gastrite se

fusão por 18 minutos.

mantém “silenciosa”, sem apresentar sintomas. Mas também podem surgir dores de estômago, azia, perda de apetite, náusea e vómitos. Alguns

medicamentos

naturais

ajudam a reduzir esses sintomas. Já ensinamos no Receita Natural a preparar um chá de verbena, que

chá de parietária

pode ser usado no tratamento da doença. A infusão de espinheira santa também é recomendada para tratamento da gastrite e da úlcera.

Posologia: Tomar de 3 a 4 chávenas do chá por dia.

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

16


NOTÍCIAS DO NOSSO CLUBE À volta da cultura A Câmara Municipal de Loures quis levar ao conhecimento da sua comunidade a obra “OS OUTROS SOMOS NÓS” da nossa Compª. Isabel Madaleno e promoveu a respectiva apresentação na Biblioteca José Saramago daquele Concelho. Embora se trate de um livro de ficção cuja acção se situa em Loures, é uma obra com interesse social, sobretudo para a juventude escolar. Na sequência deste evento, algumas escolas têm manifestado interesse em promover encontros, entre os seus alunos e a autora, na perspectiva de um debate sobre o conteúdo do referido livro

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

17


A tarde de poesia em imagens Compª. Esmeralda Trindade

Compº. Diniz da Fonseca

Compº. Francisco Queiroz

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

18


1—O Compº. Diniz da Fonseca do R. C. de Oeiras; 2—Compº. Francisco Queiroz; 3—Compºs. Alberto Esteves Guerra do R. C. de Oeiras e António Craveiro do nosso Clube; 4—Compº– José Manuel Trindade; 5—Compº José Luis Perestrelo; 6—Compª. Maria Isabel Madaleno

1

2

3

5

4

6

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

19


1 — Compº. António Craveiro; 2 — Compª. Maria Teresa Bento Lopes; 3 — Compº. Diniz da Fonseca do R. C. de Oeiras; 4 — Compº. Francisco Queiroz; 5 — Compª. Esmeralda Trindade; 6 — Compº. Alberto Esteves Guerra, Presidente do R. C. de Oeiras

2

1

3

4

5

6

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com


publicidade

O SEGURO QUE DÁ SAÚDE A QUEM MAIS PRECISA O Seguro Saúde Allianz é um seguro de grupo, com excelentes coberturas, bons capitais e preços muito acessíveis. Com o objectivo de proteger a sua família este seguro inclui um vasto conjunto de serviços médicos, tendo uma rede com mais de 9000 Prestadores, presentes em todo o país.

Coberturas/Módulos Hospitalização e Cirurgia e Cesariana

Limites Seguros

Co-Pagamentos

10.000,00

Fora da Rede % reembolso franquia 70

1.000,00

500,00

70

500,00

10.000,00

250,00

70

250,00

Parto Normal e IIG

1.000,00

250,00

70

250,00

Assistência Ambulatória

1.000,00

50

0,00

50

0,00

Hospitalização e Cirurgia

Consultas

50,00 Cons

15,00

Consultas de Urgência

50,00 Cons

30,00

Consultas no Domicílio

50,00 Cons

30,00

50

0,00

Elementos Auxiliares de Di-

10%

50

0,00

Tratamentos

10%

Assistência em Viagem Assistência em Portugal Subs Diário Hospitalização

50,00 dia

3 dias

3 dias

Subs Diário Deslocação

50,00 dia

3 dias

3 dias

Segunda Opinião Médica

OFERTA ASSISTÊNCIA SÉNIOR Medicina Dentária Consultas e Tratamentos de Estomatologia em rede serviços médicos a preços reduzidos e convencionados Consultas de Estomatologia de urgência por apenas 30,00 €.

Ortóteses Consultas, Aros , Lentes Oculares e Lentes de Contacto a preços reduzidos e convencionados em rede de lojas da especialidade.

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

21


Urgências e Assistência Médica no Lar:

Vantagens: guro - para quem não tem, são 90 dias).

Para solicitar a deslocação de um médico a sua casa (preço de 30€ por consulta);



Não aumenta o preço com a idade.

Para obter informações várias:



Permanência até aos 70 anos.



Preço muito competitivo ao nível do mercado.



Idade de Subscrição e Permanência.



A idade limite de subscrição são os 69 anos.



Sem carência (para quem já tem um outro se-

Ligue 213 108 300 O que vai Receber em Casa:

O Cartão Seguro Saúde Allianz e o Cartão Saúde Senior é personalizado, para cada um dos Aderentes e dá-lhe acesso a todos Quem Somos: os serviços disponibilizados pelo seu plano Seguro Saúde Allianz apresentado, é uma marca de saúde. 

O limite de permanência no seguro é até aos 70 anos.

Assistência Sénior, Lda., empresa privada de capitais portugueses que nasceu com a missão de oferecer a quem mais precisa todos os cuidados de saúde com a máxima qualidade.

Preços: Titular, Cônjuge e Filho/s 29,00€/mês/pessoa

Outros Produtos Saúde Sénior:

Forma de Pagamento:

Plano Saúde Sénior Base, Saúde Sénior VIP,

Débito Directo

Saúde Sénior Oral e Seguro Saúde Multicare

Contactos:

Como Utilizar:

Av. Heróis da Liberdade, nº18 B-Loja Esqª.

Marcação de Consultas

2745-788 Massamá

Consulte

no

Directório

Clínico

em 214351154 www.allianz.pt a especialidade e prestador 214358271 que pretende.

963511733

Ligue para a nossa Linha de Atendimento Fax: 214363214 Email: assistenciasenior@gmail.com Permanente através do número: 213 108 300 (2ª a 6ª das 8:30 às 19:00) ou através do número 210 049 378 (2ª a 6ª das 19:00 às 8:30 e fins de semana 24h). Para Medicina Dentária ou Ortóteses, consulte o Directório Clínico em www.servimed.pt a clínica que mais lhe agrada e ligue a marcar a sua consulta utilizando o número: 210 443 680. Procedimentos na Clínica:

Identifique-se junto do prestador com o seu Cartão Seguro Saúde Allianz (ou Cartão Saúde Sénior) e um documento de identificação pessoal.

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

22


CURIOSIDADES O significado do Chá e da Noite Nota sobre a palavra CHÁ Recentemente disseram-me porque a palavra Chá em Português é parecida com a palavra original em Chinês, mas completamente diferente de outras línguas europeias. Em Russo a palavra deles é Chai e noutros países do leste da Europa a palavra é parecida com o nosso Chá. Em Francês, Inglês, Alemão, Holandês, Italiano e até Espanhol a palavra usada para esta planta ou bebida é mais parecida com a letra T nessas línguas, como Tea, Tee, Te, Té, Thé, Thee etc. Sabem porquê? Aparentemente uma parte do Chá que chegava a Portugal era separado para Transporte (ou Transbordo?) para os outros países e os sacos eram marcados com a letra T de Transporte. Os outros países recebiam sacos de T. Daí as palavras respectivas, nesses países. Imagino que os países do leste recebiam o Chá directamente da Rota da Seda.

Significados da palavra NOITE Confesso que nunca tinha ouvido (Ou pensado) (n)isto. Coincidência? Em muitos idiomas europeus, a palavra NOITE é formada pela letra N + o número 8 na respectiva língua. A letra N é o símbolo matemático de um conjunto infinito (o dos números Naturais) e o 8 deitado também simboliza infinito, ou seja, noite significa, em todas as línguas, a união do infinito!!! Português: noite = n + oito Inglês: night = n + eight Alemão: nacht = n + acht Espanhol: noche = n + ocho Francês: nuit = n + huit Italiano: notte = n + otto

Interessante, não?

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

23


O CANTINHO DAS LETRAS Poema de Mário de Andrade Contei meus anos

Já não tenho tempo para adminis-

E descobri que terei menos tempo

trar melindres de pessoas

para viver daqui para a frente

que apesar da idade cronológica,

Do que já vivi até agora

são imaturas.

Tenho muito mais passado do que

Detesto fazer acareação de desafe-

futuro.

tos que brigam pelo

Sinto-me aquele menino que rece-

Majestoso cargo de secretário geral

beu uma bacia de cerejas.

do coral.

As primeiras ele chupou displicen-

As pessoas não debatem conteúdos,

te,

apenas os rótulos.

mas percebendo que faltam poucas, Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, rói o caroço. Já não tenho tempo para lidar com

Minha alma tem pressa…

mediocridades.

Sem muitas cerejas na bacia, quero

Não quero estar em reuniões onde

viver ao lado de gente humana,

desfilam egos inflamados.

Muito humana; que sabe rir de seus

Inquieto-me com invejosos tentan- tropeços, do destruir quem eles admiram,

não se encanta com triunfos,

Cobiçando seus lugares, talentos e

não se considera eleita antes da ho-

sorte.

ra,

Já não tenho tempo para conversas não foge da sua mortalidade. intermináveis,

Caminhar perto de coisas e pessoas

para discutir assuntos inúteis sobre de verdade, vidas alheias que nem fazem parte da minha.

O essencial faz a vida valer a pena.

Fim

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

24


Coisas Fora de Moda Se não estivesse tão fora de moda, Eu iria falar de “Amor”.

O apoio, o interesse, a solidariedade de um

Daquele amor sincero, olhos nos olhos, frio no coração,

pelas coisas do outro, e vice-versa.

Aquela dorzinha tão gostosa de ter muito medo de perder tudo…

ção de compreender, para depois gostar…

Daqueles momentos que só quem um dia já amou conhece bem…

Se não estivesse tão fora de moda, eu iria falar em “Família”

Daquela vontade de repartir, de conquistar todas as coisas,

Sim… “Família”. Essa instituição que, ultimamente, vive à beira da falência,

mas não para retê-las no egoísmo material da posse, mas para doá-las, no sentimento nobre de amar…

Sofrendo contínuas e violentas agressões:

Se não estivesse fora de moda, eu iria falar em “Sinceridade”

Família…, aquele bem maior de ter uma comunidade unida pelos laços sanguíneos e protegidas pelas bênçãos divi-

Sabem aquele modo antigo de fidelidade, respeito mútuo E aquelas outras coisas que deixaram de ter valor… Aquela sensação que embriaga mais do que bebidas, Que é ter numa só pessoa, a soma de tudo o que, às vezes, procuramos em muitas… A admiração pelas virtudes e a aceitação dos defeitos, Mas, sobretudo, o respeito pela individualidade, que até julgamos pertencer-nos, mas que cada um tem o direito de possuir… Se não estivesse tão fora de moda, eu iria falar em “Amizade” Na amizade sincera que deve existir entre duas pessoas que se querem bem…

A união além dos sentimentos, a dedica-

Pai, mãe, irmãos, filhos, casamento, lar…

nas… Um canto de paz no mundo, o aconchego da morada, a fonte de descanso e a renovação das energias. Realização da mais sublime missão humana De sequenciar a obra do Criador… E depois eu iria, até quem sabe, falar sobre algo como a “Felicidade” Mas é uma pena que a felicidade, como tudo o mais, há muito tempo, já esteja tão fora de moda e tenha dado o seu lugar aos modernismos da civilização… Assim, desejo que a nossa vida seja repleta dessas questões tão fora de moda e que, sem dúvida, fazem a diferença !!!

Autor Desconhecido

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

25


O ESPAÇO DOS GULOSOS

Tarte de Natas Ingredientes 1 Base de massa folhada 1/2 litro de leite 4 ovos 150g de açúcar Raspa de meio limão 30g de farinha

Tipo de receita: Sobremesa Número de doses: 8 Tempo de Preparação: 10minutos Tempo de Confecção: 40 minutos Dificuldade: Fácil

Preparação: Depois da massa descongelada, estende-se com a ajuda de um rolo e coloca-se numa tarteira retirando a massa que sobra. Pica-se a massa com um garfo. Para o recheio, dissolve-se a farinha no leite, junta-se o açúcar e os ovos previamente batidos bem como a raspa de limão. Vai tudo ao lume ate engrossar e coloca-se por cima da massa. A tarte vai ao forno a 180º por 30 a 40 minutos. No final liga-se as varas de cima do forno para queimar um pouco a parte de cima da tarte Bom Apetite

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

26


INFORMAÇÕES ÚTEIS

Aniversários no nosso Clube. Não se esqueçam de os felicitar pelo seu dia

Maio: 15 — LURDES (Esposa do Compº. Luís Barreto Borges) 27 — Compº. JOÃO ANTUNES

“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com

27


“Mãe d’ Água”- Boletim n.º 9 - Março/Ano 2011-2012 - rccarnaxide@gmail.com


Boletim nº. 9 - Março de 2012