Page 1


Creadora da Rede Encontro de Amigos e Poetas SANDRA GALANTE Creadora da efemeride DIA DO POETA VIRTUAL e Organizadora do evento ROSEMARIE PARRA

INDICE

ENTRE O CEU E AS ESTRELAS - OTACILIA COA G. TEU SORRISO – SA DE FREITAS LAGO VERDE – ILZE SOARES SINCERO AMOR – CEGATOSI PINTURA POETICA – ZAYMON ZARANDAY SOMENTE A LUZ E AS ESTRELAS – DELY THADEU D. SAUDADE – MARCIO R. DANTAS CARTA DE DEMISSAO – MA. IRACI LEAL TANGO LAMENTO... – SANDRA GALANTE MEUS DEDOS... – CAIO LOPES MEUS LABIOS JANILDES DONIZETTI FOLHAS DE ANGUSTIA – ANA MA. PUPATO NO PUEDE MOJARNOS – ANA ROMEO M. O TESOURO – ANNA KARENINA ANONIMO 2 – BENJAMIN ARAUJO ASI SOÑE – ALFRED ASIS

Entre o ceu e as estrelas...


Olhando o céu e as estrelas cintilando me veio a mente os bons momentos que juntos passamos hoje nossos caminhos são outros as lembranças são muitas e em meus pensamentos a voar sinto que pra sempre vou te amar....

Octacila Coa Guimaraes

TEU SORRISO Esmerado sorriso que brilha, Qual lua em noite inarrável. No palco azul da vida fibrilha, No espelho do tempo notável. Às vezes os dentes brilhantes, Mostram as suas belicosidades. O teu sorriso é um semblante, Largo e repleto de felicidades. Não existe sorriso mais adoçante. O que se inseriu nos lábios seus, Teu sorriso é vitamina fortificante. Que recupera os belos sonhos meus. Teu sorriso reflete o meu semblante, Num écran de imagem refletida, Sorriso que emoldura a mulher amante, Iluminando a vida opaca e sofrida.

Foi no mar da solidão que me alegrei, Ao ver teu lindo sorriso se esbaldar. Detalhes da bela mulher que adorei. Na vasta e singela onomatopeia amar.


Foi andando pela movimentada rua, Que te conheci sorrindo ao lado do povo. Nesse instante meu pensamento insinua, O amor insigne, ardente que por ti revolvo.

Não quero te perder, almejo sempre te amar. O teu sorriso postar no emblema da paixão, As gotas do meu sangue não param de pingar, Mas, estancam com seus beijos em profusão. ANTONIO PAIVA RODRIGUES

LIVRO DA SAUDADE Sá de Freitas

A folhear o livro da saudade, Retirado da Estante das lembranças, Vou lendo o que escrevi pelas andanças Que fiz, desde o iniciar da mocidade. Atentamente o leio e na verdade, Há trechos que me ferem como lanças, Com frases que me fazem mil cobranças, Por muitas omissões na caridade. Hoje ao sentir os dias se escoando, Temendo as omissões, vou meditando, Que pouco é o tempo e muito há o que fazer. Então procuro amar mais meus amigos, Perdoar e esquecer meus inimigos, Socorrendo os que posso socorrer. Samuel Freitas de Oliveira

Avaré-SP-Brasil

Lago Verde Ergo os braços para o ceu, tento as estrelas alcançar... Da vida sorvo o mel,


a delícia do sol e do vento... A alegria do amor e da amizade. No lago verde dos meus olhos, suave mergulho para a paz conquistar... Vivo a felicidade, sem orgulho ou tolas vaidades... Ilze Soares

Sincero Amor... Celso Gabriel de Toledo e Silva - Cegatosi® Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® Concebida em: 21/janeiro/2007

Nos perguntamos, que mistério nos une? Acredito que não saibamos responder, O que sabemos é ouvir a voz d'alma, Traduzir os sinais da vida; Estava escrito em nossos livros de existência... Numa madrugada qualquer aconteceria, Deixaríamos de vagar na solidão, E assim fomos abençoados; Aprenderíamos a sorrir pelo mesmo prazer, Confessar que não seríamos nada sem um pelo outro, Que os medos e inseguranças se esvairiam, Presenteando-nos com paz e harmonia; Uma oferta ora carnal, Uma oferta ora divina, Não é blasfêmia de meus lábios, Pura franqueza de sentimentos; Um mistério compartilhado entre nós,


Segredos, juras, respeito... Emoções que se fortalecem, nos amadurecem, Resplandece afeto, sincero amor.

Pintura poética...

As noites são longas. Os dias nem sempre. Os meses correm. Os anos voam. Nada muda, nada cresce Só se extermina, só falece. ZAYMON ZARONDY

SÓMENTE A LUA E AS ESTRELAS...I © ( Poesia Livre) Debaixo deste céu em noite de luar, sonho... Viajando ao infinito/ deixo-me levar... Não sou mais eu no corpo Sou astronauta Viajo ao espaço aberto/A te procurar... Desafio tempo/Espaço, Sou éter, sou ar... Semeio sonhos lindos, colho estrelas, Caudas longas, caudas de cometas a passar... Certo estou de meus desejos, e de meus sonhos Conduzo as luzes cintilantes ao meu bel prazer Sendo eu amante amado e poeta, sou sonhar... Tenho testemunhas imputáveis nas minhas viagens, Elas sempre presentes estiveram no meu versejar, Emprestaram-me a ternura e os carinhos ao meu falar, Soltaram-me das amarras do triste ser terreno, sou vento Sou amor sem lamento, sou o mar sem tormento, sou céu... Sou leitura de poesias, sou uma suave declaração de amor, E tenho em minha expressão o sorriso claro e gostoso, E somente a lua e as estrelas me conhecem tão bem, Sou a paciência no amor, o sutil sentir terno, da razão...


DELY THADEU DAMACENO

Saudade... Saudade, essa estranha companheira que ao mesmo tempo sorri e chora lembrando os anos, uma vida inteira que presente está, não voltando embora. Marcio Roberto Dantas(pescadordepraia)

CARTA DE DEMISSÃO Eu, árvore, nascida há milhares de anos no planeta terra, nos termos da lei. Venho através desta solicitar demissão de meu cargo! não posso mais realizar minha tarefa devido a falta de condições Indiferença com minha pessoa e o pouco caso com minhas funções


neste departamento! me despeço. Antes que minha natureza se degrade e venha desequilibrar minhas funções antes que venha gestar filhos pestilentos ou venenosos e possam prejudicar aquilo que tanto amei...O planeta terra! creio necessitar,partir para outro mundo, outra orbe,onde eu seja cuidada e muito amada! Me despeço sem mágoas,quem sabe um dia possa eu retornar e aquí de novo germinar na luz do amor,na esperança e confiança de que terei uma chance! de viver e realizar! com todo amor,árvore! MARIA IRACI LEAL POA-RS-BRASIL-18/10/10 Tango lamento... Corpos bailam em silêncio pelo salão Na cadência perfeita do amor na vertical Tango, um lamento tão sensual... Violinos, bandoneon e o piano tocam a canção Os corações pulsam da emoção existente Um frenesi de desejos paira no ar... Corpos uno no universo lúdico da fantasia Um mundo de emoções e de prazer Penetrando na alma de quem dança e assiste Envolvendo neste deslizar de múltiplas emoções...


Sandra Galante.

Meus dedos... Meus dedos correm seu corpo fazendo uma estrada de luz indolor, vermelhas, azuis, branca de amor. Arrastam paixão espalhando um leve sabor, hortelã, mel e desejo, trilhas a seguir sobre seu corpo com um beijo. O brilho vem correndo o sexo, caminhando lento, provocante sorridente, como luz de um flash de amor demente. Caio Lucas.

Meus lábios. molhados parados ainda sente.. VOCÊ.. Minhas mãos ainda quentes sozinhas procuram..VOCÊ.. As visões se espelham refletindo o perfil de..VOCÊ.. Meu corpo palpita sentindo o calor de..VOCÊ..

Janildes Donizeth Rodrigues.

FOLHAS DE ANGÚSTIA Ser vicejante em pleno verão


com toda pujança da juventude. Desejos e ideais brotando. Sopra o vento frio do questionamento que espalha tudo, cai a chuva de lágrimas da dor que nubla a visão. É a estação outonal do recolhimento, de deixar as folhas da angústia cair, reconhecer o milagre da renovação da vida.

Ana Maria Pupato

No puede mojarnos a la vez

Y seguirán goteando los árboles Hasta que brillen todos sus verdes Sin apuro y seguirán escondidos los gorriones llamándose tímidamente sin animarse a partir -como nosotros-


y seguirán lavándose los rostros de toda la ciudad hasta que caiga la noche emparejando formas suavizando los gritos todos lo gritos menos el nuestro que clama por compartir esta lluvia y no puede mojarnos a la vez

©Ana Romeo Madero.

O tesouro... Não quero nada [De valor terreno] Meu coração sonha pequeno Apenas dois raios de sol São capazes De abrir no meu peito O arrebol Anna Karenina

Anónimo 2 Tal vez nunca se sepa si tenía destino. Como llegó, se fue; habitaba en su rostro la duda


pero supo caer para abrir en la incógnita su futuro infinito, irresoluto.

Benjamín Araujo M.

Así soñé Tus palabras son sinfonías que hacen nublar mis ojos, que remecen el alma y me dan la calma. Sueño cada día y noche aunque mi alma esté despierta o dormida, sueño con remecer las conciencias para que los humanos sean cada vez mejores, para que la poesía del mundo llegue a todos los corazones, que ablande las piedras y entibie el hielo del mundo interior de los seres vivos; sigo soñando por alguien que vive sigo soñando contigo. Alfred Asís

DIA DO POETA VIRTUAL - OS MELHORES DA SEMANA  

EVENTO NO DIA 31 DE OUTUBRO COMEMORACAO DO DIA DO POETA VIRTUAL

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you