Page 1


Editorial Apostar na qualidade de vida das pessoas Caro (a) Amigo (a), Continuamos o nosso trabalho no benefício da qualidade de vida das pessoas em Celorico de Basto. O incentivo e apoio à criação de emprego tem sido prioritário com a obtenção de resultados satisfatórios e promissores. Foram criadas de forma direta nos últimos tempos, bastantes postos de trabalho no concelho, designadamente no setor industrial e no setor do turismo. A instalação de várias unidades industriais é uma realidade que está a alterar de forma significativa a lógica predominantemente rural do concelho. Com o novo Centro de Formação do Calçado, instalado no concelho, conseguimos formar pessoas para depois terem o seu trabalho. No turismo e em alojamento na Hotelaria, no Turismo de Habitação e no Turismo Rural o concelho tem uma oferta superior a 300 quartos, tendo, em poucos anos, dado um salto enorme. Com os projetos em curso perspetiva-se que dentro de 3 a 4 anos tenhamos mais de 700 quartos, tornando Celorico de Basto um destino turístico de excelência, gerador de muitos postos de trabalho e movimento na nossa economia. Com mais pessoas a trabalhar e dinheiro disponível a circular, o setor comercial tenderá a crescer, dando resposta ao aumento da procura. Numa terra que aposta no emprego, na educação, na ação social, e tem cuidados de saúde adequados, a qualidade de vida das pessoas tende a melhorar cada vez mais. Se a isto aliarmos o trabalho feito na área desportiva, na área cultural, no lazer, na segurança e proteção civil, verificamos que temos vindo a melhorar de forma sólida a nossa qualidade de vida. Aproveito para, nesta quadra festiva, lhe desejar um Santo Natal e um Feliz Ano Novo.

Um abraço com amizade,

Joaquim Monteiro da Mota e Silva Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

3


DESTAQUES

Celoricenses receberam em euforia o Presidente da República Portuguesa Marcelo Rebelo de Sousa, presidente dos Afetos, foi recebido com carinho em Celorico de Basto Foi aquando das comemorações das Festas do Concelho, a 24 de julho, que “o filho da Terra”, Marcelo Rebelo de Sousa, regressou a Celorico, pela 1ª vez depois de empossado presidente da República Portuguesa, para assistir ao Cortejo Etnográfico, atividade maior das Festas de S. Tiago.

“Amigos Celoricenses, Celorico é uma grande terra, com uma grande gente, depois de eleito e empossado Presidente da República Portuguesa, recordei as muitas vezes que aqui estive. Recordei os antigos Paços do Concelho, a Biblioteca Municipal, os Bombeiros Voluntários Celoricenses de quem sou associado, recordei aquilo que pude ver e ouvir nas várias freguesias que vão desfilar”

disse o Presidente da República Portuguesa, como forma de saudação ao povo Celoricense.

4

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


Marcelo Rebelo de Sousa lembrou os emigrantes “que são tão celoricenses como os que vivem cá, Celorico é grande e tem uma grande gente”. Saudou ainda os Portugueses “porque Portugal é a nossa pátria, nós somos os melhores do mundo, não apenas no desporto, mas na ciência, na educação, na literatura, nas empresas… quem percorre o mundo encontra sempre um português excecional” reforçou. O presidente da República Portuguesa terminou o seu discurso com palavras de conforto e força para ultrapassar as dificuldades. “Há momentos difíceis mas nós somos como os nossos antepassados, somos fortes, resilientes, nós temos a mesma fibra, e vamos conseguir ultrapassar as dificuldades. O que vos peço é que não desanimem, não desistam” destacou. As centenas de pessoas presentes na Praça Albino Alves Pereira, aplaudiram efusivamente as palavras do Presidente da República, “temos um Presidente da República de Portugal que é um grande Celoricense” disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Um homem que nunca esquece a terra, que faz o melhor por Portugal, de lés-a-lés. Que tem feito um trabalho extraordinário à frente da chefia de Portugal. No dia das Festas do Concelho nada melhor que termos aqui o Sr. Presidente da República. Nós contamos muito consigo para evoluir e contará sempre com o nosso afeto e amizade” realçou o autarca. O Presidente ada República Portuguesa chegou a Celorico de Basto pelas 13h20, tendo almoçado no recém inaugurado Celorico Palace Hotel and Spa. De seguida visitou a Biblioteca Municipal da qual é patrono onde assinou o livro de honra e descerrou uma placa. Num dia de intenso calor, Marcelo Rebelo de Sousa não se inibiu e fez o percurso a pé da Biblioteca até à Praça Albino Alves Pereira onde proferiu o discurso protocolar e assistiu ao Cortejo Etnográfico, uma referência dos usos e costumes locais e um dos pontos altos das tradicionais Festas do Concelho em honra de S. Tiago.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

5


Gabinete de Apoio ao Emigrante de nova geração homologado pelo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas

O GAE de Nova Geração encontra-se nos serviços de ação social do Município de Celorico de Basto e dispõe, agora, de novas valências de apoio à comunidade emigrante.

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas anunciou três objetivos centrais no que concerne a este novo projeto, tendo realçado o trabalho promovido no GAE de 1ª geração “que tem tido um trabalho digno de registo sobretudo, no que concerne às áreas do apoio social, agora, com este novo projeto, queremos dar-lhe um novo alcance institucional de modo a generaliza-lo a todo o território nacional, enriquecendo os serviços prestados pelo GAE”. Afinal a “emigração é um fenómeno transversal todo o território”. “É preciso quebrar a imagem de que os municípios menos densamente povoados têm mais emigrantes, nada mais falso” disse. José Luís Carneiro

afirmou haver um conjunto de respostas que o Secretário de Estado não pode resolver, por isso, “temos pivôs de várias áreas de intervenção, uma equipa que garante respostas com responsabilidade e celeridade às questões colocadas pelos emigrantes. Estamos a trabalhar para a valorização e apoio ao investidor da Diáspora, apoios que ajudem a investir quem quer investir no seu país. De facto, em dois meses de trabalho encontramos vários investidores da Diáspora, estamos a criar uma rede e a identificar micro e pequenos investidores, neste território dedicados sobretudo ao agroalimentar e às vinhas”.

6

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, esteve em Celorico de Basto, no dia 13 de agosto, para a cerimónia de assinatura do novo protocolo do GAE, agora com novos apoios direcionados ao emigrante.


“Hoje, vamos renovar os compromissos do GAE não apenas no contexto social mas também económico e industrial” reforçou o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas. José Luís Carneiro terminou o seu discurso referindo que “ o GAE é uma porta de entrada na relação com o território das origens, identidade e memória”. O GAE tem como destinatários os portugueses ainda emigrados, aqueles que já regressaram ou que irão regressar, bem como os que pretendem iniciar um processo migratório. Na cerimónia de assinatura do GAE e estando parte deste processo vinculado aos municípios o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, realçou que “um gabinete de apoio ao emigrante é essencial numa visão agora aprofundada onde é aproveitado o knowhow dos nossos emigrantes”. Não há um país que não tenha portugueses, portugueses empenhados e dedicados, que funcionam como uma alavancagem do desenvolvimento económico, é preciso pensar local e agir global e pensar global e agir local. O secretário de Estado é uma pessoa com muita experiência que tem noção do território ao nível da região, com noção local das necessidades”. Joaquim Mota e Silva elogiou o novo projeto e os emigrantes “está a ser levado por diante mais um passo para apoiar os emigrantes, que queremos, quando estão cá, que se sintam verdadeiramente integrados. É gente tenaz, que se esforça e de muito trabalho. Este projeto é uma forma de promover o crescimento económico, a coesão nacional, todos juntos fazemos o que realmente interessa” concluiu. Este protocolo do GAE de nova geração foi assinado entre o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto e o

embaixador da Direção Geral dos Assuntos consulares e das Comunidades Portuguesas, João Maria Cabral. O mesmo foi homologado pelo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas. Este serviço funciona, agora com novos apoios, nos serviços sociais da Câmara Municipal de Celorico de Basto.


Comemorações dos 10 anos de geminação Celorico de Basto e Houilles celebraram o acordo de geminação que une os dois concelhos há 10 anos. A Cerimónia dos 10 anos de geminação entre Celorico de Basto e Houilles decorreu no dia 13 de agosto, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, e foi presidida pelo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro. Presente para a Cerimónia de Assinatura do protocolo do GAE de nova geração, o Secretário de Estado das comunidades Portuguesas alargou a presença em Celorico de Basto para presidir uma cerimónia dos 10 anos de geminação entre Celorico de Basto e Houilles.

8

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

“Estas geminações são caminhos de diálogo, entendimento e paz” disse o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas. José Luís Carneiro felicitou o município pela criação destas iniciativas e espera que as mesmas “não fiquem só no papel mas que proliferem, que se criem caminhos conjuntos. O mais importante é ter pessoas que emanem vontade humanista, a começar pelos mais jovens onde deve haver entendimento na diversidade, seja ela turística, religiosa, cultural…” reforçou. Celorico de Basto é geminado com Houilles na França, com Wiltz no Luxemburgo e com Catanduva no estado de S. Paulo, no Brasil, destas três relações de irmandade, diz o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, “é com Houilles que temos uma relação produtiva, onde o intercâmbio se estabelece com mais facilidade, numa relação construída com empenho, um elo muito importante para nós” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “É importante que as pessoas reforcem os laços, a nossa relação está cada vez mais fortalecida. Esta geminação é um contributo para tornar esta Europa cada vez mais coesa, levando ao verdadeiro sentido da solidariedade, porque o verdadeiro espírito da Europa recai no apoio coletivo e na nossa diversidade cultural”.


muitos laços nos unem” disse. Durante esta sessão o presidente da Comissão de Geminação e Relações Internacionais do Município de Celorico de Basto, Fernando Vilas Boas, elucidou os presentes da metodologia para a criação destes acordos de geminação, onde se pretende criar laços de paz entre os povos. As cerimónias de geminação iniciaram no dia 12 com a apresentação do livro “o Olhar de Compromisso” de Gérald Bloncourt. Durante estes dias Celorico de Basto recebeu uma comitiva de Houilles que participou nas várias ações e pode usufruir do maior certame do Artesanato e da Gastronomia, a XIX Feira de Artesanato e Gastronomia de Celorico de Basto.

Joaquim Mota e Silva recordou 2006, data em que se “ousou pensar em fazer esta geminação. E foi uma geminação bem-feita em prol da sociedade, feita numa perspetiva construtiva e em conjunto”. No mesmo sentido, o presidente da Câmara (maire) de Houilles, Alexandre Joly, mostrou-se honrado por Celorico ter escolhido Houilles para este acordo de Geminação, e realçou as características do povo português. “É um povo de muito trabalho e que muito nos satisfaz por terem querido, em 2006, fazer este protocolo de geminação. Celorico de Basto e Houilles têm muitas coisas em comum,

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

9


“Um espaço de todos que deve ser bem cuidado”

Inaugurado Parque Infantil de Borba da Montanha No dia 13 de agosto, Celorico de Basto inaugurado o Parque Infantil de Borba Montanha. Um espaço público ao serviço crianças da freguesia e de todas as outras queiram usufruir do mesmo.

viu da das que

“Inauguramos um espaço recreativo e lúdico para as crianças desta freguesia e dos arredores que queiram usufruir do mesmo. Pede-se apenas que o tratem com carinho, com atenção e que o deixem em boas condições sempre que usufruam do mesmo” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. Um projeto que resultou da parceria entre o Município, a junta de freguesia e a associação de Sta. Maria de Borba, “juntos fazemos mais e melhor pela comunidade. Este espaço é vedado para maior conforto dos pais e das crianças, empenhamo-nos em muitas coisas, mas as crianças são as flores do nosso jardim, por isso, temos que fazer o nosso melhor para que se sintam bem e felizes. A educação, o desporto, a cultura e os cuidados de saúde são muito importantes mas esta parte lúdica é fundamental” realçou o edil celoricense. Em sintonia com o presidente do município, o presidente de Junta de Borba da Montanha, Eurico Magalhães, reforçou a necessidade de preservar este parque. “Este espaço é de todos, por isso vamos preservá-lo para que tenha sempre a melhor qualidade junto dos utilizadores”. A cerimónia de inauguração do Parque Infantil iniciou com o descerramento da placa inaugural seguindo-se a bênção do espaço a cargo do pároco da paróquia de Borba da Montanha, Alexandre Sá.

10

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


Celorico de Basto é oficialmente Capital das Camélias “Celorico de Basto um jardim de camélias” Celorico de Basto registou-se como marca nacional “Celorico de Basto Capital das Camélias”, um título que valoriza o património natural existente no concelho. “Tornamos o nosso destino, Celorico de Basto, uma marca registada no que respeita às camélias, uma marca que nos impulsionará na consolidação de projetos e objetivos que visam a valorização deste património natural que nos enobrece e que nos identifica” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Ao longo dos anos temos vindo a incutir aos celoricenses o gosto pelas camélias e são poucos os que não têm uma cameleira no seu jardim”. O autarca realçou a necessidade de criar mecanismos que coloquem as camélias no centro das atenções. “Temos casas senhoriais e brasonadas com jardins meticulosamente ornamentados com camélias de vários espécimes, que se tornaram roteiro

de visita obrigatória para quem nos visita, e estamos no caminho certo para reforçar esta planta e o concelho como uma referência nacional. Num trabalho de parceria entre a população e o município estou certo que, este concelho será, cada vez mais, um belo jardim de camélias”. O registo da marca foi feito em abril ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial tendo sido aprovado favoravelmente. Recordar que, no terceiro fim-de-semana de março realiza-se, em Celorico de Basto, a Festa Internacional das Camélias, um certame que conta com a envolvência de toda a população, com milhares de visitantes e turistas que procuram a beleza da camélia nas várias atividades promovidas.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

11


Sport Clube Fermilense inaugurou relvado sintético “O nosso Fermil amado com um novo relvado” O dia 10 de Setembro foi a data escolhida para a inauguração oficial do piso com relvado sintético do Parque Desportivo da Raza, com um jogo disputado entre a equipa principal do Sport Clube Fermilense e uma equipa do Vitória Sport Clube. “Hoje é um dia de emoções em que o nosso Fermil amado se apresenta com um novo relvado” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, presente na inauguração da requalificação da infraestrutura. Joaquim Mota e Silva realçou a evolução deste clube ao longo dos anos. “Quem acompanhou as dificuldades sentidas por este clube nota uma diferença extraordinária no crescimento do mesmo. Um crescimento que resultou de um trabalho de parceria que levou a resultados extraordinários. Conseguimos alargar o campo com a aquisição de terrenos, fizeram-se intervenções na vedação, na bilheteira, e o sonho crescia. Faltava ver o tapete verde no Campo da Raza”, e “algo que era impensável tonou-se uma realidade”. O autarca destacou ainda a necessidade de “dotar as infraestruturas das melhores condições numa terra que aposta no desporto de formação e competição onde os jovens se sintam pertença mas não ficamos por aqui. Temos mais apostas para concretizar. Hoje, é, de facto, um dia histórico para o clube, para a região e para o concelho. A vila de Fermil está mais rica e todo o concelho está mais rico e continuaremos lado a lado no sentido do trabalho conjunto” disse. A cerimónia de inauguração da requalificação do campo da Raza iniciou com o descerramento da placa seguindo-

12

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

se os tradicionais discursos protocolares e a apresentação do plantel do Sport Clube Fermilense para a época de 2016/2017, que conta com 25 atletas. O presidente do clube, a competir na 2ª divisão de honra, Franklim Moura, mostrou-se agradecido às entidades parceiras nomeadamente a Câmara Municipal, união de Freguesias, patrocinadores, sócios e adeptos e sobretudo aos jogadores. “Estes jogadores, que jogam por amor à camisola, sem salário, andaram anos a jogar em pelado, por isso, mais do que ninguém, eles merecem isto. O sonho do sintético está realizado mas temos outros sonhos, com estas condições trabalharemos para a formação porque o futuro é dos jovens e o que foi inaugurado hoje é para eles”. O jogo inaugural foi disputado contra uma equipa do Vitória Sport Clube. Júlio Mendes, presidente do Vitória Sport Clube disse nutrir elevada estima pelo clube da casa. “Hoje, por questões de competição não pudemos trazer nenhuma equipa profissional mas temos o Vitória em pleno. Está aqui uma infraestrutura de qualidade, tenho viajado pelo mundo e visto muitos campos e asseguro-lhes que têm cá tudo para puderem concretizar os vossos sonhos”. A bancada esteve repleta para assistir a esta cerimónia e ao primeiro jogo do Sport Clube Fermilense com as melhores condições para a prática da modalidade. Na cerimónia marcaram presença várias individualidades do concelho e da AF Braga.


C U LT U R A

Festas do concelho em honra de S. Tiago Cortejo etnográfico realçou os usos e costumes locais Foi um fim-de-semana repleto de tradições, cultura e animação complementado com a presença do Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa.

O grande destaque foi o Cortejo etnográfico que contou com um convidado especial, o Presidente da República Portuguesa.

Celorico de Basto recebeu de 22 a 25 de julho, as Grandiosas Festas do Concelho em honra de S. Tiago. Uma festa que atrai, sempre, milhares de pessoas à sede do concelho para assistir às muitas manifestações culturais apresentadas.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

13


“As nossas festas são sempre uma manifestação de cultura, usos e costumes, que muito prezamos e valorizamos” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “O nosso cortejo etnográfico mostrou-nos que cada freguesia tem as suas tradições, baseado nos conhecimentos dos seus antepassados, nas características dos solos, do clima. Mostrou-nos, uma vez mais, que somos um concelho de costumes, de alegria e boa disposição”. Joaquim Mota e Silva ressalvou a presença de um convidado muito especial.

“Termos o Sr. Presidente da República Portuguesa connosco neste dia foi uma grande honra, um motivo de muita felicidade bem patente no rosto de todos os celoricenses que o cumprimentaram de forma tão calorosa e efusiva. As nossas Festas do Concelho ganharam um brilho muito especial, com a presença de tão ilustre Português e Celoricense”. O cortejo etnográfico decorreu no dia 24 de julho, e contou com a participação de juntas de Freguesia do Concelho que apresentaram vários temas nomeadamente “os ofícios”, “a alegria no trabalho”, as “Cesteiras e Sardinheiras”, o “Pão”, o “Milho”, as “Romarias”, o “Mel”, o “Vinho”, o “Azeite” e os “80 anos da Ponte de Matamá”. O Cortejo Etnográfico

14

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


contou ainda com a participação da Banda de Música de Sta. Tecla, os cavalos da Escola Profissional de Fermil de Basto, Charretes, Tamegaitas, os grupos de Bombos locais nomeadamente os Bombos de Sta. Eufémia, os amigos da União de Basto, Caetanos de Gagos, Zés Pereiras de Carvalho, os Bombos Viva Moreira, Os Zés Pereiras de S. Romão do Corgo, os Castelo em Movimento, os Tugas de Carvalho, e os Bombos de S. Bartolomeu do Rego. O mesmo encerrou com as Vizinhas - Cooperativa Cultural e Festiva. As Festas do Concelho iniciaram no dia 22 de julho com a atuação dos Diapasão, no dia 23 foi destaque o concerto musical da Banda de Música de Sta. Tecla, dos Santamaria, do Mickael Carreira. Concertos que juntaram milhares de pessoas pela vila de Celorico de Basto. O dia 23 contou ainda com uma majestosa sessão fogo-de-artifício e encerrou com a atividade “S. Tiago Toda a noite” com dj´s e muita animação. No dia 24 decorreu ainda a corrida S. Tiago, que iniciou em Mondim e terminou em Celorico, as arruadas de Bombos e o Festival de Folclore com a atuação do Centro Cultural e Folclórico da Gandarela, o rancho Folclórico Infantil e Juvenil de S. Bartolomeu do Rego, o Grupo de Danças e Cantares do Divino Salvador de Ribas, o Rancho Folclórico do Centro Cultural e Desportivo dos Amigos do Castelo e o Rancho Folclórico Recreativo e Cultural de Sta. Maria de Canedo. No dia de S. Tiago, Feriado Municipal, decorreu a tradicional missa em honra de S. Tiago, uma Mega Aula de Zumba, e o musical da Cooperartes “ Os sonhos de José”.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

15


Milhares de pessoas passaram pela XIX Feira de Artesanato e Gastronomia Um dos certames culturais mais atrativos da região decorreu em Celorico de Basto, de 11 a 15 de agosto, e contou com a presença de milhares de pessoas oriundas de todo o país, “verdadeiros amantes dos sabores imprimidos na gastronomia local e apreciadores do artesanato de qualidade”. O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, intitulou esta feira como um verdadeiro antidepressivo. “Esta feira é um local propício à confraternização, ao convívio, à partilha de experiências, um ponto de encontro de gentes que dificilmente se veriam em outras ocasiões. Vimos pessoas oriundas de vários pontos do país. De ano para ano temos imprimido uma qualidade superior nos produtos expostos, por forma a atrairmos ainda mais visitantes amantes da boa gastronomia e apreciadores de artesanato de qualidade”. Joaquim Mota e Silva reiterou a necessidade de apostar na qualidade do produto e manter a quantidade. “Temos uma feira com cerca de 160 expositores, e a qualidade é um fator decisivo no momento da seleção. Queremos que este certame ganhe cada vez mais notoriedade, seja um local de visita obrigatória, uma das melhores feiras do género que se promove em Portugal por isso, atuamos no sentido de imprimir a melhor qualidade naquilo que apresentamos” destacou.

16

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


O edil celoricense realçou o facto de terem passado milhares de pessoas pelo recinto como sinal do bom trabalho desenvolvido. “É com alegria que verifico o êxito desta feira, milhares de pessoas passaram pelo recinto durante estes cinco dias, sinal de que estamos no bom caminho na promoção da melhor gastronomia, dos vinhos de excelência e do artesanato de qualidade”. Um espaço com grande oportunidade de negócio para todos os expositores presentes. Como habitualmente, o local onde estiveram dispostos os vinhos e as tábuas com enchidos tiveram lotação esgotada. Neste espaço, juntaram-se milhares de pessoas a petiscar e a provar o vinho verde característico da região. “Este espaço é fantástico, vimos todos os anos e paramos sempre por aqui a petiscar e a beber este excelente vinho verde. É muito agradável, vê-se muita gente conhecida” disse Susana Matos, presenta na zona dos vinhos. A grande oportunidade de negócio destacou-se na parte da gastronomia e dos vinhos mas o artesanato também fez negócio e sobretudo, promoveu o produto. Pedro Teixeira, representante de um dos restaurantes presentes na feira, disse tratar-se de uma forma de incrementar o negócio. “Esta feira é realmente uma oportunidade de negócio, por norma temos sempre o restaurante cheio durante os dias em que decorre a feira. As pessoas gostam de vir cá jantar e nós oferecemos os nossos melhores pratos. Para além de fazermos negócio damos a conhecer a casa que representamos para que nos visitem futuramente. É um bom espaço de promoção, não há dúvida”. Durante os 5 dias de feira os visitantes puderam assistir a várias atuações musicais como à atuação do Rancho de Sta. Maria de Canedo, os cavaquinhos de Arnoia, os Tamegaita, os Charanga Achicoria, o Rancho Folclórico os Amigos do Castelo, os IPUM, os Viva Moreira, os Romeiros, os Glow band + Marionetas LED, os Amigos das Tainadas, os Fanfarra Kaústica, os Clown Band + Palhaços Insufláveis, o Rancho Folclórico de Gandarela e os Borguinhas Marotos (Luxemburgo).

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

17


Feira anual da Sta. Catarina uma feira de tradições “Chega de bois foi a novidade numa feira de tradições” Celorico de Basto recebeu a feira anual da Sta. Catarina de 25 a 27 de novembro, uma feira colocada pela avenida central da vila de Celorico que destacou, como habitualmente, o Concurso pecuário das raças autóctones, com a presença dos melhores exemplares de gado do concelho e da região e o concurso Pecuário Inter escolas Agrícolas da Raça Frísia. Este ano, particularmente, o município de Celorico de Basto, entidade organizadora, promoveu uma chega de Bois que arrastou, no dia 27, milhares de pessoas à sede do Concelho.

“A feira anual da Sta. Catarina é de facto, uma feira de tradições, que procura valorizar da melhor forma o que nos identifica enquanto região, sobretudo, no que respeita ao setor primário. Tivemos um concurso pecuário das raças autóctones muito participativo, com os nossos produtores locais a mostrar que a raça de carne continua a ser muito produzida no concelho” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. Presente em todas as ações promovidas durante a feira anual da Sta. Catarina, o autarca ressalvou a necessidade de inovar para atrair ainda mais visitantes a esta feira. “Este ano promovemos uma chega de bois, uma iniciativa que correu muito bem, com milhares de pessoas a assistir”.

18

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

Durante os dois primeiros dias de feira as condições meteorológicas assustaram a organização do evento. “A organização de algumas atividades carece também de condições meteorológicas que felizmente estiveram a nosso favor. No domingo, dia de maior atividade, tivemos bom tempo e todas as ações promovidas decorreram com êxito. É de salientar a participação de várias escolas do país no concurso pecuário da Raça Frísia e os milhares de pessoas que se deslocaram para fazer boas compras pela tradicional feira” disse o edil celoricense. Durante os dias de feira os visitantes puderam comprar roupas de inverno como cobertores, casacos e meias, árvores de fruto e alfaias agrícolas. No dia 27 decorreu,


acopladas às atividades da Sta. Catarina, o Trail dos Moinhos, na zona de Fervença. Foi destaque o concurso pecuário das raças autóctones com a presença da Raça Maronesa, Minhota e Barrosa, o concurso pecuário da Raça Frísia e as chegas de bois na vila de Celorico de Basto. Este ano algumas associações locais estiveram na feira a promover as suas atividades, destaque para a I mostra Educativa e Profissional, promovida pelo CLDS 3G que juntou, no Mercado Municipal, algumas entidades de cariz educativo e profissional.

A organização da Feira Anual da Sta. Catarina é da responsabilidade da Câmara Municipal de Celorico de Basto e contou com a parceria da Cooperbasto, CRL, e da Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto. A Feira Anual da Sta. Catarina teve um vasto programa e este ano contou com a transmissão em direto do programa “Somos Portugal” da TVI.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

19


“O Olhar de Compromisso” de Gérald Bloncourt Apresentado em Celorico, uma terra de emigrantes! No âmbito das cerimónias dos 10 anos de Geminação entre Celorico de Basto e Houilles, o Centro Cultural da Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu o fotojornalista, Gérald Bloncourt, que apresentou, no dia 12 de agosto, o livro “o Olhar de Compromisso” com os filhos dos grandes descobridores, um dos mais conceituados livros do género que retratam a emigração portuguesa dos anos 50, 60 e 70.

Foi numa cerimónia intimista que o fotojornalista mostrou “o seu olhar” sobre o percurso de muitos emigrantes portugueses, num livro escrito por Daniel Bastos e traduzido por Paulo Teixeira. O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, marcou presença na cerimónia de apresentação do livro e referiu tratar-se de uma pequena homenagem a um grande fotojornalista. “Esta é uma

20

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

pequena homenagem feita a um grande fotojornalista que retratou a emigração ao longo de muitos anos a esta parte. Estes retratos expostos nesta exposição são demonstrativos do trabalho feito ao longo dos anos, um testemunho vivo da adaptação dos emigrantes à terra que os acolheu, a forma como fizeram o percurso, o local de onde vinham. Um trabalho cheio de história, memória e muita emoção, que retrata momentos que fizeram parte da nossa realidade e que enriquece a história de Portugal” disse. Gérald Bloncourt nasceu no Haiti em 1926, tendo vivido parte da sua vida em Houilles, arredores de Paris, local onde descobriu a emigração e os Portugueses. Agora, com 90 anos diz que “cada vez que venho a Portugal encontro a mesma emoção no povo português. Conheci este povo e fiquei a admirá-lo, pela sua coragem, pelo trabalho, são capazes de fazer tudo. Mas queria saber mais desta gente que chegava a França, de onde vinha, o que os movia, e decidi visitar este país, então vim a Portugal, fiquei fascinado com Lisboa, com o Porto, e esta minha curiosidade fez de mim fotojornalista. Não há nada mais objetivo que a fotografia” destacou. Gérald Bloncourt diz receber muitas mensagens de gente retratada nas fotografias, “tenho que felicitar as pessoas que estão nas imagens, pela coragem, um povo que eu estimo de todo o coração”. Durante as várias intervenções, o livro de Gérald Bloncourt foi mencionado como um documento histórico. Paulo Teixeira referiu mesmo que se resume em 3 palavras, memória, gratidão e emigração. Segundo Daniel Bastos este livro pertence a uma personalidade que “enriquece a história de Portugal, com um percurso de vida e olhar humanista dos nossos emigrantes. Também Maria Beatriz Rocha Trindade, Professora catedrática que estuda sobre a emigração, que descobriu a emigração quando esteve em Paris, destacou nesta cerimónia o facto do “poder político nacional ter verificado que os portugueses estão em todo o mundo, daí a decisão de modificar o dia de Portugal para o dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas”. Portugal exalta-se pelo mundo pela sua história, “agora mais rica com este livro”. Uma cerimónia que terminou com a venda do livro “o Olhar de Compromisso” seguida de uma sessão de autógrafos do fotojornalista Gérald Bloncourt. Todos os presentes na sessão puderam ver algumas das fotografias de Gérald Bloncourt, em Exposição no Centro Cultural durante o mês de agosto, mediante solicitação nos serviços da Biblioteca Municipal de Celorico de Basto.


Em Celorico de Basto o Verão é sinónimo de festivais de folclore A arrancar com a tradição, a Praça Albino Alves Pereira recebeu o XVI Festival Internacional de Folclore “ Os Amigos do Castelo”, no dia 16 de julho, promovido e organizado pelo Grupo Folclórico dos Amigos do Castelo, o único festival internacional de folclore promovido no concelho.

“O folclore é uma cultura popular que nos identifica e que muito valorizamos, pelos usos e costumes associados às danças e cantares tipicamente minhotos e enraizados nas nossas vivências” palavras do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, presente no festival.O XVI Festival de Folclore contou com a participação do Grupo Folclórico “Os Pescadores” de Vila Chã, Vila do conde, Com o Grupo de Danças e Cantares de Mafamude, de Vila Nova de Gaia, o Agrupación Tradicional Xironsa, Corvilhón, Cambados, Espanha e o Grupo Anfitrião, Grupo Folclórico dos Amigos do Castelo. Este ano este festival de folclore contou com a presença de Mr.Milk – Rosa de Fogo, cuspidor de Fogo e malabarista que tornou o desfile ainda mais atrativo.

No dia 30 de julho decorreu o XXVII Festival de Folclore de Gandarela de Basto que teve como anfitrião o Centro Cultural e Folclórico de Gandarela de Basto. Este festival contou com a participação do Rancho Folclórico e Etnográfico ”a Telheira” de Barqueiros em Barcelos, o Rancho Regional de Paredes, e o Rancho Folclórico de S. Martinho Guilhabreu.

Centro Cultural e Folclórico de Gandarela de Basto

No dia 5 de agosto, o palco foi entregue ao Rancho Folclórico de Sta. Maria de Canedo que promoveu XIV Festival de Folclore na sede do rancho, a anteceder as grandes festas em honra da padroeira.

Rancho Folclórico Amigos do Castelo

Nesta edição, o festival contou com um rancho de emigrantes em França, da zona de Guimarães no qual estão integrados dois conterrâneos da freguesia de Canedo. Refira-se o Grupo Folclórico dos Portugueses Unidos com Todos do vale de Montmorency em França. Contou também com o rancho Folclórico Infanto - Juvenil de S. Miguel da Carreira em Barcelos, e o Rancho Folclórico da Amizade de Telões em Amarante. “É com grande orgulho que o Rancho Folclórico de Santa Maria de Canedo promove mais uma edição deste festival, um festival que dá muito trabalho, mas sem trabalho não há nada” disse a presidente do Rancho Folclórico de Sta. Maria de Canedo, Lurdes Lima. “Tenho que dar uma palavra de agradecimento aos ranchos presentes e a todos o que vieram assistir a este espetáculo são um grande incentivo para continuarmos a trabalhar e a fazer o melhor pelo folclore. Agradeço também ao município pelo apoio que nos tem dado, têm sido incansáveis para que estas tradições se mantenham”.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

21


Rancho Folclórico de Sta. Maria de Canedo

No dia 20 de agosto foi a vez do Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de S. Bartolomeu do Rego apresentar o XVII festival de folclore. Um festival único no concelho, pelo cariz infantil e juvenil, que teve lugar junto à igreja da freguesia do Rego. “Ver estes jovens a dançar com tanta alegria é sinónimo de que o trabalho está a ser bem feito e que as entidades envolvidas sabem cativar os mais jovens para a preservação desta arte. É preciso que estas tradições, que representam a nossa identidade, se mantenham ao longo dos tempos” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, um dos convidados para a XVII edição deste festival. Por coincidência este festival antecedeu a festa da Senhora da Saúde e a festa de S. Bartolomeu do Rego, duas festividades organizadas naquela freguesia. No entanto, “não existe uma data fixa para este festival” disse Adélia Vaz, portavoz do grupo anfitrião. Um festival que acontece no mês de agosto e que procura manter vivas as tradições do folclore. “Enquanto houver jovens para dançar continuaremos a valorizar o folclore. De facto, temos tido algumas baixas por causa do trabalho e dos estudos mas temos sempre gente nova a entrar e enquanto isso acontecer, este grupo manter-se-á” realçou. O XVII festival contou com quatro grupos convidados

22

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

sendo eles o Rancho Folclórico Flores de Monfirre em Mafra, o Rancho Etnográfico Infantil e Juvenil da Borda do Campo da Figueira da Foz, o Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de Gondarém de Vila Nova de Cerveira, e o Rancho Folclórico dos Amigos do Castelo de Celorico de Basto.

Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de S. Bartolomeu do Rego


Gandarela´s Fest Um festival que cresce e que atrai cada vez mais adeptos A DJ Olga Rayzanova foi a grande atração do Gandarela´s Fest, um festival de música alternativa que teve lugar em Gandarela de Basto, aquando das festas em honra da senhora de Oliveira, no dia 12 de agosto. Organizado pelo 4º ano consecutivo por um grupo de amigos, o Gandarela´s Fest é o único festival a ter lugar em Celorico de Basto. Este ano contou com a presença da conceituada DJ Olga Rayzanova, dos Orangotando, do Dj Mariska, do Dj Fanzi e do DJ Bones. A organização mostrou-se satisfeita com a adesão a este festival. “Não podemos baixar a fasquia, temos cada

vez mais festivaleiros a procurar o Gandarela´s Fest pela qualidade do mesmo. A aposta na Olga Rayzanova foi aposta ganha, porque enchemos o recinto e atraímos pessoas oriundas de vários pontos de Portugal” disse José Sousa, da organização. “Temos por objetivo lançar este festival para o nível de muitos que se promovem em Portugal, e vamos no bom caminho”. Este festival contou com o apoio da Câmara Municipal de Celorico de Basto e de outras entidades que se quiseram associar a um evento que cresce a cada edição.

Fernanda Aguiar ofereceu Quadro à Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa “Nossa Senhora e os Pastorinhos” é o nome do quadro a óleo de Fernanda Aguiar entregue, pela pintora, a 15 de junho, ao presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, em pleno Paços do Concelho. Fernanda Aguiar é autora de várias obras tendo feito uma exposição de arte sacra em Celorico de Basto aquando da Feira do Livro, em 2011. Durante esse período, a pintora visitou a capela da quinta de S. Silvestre onde se situa a atual Biblioteca Municipal e “vendo a capela, decidi pintar uma obra propositadamente para colocar no seu interior” disse. O autarca mostrou-se regozijado com tal gesto. “É com grande alegria que recebo esta obra, a nossa biblioteca é um espaço de cultura por excelência que ficará ainda mais rico com tão bela obra” disse. A autora é oriunda de Fafe mas nutre um carinho especial por Celorico de Basto. “Gosto muito de Celorico de Basto, é uma terra que sempre me acolheu muito bem”. A autora pinta sobretudo a óleo com tendência para temas religiosos.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

23


Grupo de Teatro Celoricense estriou várias peças No dia 24 de junho, os mais jovens atores do GTC protagonizaram a performance “Os refugiados. No mesmo dia, foi a estreia da peça “As Bodas de Sangue”

D

ois momentos apresentados pelos GTC que contaram com o apoio do município de Celorico de Basto e dos Bombeiros Voluntários Celoricenses. “O GTC está a enraizar na população local o gosto pelo teatro amador, ao apresentar peças amplamente conhecidas protagonizadas por jovens atores, com brio e dedicação” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Uma dinâmica cultural que apoiamos ao facultar a formação a todos os “atores”, porque sabemos que é fundamental adquirir conhecimento na área para que o resultado final seja o pretendido”, frisou. A peça apresentada, as Bodas de Sangue, é do espanhol Federico García Lorca, uma peça que contempla vários cenários. Antes desta peça subiu ao palco o grupo infantil que apresentou uma breve performance imaginada e recriada pelos próprios atores sobre os “Refugiados”. Um tema que foi alvo de estudo, no plano curricular, dos “jovens atores” durante o ano letivo. “É muito importante que os nossos atores sintam o apoio do público e ver este auditório cheio é sinal de que o teatro mexe de facto com as pessoas, com o seu imaginário. Tivemos dois momentos diferentes mas ambos de extrema importância, é o reflexo de um ano de formação que vimos hoje neste palco. Temos cerca de 50 crianças e jovens a fazer teatro amador em Celorico de Basto, e fazem-no com vontade, com gosto pela arte” disse a então presidente do GTC, Maria José Santos.

24

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

No dia 8 de julho, o GTC apresentou “Terra Firme” no Auditório do Centro Cultural da Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa. A casa encheu para ver a 1ª apresentação pública deste ano de formação. “Como é agradável sentir que o teatro em Celorico de Basto já conta com cerca de 50 alunos, todos eles tão dedicados a esta arte. Apoiamos na formação e sinto que foi uma aposta ganha, os resultados estão à vista e são muito positivos” disse o vereador da Cultura do Município de Celorico de Basto, presente na apresentação da peça. A peça foi apresentada pela turma de adultos do 1º ano e mostrou a qualidade do trabalho que tem vindo a ser feito. A peça conta a história do tio António e da tia Guilhermina, velhos camponeses agarrados à terra, que sofrem por o filho ter escolhido a vida de marinheiro, em vez de ter ficado na terra a cuidar dos terrenos dos pais. A peça decorre em volta desta história e da alegria de um povo que se diverte e mantém vivas as tradições populares associadas ao Natal, aos Reis, ao Carnaval e à Páscoa. “Terra Firme” apresentou uma inovação relativamente a outras peças apresentadas, teve música ao vivo. Recordar que o município de Celorico de Basto apoio este grupo com a oferta da formação aos atores.


EDUCAÇÃO

CLDS 3G promoveu atividades de férias para crianças da Mota Durante 7 semanas o CLDS3G em parceria com o município de Celorico de Basto promoveu a atividade “Férias: Arte na Vida”. As crianças do Centro Escolar da Mota usufruíram de atividades de lazer e conhecimento durante as férias de Verão, de 13 de junho a 28 de julho. “Felizmente Celorico de Basto dispõe de várias atividades para que as crianças, durante o período de férias, possam estar salvaguardadas e entretidas. Este “Férias: Arte na vida” procura colmatar a carência de atividades na zona da Mota, mais limitada no que respeita a este género de oferta. Com esta ação as crianças podem usufruir de férias dinâmicas devidamente monitorizadas pelos técnicos do CLDS3G” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. Salientando que “este município apoia todos os campos de férias e ATL´s a decorrer em Celorico de Basto, facultando o transporte e outros apoios logísticos. Apesar do esforço financeiro temos plena noção de que estas atividades agradam às crianças e são uma mais valia para pais e encarregados de educação que vêem os seus filhos salvaguardados durante o período de férias”. Durante as 7 semanas, este grupo de crianças teve um programa de atividades apelativo e diversificado. Salientase as visitas à praia, à piscina, ao Parque da Cidade no Porto, à Resinorte, a RTP Porto, ao Museu da Família, ao Estádio do Dragão, ao estádio do Vitória Sport Clube, ao Museu de Serralves, ao Regimento de Cavalaria nº6 de Braga, aos Sapadores do Porto, entre outras. Irão participar em diversos ateliers, workshops, atividades desportivas e muitas outras ações.

“Desenvolvemos um plano de atividades apelativo que tem por objetivo divertir as crianças que integram esta ação mas também, procuramos facultar o conhecimento que de outra forma não teriam acesso. Fizemos um trabalho de pesquisa para proporcionar as melhores atividades ao preço mais reduzido sempre a pensar no bem-estar das crianças que integram o programa” disse Manuel Maria Afonso, Coordenador do CLDS3G.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

25


Atletas nacionais visitaram o campo de férias de Gandarela O campo de férias de Gandarela contou com uma série de atividades de conhecimento e lúdicas que divertiram as cerca de 70 crianças presentes no campo de férias. Uma das ações mais marcantes incidiu na visita de dois atletas nacionais de renome. Dulce Félix, Medalha de prata nos 10 mil metros, e o atleta Ricardo Ribas em preparação para os Jogos Olímpico do Rio de Janeiro estiveram, no dia 15 de junho, em Celorico de Basto, numa visita ao campo de férias de Gandarela. Uma forma informal de mostrar aos jovens que integram o campo de férias a história de vida dos atletas de alta competição. A visita inseriu-se no plano de atividades do Campo de Férias de Gandarela e mostrou-se “verdadeiramente inspiradora” para as crianças que integram o programa. “É muito motivador para estes jovens receber atletas tão consagrados que representam tão bem Portugal no Atletismo. São atletas com histórias de vida que demonstram muito espirito de sacrifício e muita vontade de alcançar o sonho” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, presente na receção aos atletas. O autarca felicitou a atleta pela medalha de prata conseguida nos Europeus de Amesterdão e a medalha de ouro de equipas e desejou aos atletas a “maior sorte para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro”. Dulce Félix, atleta de 33 anos, conseguiu um recorde pessoal de 31.19,03 minutos, nos Europeus de Atletismo de Amesterdão tendo arrecadado a medalha de Prata. Ricardo Ribas é um atleta com vários títulos no Atletismo estando agora em preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. “É com muito orgulho e alegria que recebemos estes atletas no nosso campo de férias. São atletas que

26

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

transparecem o espirito de sacrifico, que demonstraram aos nossos meninos que o “sonho comanda a vida, que é preciso nunca desistir, é preciso abdicar de muitas coisas para poder chegar ao objetivo. Mas com tenacidade tudo se consegue” palavras do presidente de junta de S. Clemente, Daniel Meireles, que apoia a organização deste campo de férias. Daniel Meireles realçou ainda a importância de apresentar às crianças este “orgulho nacional” como estimulo para que cada um possa ser o que quiser. “Este campo de férias tem uma vertente vocacional muito vincada, damos às crianças a máxima informação, fazemolas ter contacto com profissões diferentes, apresentámos-lhes histórias de vida únicas, gentes que conseguem grandes feitos com muito trabalho, fazemos o possível para que se sintam inspirados a nunca desistir dos sonhos, sempre cientes de que é preciso formação, educação, empenho, trabalho” realçou. “O campo de férias de Gandarela é uma forma lúdica de aprender”.


“Férias 2016” é nome de atividade para crianças de Canedo de Basto e Corgo Cerca de 40 crianças da União das Freguesias de Canedo e Corgo participaram na ação “férias 2016”. Uma forma de ocupação de tempos livres durante o período de férias de Verão. No dia 20 de julho as crianças receberam a visita da Escola Segura do Destacamento Territorial de Guimarães que procurou transmitir às crianças ensinamentos direcionados à segurança rodoviária.

“Estas campanhas de sensibilização são fundamentais para elucidar as nossas crianças no que respeita aos sinais de trânsito e às regras para circular na via pública. Estes ensinamentos devem começar a ser incutidos desde tenra idade assim, quando forem adultos é mais certo que tenham comportamentos exemplares” disse o Vereador da

Educação, Fernando Peixoto, presente na iniciativa.

As crianças mostraram-se agradadas com a ação desconhecendo parte das regras ensinadas pelos agentes da autoridade. “Temos que parar obrigatoriamente no stop” disse Ana cristina, de 8 anos, a participar nas atividades. “Já fiz muitas coisas mas o que gosto mais de fazer aqui é de brincar, mas já fui a Serralves, ao Castelo de Guimarães, já fizemos caminhadas, tantas coisas”. Esta ação “Férias 2016” foi organizada pela junta da União das Freguesias de Canedo e Corgo e procurou dar às crianças um espaço devidamente monitorizado onde possam passar o período de férias escolares. “Era uma valência que nos fazia falta. A maioria dos pais destas crianças trabalha durante o Verão e tinham alguma dificuldade em deixar as crianças salvaguardadas durante o período de férias, por isso, dadas as necessidades, promovemos a iniciativa e proporcionamos às nossas crianças momentos plenos de alegria, diversão e aprendizagem” disse Sérgio Mota, presidente da União de freguesias. “O conhecimento que estas crianças adquirem aqui hoje será, certamente, mencionado em casa consciencializando também o seu agregado familiar para a Segurança Rodoviária” realçou.

Moreira do Castelo ofereceu atividades para ocupação de tempos livres às crianças durante as férias de Verão Durante as férias de Verão, as crianças de Moreira do Castelo usufruíram de uma série de atividades lúdicas, desportivas e de conhecimento. Esta ação, de ocupação dos tempos livres, visou salvaguardar as crianças durante as férias permitindo aos seus encarregados de educação a continuidade da atividade laboral. Uma das ações promovidas por este ATL incidiu na Higiene oral. Durante a sessão as crianças aprenderam a limpar os dentes de forma adequada e a cuidar das gengivas.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

27


AÇÃO SOCIAL + SAÚDE

I semana para Igualdade de Género “Promover a igualdade é recordar direitos e deveres” De 25 de novembro a 3 de dezembro Celorico de Basto foi palco de uma série de iniciativas no âmbito da I Semana para a Igualdade de Género. As atividades começaram no dia de Sta. Catarina com uma manifestação de rua para recordar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

“A nossa comunidade está atenta e preocupada com a descriminação seja ela do género que for por isso achamos que esta intervenção social ativa é pertinente e muito positiva face à necessidade de luta pela igualdade” disse o

presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

28

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

Outras ações foram promovidas com o intuito de sensibilizar para a irradicação da violência doméstica. É destaque a ação “Operação STOP violência”, que decorreu junto aos Centros Escolares de Celorico de Basto.


Nos dias 2 e 3 de dezembro as ações promovidas estiveram direcionadas às pessoas portadoras de deficiência. O autarca destacou a urgência de fazer mais e melhor pelas pessoas portadoras de deficiência, trabalhando, sobretudo, para a inclusão. “ É necessário criar rampas de várias formas e não apenas físicas. É urgente que a comunidade perceba que estas pessoas, com limitações visíveis, têm muito para dar à comunidade e a comunidade deve estar recetiva e pronta para os receber” disse. Realce neste contexto, para as medidas de apoio às pessoas com deficiências apresentadas por uma técnica do IEFP, no Centro Cultural. O dia Internacional para a pessoa com deficiência foi celebrado com o espetáculo designado “Na felicidade não há diferença”. Pelo palco do Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, passaram várias interpretações dos utentes, pessoas com deficiência, e técnicos que em uníssono, proporcionaram um espetáculo repleto de emoções. Uma ação promovida pela Associação de Solidariedade Social de Basto que valorizou os utentes do Centro de Atividades Ocupacionais, Lar Residencial e Residência Autónoma. No mesmo dia decorreu, no Cineteatro dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, a 2ª Gala de Homenagem, “9 pessoas, 9 histórias, 9 heróis”. O Provedor para a Pessoa com Deficiência da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, Fernando Peixoto, esteve presente em todas as ações promovidas e tendo em conta ao Dia Internacional para a Pessoa com Deficiência, fez saber que “é preciso tornar a acessibilidade para todos uma obrigatoriedade. Os edifícios públicos têm vindo a ser requalificados nesse sentido mas é necessário que essa sensibilidade chegue também aos privados. A integração na comunidade só é possível quando se criam condições que vão de encontro as reais necessidades de todos os cidadãos”. Esta semana será a primeira grande ação de sensibilização voltada para a Igualdade de Género. “ Irão ser promovidas uma série de iniciativas diversificadas cujas temáticas centram-se na igualdade de género e de oportunidades, na sensibilização através de campanhas de rua, na mobilização

de diversos atores e entidades que abraçam esta causa” disse Helena Martinho, conselheira para a Igualdade de Género.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

29


Celorico a Mexer celebrou “o Dia Mundial do Idoso”

Como habitualmente o programa Celorico a Mexer celebrou o “Dia Mundial do Idoso”, num mega piquenique que juntou cerca de 400 idosos no Parque Urbano do Freixieiro, no dia 10 de outubro, e onde não faltou ginástica, música, diversão e “porco no espeto”.

30

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

“As celebrações do dia mundial do Idoso iniciaram no dia 1 de outubro, com o jubileu do Idoso, e culminaram no dia 10 de outubro com um mega piquenique que teve por objetivo unir os idosos do concelho num mesmo espaço, onde reinou a animação e o convívio” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca reforçou a necessidade de mimar estes “jovens” sempre que surja a oportunidade. “Temos que cuidar com carinho dos nossos idosos, por isso temos estes programas de proximidade que procuram colmatar algumas situações de isolamento e solidão existentes, e criar situações diversas que os façam sentir pertença, valorizando-os o melhor possível” disse. As celebrações do Dia Internacional do Idoso são uma das muitas ações do plano de atividades que juntam os idosos no mesmo espaço. “Procuramos, sobretudo, dar aos nossos idosos atividades que os façam felizes. De facto, esse é o nosso verdadeiro objetivo, é para isso que os técnicos promovem atividades diversas, proporcionando-lhes a hipótese de participar em ações múltiplas, não apenas como espetadores mas sobretudo como intervenientes, como personagens principais para o sucesso de cada iniciativa promovida” disse Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços de Ação Social e Saúde do município de Celorico de Basto.


Jubileu dos Idosos Cerimónias religiosas inseridas no Ano da Misericórdia O Arciprestado de Celorico de Basto em parceria com o Município de Celorico de Basto promoveu o jubileu do idoso, inserido nas celebrações do ano da Misericórdia. Estas celebrações do Jubileu do Idoso decorreram na igreja Matriz de S. Pedro, no dia 1 de outubro, dia oficialmente instituído como Dia Internacional do Idoso.

E

stas cerimónias procuraram assinalar, no âmbito do ano da misericórdia, o Dia Mundial do Idoso. “Vivemos um ano de jubileu extraordinário instituído pelo Papa Francisco, o Ano da Misericórdia e achamos, em parceria com o Município de Celorico de Basto, que este dia, mundialmente instituído como Dia Mundial do Idoso, seria o dia indicado para proporcionar aos nossos idosos o jubileu ” disse Albano Costa, Arcipreste de Celorico de Basto, que presidiu as cerimónias. “Este jubileu contou com várias celebrações como a “entrada da Porta Santa”, com cerimónias próprias, uma vez que a igreja matriz de S. Pedro foi a única igreja local designada como jubilar. Tivemos ainda confissões, com muitos participantes, e a eucaristia” disse. Estas cerimónias contaram com a presença dos párocos do arciprestado de Celorico de Basto e com o apoio dos colaboradores da Câmara Amiga que apoiaram na realização das cerimónias. Os idosos, muitos dos quais integram o programa Celorico a Mexer, tiveram acesso a transporte facultado pelo município de Celorico de Basto. “Os nossos idosos merecem toda a atenção e carinho, por isso procuramos atuar no sentido de encontrar todos os meios e formas de os exaltar, valorizando-os pelas suas crenças e vivências” destacou Joaquim Mota e Silva, presidente do Município de Celorico de Basto. “Estas cerimónias promovidas pelo arciprestado são sempre muito bem recebidas e acarinhadas pelos idosos, que vivem a fé com devoção e entrega” realçou. Recordar que as cerimónias inerentes ao Ano da Misericórdia encerraram em Celorico de Basto a 13 de novembro, com uma missa de ação de graças pelo ano jubilar presenciada por todos os párocos do arciprestado na igreja matriz de S. Pedro, em Britelo.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

31


GNR esclareceu Idosos sobre Violência Doméstica

Idosos do Celorico a Mexer celebram o S. Martinho Durante a semana de 15 a 18 de novembro, o programa Celorico a Mexer promoveu os “magustos de S. Martinho”, uma iniciativa que teve lugar nos locais de animação do concelho e que procura valorizar uma data que os idosos valorizam particularmente com o tradicional magusto. “Este programa é sobretudo afeto e alegria e procura dar aos nossos idosos atividades que os façam sentir bem e em família” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “É uma semana dedicada ao S. Martinho com magustos e convívios divertidos em que todos participam” realçou. A atividade iniciou no dia 15 novembro e terminou a

32

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

O

Núcleo de Idosos em Segurança da Secção de Programas Especiais da GNR, em parceria com o município de Celorico de Basto, promoveu uma ação de esclarecimento sobre “Violência Doméstica”. A Ação foi direcionada os idosos do Celorico a Mexer e decorreu no dia 28 de junho, no auditório do Prado. “A violência doméstica é, em muitos núcleos familiares, uma situação recorrente como causa de vários fatores e a violência sobre idosos é preocupante. Por isso, é fundamental elucidar os nossos idosos para a forma de se defenderem face a estas problemáticas. Um crime público que a todos diz respeito” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. Os idosos ouviram com atenção os agentes da autoridade e expuseram as suas dúvidas e observações sobre diferentes vivências inerentes à violência. A dependência do álcool e a carência económica foram as causas que levam à violência mais discutidas durante a sessão. Lançada a discussão os idosos realçaram várias formas de violência, que de alguma forma presenciaram, salientando o facto de não saber o que fazer para resolver essas situações. Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços da Ação Social e Saúde do município de Celorico de Basto, realçou a importância de esclarecer os idosos para esta e outras problemáticas. “Este programa, o Celorico a Mexer, procura atuar no sentido da inclusão através da promoção de atividades lúdicas mas também ações que levem à tomada de consciência face a problemáticas como a “Violência Doméstica”. Esclarecer é meio caminho andado para a denúncia, mas para isso, é preciso conhecer onde se dirigirem e como solicitar ajuda”.

18 de novembro, durante este período nos locais de animação do concelho os mais de 500 idosos participaram e promoveram os “magustos de S. Martinho”. “Esta atividade é muito acarinhada pelos idosos pela diversão e convívio que proporcionada. São os nossos idosos que trazem as castanhas, que fazem a fogueira e que convivem enquanto degustam daquele fruto da época” palavras de Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços de Ação Social e Saúde do Município. Em Caçarilhe, um dos locais de animação, juntaram-se dois grupos a celebrar o S. Martinho. “É um convívio muito agradável entre Caçarilhe e o Rego, somos dois grupos que gostamos de conviver nestas pequenas atividades. Eu celebro sempre o S. Martinho e “com três castanhas, faço um magustinho” disse Adelaide Teixeira, idosa do programa.


Município financiou livros para alunos do 1º ciclo Durante o mês de setembro, no arranque do novo ano letivo, os serviços de Ação Social e Saúde do Município, entregaram vales com o valor total dos livros aos alunos que auferiam escalão A e vales com metade desse valor aos alunos que auferiam escalão B. Como habitualmente, a autarquia mantém o apoio, em várias vertentes, ao ano escolar iniciado em setembro, com destaque para a oferta de vales aos alunos do primeiro ciclo de ensino para aquisição dos manuais escolares. “O município atuará sempre, no sentido de proporcionar as melhores condições de ensino e de aprendizagem às crianças e aos nossos jovens” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Percebemos que muitos agregados familiares têm algumas dificuldades financeiras no início do ano letivo, as despesas em material e livros escolares são consideráveis, por isso, mantemos as políticas de apoio anteriormente instituídas. Trabalhamos por forma a facilitar o regresso às aulas e sobretudo, permitir que os alunos tenham as melhores condições para atingir os melhores resultados” disse. Joaquim Mota e Silva ressalvou a necessidade de políticas que privilegiem a educação. “Enquanto executivo

municipal temos que atuar no sentido de valorizar os vários setores de desenvolvimento mas a educação e a ação social são áreas que merecem especial atenção. Não podemos descurar a educação dos jovens, dada nas melhores condições, porque são o futuro e o futuro será mais risonho se estiverem melhor preparados”. De facto, a Câmara Municipal, através dos serviços de Ação Social e Saúde, mantém as políticas de apoio ao ensino ao proporcionar às crianças do 1º ciclo as melhores condições de aprendizagem. Durante o mês de setembro estes serviços entregaram vales com o valor total dos livros aos alunos que auferirem de escalão A e vales com metade desse valor aos alunos com escalão B tendo em conta o abono de família ou o escalão atribuído pela escola. Estes vales foram levantados, em troca dos manuais escolares, nas livrarias do concelho, imprimindo também, maior dinamismo no comércio local. Paralelamente a este apoio, a autarquia de Celorico de Basto apoia o ensino em outras vertentes assegurando, por exemplo, o fornecimento das refeições, o transporte para todos e um leque de atividades de complemento educativo e extracurricular com o intuito de apetrechar da melhor forma as crianças para um futuro promissor.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

33


“Olhos na Diabetes” Dia Mundial da Diabetes celebrado com várias ações Uma das campanhas de sensibilização com mais visibilidade promovidas pela Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto é sobre Diabetes por forma a consciencializar a população para a problemática. O dia 14 de Novembro, Dia Mundial da Diabetes, foi recordado com um rastreio oftalmológico e um rastreio da Diabetes, ações direcionadas à população local. As crianças participaram na ação “Rota pela Diabetes” “O Município, através da UMS, tem vindo a sensibilizar e esclarecer as pessoas sobre os cuidados de saúde. Estes rastreios, que identificam os pequenos sinais ao nível do diagnóstico, mostram-se fundamentais e necessários para evitar problemas de saúde maiores e servem como um alerta para comportamentos mais ou menos saudáveis” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca ciente desta problemática destacou que “é preciso sensibilizar para prevenir quando sabemos que anualmente são diagnosticados cerca de 60 mil novos casos. Por isso, atuamos em parceria e em estreita interação com o nosso Centro de Saúde para que, em conjunto, possamos chegar a um maior número de pessoas e de facto, sensibilizá-los para a Diabetes”.

“Temos que sensibilizar para prevenir”

34

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


A sensibilização marcou o dia 14 de novembro com ações voltadas para todas as faixas etárias. Durante a manhã, cerca de 170 crianças do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto participaram na Rota da Diabetes. Um percurso à volta do Castelo de Arnoia que iniciou com uma aula de ginástica e terminou com uma pequena palestra sobre a diabetes. A tarde foi dedicada ao rastreio da diabetes e ao rastreio oftalmológico, duas ações muito participativas. “Ver este número de pessoas a querer fazer o rastreio é muito positivo porque é indicativo que estão preocupadas com a saúde e que a sensibilização promovida pela UMS é a mais indicada” disse Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços de Ação Social e Saúde do Município. De facto “é importante perceber, numa campanha tão participativa, que as pessoas estão cada vez mais interessadas pela sua saúde” disse. As ações promovidas foram desenvolvidas pela UMS de Celorico de Basto numa parceria entre a Câmara Municipal e a UCC Mãos Amigas.

“As nossas ações de sensibilização procuram chegar a todas as faixas etárias, dos 8 aos 80. Começamos com os mais pequenos numa atividade que procurou incutir comportamentos saudáveis e conhecimentos sobre a Diabetes num local que bem nos identifica, o Castelo de Arnoia. As crianças são uma das melhores formas de levar a mensagem. Depois passamos para os rastreios e aqui refira-se, tendo em conta o tema lançado pela Federação Internacional da Diabetes “Olhos na Diabetes”, o rastreio oftalmológico já que a diabetes pode provocar danos na retina em cerca de 60% dos utentes e consequentemente pode levar à cegueira” disse Joana Teixeira, técnica da UMS. Durante o mês de Novembro a UMS deu especial atenção à Diabetes com rastreios diários. Paralelamente a estas ações e em colaboração com o Centro Hospitalar Tâmega e Sousa, este município participou na iniciativa “Tâmega e Sousa iluminado de azul” com a iluminação da Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, de 12 a 14 de novembro.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

35


INDÚSTRIA / ECONOMIA

Celorico Mais Rendimento apresentado oficialmente “Fomentamos a instalação da indústria e damos condições aos empregados” Os funcionários de uma empresa de calçado sediada na Zona industrial de Carvalho, receberam no dia 10 de novembro, a visita do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto para apresentar o projeto “Celorico Mais Rendimento”. “Inicialmente, este projeto será destinado aos trabalhadores das zonas industriais de Celorico de Basto e procurará criar condições para que os trabalhadores com determinados rendimentos possam chegar ao fim do mês com maior liquidez financeira” disse o autarca Joaquim Mota e Silva. “Queremos que tenham acesso a um conjunto de apoios nomeadamente transportes e apoios sociais com destaque para a isenções no prolongamento de horário dos filhos, favorecendo a poupança e assim, ajudar a criar riqueza a essas famílias”. O autarca salientou ainda, durante apresentação do projeto, que estão a ser criadas condições para a fixação de novas empresas nas zonas industriais de Celorico de Basto. Destacou também que 20% das empresas fixadas são de calçado, um sector que cresce exponencialmente em Celorico de Basto. “Numa altura em que há um número crescente de empresas a querer fixar-se nas nossas zonas industriais, é fundamental criar medidas que ajudem a dignificar o trabalho e os trabalhadores” realçou. A sessão de apresentação do projeto decorreu na empresa Topikrelevo, que emprega cerca de 150 funcionários mas tem espaço e condições de crescimento. Durante a sessão, e de forma simbólica, o presidente da Câmara Municipal fez a entrega dos cartões “Celorico Mais Rendimento” a alguns funcionários da empresa. O projeto Celorico Mais Rendimento abrangerá, numa primeira fase, os empregados com determinados rendimentos fixados em tabela. Estes beneficiários terão direito a usufruir de uma rede de transportes, cantinas sociais, isenção em infantários e escolas e outros benefícios articulados entre o setor público e as entidades privadas que se queiram associar ao projeto. Para aderir, os empregados deverão dirigir-se aos serviços de Ação Social da Câmara Municipal de Celorico de Basto ou à sede da Qualidade de Basto E.M. S.A. Numa primeira fase, os técnicos do município deslocar-se-ão às empresas para inscrição dos empregados, possíveis beneficiários. Se os serviços verificarem que a pessoa inscrita tem direito a estes apoios ser-lhe-á entregue o cartão de identificação Celorico Mais Rendimento.

36

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


Centro de Formação do Calçado a laborar em Celorico de Basto Num concelho onde existem bastantes pessoas a trabalhar na indústria do calçado e estando iminente a fixação de outras empresas do mesmo setor nas zonas industriais de Celorico de Basto, fixou-se na zona industrial de Crespos um centro de formação do Calçado que ensina os desempregados a “arte do Calçado”. São

4 meses de formação inicial intensa que dará aos formandos as qualificações necessárias para trabalhar em qualquer fábrica de calçado. Durante este período recebem uma bolsa que os ajudará nas suas despesas diárias.

O

presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, visitou no dia 29 de novembro, o Centro de formação, para verificar as condições do mesmo e o ensino facultado aos formandos. Esta formação inicial terminará a meados de janeiro. “Unimos esforços para dar aos nossos desempregados a formação necessária para que possam ingressar nas fábricas do setor do calçado com a devida qualificação para puderem trabalhar em toda a linha. O nosso trabalho centra-se em criar as melhores condições para os trabalhadores e para a fixação de empresas no concelho” disse o autarca. Este centro de formação resultou de um protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal de Celorico de Basto, a Qualidade de Basto E.M. S.A, e o Centro de Formação Profissional da Indústria do Calçado no âmbito do Programa Operacional de Investimento Privado – POIP para formar desempregados. O objetivo centra-se em proporcionar a todos os interessados formação para que possam ingressar nas empresas de calçado fixadas em Celorico de Basto. Fátima Mota, a tirar formação neste centro mostrou-se satisfeita e ansiosa para terminar a formação e começar a trabalhar efetivamente. “Já sei trabalhar em quase toda a linha e estou ansiosa para terminar a formação e começar a trabalhar numa fábrica. Não é difícil mas é preciso estarmos atentos e fazer o trabalho em condições desde o corte para que não falhe nada”.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

37


PLANEAMENTO / OBRAS

Submetida candidatura para Centro Interpretativo da Igreja de Santa Maria de Veade A candidatura submetida ao Programa Operacional Regional Norte 2020 – Património Cultural incide na recuperação e adaptação de um edifício localizado junto à igreja de Veade que será transformado em Centro Interpretativo da Igreja de Santa Maria de Veade, integrado com a Rota do Românico. Esta candidatura visa também, a valorização da envolvente com recuperação do Calvário. “Esta candidatura pretende valorizar e reaproveitar o património arquitetónico e cultural da igreja de Veade, uma igreja inserida na Rota do Românico com marcas indissolúveis do estilo arquitetónico” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Esta candidatura assenta na reabilitação do edifício, preservando as características arquitetónicas que ele possui, repondo e/ou substituindo elementos que se

38

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

encontrem num estado de degradação avançado. Será um espaço que irá reforçar a oferta cultural da região” disse. Esta candidatura irá permitir uma intervenção parcial no edifício dotando-o de estruturas necessárias ao seu bom funcionamento com condições de acolhimento ao público, condições de exposição e divulgação cultural que permitam o desenvolvimento de projetos pedagógicos. O edifício compreende 2 pisos mas a intervenção crucial irá decorrer no piso superior correspondendo à área de exposição e interpretação da Rota do Românico e das origens e transformações da Igreja de Santa Maria de Veade. Este espaço expositivo será apoiado por 3 salas para apoio pedagógico, 1 sala para apoio administrativo e uma instalação sanitária acessível a pessoas com mobilidade condicionada. A outra parte da empreitada tem por objetivo a recuperação do percurso da Via-Sacra, um percurso com cerca de 290 metros e uma diferença altimétrica de 23 metros. A intervenção proposta consiste na pavimentação da totalidade do percurso e na criação de plataformas niveladas definindo as várias estações do calvário, bem como, a reconstrução dos cruzeiros danificados e em falta. O valor estimado para esta empreitada rondará os 150 mil euros.


Planos de Ação de Regeneração Urbana Candidatura submetida e aprovada a 1ª fase O município de Celorico de Basto submeteu e viu aprovada a 1.ª fase da candidatura Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU), destinado aos Municípios onde se localizam os centros urbanos denominados de estruturantes subregionais e municipais que tencionam mobilizar, para efeitos de financiamento, as prioridades de investimento inscritas no “Eixo Prioritário 4 – Qualidade Ambiental”, mais concretamente a “P.I.6.5 - a adoção de medidas destinadas a melhorar o ambiente urbano, a revitalizar as cidades, recuperar e descontaminar zonas industriais abandonadas, incluindo zonas de reconversão, a reduzir a poluição do ar e a promover medidas de redução de ruído”. Genericamente este PARU incide sobre seis Áreas de Reabilitação Urbana (ARU), nomeadamente a ARU do Parque Lúdico de Boques – Vila de Celorico de Basto, a ARU do Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana do Centro Tradicional, a ARU da Vila da Gandarela, a ARU da Vila de Fermil, a ARU do Centro Urbano da Mota e a ARU da Aldeia do Castelo – Antiga Villa de Basto, criadas ao abrigo do Decreto-Lei n.º 307/2009, de 23 de outubro, alterado pela Lei n.º 32/2012, de 14 de agosto. Estas ARU têm como objetivos gerais preservar e conservar o património edificado e imaterial, incluindo os valores históricos e culturais; dinamizar as atividades económicas, designadamente as relacionadas com o turismo cultural e de lazer; revalorizar e potenciar a componente residencial do centro urbano, através do estímulo à criação de um mercado de arrendamento habitacional; incrementar a

acessibilidade aos aglomerados e a mobilidade dos utentes. No que respeita aos objetivos específicos, estes consistem em promover o processo de reabilitação e requalificação do património edificado e natural, público e privado, através da definição de um quadro de medidas de benefício e incentivo fiscal; equilibrar territorial, social e funcionalmente o processo de reabilitação do centro urbano, atraindo setores sociais diversificados, especialmente, as camadas jovens; consolidar as intervenções já iniciadas, garantir o investimento público para as intervenções a planear e potenciar a captação de novos, melhores e mais diversificados investimentos privados na reabilitação do edificado e na revitalização do tecido económico. Estas áreas de reabilitação urbana apresentam especificidades próprias tendo sido diagnosticados os principais problemas inerentes a cada ARU e expondo os princípios estratégicos para as intervenções a realizar em cada ARU. Importa salientar que no ano de 2016, o Município de Celorico de Basto procedeu à criação da ARU Aldeia do Castelo – Antiga Villa de Basto e, ainda, à alteração dos limites da ARU da Vila de Gandarela e da ARU do Centro Urbano de Mota, por forma a dar maior coerência territorial e estratégica às ARU já delimitadas. Assim, tanto as alterações como a criação das ARU foram aprovadas pelo Executivo da Câmara Municipal no dia 2 de junho e, subsequentemente, no dia 23 de junho pela Assembleia Municipal.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

39


Centro de BTT

O

novo equipamento insere-se num conjunto edificado, disposto no troço da atual ecopista junto à Estação de Celorico de Basto. Pretende-se, com este Centro de BTT, dar continuidade à promoção e manutenção das infraestruturas locais fomentando de forma efetiva e assertiva o potencial turístico inerente ao território. Ao mesmo tempo, e tendo em conta a valorização cada vez mais acentuada da prática desportiva, por parte das entidades locais, nomeadamente o Executivo Municipal, e verificando-se um aumento crescente de praticantes de BTT, verificou-se a necessidade premente da criação deste equipamento para fazer face às necessidades imediatas dos ciclistas. De facto, tratar-se-á de um espaço multifacetado que procura apoiar os ciclistas nas suas necessidades mais básicas e ao mesmo tempo, fornecer toda a informação turística inerente ao concelho.

um volume em betão, envolvido por uma pele de madeira, à semelhança do que já acontece nos restantes edifícios, relacionando-se diretamente com a Ecopista através de aberturas no volume. Pretende-se reunir condições que permitam aos utilizadores realizar manutenções e afinações pontuais às suas bicicletas, tendo sido para isso pensado um espaço coberto e aberto, onde estará localizado um equipamento específico para este fim, com suporte para a bicicleta, várias chaves para afinações, bomba de ar e mangueira de água, para uma lavagem rápida do equipamento. Foi também pensado para este mesmo equipamento, um outro espaço também ele aberto à Ecopista e coberto, onde estará localizada uma zona destinada à informação onde se pode oferecer aos seus visitantes toda a informação turística local.

A localização escolhida para a implantação deste equipamento, acontece num espaço vazio, entre o edifício que dava lugar à antiga casa do chefe da estação e uma pequena edificação existente já no final deste conjunto e encontra-se a uma cota inferior à Rua da Estação, tirando assim partido de um muro existente que lhe oferece um pano em pedra natural na parte tardoz.

Está ainda previsto, neste projeto, a recuperação e requalificação da antiga casa do chefe da Estação, que manterá a linguagem e a imagem arquitetónica exterior existente, bem como grande parte da compartimentação interior. Neste ficarão previstos dois apartamentos de tipologia T1 T4 destinados a alojamento temporário.

Efetivamente, a intervenção visa a colocação no terreno de

O Valor global do investimento é de 248.334,00€

“ Um espaço de apoio aos ciclistas”

40

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


Município de Celorico de Basto promove colocação de relvado sintético no campo do FC Gandarela O Futebol Clube de Gandarela, um clube filiado em 1974 que se dedica sobretudo à prática de futebol, terá, brevemente, o seu Parque Desportivo requalificado, com colocação de relvado sintético. Uma obra que conta com o investimento financeiro do Município de Celorico de Basto.

desenvolvimento desportivo dos atletas e por consequência resultados mais favoráveis nas competições onde estão inseridos” destacou o edil celoricense. A colocação do Relvado Sintético e outros arranjos necessários no Campo do Futebol Clube de Gandarela permitirá dotar de elevados níveis de qualidade este equipamento coletivo, bem como dar resposta ao crescimento da sua procura para a prática desportiva. Um investimento necessário à prossecução e concretização das obras de melhoramento e valorização das instalações.

“Estas requalificações exigem um esforço financeiro considerável por parte do município mas são cruciais para o incremento desportivo e cultural no concelho” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Começamos por promover a requalificação do Parque Desportivo da Raza, inaugurado recentemente, e desde então que tínhamos como objetivo proporcionar ao Futebol Clube de Gandarela condições iguais para a prática da modalidade. São melhoramentos nas infraestruturas que irão valorizar o clube e permitir uma atenção redobrada à formação assim como, o

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

41


Investimento de 1,5 milhões de euros na requalificação da EB 2,3/Secundária

A

Escola Básica e Secundária de Celorico de Basto irá ser alvo de uma intervenção no âmbito de um acordo de colaboração para a requalificação e conservação das instalações celebrado entre o Ministério da Educação e a Câmara Municipal de Celorico de Basto. Trata-se de uma intervenção cofinanciada por fundos comunitários, pelo Estado e pela autarquia Celoricense que priorizará o conforto dos alunos, professores, técnicos e auxiliares. “Esta obra tem por principal objetivo melhorar as condições de conforto de todos os utentes com atenção a questões sensíveis como as acessibilidades, a mobilidade, o conforto térmico e acústico” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca realçou que a execução destas obras não colocará

em causa o normal funcionamento da escola. “São obras necessárias e prioritárias mas desenvolvidas por forma a manter o normal funcionamento das aulas” reforçou. O projeto e a execução da obra são da responsabilidade da Câmara Municipal. Uma intervenção que incidirá ao nível da cobertura dos edifícios, introdução de um novo sistema de cobertura exterior, restabelecimento dos antigos balneários para arquivo, intervenção no pavilhão gimnodesportivo ao nível dos pavimentos, instalações elétricas e requalificação dos balneários. O projeto prevê ainda intervenções no que respeita às dificuldades de acessibilidade.

“Criar melhores condições para alunos, professores e pessoal não docente”

42

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016


DESPORTO

Mota Futsal CUP 2016 “A emoção do futsal regressou ao polidesportivo da Mota”

O

M o t a Futsal Cup 2016, uma organização do Mota Futebol Clube, decorreu em julho e agosto no Polidesportivo da Mota, e contou com 7 equipas a competir. “Foi um período de muita emoção, as equipas vivem o futsal com muita adrenalina, empenho e vontade de vencer” disse Márcio Neves, do Mota Futebol clube. “Tivemos a Mota ao rubro, as bancadas encheram sempre para apoiar as equipas que, com fair-play, se debateram ao longo deste torneio”. A participar esteve a equipa “Café Bocage”, a ACR Fervença, a Juventude do Rego, a D Elite Team, os Vikings, os Tinos e a GD Agilde. As meias-finais foram disputadas entre o Café Bocage vs Juventude do Rego e a ACR Fervença vs D Elite Team. A final decorreu na sexta-feira, 5 de agosto, e colocou frente a frente o ACR Fervença e o Café Bocage num jogo que primou pela técnica e tática imprimida pelos atletas em campo e que fez vibrar o público presente. O grande vencedor deste Mota Futsal Cup 2016 foi o Café Bocage. Em terceiro lugar ficou a Juventude do Rego e em quarto o D Elite Team. Os prémios foram entregues pelo presidente de Junta de Freguesia de Fervença, Manuel Magalhães. No dia da grande final houve ainda lugar para uma

competição feminina entre a ACR Fervença Seniores vs ACR Fervença Juniores.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

43


I Taça Vila de Gandarela – SHF Sport Trofa Um campeonato que reuniu várias equipas de Celorico de Basto A Vila de Gandarela recebeu a I Taça Vila de Gandarela – SHF Sport Trofa. Um evento desportivo de futsal que dinamizou os polidesportivos de Basto S. Clemente e de Ribas durante aproximadamente 1 mês. O vencedor, Convívio FC, recebeu a taça das mãos do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, no dia 17 de julho, com a bancada ao rubro. “Celorico de Basto respira desporto é um facto. Hoje, assistimos ao culminar de mais um torneiro, neste caso de futsal, que demonstra a forma como o desporto envolve a população, dinamiza o concelho, cria hábitos saudáveis e permite, ao mesmo tempo, a valorização dos equipamentos desportivos existentes” disse o autarca Joaquim Mota e Silva. A I Taça Vila de Gandarela foi uma organização em parceria da Junta de Freguesia de Basto S. Clemente e da Junta de Freguesia de Ribas e contou com o apoio do município de Celorico de Basto, do Centro Social de Ribas e do Grupo Cultural e Recreativo de Gandarela de Basto. “A organização deste evento surgiu da necessidade de promover um desporto com muitos praticantes nesta zona do concelho. Sentimos que o que nos era pedido era possível, por isso, atuamos em conformidade e organizamos a I Taça Vila de Gandarela” disse Daniel Meireles, presidente da Junta de Freguesia de Basto S. Clemente. Um torneio que contou com a participação de 8 equipas a referir Mármores Guimarães, Squadra Litle Susy, Pastelaria convívio, Convívio FC, Café Espanhol, Nespereira, Ribas e os Conquistadores.

44

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

No final, o Convívio FC sagrou vencedor da I Taça Vila de Gandarela – SHF Sport Trofa. “ Foi um evento muito interessante e com muita adesão. Conseguimos valorizar a prática desportiva e, tendo em conta o feedback este será o 1º de muitos torneiros. É empolgante ver a mobilização das freguesias para apoiar as suas equipas, é excelente quando se vibra com fair play e desportivismo”, realçou José sousa, presidente de Junta de Ribas. Durante aproximadamente 1 mês, às quartas, sextas, sábados e domingos, havia futsal nos polidesportivos de Gandarela e Ribas. No final, o primeiro classificado recebeu um prémio de 1000 euros, o segundo classificado de 500euros e o terceiro classificado recebeu um prémio de 250 euros e o quarto classificado recebeu 200 euros. Foi ainda entregue o prémio fair-play, o prémio para melhor marcador e para melhor guarda-redes. Todas as equipas receberam prémio de participação. Recordar que para participar nesta I Taça cada equipa pagou 200 euros.


Concurso de Pesca reuniu trabalhadores de vários municípios O Centro Cultural e Desportivo dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Celorico de Basto desenvolveu um concurso de pesca, numa das pistas do Rio Tâmega. Uma ação que contou com a presença de 20 municípios, com a entrega de prémios a decorrer na XIX Feira do Artesanato e Gastronomia.

A organização do evento, ciente do apoio cedido pelos autarcas na organização das diferentes atividades promovidas ofereceu-lhes uma lembrança como forma de agradecimento. Jorge Mesquita, membro do Centro Cultural e Desportivo dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Celorico de Basto, disse ser “apenas uma lembrança simbólica. De facto, o município tem sido muito recetivo à organização das nossas atividades, só podemos estar agradecidos”.

A

pesca é a principal atividade promovida pelo grupo do Centro Cultural e Desportivo que organizou, em pleno mês de agosto uma iniciativa que contou com a participação de trabalhadores que integram o CCD da Câmara Municipal de Celorico de Basto, como anfitriões, e os trabalhadores da Câmara Municipal de Avis, Cascais, Coruche, Gaia, Golegã, Gondomar, Guimarães, Lisboa, Maia, Moita, Mora, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel, Portalegre, Porto, Salvaterra de Magos, Seixal, Valongo e Vila Franca de Xira, num total de 100 participantes. Os prémios foram distribuídos por setores e categorias, com cada equipa composta por quatro pescadores. Foram ainda atribuídos os prémios ao melhor exemplar e à Câmara mais distante. Estas distinções foram entregues pelo presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, e pelo Vereador da Cultura, Fernando Peixoto. Joaquim Mota e Silva realçou a importância desta interação entre os trabalhadores de vários municípios. “Esta interação entre municípios é muito salutar e benéfica. É importante que os trabalhadores convivam fora do contexto trabalho, sobretudo a praticar uma atividade desportiva”. O autarca referiu ainda tratar-se de uma forma de dar a conhecer as particularidades deste concelho a outros. “Estes pequenos convívios servem também para dar a conhecer esta terra, as suas gentes, as suas características próprias e cativar para visitas futuras. Afinal, acreditamos que o turismo é um dos sectores que mais cresce no concelho, por isso trabalhamos concertadamente nesse sentido” destacou.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

45


Hipódromo Municipal recebeu prova a contar para o campeonato nacional

C

entenas de aficionados da modalidade marcaram presença no hipódromo Municipal em Carvalho para assistir às corridas de cavalos a galope e trote atrelado. Prova a contar para o campeonato nacional leva centenas de aficionados ao Hipódromo Municipal de Celorico de Basto As mangas a galope e a trote atrelado decorreram no sábado, 20 de agosto, com mangas bem disputadas que levaram o público ao rubro. O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, aficionado da modalidade realçou a necessidade de manter a pista nas melhores condições para receber estas provas. “Esta pista é muito procurada pelos aficionados da modalidade, um espaço amplo, que proporciona corridas cheias de adrenalina que motivam o público. Manter esta pista em boas condições é fundamental para que os cavalos e os cavaleiros possam dar o máximo em cada manga” realçou o edil. As corridas a galope são sempre as mais aplaudidas pela velocidade que o joker imprime no cavalo, provas que levaram o público ao rubro. Nas mangas referentes ao trote atrelado a corrida, mais lenta, proporcionou um espetáculo de minucia e técnica imprimida pelos drives que conduziam os cavalos.

46

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

Os quatro primeiros classificados das diferentes mangas receberam as respetivas distinções entregues pelo presidente do município e por outras individualidades convidadas. Esta prova foi organizada pela Associação Cultural e Recreativa de Carvalho e apoiada pelo município de Celorico de Basto, pela junta de freguesia de carvalho, pelos Bombeiros Voluntários Celoricenses.


Em Celorico de Basto o fim-de-semana gastronómico está agendado para dias 17, 18 e 19 de março com o cabrito assado no forno como prato de eleição. “Um evento de época baixa que combate a sazonalidade na região norte”. elorico de Basto marcou presença no dia 2 de novembro, na apresentação dos fins-de-semana gastronómicos, um evento promovido pelo Turismo Porto e Norte em parceria com 75 Municípios. A ação decorreu em Vila Real, nos Claustros do Palácio Conde de Amarante em Vila Real, e Celorico de Basto fez-se representar com produtos locais representativos da região.

C

“Este evento é exímio na promoção da nossa gastronomia, um produto cada vez mais apelativo para atrair visitantes ao nosso território” palavras do vereador do turismo da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, presente na cerimónia. O autarca reforçou a necessidade de organizar eventos na época baixa por forma a combater a sazonalidade. “O território não pode ser apelativo apenas na época alta, é crucial criar eventos e atividades que combatam a sazonalidade, numa parceria constante entre os municípios e o setor privado” disse. Celorico de Basto participa nos fins-de-semana gastronómicos de 17 a 19 de março, com o cabrito assado e o pão-de-ló. “Mantemos o mesmo prato até o tornarmos um

ex-libris gastronómico da nossa terra, é preciso insistir, criar hábitos, dar a conhecer a quem nos visita o que é típico, o que é nosso” concluiu Fernando Peixoto. A cerimónia de apresentação dos Fins-de-Semana Gastronómicos contou com a presença de várias edilidades do norte de Portugal tendo sido oficialmente apresentada pelo presidente da Entidade Turismo Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira e o Presidente da Câmara Municipal de Vila Real, Rui Santos. A abertura contou com a atuação de Cláudia Monteiro, jovem fadista de Vila Real. Durante a sessão, o presidente da TPNP disse que “este evento vai crescendo de ano para ano, temos mais de 1000 restaurantes aderentes e mais de 450 empreendimentos turísticos fruto de uma parceria bem delineada com os municípios e com os privados”. Terminada a apresentação, os presentes foram convidados a degustar os produtos gastronómicos presentes. Celorico de Basto levou o vinho verde da região, o Pão-de-ló, os enchidos e aproveitou para promover a Feira Anual de Sta. Catarina e a marca “Celorico de Basto Capital das camélias”. A brochura dos Fins-de-Semana Gastronómicos foi apresentada e será o guia para muitos “turistas gastronómicos”, com mais de 180 receitas. Os fins-desemana gastronómicos decorrem de novembro a Maio de 2017. Em Celorico de Basto a data oficial será de 17 a 19 de março.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

47

TURISMO

Celorico de Basto na apresentação dos Fins-desemana Gastronómicos


Xantar 18º Salão Internacional de Turismo Gastronómico Celorico de Basto no Welcome Center TPNP

O

município de Celorico de Basto fez-se representar, com a promoção de produtos locais, na apresentação oficial do Xantar 18º Salão Internacional de Turismo Gastronómico que teve lugar no Porto Welcome Center TPNP, no dia 27 de outubro. Como habitualmente, e numa lógica concertada de promoção do turismo, o município de Celorico de Basto, através da Loja Interativa de Turismo de Celorico de Basto, participa ativamente nas feiras, ações promocionais e eventos direcionados ao turismo. Presente na Iniciativa, o Vereador do Turismo da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, sublinhou a necessidade de se fazer representar em todas estas ações. “É imprescindível marcarmos presença nestas “montras” dedicadas ao turismo promovidas pelo Turismo Porto e Norte de Portugal. Estamos a apostar no setor do turismo nos seus diferentes setores. Temos turismo de natureza, agroturismo, turismo de habitação, turismo rural, turismo cultural, de património, temos ofertas muitas e variadas que queremos consolidar e tornar cartãode-visita para atrair possíveis turistas” disse.

“Arte na vida” visitou o TOPAS O TOPAS, um autocarro transformado numa loja Interativa ambulante, esteve em Celorico durante as Festas do Concelho para promover o território do Porto e Norte de Portugal. No último dia de visita a este território, o Topas recebeu a visita das crianças que integram a atividade de férias “Arte na Vida” inserido no programa CLDS3G.

“Este autocarro é uma excelente forma do TPNP para promover um território cada vez mais procurado pelos turistas” disse o Vereador do Turismo da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, presente no TOPAS. “Este fim-de-semana aproveitamos a grande afluência a Celorico de Basto pelas Festas do Concelho para promover o que temos de melhor no que respeita ao setor do turismo, estamos cada vez melhor apetrechados para receber os turistas com condições excelentes de alojamento, programas de animação, paisagens soberbas, razões várias para tornar este destino, um destino de eleição” realçou. Uma técnica da loja de turismo e o Vereador do Desporto esclareceram as crianças e os monitores do programa sobre as várias funcionalidades do Topas, incidindo na mesa

48

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

interativa. As crianças, curiosas, aprenderam a procurar os locais de referência turística no concelho. O coordenador do programa CLDS 3G, Manuel Maria Afonso, reforçou a necessidade de fazer coisas diferentes atuando sempre, com contexto motivacional. “Durante este período de férias procuramos dar às nossas crianças a hipótese de vivenciar experiências comuns, como ir à praia e à piscina mas também experiências únicas e diferentes, como visitar o TOPAS, uma referência do TPNP”.


NOTÍCIAS

Abertura das candidaturas ao PDR2020 Programa de desenvolvimento Rural foi apresentado em Celorico de Basto O Município de Celorico de Basto em parceria com a Probasto, Associação de Desenvolvimento Rural de Basto, apresentou no dia 4 de agosto, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, a abertura das candidaturas no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária - DLBC Rural Terras de Basto.

F

oi anunciada a abertura do período de apresentação de candidaturas para pequenos Investimentos na Exploração Agrícola e para pequenos Investimentos de Transformação e Comercialização de produtos Agrícolas. Para meados de agosto prevê-se a abertura da candidatura para Diversificação na Exploração Agrícola. “É importante que esta informação chegue às pessoas para que, informadas, possam verificar qual o enquadramento dos fundos comunitários nos seus investimentos agrícolas.” Disse o presidente da Câmara Municipal e da Probasto, Joaquim Mota e Silva. “A Probasto apresenta uma dinâmica de criação de emprego, de sustentabilizar o emprego já criado com medidas de apoio e, assim, desenvolver o meio rural”. O autarca realçou o facto de cada vez menos pessoas

se dedicarem ao meio rural nomeadamente à agricultura sendo notório o crescimento dos setores da indústria e do turismo, num concelho que “ apesar da emigração nunca teve tanta gente a trabalhar dentro do concelho registados nas finanças”. A candidatura para pequenos investimentos nas explorações agrícolas visa a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores, o financiamento das operações vai de 1000€ a 40 000€, é dirigida a pessoas singulares ou coletivas que exerçam atividade agrícola e a candidatura decorreu de 25 de julho a 26 de setembro. A candidatura para pequenos investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas visa contribuir para o processo de modernização e capacitação das empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas, o financiamento vai de 1000€ até 200000€, destina-se a pessoas singulares ou coletivas que se dediquem à transformação ou comercialização de produtos agrícolas e o prazo de candidatura decorreu de 25 de julho a 10 de outubro. De 14 de novembro a 10 de fevereiro de 2017 estará aberta a candidatura “Operação 10.2.1.3 – Diversificação de atividades na exploração Agrícola. Para um esclarecimento pormenorizado, aconselha-se a consulta da Portaria nº152/2016 de 25 de maio e orientação técnica nº25/2016 e nº26/2016, em www.pdr-2020.pt em www. probasto.pt.

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

49


Ciclista, Bruno Santos, esteve em Celorico no 10º aniversário da geminação com Houilles

H

á 10 anos atrás, Bruno Santos, foi testemunha da cerimónia de assinatura do protocolo de geminação entre Celorico de Basto e Houilles e 10 anos depois, regressou a Celorico de Basto também de bicicleta. Bruno dos Santos é um jovem lusodescendente residente em Houilles que teve um sonho e que o transformou num projeto de vida, “percorrer o mundo em bicicleta como forma de promover a solidariedade, a integração e a mobilidade sustentável para todos”. Bruno dos Santos esteve em Celorico de Basto, no fim-de-semana de 12 e 13 de agosto, aquando das cerimónias de geminação entre Celorico de Basto e Houilles. Nesta última viagem até Celorico, o ciclista fez-se acompanhar pela esposa, Ludivine, apaixonada por Linguagem Gestual. Juntos percorreram 12 países, durante dois meses e meio. O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, recebeu estes apaixonados pelo desporto e pela promoção da igualdade na feira de Artesanato e Gastronomia. “ É uma grande honra receber este jovens em Celorico de Basto, a causa que os move é

1ª Mostra Educativa e Profissional

“Um espaço que pretende abrir horizontes na formação e capacitação de jovens” A I Mostra Educativa e Profissional decorreu no Mercado Municipal durante a Feira Anual da Sta. Catarina, de 25 a 27 de novembro. A abertura oficial foi presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Siva, seguida de uma apresentação do Instituto Português do Desporto e Juventude. “Esta mostra é uma das forma de reunir no mesmo espaço uma série de entidades que oferecem aos nossos jovens novos horizontes, novas oportunidades para que se possam qualificar, formar e empregar” disse Joaquim Mota e Silva. Realçando a necessidade de capacitação

50

revista municipal Celorico de Basto * dezembro 2016

de louvar e demonstra o quão a sociedade está atenta aos problemas da mobilidade, dos direitos de acessibilidade para todos independentemente das limitações físicas. É importante refletir nestes assuntos, ver o que está mal, o que é preciso mudar, onde poderemos intervir para que todos se sintam integrados da melhor forma na comunidade”, realçou. Este projeto de vida levou à criação da associação “Quando a cabeça perde os pedais” e trabalha em parceria com outras associações de solidariedade que desenvolvem iniciativas sobretudo, direcionadas a pessoas portadoras de deficiência física. O objetivo é sensibilizar e promover direitos iguais para todos. Bruno dos Santos é filho de pais Portugueses, por diz que tem o “dever de memória” ou seja, procura saber o máximo de Portugal, das raízes, dos seus ascendes.

para empregabilidade, o autarca destacou a crescente fixação de empresas em Celorico de Basto que tem vindo a diminuir consideravelmente a taxa de desemprego. O edil celoricense agradeceu a presença das entidades na I Mostra e à equipa do CLDS 3G pela organização do evento. Ao mesmo tempo disse que é “preciso fazer mais em contexto coletivo. Trabalhar numa rede de parceria é cada vez mais necessário para que os objetivos sejam conseguidos com êxito”. Terminada a sessão de abertura os presentes foram convidados a visitar os stands presentes nomeadamente a Universidade do Porto, a Universidade do Minho, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – UTAD, a Universidade de Aveiro, o Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica – CINFIM, o CQEP – Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional, a Academia de Design e Calçado, o EPF,CB, a GNR, o Exército e a Marinha. Duas técnicas representantes do IPDJ apresentaram aos convidados vários programas da responsabilidade do Instituto Português do Desporto e Juventude. Foi destaque o Programa OTL- Ocupação dos Tempos Livres, o programa “Empreende Já” e o voluntariado “E agora nós” onde se fez incidência nos campos de férias. Uma vez que a abertura decorreu a 25 de novembro e sendo assinalado o Dia Internacional para a Eliminação da violência contra as Mulheres, foi ainda destacada a ação de voluntariado “Namorar Com Fair-play” um projeto de prevenção da violência do namoro do IPDJ.


Município desagrava a carga fiscal dos celoricenses com redução do IMI

O

executivo municipal estabeleceu para 2017, uma redução para 0,32% nos prédios urbanos, e aprovou a redução do IMI familiar, com taxas fixas, em função do nº de dependentes. É objetivo, com estas medidas, “aliviar a carga fiscal sentida pelos celoricenses melhorando a sua qualidade de vida. Em simultâneo pretendemos atuar no sentido de promover a fixação de população no concelho e incentivar a criação de empresas e a sua sustentabilidade” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca realçou a necessidade de dar continuidade a uma política que beneficie as pessoas e o crescimento económico do concelho sem descurar o equilíbrio das contas municipais. “As dificuldades económicas sentidas por muitas famílias, sobretudo com agregados numerosos, são uma preocupação deste executivo municipal por isso, atuamos no sentido de atenuar essas dificuldades e fomentar a melhoria das condições de vida das famílias. São medidas que irão diminuir consideravelmente as receitas auferidas por este Município mas tudo faremos para, com

uma gestão rigorosa, manter o equilíbrio financeiro”. Para 2017 o executivo celoricense aprovou a proposta de redução no Imposto Municipal sobre Imóveis de 0,33% para 0,32%. Foi ainda aprovado fixar a redução do IMI a cobrar pela Autoridade Tributária e Aduaneira, durante o ano de 2017, referente a prédio ou parte de prédio urbano destinado à habitação própria e permanente do sujeito passivo, atendendo ao número de dependentes que compõem o agregado familiar. Foi proposta e aprovada uma dedução fixa. Assim, para um dependente a cargo a dedução será de 20€, dois dependentes a cargo a dedução será de 40€ e três ou mais dependentes a cargo a dedução fixa ficou definida em 70€. Ao mesmo tempo, para incentivar as empresas locais e a instalação de novas empresas, foi aprovada a isenção do imposto de derrama. As propostas aprovadas foram submetidas a reunião da Assembleia Municipal de Celorico de Basto, para entrarem em vigor no ano de 2017.


Celorico de basto revista dezembro 2016  

Os melhores momentos do segundo semestre de 2016 promovidos pelo Município de Celorico de Basto.

Celorico de basto revista dezembro 2016  

Os melhores momentos do segundo semestre de 2016 promovidos pelo Município de Celorico de Basto.

Advertisement